Antigos Clássicos Cupês Esportivos Porsche

Porsche 911: história, gerações, motores, equipamentos (detalhes)

Com mais de meio século de experiencia e sucesso ininterrupto, o Porsche 911 continua ganhando mais  fãs e novas tecnologias.

Tudo isso para continuar sendo uma referência no segmento dos esportivos e super esportivos.


Porsche 911: história, gerações, motores, equipamentos (detalhes)

O Fusca da Porsche

Antes da marca alemã fabricar o mito Porsche 911, ela tinha uma linha de veículos composta apenas pelo modelo 356.


Considerado por muitos como o primeiro Porsche de produção e de sucesso, o Porsche 356 recebeu esse nome por ser o 356º projeto que saia do escritório de design da Porsche. Mas não podemos esquecer também que o modelo tem muito parentesco com outro ícone de vendas e de produção, o Fusca.

Porsche 911: história, gerações, motores, equipamentos (detalhes)

A história do Porsche 356 e do próprio Fusca se confundem e se misturam em vários aspectos.

A começar pelo fato do 356 ser uma adaptação do Fusca e ter herdado do mesmo vários recursos tecnológicos e estilísticos.

Desenhado por Erwin Komenda a pedido de Ferdinand “Ferry” Porsche, o Porsche 356 teve muito de seus detalhes do projetos compartilhados com o Fusca.

Porsche 911: história, gerações, motores, equipamentos (detalhes)

O modelo ficou em linha até meados de 1963, cerca de dois anos antes de ser substituído pelo Porsche 911 – ou projeto 912 – que também compartilharia alguns detalhes e mecânica com o Fusca que era um modelo mais barato e tinha mecânica simples.

Porsche 911: história, gerações, motores, equipamentos (detalhes)

O nome Porsche 911

Antes do modelo ser o Porsche 911, o nome 901 começou a ser difundido ainda na fase embrionária do que viria a ser um dos nomes de carros mais famoso de todos os tempos.

Com o estilo de carroceria já definido por Ferdinand Porsche – um fastback 2+2 – e sendo um derivante direto do tradicional 356 o novo modelo precisava de um nome forte que fosse simples e direto, daí veio a opção Porsche 901.

Porsche 911: história, gerações, motores, equipamentos (detalhes)

O problema do nome, foi que a Peugeot entrou com uma ação judicial alegando que apenas ela teria direitos – ao menos na França – de criar e vender quaisquer veículos com nomes numéricos com um 0 no meio.

Para não ter que pagar uma multa a marca trocou o 0 pelo 1 e bingo, nasceu o Porsche 911, um sucesso de público e crítica.

Porsche 911: história, gerações, motores, equipamentos (detalhes)

Porsche 911: arrefecimento a ar

Assim como o Fusca, as primeiras gerações do Porsche 911 tiveram motores resfriados a ar e as gerações mais novas são refrigeradas a água. Vamos dar uma passada nas versões e variantes que tinham esse tipo de tecnologia.

Porsche 911: história, gerações, motores, equipamentos (detalhes)

Desde o início de sua “Carrera” o Porsche 911 sempre foi relacionado com o pequeno Volkswagen, e isso se deve pelo fato que no principio eles dividiam basicamente a mesma tecnologia de refrigeração a ar e depois evoluiu para o resfriamento por água.

Porsche 911: história, gerações, motores, equipamentos (detalhes)

Até meados de 1998 inúmeros modelos, versões e motorizações do Porsche 911 utilizaram o sistema de arrefecimento por ar.

Os primeiros dessa linhagem foram os Porsche 911, 911S, 911T e 911L.

Com seu tradicional motor disposto na traseira assim como o pequeno besouro da Volkswagen, as primeiras versões do mito vinham com motores 1.6 e 2.0 com refrigeração a ar.

Porsche 911: história, gerações, motores, equipamentos (detalhes)

Porsche 911 Carrera RS

Outra variante do Porsche 911 – Carrera RS (1973 e 1974) também usou a tecnologia de arrefecimento a ar.

Nesse caso o Porsche 911 Carrera RS vinha com um motor 2.7 litros que rendia 210 cavalos com assistência da injeção mecânica produzida pela Bosch, uma suspensão mais acertada e mais firme.

Um spoiler traseiro era um dos seus maiores diferenciais, que não só servia para deixar o modelo ainda mais estiloso, mas ajudava na aerodinâmica de modo geral.

Porsche 911: história, gerações, motores, equipamentos (detalhes)

Para os Porsche 911 fabricados entre 1973 e 1977, a maior alteração eram as trocas de motores das linhas 911 e 911S.

Saem de cena os motores 2.4 litros e entram no lugar os motores 2.7 – que diferentemente dos modelos Carrera, geram 150 cavalos.

Já em 1977 os modelos da linha Carrera vinham equipados com um novo motor 3.0 litros e um novo conjunto de lanternas traseiras que agora eram unificadas por uma barra vermelha na traseira.

Com o novo motor a potência ficava em 200 cavalos e fazia com que o Porsche 911 alcançasse 100 km/h em menos de 6 segundos.

Porsche 911: história, gerações, motores, equipamentos (detalhes)

As versões 911 Turbo e 911 Carrera Turbo produzidas entre 1975 e 1977 vinham com um motor ainda mais potente que as versões mais “mansas” do Porsche 911 tradicional.

O motor 3.0 litros agora rendia 260 cavalos vinha acoplado a um câmbio manual de 4 velocidades.

No quesito design, as versões Turbo e Carrera Turbo vinham com um spoiler ainda maior e mais pronunciado, o que rendeu um apelido carinhoso de “cauda de baleia”.

Porsche 911: história, gerações, motores, equipamentos (detalhes)

A nomenclatura 911 Carrera fora abandonada nos Estados Unidos em 1978 e passou a se chamar globalmente apenas Porsche 911 Turbo.

Para acompanhar essa mudança de nome, a Porsche introduziu também um novo motor 3.3 litros com intercooler que desenvolvia excelentes 300 cavalos.

No desenho exterior o Porsche 911 perdia a “cauda de baleia” e adotava um spoiler menor que agora lhe renderia o apelido de “bandeja de chá”.

Para 1989, o Porsche 911 Turbo agora contava com uma nova transmissão de 5 velocidades que auxiliava na condução e fazia com que o modelo ficasse mais esperto.

Porsche 911: história, gerações, motores, equipamentos (detalhes)

Porsche 911SC

Ainda em 1978 a Porsche apresentou a versão do 911 batizada de Porsche 911SC – que significava Super Carrera – usando a designação SC que fora utilizada anteriormente apenas pelo 356SC.

Uma das maiores diferenças para o Porsche 911SC era o novo motor 3.0 litros todo de alumínio com injeção de combustível da Bosch e uma transmissão manual de 5 velocidades.

A potência inicial era de 180 cavalos, mas ela rapidamente recebeu upgrades para chegar em 204 cavalos.

Porsche 911: história, gerações, motores, equipamentos (detalhes)

Para o ano de 1984, a Porsche trouxe um substituto para o 911SC que agora atendia por Porsche 911 Carrera 3.2 – que resgatava o nome Carrera que estava na gaveta desde 1977.

Um novo motor de 3.2 litros assim como o nome sugeria foi adicionado na gama 911 Carrera. O motor inicialmente tinha 207 cavalos e por volta de 1987 ele ganharia ajustes para render 231 cavalos nas versões vendidas na terra do Tio Sam.

De 1984 a 1989 o Porsche 911 teve inúmeras versões e algumas trocas de motores e atualizações leves de desenho. A maior mudança viria em 1989 quando o modelo passava a ter a opção de tração nas quatro rodas.

Porsche 911: história, gerações, motores, equipamentos (detalhes)

Como mencionado anteriormente, fora apenas no final de 1989 que o 911 Carrera agora passa a se chamar Carrera 4 – que faz uma menção ao sistema de tração nas quatro rodas.

Outro item a ser observado nessa geração era que o modelo tinha o coeficiente aerodinâmico bem baixo – cerca de 0,32 – o que lhe garantia uma melhor performance em corridas.

Por falar em performance o motor crescia agora para um 3.6 litros e desenvolvia 250 cavalos.

Porsche 911: história, gerações, motores, equipamentos (detalhes)

Porsche 911 nos anos 90

Foi apenas no inicio dos anos 90 que a Porsche introduziu um câmbio automático do tipo Tiptronic no 911 Carrera 2.

Ainda no começo dos anos 90, o Porsche 911 foi um dos primeiros modelos a oferecer air bags duplos de série.

Para 1992 a marca relança o 911 RS na Europa e em 1993 no mercado Norte Americano. Uma versão Turbo ainda seria ofertada na linha Porsche 911 no ano de 1994.

O motor permanecia o mesmo com 3.6 litros e agora a potência chegava em 272 cavalos, graças a uma melhor gestão do motor e do desenho do escape.

Porsche 911: história, gerações, motores, equipamentos (detalhes)

A geração 993, a última do Porsche 911 a usar motor arrefecido a ar, que foi apresentada em 1995 com a opção de motor Turbo, contava com um sistema de tração permanente nas quatro rodas.

Isso fazia dele o primeiro Porsche 911 Turbo a ter esse tipo de sistema associado ao motor com turbo compressor duplo.

O motor 3.6 agora rendia 408 cavalos e chegava a máxima de 322 km/h.

Porsche 911: história, gerações, motores, equipamentos (detalhes)

Porsche 911 resfriado a água

Nesta segunda parte vamos mencionar de maneira abrangente os modelos do Porsche 911 que tiveram mais destaque recentemente, com os novos motores refrigerados a água.

Porsche 911: história, gerações, motores, equipamentos (detalhes)

Um dos maiores destaques dessa nova remessa de modelos da linha 911 a ser apresentada em 1998 foi a troca de design do modelo.

Pela primeira vez desde que foi apresentado o Porsche 911 adota um novo estilo de design para a dianteira do modelo.

Apelidado carinhosamente de “chorão” por conta dos enormes faróis em formato de gota o novo Porsche 911 agora tinha motores arrefecidos a água e não a ar como era a tradição da marca.

Porsche 911: história, gerações, motores, equipamentos (detalhes)

Sua dianteira agora dividia a mesma linguagem com o recente Porsche Boxster. Este visual também inspirou consideravelmente o desenho geral do Porsche Cayenne anos depois.

Porsche 911 996

Chamada de 996 esta nova geração do Porsche 911 ganhava um novo motor em 2002: 3.4 litros de 300 cavalos e 35,7 kgfm de torque.

Porsche 911: história, gerações, motores, equipamentos (detalhes)

A versão GT3 do Porsche 911 foi apresentada em 1999 e como o nome mesmo sugere, deriva de uma versão de corrida para as ruas.

Com design mais invocado que as versões tradicionais, o Porsche 911 GT3 vinha com suspensão levemente rebaixada e retrabalhada para ser dirigido nas ruas com a mesma estabilidade que o modelo teria em condições de pista.

Usando um motor naturalmente aspirado de 3.6 litros o 911 GT3 conseguia render ótimos 381 cavalos sem auxílio do turbo.

Porsche 911: história, gerações, motores, equipamentos (detalhes)

Para o início dos anos 2000 a Porsche apresentou a versão com turbo do Porsche 911, que agora poderia atingir facilmente os 420 cavalos.

No quesito design, o 911 Turbo e o 911 Turbo S dessa geração tinha para choques com desenho mais invocado e tomadas de ar maiores para resfriar melhor o motor e os freios a disco das rodas dianteiras.

Porsche 911: história, gerações, motores, equipamentos (detalhes)

Para 2005, chega o 997

Em 2005 a Porsche apresentava a nova geração do Porsche 911, chamada de 997, que trazia novamente os faróis redondos e um design mais saudosista e mais próximo do primeiro modelo de 1963.

Seu interior também tem um novo desenho com materiais mais nobres e novos revestimentos nos bancos e nas portas.

Inicialmente o Porsche 911 desta geração foi vendido nas versões Carrera e Carrera S e no ano seguinte as versões ganharam a companhia do 4 e 4S junto ao nome Carrera.

Porsche 911: história, gerações, motores, equipamentos (detalhes)

Para 2009 o 997 recebeu um discreto facelift que basicamente se limitava a um novo para choque com novas entradas de ar.

Ainda falando da versão 997 do Porsche 911, ela ganhou uma versão com turbo que era capaz de produzir 480 cavalos do motor 3.6 litros. Ele também contava com um eficiente sistema de tração nas quatro rodas – que era o mesmo utilizado no SUV Cayenne.

Porsche 911: história, gerações, motores, equipamentos (detalhes)

Já para 2010 o 911 Turbo passa por pequenas modificações, inclusive no motor que lhe fizeram render 486 cavalos e poderia ser associado ao novo câmbio automático PDK de dupla embreagem.

Um novo motor foi desenvolvido para o Porsche 911 Carrera – que agora usava um inédito 3.8 litros – que produziam 493 cavalos e que levava o modelo no 0a100 em 3,4 segundos e tinha velocidade máxima de 312 km/h, limitada eletronicamente.

A versão GT3 agora ganha a companhia do 911 GT3 RS e do 911 GT2 RS, que tinham o foco voltado para serem extremamente potentes e com suspensão sempre bem calibrada para competições.

Porsche 911: história, gerações, motores, equipamentos (detalhes)

Porsche 911: história, gerações, motores, equipamentos (detalhes)

Terceira geração do Porsche 911

A terceira geração do Porsche 911 – chamada agora de 991 – foi apresentada em 2012.

Ela utilizava uma plataforma totalmente nova em relação ao modelo anterior e contava com um design ainda mais próximo do modelo original, só que com muito mais tecnologia embarcada e inúmeros itens de segurança e conforto agregados.

As novas versões do 911 Carrera e do 911 Carrera S foram apresentadas em 23 de agosto de 2011.

No caso do Porsche 911 Carrera, ele traz um novo motor 3.4 litros com 354 cavalos, enquanto que o Carrera S utiliza um motor 3.8 litros e possui 400 cavalos. No quesito construção do modelo ele estava cerca de 50 quilos mais leve que a versão anterior pois agora ele utilizava alumínios na composição da carroceria e outras partes do carro.

Isso ajudava e muito na hora de acelerar, para se ter uma ideia de como essa dieta fez bem aos novos modelos, o Carrera fazia o 0a100 em 4,6 segundos enquanto que o Porsche 911 Carrera S fazia em apenas 4,3 segundos, isso com ambos utilizando o câmbio PDK.

Porsche 911: história, gerações, motores, equipamentos (detalhes)

Por falar no câmbio, agora ele poderia vir na versão manual com 7 velocidades – o que agradava e muito os mais puristas. As versões mais apimentadas por assim dizer também acompanharam a evolução do Porsche 911 tradicional.

Foram atualizadas as versões GT3, GT3 RS, GT2 e R.

Porsche 911: história, gerações, motores, equipamentos (detalhes)

Porsche 911 2020?

Sem muitas informações concretas, o novo Porsche 911 deve ser apresentado até o final deste ano ou no mais tardar no inicio de 2019 com muita tecnologia e novos motores disponíveis.

É possível que o modelo também dê as caras durante o Salão do Automóvel de São Paulo deste ano também.

Ficha técnica Porsche 911 3.0 Carrera Coupe 2018

Motor: 3.0
Transmissão: Dupla embreagem manual sequencial com modo automático de 7 marchas
Aceleração (0 à 100km/h): 4,4 s
Velocidade Máxima (km/h): 293
Cilindrada (cm3): 2981
Potência (cv): 370
Torque (kgfm): 45,9
Freios: Quatro freios à disco com quatro discos ventilados
Comprimento: 4499 mm
Largura: 1808 mm
Altura: 1294 mm
Distância entre eixos: 2450 mm
Peso: 1525 kg
Porta – Mala (L): 145
Direção: Elétrica
Tanque de Combustível: 64 L

Ficha técnica Porsche 911 3.0 Carrera 4S PDK 4WD 2018

Motor: 3.0
Transmissão: Dupla embreagem manual sequencial com modo automático de 7 marchas
Aceleração (0 à 100km/h): 4,2 s
Velocidade Máxima (km/h): 305
Cilindrada (cm3): 2981
Potência (cv): 420
Torque (kgfm): 51
Freios: Quatro freios à disco com quatro discos ventilados
Comprimento: 4499 mm
Largura: 1852 mm
Altura: 1298 mm
Distância entre eixos: 2450 mm
Peso: 1565 kg
Porta – Mala (L): 125
Direção: Elétrica
Tanque de Combustível: 68 L

Ficha técnica Porsche 911 3.8 Turbo S PDK 4WD 2018

Motor: 3.8
Transmissão: Dupla embreagem manual sequencial com modo automático de 7 marchas
Aceleração (0 à 100km/h): 2,9 s
Velocidade Máxima (km/h): 330
Cilindrada (cm3): 3800
Potência (cv): 580
Torque (kgfm): 76,5
Freios: Quatro freios à disco com quatro discos ventilados
Comprimento: 4507 mm
Largura: 1880 mm
Altura: 1297 mm
Distância entre eixos: 2450 mm
Peso: 1675 kg
Porta – Mala (L): 115
Direção: Elétrica
Tanque de Combustível: 68 L

Preço Porsche 911 2018

911 3.0 Carrera Coupe 2018 2019 – R$ 509.000,00
911 3.0 Carrera 4 Coupe 2018 2019 – R$ 543.000,00
911 3.0 Carrera S Coupe PDK 2018 2019 – R$ 651.000,00
911 3.0 Carrera 4S PDK 4WD 2018 2019 – R$ 685.000,00
911 3.0 Carrera GTS Coupe 2018 2019 – R$ 687.000,00
911 3.0 Carrera 4 GTS Coupe 2018 2019 – R$ 721.000,00
911 3.8 Turbo PDK 4WD 2018 2019 – R$ 997.000,00
911 3.8 Turbo S PDK 4WD 2018 2019 – R$ 1.233.000,00

Itens de série disponíveis para o Porsche 911 Carrera 2018 2019

Navegação via celular

Controle de aplicativos

Aplicativos integrados

Direção dinâmica

Memória Interna/HD

Tela multifuncional sensível ao toque de 7,0’’

Conexão externa para entretenimento inclui entrada auxiliar e conexão USB

Liga / Desliga

Bluetooth para telefone e transmissão de música

Luz de emergência automática

Freio auxiliar em rampas

Freio de estacionamento eletrônico

Rastreador

Ativação por voz para telefone e sistema de navegação

Discos de freios em Cerâmica

Preparação isofix

Indicador de pressão baixa no pneu

Freios assistidos (BAS)

Distribuição eletrônica de frenagem EBD

Controle de estabilidade

Sistema de navegação 3D + voz informação do tráfego

Vidros elétricos na dianteira com acionamento em dois toques

Limpador de farol

Limpador do para-brisa com sensor de chuva

Vidros verdes

Vidro traseiro fixo

Retrovisor interno com Escurecimento automático

Ar condicionado automático

Controle de ventilação secundário no banco do passageiro

Suspensão Ativa

Direção Assistida

Volante com ajuste de altura e distância

Descansa braço dianteiro central

Revestimento dos bancos em couro

Air bag lateral dianteiro

Air bag dianteiro para motorista e passageiro

Alarme

Travamento central remoto

Controle dos faróis com sensor de luminosidade

Faróis com lente elipsoidal

Computador de bordo com velocidade média, consumo médio de combustível e autonomia de combustível

Indicador de temperatura externa.

Vidro degrade

Controle eletrônico de tração

ABS

Tomada com saída 12v dianteira

Equipamento de som AM / FM com CD Player, leitor de MP3, cartão de mídia digital, DVD no painel e tela sensível ao toque colorida

Treze alto-falantes e subwoofer

4 assentos com configuração 2+2

Porsche 911: história, gerações, motores, equipamentos (detalhes)
Nota média 4 de 4 votos

Avatar

Kleber Silva

  • Ricardo

    Curto a Porsche, mas não curto essa modinha que virou atualmente, de ficarem a venerando como o melhor esportivo e os fãs ficarem desdenhando os fãs de outras marcas.

    • Aguiar Romero

      Concordo com você. sou fan de porsche desde pequeno, mas sei reconhecer as máquinas que suas concorrentes lançam.

    • Paulo Albuquerque

      Gostodo 911(principalmente a 991) porem a Porsche nao coloca um pé pra fora da zona de conforto pra fabricar esse carro, e basicamente evolução e só, diferente das Ferraris que para mim sao únicas, boas ou ruins são únicas,

      • th!nk.t4nk

        Vish mas Ferrari nao é viável pro dia-a-dia cara. Na grande maioria é o inferno pra entrar e sair do carro, um desconforto total. Ir trabalhar de Ferrari é insanidade, me desculpe (a menos que você seja o bilionário mais exótico da face da Terra). Já o 911 é um esportivo que funciona bem no limite nesse aspecto: continua nao tendo a comodidade de um bom sedã esporte, mas permite sim ser usado com certa tranquilidade na rotina diária. Eu diria que isso diferencia os Porsche radicalmente dos super esportivos citados, e dá muito mais confiança pra rodar com o carro pela cidade. Sao produtos totalmente diferentes em suas propostas.

      • mjprio

        Acho que esse é justamente o pulo do gato da montadora alemã: fazer um carro esportivo, mas ao mesmo tempo clássico e versátil que se pode usar no dia a dia. As grandes supermaquinas são,SMJ, pesadas e desconfortáveis para um uso cotidiano. Ja com um Porsche vc pode ter uma maquina possante sem abrir mao da praticidade.
        Além do mais quem nao gosta desse estilo charmoso e inconfundível desses carrinhos? O 356 então e sensacional!

    • th!nk.t4nk

      Bom, o segredo do sucesso da Porsche no mundo é ter um “esportivo de rua” acertadíssimo, que pode ser usado no dia-a-dia (e o povo usa mesmo), com um custo relativamente acessível (o 911 parte de 100 mil €). O lance com os concorrentes, é que tem sim modelos excelentes no mercado, mas que ficam pra trás dos Porsches na dinâmica e prazer de conduçao por esse preço. Aì o cara pensa: “putz mas se já vou pagar caro, que seja pela referência da categoria de uma vez”. No fim das contas rico mesmo é o cara que pode se dar ao luxo de ter esportivos de várias marcas, sem se preocupar se vai pegar um mico vez ou outra.

      • Ricardo

        Sim! Mas Ferrari é Ferrari!

        • th!nk.t4nk

          Sim, curto demais Ferraris e Lambos também :) Design e ronco da Ferrari são fenomenais!

  • catucadão

    Porsche é fantástico gosto demais desse carro a marca é muito boa e reconhecida mundialmente pela sua qualidade.

    • Augusto

      Pra mim, o GT3 é o carro mais masculino que existe! Seria minha primeira escolha caso ganhasse na mega!! De preferência aquela cor verde!!

    • Aguiar Romero

      Minhas favoritas são as carrera GTS e a GT3 e GT3 RS, não tem como ser mais purista que essas três!!!

  • Maycon Farias

    Recentemente vi as réplicas do 356 clones do original por 6 mil dólares. A releitura do modelo atual da marca é muito fiel aos antigos.

  • Phantasma

    Engenharia de produto e produção de primeira linha, design que evolui muito bem a cada geração, um belíssimo emblema, um esportivo que serve pra uso no dia a dia, emfim, uma das marcas mais legais que existem.

    • Augusto

      Falou uma coisa mto interessante! O emblema, 100%, um dos mais bonitos q tem! Discreto e top!!!

  • Charlis

    Infelizmente ainda não dirigi o 911, mas passei 1 semana com um Boxster 718 alugado, e de longe foi o carro mais perfeito que eu já dirigi.

    []s

  • Adriano Cardoso

    A serie 996 é a única que destoa do restante da linha, parece uma copia feita por chineses

  • Luis Burro

    Bacana a grafia da inscrição do nome,podiam relançar.
    O q acho curioso é q externamente ñ se tem a impressão de desempenho como em alguns de seus concorrentes,mas em muitas competições ñ é difícil encontrar um exemplar disputando as primeiras posições ou sendo dono de voltas mais rápidas!

  • Luis Burro

    Eu gosto do 911 mas ñ é meu porsche preferido.Pra começar ele nem tem o formato de um superesportivo do meu gosto.É até meio surpreendente ver como ele consegue se equiparar aos outros em desempenho.
    Acho mais interessantes o GT e o 918.

  • Racer

    Acho lindo demais….. Um 356 ou um 911 dos primeiros e eu não precisava de mais nada…

    • Aguiar Romero

      Meu sonho é ter um 911 turbo dos anos 90, quando ainda eram refrigerados a ar.

      • catucadão

        refrigerado a ar foi até 1996 se não me engano yellow bird que tambem era ruf… existem até hoje belíssimos carros.

  • vi.22

    A melhor definicao para esse carro em qualquer modelo ou versao com apenas uma palavra seria INCONFUNDIVEL…

    • Augusto

      Falou tudo

  • catucadão

    vala lembrar a linha geral 911 de 1998 até 2004 é linda tbm seria muito bom ter um

  • Ricardo

    Acho que a Ferrari deveria fazer um esportivo para tentar bater os 911, mais leve e ágil. Ferraris são muito grandes e pesadas, assim fica difícil competir com Porsche. Até outras marcas já estão fazendo esportivos mais rápidos que Ferraris atualmente. Mas de qualquer maneira, entre um esportivo rápido, ágil, bom de pista e com bom custo benefício, ainda assim sempre preferirei uma FERRARI, design e ronco insuperável.

  • Avalia Carros

    Falou falou falou e não informou o principal, quantos 911 já foram produzidos no mundo?

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros para mais de 450 milhões de pessoas, por mais de 13 anos. Saiba mais.

Notícias por email