*Destaque *Featured Dacia Europa Lançamentos Linha 2018/2019 Salões do Automóvel SUVs

Renault Duster 2018/2019: preço, consumo, versões, motor

Enquanto aqui no Brasil nós temos o Renault Duster 2019, o Novo Dacia Duster 2019 foi revelado oficialmente na Europa, mas de forma parcial, já que a apresentação pública ocorrerá somente no Salão de Frankfurt.

O SUV da marca romena aparece em sua terceira geração com estilo bem mais moderno e atraente. Mas aqui no Brasil, prevalece o modelo antigo, que segue mais abaixo.


Renault Duster 2018/2019: preço, consumo, versões, motor

O Renault Duster 2018/2019 no mercado nacional tem como novidade o câmbio CVT e.

Com mais de um milhão de unidades vendidas sob a marca Dacia e mais de 2 milhões incluindo Renault e Nissan, o Duster continua sua evolução para atender consumidores de carros baratos na Europa e mercados emergentes.


Nascido a partir do Logan, o SUV romeno surgiu com medidas anabolizadas, tendo 4,33 m de comprimento, 1,82 m de largura, 1,68 m de altura e 2,67 m de entre eixos, quase medidas de um modelo médio.

Renault Duster 2018/2019: preço, consumo, versões, motor

Renault Duster – história

Feito sobre a plataforma B0, o Renault Duster começou sua carreira como um SUV robusto, tendo sempre opção 4×4, bem como versões diesel e automática. Da Europa ao Brasil, ganhou de motor 0.9 Turbo até 2.0 Flex, tendo ainda câmbio automático, CVT e de dupla embreagem.

Outra característica do Duster é seu bom espaço interno, além de seu porta-malas com 475 litros. Além disso, tem dois tipos de suspensão traseira: eixo de torção e multilink, esta oferecida apenas na versão 4×4.

Desde 2009, o Duster – seja como Dacia, Renault ou Nissan (Terrano) – se tornou um cidadão do mundo emergente, sendo feito na Romênia, Brasil, Colômbia, Rússia, Índia e Indonésia.

Só não foi feito para a China por conta de sua proposta espartana, que não passa a impressão de luxo, desejo dos consumidores locais.

O modelo sofreu dois facelifts e agora chegou em sua segunda geração, mantendo a mesma plataforma, mas com design de carroceria bem diferente, assim como acabamento, painel, portas, equipamentos e segurança.

Renault Duster 2018/2019: preço, consumo, versões, motor

Renault Duster 2018/2019 – detalhes

De aspecto robusto e quase quadradão, o Renault Duster 2018/2019 tem linhas musculosas exatamente para passar resistência e valentia, tendo faróis bem grandes e duplos, além de grade retangular com acabamento em preto brilhante.

O para-choque ostenta uma enorme barras cinza para dar impressão de imponência no fora de estrada, bem como faróis de neblina.

Portas e janelas são simples, enquanto o teto com chanfros estéticos, possui barras longitudinais exclusivas. A suspensão é bem elevada e o Renault Duster 2018/2019 tem bons ângulos de entrada e saída.

Na traseira, as lanternas são compactas e estilizadas, enquanto a tampa do porta-malas é volumosa, porém, leve. O nome Duster vai bem grande sobre a placa, enquanto o protetor central em cinza, no para-choque, reforça a durabilidade do modelo. As rodas de liga leve aro 16 polegadas usam pneus altos, série 60 e largura de 205.

Renault Duster 2018/2019: preço, consumo, versões, motor

Por dentro, o Renault Duster 2018/2019 é rústico e simplista.

O painel conta com alguns porta-objetos, difusores de ar circulares, cluster analógico com computador de bordo e indicador de marcha, volante grande com comandos de controle de cruzeiro (parte dele), coluna de direção com comandos de áudio e telefonia, multimídia MediaNav com GPS e câmera de ré, ar-condicionado manual e console com comando do piloto automático/limitador entre os bancos.

O espaço é bom, mas o acabamento é muito simples e com poucos tecidos nas portas. Há muito plástico e as guarnições não são volumosas, passando uma impressão de carro popular, mas que gera mais espaço interno.

O Renault Duster 2018/2019 aproveita bem todos o volume do habitáculo para fazer a diferença, inclusive no porta-malas, que tem 475 litros, embora no 4×4 haja somente 400. O assoalho no bagageiro é raso porque o estepe fica do lado de fora, embaixo.

Renault Duster 2018/2019 – novidades

O Renault Duster 2018/2019 ganhou câmbio CVT nas versões Expression e Dynamique, que ajudam o SUV a baixar as emissões de CO2 e o consumo. Além disso, confere ao modelo uma condução mais confortável e linear, muito bom para o trânsito urbano e também para a estrada.

Fora isso o utilitário esportivo mantém os motores 1.6 SCe e 2.0 Flex, além dos câmbios manuais de cinco ou seis marchas, bem como o automático de quatro velocidades. A versão 4×4 continua firme e forte.

Renault Duster 2018/2019: preço, consumo, versões, motor

Renault Duster 2018/2019 – versões

Duster Expression 1.6
Duster Expression 1.6 CVT
Duster Dynamique 1.6
Duster Dynamique 1.6 CVT
Duster Dynamique 2.0
Duster Dynamique 2.0 AT
Duster Dynamique 2.0 4×4
Duster Dakar II 1.6
Duster Dakar II 2.0
Duster Dakar II 2.0 4×4

Renault Duster 2018/2019: preço, consumo, versões, motor

Renault Duster 2018/2019 – equipamentos

O Renault Duster 2018/2019 completo vem com rodas de liga leve aro 16 polegadas, computador de bordo, indicador de marcha, volante com comandos de controle de cruzeiro, coluna de direção com comandos de áudio e telefonia, multimídia MediaNav com GPS e câmera de ré, ar-condicionado manual, piloto automático/limitador, bancos personalizados, faróis de neblina, faróis duplos, entre outros.

Renault Duster 2018/2019 – preço

Duster Expression 1.6: R$ 69.490
Duster Expression 1.6 CVT: R$ 76.990
Duster Dynamique 1.6: R$ 74.990
Duster Dynamique 1.6 CVT: R$ 80.490
Duster Dynamique 2.0: R$ 85.790
Duster Dynamique 2.0 AT: R$ 86.740
Duster Dynamique 2.0 4×4: R$ 88.290
Duster Dakar II 1.6: R$ 75.590
Duster Dakar II 2.0: R$ 86.390
Duster Dakar II 2.0 4×4: R$ 88.890

Renault Duster 2018/2019 – motor

O Renault Duster 2018/2019 é equipado com o motor 1.6 SCe de quatro cilindros, equipado com cabeçote, bloco e cárter de alumínio, tendo quatro válvulas por cilindro, além de coletor de escape integrado ao cabeçote, bem como sistema ESM (Energy Smart Management), que permite a regeneração de energia nas frenagens para carregamento da carga da bateria.

A tecnologia é fundamental para outro sistema do motor SCe, mas disponível apenas no 1.6 litro, o Start&Stop.

Este é o sistema de desligamento automático do motor do Renault Duster 2018/2019, oferecido no 1.6 SCe, permitindo assim que o motor fica desligado com o veículo parado e engatado. Basta pisar no pedal de embreagem no câmbio manual ou soltar o pedal de freio no automatizado Easy´R para que o propulsor volte a funcionar.

Mas de volta ao motor 1.6 SCe, ele recebeu pistões e bielas otimizados, assim como anéis e virabrequim reforçado. O sistema de refrigeração é de alta pressão, garantindo a boa temperatura das partes do motor.

O sistema de injeção eletrônica de combustível é multiponto, mas não dispõe de sistema Flex com pré-aquecimento, sendo ainda o sistema antigo por injeção elétrica de gasolina, presente num tanquinho dentro do cofre do motor.

Os novos propulsores garantem ao Renault Duster 2018/2019 maior eficiência energética, cumprindo assim as exigências legais da Renault junto ao Inovar-Auto.

A marca francesa diz que o 1.6 SCe ficou 21% mais econômico. Mas no SUV, em comparação com Logan 2018/2019 e Sandero 2018/2019, por exemplo, entrega 118 cv a 5.500 rpm e 120 cv a 5.500 rpm, respectivamente com gasolina e etanol.

O torque é também um pouco maior: 16,2 kgfm a 4.000 rpm nos dois combustíveis.

Além dele, o Renault Duster 2018/2019 vem equipado ainda com o velho motor 2.0 16V Flex, que tem boa força. Ele ainda entrega 143 cv a 5.750 rpm na gasolina e 148 cv a 5.750 rpm no etanol, além de 20,2 kgfm a 4.000 rpm e 20,9 kgfm a 4.000 rpm, respectivamente nos dois combustíveis.

Trata-se de um motor muito antigo e que já não cumpre as normas de emissão exigidas pelo Inovar-Auto.

Foi divulgado na imprensa que teve a produção paralisada para que a marca pudesse cumprir as metas do programa para este ano e será retomada nas próximas semanas.

Com bloco de ferro fundido e cabeçote de alumínio, esse propulsor ainda é usado em vários modelos da Renault, mas está fadado a ser substituído muito em breve por um propulsor mais eficiente, ainda mais se o Rota 2030 tiver maior rigor nas metas de emissão.

Por fim, o Renault Duster 2018/2019 tem quatro opções de câmbio, sendo dois manuais e dois automáticos. Os mecânicos tem cinco marchas (apenas 1.6 SCe) e seis marchas (apenas 2.0).

No segundo caso, o CVT de 6 marchas virtuais é usado apenas no 1.6 SCe, criado para também cumprir a meta de emissão, além do velho e ineficiente automático de quatro marchas, que equipa o 2.0. O SUV tem ainda tração dianteira ou integral.

Renault Duster 2018/2019 – desempenho

Aceleração de 0 a 100 km/h e velocidade máxima final

  • Renault Duster 1.6 MT 2018 – 11,8 segundos e 166 km/h
  • Renault Duster 1.6 CVT 2018 – 13,0 segundos e 166 km/h
  • Renault Duster 2.0 MT 2018 – 10,4 segundos e 186 km/h
  • Renault Duster 2.0 MT 4×4 2018 – 10,6 segundos e 187 km/h
  • Renault Duster 2.0 AT 2018 – 11,0 segundos e 176 km/h

O Renault Duster 2018/2019 tem uma performance adequada com sua dupla de motores, sendo que o 1.6 SCe se mostra uma evolução em relação ao anterior 1.6 8V, que era bem mais fraco. O SUV responde bem com o novo motor, obtendo uma boa rotação para condução urbana e respostas pontuais em saídas e subidas.

O câmbio manual de cinco marchas é bem escalonado e garante bom rendimento ao utilitário esportivo no circuito urbano.

Na estrada, o Duster 1.6 SCe 2018 se porta bem com o novo propulsor, entregando retomadas condizentes com um motor de 120 cv, bem como ultrapassagens com alguma segurança. O utilitário esportivo consegue bom rendimento em aclives acentuados, mas a baixa força do motor vai exigir muitas reduções com trânsito maior e serra bem íngreme.

Mas, fora isso, o motor dá conta do recado. Ainda assim, o modelo consegue fazer 7,4 km/litro no etanol e 10,8 km/litro na gasolina, enquanto na cidade faz 7,0 km/litro no etanol e 10,2 km/litro na gasolina.

No caso do Renault Duster 2018/2019 com motor 1.6 SCe e câmbio CVT, o comportamento do SUV muda, ficando muito mais confortável na condução, já que dispensa parte do trabalho do motorista.

As respostas ao acelerador são um pouco mais lentas que no manual, mas a economia de combustível compensa uma saída pouco mais lenta, mas nada que deixe a desejar de modo geral. A rotação fica em nível mais baixo e linear, fazendo o motor trabalhar de forma mais mansa.

Em rodovia, o Renault Duster 2018/2019 com o CVT se mostra muito bem para um carro de seu porte. O conforto para viagens longas é muito bom, além de oferecer respostas adequadas em ultrapassagens e um regime mais baixo de rotação em cruzeiro.

O bom é que não há muita variação de rotação em aclives. As reduções também são pontuais, mas priorizando a economia. Por conta disso, ele rende melhor com esse novo câmbio, fazendo 8,0 km/litro no etanol e 10,5 km/litro na gasolina em cidade e 10,0 km/litro no etanol e 12,2 km/litro na gasolina em estrada.

Com motor 2.0, o Renault Duster 2018/2019 tem uma performance melhor, mas com prejuízo para o consumo.

O velho propulsor ainda dá seu caldo com boas respostas em baixa rotação, rodando na faixa de 2.000 rpm, dá para manter o embalo sem precisar reduzir na cidade, onde também proporciona boas saídas e subidas de aclives sem muito esforço. O câmbio manual de seis marchas é mais do que suficiente para explorar o 2.0 com seus 148 cv no etanol.

Viajando, o Renault Duster 2018/2019 com motor 2.0 e câmbio manual de seis marchas se mostra muito bem equilibrado. Em sexta, a rotação fica em 2.500 rpm, garantindo muito conforto e baixo ruído. Nas ultrapassagens e retomadas, há força de sobra para executa-las sem medo de ficar “no vácuo”.

É a versão mais “solta” do SUV da Renault. Com isso, basta esquecer o câmbio e seguir adiante com boa performance. Subidas de serra, por exemplo, o modelo se comporta muito bem. Mas, o lado ruim é o consumo, especialmente na cidade, onde faz somente 6,4 km/litro no etanol e 9,0 km/litro na gasolina.

Na rodovia, ele entrega 7,4 km/litro no etanol e 10,8 km/litro na gasolina. Preço pago pelo desempenho extra.

Quando a tração é a 4×4, o Renault Duster 2018/2019 mostra sua verdadeira vocação, ganhando não só em conforto ao dirigir (multilink no eixo traseiro), mas capacidade de tração.

O modelo vem apenas com motor 2.0 e câmbio manual de seis marchas, tendo ainda um seletor de tração para os modos 2WD, Auto e Lock.

No 2WD, o Duster 4×4 se mantém sempre com tração dianteira, opção para quem quer economizar combustível. Indicada mais para estradas e uso urbano, essa opção pode ser mudada para Auto em velocidade, garantindo assim adaptação do veículo rapidamente às condições do piso.

No Auto, a tração passa a ser on demand, sendo que sensores leem as rotações das rodas traseiras e o escorregamentos das mesmas, alterando de forma automática a distribuição de força entre os eixos na proporção de até 50:50.

Em pistas molhadas ou de baixa aderência, o Renault Duster 2018/2019 com tração 4×4 se mantém bem estável e “na mão” do condutor. No fora de estrada, graças ao curso maior na suspensão traseira, o SUV consegue transpor diversos obstáculos com desenvoltura, sendo indicado para atoleiros e estrada com muitas valetas e pedras.

Quando uma das rodas está no ar, o sistema no modo Lock transfere a força para a outra, garantindo assim saídas bem seguras. O motor trabalha bem nessas situações, assim como o câmbio, mas seria melhor uma caixa automática.

Nesta versão, o consumo em cidade é de 6,7 km/litro no etanol e 9,8 km/litro na gasolina, enquanto na estrada fica em 7,5 km/litro no etanol e 10,8 km/litro na gasolina.

Por fim, o Renault Duster 2018/2019 com motor 2.0 e câmbio automático de quatro marchas sente a falta de mais velocidades e isso limita o motor, que trabalha forçado. Assim, faz 6,0 km/litro no etanol e 9,0 km/litro na gasolina em cidade e 7,1 km/litro no etanol e 10,4 km/litro na gasolina em estrada.

Renault Duster 2018/2019 – consumo

Cidade

  • Renault Duster 1.6 MT 2018 – 7,0 km/litro no etanol e 10,2 km/litro na gasolina
  • Renault Duster 1.6 CVT 2018 – 8,0 km/litro no etanol e 10,5 km/litro na gasolina
  • Renault Duster 2.0 MT 2018 – 6,4 km/litro no etanol e 9,0 km/litro na gasolina
  • Renault Duster 2.0 MT 4×4 2018 – 6,7 km/litro no etanol e 9,8 km/litro na gasolina
  • Renault Duster 2.0 AT 2018 – 6,0 km/litro no etanol e 9,0 km/litro na gasolina

Estrada 

  • Renault Duster 1.6 MT 2018 – 7,4 km/litro no etanol e 10,8 km/litro na gasolina
  • Renault Duster 1.6 CVT 2018 – 10,0 km/litro no etanol e 12,2 km/litro na gasolina
  • Renault Duster 2.0 MT 2018 – 7,4 km/litro no etanol e 10,8 km/litro na gasolina
  • Renault Duster 2.0 MT 4×4 2018 – 7,5 km/litro no etanol e 10,8 km/litro na gasolina
  • Renault Duster 2.0 AT 2018 – 7,1 km/litro no etanol e 10,4 km/litro na gasolina

Renault Duster 2018/2019 – manutenção e revisão

O Renault Duster 2018/2019 tem plano de revisão com custo médio de R$ 3.731 e a revisão da marca francesa ocorre a cada 10.000 km com troca de kit de correias para motor 1.6 16V e 2.0 16V a cada 60 mil km ou 4 anos (80 mil ou 4 anos nas demais motorizações), fluido de freio a cada 60 mil km ou 4 anos e fluido de arrefecimento a cada 80 mil km ou 4 anos.

A Renault ainda disponibiliza serviços rápidos de até 1 hora e verificação de outros componentes, tais como rodas, palhetas, escapamento, pneus, discos e pastilhas de freio, molas e amortecedores, entre outros.

Recomenda-se o agendamento do serviço junto ao revendedor autorizado mais próximo. A Renault também tem pacote fechado para revisões pagando-se um determinado valor por um número de revisões.

Revisão

Custo

Quilometragem

Preços 1.6

Preços 2.0

10.000 km

R$ 594

R$ 594

20.000 km

R$ 594

R$ 594

30.000 km

R$ 594

R$ 594

40.000 km

R$ 761

R$ 761

50.000 km

R$ 594

R$ 594

60.000 km

R$ 594

R$ 594

Renault Duster 2018/2019 – ficha técnica

Motor

1.6 Sce

2.0

Tipo

Dianteiro transversal, Gasolina e Etanol

Dianteiro transversal, Gasolina e Etanol

Número de cilindros

4 em linha

4 em linha

Cilindrada em cm3

1597

1998

Válvulas

16

16

Taxa de compressão

10,7:1

11,2:1

Injeção eletrônica de combustível

Multiponto

Multiponto

Potência Máxima Líquida (ABNT NBR 5484)

Gasolina: 118 cv @ 5500 rpm / Etanol: 120 cv @ 5500 rpm

Gasolina: 143 cv @ 5750 rpm / Etanol: 148 cv @ 5750 rpm

Torque Máximo Líquido (ABNT NBR 5484) 

Gasolina: 16,2 kgfm @ 4000 rpm / Etanol: 16,2 kgfm @ 4000 rpm

Gasolina: 20,2 kgfm @ 4000 rpm / Etanol: 20,9 kgfm @ 4000 rpm

Transmissão

Tipo

Manual 5 marchas / CVT 6 marchas

Manual 6 marchas / Automático 4 marchas

Tração

4×2

4×2 / 4×4

Freios

Tipo

Disco ventilado / Tambor

Disco ventilado / Tambor

Direção

Tipo

Eletro-hidráulica

Eletro-hidráulica

Suspensão

Dianteira

McPherson, independente com barra estabilizadora

McPherson, independente com barra estabilizadora

Traseira

Eixo de torção

Eixo de torção / Multilink

Rodas e Pneus

Rodas

Aço / Liga Leve aro 16 polegadas

Liga Leve aro 16 polegadas

Pneus

205/60 R16

205/60 R16

Dimensões

Comprimento total (mm)

4329

4329

Largura sem retrovisores (mm)

1822

1822

Altura (mm)

1683

1683

Distância entre os eixos (mm)

2674

2674

Capacidades

Porta-malas (litros)

475

400 (4×4) / 475

Tanque (litros)

50

50

Carga útil, com 5 passageiros mais bagagem (kg)

497 (MT) 480 (CVT)

493

Peso em ordem de marcha (kg)

1214 (MT), 1240 (CVT)

1276 / 1362 (4×4) / 1303 (AT)

Coeficiente de penetração aerodinâmica (Cx)

0,402

0,402

Renault Duster 2018/2019 – fotos

Renault Duster 2018/2019: preço, consumo, versões, motor
Nota média 5 de 2 votos

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros para mais de 450 milhões de pessoas, por mais de 12 anos. Saiba mais.

Notícias por email