Avaliação: Renegade 1.3 Turbo 2023 ganha performance

jeep renegade 4x4 2023 avaliacao na 46

O Jeep Renegade 2023 chegou como uma boa atualização, trocando motorização, adicionando mais conectividade e mantendo o DNA 4×4.


Com leve alteração no visual, o jovem Renegade é um produto que ganhou seu espaço e o mantém com competência, líder de vendas entre os de sua categoria.

jeep renegade 4x4 2023 avaliacao na 43

Motor flex novo e potente, era o que o Renegade clamava há anos e agora é atendido, porém, esse motor cobra por sua ousadia. Foi 8 ou 80 e, nesse caso, venceu o “80”, sendo até um exagero.

O pequeno tanquinho na Série S com teto, aproveita muito do 1.3 Turbo de até 185 cavalos, adicionando a tração 4×4 e o câmbio de 9 marchas, mas saindo por R$ 172.080. Vale?

Por fora…

jeep renegade 4x4 2023 avaliacao na 49

Num cinza que lembra a cor das viaturas da Marinha do Brasil, o Renegade S T270 4×4 se apresenta com novos faróis full LED “angel eyes”, que lembram o Wrangler, além de grade harmônica.

Nas laterais, rodas aro 19 polegadas em cinza enaltecem a versão, calçada com pneus 235/45 R19. O formato “caixa” do pequeno robusto, é suavizado pelo teto solar panorâmico.

Já na traseira, o novo layout das lanternas em LED agrada, assim como o para-choque avolumado com protetor em cinza. Retrovisores grandes e barras no teto, completam o visual.

Por dentro…

jeep renegade 4x4 2023 avaliacao na 37

O Renegade S T270 4×4 apresenta interior escurecido e mantém o painel, porém, com algumas mudanças interessantes. O novo volante semelhante ao do Commander foi uma boa troca.

Agora ele tem comando do cluster, que tem tela digital com 7 polegadas e medidores luminosos nas extremidades. O display é configurável e o computador de bordo é completo.

jeep renegade 4x4 2023 avaliacao na 25

Contudo, ele travou perto da devolução do carro, não dando mais informações de consumo e nem autonomia.

Assim como no Commander, o cluster não mescla velocímetro e conta-giros com outras funções. Todos os modos de terreno e condução, no entanto, são estilizados no display.

jeep renegade 4x4 2023 avaliacao na 31

A multimídia Uconnect com tela de 10,1 polegadas tem a vantagem de ter conexão via Wi-Fi com projeção de Apple CarPlay e Google Android Auto sem fio.

Falando nisso, há um carregador indutivo de smartphone em posição vertical perto dos modos de condução Auto, Sport, Snow e Sand/Mud. Há também 4×4 com reduzida e bloqueio ao lado.

O ar condicionado é dual zone e há também câmera de ré (ativa por 8 segundos ao rodar), navegação GPS nativa, serviços online, entre outros.

jeep renegade 4x4 2023 avaliacao na 35

Já os bancos em couro são envolventes e apresentam logotipia associada com o modelo e a marca, assim como o “Since 1941” sobre o apoio de braço dianteiro.

O banco do passageiro tem compartimento no assento, enquanto o porta-luvas pequeno. Tendo sistema de som de seis alto-falantes, ele ainda dispõe de conexões USB-A/C.

jeep renegade 4x4 2023 avaliacao na 39

Atrás, sem mudança no espaço interno, que continua pequeno. Sem mágica, acomoda três com limitações. Já o porta-malas de 320 litros não é a melhor opção do segmento.

O teto solar elétrico com vidro panorâmico deixa o ambiente mais iluminado e agradável. Com portas pequenas atrás, merecia difusores de ar para quem vai nessa parte do carro.

Por ruas e estradas…

jeep renegade 4x4 2023 avaliacao na 44

O Jeep Renegade insistiu e foi atendido na linha 2023, adicionando um único propulsor, que substituiu o fraco 1.8 E.torQ e o sempre agradável 2.0 Multijet diesel, infelizmente uma perda sentida…

O pequeno 1.3 de quatro cilindros com seus 1.332 cm³ “modulares” emprega tecnologia em dia com as prestações automotivas, tendo injeção direta de combustível e turbocompressor.

No entanto, ele faz parte de uma máxima técnica que diz que motores pequenos e fortes tendem a beber mais. Isso depende de quanto energia você botará neles e o GSE sobra nisso.

jeep renegade 4x4 2023 avaliacao na 42

São 180 cavalos na caríssima gasolina e 185 cavalos no igualmente caro etanol, ambos a 5.750 rpm. Torque? Ótimos 27,5 kgfm a 1.750 rpm. Com tudo isso, o Renegade 2023 dá e sobra.

O propulsor esbanja força, subindo de giro com vigor e imprimindo velocidade na proporção de seu ronco grave e agradável. Mesmo com 1.570 kg, o Renegade T270 4×4 anda muito bem.

Ele sai rápido e com retomadas ótimas, assim como também faz ultrapassagens com muita folga de giro. Isso também se dá em parte pela transmissão automática ZF 9HP de nove marchas.

jeep renegade 4x4 2023 avaliacao na 36

Ela aproveita muito do torque em baixa para manter uma faixa de funcionamento agradável, mas não se ressente de segurar marcha e fazer o giro alcançar os 6.000 rpm.

O uso de paddle shifts é um extra, mas não é totalmente útil dadas tantas marchas. Ainda assim, você muda no volante ou na alavanca. Há, contudo, um detalhe: a tração 4×4.

jeep renegade 4x4 2023 avaliacao na 40

Ao pisar fundo, o modo Auto distribui a força entre os eixos e a aceleração ocorre de forma linear. Pode-se optar pelo modo Sport e ver o Renegade 2023 engrossar a voz.

Ágil, o pequeno SUV compacto da Jeep vai de 0 a 100 km/h em 9,5 segundos com máxima de 202 km/h. No consumo, porém, a carga de cavalaria no pequeno lhe dá eficiência “E” no Inmetro.

jeep renegade 4x4 2023 avaliacao na 16

Conseguimos 6,5 km/l na cidade e 8,5 km/l na estrada, usando o etanol que veio no tanque, fornecido pela marca. De fato, é um consumo alto, ainda mais que se trata de um carro originalmente pesado.

Fora isso, o pequeno tanque de guerra tem ainda tração nas quatro rodas, ampliando a coisa, apesar de o motor ser pequeno e o câmbio, nem tanto.

jeep renegade 4x4 2023 avaliacao na 20

Outro fator, especialmente na estrada, é a aerodinâmica, sempre em segundo plano no Renegade. A frente quadrada e o para-brisa quase vertical, oferecem muita resistência ao ar.

De qualquer forma, esse é o Renegade e não há como suavizar sua forma, dado que isso seria matar seu próprio estilo. Mesmo assim, rodando a 110 km/h, ele fica pouco acima de 2.000 rpm.

Além do visual parrudo, bem de orientação militar, o Renegade 2023 mantém seu DNA off road ou o chamado “Trail Rated” da Jeep. Com tração nas quatro rodas, ele não é um 4×4 de fato.

jeep renegade 4x4 2023 avaliacao na 9

Na verdade, seu sistema é permanente com variação de força entre os eixos, já que roda continuamente em modo Auto. Existe o bloqueio da tração e a função reduzida da mesma.

Esta última apenas com o carro parado, tendo ainda os modos de inverno e areia/lama, enquanto o Trailhawk continua a ter modo pedra nas opções.

O Jeep Renegade T270 4×4 tem ainda controle de descida para facilitar nos declives irregulares do fora de estrada. Como tem bom torque e potência em abundância, não decepciona no off road.

jeep renegade 4x4 2023 avaliacao na 6

Tendo bons ângulos de entrada e saída, o Renegade T270 conta com suspensão independente nas quatro rodas, que lhe caem bem também na estrada, garantindo ótima estabilidade.

Esta é ampliada com as rodas aro 19 e pneus largos, apesar de serem baixos, sofrendo com algumas pancadas em pedras e buracos. Ainda assim, a suspensão é bem ajustada para a função.

jeep renegade 4x4 2023 avaliacao na 3

Na cidade, ele encara bem as condições ruins do pavimento. O curso da suspensão é adequado e a altura livre do solo evita as temíveis lombadas ou depressões exageradas nas esquinas.

Com direção elétrica bem responsiva, o Renegade 2023 T270 4×4 responde bem também nos freios, com discos nas quatro rodas.

No dia a dia, o Renegade S 2023 conta ainda com estacionamento automático, sensor de ponto cego e assistente de faixa, bem útil para evitar distração na estrada.

jeep renegade 4x4 2023 avaliacao na 33

O controle de cruzeiro, contudo, não é adaptativo, o que é uma pena em um conjunto tão generoso, que não dispõe de opcionais, exceto a pintura em dois tons.

Tem ainda Start&Stop para amenizar a sede do 1.3 GSE Turbo, assim como freio de estacionamento eletrônico. Um Auto Hold é desejável.

Sem perder suas características de um legítimo off roader – já bem provado no fora de estrada – o Jeep Renegade T270 4×4 tem o desempenho que queríamos, mas não com motor flex…

Por você…

jeep renegade 4x4 2023 avaliacao na 47

O Novo Renegade 2023 nessa Série S é bem completo e não tem opções, além de inúmeros acessórios Mopar e as cores. Tem uma versão sem teto panorâmico que sai mais barato.

Com teto, no entanto, destaca uma proposta mais premium e o mesmo agrada com seu ambiente apresentável. Não agrada tanto no cluster digital, mas é elogiável na conectividade.

Sua motorização “80” é muito interessante e sua capacidade no fora de estrada também, assim como as nove marchas que não “esgoelam” o 1.3 GSE Turbo.

jeep renegade 4x4 2023 avaliacao na 8

Não tendo concorrente com seus atributos, o Renegade S T270 4×4 cobra seu conjunto em consumo “8”, algo que não é nada agradável em época de “guerra” de preços altos.

Para quem viverá mais com ele na cidade, não é uma boa opção, mas quem sempre curte um fora de estrada sem boas pretensões aventureiras, ele pode servir bem. Vale? Vale sim.

Medidas e números…

Ficha Técnica do Jeep Renegade S T270 2023

Motor/Transmissão

Número de cilindros – 4 em linha, turbo

Cilindrada – 1.332 cm³

Potência – 180/185 cv a 5.750 rpm (gasolina/etanol)

Torque – 27,5 kgfm a 1.750 rpm (gasolina/etanol)

Transmissão – Automática de 9 marchas com mudanças na alavanca e paddle shifts

Desempenho

Aceleração de 0 a 100 km/h – 9,5 segundos

Velocidade máxima – 202 km/h

Rotação a 110 km/h – 2.000 rpm

Consumo urbano – 6,5 km/litro (etanol)

Consumo rodoviário – 8,5 km/litro (etanol)

Suspensão/Direção

Dianteira – McPherson/Traseira – Multilink

Elétrica

Freios

Discos dianteiros e traseiros com ABS e EDB

Rodas/Pneus

Liga leve aro 19 com pneus 235/45 R19

Dimensões/Pesos/Capacidades

Comprimento – 4.268 mm

Largura – 1.805 mm (sem retrovisores)

Altura – 1.706 mm

Entre eixos – 2.570 mm

Peso em ordem de marcha – 1.570 kg

Tanque – 55 litros

Porta-malas – 320 litros

Preço: R$ 172.080 (base) R$ 174.300

Jeep Renegade S T270 2023 – Galeria de fotos

Autor: Ricardo de Oliveira

Técnico mecânico, formado há 26 anos. Há 15 anos trabalha como jornalista no Notícias Automotivas, escreve sobre as mais recentes novidades do setor, frequenta eventos de lançamentos das montadoras e faz nossos testes e avaliações.