Clássicos Cupês Esportivos Mitsubishi

Mitsubishi Eclipse: conheça a história do famoso esportivo de 1989

O Mitsubishi Eclipse é sem dúvida o esportivo mais famoso da marca japonesa.

Ele começou seu legado em 1989, quando a Mitsubishi ainda tinha um acordo comercial com a Chrysler Corporation.


Depois o Mitsubishi Eclipse ficou ainda mais famoso com sua participação nos filmes da saga Velozes e Furiosos, como um dos carros de corrida do ator Paul Walker.

Mitsubishi Eclipse: conheça a história do famoso esportivo de 1989

Vamos então voltar lá para 1989, quando o Mitsubishi Eclipse foi lançado.


Mitsubishi Eclipse 1989 a 1994

A primeira geração do Mitsubishi Eclipse foi apresentada no final de 1989 e comercializado no início dos anos 1990.

O cupê ficou famoso no início dos anos 1990 por conta da sua grande variedade de versões disponíveis e opções de motorizações com turbo e aspirado.

Por utilizar uma plataforma de origem Chrysler, o Mitsubishi Eclipse tinha exclusivamente tração dianteira, mas isso não tirava o prazer ao dirigir o modelo.

Mitsubishi Eclipse: conheça a história do famoso esportivo de 1989

Mesmo não tendo a opção de tração traseira, o Mitsubishi Eclipse compensava por ter versões com motores turbo de até 200 cavalos e opção de tração integral.

O estilo da carroceria do Mitsubishi Eclipse da primeira geração era condizente com a época, com seu perfil esguio e faróis compridos na base e escamoteáveis que ficavam escondidos.

Sua motorização era compartilhada com o sedan Galant, o que garantia um baixo custo nas manutenções periódicas.

Mitsubishi Eclipse: conheça a história do famoso esportivo de 1989

O design exterior do Mitsubishi Eclipse era cativante, com sua carroceria com desenho elegante e boa área envidraçada.

No interior, o painel vinha com todos os comandos voltados para o motorista e tinha um desenho particularmente exótico para um modelo esportivo.

Na dianteira o Mitsubishi Eclipse contava com faróis compridos e largos na base e do tipo escamoteáveis, que traziam charme e funcionalidade para o modelo.

As laterais eram limpas e contavam apenas com um friso que ia de uma ponta a outra.

Na traseira, as lanternas do Mitsubishi Eclipse tinham um formato mais amendoado e desenho elegante.

Um aerofólio estilizado fazia parte da tampa do porta malas. Um dos destaques de estilo dessa primeira geração do Mitsubishi Eclipse era o fato da área envidraçada vir com apliques em preto brilhante e fazer um belo contraste com a cor da carroceria.

Mitsubishi Eclipse: conheça a história do famoso esportivo de 1989

No quesito motorização, o Mitsubishi Eclipse poderia vir equipado com um motor 1.8 litro aspirado que tinha 93 cavalos e 14,6 kgfm de torque, que equipava as versões mais básicas.

Acima dela existia o Mitsubishi Eclipse GS que vinha com tração dianteira, mais equipamentos que a versão de entrada e contava com um motor 2.0 litros com 16 válvulas com duplo comando e 136 cavalos de potência e 17,3 kgfm de torque.

O mesmo motor dotado de um turbo compressor acompanhava o Mitsubishi Eclipse GS Turbo, que vinha com 192 cavalos e câmbio manual de cinco velocidades e 182 cavalos com câmbio automático de quatro velocidades.

O torque também fazia jus ao visual esportivo com 28 kgfm.

Mitsubishi Eclipse: conheça a história do famoso esportivo de 1989

Para 1992 o Mitsubishi Eclipse ganhava algumas melhorias, dentre elas estavam a adoção de freios com ABS, e no quesito estilo, o modelo perdia os charmosos faróis escamoteáveis e mantinha apenas os faróis fixos e convencionais.

O modelo ficou sem grandes mudanças depois disso até a chegada da segunda geração que estava agendada para 1995.

Mitsubishi Eclipse 1995 a 1999

A segunda geração do Mitsubishi Eclipse foi completamente redesenhada se comparado a primeira geração e trazia uma grande evolução de estilo, mas mantendo a mesma linguagem visual de um esportivo de duas portas e motorização potente.

Mitsubishi Eclipse: conheça a história do famoso esportivo de 1989

O estilo externo do Mitsubishi Eclipse mudava e ficava mais arredondado, como era visto em outros modelos.

Os faróis continuavam de tamanho mediano, a grade tinha duas opções, uma com uma entrada de ar maior que deixava o visual mais intimidador e outra com uma espécie de sorriso, com as luzes de neblina nas extremidades do “sorriso”.

A lateral do Mitsubishi Eclipse contava com um perfil comum a um esportivo de duas portas e tinha um desenho limpo e elegante.

Mitsubishi Eclipse: conheça a história do famoso esportivo de 1989

O ponto mais cativante deste segundo Mitsubishi Eclipse era a traseira que tinha um visual mais moderno com suas lanternas inteiriças, com o nome “Eclipse” escrito em letras garrafais bem ao centro.

Acima das lanternas ficava o aerofólio de tamanho maior do que era visto na primeira geração.

O caimento do teto, visto pela traseira tinha um desenho mais arredondado dando uma característica própria ao Mitsubishi Eclipse.

Mitsubishi Eclipse: conheça a história do famoso esportivo de 1989

Na motorização, a versão de entrada do Mitsubishi Eclipse vinha com um motor 2.0 litros com 140 cavalos, e na versão seguinte o esportivo usava o motor do sedan Galant, um 2.4 litros com 141 cavalos.

Na versão topo de linha o esportivo vinha com um motor 2.0 litros com 210 cavalos.

As motorizações do Mitsubishi Eclipse podiam vir acompanhadas do câmbio manual de 5 velocidades ou automático de 4 velocidades.

Mitsubishi Eclipse: conheça a história do famoso esportivo de 1989

Para 1996 a maior novidade no Mitsubishi Eclipse ficava por conta da inédita versão conversível que aliava charme e agressividade no mesmo pacote.

A capota poderia ser recolhida por acionamento elétrico e ele usava um motor 2.4 litros na versão de entrada.

Em 1999 a Mitsubishi apresentava o Mitsubishi Eclipse GS Tenth Anniversary Edition, que comemorava os 10 anos da linha Eclipse no mercado, ele vinha com novas rodas de 16 polegadas com desenho esportivo, interior revestido em couro e outras pequenas alterações estéticas.

Mitsubishi Eclipse 2000 a 2005

A terceira geração do Mitsubishi Eclipse foi apresentada na primavera de 2000 e foi construída e vendida apenas na terra do Tio Sam.

O novo modelo abandonava a motorização 2.0 litros e finalmente aderia aos motores de seis cilindros V6.

No quesito design o Mitsubishi Eclipse de terceira geração tinha um desenho mais peculiar, se é que podemos falar assim.

Mitsubishi Eclipse: conheça a história do famoso esportivo de 1989

A frente deste novo Mitsubishi Eclipse era curta e curva e contava com grandes faróis em formato de trapézio com o emblema dos três diamantes ao centro.

Abaixo, nos para choques, a entrada de ar era bem grande e destacada, e nas suas extremidades havia os faróis de neblina e mais acima as luzes de indicação de seta na cor laranja.

As laterais do Mitsubishi Eclipse de 2000 eram simples e contavam com três ranhuras na base das portas para aumentar a sensação de agressividade do modelo.

Na traseira as lanternas eram em formato mais triangular e vinham com elementos redondos para as luzes de freio e de indicação de seta. Na base do para choque ficavam as luzes de ré e a placa.

Mitsubishi Eclipse: conheça a história do famoso esportivo de 1989

Assim como na geração anterior do Mitsubishi Eclipse, um grande aerofólio ficava na tampa do porta malas para ajudar na aerodinâmica do modelo.

No interior, um desenho mais moderno e simples era visto, com o volante pequeno com três raios e bom acabamento interno.

Os bancos dianteiros do Mitsubishi Eclipse “abraçavam” o motorista e o passageiro, reforçando assim o conforto de quem ia na frente.

Já os passageiros que iam na parte de trás viajavam mais apertados e não tinham muito espaço para a cabeça por conta do caimento brusco do teto.

Mitsubishi Eclipse: conheça a história do famoso esportivo de 1989

A plataforma do Mitsubishi Eclipse continuava a mesma, emprestada do sedan Galant, o que garantia que o modelo tivesse 4,45 metros de comprimento, 1,75 metros de largura, 1,31 metros de altura e entre eixos de 2,56 metros.

Agora o Eclipse era vendido em três versões de acabamento, a de entrada RS, a intermediária GS e a topo de linha Mitsubishi Eclipse GT.

Todos os modelos vinham com tração dianteira e opção de câmbio manual de 5 velocidades ou automático de 4 velocidades.

Mitsubishi Eclipse: conheça a história do famoso esportivo de 1989

As versões básicas e intermediárias – RS e GS respectivamente – vinham com motor da geração anterior o motor 2.4 litros 16 válvulas, que rendia 156 cavalos e 22,5 kgfm de torque.

A versão topo de linha Mitsubishi Eclipse GT vinha com um novo motor, o 3.0 litros V6 de 24 válvulas que desenvolvia 207 cavalos de potência e 28,3 kgfm de torque.

Mitsubishi Eclipse: conheça a história do famoso esportivo de 1989

Para ano de 2001 o Mitsubishi Eclipse ganhava a versão conversível, que tinha um visual mais acertado do que a versão cupê.

Muitas revistas especializadas da época elogiaram muito a escolha do motor 3.0 V6, dizendo que este era o casamento perfeito e que deveria ter existido desde sua primeira geração.

Mitsubishi Eclipse: conheça a história do famoso esportivo de 1989

Antes de mudar de geração em 2005, o Mitsubishi Eclipse recebeu um discreto facelift com uma pequena atualização nos faróis que ganharam uma máscara negra e na traseira as lanternas receberam uma nova cor vermelha – antes ela tinha uma máscara prateada – e outras pequenas melhorias.

Mitsubishi Eclipse 2006 a 2012

A quarta geração do Eclipse foi apresentada em 2005 como linha 2006 e trazia uma nova carroceria com desenho mais moderno e harmônico se comparado com a terceira geração apresentada no inicio dos anos 2000.

Mitsubishi Eclipse: conheça a história do famoso esportivo de 1989

O estilo da carroceria do Mitsubishi Eclipse mantinha o aspecto cupê, mas agora estava mais moderno e não abusava de tantos recursos visuais como na geração anterior.

Na dianteira uma nova grade lembrava muito a do Lancer Evolution, que poderia ainda ganhar um aplique preto brilhante que reforçava ainda mais a cara de mal do esportivo.

Os faróis estavam maiores e mantinham o formato mais amendoado. As laterais do Eclipse estavam limpas e sem quaisquer firulas desnecessárias.

Mitsubishi Eclipse: conheça a história do famoso esportivo de 1989

Na traseira o modelo tinha lanternas transparentes – tendência da época – que contavam com um perfil que muito se assemelhava ao Porsche 911.

O aerofólio do Mitsubishi Eclipse se fazia presente, estava ligeiramente maior do que na geração anterior.

No interior, o Eclipse entregava elegância e bons materiais no acabamento.

Itens como bancos em couro com ajustes elétricos e aquecimento, bem como a opção de teto solar e controle de tração e estabilidade estavam presentes na nova geração do esportivo.

Mitsubishi Eclipse: conheça a história do famoso esportivo de 1989

O Mitsubishi Eclipse ficava ligeiramente maior na quarta geração, agora sob uma nova plataforma ele tinha 4,58 metros de comprimento, 1,83 metros de largura, 1,35 metros de altura e 2,57 metros de entre eixos.

Além das novas medidas o novo Mitsubishi Eclipse infelizmente ficava mais pesado, passando de 1.430 kg para 1.580 kg.

No quesito motorização a quarta geração usava no modelo de entrada o já conhecido motor 2.4 litros recalibrado para render 164 cavalos e 22,4 kgfm de torque, na versão GS.

O Eclipse GT usava um novo motor de maior cilindrada, saía de cena o motor 3.0 litros V6 entra no lugar um 3.8 litro V6 com 266 cavalos de potência e 36,2 kgfm de torque.

Mitsubishi Eclipse: conheça a história do famoso esportivo de 1989

O modelo recebeu ainda a versão Spyder – conversível – que recebia as mesmas atualizações de estilo e motores da versão cupê e alinhava um desenho elegante a um desempenho esportivo.

Em 2008 o Eclipse recebe um discreto facelift, onde os faróis ganham projetores de xenônio e outras pequenas melhorias cosméticas.

Mitsubishi Eclipse: conheça a história do famoso esportivo de 1989

E foi assim até o final de sua linha em 2012, quando o Eclipse deixou de ser produzido deixando inúmeros fãs sem um esportivo dentro da gama Mitsubishi.

Mitsubishi Eclipse no Brasil

Vamos a um breve resumo de como foi a passagem do modelo pelo país do samba e do carnaval.

Mitsubishi Eclipse: conheça a história do famoso esportivo de 1989

O Mitsubishi Eclipse foi um dos primeiros modelos da marca a desembarcar por aqui, quando o mercado nacional se abriu para produtos importados e estrangeiros.

Antes de vir de forma oficial, algumas unidades da primeira geração vieram por importadores independentes e em meados de 1992 a Brabus começou a trazer o Eclipse de forma oficial, uma vez que era uma representante legal da Mitsubishi no país.

Mitsubishi Eclipse: conheça a história do famoso esportivo de 1989

O preço na época era de cerca de US$ 50 mil, um valor bem alto, mas ainda assim conquistou muitos adeptos por conta do seu visual futurista e de sua mecânica apurada.

Segundo revistas da época o Mitsubishi Eclipse era o esportivo mais desejado do país.

A segunda geração do Eclipse apresentada em 1994, também veio ao país por meio de importação e até hoje é uma das gerações mais admiradas e com mais facilidade de se encontrar.

Mitsubishi Eclipse: conheça a história do famoso esportivo de 1989

Já no período entre 1996 e 1997 as importações foram suspensas por conta dos altíssimos impostos sobre produtos importados.

E segundo relatos, apenas uma versão spyder do Mitsubishi Eclipse foi vendida no mercado brasileiro.

Já na terceira geração do Eclipse, apresentada no início dos anos 2000, foram importadas apenas 100 unidades, por conta dos impostos.

E a última geração apresentada em 2007 foi importada em quantidade maior.

Ainda é possível encontrar o Eclipse no mercado de usados por cerca de R$ 66.500 por um Eclipse 3.8 litros V6 na versão GT com câmbio automático e podendo chegar a salgados R$ 82.499 reais.

Mitsubishi Eclipse: conheça a história do famoso esportivo de 1989

Atualmente se você caro leitor quiser um Eclipse 0km vai ter que se contentar com o “fake” Eclipse Cross que foi apresentado recentemente.

Ele tem preços que partem de R$ 149.990 reais com motor turbo 1.5 litros de 165 cavalos e 25,5 kgfm de torque e podem chegar a R$ 155.990 reais na versão com tração nas quatros rodas.

Mitsubishi Eclipse: conheça a história do famoso esportivo de 1989
Nota média 5 de 3 votos

  • Nicolas Negri

    Sou dono de um eclipse , conheço a história do modelo e da marca e nunca li tanta besteira escrita no mesmo lugar, parabens pela falta de pesquisa e achismo.

    • Ricardo

      Esse de aerofólio alto era lindo demais.

    • Incitatus

      Eu canso de falar. Mas nada como o comentário de quem tem. O resto é achismo, teste feito na caixa de pesquisa do google.

  • Era meu sonho de consumo quando adolescente. Todos os modelos são maravilhosos. Na época eu queria ter um ano 1998, usado. Se tivesse comprado, não teria coragem de vendê-lo até hoje.

    • Fabão Rocky

      Era o meu sonho de consumo qdo adolescente tbm!

    • Ernesto

      Creio que era o sonho de consumo de 10 entre 10 adolescentes! Rsrsrsrs

  • zekinha71

    Os dois primeiros bombaram aqui, agora os outros nunca vi.
    Pena que agora teremos que ver aquele monstro Cross andando por aí, o povo podia ajudar não comprando.

    • Ricardo

      Até tem alguns perdidos da 3ª geração por aí!

  • Fabão Rocky

    Na minha opinião, o Eclipse involuiu em estilo a partir da terceira geração. O mais belo Eclipse foi o da 1ª e 2ª geração, sendo q a cereja do bolo foi a 2ª geração mesmo. E p/ ferrar mais ainda a Mitsubishi inventa matar o nome do deste mítico esportivo colocando num Suv. É amigos, infelizmente quase q n temos mais opções de carros cupês belos assim no mercado, atualmente. As montadoras só querem fazer essas porcarias de Suv de shopping.

    • Hugo Victor

      Olhe para o Eclipse 99. Depois olhe para o 2000.
      Se imagine batendo a cabeça da mitsubishi numa parede e perguntando “O-que-vo-cê-fez-com-o-e-cli-pse”.

  • Danilo

    É, parabéns Mitsubishi! Conseguiu matar um ícone mundial.

    • Cardoso (não aquele)

      Antes tivessem só matado. Desenterraram o corpo do defunto e fizeram maldade com ele.

      • Yuri Lima

        Não deviam ter exumado o Eclipse. Deixasse-no descansar em paz.

  • Phantasma

    O favorito dos jogadores de futebol na primeira metade dos anos 90

  • Eng Turbo

    No final dos anos 90, um colega ganhou de aniversario de 15 anos um Eclipse 3000 GT!!! Isso mesmo, presente de 15 anos!
    Acho que esse foi um dos meus primeiros choques de realidade, da diferença entre ricos e pobres kkkk
    Eu sonhando em comparar um Voyage 82 1.6 e se tudo desse certo, um 89 1.8 e o cara de 3000 GT kk

    • Ricardo

      É Eclipse ou é 3000GT? Que eu saiba saão carros diferentes!

      • Eng Turbo

        3000 GT (Certeza), pra mim que era o Eclipse, somente uma nomenclatura diferente

        • RPM

          O 3000GT era outro carro….uma Ferrari japonesa,com motor V6 biturbo

        • Ricardo

          3000GT é um degrau acima do Eclipse.

  • RPM

    Tive um 95 verde….que saudades!!!
    Os 95 ao 98 foram os mais bonitos….design maravilhoso até hj!!

  • Marcio Souza

    A segunda geração foi a mais icônica. Era um dos milhares admiradores desse carro. E na mesma época havia o 3000GT VR4 biturbo que era o suprassumo dos esportivos aqui no Brasil, que era um pouco mais raro devido ao preço.

    • Ernesto

      Dois carros realmente fantásticos, o Eclipse e o 3000 GT VR4! Tive o prazer de dirigir um Eclipse 95. De arrepiar para a época!

  • mjprio

    Foi a alegria dos jogadores de futebol e algumas celebridades

  • Evandro

    A mit antigamente sabia fazer carros, eram ao meu ver, carros à frente de seu tempo, agora pelo amor, uma besteira maior que a outra….

  • Luis Burro

    Nossa,lembro do tempo q o modelo foi sonho de consumo no Brasil!As vzs vejo um por aí.

  • Luis Burro

    Q estranho todos os esportivos icônicos japoneses dec. de 90 morreram,Eclipse,RX7,ZX,NSX,Supra,3000GT!

  • Yuri Lima

    O Eclipse 2000-2005 é o pior de todos em tudo!
    Um V6 preguiçoso, um interior de carro popular, e uma frente que parece estar triste.

  • T1000

    A primeira vez que vi um foi o da 2a geração; a impressão que tive era de que era um carro do futuro.
    Sensacional.

  • Wendel Cerutti

    Os mais bonitos , de 1995 a 1999 e de 2006 a 2012 .

  • Seven23

    Que descanse em paz.

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros para mais de 450 milhões de pessoas, por mais de 12 anos. Saiba mais.

Notícias por email