VW tem 1.000 pedidos de certificados de clássicos em 48 horas

vw certificado de carros classicos 5
vw certificado de carros classicos 5

A Volkswagen começou a emitir certificados de originalidade para modelos clássicos da marca em condições de serem colecionáveis e isso já rendeu algum dinheiro para a marca alemã, que cobra R$ 500 mais frete.

Em 48 horas de ativação do serviço, nada menos que 1 mil solicitações do certificado de clássicos da Volkswagen foram recebidas, o que mostra que muita gente quer ter seu VW antigo com um documento a mais para sua valorização.

Com mais de 6,5 milhões de registrados preservados de carros fabricantes entre as décadas de 50 e 80, a Volkswagen digitalizou estes dados e agora estão disponíveis para quem tem um VW com mais de 20 anos.

O cliente solicita a certidão e a equipe especializada de Desenvolvimento do Produto e de Vendas busca pelas informações de cada veículo em um processo praticamente artesanal.

Depois dessa investigação, o certificado é emitido e enviado para impressão, recebendo o documento um autógrafo de autenticidade das áreas responsáveis pela preservação dos dados, também da Garagem VW, o Desenvolvimento do Veículo Completo e o Departamento de Imprensa da VWB.

Com prazo previsto de 10 dias para análise e pesquisa, a VW agora já diz que esse prazo pode ser maior, devido ao grande número de interessados em ter seu VW “documentado”.

Desde o dia 28 de novembro, a VW já recebeu em seu site (http://www.vwcollection.com.br/institucional/certificado-classico-vw/), mais de 22 mil visitas de curiosos ou interessados no processo.

Isso mostra o quanto os clássicos da Volkswagen são admirados no mercado nacional e, para alguns, a importância que eles têm em suas coleções ou histórias.

Durante décadas, a Volkswagen foi líder de vendas e teve dois modelos que, acumulados, garantiram 49 anos no topo das vendas no país, sendo eles Fusca e Gol.

Com a certidão, muitos deles serão mais valorizados, sendo que os primeiros foram os carros da Garagem VW, sendo eles uma Kombi ‘Corujinha’ 1960, com pintura saia-e-blusa nas cores Vermelho Calipso e Branco Lótus; o TL 1972, na cor branco-lótus; e o Gol 1300, na cor Vermelho Calipso, além do primeiro Gol “placa preta” da história.

google news2 Quer receber todas as nossas notícias em tempo real?
Acesse nossos exclusivos: Canal do Whatsapp e Canal do Telegram!

O que você achou disso?

Toque nas estrelas!

Média da classificação / 5. Número de votos:

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.


Últimas Notícias



unnamed
Autor: Ricardo de Oliveira

Com experiência de 27 anos, há 16 anos trabalha como jornalista no Notícias Automotivas, escreve sobre as mais recentes novidades do setor, frequenta eventos de lançamentos das montadoras e faz testes e avaliações. Suas redes sociais: Instagram, Facebook, X