Avaliações Hatches JAC Motors Vídeos

Avaliação NA: JAC J2

avaliacao-na-jac-j2-2-620x412 Avaliação NA: JAC J2

Desde que chegou ao Brasil, dois anos atrás, a JAC Motors tratou de lançar vários modelos. E o último deles (dentre os carros de passeio) foi o JAC J2. Se trata de um carrinho compacto com preço na casa dos populares, mas que não é exatamente um popular.



Isso porque no valor dele, de 31.990 reais (era de 30.990 reais no final do ano passado) você leva um motor 1.4 e também pacote completo de equipamentos, com ar-condicionado, direção elétrica, trio elétrico, airbag duplo, freios ABS, faróis de neblina, etc.

O motor é o mesmo de até 108 cavalos que equipa o J3. E por isso a marca chinesa define o J2 como o carro de “motor potente” em seu site oficial. O visual do JAC J2 é de certa forma interessante, com uma dianteira mais atraente que a de seu irmão maior. Apenas na traseira é que as linhas não ficam lá muito interessantes mas ainda assim funcionais.

avaliacao-na-jac-j2-4-620x412 Avaliação NA: JAC J2

Usamos o J2 por uma semana atentos ao desempenho e às arrancadas dele, já que no J3 sentimos que faltava um motor com mais torque em baixa ou marchas mais curtas para conseguir sair em uma subida com o carro carregado. E nessa avaliação você verá se neste aspecto o J2 é melhor que o J3 ou se este problema continuou.

JAC J2 – Impressões do interior e qualidade de acabamento

avaliacao-na-jac-j2-16-620x412 Avaliação NA: JAC J2

O interior do JAC J2 segue o mesmo padrão dos outros modelos da marca. Isso significa que ele tem alguns detalhes um pouco diferentes para quem está acostumado com carros feitos para o mercado brasileiro, mas temos também algumas boas qualidades.

O acabamento é todo escuro, como preza o consumidor brasileiro. As superfícies são todas de plásticos rígidos, mas eles são agradáveis ao toque e tem boa montagem. Os bancos são confortáveis e apoiam bem o corpo, porém alguns podem achar sua espuma macia demais. O quadro de instrumentos é um ponto fraco do modelo, pois é muito pequeno, tem uma mistura de azul com vermelho que pode não agradar a muitos, e o espaço dedicado ao conta-giros é minúsculo.

O volante tem aro fino, como nos outros modelos da JAC. Além de poder ter aro um pouco mais grosso, o volante poderia ser um pouco menor, já que a direção tem assistência elétrica e essa redução de tamanho do volante não traria problemas na quantidade de força aplicada para girá-lo. A regulagem do volante é apenas de altura, e tem um curso tão pequeno que acaba não servindo para muita coisa.

avaliacao-na-jac-j2-19-620x412 Avaliação NA: JAC J2

A parte central do painel tem um visual redondo diferenciado, e agrupa o sistema de ventilação e o rádio. O sistema de som tem um visual bem ultrapassado, e a qualidade sonora é fraca. O ar-condicionado é bom e gela rapidamente. Mas notou que essa região central do painel acaba ficando sem saídas de ar, devido ao seu formato?

Isso prejudica na refrigeração da cabine em dias muito quentes. O painel tem uma saída central de ar superior, que fica no topo do painel, mas mesmo tendo aletas voltadas para os ocupantes, ela acaba conseguindo gelar mais as costas do espelho interno do que qualquer outra coisa. O porta-luvas poderia contar com uma tampa, não é, JAC?

Outra coisa que pode ser revista pela JAC é que as saídas de ar redondas que ficam nos cantos do painel não se fixam na posição escolhida. Se você deixa ela virada na diagonal e aciona uma velocidade mais forte do ventilador, o vento faz ela se fechar.

avaliacao-na-jac-j2-20-620x930 Avaliação NA: JAC J2

O espaço para os ocupantes dianteiros é razoável, e na traseira fica um pouco mais apertado. O bom é que por ter um teto alto, o JAC J2 acomoda bem uma pessoa com 1,80 metro de altura sem que essa pessoa bata a cabeça no teto. Já na largura a situação é complicada, ali atrás é melhor irem apenas duas pessoas mesmo.

O porta-malas é meramente ilustrativo, ou seja, é tão pequeno que não pode ser considerado um porta-malas. O JAC J2 foi concebido para ser um carrinho urbano, não um modelo feito para nosso mercado, onde até mesmo o carro popular precisa de porta-malas grande para levar toda a bagagem de uma família em uma viagem. E isso pesa contra ele em nosso país.

avaliacao-na-jac-j2-21-620x930 Avaliação NA: JAC J2

JAC J2 – Vídeo de detalhes

JAC J2 – Comportamento e consumo na cidade

O JAC J2 briga em faixa de preço com modelos 1.0 bem mais pelados do que ele. Mas essa briga é um pouco distorcida, já que uma marca que importa carros para o Brasil acaba oferecendo algo um pouco diferente. Em outros países as pessoas não querem exatamente o que o brasileiro quer, que é carro barato e espaçoso em uma faixa de preço mais baixa.

E o J2 mostra isso claramente. Ele não é um popular, não é 1.0 e também não é muito espaçoso. Por outro lado, tem um pacote bem completo de equipamentos e motor bem potente para sua faixa de preço. Acaba sendo um carro de um segmento mais específico.

A JAC Motors sabe aproveitar bem as qualidades do J2, tanto que destaca que em uma faixa de preço mais baixa o carrinho tem vários equipamentos de série e também um motor bem fortinho. Esse motor 1.4 do modelo (que na verdade não é 1.4, mas tudo bem) equipa também o J3, e em um carro mais leve como o J2 acaba entregando uma boa diversão ao volante.

No mesmo teste de arrancada em subida que fizemos com o J3, o J2 subiu tranquilamente, por ser, obviamente, mais leve. Continua sendo um motor com uma saída fraca, para o padrão que o brasileiro está acostumado, mas isso não aparece tanto no J2.

Já em rotações mais altas – a parte mais interessante de um motor 16 válvulas – o JAC J2 anda muito bem. Ele acaba sendo mais gostoso de usar na cidade do que o J3. O J2 é um carro macio, com suspensão e bancos macios, e isso também agrada.

Foi possível notar claramente no nosso vídeo da cidade uma das deficiências de carro chinês. O parabrisa fino demais fez com que ao pegar uma chuva mais forte, fosse complicado falar com um tom de voz normal, pois o barulho era alto.

O que acaba sendo meio diferente para quem está acostumado com carro feito aqui no Brasil é o conjunto de motor 16 válvulas com câmbio de relações um pouco longas. Isso faz com que tenhamos de reduzir marcha com bastante frequência, para ter sempre um bom desempenho.

Outro ponto negativo que pode ser citado é a falta de forração acústica entre o motor e a cabine. Acaba parecendo que estamos em um carro com o silencioso furado, parece que alguma coisa está errada. É claro que isso pode ser visto também como um ponto positivo, pois o carro passa a sensação de ser mais esportivo do que é. Mas é claro que isso não é agradável para uso diário, pois não é todo mundo que quer ouvir o motor mais claramente assim o tempo todo.

A suspensão do J2 é macia, mas bem adaptada ao solo brasileiro, ela não é macia demais a ponto de prejudicar a estabilidade ou dar impressão de estarmos em um carro mole, solto. O consumo dele na cidade, com gasolina e ar-condicionado ligado, foi de 10,2 km/l. Um consumo pior que do J3 que avaliamos, que passou com folga dos 11 km/l.

JAC J2 – Comportamento e consumo na estrada

Pegamos chuva forte com o JAC J2 também na estrada. Neste momento, percebemos que a estabilidade do carrinho é boa, mas o limpador de para-brisa fez um pouco de barulho, e o vidro traseiro sem limpador prejudica bastante a visibilidade.

Partindo para os detalhes gerais de nossa análise, em relação a desempenho, o J2 acelera bem em arrancadas. No começo da aceleração temos um pouco de falta de fôlego, mas a partir de 2.000 giros ele fica bem mais esperto.

O bom é que o J2 mostra ser um carrinho que gosta que o motorista pise fundo. E nisso aquela falta de forração acústica – que falamos no texto da cidade – ajuda. Pra quem quer um carro com disposição um pouco mais esportiva pode valer a pena.

Mas avisamos que depois de 20, 30 minutos andando na estrada isso começa a incomodar. Quem anda todos os dias na estrada deve evitar um veículo que tenha ruído maior, como o J2. Andando a 110 km/h, não temos uma faixa de rotação otimizada para uso na estrada, então o resultado é que acabamos tendo de reduzir marcha com frequência. Andando a 120 km/h a situação já melhora bastante.

A suspensão do JAC J2 é adequada para uso rodoviário, pois é confortável mas também não deixa de entregar uma boa estabilidade nas curvas, mesmo com pneus pequenos e relativamente finos. O consumo na estrada, andando a 110 km/h com ar-condicionado ligado foi de 12,7 km/l.

Assim como na cidade, o J2 teve consumo um pouco maior que o J3.

JAC J2 – Ficha técnica

Motor: A gasolina, dianteiro, transversal, 1.332 cm³, com quatro cilindros em linha, quatro válvulas por cilindro, comando duplo no cabeçote e comando variável de válvulas na admissão. Acelerador eletrônico e injeção eletrônica multiponto sequencial.

Transmissão: Câmbio manual de cinco marchas à frente e uma a ré. Tração dianteira. Não oferece controle de tração.

Potência máxima: 108 cv a 6 mil rpm.

Torque máximo: 14,1 kgfm a 4.500 rpm.

Aceleração 0 a 100 km/h: 9,8 segundos.

Velocidade máxima: 187 km/h.

Diâmetro e curso: 75,0 mm X 75,4 mm. Taxa de compressão: 10,5:1.

Suspensão: Dianteira independente do tipo McPherson com molhas helicoidais e barra estabilizadora. Traseira do tipo Dual link, com molas helicoidais. Não oferece controle de estabilidade.

Freios: Discos ventilados na dianteira e tambor na traseira. Oferece ABS com EBD de série.

Pneus: 175/60 R14.

Carroceria: Hatch em monobloco com quatro portas e cinco lugares. Com 3,54 metros de comprimento, 1,64 metro de largura, 1,48 metro de altura e 2,39 metros de entre-eixos. Airbag duplo dianteiro de série.

Peso: 915 kg.

Capacidade do porta-malas: 121 litros.

Tanque de combustível: 35 litros.

Produção: Hefei, China.

Itens de série: Trio elétrico, desembaçador traseiro, faróis de neblina, faróis com regulagem de altura, apoios de cabeça dianteiros com ajuste de altura, airbag duplo, ABS com EBD, travamento automático das portas, cintos dianteiros com pré-tensionador, sensor de estacionamento traseiro, porta copos, tomada 12V, volante com regulagem de altura, direção elétrica, ar-condicionado e rádio/CD/MP3/USB com seis alto-falantes.

Fotos Fábio Aro

4.0

  • Vixi, economizaram no parabrisa. A carroceria deve ser mais economica ainda. O que eu gosto da Jac, é que ele sempre empresta os carros pro Eber avaliar. Só por isso merece um joinha meu. Tem montadora que não empresta de jeito nenhum. Medinho…

    • XandeeM

      Apesar de todos os defeitos(existem em qualquer carro),acho bem mais interessante do que Celta,Mille e alguns dos nossos populares.Nenhum deles é seguro ,possui acabamento primoroso,é barato.. e o Jac apesar de ter as mesmas características nos quesitos citados oferece mais equipamento e um motor mais potente pela mesma faixa de preço.

      • Tosca16

        Sei lá traga um sei lá J1 do mesmo tamanho do J3 Turin ou até maior mesmo pelado por R$ 22.900,00 à R$ 24.900,00 pra concorrer com Uno e Clio com esse motor 1.4 num faria feio não no mercado…

      • Ubaldir

        É, mas ele custa 50% a mais que esses modelos citados. Portanto, não dá pra comparar o J2 em termos de mercado com os brasileiros de linha mais básica, que partem de 22 mil. O chinês atua na faixa de Gol, HB20, Pálio e novo Uno, já com uma gama interessante de acessórios. Aí a briga fica bem ruinzinha pra ele. O espaço interno acanhado, porta-malas menor, menor confiabilidade e disponibilidade de concessionárias com relação às marcas tradicionais… tudo pesa contra ele. Achei o danado até simpático. Mas, racionalmente, pouco se tem que justifique a escolha pelo J2.

        • FilipeLafuente

          Justamente. Penso igual você. Se ele atuasse na faixa dos 25 mil, seria, racionalmente, mais justificável.

        • thales_sr

          Não, ele briga com os baratinhos sim. Gol G5 custa 30 mil sim, sem ar, sem vidro eletrico, sem trava, sem abs, e sem motor.

          • Ubaldir

            Gol G5 básico tu acha por 28 mil. Por 33 mil tu compra um HB20 com airbag duplo, Isofix, ar-condicionado, direção hidráulica, computador de bordo, abertura interna do tanque, gaveta sob o banco do motorista, porta-revistas, limpador traseiro, faróis com máscara negra e rodas de ferro aro 14. Fica devendo apenas o ABS ao J2, e uns vinte e poucos cavalos no motor. O mesmo ocorre de forma muito semelhante com Gol, Fiesta, Onix ou Pálio. Em compensação você tem o peso das marcas (mesmo se pensarmos na Hyundai) e a rede absurdamente maior de concessionárias (no caso das 4 grandes), maior espaço interno (banco traseiro), computador de bordo, alguns gadjets a mais, porta-malas, motores flex, algum requinte extra em termos de materiais no interior. Eu optaria por qualquer um dos outros que citei antes de pensar no J2.
            No caso dos baratinhos, por 27 mil a 28 mil você leva Celta completo, Pálio fire completo, Clio completo, Mille completo, Ka completo e algumas outras opções menos atraentes (Gol G4, por exemplo), que ficam devendo apenas cavalos no motor com relação ao oriental. Convenhamos, como o J2 não tem porta-malas, pouco há de se pensar em seu uso rodoviário. Na cidade, os motores 1.0 de 8 válvulas de boa parte da concorrência entregam um comportamento até mais adequado (mais força e disposição em baixos giros em lugar dos cavalos extras em giros altos do J2) para uso urbano. Os 5 mil que o J2 pede a mais que os "baratinhos" não se pagam. Isso sem falar na desvalorização absurda que o comprador do chinês vai ter que enfrentar na revenda, o que pesa ainda mais nessa diferença de preço. Portanto, racionalmente é impossível justificar a compra do pequenino JAC, a despeito de me parecer um carrinho muito simpático e divertido.

          • Carlos_brown

            Já tem um tempinho que o Gol vem vidros e travas e série, não é muito, mas atualiza a critica aí pra ficar mais legal.

        • Edson Roberto

          Além disso, ter um carro sem a saida do ar ccondicionado central seria um problema bem sério.

      • silvio_Brito

        Com33 mil vc compra um palio 1.0 completo (abs/ ab2 / ar / dh / vidros e travas). OK anda menos
        Com os mesmos 33 (acho que se o cara souber negopciar paga ainda menos) da pra levar um uno 1.4 tambem completo.

        Pra mim estes j3 é até legalzinho, mas sem nenhum diferencial. Nada que me atraia.

    • ygoorr

      Todas deveriam até pagar pro Eber avaliar. Pra mim ele faz os unicos videos bons de analises no youtube. Ou voce depende das materias compradas da TV ou vê pelo youtube, e do youtube o melhor é o Eber. Tem umas crianças do youtube que fazem uns videos mas nem sabem se comunicar direito, da até vergonha alheia assistir…

      • Tosca16

        Se todas chinesas pagassem pro NA avaliar seria bem menos preconceituoso o brasileiro , e mesmo assim isento de parcerias o NA faz com o Eber as melhores avaliações possíveis , não que ele seja menos rigoroso pelo contrário até demais em relação a vedação de portas e ruído aerodinâmico que ele fala mais que todos os outros juntos , entretanto mesmo assim Chery e Jac se saíram muitíssimo bem nas avaliações que são verdadeiras e podemos nós mesmos comprovar que alguns outros sites falam demais por puro preconceito pra não dizer "patrocínio" de montadoras tradicionais .

        • Obrigado!

        • Edson Roberto

          Entretanto para um carro que pretende ser usado como carro urbano, ter um consumo na gasolina de 10,2km/l é meio assustador.

      • Valeu ygoorr, eu tento fazer as avaliações com o máximo de imparcialidade possível. Esse negócio de preferir alguma marca como se faz com time de futebol não dá certo pra quem avalia carros.

        • PONCIO PILATOS

          Rapaz, fiquei foi de cara com a saida do ar condicionado, ao centro… é pouca ou nada valia… como um engenheiro (ou conjunto) comete um erro de ergonomia desse… pro ar chegar até o lado direito do corpo do motorista e vice ver do passageiro, nem na potencia máxima.
          no mais, parece que tem bom torque, se for verdade.
          é um carro engraçado, já vi alguns na rua…

          • bedotRJ

            O Vw Up tem uma solução idêntica, saída central por cima do tablier.

            • Edson Roberto

              Que espero que seja modificado ao trazer para nós, pois é horrivel em dia de calor ter um carro que não refrigera bem. Os itens citados pelo Eber em relação as criticas, mais pesaram do que ajudaram. Achei o consumo terrivelmente ruim.

              Para se ter noção, meu C3 1.4 faz os 12km/l declarados com alcool a 110km/h. E se andar constante melhora. Mas é o consumo comum no alcool.

          • 3ic

            esse carro é o c1 chupado de dentro para fora, com pequenas alterações. No caso então foi erro da citroen…kkkkkk

        • Neto

          Gosto de suas avaliações, só não concordo quando fala que o acabamento dos carros é compatível como o preço, isso falando de um carro de quase 50 mil…
          Sendo um carro cheio de plásticos…

          • Edson Roberto

            Mas esse é um carro de R$30 mil e não R$50 mil…

      • duhehe

        Aqueles 2 garotos são sem noção.

        • mve_153

          Eles são tensos, elogiaram o etios bastante, ai chegou na hora do HB20 falaram: o etios é até bom mas o HB20 é muito, mas muito melhor

    • pauloreis

      Eber e companhia, outro fator curioso é a lista dos importados mais vendidos em março, vejam que o carrinho esta em 3°. Sinal que esta entrando no gosto dos Brasileiros. Será? http://g1.globo.com/carros/noticia/2013/04/veja-o

    • afonso200

      vi um na facul, tava do lado do minha barca,,,,, não é horrivel, nem bonito, é tranquilo, o interior poderia ser mais bonito, aquele centro redondo e tal não é muito agradavel

  • JPaulo10

    Fui no lançamento numa ccs aqui perto, em 11/12. Achei-o um kart: giros altos, ronco do motor potente para o tamanho do carro, conta-giros pequeno (à la maverik). Um carro no ponto para universitários.
    Em comparação com o meu ka, achei o acabamento melhor, mais equipamentos, maior espaço interno, 4 portas, garantia de 6 anos, design exterior bonito.
    Desvantagens: revisões de 5 em 5 mil km. (embora tabeladas), porta-malas minúsculo (100 litros), relação de marchas muito longa (pode-se ver o mesmo no video do J3 aqui no NA: na troca das marchas, os giros caem muito), significando que o motor não é econômico.
    Tem um defeito no painel de instrumentos que o Eber também não percebeu ou não comentou: falta uma luz de aviso de lanternas acesas: o motorista vê os instrumentos iluminados e pensa que as lanternas/farois estão acesos, quando não estão.

    • É mesmo, comentei isso na avaliação do J3, e o mesmo problema existe no J2.

    • thales_sr

      Câmbio "wide ratio" significando que o motor não é econômico? Sinceramente, não entendi a relação.

      No mais, prefiro câmbio assim em carros com sobra de potência (como é o caso do JACzinho). Ficar com o motor berrando na estrada só pra "passar lombada em terceira" é que não dá.

      • JPaulo10

        Thales, se eu estiver errado, peço que me ensine.
        Eu acho que a relação de marchas mais longa é feita para o motor trabalhar em menores rotações e, assim, economizar combustível.
        Num Versa, a primeira e segunda marcha são mais curtas, para possibilitar arranques rápidos, enquanto a quarta e quinta são longas, para diminuir a rotação em do motor em estradas.
        No JAC 2, já a primeira marcha é longa.
        Num trânsito pesado, chega a ser irritante a troca de marchas no JAC, porque a rotação cai muito. Pior numa ladeira. Você tem que deixar o pé no fundo do acelerador.

        • thales_sr

          Se a primeira marcha for longa demais, fica chato de estar no anda-e-para do trânsito, realmente. Mas o câmbio "wide ratio" não é necessariamente ter todas as marchas longas não, é ter um espaçamento maior entre as marchas, o giro cai mais numa troca de marcha. A vantagem é usar melhor a elasticidade do motor, e ter as ultimas marchas mais longas.

          • Edson Roberto

            Mas no uso comum que o Eber cita isso não é bem assim. Demonstrou que a relação não é tão interessante já que sempre para qualquer situação, vc deve usar redução de marcha para manter ritmo. Isso é ruim.

            O consumo citado demonstra isso. Só lembrando que um Onix 1.4 faz médias similares só que com etanol.

            • thales_sr

              Consumo pode ser tanta coisa, mas tanta coisa, que culpar um só item por ele é ser leviano…

    • emanwen

      Só pra atualizar ai:
      O J3 2013 já tem o aviso de lanterna acesa
      Todos os carros da Jac já tem revisões de 10 em 10mil km
      abraço

    • mario

      Bom dia,amigo! Tenho um j2,o carrinho é ótimo.Em relação a falta de luz de aviso de lanternas acesas,quando você aciona os faróis do j2, o velocímetro acende dando a dica que os faróis estão aceso,Ok!! Espero ter ajudado!

  • jrevaldo

    Acho os faróis traseiros desse carro bem diferentes. Quando acesos dão uma boa impressão, como acontece com o cielo hatch.

  • TacodeSinuca

    Ainda não tenho coragem de investir em Chines, talvez se eu fosse mais rico e pudesse queimar grana sem me preocupar eu comprasse algum deles, mas por enquanto não rola

  • William_R

    Eu já conheço mais a cidade de Eber do que a minha kkkkkk aqui preciso de gps… Mas a do NA de olho fechado eu rodo tudo kkkkkk

    • Quando vier pra cá nem vai precisar de GPS rsrs…

  • Lexus GS300

    Pontos a observar.

    Conta-giro com atraso no tempo de resposta do motor.
    Localização dos botões de acesso ruim, botões dos vidros elétricos e a ausência de porta luva com tampa.
    Acabamento padrão dos carros da marca.
    AC com difusor central ruim. Bem que o Eber ao avaliar notou um problema desconfortante; o vento sopra atrás do retrovisor.
    Apesar de gelar bem, nos dias quentes ele deve demorar a esfriar o interior do carrinho. É um tipo de modelo que não desmereça uma película nos vidros para tornar mais eficiente o esfriamento.
    Painel com o conta giro extremamente pequeno.
    Enfim um carro de projeto simples e para ser vendido por um preço abaixo de R$ 19 mil pelo mundo.

    Mas concordo com o design que, pessoalmente, acho diferente, exótico.
    E o motor que para o tamanho do carrinho deve ter uma boa resposta na retomada e aceleração.

    • mario

      Boa noite,amigo! Tenho um j2,o carrinho é muito bom.Porta luvas pra mim com ou sem tampa não faz diferença;O conta giros é preciso demais;O ar condicionado esfria o interior do carro muito rápido, o difusor central é excelente. Uso óculos e conta giros enxergo tudo e o tamanho é perfeito, para quem tem problemas na visão e não usa óculos qualquer conta giros é pequeno! NÃO SOU DE FICAR VIAJANDO COM MALAS,POR ISSO O PORTA MALAS É PERFEITO PARA MIM. OK, ABRAÇO!

  • Tosca16

    Ao meu vê não digo que modelos como nosso Uno , Gol G4 , Clio (atual vendido) e outros sejam melhores, mas como na matéria fala claramente o brasileiro prefere um carro maior mesmo que pelado por que leva carga e etc… Pra mulheres mesmo ou pessoas como eu solteiros sem filhos e que saem só pro serviço acho o carrinho maravilhoso , não que seja perfeito muito pelo contrário mas seria uma opção "genérica" da proposta do Kia Picanto bem mais em conta.

  • Caulazaro

    Gostei do carrinho… o ruim dele que eu achei foi o vidro fino. Barulho de chuva é infernal!!!
    Já o ronco eu gosto… um amigo deixou comigo um ka para que eu o ajudasse a vender. Ele tinha um furo no cano e aquilo era bom demais!!! rsrs Nem pegava meu carro mais… andava no kazinho com ronco esportivo, todo dia, durante uns dois meses :)

  • Diogo

    Enfim, um carro para competir com o Etios. Fanboys se pronunciando em 3, 2, 1…

  • O_Corsario

    Seria um ótimo segundo carro ou carro específico para deslocamentos urbanos.
    Claramente tem diversos errinhos de projeto e falhas de adaptação como o AC e o conta-giros minúsculo, mas num carro urbano, típico "people-mover", talvez desse para relevar.
    Me pergunto se talvez não fosse melhor se o motor fosse 8v, pois na cidade acabamos usando muito mais as baixas rotações.
    Enfim, acho os JACs muito caros, e com isso quero dizer o seguinte: eu não assinava o cheque. Não conseguem me tentar tanto assim. Se fosse bem mais barato ou mais atrativo, como foi o J3 em seu lançamento, quem sabe.

    • visanpai

      Poderia ser o segundo carro para o deslocamento urbano: tanque com 35 litros aliado ao consumo de 10km/l + porta malas de 121 l. Mas pela condição do brasileiro (generalizando) ter só um carro para tudo, os "populares" atuais se adequam melhor à essa realidade.

      • O_Corsario

        Sim, por ser um carro de "uso restrito" deveria custar mais barato também. Pouca gente pode ter um "carro apenas para deslocamentos urbanos" custando trinta e poucos mil reais. Já se fosse uns Vinte e muitos, quem sabe.

        • Edson Roberto

          Mas como pode o carro urbano que não refrigera bem (eu mesmo costumo usar o ar condicionado em dias quentes e transito), consumo alto e ainda ruim de desempenho? Eu não ligo pelo fato de ser 16v, mas ligo pelo fato do cambio bem longo.

          Eu posso dizer por experiencia do C3 1.4 pois sou dono e como já andei em um J3 e percebi o quão é bem mais longo, digo que é exageradamente ruim. Parece cambio de Astra em Corsa. O que eu quero dizer é, se vc tem torque abundante para evitar girar bastante o motor, o J2 seria otimo. Mas é esse o caso. O cambio é longo, levar ele usando o cambio em ruas ingrimes é muito incomodo. Eu particularmente não acho interessante esse modelo.

  • CharlesAle

    Seria interessante se custasse menos,tipo uns 28 mil,já que tem defeitos,como falta de limpador traseiro(irrelevante em algumas regiões,creio eu nordeste,mas aqui no ABC,que chove constantemente,é um problema não ter)barulhento(também relativo,tem gente que gosta,eu não gosto)painel à la antigo fox,e é lógico,o exíguo espaço,nem vou entrar no mérito revenda que todos sabem ser problemático um chinês usado,ainda mais em um mercado abarrotado de modelos mais interessantes…..

  • ToniMontanha

    Pra mim não rola.
    Vou de Fiesta Rocam fácil. Mesmo.

    • mauricar20

      E 1.6! pouco mais caro só.

      • dallebu

        Realmente, o 1.6 melhora bastante, mas é meio alcoolatra…. Tinha que ser o Sigma 1.6 16v, esse sim um senhor motor, que tem força e é econômico!

    • dallebu

      O problema dos 1.0 da Ford é que são os 1.0 mais fracos que ja vi na minha vida. Andei um um Fiesta Rocam 1.0, e fiquei pasmo, o carro simplesmente não anda, não responde ao acelerador, e berra pra caramba com suas relações de marcha crutas.
      Sai dele e peguei de volta meu Uno EX 1.0 (Fiasa 57 cv) e parecia que eu tava em uma nave kkkk muito mais silencioso e esperto, pena que no resto o Fiesta espanca meu carro kkk mas no conjunto mecanico não o.O

      • Paulo

        Outro carro bastante fraco que também já andei é a Kangoo 1.0 8V (59 cv)

  • igor

    Prefiro o march!

  • bedotRJ

    Eber, a chuvarada foi bem propícia prá verificar: o limpador traseiro faz falta ou o desenho do vidro traseiro permite um escoamento eficiente?

    Fora isso, uma pergunta seca: se for um comprador que não precisa de espaço no porta-malas, na sua opinião, vale abrir mão de populares 1.0 de preços similares, tais como March, Fiesta Rocam e Uno Vivace, e dar uma chance ao J2?

    • Faz falta sim, comentei no vídeo da estrada… fica tudo embaçado.

      • lachard

        E na cidade, a falta do limpador atrapalha muito?

  • Leo_Galo

    É. parece ter um bom custo benefício, apesar de a JAC ter economizado em detalheres. É um carro interessante, com visual que, provavelmente, agradará mulheres. Porém, se substituisse esse emblema da JAC por um da Toyota, com certeza ia vender bem, evitando o problema da desvalorização. Agora é ver o teste da LatinNCap pra ver se economizaram na matéria prima da carroceria.

  • alexhmoraes

    Por que esse carro não tem o limpador traseiro?

    • Rafael_rec

      Economia porca.

  • Myll

    Eu fiz um test drive no J2, a principio o vendedor não queria deixar alegando que era somente para potenciais compradores? Como assim potenciais compradores? Será que eu nos meus 23 anos não tenho condições de comprar um carro? Depois que aleguei que para ser um comprador em potencial eu preciso ao menos saber se o carro atende as minhas expectativas ele deixou fazer o test drive. Vamos lá. Gosto do designer exótico do J2, isso me agrada pois é algo diferente e chama atenção. Espaço interno bom para mim, nem gordo nem magro, nem pequeno nem alto, medidas medianas. Porta malas não tenho muita utilidade já que mal utilizo a do meu carro atual mesmo, rebatendo os bancos já se resolve alguma coisa. Agora falta limpador traseiro, porta no porta luvas e saidas de ar central, foi o que me fizeram desistir da compra do J2. O pedal do acelerador é muito junto da parede do carro, fica raspando o pé, mas deve ser algo adaptavél. A embreagem é muito curta, curta demais na verdade, estanquei o carro 4 vezes na saida da porta da CSS, mas depois acostumei. Lento nas saidas, mas em giros altos é muito gostoso de se dirigir. O resto é apenas se adaptar ao carro e não incomoda, ao menos a mim. Porém pela falta do que já falei acima, tirei meu cavalo da chuva, não será agora que terei um JAC. Então foi esperar um pouco e trocar meu FIT LXL 1.4 por um SONIC LTZ 1.6 no entanto tenho que esperar aparecer um seminovo, por que 55 mil num SONIC ainda não da pra mim.

    Mas se brincar futuramente, ainda pego um carro da JAC muito fácil, ah se desse pra ser um J5 ^^

  • Renato_Dantas

    Hoje ele é um lixo sobre rodas assim como todos os chineses (senta a pua moçada).

  • xmac

    "Mas notou que essa região central do painel acaba ficando sem saídas de ar, devido ao seu formato?"

    "… as saídas de ar redondas que ficam nos cantos do painel não se fixam na posição escolhida. Se você deixa ela virada na diagonal e aciona uma velocidade mais forte do ventilador, o vento faz ela se fechar."

    Como se sobrevive num dia quente dentro desse carro? Tem que levar palito de fósforo pra ficar segurando as saídas de ar??

  • xmac

    Só com esse papo ridículo do vendedor eu já teria desistido na HORA de fazer o test drive.

  • Tiago_Beneditto

    A Jac motors é a Hyundai da China, parabéns Eber pelo belo trabalho, NA nota dez.

    • Rafael_rec

      Não que a Hyundai seja grande coisa, mas ainda falta uma distância abissal para a Jaca chegar ao nível da Sul Coreana.

      • luis

        Nem tanto viu … marca que cobra preços exorbitantes ( vide Veloster ) , revisões carissimas , atendimento em concessionaria a desejar , se parar para pensar bem , não estão tão distantes assim não , a unica diferença é que a Hyundai aqui tem status de top então muitas pessoas ligam o f***-s* para esses problemas só para ter um carro com fama de ser de marca "top".

  • Alvaro Alves

    O vídeo me ajudou a ter uma impressão melhor do J2. Penso em comprar um desses para a minha noiva, mas ao mesmo tempo vejo a Fiat vendendo o Palio 1.4 por R$ 34.990,00 já completo porém sem rodas de liga leve, e para o caso dela, rodas de liga leve não fazem a menor diferença.
    Acho o Palio mais carro, por uma diferença mínima de R$ 3.000,00, e esse rádio que vem no J2, qualquer rádio CD/USB SONY sai por menos de R$ 200,00 por aí, ou seja, não faz muita diferença.
    Se o J2 custasse uns R$ 27.000,00, que é, por exemplo o preço do Renault Clio completo 4 portas que vem sendo praticado por aí, escolheria este carro, porém passando dos R# 31 mil tem coisa muito melhor por aí.
    Ainda tem o fato de que aqui no Rio com a gasolina cara demais, e o Etanol idem a melhor solução é o GNV vendido a R$ 1,49 o m³, que no meu Novo Uno faz cerca de 13 KM na cidade.
    No porta-malas do J2 não tem condições de instalar por exemplo um cilindro de 10m³ como é o do meu Uno, que apesar de ter o cilindro instalado, ainda tem mais de 100 litros de porta-malas disponível, pois o cilindro não ocupa nem a metade do porta malas, por estar instalado com um suporte que o deixa mais alto, sobrando assim mais espaço.
    Fora que dentro da própria JAC você leva por pouca diferença um J3 com porta-malas maior, saídas do AC em local convencional, limpador traseiro, vidros elétricos nas portas, e maior economia de combustível, como foi comprovado no vídeo.
    Apesar de me parecer melhorado perante o J3, o J2 é caro demais, e pequeno demais, por mais que sua proposta seja urbana, o VW UP virá com um tamanho semelhante, porém com porta-malas bem maior.

  • Alvaro Alves

    O vídeo me ajudou a ter uma impressão melhor do J2. Penso em comprar um desses para a minha noiva, mas ao mesmo tempo vejo a Fiat vendendo o Palio 1.4 por R$ 34.990,00 já completo porém sem rodas de liga leve, e para o caso dela, rodas de liga leve não fazem a menor diferença.
    Acho o Palio mais carro, por uma diferença mínima de R$ 3.000,00, e esse rádio que vem no J2, qualquer rádio CD/USB SONY sai por menos de R$ 200,00 por aí, ou seja, não faz muita diferença.
    Se o J2 custasse uns R$ 27.000,00, que é, por exemplo o preço do Renault Clio completo 4 portas que vem sendo praticado por aí, escolheria este carro, porém passando dos R# 31 mil tem coisa muito melhor por aí.
    Ainda tem o fato de que aqui no Rio com a gasolina cara demais, e o Etanol idem a melhor solução é o GNV vendido a R$ 1,49 o m³, que no meu Novo Uno faz cerca de 13 KM na cidade.
    No porta-malas do J2 não tem condições de instalar por exemplo um cilindro de 10m³ como é o do meu Uno, que apesar de ter o cilindro instalado, ainda tem mais de 100 litros de porta-malas disponível, pois o cilindro não ocupa nem a metade do porta malas, por estar instalado com um suporte que o deixa mais alto, sobrando assim mais espaço.
    Fora que dentro da própria JAC você leva por pouca diferença um J3 com porta-malas maior, saídas do AC em local convencional, limpador traseiro, vidros elétricos nas portas, e maior economia de combustível, como foi comprovado no vídeo.
    Apesar de me parecer melhorado perante o J3, o J2 é caro demais, e pequeno demais, por mais que sua proposta seja urbana, o VW UP virá com um tamanho semelhante, porém com porta-malas bem maior.

  • Alvaro Alves

    O vídeo me ajudou a ter uma impressão melhor do J2. Penso em comprar um desses para a minha noiva, mas ao mesmo tempo vejo a Fiat vendendo o Palio 1.4 por R$ 34.990,00 já completo porém sem rodas de liga leve, e para o caso dela, rodas de liga leve não fazem a menor diferença.
    Acho o Palio mais carro, por uma diferença mínima de R$ 3.000,00, e esse rádio que vem no J2, qualquer rádio CD/USB SONY sai por menos de R$ 200,00 por aí, ou seja, não faz muita diferença.
    Se o J2 custasse uns R$ 27.000,00, que é, por exemplo o preço do Renault Clio completo 4 portas que vem sendo praticado por aí, escolheria este carro, porém passando dos R# 31 mil tem coisa muito melhor por aí.
    Ainda tem o fato de que aqui no Rio com a gasolina cara demais, e o Etanol idem a melhor solução é o GNV vendido a R$ 1,49 o m³, que no meu Novo Uno faz cerca de 13 KM na cidade.
    No porta-malas do J2 não tem condições de instalar por exemplo um cilindro de 10m³ como é o do meu Uno, que apesar de ter o cilindro instalado, ainda tem mais de 100 litros de porta-malas disponível, pois o cilindro não ocupa nem a metade do porta malas, por estar instalado com um suporte que o deixa mais alto, sobrando assim mais espaço.
    Fora que dentro da própria JAC você leva por pouca diferença um J3 com porta-malas maior, saídas do AC em local convencional, limpador traseiro, vidros elétricos nas portas, e maior economia de combustível, como foi comprovado no vídeo.
    Apesar de me parecer melhorado perante o J3, o J2 é caro demais, e pequeno demais, por mais que sua proposta seja urbana, o VW UP virá com um tamanho semelhante, porém com porta-malas bem maior.

  • Alvaro Alves

    O vídeo me ajudou a ter uma impressão melhor do J2. Penso em comprar um desses para a minha noiva, mas ao mesmo tempo vejo a Fiat vendendo o Palio 1.4 por R$ 34.990,00 já completo porém sem rodas de liga leve, e para o caso dela, rodas de liga leve não fazem a menor diferença.
    Acho o Palio mais carro, por uma diferença mínima de R$ 3.000,00, e esse rádio que vem no J2, qualquer rádio CD/USB SONY sai por menos de R$ 200,00 por aí, ou seja, não faz muita diferença.
    Se o J2 custasse uns R$ 27.000,00, que é, por exemplo o preço do Renault Clio completo 4 portas que vem sendo praticado por aí, escolheria este carro, porém passando dos R# 31 mil tem coisa muito melhor por aí.
    Ainda tem o fato de que aqui no Rio com a gasolina cara demais, e o Etanol idem a melhor solução é o GNV vendido a R$ 1,49 o m³, que no meu Novo Uno faz cerca de 13 KM na cidade.
    No porta-malas do J2 não tem condições de instalar por exemplo um cilindro de 10m³ como é o do meu Uno, que apesar de ter o cilindro instalado, ainda tem mais de 100 litros de porta-malas disponível, pois o cilindro não ocupa nem a metade do porta malas, por estar instalado com um suporte que o deixa mais alto, sobrando assim mais espaço.
    Fora que dentro da própria JAC você leva por pouca diferença um J3 com porta-malas maior, saídas do AC em local convencional, limpador traseiro, vidros elétricos nas portas, e maior economia de combustível, como foi comprovado no vídeo.
    Apesar de me parecer melhorado perante o J3, o J2 é caro demais, e pequeno demais, por mais que sua proposta seja urbana, o VW UP virá com um tamanho semelhante, porém com porta-malas bem maior.

  • Alvaro Alves

    O vídeo me ajudou a ter uma impressão melhor do J2. Penso em comprar um desses para a minha noiva, mas ao mesmo tempo vejo a Fiat vendendo o Palio 1.4 por R$ 34.990,00 já completo porém sem rodas de liga leve, e para o caso dela, rodas de liga leve não fazem a menor diferença.
    Acho o Palio mais carro, por uma diferença mínima de R$ 3.000,00, e esse rádio que vem no J2, qualquer rádio CD/USB SONY sai por menos de R$ 200,00 por aí, ou seja, não faz muita diferença.
    Se o J2 custasse uns R$ 27.000,00, que é, por exemplo o preço do Renault Clio completo 4 portas que vem sendo praticado por aí, escolheria este carro, porém passando dos R# 31 mil tem coisa muito melhor por aí.
    Ainda tem o fato de que aqui no Rio com a gasolina cara demais, e o Etanol idem a melhor solução é o GNV vendido a R$ 1,49 o m³, que no meu Novo Uno faz cerca de 13 KM na cidade.
    No porta-malas do J2 não tem condições de instalar por exemplo um cilindro de 10m³ como é o do meu Uno, que apesar de ter o cilindro instalado, ainda tem mais de 100 litros de porta-malas disponível, pois o cilindro não ocupa nem a metade do porta malas, por estar instalado com um suporte que o deixa mais alto, sobrando assim mais espaço.
    Fora que dentro da própria JAC você leva por pouca diferença um J3 com porta-malas maior, saídas do AC em local convencional, limpador traseiro, vidros elétricos nas portas, e maior economia de combustível, como foi comprovado no vídeo.
    Apesar de me parecer melhorado perante o J3, o J2 é caro demais, e pequeno demais, por mais que sua proposta seja urbana, o VW UP virá com um tamanho semelhante, porém com porta-malas bem maior.

  • Alvaro Alves

    O vídeo me ajudou a ter uma impressão melhor do J2. Penso em comprar um desses para a minha noiva, mas ao mesmo tempo vejo a Fiat vendendo o Palio 1.4 por R$ 34.990,00 já completo porém sem rodas de liga leve, e para o caso dela, rodas de liga leve não fazem a menor diferença.
    Acho o Palio mais carro, por uma diferença mínima de R$ 3.000,00, e esse rádio que vem no J2, qualquer rádio CD/USB SONY sai por menos de R$ 200,00 por aí, ou seja, não faz muita diferença.
    Se o J2 custasse uns R$ 27.000,00, que é, por exemplo o preço do Renault Clio completo 4 portas que vem sendo praticado por aí, escolheria este carro, porém passando dos R# 31 mil tem coisa muito melhor por aí.
    Ainda tem o fato de que aqui no Rio com a gasolina cara demais, e o Etanol idem a melhor solução é o GNV vendido a R$ 1,49 o m³, que no meu Novo Uno faz cerca de 13 KM na cidade.
    No porta-malas do J2 não tem condições de instalar por exemplo um cilindro de 10m³ como é o do meu Uno, que apesar de ter o cilindro instalado, ainda tem mais de 100 litros de porta-malas disponível, pois o cilindro não ocupa nem a metade do porta malas, por estar instalado com um suporte que o deixa mais alto, sobrando assim mais espaço.
    Fora que dentro da própria JAC você leva por pouca diferença um J3 com porta-malas maior, saídas do AC em local convencional, limpador traseiro, vidros elétricos nas portas, e maior economia de combustível, como foi comprovado no vídeo.
    Apesar de me parecer melhorado perante o J3, o J2 é caro demais, e pequeno demais, por mais que sua proposta seja urbana, o VW UP virá com um tamanho semelhante, porém com porta-malas bem maior.

  • Garfield_DF

    Num carro popular, perdôo muitas economias porcas, mas jamais o consumo medíocre.
    Pra mim, o consumo deixou muito a desejar para um carro com boa relação peso/potência.

    • Myll

      Falou tudo Garfild_DF. Essa relação P/P deveria ser bem melhor para um carro tão leve com motor tão forte. Meu FIT 1.4 faz aqui na cidade uma média de 12km/l e na estrada uma média de 16km/l na gasolina. Já no etanol é uma tristeza, rodo no etanol apenas para o motor não perder o costume. E olha que o FIT em sí é pesado e eu vejo que ele tem um excelente consumo. JAC pecou muito nisso, e em épocas de gasolina pelos olhos da cara, quanto mais economico, melhor.

  • Rafael

    lixo

  • Fábio Campos Lins

    Pelo consumo Éber, talvez esteja certo, ou errado, pois você deve ter um pé "meio pesado" ou o carro é beberrão mesmo.

    • R0CKERZ

      Eh nessas horas que fico pensando, se com o pé pesado do Eber, o Onix 1.4 fez + de 12 na cidade e + de 16 na estrada..not bad.

  • Eder Matias

    O cara tem algo contra este carro/marca, só pode!

    Se usarmos os mesmos critérios utilizados pelo avaliador nos comentários desse carro, quando avaliar um Celta, Ka, Clio ou Uno você pode resumir a uma palavra: MERDA!

    Desafio: Veja em outros sites as notas que esse carro recebe de seu proprietários e veja as notas dos "populares" nacionais recebem. Dá de goleada.

    Esse chinês é melhor que qualquer coisa denominada "compacto" fabricada aqui no Brasil, e bem mais completo. E melhor de tudo, não é FREX, porque o FREX do LULA é a pior tecnologia que existe e o carro vira um PATO. Não voa e não nada direito.

    Comprei, gostei e voltarei a comprar!

  • Rodrigo

    Queria entender porque alguns hatchs chineses, mesmo os "completassos", economizam no limpador / lavador traseiros. Não é um contra-senso?

  • Rafael

    Bom, no fim das contas é um carro com um bom custo beneficio pra que não precisa de espaço. Como eu havia dito anteriormente, já dirigi o de um amigo e me surpreendi, o motor responde bem e o carro bem estável. No geral é divertido. Por 31 k, oferece muito mais que tranqueiras tipo Celta.

  • eninho

    acho esse j2 lindo! se tivesse dinheiro eu já tinha a muito tempo.

  • Andrex2501

    Acredito que pra quem deseja um popular, está é uma séria opção a ser levada em conta, pois perante aos concorrentes, tem um preço digno e bastante itens de série, mas claro que assim como todos chineses, tem bastante aspectos a serem melhorados!

  • MecanicoDigital

    JAC. Ruim pela própria natureza, kkkkk…

  • Dragoniten

    A dirigibilidade parece divertida, mas esse consumo aí de nem 13km/l na estrada, em um motor monocombustível, matou, hein?

    • matheus

      cara o meu quando comprei tirei da concessionaria e andei 350km de camboriu a ponta grossa subindo a serra e andando com o ar 85% da viajem ligado fiz 13.6km/l…

  • danieldourado_2

    De 480p para 720p não existe diferença nenhuma… O site tem uma qualidade tão boa, poderiam investir em uma câmera melhor pra ver mais detalhes do carro!

    • Guilherme

      so tem uma diferença, a velocidade cai mt rsrs trava mt ( e minha internet nao é ruim)

  • Mr. Car

    "O acabamento é todo escuro, como preza o consumidor brasileiro". Já disse e repito: isso do consumidor brasileiro prezar interiores escuros é invenção de fabricante, que não quer nos oferecer a opção de outros interiores.

    • Rodrigo

      Concordo.

    • jaderf

      concordo ²

  • luizcrjr

    Pra mim, só esses problemas com as saídas de ar mataram o carrinho… já pensou aqui nesse calor do nordeste, eu tava fu….

    • mario

      Boa noite tenho um j2.O barulho do motor , na verdade é um suave ronco do motor que não chega a incomodar. Se vc quer um carro extremamente silencioso, então compra um honda cívic, um corola.No caso do j2 o ronco do motor é gostoso de ouvir. Talvez para dar volta ao mundo o barulho deva incomodar. K…k Resumindo o carro é muito bom. Estou muito satisfeito

  • ToNemAi_

    Eu tinha escutado que o ar desse carro gelava muito. Alguém mais lembra disso? Sobre o barulho do limpador dianteiro e único (ponto fraco mesmo) não achei barulhento pelo vídeo, mas alguém lembra do Fluence? Um barulho infernal e fora do normal, mas não lembro do Eber falar como ponto fraco igual ao J2. Es pecou em esse carro pecou em algumas coisas, mas nada é melhor que muito carro br por ai e o preço 32k ainda está otimo, e o melhor é 1.4 o som do motor me agradou muito. Mas o ruido dentro da cabine foi mesmo bem alto, esse modelo é ainda é chinês? Um coisa acheui que o Eber maltratou muito o motor falanto sobre folego em baixas rotações e ja vi outros carros com o mesmo problemas mas la via ele citando " ah, mas é 16v então pode" mas no chinês pode não? Quem pega um celta ae?

    • Gaf1991

      Engraçado eu já tenho motores com 16v desde 1999 e nunca achei essa deficiencia tão forte assim . Troquei um civic 1.5 at agora em 2012 por um j3 para uso na cidade . É divertidissimo . Dá gosto brincar com ele no alto da boa vista . Eu só me esqueci do cambio automatico que é uma necessidade minha pelo tempo que ando no transito , ai acabou que o j3 fica mais tempo na garagem do que o lancer , que teoricamente tinha comprado só para uso na estrada . Mas eu reparei nesse 1.35 da jac , que ele muda o comportamento principalmente quando se usa podium , muda muito em baixas rotações ele fica bem mais esperto . O Ar condicionado puxa muito do motor em geral . Mas pelo menos comigo as vezes pego ladeiras de inclinação equivalente a do Eber no teste e o meu sobe bem , muitas vezes subo santa tereza e fico parado numa das subidas e só queimo um pouco de embreagem , natural numa subida forte e saio em primeira bem , só seguro mais a marcha , pois ele cai bem a rotação devido ao escalonamento do cambio , que ao meu ver deveria ser mais curto nas primeiras e ultra-longo na 5a , o j3 deveria girar a uns 2900 em quinta ao invés dos 3200 . Só é chato em transito pesado o cambio manual que de resto é bem divertido nesse carrinho ou mesmo no j3 .

  • duhehe

    Os carros da JAC mostram ser bem projetados, sem problemas grotescos.

    Os pontos a melhorar do carro são todos com relação aos materiais e ou qualidade usada no carro, que por ser chines e orientado ao baixo custo foi feito desse jeito.

    Usando os projetos da Jac, mas montando aqui e resolvendo esses probleminhas( vidro mais grosso, lata mais grossa, melhorar isolamento acustico, remapear ECU, mudar as relações de marcha) acho que a Jac pode conseguir se sair bem no mercado.

    • EduP

      Ou seja, fazer outro carro!!

  • LuccasVillela

    Eu gosto desse carro, também acho que essas saidas de ar não são suficientes, mas de resto, é um carro bacana.
    Acho que o consumo pode melhorar um pouco numa cidade maior e tal.

  • junio

    Você ganhou um fan Eber, quando falo de carro com os meus amigos até cito seu nome, inclusive na compra de um nissan versa que se deu graças a sua avaliação valeu, deus te abençoe.

  • xmac

    Eu gosto do visual externo. Sério. Só vi 1 J2 até hoje na rua. Se fosse uns 26k completo, mesmo com esses detalhes acharia uma boa compra. Pena a JAC não pensar assim.

    • Sias

      Também gostei deste carro por fora…mas o interior é dose.

  • dudupruvinelli

    Se o gol tirou 3 estrelas no latin ncap e o polo tirou 4, presume-se que como o J3 tirou 1, o J2 tiraria 1 ou nenhuma. É um carrinho de péssimo gosto, nunca o compraria.

    • CyborgPilot

      Nem eu. Não tem nada nesse carro que me atrai.

    • mario

      Boa noite,tenho um j2, o carro é ótimo,bom consumo,motor maravilhoso,espaço interno sensacional.Estou muito satisfeito com o carro.

  • Renan21

    Eu pensava que o consumo ia ser bem melhor que o do j3, mas acabou sendo pior

    E essa volante? Se juntar 10 desses faz uma roda gingante.

  • anderson_sp

    Se custasse uns R$ 25 mil daria um crédito, pois isso lá na China deve custar uns R$ 15 mil, mas estas chinesas teimam em colocar os carros dela para baterem de frente com carros nacionais com mais tempo de mercado e ficam praticamente fora de cogitação, mesmo sendo completos como gostam de afirmar, mas estão longe de oferecer a mesma confiabilidade (rede de lojas, peças, tempo de mercado, fábrica no país e etc).

  • Resolvido

    Um carro com 121 litros de porta malas, precisa fazer o teste e ver se realmente cabe uma mala ou se deve mudar para Porta Pastas. Esse carro está muito caro pelo que oferece, seria mais útil na casa de preço do conterrâneo ching ling QQ.

  • Rafael

    Porque todo carro chinês eles usam entrada Mini-USB ? O Pen Drive lá é diferente ? Que B*s*a

  • mauricar20

    Eu ja tomei uma canseira de um carrinho desse com meu Punto 1.6, em um retão. Quando chegaram as curvas, ficou pra trás.

    • Tiper

      falou amigo piloto. Na Full Power Lap o j2 virou mais rápido que VW Golf 2.0…

  • cepereira2006

    Cara, se você tem um Fit, nem Jac nem Sonic vão te satisfazer. Você vai trocar de carro e ficar sempre com saudades do seu anterior.

    • Myll

      VOcê tem razão, o J2 seria apenas por ser um carro mais compacto, casaria perfeitamente com minha garagem que ainda tem que acomodar a minha moto, e o SONIC vários outros atributos além de um designer muito lindo e motor mais potente. Porém me vejo também pegando um FIT G2, daqueles top com AC digital da versão mecanica. Nunca tive dor de cabeça com o meu Honda e olha que comprei usado com 62 mil quilometros rodados.

  • cepereira2006

    Não te engane, o Up que chegará aqui será uma carroça pior que o Gol. Nem uma sombra do que ele é na Europa. Um carro que está pronto na Europa precisar de tanto tempo para tropicalização é porque tá sendo mega capado e adaptado para receber peças Made in Brazil. Eu não apostaria minhas fichas no Up brasileiro.

  • cepereira2006

    ABS com EBD. Qual popular traz isto de série?

  • CleSilva

    eu acho esse carro por fora bem parecido com o mercedes A160! so por fora claro!

  • Vinícius

    Pego o meu na segunda-feira. Terceiro chinês na minha casa. Um Lifan 320, o Jac J2 e um Smart chinês. Bem capaz que vou comprar um celta, gol, uno pelo mesmo valor, sendo 1.0 e sem itens que considero básicos em um carro. E motor 1.4. Adeus nacionais. E antes que critiquem: sim, tenho um Lifan 320 e não tive problemas com ele.

    • Viníciusk

      Parabéns.

    • EduP

      É o dono da Xing Ling Automóveis?

  • thales_sr

    Pois é, Gol G5 básico não compara com o J2, e só de botar a/c nele, já passa o preço do JAC.
    Por 33 mil você leva HB20 1.0 (falar de gaveta, porta revista, roda de ferro como itens… vai falar que leva volante de série também??? rsrs)

    Celta completo (com ABS e AB2) é mais de 30 mil, notícia do próprio NA. Palio Fire com ABS e AB2 fica no preço do JAC também, andando menos e bebendo a mesma coisa… Mille completo é sem ABS e AB2… Todas as opções que você falou devem em cavalos, são igualmente inseguros, e muitos não tem ABS + AB2 como opcionais. Então, devemos comparar maçãs com maçãs.

    O J2 tem um ótimo porta-malas, chamado banco traseiro. Não é carro familiar.

  • SilenceBass

    Falou tudo.

    Racionalidade anda em conjunto com certa "comodidade" que todos os modelos citados por você oferecem, a começar pela rede de concessionárias, pronta entrega (na maioria dos casos…), etc.

  • RafaelMeyrelles

    Se comparar esse consumo com o do Onix até desanima.. Ainda mais sendo ambos 1.4

  • Leo Caiana

    Bom, eu fiz um test-drive no j2 em uma concessionária da Jac do Rio. Ela fica no Bairro da Tijuca, é um concessionária grande, bem estruturada e vendedores atenciosos. O Carro é bom, o motor agrada muito, tem um jeito esportivo, é bem equipado, o ar condicionado é elétrico, ou seja, o carro não perde potência com o ar ligado, gela bem, e rápido! É completão por um preço legal É diferente dos outros compactos do mercado, é um outro segmento, não se pode comparar com Gol, Palio, HB20. O J2 não é um carro pra família! Ele está mais pro Fiat 500. Ninguém reclama do porta malas ou do espaço do 500, é porque ninguém vai enfiar uma família inteira dentro dele! Gostei do j2.

    • CyborgPilot

      Tem um jeito esportivo? Onde?!

    • PauloECosta

      Ar condicionado elétrico só em casa amigo. Acredito que tenha pensado em direção elétrica, não? Um carro de passeio não consegue produzir potência elétrica suficiente para alimentar um condicionador de ar elétrico (voltagem X Amperagem).

  • zeuslinux

    O alto ruído que se vê claramente no vídeo do teste feito em estrada mostra que o carro ainda está inferior aos concorrentes do segmento, que também não são grande coisa.

    É aquela coisa: qualidade tem preço. Como os vinhos, nem sempre os caros são bons, mas quase sempre os baratos são ruins.

    • xmac

      Mas tem gente que toma um Chalise e não se importa de acordar com dor de cabeça no dia seguinte hehe

  • noritmodasletras

    Quando entrei num no salão do automóvel, uma coisa que me chamou atenção foi a maçaneta interna. Redonda e nem um pouco ergonômica. Por fora tem um visual interessante. Deveríamos ter mais carrinhos assim, pequenos e bem equipados. Principalmente nas grandes cidades, onde vagas são raras. Mas os carros só fazem crescer. Tenho um Impreza 95 e quando estaciono do lado de um Siena, o italiano parece ser de um gigante.

  • canino_preto

    Realmente ele não é popular….nãooo….parabrisa fino a ponto de não se conseguir conversar sob chuva; péssimo isolamento acústico (som de escapamento furado – parece um esportivo…kkk); aletas do ar condicionado rebeldes, etc… faz favor, defender esse carrinho nesse preço? Um tiquinho a mais e compra-se HB20, Onix, etc…Habib, re-posiciona o carro na faixa certa pra ele começar a vender: 25K e nada mais!

    • Sias

      Imagina….uma pedrinha na estrada e lá se foi o parabrisa.

      • CyborgPilot

        Com certeza. E se chover granizo? Quem garante que esses vidros aguentam?

    • xmac

      Achei estranho esse parabrisa fino, isso não é perigoso???

    • mario

      Boa noite, tenho um j2.O para brisa não é nada disso!!!Se chover forte´o código de trânsito brasileiro,informa: pare e espere diminuir a chuva.Ficar conversando ao volante e dirigir sob chuva forte é bastante perigoso!!!!

  • LeandroBalmant

    Esse motor se mostrou parecido com 1.0. Em subidas ele perde velocidade e em ultrapassagens é preciso trocar a marcha.
    Gostei do desenho do carrinho e painel se mostrou muito bem acabado. Teria um sim, porém não gostei da barulheira do motor.

  • Rafael_rec

    Um carro com apenas 5.600 km e já está rangendo feito carro velho? Quero ver quando chegar nos 40.000 km.

  • Rafael_rec

    Trocar um Fit num Jac? Que retrocesso.

    • Myll

      Pior que eu tenho que concordar com você kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  • rattrap587

    Dá até medo…

  • MatheusAndrade_

    Meu fala sério pagar quase 31.000 por um carro que mesmo sendo chinês tem um porta malas de 121 litros a pessoa nn vai poder ir ao mercado fazer comprar , fazer uma viagem fala sério com esse preço eu compro um hb20 que é mais bonito, moderno e tem um porta-malas de 300 litros ou até um sandero que é espaçoso o que nn falta é oportunidade pense bem antes de colocar um desse na garagem

  • ToNemAi_

    Eu vi alguns videos no youtube de um cara que tem um J5 e monstra o dia a dia dele na cidade, e ele ja subiu varias ladeiras bem longas e o carro foi, claro um motor 1.5 é só para andar mesmo, exigir muito não pode não, mas espero que venha o 1.8 da Jac, pois na china tem e tbm tem o cambio AT, sobre o cambio ser longo acho que com o tempo a jac vai ver e encurtar mais um pouco ele e resolver alguns pontos do j2 que precisam ser revistos, mas qualquer carro sempre tem algo que não agrada. Cara eu acharia muito valido se você tiver tempo fazer um relato do seu carro e mandar aqui pro site, para ajudar na cabeça oca do pessoal que critica tanto o chinês e anda de mille e celta achando que tem algo melhor que o chinês.

    • Gaf1991

      Pode deixar que eu já estava com essa ideia e vou fazer isso sim . Eu a priore ia fazer com um Lancer cvt que eu tenho e já está comcerca de 170 mil rodados , mas como o NA fez uma reportagem sobre ele , não vi necessidade em fazer outra . Mas do J3 vou fazer sim pode deixar .

      • ToNemAi_

        Poxa valeu mesmo, vou ficar esperando.

  • Johnny

    Vejam só, uma caixa de fósforos com rodas e volante!
    Que projeto feio, meu Deus. Horroroso externa e internamente.
    Obrigado, JAC, mas eu passo esse tbm!

    • mario

      Você pelo jeito nem carro tem. deve tá ganhando quanto pra criticar o j2. faça o teste drive.

  • matheus

    bom galera eu comprei um e logo que sai da concessionária tive que viajar 350 km,olha o ar condicionado na minha opinião esfria muito bem a cabine.Achei o carro bem bom.Isso de cambio longo não me importei muito pois no test drive andei em 4 pessoas no carro sendo que duas pesam aproximadamente 100 kg e o carrinho foi muito bem.Pra vc6 terem uma noção o torque deste carrinho chega a 13,9 a 4000 rpm e seu peso 915 se compararmos com o onix que pesa 1012 kg e tem 9,8 kgfm (A) 9,5 kgfm (G) de torque a 5200 rpm vc6 podem ver que tem de sobra um pouco mais de 4 kg de torque no jac isso facilita muito em ultrapassagens msmo com o cambio mais longo,pois o carro é mais leve que muitos 1.0.

    • Vinícius

      Fiz exatamente o mesmo test-drive. Quatro pessoas no carro, ar condicionado ligado e não achei o carro ruim de forma nenhuma. Pego o meu segunda-feira.

  • Rodrigo Luís

    Em notícia que foi postada aqui mesmo no NA mostra que o Celta completo é MAIS do que R$ 30.000,00! Eu tenho um Celta e lhe digo de forma imparcial: o acabamento do Jac é BEM MELHOR do que do Celta. Vi o carro por dentro num shopping, apertei o painel, "simulei" um risco com a minha chave (de leve, pois não sou vândalo), analisei o tamanho interno… E cheguei a conclusão que é de fato o melhor custo benefício da categoria. VW? Essa sim, não merece mais meu RESPEITO. Não enquanto não comercializar os mesmo motores maravilhosos lá de fora. Não essa PORCARIA que ela comercializa aqui dentro que já deixou na mão meu pai (Golf), duas tias minhas (Voyage e Gol g5) e um primo (G5). Falam tanto do câmbio com trocas precisas na VW e eu até concordo que é gostoso, mas NÃO DURA!!! Assim como o motor que veio depois do antigo AP, que é uma BELA PORCARIA! E TENHO DITO!

  • André Elias

    Não acredito nos cavalos Koreanos e Chineses. Tudo PMPO.

    • Gaf1991

      Pmpo é coisa de Hyundai . Os 108 cv da Jac são reais .

      • 3ic

        chineses e coreanos declaram suas potencias pela norma SAE, ou seja, bruta. A concorrência declara pela ABNT ou seja, liquida

  • tiago90j

    implorar pra fazer test-drive é osso!!!

  • Paulo

    O ronco da primeira marcha dele lembra bastante aos motores 1.0 8V e 1.0 16V da Renault.

  • jkpops

    Carrinho simpático e funcional http://onibusbrasil.com/jacksonsleite/

  • jaderf

    Poxa Eber, ensinando errado o povo por aqui e o cara da auto escola ? ultrapassar em faixa contínua, ainda mais com aquelas tartarugas marinhas gigantes, que quase desmontaram o carro…? feio hein…aos 9 min do segundo video…

  • Rogério

    Pode até ser um chinês de poucos recursos, mas pelo menos a palheta do limpador deu um banho na do Renault Fluence GT de R$ 82.000

  • Allan_Cruz

    Acabei de fazer um test-driver do Jac J2. E o carro não aparentou ser barulhento como é apresentado no vídeo, acredito que devido a câmera de Eber estando posicionada no próprio carro, faz com que se perceba o ruído do motor, mas testando o carro só se percebe um pouco de ruído quando se está passando das 4rpm

    Testei todas as velocidades do para-brisa e não apresentou batidas.

    Fora isso, todas as opiniões e a avaliação feita pela NA coincidiu com meu ponto de vista tmb, Motor, Equipamentos internos, Estilo.

  • mario

    Boa noite,tenho um j2, o carro é excelente!!! para quem está pensando em comprar um desses, é bom fazer o test-drive e tirar suas próprias conclusões.Foi o que fiz.Não me arrependo. A concorrência, na maioria das vezes,paga caro para algumas pessoas fazerem críticas aos lançamentos, se liguem!!! O j2 é um bom carro e veio pra quebrar o cartel que existe em quase tudo no Brasil.

  • Magicode

    Olá….também tenho um J2 e o carro anda muito. Tipicamente urbano, não faz feio na estrada e tem um belo visual (pelo menos eu gostei). Na família possuímos mais 02 JACs (J3) além desse e não tivemos problema nenhum até o momento ( o j3 mais rodado está com 15.000KM). O pessoal precisa experimentar para formar opinião sobre o carro e não falar – na maioria das vezes – sem conhecer realmente o veículo.
    Boa sorte a todos…..

  • Wall

    A maioria dos comentarios sao feitos por durangos, desejam mas nao podem, ficam metendo o pau sem entender nada de de automoveis, para descarregar suas frustacoes de nao poderem possui..lo.

  • Sukyake

    Realmente o J2 é um carro de proposta interessante.
    Barato, compacto e com equipamentos de segurança legais.

    Já cheguei a fazer um teste drive em um dos primeiro s J3 que apareceram aqui no Brasil e reparei que o motor não respondia com todo vigor esperado no catálogo, mas os freios ABS EBD (“ABS da Bosch versão 7.1” segundo a vendedora) eram fantásticos e mantinham o carro na linha (frenagem em uma rua esburacadona, padrão comum no Brasil, foi rapidinho nas correções com tímidos ‘zig-zag’).

    Levando em consideração que não enfiaram uma porcaria de um motor 1 litro em um carro tão leve, já tem pontos positivos no desempenho. Não que 1 litro seja ruim, mas que é um atraso tecnológico induzido por leis pouco felizes, sem dúvida é. Basta ver que não é raro um carro 1.0 consumir mais ou mesma coisa que um motor um maior, principalmente em regiões com ruas ingrimes… nesses casos, fica evidente que as leis deveriam favorecer carros com menor emissão de carbono ao invés de uma menor (e não tão eficiente) cilindrada.

    Mas voltando ao J2, o design dele é algo meio exótico e estranho, mas agradável.
    Adorei visitar o site da JAC… com certeza o responsável pela parte de publicação de lá é (perdoe-me a expressão) um completo sem noção… mas considerando o fato que o público comprador de carros populares é predominantemente sem noção também (basta ver que os carros mais vendidos tendem a ser pelo “nome”, não por melhor custo/benefício)… tá tudo beleza! (Esse comédia do site vale a pela ser anexada.)

    Apesar de toda propaganda e tropeços da JAC Motors (e o dos consumidores preconceituosos ou supersticiosos), o J2 é realmente um carro espartano bem legal.
    Com certeza merece um test-drive e um orçamento, ainda mais se você busca um carro para um estilo de vida “solteiro” ou sem filhos… ou mesmo se procura por um segundo carro, só para não tirar a banheira ou caminhonete da garagem.

  • Marcelo

    As únicas avaliações imparciais sobre automóveis que vi aqui no Brasil, o resto e tudo matéria paga. Parabéns ao Notícias Automotivas.

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 11 anos. Saiba mais.

Notícias por email

Send this to a friend