Tiguan 2021: preço, consumo, motor, equipamentos (e versões)

Tiguan 2021: preço, consumo, motor, equipamentos (e versões)

O Tiguan 2021 chegou ao Brasil para substituir a geração anterior do Tiguan, que era vendida por aqui desde 2009.


Essa primeira geração foi revelada ao mundo no Salão do Automóvel de Los Angeles, em novembro de 2006, mas ainda em sua versão conceitual.

Parte importante da forte presença da Volkswagen entre os SUVs, que ganhará ainda um novo representante com a chegada do Taos, o Tiguan 2021 é o modelo mais caro da marca nesse segmento.

Confira todos os detalhes do Tiguan 2021!

Tiguan 2021 – detalhes

Tiguan 2021: preço, consumo, motor, equipamentos (e versões)

Como citamos, o Tiguan 2021 apareceu inicialmente no Salão de Los Angeles de 2006. Com o visual final, que chegaria realmente às ruas, ele só foi exibido na Alemanha, em 2007.

O nome Tiguan vem da junção das palavras “tigre” e “iguana”, em inglês, e esse nome foi usado após vencer um concurso da revista alemã Auto Bild.

O visual do SUV continuou o mesmo até 2011, num período que revelou excelentes números nas vendas do Tiguan. Foram mais de 700.000 unidades comercializadas em vários mercados, de setembro de 2007 até 2011, com destaque para Europa, Estados Unidos, China, Brasil e Austrália.

Estava claro para a marca alemã que o utilitário esportivo teria vida longa.

Depois disso veio a primeira reestilização, mais especificamente em julho de 2011. Com ela os faróis e lanternas ficaram menos arredondados e mais angulares, a grade ficou mais parecida com o que era visto em outros modelos da marca na época, como Golf e novo Passat, e o conjunto mecânico ficou mais potente.

Tudo isso o mantinha forte na briga com seus principais concorrentes, como Honda CR-V, Toyota RAV4 e outros.

Por aqui, o Tiguan era vendido com o ótimo motor 2.0 TSI de 200 cv, com preços que variavam entre R$ 124.000 e R$ 150.000, se equipado com todos os opcionais. Depois disso, em 2016, veio a renovação completa da segunda geração.

Ela já havia sido mostrada em 2015, em Frankfurt, revelando inclusive que o modelo seria vendido em versões maiores, com sete lugares, como o Tiguan 2021 que temos agora no Brasil.

A linha de SUVs da Volkswagen em nosso país ainda conta com Nivus, T-Cross e em breve com o Taos. A linha da marca também tem os modelos up!, Gol, Fox, Polo, Virtus, Voyage, Jetta, Saveiro e Amarok.

Uma grande novidade que esse Tiguan 2021 trouxe é que ele foi o primeiro SUV da marca no Brasil a usar a Estratégia Modular MQB (sigla para Matriz Modular Transversal), a nova arquitetura de veículos do Grupo VW.

Falando de outros segmentos, nós já temos ela aqui em modelos globais, como o Novo Polo, além dos já descontinuados Golf e Passat. Mas quais são as suas vantagens?

Uma das principais é padronizar o processo de produção, o que estabelece a mesma sequência de montagem. Isso reduz drasticamente o tempo que um veículo leva para ser produzido, além de permitir que várias versões (ou até mesmo outros modelos, em diferentes segmentos) sejam feitos usando a mesma plataforma.

Outra vantagem é que os veículos montados com a plataforma MQB são bem mais leves, o que reduz o consumo do carro. Mas isso não significa que eles sejam um produto mais frágil. Pelo contrário, os modelos montados nela são mais seguros, já que sua estrutura é feita com aços mais resistentes.

E o espaço interno também aumenta, o que é visto claramente em vários modelos que já a utilizam.

Voltando a falar do Tiguan Allspace, o modelo era vendido nas versões 250 TSI, Comfortline 250 TSI e R-Line 350 TSI, com duas opções de motorização (1.4 TSI Total Flex e 2.0 TSI), e com a opção de comportar cinco ou sete passageiros, mas agora permanece apenas com a opção mais cara.

O modelo vendido por aqui é produzido na planta da VW em Puebla, no México.

O visual do novo Tiguan 2021 mostra claramente a atual identidade da marca, com linhas fortes e marcantes. A impressão é de um carro robusto e para levar até famílias maiores, fato comprovado pela mudança de tamanho em relação à geração anterior.

Falando sobre o desenho, destaque para os frisos cromados e a grande tomada de ar na dianteira. A marca decidiu manter uma identidade diferente em alguns aspectos na frente para cada versão.

Na lateral do Tiguan 2021, uma linha bem forte chama a atenção, cruzando toda a extensão do carro, na altura das maçanetas. A parte inferior das portas conta com um friso discreto e uma parte maior em plástico preto, na versão mais cara.

Os frisos também são vistos na moldura das janelas nessa configuração. As rodas ganhavam mais destaque de acordo com a versão, podendo ser de 17, 18 ou 19 polegadas.

A parte traseira conta com lanternas trapezoidais, que invadem a tampa do porta-malas e tem formato que combina com as saídas de escape.

Vale destacar que as lanternas sempre são em LEDs, todas as versões.

Já o interior do Novo Tiguan 2021 apresenta um visual sóbrio, com um pouco de esportividade, e sempre com materiais de boa qualidade e perfeito encaixe. Algo importante na categoria são os porta-objetos, que aparecem em boa quantidade no modelo, e o espaço dos ocupantes, também com bom destaque.

A modularidade dos bancos traseiros pode ser vista no fato de que todos podem ser rebatidos individualmente, além do fato de que a segunda fileira tem ajuste de inclinação nos encostos e a possibilidade de ser movimentada em até 180 mm, tanto para frente, como para trás.

O modelo ficou maior em todas as medidas, além de ter ficado mais baixo, o que reforça o lado esportivo.

Suas medidas em todas as versões são de 4.701 mm de comprimento (274 mm maior que a anterior geração), 1.839 mm de largura (maior em 30 mm) e 2.790 mm de distância entre-eixos (185 mm maior), enquanto a altura ficou 7 mm menor, sendo de 1.658 mm. O peso é de 1.785 kg (versão R-Line 350 TSI).

A capacidade do porta-malas é de 710 litros na versão de cinco lugares, 51% superior à geração anterior. Se os bancos forem rebatidos, essa capacidade sobe para 1.870 litros (até o teto). Já as versões com sete lugares têm capacidade de carga de 216 litros (com todos os bancos em uso), 686 litros (com a terceira fileira rebatida) e 1.761 litros (com todos os bancos rebatidos).

A marca ainda destaca que, com todos os bancos rebatidos e o encosto do passageiro dianteiro também rebatido, o Tiguan Allspace tem a possibilidade de transportar objetos de até 2,75 metros, levando em conta a distância da tampa do porta-malas até o painel.

Isso significa que até uma prancha pode ser colocada em seu interior.

Sem deixar de lado o apelo off-road, o que claramente não é seu principal atributo, o Tiguan 2021 ainda é um veículo funcional. A versão de entrada, por exemplo, tem 18,3° de ângulo de entrada e 22,2° de ângulo de saída, com vão livre de 216 mm e ângulo de rampa de 19,5°.

A marca destaca que isso pode ser útil em situações fora de estrada, mas também dentro da cidade.

Tiguan 2021 – novidades

Tiguan 2021: preço, consumo, motor, equipamentos (e versões)

Depois de alguma demora no lançamento da linha 2021, o Tiguan foi anunciado pela marca com a mesma mudança vista no sedã Jetta. A Volkswagen optou por descontinuar todas as versões com o motor 1.4 TSI, que rende 150 cv e 25,5 kgfm de torque.

Com isso, o Tiguan 2021 não tem mais as versões 250 TSI e Comfortline 250 TSI, restando apenas a mais cara R-Line 350 TSI, que tem motor 2.0 turbo de 220 cv e 35,7 kgfm de torque. O câmbio é o DSG de sete marchas.

A justificativa da marca, ainda que não tenha falado sobre isso de forma oficial, é que o novo Taos terá apenas o motor 1.4 TSI, então não faria sentido provocar uma briga interna mantendo as versões mais baratas do irmão maior.

Além dessa mudança em sua gama, o Tiguan 2021 também recebeu o pacote Black Style, que custa R$ 2.180 e adiciona itens na cor preta no exterior, como os espelhos retrovisores e rodas.

Futuramente, o Tiguan Allspace deverá adotar as mesmas novidades vistas no Tiguan com entre-eixos mais curto, versão que não é vendida aqui no Brasil. O SUV maior terá novos faróis e para-choques redesenhados, além de ter também o novo logo da marca.

A traseira também receberá leves alterações na lanterna e na posição dos emblemas, enquanto que o interior se aproximará dos outros modelos da marca ao apresentar o novo volante e a central multimídia VW Play.

Por aqui tais mudanças devem colocar o Tiguan em uma faixa de preços ainda mais alta, fazendo o SUV se distanciar dos outros modelos da marca nesse segmento.

Confira as mudanças anteriores, da linha 2020:

O Tiguan 2020 terminou o ano sem qualquer novidade ou informação sobre a linha 2021. Isso se deve pela espera da VW em relação ao novo Tiguan, que na verdade é o modelo europeu com a reestilização de meia-vida.

Mesmo assim foram mudanças importantes, incluindo o visual, a tecnologia embarcada e a parte mecânica. Começando pelo desenho exterior, o Tiguan 2021 recebeu nova grade, capô com novos vincos, faróis com LED Matrix e novos para-choques, que variam de acordo com a versão.

O novo logotipo da marca também foi adicionado. O interior recebeu um novo volante, já conhecido por aqui dentro do Nivus, nova central multimídia e uma alavanca de câmbio diferenciada.

Quando falamos sobre a parte mecânica, o Tiguan 2021 europeu recebeu novidades importantes, ainda que nem todas chegarão até o mercado brasileiro. A principal é a versão eHybrid, que é do tipo plug-in e tem 245 cv, além de uma autonomia de 504 km.

Para os amantes de esportivos, o Tiguan R 2021 deve agradar. Ele vem com motor 2.0 TSI de 320 cv, tração 4Motion e seis modos de condução.

A Volkswagen ainda não divulgou seu calendário de lançamentos para o próximo ano, mas é quase certo que o novo Tiguan 2021 apareça por aqui.

Tiguan 2021 – motor e desempenho

Tiguan 2021: preço, consumo, motor, equipamentos (e versões)

A linha de motores do Tiguan 2021, como já dito, agora se resume a apenas uma opção. Antes disso, quando haviam dois motores, a primeira opção era o propulsor 1.4 TSI Total Flex, que equipava as versões 250 TSI e Comfortline 250 TSI.

Esse motor, que é da família EA211, entrega 150 cv (tanto com etanol como com gasolina) e 25,5 kgfm de torque máximo (ou 250 Nm, daí o nome 250 TSI), que aparece entre 1.400 rpm e 3.500 rpm.

O conjunto mecânico dessas versões ainda conta com a transmissão automática DSG de seis marchas (DQ250). Isso dava ao Tiguan uma aceleração de 0-100 km/h em 9,5 segundos e velocidade máxima de 198 km/h.

A construção do propulsor também é destacada pela VW, sendo feita na planta da marca em São Carlos (SP) e ainda sendo usada em outros modelos. Ele tem bloco e cabeçote feitos em alumínio, duplo comando de válvulas, injeção direta de combustível e turbocompressor.

Além disso, ele também traz algumas novidades em relação ao propulsor 1.4 TSI a gasolina.

O propulsor flex conta com central eletrônica renovada, pistões e anéis redimensionados, novo catalisador, dupla vedação na guia de válvula e novo tratamento para lidar com o etanol. O sistema de injeção desse motor utiliza 250 bar de pressão (antes eram 200 bar), o que gera mais robustez.

Finalmente, as velas tem grau térmico específico e geometria diferenciada, podendo trabalhar com qualquer mistura entre etanol e gasolina.

O outro motor disponível para o novo Tiguan 2021 equipa a única versão atual, a R-Line 350 TSI.

É o motor 2.0 TSI, da terceira geração da família EA888 e com 1.984 cm³ de cilindrada, de 220 cv (disponíveis entre 4.300 rpm e 6.200 rpm) e 35,7 kgfm de torque (ou 350 Nm, que aparecem entre 1.600 rpm e 4.200 rpm), o mesmo usado no antigo Golf GTI. Se compararmos esse motor ao propulsor usado na primeira geração do Tiguan, o ganho foi de 10% na potência e 25% no torque.

Com injeção direta de combustível, mas também injeção multiponto (no coletor de admissão), o motor é forte quando exigido, mas também econômico em situações normais.

O conjunto usa a transmissão DSG de sete marchas e tração 4MOTION, resultando numa excelente performance: são apenas 6,8 segundos para atingir 100 km/h, com velocidade máxima de 223 km/h.

Tiguan 2021 – consumo

Tiguan 2021: preço, consumo, motor, equipamentos (e versões)

Cidade

  • Volkswagen Tiguan Allspace 250 TSI – 6,8 km/l com etanol e 10,1 km/l com gasolina (fora de linha)
  • Volkswagen Tiguan Allspace Comfortline 250 TSI – 6,8 km/l com etanol e 10,1 km/l com gasolina (fora de linha)
  • Volkswagen Tiguan Allspace R-Line 350 TSI – 8,3 km/l (apenas gasolina)

Estrada

  • Volkswagen Tiguan Allspace 250 TSI – 8,0 km/l com etanol e 11,7 km/l com gasolina (fora de linha)
  • Volkswagen Tiguan Allspace Comfortline 250 TSI – 8,0 km/l com etanol e 11,7 km/l com gasolina (fora de linha)
  • Volkswagen Tiguan Allspace R-Line 350 TSI – 9,6 km/l (apenas gasolina)

Tiguan 2021 – versões

  • Volkswagen Tiguan Allspace R-Line 350 TSI

Cores disponíveis: Branco Puro (sólida – sem custo adicional) Vermelho Rubi, Prata Pyrit e Cinza Platinum (metálicas – adicionam R$ 2.260) e Preto Mystic (perolizada – adiciona R$ 2.730).

Volkswagen Tiguan Allspace R-Line 350 TSI 2021 – motor 2.0 TSI com 220 cv, transmissão DSG de sete marchas, sete lugares e tração 4MOTION.

ITENS DE SÉRIE: “ESC” – Controle eletrônico de estabilidade /”ASR” – controle de tração, 6 airbags (frontais, laterais e de cortina), 7 lugares, Abertura e fechamento automático do porta-malas (função “Easy open/close”), App-Connect (Apple Carplay wireless, Android Auto via cabo), Aquecimento dos bancos dianteiros, Ar-condicionado “Climatronic” de 3 zonas, Assistente ativo de mudança de faixa (Lane Assist), Bagageiro no teto (na cor prata), Banco do motorista com ajuste elétrico e memória / lado do passageiro dianteiro com ajuste manual de altura, Banco do motorista com ajuste lombar elétrico, Carregamento por indução (wireless- charging), Conexão USB tipo C, Controle adaptativo de velocidade e distância / Front Assist / City Emergency Brake, Câmera traseira, Detector de fadiga do motorista, Direção elétrica, Espelho retrovisor interno com antiofuscamento automático (eletrocrômico), Espelhos retrovisores externos elétricamente ajustáveis, rebatíveis, aquecíveis, função “Tilt down” e memória, Faróis de LED com luz de condução diurna de LED, Faróis de neblina, Isofix, Freio de estacionamento eletrônico com função Auto-Hold, Lanterna traseira de neblina, Lavador de faróis, Painel digital programável (AID – Active Info Display), Premium Sound “Dynaudio”, 400W, amplificador digital 16 canais e Subwoofer, Rodas de liga leve 19″ “Sabring” com pneus 255/45 R19, Seleção do perfil de condução, Sensor de chuva, Sensores de estacionamento dianteiro e traseiro, Sistema “pro-active” (proteção pró-ativa dos passageiros), Sistema de controle da perda de pressão dos pneus, Sistema de navegação “Discovery Media”, Sistema de reconhecimento de pedestre, Sistema infotainment “Discover Media”, com rádio, tela touchscreen de 8.0″, App -Connect, comando de voz e Bluetooth, Tomada de 12V no console central traseiro e no compartimento de bagagem, Tração 4×4 (4 Motion), Volante multifuncional em couro com comandos do rádio, computador de bordo, piloto automático e “shift paddles”, entre outros.

Confira a descrição detalhada de alguns itens:

Active Info Display – quadro de instrumentos de 12,3 polegadas totalmente digital, com resolução de 1.440 x 540 pixels e navegação em 2D ou 3D, além de informações sobre condução, navegação e assistência, contatos de telefone, informações de áudio, etc.

Easy open – esse sistema permite a abertura do porta-malas com um simples movimento com o pé sob o para-choque, onde um sensor reconhece a chave e abre a tampa (funciona se a chave estiver num raio de 1,5 metro), sendo muito útil quando as mãos estão cheias e é difícil pegar a chave no bolso ou apertar um botão. Para fechar a tampa, existem dois botões na tampa: o primeiro a fecha imediatamente, enquanto o segundo faz isso assim que a pessoa que está com a chave se afasta a uma distância igual ou maior que 1,5 metro. Se algo estiver próximo (como uma criança), um sensor interrompe o fechamento, priorizando a segurança.

Front Assist (Sistema de monitoramento frontal) com City Emergency Braking – o sistema Front Assist, como o nome diz, tem como objetivo evitar colisões frontais. Ao perceber uma situação de perigo, ele pode avisar o condutor por meio de sinais visuais e sonoros ou até freando automaticamente para evitar um acidente. Já a função City Emergency Braking, que é uma extensão do Front Assist, atua em velocidades de até 30 km/h, evitando aquelas colisões comuns dentro de áreas urbanas.

Sistema “Pro Active” – sistema que serve para a proteção dos passageiros, pré-tensionando os cintos de segurança de todos os ocupantes ao perceber uma situação de perigo iminente.

Seleção de perfil de condução – sistema que permite escolher entre quatro modos de condução (normal, neve, off road e off road individual), sendo que o modo “normal” tem outros quatro perfis: Eco (privilegia economia de combustível), Normal (mantém os ajustes padrão), Sport (condução esportiva) e Individual (condutor pode ajustar a seu modo os parâmetros de direção, transmissão e outros).

OPCIONAIS:

  • Teto solar panorâmico – R$ 5.880
  • Pacote Black Style – R$ 2.180

Tiguan 2021 – preço

  • Volkswagen Tiguan Allspace R-Line 350 TSI – R$ 224.650

Tiguan 2021 – manutenção e revisão

O Tiguan 2021 chega com três anos de garantia total e está dentro do programa Revisão de Série, que dá as 3 primeiras revisões de forma gratuita. As paradas são feitas a cada 10.000 km ou 12 meses, o que ocorrer primeiro.

Veja abaixo todos os valores das revisões:

Volkswagen Tiguan Allspace R-Line 350 TSI 2021

  • 10.000 km – Gratuita
  • 20.000 km – Gratuita
  • 30.000 km – Gratuita
  • 40.000 km – R$ 798,06
  • 50.000 km – R$ 710.46
  • 60.000 km – R$ 798,06

Tiguan 2021 – ficha técnica

Motor

2.0 TSI

Tipo

Dianteiro, Transversal e Gasolina

Número de cilindros

4 em linha

Cilindrada em cm3

1.984

Válvulas

16

Taxa de compressão

9,6:1

Injeção eletrônica de combustível

Direta

Potência Máxima

220 cv a 4.300 rpm

Torque Máximo

35,7 kgfm a 1.600 rpm

Transmissão

Tipo

Automático de 7 marchas com dupla embreagem

Tração

Tipo

Integral

Freios

Tipo

Discos ventilados (dianteira) e discos sólidos (traseira)

Direção

Tipo

Elétrica

Suspensão

Dianteira

Independente, McPherson

Traseira

Independente, multibraço

Rodas e Pneus

Rodas

Liga-leve de 19 polegadas

Pneus

255/45 R19

Dimensões

Comprimento total (mm)

4.705

Largura (mm)

1.859

Altura (mm)

1.658

Distância entre os eixos (mm)

2.790

Capacidades

Capacidade de carga (kg)

655

Tanque (litros)

60

Peso vazio em ordem de marcha (kg)

1.785

Porta-malas (litros)

686 (5 lugares) / 216 (7 lugares)

Coeficiente de penetração aerodinâmica (Cx)

0,34

Tiguan 2021 – fotos

Viny Furlani
Viny Furlani

Formado em Gestão de Negócios, trabalha no segmento automotivo há mais de 17 anos. Em 2009, passou a escrever avaliações e notícias sobre carros, totalizando mais de 2.000 artigos, em vários sites. Além das matérias escritas para o NA, também cuida das mídias sociais do site.