Antigos Clássicos Longform

Clássicos que podem ser importados sem gastar muito

Honda_City_Turbo_II_001 Clássicos que podem ser importados sem gastar muito

Eu sou um imenso fã de carros antigos, gosto tanto deles quanto gosto de chá e torradas. Não importa o ano, a nacionalidade ou a funcionalidade, quando se trata de carros clássicos todos meus preconceitos caem ao chão. Confesso que a década de 80 não me agradou tanto assim, boa parte disso pelo design que ficou marcado pela transição de gêneros e o notável downsizing dos motores e das ousadias no campo da engenharia.



A década de 90 está contemporânea demais para ser tratada como “clássica” e o saudosismo em cima dela chega a ser nauseante, é até perigoso apontar algum problema nos carros dessa época durante uma conversa entre amigos, pois o risco de levar uma facada é bem parecido com uma arquibancada de futebol em dia de clássico. Também não sou muito fã da década de 40 ou 50, apenas por não me identificar com tais carros, embora tenhamos a forte presença dos Hot Rod’s que os representa muito bem na área de modificados, sem falar na Velha-Guarda que é conhecida por uma das comunidades automotivas mais unidas que temos no país.

Bem antes disso, década de 20, o conceito do carro em si ainda era um pouco confuso, bastante diferente do que encontramos hoje, embora seja exatamente nessa parte da história que a indústria começou a aquecer com a entrada de Henry Ford na brincadeira.

Aqui no Brasil, principalmente, ouço muita gente reclamar da falta de opções no mercado de usados quando procuram algum carro para diversão ou hobbie. De fato, estão com razão, pois as escolhas mais famosas (e fáceis) variam entre o super-popular Volkswagen Fusca, o Chevrolet Opala, o Ford Maverick e quem sabe alguns Puma ou DKW.

Importar carros da Europa ou Ásia é uma tarefa extremamente difícil, principalmente por nossa Legislação não permitir entrar no país nada que tenha menos de 30 anos idade, o que é uma pena. Os fãs de carros JDM (Japan Domestic Market) como Nissan Skyline e Toyota Supra são a maioria na lista dos “reclamões”, já que boa parte desses ícones tem inúmeras dificuldades no processo de importação pelo alto preço cobrado em tais carros lá fora, mas ai eu pergunto: seria realmente o “fim do mundo” para os entusiastas? Fico feliz em dizer que não.

O atual ano de 2012 nos possibilita um leque de carros que já podem ser importados legalmente para o Brasil e que marcaram época no mundo inteiro, afinal, encontrar um modelo 1975 ou 1980 em estado impecável e por um preço baixo não é uma tarefa difícil, apenas no Brasil que isso se torna uma tarefa extremamente árdua.

Vamos abordar alguns exemplos aqui: para os mais conservadores da legião japonesa e fãs de carteirinha da marca Honda temos o clássico City Turbo da foto do início da matéria (chassi de codinome AA, completamente diferente do nosso City), um pequeno carro que chegou no ano de 1982 e veio na onda eminente dos hot hatchbacks, pequenos carros de cidade que eram transformados em verdadeiras máquinas inspiradas em suas versões de corrida.

Seus míseros 700kg eram impulsionados por um propulsor 4 cilindros em linha de 12 válvulas e 1.237cc, que acompanhado de um turbo rendia quase 100cv de potência e 15kgfm de torque, isso sem falar na presença da injeção eletrônica , resultando em uma performance marcante para a época: velocidade máxima de 180km/h e 0-100km/h em menos de 8 segundos. Números de dar inveja à qualquer carro nacional até hoje.

No mercado asiático esse carro pode ser encontrado entre 1 e 8 mil dólares (por volta de 2 a 16 mil reais), dependendo do modelo e do estado de conservação. Acredito que não seja só uma opinião minha isso, mas esse preço é extremamente baixo para um carro igualmente exclusivo.

Mas vamos dizer que você seja uma pessoa que não abre mão de um veículo com tração traseira para passear aos finais de semana e tenha condições de investir um pouco mais nesse hobbie que infelizmente é tão difícil de ser sustentado no Brasil. Novamente tendo os veículos japoneses como base, que tal um Nissan/Datsun 240Z (chassi S30)?

DATSUN-240Z Clássicos que podem ser importados sem gastar muito

Diferente do City citado anteriormente, esses 240Z podem ser facilmente encontrados no mercado estado-unidense, além de trazer consigo um DNA de pista que causou inveja em muito esportivo italiano nos anos que ele foi produzido. As opções de motores são variadas, a principal delas é um saudável 6 cilindros em linha de 2.4L carburado que produzia 150cv de potência e era capaz de levar o carro a velocidades acima de 195km/h, além de chegar à 100km/h na casa dos 7 segundos.

Isso sem falar das quatro suspensões serem independentes e do clássico câmbio manual de 4 ou 5 marchas, este último sendo opcional. E quanto custa um clássico japonês como esse nos EUA ? Depende do quão exigente você for, podemos facilmente encontrar carros de 700 até 15.000 dólares (algo em torno de 1.500 a 30.000 mil reais), dependendo da condição do carro ou do quão modificado ele foi pelo antigo dono, alguns deles contam até com moderníssimos motores e kits personalizados de freios e suspensão.

E vale novamente ressaltar, tais carros tem livre acesso ao nosso país tupiniquim pois passaram do prazo de 30 anos de fabricação, aos mais conservadores vale até a tentativa de conseguir uma aclamada (nesse caso, também exclusiva) placa preta.

nissan_skyline-2000-gt-r-kpgc10-1970_r2 Clássicos que podem ser importados sem gastar muito

Sei que a maioria dos leitores fãs de carros modificados vão conhecer esse próximo exemplo: Nissan Skyline 2000GT-R KPGC10, ou entre os mais “chegados”, Skyline C10. Eu não precisaria falar mais nada sobre esse carro, mas vamos lá: a potência é fornecida originalmente por um motor 6 cilindros 2.0L que gerava 160cv de potência na versão mais completa do carro, exatamente a 2000GT-R, mas não foi por esse motivo que o carro ficou famoso entre os fãs.

A alta customização de todos seus componentes foi essencial para seu sucesso na pistas de corrida durante a década de 60 e 70 e com os entusiastas de track-day atualmente, isso sem falar em um assunto que é “tabu”, quando as corridas ilegais eram moda no Japão na década de 80, momento no qual o C10 construiu sua fama de “imbatível”.

Um impecável chassi que é referência até nos dias atuais, uma suspensão incrivelmente bem acertada e um peso reduzido davam ao Skyline C10 um pedigree único entre os carros de rua no Japão, algo bem parecido com o famigerado Subaru BRZ hoje em dia.

Uma jóia dessa pode ser encontrada tanto nos EUA como na Europa por preços razoáveis, mas é do Japão que os melhores modelos podem ser importados por uma faixa de 20 a 30 mil dólares, coisa de 40 a 60 mil reais. É um preço alto, principalmente considerando o valor final que ele chegará em solo nacional, mas para alguns vale cada centavo não só pela exclusividade, como pela paixão automotiva.

Gosto de citar os exemplos japoneses pois eles são a alternativa mais barata e exclusiva aqui no país, dificilmente verá algum veículo japonês clássico exposto ou sequer andando em nossas ruas. Sou freqüentador assíduo de eventos de colecionadores e direto vejo Corvette, Camaro, Mustang e Cia. mas raramente vejo um Nissan, Toyota ou Honda.

Triumph_Spitfire_Mark_IV_-_1972 Clássicos que podem ser importados sem gastar muito

Embora seja um pouco mais caros, os fãs puristas de esportivos europeus agora já podem importar os últimos modelos de Triumph ou MG, carros que pararam de ser produzidos ao final da década de 70 e início de 80 quando os hatchbackes roubaram a cena do mercado interno na Europa. Um modelo em bom estado de conservação do épico Triumph Spitfire pode ser encontrado na Inglaterra por míseras 1.800 libras, algo em torno de 4 mil reais.

Caso vá investir ainda mais na exclusividade, uma Ferrari Mondial QV, de 1982, pode ser encontrada por incríveis 14 mil libras, valor que não ultrapassa a marca dos 40 mil reais. Não é chegado no cavalo-rampante italiano ? Um alemão então, Porsche 944 Turbo, também 1982, por ridículas 2 mil libras.

Talvez você não seja uma pessoa muito interessada em esportivos e goste de um bom clássico de luxo tipicamente britânico, que tal um Jaguar XJS de 1981 e cerca de 60 mil milhas rodadas (100.000km) por menos de 3 mil libras? Tudo isso pode ser encontrado facilmente ao redor da internet e tem condições de entrar no país sem empecilho algum com a lei, e melhor ainda, ao preço final de um Maverick ou Dart.

1981-jaguar-xjs-v12 Clássicos que podem ser importados sem gastar muito

Como disse anteriormente, ainda não é o fim do mundo para os entusiastas e colecionadores automotivos aqui no Brasil. Literalmente, aos poucos a lei vai afrouxando a novas possibilidades vão surgindo para o nosso pacato e restrito mercado de carros usados.

Mesmo que seja um sonho distante para muitos, inclusive que vos escreve agora, recomendo dar uma pesquisada durante o tempo livre sobre o assunto, é fato quase certo de que se apaixonará por um ou outro pacato modelo nunca visto no Brasil.

Mas fica ai uma pergunta à todos: considerando o prazo mínimo de fabricação ser de 30 anos de idade para importar um carro usado, qual sonho gringo gostaria de realizar?

Por Julio Cesar Molchan de Oliveira

  • BlueGopher

    Dá para ficar com água na boca!
    Imagino um Austin Healey, um MGA, Triumph TR4 ou outro roadster deste naipe na minha garagem…
    Pelo conhecimento do autor, qual seria aproximadamente a "taxa de importação" de um clássico?
    (considerando a parte fixa, tipo transporte, documentação, etc e a variável, que é função do preço do veículo)

    • JulioCMO

      A parte fixa é puramente legislativa, além das taxas federais de importação, temos também as estaduais de documentação. Não entrei nesse assunto no texto exatamente por literalmente variar de lugar para lugar. Acredite, só esse assunto daria outro texto. Se não me engano, o Detran local pode dar mais informações sobre isso.

      Já a parte "negociável", que seria o transporte e a importação, isso depende da forma como você irá fazer o processo. Por exemplo: existem importadoras que fazem esse serviço e cuidam de TUDO pra você, ai embutem o preço do serviço no final. Existem também pessoas mais entendidas que fazem isso tudo de forma particular, cuidam do navio/avião e vão até o país pessoalmente fazer o negócio. Geralmente são advogados, juízes… por motivos que nosso Brasil entende bem. Por parte das empresas, existem nacionais e internacionais que fazem isso, ficarei devendo os nomes pois cada uma tem seu "jeito" de fazer as coisas, algumas só importam por lote, outros atendem particularmente…

      • BlueGopher

        Grato!

        • JulioCMO

          Por nada ! Mais abaixo eu postei um comentário com três links que podem te ajudar um pouco.

          • BlueGopher

            Ótimos links.
            Deu vontade de desenvolver o tema e estudar a viabilidade de estabelecer uma empresa de importação de carros especiais.
            Acho que dispor de um expert no assunto lá nos EUA, (e eu conheço um) fazendo todas as pesquisas, localizando os carros desejados, peças, etc, e cuidando de trâmites de exportação para o Brasil seria fundamental.

    • vfreire85

      imagino as broncas na parte elétrica que os componentes da lucas também darão nesses carros…

    • LucaassFerreira

      Pra ficar com mais água na boca… http://www.rkmotorscharlotte.com/sales/inventory/… olhem os preços e os exemplares já vendidos…

      • pedro_bh

        detestei esse site….rsss

        brincadeira…. o pontiac trans-am dourado…..6.6 L…..pqp

  • PONCIO PILATOS

    Puxa, se fosse mais fácil, a importação de um porsche, seria um sonho, mas a dor de cabeça, atravessadores, a fome do fisco, deus me livre….

  • Lord Krauser

    O governo brasileiro como sempre querendo atravessar e ganhar um por fora, não podemos ter carro a diesel aqui em nosso país, pagamos imposto sobre imposto para ter um popular pelado…

    Quando isso vai acabar ?

    <img src=http://1.bp.blogspot.com/-JjhORc2f3Jo/T4JRM623wKI/AAAAAAAAAAo/oyQvdhAFBo0/s1600/true-story-icon-300×296.jpg>

  • rbergesch

    é super difícil importar carros deste tipo, mesmo que tenham mais de 30 anos de fabricação!
    Afinal, se fosse barbada comprar um carro destes, o que teria de Ferrari, Jaguar ou carrinhos antigos desse tipo por aqui?
    Eu mesmo trocaria meu carro por uma Ferrari de 50 mil reais!
    Ou um Jaguar de 3 mil libras!

  • Filipe_Braga

    Nissan Fígaro :))

  • abussade

    Sei que posso comprar um carro com mais de 30 anos de fabricação.
    Mas como escolher o carro? Caso entre em site americano tem vários disponíveis, mas como comprar e quais medidas necessárias para transferência / transporte para Brasil? Tem empresas que "fecham" o negócio e providenciam tudo?

    Tenho interesse, mas muitas dúvidas ainda…

    • Euzi0

      Acho que a melhor maneira é encontrar uma empresa especializada na importação de veículo. Paga-se o preço para eles fazerem todo o processo alem do transporte, mas posso estar enganado (:

    • Herumor_

      li a materia toda procurando essas informações =/
      estou considerando vender o Corcel 73 restaurado e importar um Escort MK1 (o corcel dos ingleses)

      • leosilvano

        Fiquei curioso com o MK1 e fui procurar no Google. QUE ANIMAL! Apaixonei!

      • Luis Felipe CD

        No Uruguay e Argentina tem aos montes, em todo tipo de estado de conservação.
        É mais perto caso o negociante deseje ver o carro, e deve sair bem mais barato, além de existir uma generosa oferta de peças de reposição para antigos nesses países

        • Herumor_

          sim, esse seria o modo mais barato e fácil já que não precisa pagar o frete… complicado é fazer alguma coisa acontecer rápido em questões de documentação no braçiu =/

    • JulioCMO

      Dei mais informações respondendo ao primeiro comentário do texto, do autor BlueGopher, mas existem várias maneiras: duas mais famosas são essas mesmo, procurar uma empresa especializada ou ir pessoalmente ao país ver e acertar o negócio do carro. Tanto nacionalmente quanto internacionalmente é possível realizar esse processo.

      • abussade

        Obrigado Júlio!
        Li o que escreveu. Na verdade, para uma pessoa comum, é bem difícil então… Mais fácil contratar empresa para isso.
        Caso tenha informações de nomes de empresa referência fico agradecido.
        Meu sonho é uma camionete Studebaker, vi várias nos EUA. Mas informações para importação poucas informações de empresas com experiência. Não sei se essas empresas que fazem importação independente (algumas inclusive denunciadas por vender carros de luxo usados como zero Km) assumem importação de usados legalmente.
        Caso tenha informações posto por aqui…

        • JulioCMO

          Eu postei alguns links mais cedo nos comentários abaixo, inclusive sobre a tributação cobrada e duas importadoras independentes.

  • JPaulo10

    As pessoas talvez estejam começando a olhar com carinho os carros antigos, já que os atuais estão caríssimos. Será que um "muscle car" dos anos 70 não chama tanto a atenção quanto um belo (e $$$$$) Veloster?
    Eu ando lendo blogs sobre essas raridades e descobri que, graças à internet, não é muito mais difícil a manutenção de um carro antigo: sempre existe um "club do maverick" ou um "Fórum 4×4", onde proprietários trocam informações para encontrar peças e serviços a preços normais, até mesmo compradas no exterior.
    Ou essa opção talvez sirva também para carros comuns ou populares. Tenho um amigo com um Subaru Impreza com tração integral. E ele está muito satisfeito com o carro.
    Pense bem: você não gostaria, ao invés de um Azera 2009, passear por aí num Ford Mustang 85?

  • MecanicoDigital

    E quanto custa pra trazer uma belezinha dessas?

  • JPaulo10

    Giorgio,
    Mas é a questão da manutenção que eu ressalto. Graças à internet, seu custo vem diminuindo.
    Por exemplo, um motor MWM 3.0 diesel – novo, na caixa – sai por R$ 18 mil. Se você encontra uma picape fora-de-linha (uma Dakota, por exemplo), junto com o novo motor ela sai entre 1/3 e 1/2 de uma zero km. ou semi-nova (porque as montadoras colocaram o preço nas alturas e o mercado de usados segue a ascenção).
    É claro que o seguro dela é impraticável. Mas – dependendo de onde você mora e usa – um seguro contra terceiros resolve o problema.
    Ouvi de um proprietário de Mercedes Benz top, que ela simplesmente NÃO tinha seguro!
    E acho que um Mustang pode custar R$ 60 mil. Então: Mustang ou Azera?

  • CyborgPilot

    Se eu tivesse dinheiro, importaria um Corvette ou um Porsche 911 entre 1975 a 82.

    • AlexMa

      Eles devem estar na faixa de 5 mil dólares. Com taxas e tudo mais ele chega no Brasil por uns 15 mil reais. (ou menos, bem menos… você precisa procurar pois na europa a intenção é ter cada vez menos carros velhos pois eles poluem muito).

      • leosilvano

        Acredito que não chegue só por 15 mil. Tem o frete de um carro desse, que não vai ser menos de uns 10 mil reais. E os tributos incidem também sobre o frete.

        • Antidumping

          Claro que não… Pode preparar pra gastar muito mais de 40 mil a vista… Mesmo que não tenha IPI, paga-se impostos e tarifas…
          Mais taxa do importador, que é o recomendado…

  • fernandez_esp

    Eu queria mesmo algo bem mais "novo": Ford Focus RS Mk1

  • zemarreta

    O problema é dar manutenção num carrinho desses…

    • AlexMa

      Basta substituir por itens nacionais. Infelizmente tem muitas peças que não são encontradas nem no país de origem. Nesses casos a gabiarra é a única solução.

      • zemarreta

        Rapaz, eu tive um Audi A4 que eu comprei com seis anos de uso. Eu vou te dizer, fazer a manutenção de qualquer coisa que não seja trocar o óleo e os itens normais no Brasil é um desafio…
        Além das peças serem difíceis de encontrar, ou caras, mesmo quando vc importa, está sujeito a te mandarem a peça errada, vc não conseguir achar a especificação dela, etc.
        Mesmo depois de achar a peça, vc não acha mão-de-obra que entenda do motor (já que autorizada nem vai querer atuar e/ou cobram preços extorsivos) e aí ou vc cai nas mãos de mecânicos muito careiros, que vêem que vc gosta do carrinho e enfiam a faca, ou acaba indo parar nos zemarretas da vida, que fazem um serviço meia boca, além de arrebentar presilhas, perder pecinhas do acabamento, etc.
        Depois de lutar dois anos pra tentar dar manutenção adequada nesse Audi (e de torrar muuuito dinheiro), eu desisti dele e passei pra frente.

        • Leandro1978

          O medo da manutenção foi o que me fez desistir de comprar um Passat 1.8 Turbo 1999. Era branco, e estava bastante conservado, mas fiquei com medo de ter um gasto excessivo na manutenção. E nem seria para o dia-a-dia, seria para viajar de vez em quando nos finais de semana.

    • Herumor_

      compre um Golf MK1, é quase a mesma coisa que o Golf 0km vendido no Braçiu

      • zemarreta

        O pior é que se vc for olhar mesmo, nos detalhes, o parafuso é diferente, a peça nacional tem uma folga grande demais e não se encaixa no espaço do alemão, etc. Acredite, não é tão simples assim.
        No meu Audi, o máximo que eu consegui usar foi um sensor de temperatura do Apzão 1.8 que se encaixava no meu motor, e que me economizou algumas centenas de reais…

    • JulioCMO

      É aquela coisa… um carro desses é mais um hobbie mesmo, existem pessoas (tipo eu mesmo) que adorariam ter condições de arrumar/restaurar cada pedacinho de um carro que eu fosse importar. Dificilmente iria rodar diariamente, é mais pra… se apaixonar hahaha !

      • zemarreta

        Exatamente, a maioria aqui parece que acha que um carro desses daria para usar como se fosse um gol ou uno que vc tira zero da concessionária e que tem apenas que seguir a manutenção pelos primeiros anos para ele funcionar sem problemas, e que mesmo que dê problemas, as peças se acham na esquina e qualquer zé ruela sabe consertar.
        Esses carros se forem usados no dia-a-dia vão se desgastar muito rápido. Dar manutenção num carrinho com mais de 30 anos precisa de muita dedicação e comprometimento.

  • digo_souza

    ainda falta 10 anos, eu espero, eu espero, skyline r32, rx7 entre outros mitos, ou um daqueles corolas antigos pra começo de festa tbm não e má ideia

  • Herumor_

    quais são as taxas para carro usado???

    se fosse para importar um carro antigo optaria por um Escort MK1 RS ou algum carro americano legal…

  • EuMeSmObYmYsElF

    fiquei tentado no Porsche… e nesse Skyline C10… e no Datsun…

  • O_Corsario

    Importar não é impossível, mas não é nenhum mar de rosas.
    Fuçando na net em blogs sobre carros antigos vemos que muitas pessoas já estão trazendo carros com mais de 30 anos, inclusive alguns já trazem para vender, devem até aceitar encomenda.
    Enfim, a velha história, manutenção na base do e-bay (se bobear sai mais barato que na CSS) e carro para curtir.

  • fkas

    Papo sério? Não compraria nenhum! Primeiro porque os carros dos anos 70/80 não eram lá essas coisas (fora as exceções de sempre), o que limitaria a escolha, e depois porque só vale à pena trazer um carro perfeito (imagina a loucura de recuperar um carro desses aqui…). Juntando o preço de um carro "interessante" em estado impecável com os (imensos e inúmeros) custos da importação, estamos falando de uma quantia bem substâncial, imagino que de R$ 80.000 para cima (BEM para cima se for um carro realmente interessante!!!). "Se" eu tivesse essa grana para dar em um carro antigo, eu preferiria pegar um bom Envemo Super 90 ou um Karmann-Ghia (ambos conversíveis) e usar só para dar umas voltinhas "curtindo"…

  • Ground_Zero

    Fiquei com vontade de trazer esse Ford Bronco V8. É 1979. Esse carro tem muito em comum com nossa F1000 4×4, assim, achar peças de acabamento, interior, buchas etc não será um pesadelo. É lindo e tem utilidade, um verdadeiro SUV e não essas coisinhas de plástico que se vende hoje em dia. Ar condicionado, direção com regulagem de profundidade, vidro elétrico em todas as janelas, inclusive na vigia traseira, tudo original e como novo.

    Manteria o vê-oitão, mas a possibilidade de um motor diesel 0km torna esse "exótico" ainda mais utilitário. Preço? US$ 18.000. Pague outro tanto em impostos, frete e despachantes e você terá o 4×4 do Chuck Norris, exclusivo e em ótimo estado por menos de R$ 100.000,00 (já com um motor dieles eletrônico novo). Exclusivíssimo! O Porsche Cayene não ficaria mais na porta do restaurante quando eu estivesse lá.
    http://broncograveyard.com/readers/r-16306-1979-f

  • JulioCMO

    Se não acontecer nenhum problema com os links, eis três deles pra quem procura mais informações:

    Uma importadora, que parece trabalhar em modelo de lotes: http://www.vpcarimport.com.br/?gclid=CNC47Jr4868C

    Essa outra, que parece ser mais particular: http://www.classicimport.com.br/

    Esse guia de "dicas" pra quem esteja interessado em importações: http://estrategiaempresarial.wordpress.com/2008/0

  • rafthehay

    Tenho um projeto para daqui a uns 5 anos importar um Golf GTI Mk1. Ando lendo sobre importação e coisas assim mas sei que no fim das contas vou recorrer mesmo à uma empresa especializada. Felizmente é um modelo cujo valor no mercado de usados é até bem baixo. Claro que vou subir um pouco a barra para pegar um que esteja em excelente estado, se possível bem reformado :) Ótimo post!

    • viniciusnunesl

      Pode indicar uma empresa que trabalhe com importação? Tenho visto umas, mas não gostei muito.

      • rafthehay

        Pois é, não cheguei a pesquisar empresas. Como meu plano é pra daqui a alguns anos, imaginei que pra conhecer o cenários das importadoras não adianta ver algo muito por agora.

  • FSaccon

    Onde vocês pesquisam estes carro com os preços citados? Procurei aqui por cima e não encontrei nenhum com os preços da matéria.

    • vonask

      ebay

    • rafthehay

      Procuro no eBay ou em fóruns de proprietários de carros específicos (como um Clube do Golf, por exemplo).

      • JulioCMO

        Pode pesquisar no autotrader.co.uk, que atende todo o Reino Unido, o japan-partner.com, que atende ao mercado japonês, o cars.com atende muito bem ao mercado estado-unidense. Infelizmente neste computador que estou no momento não tenho o link de um site de usados neo-zeolandês, que é onde o comércio dos City é maior, mas uma breve pesquisa pode resolver isso.

  • pegadasdamarcha

    o amigão que escreveu a matéria esqueceu do principal: somar os impostos incidentes na importação, frete e taxas de remessa de dinheiro ao exterior, entre outros detalhes.

    O custo médio de um carro importado (30 anos de uso) para chegar no Brasil é de 2.2 vezes maior que o preço anunciado. Exemplo: se um carro custar 10 mil dólares. Calcule esse carro, já no Brasil, por cerca de 22 mil dólares.

  • PauloPGomes

    Prefiro esperar um Ano pra pegar um Toyota Corolla AE86 1983!
    Esse sim é meu sonho!

    • DaniloSouza

      Esse não seria o Trueno no japão?

      • JulioCMO

        Sprinter Trueno, Corolla Levin, Corolla… mudam-se os nomes dependendo do país.

  • Antonio De Julio

    esses carros rodam com nossa maravilhosa gasolina?

    • Kimi_2007

      Só com a pódium, provavelmente.

  • YoOdEx

    Carros clássicos são muito bacana! A reportagem poderia ter mais detalhes, como o custo médio de impostos, o tempo, etc…

    • JulioCMO

      É como eu disse pro colega ali acima, algo assim iria querer um texto exclusivamente para o assunto. Mas se procurar acima na sessão de comentários, verá que postei três links que falam sobre a tributação e dois exemplos de importadoras.

  • Thiagogferreira

    poxa vida sempre quis ter um 240z ou s30z será q com 60 mil da pra fazer tudo importa tudo direitinho um carro desse?

  • Kimi_2007

    Meu sonho se resume a dois carros.
    BMW M3 e30, em breve poderá ser importada, alguns anos apenas.
    E lá em 2030, um modelo mais exclusivo … uma tal de BMW Z8 que hoje em dia ainda dá um show de design e desempenho na maioria dos carros, e se mantem atual, mesmo com 12 anos nas costas já.

  • RafaelPimenta

    Galera me deem uma ajuda? sou louco por mum dodge Charger rt 1968 ou 1969 e gostaria de saber quanto q ficaria pra trazer um pro brasil. se vcs souberem me avisem. Sobre a materia, agr os interessados em skyline vao ter uma ajuda ja que se nao me engano ja esta podendo trazer carros com direção inglesa para o brasil e legaliza-los para andar nas ruas. Só que o problema ainda é importar carros usados com menos de 30 anos de uso para o brasil ja q é proibido. cm isso apenas os skylines de 82 pra baixo poderiam ser importados. O Mitico GT-R r34 nao pode ser importado ainda(no chile tem algumas unidades a venda e nao é tao caro), e o supra tem alguns poucos no brasil(com direçao normal), mas sao muito caros.

  • Long_life_tobigcars

    Dois modelos de sonho para mim de usados.

    Mitsubishi 3000 GTVR4 ano 95
    Mustang GT 5.0 V8 1994.

  • higojoseph

    Queria um mini cooper old, o old vendido aqui é quase o preço do novo,lá em UK deve ter uns baratinhos!!!

  • hugogyn94

    eu quero trazer uma lamborghini miura e uma ferrari 288 gto sao lindos.

  • fbmj
  • Abner

    com certeza um skyline gtr r34 1999

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 11 anos. Saiba mais.

Notícias por email

Send this to a friend