Chevrolet Minivans

Uma avaliação completa da Chevrolet Meriva Joy 1.4

chevrolet-meriva-2009-argentina-1 Uma avaliação completa da Chevrolet Meriva Joy 1.4

Fiz a reserva de uma Palio Weekend 1.4 na Hertz, visto que era um carro que eu nunca havia dirigido e tinha bastante curiosidade sobre o comportamento dinâmico dele. Porém, como a perua não estava disponível, recebi como upgrade a Meriva prateada que me esperava do lado de fora.



Confesso que fui ao carro recheado de preconceitos, seja pelo motor 1.4 ou pelo fato de ser uma minivan. Tive dias ruins em SP a bordo de uma Idea 1.4 tempos atrás, mas, talvez devido aos 105cv que a Meriva ostenta abaixo do capô com álcool, talvez eu pudesse mudar de idéia.

No checklist do carro achei interessante seu espaço interno, apesar de não ser tão grande externamente como eu imaginava. Ao destravar as portas por controle remoto fui agraciado com o follow-me-home que acendeu os faróis e lanternas do carro além de sua luz de salão que, apesar de ter dois spots, acende todas de uma vez. Os para-sóis não possuem iluminação para o espelho e isso é ruim. Ao fechar as portas, a luz de salão se apaga de uma vez, lembrando que estamos em uma versão de entrada.

chevrolet-meriva-1.4-2009-easytronic-econoflex-4 Uma avaliação completa da Chevrolet Meriva Joy 1.4

O acabamento do painel e das portas é bom. Ao alcance das mãos temos vidros com abertura e fechamento global para todos, além de retrovisores elétricos. O tecido dos bancos é pobre e bem que poderia haver um apoio de braço central. A regulagem de altura do banco vai do alto ao muito alto, também pudera, estou em uma minivan. Não há regulagem de altura e/ou profundidade da coluna de direção, mas ainda assim é possível encontrar uma boa posição para dirigir.

Posiciono meus 1,90m no banco com os joelhos dobrados para baixo, como em uma cadeira. Graças à frente curta, a sensação é de estar dirigindo uma (perdão) Kombi sem o volante na horizontal. A visibilidade do carro é excelente, para todos os lados. As janelas à frente das portas dianteiras são grandes e dão um panorama diferente à direção e garantem o bem-estar dos pneus no contorno de rotatórias.

chevrolet-meriva-1.4-2009-easytronic-econoflex-1 Uma avaliação completa da Chevrolet Meriva Joy 1.4

Discorrendo sobre o painel de instrumentos verifiquei a falta de um computador de bordo, apesar de acima do painel haver um mostrador de bom gosto que informa data/hora e temperatura externa. Isso me lembra que estou na versão completa da Joy, ou seja, tenho ABS e airbags frontais. Por falar em airbags, nas colunas laterais há o acabamento de plástico com os espaços aonde deveria estar escrito “SRS airbags” ou “side bags” ou “window bags” porém, está apenas lá para lembrar que motorista brasileiro não preza segurança como deveria.

Saio com o carro e tenho a pista livre para testar a aceleração. Pé no fundo e…surpresa. O câmbio é curto e o motor tem boa pegada, apesar do pouco torque para o peso do carro (13,2 kgfm). E, dentro do habitáculo ecoa um ronco instigante que convida o pacato motorista de minivan a pisar um pouco mais. Em poucos metros estou em boa velocidade e deixei metade do trânsito para trás. O carro anda bem, mas não empolga.

chevrolet-meriva-1.4-2009-easytronic-econoflex-2 Uma avaliação completa da Chevrolet Meriva Joy 1.4

Na hora de frear, vejo que o pedal não possui tanta progressividade, porém os freios são bem eficientes e seguram o carro com dedicação. Devido ao escalonamento de marchas, o carro anda bem em qualquer marcha, ganhando velocidade sem reclamar ou irritar o motorista. No trânsito da cidade deixa a impressão de que o motor 1.8 não faz tanta falta assim, apesar do torque cavalar deste.

Quando o trânsito abriu novamente, reduzi de 5ª para 3ª e afundei o pé, o giro subiu sem acanhamento, enquanto o motor começava se relacionar íntimamente com meus instintos, 4ª marcha e o ponteiro do velocímetro mostrava-se agraciado por poder varrer mais da metade de seu curso originalmente projetado. Quanto engatei a 5ª marcha a paisagem da Enseada de Botafogo já se despedia de mim enquanto o motor continuava com fôlego para me purificar ainda mais do meu preconceito contra motores pequenos. Mas eu estava em uma minivan, então era hora de aliviar o pé.

chevrolet-meriva-1.4-2009-easytronic-econoflex-5 Uma avaliação completa da Chevrolet Meriva Joy 1.4

Durante a minha direção, pude apreciar o conforto dos bancos e a qualidade do isolamento acústico quanto aos ruídos do exterior. O ar-condicionado é excelente apesar que se não fossem pelos enormes vidros, daria para se isolar perfeitamente do mundo exterior e curtir uma música de qualidade em um rádio de sua preferência. Sim, a Meriva é democrática nesse ponto ao não trazer um sistema de áudio de fábrica.

No engarrafamento noto o quão agradável é o peso da embreagem, mas o câmbio não é tão preciso como deveria, talvez em uma tocada mais rápida ele pudesse causar certo embaraço no motorista ao “arranhar” algumas marchas. Apesar disso, é suave. Trocar de faixa no trânsito pesado não é problema para a Meriva, a direção hidráulica é bastante macia enquanto o tamanho nem tão avantajado do modelo permite uma certa agilidade, me permitindo ver que milhares de taxistas não podem estar errados.

chevrolet-meriva-1.4-2009-easytronic-econoflex-7 Uma avaliação completa da Chevrolet Meriva Joy 1.4

Novamente bato palmas para o motor 1.4 Econo.Flex, que me surpreende positivamente a cada pisada no acelerador. Aliás, não sei se era uma característica do modelo que dirigi, mas os pedais estavam bastante desalinhados entre si, mas isso é uma questão de acostumar-se ao fato. Vejo que no banco traseiro as crianças iriam bem, caso houvesse alguma ali. Com proposta familiar, o carro não tem tantos porta-trecos como na Idea, mas ainda assim é bem servido com alguns espaços interessantes para guardar coisas, principalmente nas portas.

E o espaço atrás é bom, posicionei-me confortávelmente no assento traseiro, com espaço de sobra para as pernas, cabeça e ombro. Mas eu não me sentiria tão agradável caso fosse o passageiro do meio, não há apoio de cabeça ou cinto de 3 pontos, sequer um banco com “recortes” que digam “ei, aqui deve ficar um passageiro” como na Idea. A suspensão do carro é um pouco dura e os bancos idem. Quando trafegando em asfalto crocante, chega a ser um pouco desconfortável.

chevrolet-meriva-1.4-2009-easytronic-econoflex-8 Uma avaliação completa da Chevrolet Meriva Joy 1.4

Por falar nisso, os bancos não apóiam quase nada seu corpo lateralmente, dando a sensação de que você pode cair para os lados na primeira curva. É só a sensação. O carro tem um bom equilíbrio dinâmico nas curvas, com pouca inclinação da carroceria. Mas os pneus 175/70 R14 não são muito tolerantes a abusos, é como aquela mãe que parece não se importar com o namorado da filha em casa, mas quando o negócio esquenta, ela aparece na porta para vigiar.

Com pista livre na estrada, notei que o carro é um pouco afetado pelos ventos laterais, mas não assusta. O motor gira forte em altas velocidades graças ao câmbio curto e, quanto mais se pisa, mais o motor insiste em participar da conversa no interior da cabine. Não é um carro feito para viajar em altas velocidades e sim, curtir o passeio até a próxima vez que as crianças pedirem para ir ao banheiro. Por conta da tranquilidade a bordo, senti falta de um cruise-control.

E os freios a disco ventilado na dianteira e tambor na traseira com ABS são bons, bem dimensionados para o tamanho do carro. No teste de frenagem que faço na rua deserta próxima à minha casa, o carro parou sem desvio de trajetória e sem assustar o motorista. O ABS entrou no final da frenagem, mostrando que a modulação dos freios é boa e o auxílio eletrônico quase não foi necessário para garantir a saúde dos pneus Pirelli P4.

Quanto ao consumo, considero aceitável, fiz uma média de 9.5 km/l no álcool rodando a maior parte do tempo na estrada, com alguns engarrafamentos e sempre com o ar-condicionado ligado. Devolvi a Meriva com um sorriso no rosto e desfeito de todo e qualquer preconceito contra o 1.4 Econo.Flex da Chevrolet. Porém, dirigir em posição elevada não faz muito o meu estilo. Se você não precisa de uma minivan, com o valor pedido na Meriva dá para levar um Astra investindo-se um pouco mais. As crianças chegariam mais rápido e mais animadas na escola.

Pontos positivos: Desempenho, Consumo, Espaço Interno, Freios
Pontos negativos: Acabamento, Conforto, Estabilidade

Texto de Marcelo Silva – www.direcaoassistida.com

  • mais um carro esquecido pela GM!

    • eduardo82

      A família Corsa inteira foi abandonada… uma pena…

      Em tempo, Classic, Prisma, Celta e Agile não são família Corsa… esses pertencem à familia Adams…

      • hahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahaha

      • Botelho

        Celta é um ótimo custo benefício… versão VHCE com 78 cv é melhor, mesmo sendo 1.0. É muito ágil e fácil de estacionar.

  • Felipe Vasconcelos

    Esse cara torn uma avaliação na própria apoteose!

    Parabéns! ;D

  • Mendanha

    ainda bem, pq ultimamente ele so tem feito caca…

    • Cesar Augusto Terra

      Esquecido? Caca?

      Mesmo velhinha… E vendo a FIAT se matar com a Idea (Põe equipamentos, baixa e baixa preço, etc, etc)…
      Bate a Idea em vendas!!!

      Alias… Vem substituta aí… Um veículo só… Para 5 ou 7 lugares, para o lugar de Meriva e Zafira! Em 2011!

      INTERESSANTE…

      É QUE ESSE É O TIPO DE EXPERIÊNCIA QUE SE TEM AO DIRIGIR A MAIORIA DOS CHEVROLET !

      BASTA VERIFICAR PELAS COMUNIDADES DA CHEVROLET POR AÍ…

      Olha a 4Rodas… Se surpreendendo a cada dia com o Agile deles… "Descobriram" agora… Que o carro tem uma função noturna do painel!!!

      Faltou ele dizer que com a Meriva… Vc parece "sobrevoar", mal sente o chão! Aconteceu comigo quando andei em uma!

      • Raul

        kkkkkkkkkkk dirija um Golf mesmo ultrapassado um Focus novo, e ai vai saber oque é sobreboar com suspensão suave, outro carro muito suave Ecosport alta mais muito macia …. Meriva é um dos poucos carros da GM que respeito pois num vejo falarem mal e pra familia e taxistas é perfeita por seu espaço acabamento é mais ou menos mais respeito o Meriva! Espero que os engenheiros UNIP da GM não a transformem em um Agile horrivel seria uma judiação… A ideia binita mais motor ja ouvi falar que decepciona … vw e ford num podem falar pois se quer tem minivans que se assemelhem mesmo a Meriva e Ideia ….

  • dibai

    desde ja obrigado pela compreençãp, mas estava vendo materias antigas e intessantes suas e fiquei em duvida pq não posso usar oleo lubrificantes com a numeração proximas
    tipo:5-30 para 20-50?

    18. O que significam os números (20W/40, 50, etc.) que aparecem nas embalagens de óleo de motor?
    R: Estes números correspondem à classificação da SAE (Society of Automotive Engineers), que se baseia na viscosidade dos óleos a 100oC, apresentando duas escalas: uma de baixa temperatura (de 0W até 25W) e outra de alta temperatura (de 20 a 60). A letra “W” significa “Winter” (inverno, em inglês) e ela faz parte do primeiro número, como complemento para identificação. Quanto maior o número, maior a viscosidade, para o óleo suportar maiores temperaturas. Graus menores suportam baixas temperaturas sem se solidificar ou prejudicar a bombeabilidade. Ou seja, se seu carro requer 20W50, você pode usar algum óleo com o primeiro número menor que 20 e o segundo número maior, como 10W60. Mas nunca aproxime os números mais do que o recomendado. Por exemplo, não se pode usar 20W50 em um carro fictício que exige 10W60.

  • Aproveitando o tópico, voce comentou seus 1,90m. Eu to nessa tb, 1,97m.
    E a dúvida, qual carro? Possuo um fox, o espaco até que é razoavel comparavel com outros mundo a fora

  • Klaus Nickel

    Meriva ainda "dá um caldo"

  • Coala

    DEve ser um bom carro, espaçoso. Uma pena ser tão feio!

  • Cesar Augusto Terra

    Essa é simples !

    FAMILIA CORSA… NUNCA VENDEU BEM !

    E ASSIM…. VAI SER EXTINTA !

    • Paulo Ricardo

      classic vende horrores amigo mal informado rsrsrs

      • Juliano Vieira

        Creio estar o amigo falando da família do Corsa C, sendo o Classic o sedazinho do Corsa B. Ou estou embolando o meio de campo.

        Independentemente, a família C é infinitamente superior à B.

  • Já andei em uma 1.8, o motor adora conversar com o motorista, increível. Dei uma volta em uma 1.4 e as coisas pioram. vc tem duas opções, ou anda com o motor gritando ou berrando, vai do gosto de cada um.

    O acabamento achei bem porco, plástico p/ lá e p/ cá, tecido quando aparecia parecia derivado de pano de chão. E em termos de desempenho, assim como todo GM, ela morre quando a/c estava ligado. Interessante que as revistas testam os carros 1.0 em termos de desempenho mas ñ fazem um teste com o a/c ligado, dou minha cara a tapa como o Celta e sua família [Adams] ficaria pau a pau com o Fiesta sedan e olhe lá.

    • Celso

      Autentico baba ovo da Fiat

  • Fábio D

    Então repararam como o câmbio desse carro é ruim, né? É o mesmo do Classic, daí a implicância… Mata o carro completamente, ele urra na estrada por pouca coisa… Aqui no RJ Meriva tá meio manjada, tanto por ser um carro já antigo, quanto por ter virado o queridinho dos taxistas após a morte do Santana velho de guerra. Acho um carro bem sem graça, não compraria um nem se fosse o caso de ter uma minivan. Sei lá, se for pra ter espaço e carregar gente, partiria para uma perua…

    • Concordo contigo Fábio D, além do mais, uma perua fielder completa, um mégane Grand tour ou um 307 Sw estão quase na mesma faixa de preço. usadas é claro.
      Mas ultimamente, a idea parece um bom concorrente. e tem a Spacefox que é uma Sportvan como diz a volkswagen, mas não passa de uma peruinha.

  • Paulo Ricardo

    o câmbio do classic é nojento pra engatar a terceira, meu deus, já perdi a conta de quantas vzs passei a primeira ao invés da terceira no meu carro em alto giro, qualquer dia desses a caixa cai no meio da rua rs, com ar ligado ainda acho ele um pouquinho esperro mas não passa de 130km/h. esse cambio pelo amor de deus, é sacanagem akilo, tem hora q vc simplesmente não consegue engatar a terceira, em alta rotação piorou, tem q baixar o giro pra engatar.

    • Alexandre

      Eu discordo de você. Tenho um Classic e não tenho dificuldade nenhuma para engatar qualquer das marchas. A relação das marchas é curta, o motor é barulhento, mas o carro é relativamente esperto. O que não gosto efetivamente do câmbio é que às vezes você acredita já ter engatado a marcha e sem querer começa a soltar a embreagem… isso acontece vez ou outra comigo… sou pego de surpresa notando que ainda estou no curso do trambulador para engatar a 3a. ou a 5. Mas não vejo problema em saber onde elas estão. Nunca tive, por sinal. Outra coisa ruim do câmbio desses GM é a ré. Se não passar a 1a. antes, pode ter certeza de que a ré irá arranhar. Isso é chato. Quanto à velocidade, sozinho, em estrada, vez ou outra, com álcool, chego a 140 Km/h no Classic; olho para o banco do passageiro, converso com o motor e diminuo a velocidade. Devo dizer que já atingi 150 km/h no meu carro, com AC desligado, é claro. E não, não era uma descida.

  • dibai

    parabens pelo site mas seria interessante que para postar um comentário o individuo deveria pelo menos ter um carro ou ate mesmo ter feito um test drive, pq o colocador escreve tanta asneira que da para perceber que não tem nem um carrinho de mão.obrigado

  • Raul

    Eu considero a Spacefox muito boa pois ja dirige por muito tempo uma, o problema dela é seu atual acabamento interno, mais de motor ela é muito superior a meriva sem duvida, Cambio entam ….
    Porta malas do spacefox é superior na minha opnião Spacefox perde em acabamento …. e só …

  • fernando meier

    como tem imbecil que fala bem da gmb!!!! só pode ser lunático p/ defender um carro que ja ficou p/ tras!!

  • Wagner

    Tenho uma Meriva 2010 e estou muito satisfeito……. já tive corsa, Vectra e golf e esse não fica atrás muito conforto e imponente também

    • salmir

      concordo wagner eu também tenho uma meriva 2008, 1.8 e estou indo para uma 2011 1.4 mas estou em duvida sera que vou estranhar o motor? agora o restante só tenho a elogiar.

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 11 anos. Saiba mais.

Notícias por email