Na França, você pode comprar um carro elétrico pagando R$ 290 por mês

novo c3 europeu 8
novo c3 europeu 8

A França tem uma política de eletrificação agressiva e o esforço governamental visa fazer com que a grande frota de carros a combustão, em especial a diesel, seja trocada por um volume considerável de carros elétricos.

Por lá, a ideia é fazer com que os carros elétricos sejam de fato populares, mas não para pessoas de classe média ou alta e sim para moradores de baixa renda e 54 euros mensais é uma mensalidade que se pagaria mesmo em Portugal.

Esse programa é chamada de arrendamento ou leasing social e instituído em 2022 com planos de até € 100 mensais. Note aí que a proposta da Stellantis surge bem abaixo da meta ditada por Paris.

novo c3 europeu 3
novo c3 europeu 3

Com um custo de R$ 290, em conversão direta, pode-se pagar mensalmente por um Novo Citroën ë-C3, num plano de 36 meses sem qualquer valor inicial. Ou seja, é assinar o contrato e ir pagando mensalmente pelo hatch elétrico que acabou de chegar.

Tendo autonomia de 320 km no ciclo WLTP, o Novo Citroën ë-C3 tem motor elétrico de 113 cavalos e bateria de fosfato de ferro-lítio de 44 kWh, com um preço de € 23.300 ou R$ 125,6 mil.

Lá na frente, a Citroën terá uma nova versão do ë-C3 com autonomia de 200 km e um preço de compra de € 19.990 ou R$ 107,8 mil. Adiante, outros planos deverão ser oferecidos com valores bem razoáveis.

novo c3 europeu 14
novo c3 europeu 14

Na França, os carros elétricos compactos têm valores que chegam até € 149 mensais ou R$ 803, no caso do Peugeot e-2008 e Jeep Avenger. Por lá, a Stellantis é a mais agressiva na estratégia de eletrificar.

Recentemente Carlos Tavares, CEO da Stellantis, declarou que a estratégia para lucrar com elétricos é vender em grandes volumes e nada melhor que estes contratos de assinatura que permitem a quase qualquer pessoa ter um carro elétrico na garagem.

Paris concede bilhões de euros em incentivos fiscais para popularizar os elétricos nacionais, como o Novo Citroën ë-C3, visando assim também impedir o avanço chines e regular a concorrência externa, especialmente das marcas coreanas Hyundai e Kia.

 

google news2 Quer receber todas as nossas notícias em tempo real?
Acesse nossos exclusivos: Canal do Whatsapp e Canal do Telegram!

O que você achou disso?

Toque nas estrelas!

Média da classificação / 5. Número de votos:

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.


Últimas Notícias



unnamed
Autor: Ricardo de Oliveira

Com experiência de 27 anos, há 16 anos trabalha como jornalista no Notícias Automotivas, escreve sobre as mais recentes novidades do setor, frequenta eventos de lançamentos das montadoras e faz testes e avaliações. Suas redes sociais: Instagram, Facebook, X