Manutenção Matérias NA Segurança

Velocímetro parou de funcionar, o que pode ser?

Velocímetro parou de funcionar, o que pode ser?

Os veículos em geral precisam respeitar os limites de velocidade e o condutor só saberá atender a essa determinação se o velocímetro estiver funcionando. No entanto, às vezes problemas podem acontecer e, nesse caso, se o velocímetro parou de funcionar, a pergunta que se faz é: o que pode ser?


Neste artigo vamos falar de defeitos e suas causas no funcionamento do velocímetro.

O marcador de velocidade do carro precisa estar funcionando corretamente e sempre com a margem de erro determinada.

O velocímetro é um equipamento eletromecânico, que mede a velocidade do veículo e apresenta um erro de velocidade diferencial para menos.


O movimento medido ao rodar é calculado e apresentado ao motorista na forma do ponteiro ou digital.

São usados imãs numa caixa de engrenagens para que um posso detectar a presença do outro, gerando assim uma leitura. Essa caixa fica perto do câmbio e possui vários dentes.

Com dentes imantados nesse caixa de engrenagens móveis, um sensor detecta a velocidade com que passam por ele.

Os pulsos elétricos gerados por esse movimento são interpretados por um processador de velocidade, que traduzirá isso na forma de informação para o condutor.

Em alguns carros mais antigos, o velocímetro é mecânico, utilizando uma engrenagem no cubo de rodas e um cabo giratório.

Este possui outra engrenagem para desmultiplicação e acionamento do ponteiro analógico no painel.

Já os erros são propositais, a fim de reduzir o risco de acidentes com informação errada da velocidade marcada. Nesse caso, a variação vai de até 5 km/h a 80 km/h à 10 km/h em 130 km/h, por exemplo.

Velocímetro parou de funcionar, o que pode ser?

Velocímetro parou de funcionar, o que pode ser?

O velocímetro parou de funcionar, e agora?

Esse é o questionamento que muitos farão ao se deparar com o marcador de velocidade desligado com o carro em movimento.

Um dos problemas que podem acontecer é um curto no relê do sensor de velocidade, que envia corrente positiva para o detector de movimento do veículo.

O fusível que protege o relê também pode estar queimado, geralmente um fusível de 10 amperes.

O recomendável em um velocímetro eletrônico é procurar uma auto-elétrica de confiança ou um estabelecimento especializado.

Nunca tente arrumar por conta própria se não possui conhecimento de elétrica de autos, pois, pode acabar danificando outros sistemas do automóvel.

Aliás, se o velocímetro deixa de funcionar, outros sistemas terão problemas.

É importante saber que o sensor de velocidade é único e tudo o que depende de dados dele, ficará comprometido.

Algo comum que acontece se o velocímetro parou de funcionar é a alteração na mistura ar-combustível.

Como a injeção precisa de muitos dados, um deles a velocidade, se ele não a tem, então a injeção passa a funcionar irregularmente.

Sem saber em que velocidade o carro está, a injeção terá uma mistura ar-combustível de como se o carro estivesse parado.

Em velocidade, o veículo terá rotação diferente daquela que a injeção interpreta.

Dessa forma, o carro começará a engasgar e falhar por conta da alteração de mistura no motor.

Isso também eleva o consumo e reduz a vida útil do motor.

Quebrou o cabo?

Velocímetro parou de funcionar, o que pode ser?

Como já citado anteriormente, alguns carros mais antigos ou bem simples, possuem velocímetros mecânicos.

Estes possuem uma engrenagem junto à roda, chamada de pinhão.

Esse componente é preso em outra engrenagem, ligada à um cabo de aço giratório.

Quando o pinhão se desgasta, ele acaba por impedir a transferência de movimento da roda para o mostrador.

Sem lubrificação ou contaminado por agentes externos, o pinhão acaba por quebrar.

Outro problema desse sistema é o cabo de conexão entre o pinhão e o marcador de velocidade.

Ele gira dentro de um conduíte de proteção, que é flexível como o próprio cabo de aço.

Com o rompimento desse cabo, o velocímetro para de funcionar.

Nesse caso, se o carro tem injeção eletrônica, ele terá os mesmos problemas que no velocímetro eletrônico.

Da mesma forma, sem informação de velocidade, a injeção produzirá uma mistura ar-combustível pobre.

Isso significa mais combustível e menor desempenho, além de falhas, dificuldades na partida e oscilações.

Falando nisso, diferentemente do eletrônico, o velocímetro mecânico apresenta sintomas de que vai quebrar.

Quando o pinhão ou o cabo está perto de se danificarem, haverá uma vibração no ponteiro do marcador de velocidade.

Essa vibração é um indicativo de que o medidor está com problemas.

Outra característica que aponta um defeito no marcador é um ruído no lado esquerdo do veículo.

Quanto mais baixa a velocidade, maior será o ruído.

Por conta disso, o recomendado é buscar assistência de uma oficina especializada em velocímetros.

O conjunto de cabo e pinhão não é caro, ficando em torno de R$ 25,00, mas pode chegar a R$ 75,00 ou mais se for original.

No caso do velocímetro eletromecânico, o preço é maior, variando de R$ 120,00 a R$ 400,00.

Caso outros mostradores parem de funcionar junto com o velocímetro, então outras causas estão envolvidas.

Velocímetro parou de funcionar, o que pode ser?
Nota média 5 de 1 votos

Ricardo de Oliveira

Ricardo de Oliveira

Técnico mecânico, formado há 23 anos. Há 12 anos trabalha como jornalista no Notícias Automotivas, escreve sobre as mais recentes novidades do setor, frequenta eventos de lançamentos das montadoras e faz nossos testes e avaliações. Também trabalhou nas áreas de retificação de motores, comércio e energia.

  • zekinha71

    Se for um C3 é um acessório de fábrica não funcionar, cheguei a viajar com o velocímetro marcando 0 km/h o tempo todo.
    Estava tão acostumado com as falhas no funcionamento, que era só olhar os rpms e a marcha que estava, que já sabia em que velocidade estava. Uma aula para piloto.

  • Clementino Zelador

    Primeiro tem que ver se o carro não está parado.

    • kirig

      Básico e correto! KKKKKKKKKK

  • Alexandro Vieira Lopes

    no passat q tem painel digital, talvez a chance de parar de funcionar é menor, mas se quebrar o painel , haja coração para conserto dele ahahahaah

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros para mais de 450 milhões de pessoas, por mais de 13 anos. Saiba mais.

Notícias por email