Linha 2020 SUVs Volkswagen

VW Nivus 2021: versões, equipamentos, preços, consumo, revisões

 

VW Nivus 2021: versões, equipamentos, preços, consumo, revisões


A Volkswagen demorou para acordar para o segmento de SUVs compactos. Lançou o T-Cross em fevereiro de 2019 e agora, pouco mais de um ano depois, chega para atacar a concorrência com o novo VW Nivus 2021. Ele pode ser considerado como o primeiro SUV compacto com jeitão de cupê da categoria.

Se por um lado o Volkswagen T-Cross é baseado no Virtus, com entre-eixos mais amplo e maior espaço interno, o novo Nivus 2021 é construído a partir da base do Polo. Ou seja, um carro dimensões menores e acabamento mais simples, no intuito de ocupar a porta de entrada da gama de crossovers e SUVs da VW no Brasil.

A principal virtude do novo Nivus é justamente o visual. Ele tem uma silhueta diferenciada e se destaca pelo caimento suave do teto na parte traseira, o vidro traseiro mais inclinado e o desenho do porta-malas mais avantajado. Por falar em porta-malas, o compartimento do novo VW é maior até que o do T-Cross.

Ele tem bons equipamentos, preços atrativos e é encontrado sempre com o motor 1.0 TSI, combinado ao câmbio de seis marchas.

Abaixo, você pode conferir os principais detalhes do novo VW Nivus 2021:

VW Nivus 2021: versões, equipamentos, preços, consumo, revisões

VW Nivus 2021 – detalhes

Construído a partir da plataforma do Polo, a modular MQB, o novo Nivus surge para preencher a lacuna entre o Polo e o T-Cross. De acordo com a Volkswagen, o novo modelo tem como foco os consumidores milennials, com idade entre 30 e 35 anos. O objetivo da marca é coloca-lo entre os mais vendidos entre os SUVs compactos.

Para conseguir realmente atrair o público, ele aposta no design e na tecnologia embarcada. A começar pelo visual, nenhum segredo: ele mantém a mesma linha de design dos outros carros mais recentes da Volkswagen. A dianteira, porém, é mais agradável e “nervosa” que a do T-Cross.

O destaque mesmo fica por conta da linha de cintura ascendente e o caimento suave do teto, que forma conjunto com o vidro mais inclinado e a traseira mais avantajada.

Por dentro, o modelo é praticamente idêntico ao Polo e Virtus. Um dos grandes diferenciais é o novo volante multifuncional, parecido com o do novo Golf europeu, e também a nova central multimídia.

Como opcional no Comfortline e de série no Highline, o novo Volkswagen Nivus 2021 traz o novo sistema multimídia VW Play, que conforme o comunicado da marca alemã, foi projetado no Brasil com foco no consumidor local.

Essa central tem uma tela sensível ao toque de 10,1 polegadas, com tela temperada anti-risco de alta resolução e funcionamento semelhante ao de um tablet. Oferece recursos como conexão de internet via celular, loja de aplicativos (como iFood, Porto Seguro, Waze, Ubook, entre outros), app “Meu VW” (para agendamento de revisões periódicas, por exemplo), manual cognitivo e memória interna de 10 GB.

VW Nivus 2021: versões, equipamentos, preços, consumo, revisões

Ainda entre os equipamentos, o Nivus tem algumas exclusividades em sua faixa de preço. Uma delas é o controle de cruzeiro adaptativo, que faz o carro acelerar e frear automaticamente em função do tráfego. Este recurso não está disponível nem como opcional para o T-Cross.

Há também sistema de frenagem autônoma de emergência, que evita uma colisão frontal a até 50 km/h, freando o carro automaticamente ao identificar um risco iminente de acidente.

O Nivus oferece ainda outros itens já conhecidos da linha Volkswagen, como o sistema de frenagem automática pós-colisão, detector de fadiga do motorista, chave presencial e partida do motor por botão, painel de instrumentos Active Info Display totalmente digital, entre outros.

O espaço interno é semelhante ao do Polo. Nas medidas, são 4,26 metros de comprimento, 1,75 m de largura e 1,49 m de altura, com distância entre-eixos de 2,56 m. O ponto forte do carro é o porta-malas para 415 litros, maior que o do T-Cross (373 litros).

De acordo com a Volkswagen, a suspensão do Nivus 2021 foi projetada para atender às necessidades dinâmicas do utilitário-esportivo. Ele é 27,5 mm mais alto que o Polo – sendo 10 mm provenientes da própria suspensão e os outros 17,5 mm advindos do conjunto roda/pneu. Com isso, ele tem um vão livre do solo (176 mm) maior que o do Polo, permitindo passar por lombadas e valetas com menos preocupação.

Ele foi desenvolvido pela Volkswagen América do Sul e está sendo produzido na fábrica Anchieta, em São Bernardo do Campo (SP). A VW deve lançar o novo Nivus na Argentina no fim do segundo semestre de 2020, enquanto os demais mercados do continente sul-americano receberão a novidade no primeiro semestre de 2021. A marca cogita fabricar e vender o carro também na Europa.

VW Nivus 2021: versões, equipamentos, preços, consumo, revisões

VW Nivus 2021 – versões

A Volkswagen optou por comercializar o novo Nivus 2021 em somente duas versões de acabamento, ambas com motor 1.0 TSI flex e câmbio automático de seis marchas, resultando numa gama de configurações mais enxuta.

Além disso, somente o Nivus Comfortline 2021 tem opcional. Neste caso, há somente um pacote opcional disponível.

Veja a seguir as versões do VW Nivus 2021:

  • Volkswagen Nivus Comfortline 200 TSI 2021
  • Volkswagen Nivus Highline 200 TSI 2021

VW Nivus 2021 – equipamentos

Volkswagen Nivus Comfortline 200 TSI 2021

Segurança: seis airbags (dois frontais para motorista e passageiro, dois laterais nos bancos dianteiros e dois do tipo cortina), encosto de cabeça com ajuste de altura para os cinco ocupantes, controle eletrônico de estabilidade, controle de tração, assistente de partida em rampas, cintos de segurança dianteiros com ajuste de altura e pré-tensionador, cintos de segurança traseiros automáticos de três pontos, bloqueio eletrônico do diferencial, desembaçador, limpador e lavador do vidro traseiro, faróis com função “Coming & Leaving Home” e luz de condução diurna em LED, fixação Isofix com Top Tether para cadeirinhas infantis no banco traseiro, alarme antifurto, entre outros.

Conforto: ar-condicionado manual, banco do motorista com ajuste de altura, banco do passageiro dianteiro com encosto rebatível, banco traseiro com encosto bipartido e rebatível, direção elétrica “Easy Drive” com coluna ajustável em altura e profundidade, retrovisores externos elétricos com função tilt down no lado direito, luzes de leitura dianteiras e traseiras, piloto automático, sensor de estacionamento traseiro, vidros dianteiros e traseiros elétricos com função one touch nos dianteiros, descansa-braço central com porta-objetos, saída de ar traseira e porta USB para os ocupantes traseiros, tomada 12V no console central

Visual: colunas centrais com aplique em preto fosco, lanternas traseiras em LED, rodas de liga-leve “Troia” de 16 polegadas com pneus 205/60 R16 de baixa resistência a rolagem, rack de teto longitudinal na cor preta, para-choques na cor da carroceria, maçanetas e retrovisores na cor da carroceria, repetidores de seta nos retrovisores, grade dianteira com detalhes cromados, bancos em tecido, entre outros.

Tecnologia: computador de bordo com display multifuncional Plus, sistema start/stop de desligamento automático do motor em paradas curtas, sistema de som com quatro alto-falantes e antena no teto, sistema multimídia Composition Touch com tela sensível ao toque de 6,5 polegadas e App-Connect, volante multifuncional com comandos de som e telefone, volante multifuncional com “paddle shifts”, suporte para celular com tomada USB para carga no painel, entre outros.

VW Nivus 2021: versões, equipamentos, preços, consumo, revisões

Volkswagen Nivus Highline 200 TSI 2021

Segurança: recebe alerta de frenagem de emergência, piloto automático adaptativo “ACC” com função de frenagem de emergência e sistema de monitoramento frontal, sistema de frenagem de emergência anti-colisão frontal até 50 km/h, frenagem automática pós-colisão, faróis de neblina em LED com função “Cornering Light”, faróis em LED, detector de fadiga do motorista,

Conforto: agrega ar-condicionado eletrônico “Climatronic”, sensor crepuscular, sensores de estacionamento dianteiros e traseiros, sensor de chuva, chave presencial, partida do motor por botão, retrovisor interno eletrocrômico, porta-luvas refrigerado, entre outros.

Visual e acabamento: rack longitudinal de teto na cor prata, rodas de liga-leve “Cassino” de 17 polegadas com pneus 205/55 R17, tapetes adicionais em carpete, bancos revestidos em couro sintético, entre outros.

Tecnologia: painel de instrumentos Active Info Display digital, indicador de controle da pressão dos pneus, central multimídia Volkswagen Play com tela sensível ao toque de 10 polegadas, entrada USB no console central dianteiro, entre outros.

VW Nivus 2021: versões, equipamentos, preços, consumo, revisões

VW Nivus 2021 – opcionais

A Volkswagen disponibiliza de opcional somente para o Nivus Comfortline. Veja abaixo:

Volkswagen Nivus Comfortline 200 TSI 2021

Pacote VW Play & Tech (R$ 3.520): agrega volante multifuncional em couro com paddle shifts, sistema de som Volkswagen Play com tela sensível ao toque de 10 polegadas, sistema de frenagem autônoma de emergência anticolisão até 50 km/h e controle adaptativo de distância e velocidade com função de frenagem de emergência e sistema de monitoramento frontal.

VW Nivus 2021 – preços

Veja a seguir os preços do novo Nivus:

  • Volkswagen Nivus Comfortline 200 TSI 2021: R$ 85.890
  • Volkswagen Nivus Highline 200 TSI 2021: R$ 98.290

VW Nivus 2021: versões, equipamentos, preços, consumo, revisões

VW Nivus 2021 – cores

Ao todo, a linha do novo Volkswagen Nivus conta com seis opções de cores, sendo uma delas uma exclusividade do modelo topo de linha Highline 200 TSI.

Veja abaixo as cores do Nivus:

  • Preto Ninja (sólida, sem custo adicional);
  • Branco Cristal (sólida, por R$ 490 adicionais);
  • Prata Sirius (metálica, por R$ 1.570 adicionais);
  • Cinza Platinum (metálica, por R$ 1.570 adicionais);
  • Cinza Moonstone (especial, por R$ 990 adicionais) – exclusiva do Highline;
  • Vermelho Sunset (especial, por R$ 990 adicionais).

VW Nivus 2021 – PcD

Ao contrário do T-Cross, o novo VW Nivus 2021 não conta com uma versão exclusiva para pessoas com deficiência (PcD). Ou seja, visto que a variante de entrada do utilitário-esportivo ultrapassa os R$ 70 mil, não será possível adquiri-lo com isenção de IPI, ICMS, IPVA e rodízio municipal, por exemplo.

Por outro lado, como manda a lei, o modelo poderá ser adquirido com desconto de IPI, com abatimento de 7% no valor final. Como incremento, o Nivus Comfortline terá desconto adicional de 10%, além dos 7 por cento de isenção.

Sendo assim, o Nivus Comfortline 2021 poderá ser adquirido por pessoas com deficiência por R$ 72.346. Este valor representa uma redução de R$ 13,5 mil frente o preço de tabela.

VW Nivus 2021: versões, equipamentos, preços, consumo, revisões

VW Nivus 2021 – motor

O motor que equipa o novo Nivus é um conhecido entre os consumidores de carros Volkswagen no mercado brasileiro. Todas as configurações do SUV cupê compacto saem de fábrica com o propulsor 1.0 TSI (conhecido pela sigla 200 TSI), acoplado ao câmbio automático Tiptronic de seis velocidades.

Este conjunto mecânico é o mesmo encontrado nos modelos Polo Comfortline e Highline, Virtus Comfortline e Highline e T-Cross 200 TSI e Comfortline.

O 200 TSI Total Flex usado no Nivus pertence à família EA211 de motores da Volkswagen e é dotado de recursos como três cilindros em linha, 12 válvulas (quatro válvulas por cilindro), turbocompressor, injeção direta de combustível e duplo coando de válvulas variável. Além disso, ele dispensa o tanquinho auxiliar de gasolina para partidas a frio com etanol.

Ele consegue desenvolver 116 cavalos de potência com gasolina e 128 cv com etanol, a 5.500 rpm. Já o torque é de 20,4 kgfm com qualquer um dos combustíveis, entregue entre 2.000 e 3.500 giros.

Junto a este propulsor está o câmbio automático Tiptronic de seis velocidades (AQ250), com conversor de torque. A tração é sempre dianteira.

VW Nivus 2021: versões, equipamentos, preços, consumo, revisões

VW Nivus 2021 – consumo

De acordo com os números aferidos e divulgados pelo Inmetro, o consumo de combustível do novo VW Nivus 2021 é o seguinte:

Etanol

  • Consumo de 7,7 km/l na cidade;
  • Consumo de 9,4 km/l na estrada.

Gasolina

  • Consumo de 10,7 km/l na cidade;
  • Consumo de 13,2 km/l na estrada.

VW Nivus 2021 – desempenho

A Volkswagen divulga os seguintes números de desempenho do Nivus 200 TSI AT:

Etanol

  • Aceleração de 0 a 100 km/h em 10 segundos;
  • Velocidade máxima de 189 km/h;
  • Aceleração de 0 a 1.000 metros em 31,4 segundos;
  • Retomada de 80 a 120 km/h em 7,2 segundos.

Gasolina

  • Aceleração de 0 a 100 km/h em 10,5 segundos;
  • Velocidade máxima de 184 km/h;
  • Aceleração de 0 a 1.000 metros em 32,1 segundos;
  • Retomada de 80 a 120 km/h em 7,8 segundos.

VW Nivus 2021: versões, equipamentos, preços, consumo, revisões

VW Nivus 2021 – garantia e revisões

Assim como os outros carros de passeio da Volkswagen, o novo Nivus conta com garantia de fábrica de três anos, sem limite de quilometragem.

Já a respeito das revisões, pelo menos até o momento a VW não divulgou os preços tabelados de manutenção do SUV cupê compacto.

Por outro lado, o Nivus é “membro” do programa Revisão de Série da marca alemã, que inclui as três primeiras revisões gratuitas. Ou seja, até os 30 mil quilômetros rodados ou três anos de uso (o que ocorrer primeiro), o proprietário do modelo não terá qualquer custo com as revisões do carro.

Outra novidade é que o proprietário do novo Nivus poderá agendar as revisões através da tela da nova central multimídia VW Play, que é opcional no modelo Comfortline e de série no Highline.

VW Nivus 2021 – concorrentes

Hyundai Creta Smart 1.6 AT – R$ 86.490

VW Nivus 2021: versões, equipamentos, preços, consumo, revisões

Mais barato que o Nivus de entrada, o Creta Smart é uma das alternativas ao novo Volkswagen. Todavia, o SUVzinho da Hyundai é bem menos equipado.

Por R$ 86,5 mil, oferece recursos como duplo airbag, controles de estabilidade e tração, assistente de partida em rampas, piloto automático, start/stop, monitoramento da pressão dos pneus, volante multifuncional, rodas de liga-leve aro 16, entre outros.

Seu motor é um 1.6 litro flex aspirado de até 130 cv e 16,5 kgfm, acoplado a um câmbio automático de seis marchas.

Renault Duster Intense 1.6 Xtronic – R$ 86.690

VW Nivus 2021: versões, equipamentos, preços, consumo, revisões

Também recém-lançado no Brasil, o novo Duster compete com o Nivus de entrada em sua versão Intense, a intermediária da linha. Por R$ 86,7 mil, ele oferece um motor 1.6 litro flex aspirado de 120 cv e 16,2 kgfm, com câmbio automático do tipo CVT.

De série, oferece ar-condicionado automático, central multimídia com Android Auto e Apple CarPlay, rodas de liga-leve aro 16, controles de estabilidade e tração, assistente de partida em rampas, direção elétrica, detector de ponto cego, entre outros.

Ford EcoSport Freestyle 1.5 AT – R$ 87.890

VW Nivus 2021: versões, equipamentos, preços, consumo, revisões

Velho conhecido dos brasileiros, o EcoSport Freestyle também compete diretamente com a novidade da Volkswagen. O modelo em questão, por R$ 87,9 mil, tem motor 1.5 litro flex aspirado de três cilindros, de até 137 cv e 16,2 kgfm, e câmbio automático de seis marchas.

É bem equipado, com direito a ar-condicionado automático e digital, controles de estabilidade e tração, assistente de partida em rampas, sistema anticapotamento, luzes diurnas, central multimídia, rodas de liga-leve aro 16, bancos em couro e tecido, volante multifuncional em couro, piloto automático, entre outros.

Nissan Kicks S 1.6 CVT – R$ 89.990

VW Nivus 2021: versões, equipamentos, preços, consumo, revisões

Por fim, mas não menos importante, há a versão mais em conta do Nissan Kicks com câmbio CVT. O modelo S tem o mesmo motor do Duster, um 1.6 litro flex aspirado, neste caso com 114 cv e 15,5 kgfm.

Tem itens como controles de estabilidade e tração, assistente de partida em rampas, piloto automático, rodas de liga-leve aro 16, direção elétrica, trio elétrico, ar-condicionado manual, piloto automático, entre outros.

VW Nivus 2021 – ficha técnica

Motor

1.0 TSI Flex

Tipo

Dianteiro, transversal, Gasolina e Etanol

Número de cilindros

3 em linha

Cilindrada em cm3

999

Válvulas

12

Taxa de compressão

10,5:1

Injeção eletrônica de combustível

Direta

Potência Máxima

116 cavalos com gasolina e 128 cv com etanol, a 5.500 rpm

Torque Máximo

20,4 kgfm, de 2.000 a 3.500 rpm

Transmissão

Tipo

Automático Tiptronic de seis marchas

Freios

Tipo

Disco ventilado (dianteira) e disco sólido (traseira)

Direção

Tipo

Elétrica

Suspensão

Dianteira

McPherson, independente com barra estabilizadora

Traseira

Eixo de torção

Rodas e Pneus

Rodas

Liga-leve de 16 ou 17 polegadas

Pneus

205/60 R16 ou 205/55 R17

Dimensões

Comprimento total (mm)

4.266

Largura sem retrovisores (mm)

1.757

Altura (mm)

1.493

Distância entre os eixos (mm)

2.566

Capacidades

Porta-malas (litros)

415

Tanque (litros)

52

Carga útil, com 5 passageiros mais bagagem (kg)

451

Peso em ordem de marcha (kg)

1.199

Coeficiente de penetração aerodinâmica (Cx)

ND

VW Nivus 2021 – fotos

Leonardo Andrade

Leonardo Andrade

Leonardo atua no segmento automotivo há quase nove anos. Tem experiência/formação em administração de empresas, marketing digital e inbound marketing. Já foi colaborador em mais de sete portais do Brasil. Fissurado por carros, em especial pelo mercado e por essa transformação que o mundo automotivo está vivendo.

  • omaisbanidodona

    que POLO caro!! ou melhor que GOLZAO caro !!

    • EDU

      Verdade e o interior tbm nao me convence. A vw e muito ctr – c ctr- v com seus carros. Por fora achei ate bem bacana essa caida cupe mas nao deixa de ser um Polao .

      • El Gato!

        O problema não é ser “ctrlC+ctrlV” como você disse. O problema é a padronização de algo que é inferior, pobre em materiais e montagem. Se fosse a padronização de um acabamento como um Passat, Golf GTi, ou até mesmo Tiguan, não haveria problema.

        • Allan Muro

          É né, só que aí custaria 160mil como o Passat.

          • El Gato!

            O Passat tem o EA888. Tem o DQ250. Tem aquecimento dos bancos, massageador, abertura elétrica do porta malas, e diversos outros mimos que o Nivus não possui.
            É claro que com um interior melhor o Nivus seria mais caro. Mas ainda passaria muito longe desses 160 mil.

  • Rael Core

    Esse Nivus tem um porta-malas maior que o Tiguan, é mais barato mas não tem PCD nem motor 1.4…

    • Ricardo Silva

      Sim, eu queria um hatch com porta-malas grande … a maioria dos hatchs atuais tem porta-malas ridículos ….

      • Mauro Moraes

        Nivus parece ser uma boa opção perto dos hatches. Mas fica devendo pros Suvs compactos.

  • Jeanphil

    Se compararmos com a concorrência, até que o Nivus tá valendo hein…

    • and2sm .

      Valendo muito! Vai canibalizar o t cross em casa

  • Airplane

    Vai vender muito …

  • Fellipe Z

    um carro de 100mil reais na versao completa, SEM BANCO de Couro. É isso que as montadores planejam pro futuro dos brasileiros, e se esse carro for bem vendido isso vai se tornar cada vez mais comum nas outras marcas tambem, pode anotar.

    • and2sm .

      Banco de couro da Pra colocar como acessório. Quero ver por ACC em um Creta ou HRV

      • Fellipe Z

        E porque tem acc não pode ter banco de couro? Um exclui o outro?

        • matheus

          6 airbag, acc, freio a disco nas quatro rodas, etc…mas o importante é o trilho do banco e o revestimento em couro.

          • ÓQUEI

            kkkkk prioridades

          • Fellipe Z

            To procurando aqui onde eu disse que esses itens são dispensáveis. O qhe eu disse é que um polo de 98 mil reais deveria vir com couro, além desses itens ou pelo menos ter essa opção. Pra que diabos um exclui o outro?

    • th!nk.t4nk

      Caro é, mas nunca entendi por que no Brasil fazem tanta questao de bancos de couro até nos modelos semi-populares. Meus últimos carros todos tinham banco em couro e é sofrido no verão (com shorts queima a perna sem dó). A única vantagem racional é na facilidade de limpeza. Já no visual é claro que o couro dá um aspecto muito melhor, mas isso nos modelos mais sofisticados, com bancos cheios de detalhes, costuras especiais, etc. Esses bancos de couro básicos são bem mixurucas, feinhos, não agregam muito em relação a um bom revestimento de tecido (IMHO). A meu ver banco em couro só faz sentido em modelos realmente premium, caso contrário é melhor usar este custo em itens mais básicos (tal como o ACC, que é maravilhoso em viagens, ou faróis de LED, ou mesmo um bom HuD).

      • Mion

        Concordo totalmente. Algumas pessoas preferem comprar um carro sem itens de segurança, mas com banco em couro artificial. Que na minha experiência, não acrescenta nada em conforto.
        Os carros brasileiros são recheados de plástico duro, aí o caro fica mais barulhento por não ter o tecido para absorver o barulho.

      • Ricardo Silva

        Concordo, dispenso completamente o banco de couro …

      • Tico

        Nenhum carro no Brasil vem com couro por menos de 100 mil, apenas tecido sintético imitando couro

      • Leonardo C.

        Concordo contigo, eu mesmo se possível pago até a mais pra não ter banco de couro, acho bonito e tal, mas prefiro os de tecido, especialmente o de veludo.

    • Ricardo Silva

      kkk que tara essa galera tem por couro … eu troco o couro por qualquer outro equipamento no mesmo valor

    • ÓQUEI

      Mano, um carro custando menos de 100k sendo ofertado com ACC de série (!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!) Isso é opcional até em carro premium!

      Carai, e tu reclama que não tem “banco de couro”? (???????????????)

      Eu realmente não entendo certas linhas de raciocínio.

    • konnyaro

      Banco de couro nenhum tem. Se você se refere ao material sintético imitando couro acho que não vale a pena colocar, principalmente em um país quente como o Brasil. Seria só por estética, pois funcionalmente um banco de tecido de boa qualidade proporciona maior conforto aos ocupantes.
      Do que estética sou muito mais pelos itens que aumentam a segurança ativa do carro (ABS, controle de estabilidade, ACC etc) pois estes ajudam de fato a evitar acidentes, causados em grande parte por imperícia ou imprudência do motorista.

    • Thiago

      Eu particularmente iria preferir MIL vezes que fosse ofertado banco de alcântara, como tem (ou pelo menos tinha, não sei) na própria vw (tiguan, p. ex). Material extremamente mais agradável do que couro. Só não é melhor pra limpar ranho de criança. Quando fui olhar a tiguan pensei “bom, se não gostar de repente eu coloco couro”. Um mês depois eu já pensava “se comprar outro com couro de repente eu arranco e coloco alcântara”…

    • Tico

      Nenhum carro custando menos de 100 mil vem com couro hoje em dia, apenas tecido sintético imitando couro. Famoso corino.

      • Beluga

        Não é a mesma coisa que corino. Materiais completamente diferentes.

    • Beluga

      Tem banco de couro sim, mas assim como muitas outras montadoras é sintetico. Atualmente apenas marcas de luxo utilizam couro natural.

  • matheus

    Dá de relho nos concorrentes.

  • MarcosGojira

    Interior pobre virou marca registrada da VW msm, é impressionante. No mais, parece uma tartaruga.

    • Vargézio

      Eu estava tentando identificar que bicho é esse. Falou tudo, parece um cagado

  • VR6icardoW

    Esse design daria um belo hatch!

  • Eskarmory .

    Continua sem o acabamento para esconder os trilhos do bancos. No Polo já é difícil de aceitar, nesse Nivea, digo, Nivus, então é inaceitável para a faixa de preço. O exterior é bem interessante, mas o interior… Já falaram por aqui – ”Por fora bela viola, por dentro pão bolorento…”

  • and2sm .

    Quanto ódio contra o Nivus. O que a Highline oferece vale cada centavo, e nenhum outro oferece… vai vender muito ( e tem que vender muito mesmo).

    • Fellipe Z

      Muuuuu, muuuuu. 🐄

  • ocampi

    Estes consumos que informam são corretos? Como meu Ford Fiesta, 1.6 motor Sigma, faz 15km/l na estrada e um carro desse igual ao Nivus faz 13km/l na estrada usando gasolina ????

    • Ernesto

      Você que há tempos frequenta o NA deveria saber que há diferença entre números INMETRO e uso real.

      • ocampi

        Ok e quem vc ?

      • ocampi

        O que me assusta não são os números do Inmetro. São pessoas me vigiando….

  • alfista

    E as fotos do confortline, ficou bem mais feio que ninguen tem coragem de divulgar.

  • Daniel dos Santos

    mas que xinfrinho o controle de climatização

  • Carlos AM

    Vi o vazamento de fotos da versão Comfortline e ela é bem sem graça, principalmente as rodas, muito feias. Parece que a VW fez de propósito para o comprador ir direto na versão Highline.

  • El Gato!

    Esse carro tinha que oferecer o 1.4 TSI de 140 cv.

    • Carlos AM

      Também acho.
      Claro que é apenas um achismo, mas se já há toda essa movimentação dando a entender que o Nivus vai matar algumas versões do T-Cross se a VW oferecer o 1.4 TSI para o Nivus ai que vai enterrar o T-Cross de vez.

      Mas vamos torcer e esperar.

    • Martini Stripes

      Não sei pq pedem tanto por esse motor, o 1.0 anda suficientemente bem. Não vejo pedirem 2.0 no City ou Fit.
      Acho que ainda é muito preconceito com tamanho de bloco, que no brasil virou algo quase igual EUA, onde cilindrada é sinal de melhor, mas isso é muito 1990.

      A Propria Ford tirou 2.0 da Eco. Kicks e Duster, só tem 1.6.
      “a mais Creta, Renegade e HR-V tem versões mais potentes”, e tem um mix de vendas baixíssimo!
      Estava com um Polo, que é praticamente o mesmo carro, e afirmo, o motor é suficiente para a proposta URBANA do Nivus.

      O T-Cross parece maior e mais robusto, 100kg mais pesado, tem entre eixo maior, até vale um 1.4, mas também sai caro.
      @carlos@carlos_am2000:disqus

      • El Gato!

        Seu comentário contém pelo menos duas vezes a palavra “suficiente”. Só isso já basta para corroborar meu ponto de vista. Não quero um carro com motor “suficiente”. Mas claro, teu perfil de uso para um carro pode vir ao encontro da “filosofia dá pro gasto”. Eu é que sou contra esse tipo de coisa. Mas no hard feelings, são apenas opiniões diferentes.
        Se o cofre do motor comporta, se existe uma motorização superior disponível e, obviamente, se existe demanda, não vejo porquê não oferecer a opção do 1.4.
        E se tem mais gente pedindo, conforme você disse, é porque estes consumidores seguem esta linha de pensamento.

        • Fellipe Z

          pra q motor melhor, pra que mais conforto, pra que cobertura do trilho no banco, pra que painel soft touch, pra que opcao em couro…tem a telinha digital e o milagroso ACC…daí da de entender pq essas empresas abusam do brasileiro médio.
          Aqui nos EUA um carro versao topo de linha tem o couro sem custo adicional (vc pode escolher tecido caso prefiro) msm em lugares quentes. fora todo o resto que vem no carro que geralmente é bem mais equipado.

        • Martini Stripes

          Juro que entendo, já tive WRX 2.5 Turbo, Corolla 2.0, Astra 2.0, Focus 2.0, Fiesta 1.0 Rocam (que desespero), Fox e voyage 1.6, new Fiesta 1.6 16v, Renegade 1.8, entre outros, e o último o Polo Higline.
          Repito, o motor tem 20 kgf de torque, e potência suficiente para 99%.
          O 1.4 só vai servir pro super trunfo da mesa de bar. O carro é tecnológico, segurança ativa e passiva, e atende a vários públicos.
          Será um sucesso, só não terei um agora pq to sem grana, mas um semi novo, talvez considere, mas daí avalio um T-Cross Highline 1.4 Com teto solar na jogada 😂😜🤪
          Abraço

      • Carlos AM

        Tenho real consciência da capacidade desse 1.0 TSI pois já tive um Cross Up TSI e já andei no Polo e Virtus.
        Concordo que para a proposta do carro usando suas palavras é “suficiente”.
        Mas como a própria VW enfatizou e muito que o Nivus tem uma proposta esportiva, que é um carro para atender um perfil familiar para cololocar 4 pessoas + bagagem para uma viagem temos que concordar que o 1.4 é muito mais aproprieda e inclusive mais econômico que o 1.0 conforme inúmeros testes e evidências.

        • Martini Stripes

          Família não é o público alvo, esse o T-Cross. Vide propagandas e Público alvo dos produtos.

        • Martini Stripes

          Veja meus outros comentário na discussão.
          E digo mais, a maioria coloca a família num 1.0, quando muito um 1.6, Carro mais forte que isso já entra em uma categoria de carros mais caros ainda do que já são.

        • Martini Stripes

          Um corolla 2.0 tem 21 kgf de torque.
          Estamos falando de um motor de 20kgf num carro 200 kg mais leve.
          Esse motor atende sim a qualquer família comum. Se quiser levar muita carga, nem o um corolla daria conta. O motor 1.4 é otimo? Sim, sem sobra de dúvidas, mas o 1.0 atende sim as necessidades e anseios.
          Quer um esportivo? Fique com o Polo e Viturs GTS.
          Não sei qual a dificuldade das pessoas em não entender os diferentes produtos.
          Se vc quer esquiar na neve, não vai comprar um ski pra água. Simples.
          “cabe no cofre” e vai subir aliquota do IPI, e prejudicar o valor final do produto.
          Enfim, brasileiro olha muito pra cilindrada do motor e potencia. Mas esquece do torque.

        • Martini Stripes

          Pow, achei que a discussão tava boa, entendo seus argumentos e acho que falta capricho e acabamento na família, motor mais forte é sempre bom, mas não acredito que vá faltar motor para 99% do público.

          Abraço

          • Carlos AM

            Ohh amigo, desculpe não ter respondido, é que me esqueci mesmo.

            O principal ponto negativo é a questão do acabamento mesmo, mas pelo o que pesquisei (Participo de um grupo do Polo/Virtus no FB) e algumas pessoas relatam que desde cedo já havia problemas no acabamento batendo, já outros rodaram 60, 70k sem nenhum problema.

            Mas como havia comentado, sei da real capacidade desse 1.0 TSI pois tive um Up TSI por quase 1 ano e já andei no Polo e Virtus e o motor é mais do que suficiente mesmo.

            Se no futuro a VW lançar uma versão R-Line seria uma boa pedida para o 1.4 TSI.

            • Martini Stripes

              É o que acredito tbm, uma versão R Line com 1.4, mas vai vir caro, e não ter Teto solar é complicado para a proposta.
              Fiquei 2 anos e meio com um Polo Highline, entendendo que o Nivus é praticamente o mesmo carro com 50kg a mais apenas, vai dar conta. Claro que 100% carregado vai faltar motor, mas não é o público alvo aqui.
              A vdd é que teria um fácil depois da experiencia do Polo, mas vendi e to sem grana para tal. hahahah
              Abraço

              • Carlos AM

                A diferença entre o Polo e Nivus já é considerável atualmente, em uma versão 1.4 será maior ainda, fora os outros custos incorridos (seguro mais caro, IPVA mais caro, etc).

                E se a VW aderir estratégia semelhante ao que a GM fez com o Onix Plus de lançar em com um preço atrativo para chamar a atenção e depois começar a ter aumentos seguidos vai ser complicado desembolsar R$ 110, 120k em um Nivus =/

  • Mauro Moraes

    O carro ficou bonito. Mas eu não compraria no momento. Trata-se de um Frankstein em cima do Polo original. Um remendo brasileiro que é melhor esperar pra ver as primeiras reclamações. Ao vivo deve ser uma carro muito baixo: 1,49m, menor que um Up! e um Fox. Provavelmente deve sumir perto dos concorrentes citados.

  • Gilberto Lucas de Araujo

    É incrível. Me fale se eu esquecer de algum!!!! Gol, Polo, Golf, Jetta, Virtus, Nivus, etc, etc…. Karaka…. O painel é o mesmo!!!!!

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros para mais de 450 milhões de pessoas, por 15 anos. Saiba mais.

Notícias por email