Ucranianos capturam tanque T-72 e ligam no serviço técnico russo

A guerra da Ucrânia já ultrapassou os 500 dias e não tem previsão para terminar, com avanços lentos por parte dos ucranianos e uma resistência mais ferrenha dos russos nas zonas ocupadas.

Nesse ambiente, a captura de veículos militares pelos dois lados ocorre com certa frequência e a mais recente “aquisição” dos ucranianos foi um tanque T-72B3 modernizado do Exército Russo.

O veículo blindado difere em muitos aspectos, especialmente em tecnologia eletrônica, do modelo soviético, bem conhecido dos ucranianos.

A partir daí, o novo tanque do Exército da Ucrânia seria naturalmente usado contra os russos, mas pouco tempo depois, o veículo quebrou, literalmente com todo mundo dentro.

Com sistemas desconhecidos dos soldados ucranianos, não havia como resolver o problema e, como se você, com seu carro tendo um defeito, eles fizeram o mais aceitável, ligaram no serviço técnico do fabricante.

Bem, não é preciso dizer que o fabricante em questão é russo, mais especificamente a Uralvagonzavod, que já fez vários “T’s” russos, chegando mesmo ao ainda desconhecido T-14 Armata.

O comandante ucraniano, falando em russo e usando o codinome “Kochevnik”, ligou diretamente para a Uralvagonzavod, mas o funcionário local não sabia como solucionar o problema de vazamento de óleo.

Kochevnik disse ao funcionário da fábrica do T-72: “Sou o comandante de um grupo blindado e o problema é que simplesmente não podemos operá-lo”.

O empregado então passou para um diretor técnico da Uralvagonzavod, chamado Andrey Abakumov, mas não se sabe se este último conseguiu resolver o problema do T-72 B3.

O que se sabe é que o primeiro atendente ficou em situação delicada por estar sendo cobrado por algo que deveria saber.

Bem conhecido das forças russas e de países com vínculos na ex-União Soviética, como a própria Ucrânia, o T-72 entrou em serviço em 1973, sendo hoje um tanque de 44,5 toneladas com uma torre de 125 mm.

Seu motor V12 diesel tem na versão mais recente, nada menos que 1.145 cavalos, suficientes para levá-lo até 75 km/h e rodar por pelo menos 700 km sem reabastecer.

[Fonte: AE ]

google news2Quer receber todas as nossas notícias em tempo real?
Acesse nossos exclusivos: Canal do Whatsapp e Canal do Telegram!

O que você achou disso?

Toque nas estrelas!

Média da classificação / 5. Número de votos:

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.


Últimas Notícias



unnamed
Autor: Ricardo de Oliveira

Com experiência de 27 anos, há 16 anos trabalha como jornalista no Notícias Automotivas, escreve sobre as mais recentes novidades do setor, frequenta eventos de lançamentos das montadoras e faz testes e avaliações. Suas redes sociais: Instagram, Facebook, X