*Destaque *Featured Jeep Lançamentos SUVs

Novo Jeep Compass chega em quatro versões e com preços a partir de R$ 99.990

novo-jeep-compass-NA-2 Novo Jeep Compass chega em quatro versões e com preços a partir de R$ 99.990

O Novo Jeep Compass chega ao mercado brasileiro como uma nova opção da marca americana. Disponível nas versões Sport, Longitude, Limited e Trailhawk, além da série de lançamento Opening Edition, o utilitário esportivo tem preços a partir de R$ 99.990.



Fabricado no Polo Automotivo Jeep, em Goiana/PE, o Novo Compass adota uma plataforma mais moderna, feita com aço HSS de alta resistência, que torna a estrutura 70% mais rígida. Ela é compartilhada em parte com o Jeep Renegade, ostentando ainda um pacote de equipamentos de conforto, segurança e entretenimento sofisticados.

novo-jeep-compass-NA-2 Novo Jeep Compass chega em quatro versões e com preços a partir de R$ 99.990

Com visual inspirado no Grand Cherokee, o Jeep Compass 2017 aposta numa proposta de mais conforto e espaço interno, incluindo porta-malas (410 litros). O modelo mede 4,41 m de comprimento, 1,81 de largura, 1,64 de altura e 2,63 de entre-eixos, pesando até 1.751 kg na versão Trailhawk.

O Novo Jeep Compass é equipado com motores 2.0 Tigershark Flex de até 166 cv com 20,5 kgfm e 2.0 Multijet II diesel com 170 cv e 35,7 kgfm, este último exclusivo das versões Longitude e Trailhawk, enquanto Sport, Longitude e Limited chegarão com o 2.0. A transmissão é automática de seis marchas na versão 4×2 e automática com nove marchas na 4×4, disponível apenas com motor diesel. A máxima é de 194 km/h com aceleração de 0 a 100 km/h em 10 segundos, além de consumo urbano de 9,8 km/litro e rodoviário de 11,4 km/litro, dados da versão Trailhawk.

novo-jeep-compass-NA-2 Novo Jeep Compass chega em quatro versões e com preços a partir de R$ 99.990

A Jeep introduziu algumas tecnologias mais recentes no Novo Compass, entre elas controle de cruzeiro adaptativo, alerta de mudança de faixa e alerta de colisão. Além disso, ar-condicionado automático, faróis de xênon, LEDs diurnos, lanternas em LED, painel digital configurável em TFT, multimídia Uconnect com tela de 7 ou 8,4 pol., navegador GPS, câmera de ré, bancos dianteiros elétricos, sistema de som Beats com 506 watts, 9 alto-falantes e subwoofer, freio de estacionamento elétrico, botão de partida, entre outros.

novo-jeep-compass-NA-2 Novo Jeep Compass chega em quatro versões e com preços a partir de R$ 99.990

Há também sistema de direção com torque dinâmico, controles de tração e estabilidade, assistente de partida em rampa, farol alto automático, estacionamento automático, faróis de neblina com a função curva e tração Selec-Terrain com 4×4 reduzido, além dos modos Sand, Mud, Snow e Rock, esta última apenas na Trailhawk. o HDC é um controle de descida para terrenos muito íngremes.

novo-jeep-compass-NA-2 Novo Jeep Compass chega em quatro versões e com preços a partir de R$ 99.990

A Jeep desenvolveu 2.500 itens exclusivos para o Compass e tem programa de revisões a cada 12.000 km no 2.0 Flex e 20.000 km no diesel. A marca também criou planos de manutenção de até 60.000 km. Na linha de acessórios Mopar, o novo SUV tem 40 itens exclusivos. Em breve, traremos mais detalhes e impressões ao dirigir.

Confira abaixo os preços do Novo Jeep Compass: 

Jeep Compass Sport 2.0 Flex AT6 – R$ 99.990.

Jeep Compass Longitude 2.0 Flex AT6 – R$ 106.990

Jeep Compass Limited 2.0 Flex AT6 – R$ 124.990

Jeep Compass Longitude 2.0 Diesel 4×4 AT9 – R$ 132.990

Jeep Compass Trailhawk 2.0 Diesel 4×4 AT9 – R$ 149.990

Galeria de fotos do Novo Jeep Compass:

 

  • Novo Jeep Compass no Brasil
5.0

Resumo

SUV desse tamanho com preço começando abaixo de R$ 100.000? Nota 5!

COMPARTILHAR:

240 Comentários

Clique aqui para postar um comentário
  • Uma possível briga interna na Jeep, carro bem mais interessante que o Renegade e com preços parecidos, e ainda com porta-malas!!!

    • mais ou menos, o Renegade é pra quem quer chamar a atenção e o Compass é bem mais discreto.. tem gente que vai ver na rua e achar que é um Cherokee!

      • Sinceramente, acho que será um sucesso de vendas, assim como está sendo o Renegade!
        Comparando a versão de entrada, por exemplo, o que se leva melhor nessa categoria no mercado atual com 100k ??? Achei ele uma opção bem melhor que IX35, ou até Sportage! Se for comparar com RAV ou Tiguan, pra mim, ele se destaca ainda mais! Não consigo ver nenhum concorrente tão equipado, bonito e com preços tão competitivos como esse carro, na atual conjuntura!

        • Concordo, se a JEEP divulgar as somas das revisões abaixo dos R$ 3.000,00, tem tudo para ser um sucesso, pois tem muito carro e SUV nesta faixa, mas o preço das revisões….. sem chance.. Vide meu sonho de consumo A3 Sedan …

          • Acabou de fazer isso comigo. Perdeu sentido muito sedan médio com preço turbinado.

            • Aí depende do seu dinheiro, pois um cruze completo por 107k e um Longitude mais ou menos com os mesmos itens passa fácil de 110k. Somente para colocar os air bags já vai um dinheiro bom.

        • Acredito que o preço vai se comportar parecido com o renegade: No
          começo vão vender com ágil e logo depois sucessivos aumentos. Esse preço
          de lançamento não fica nem por 1 mês.

      • E daí qual é o problema? sinceramente!!! deixar de comprar esse Compass para compra um renegado sem porta-malas e com motor de pálio, só se for para chamar a atenção pela burrice!!!

    • Preços parecidos é bondade sua. O Renegade Sport parte de 87 o Limited de 97.

      • Considerando que o Compass diesel mais barato ta 133k e o Renegade com alguns opcionais chega nesse valor, dependendo dos itens de série do Compass faz sentido o que ele falou.

        • Outro site fala em 2ab des série. A Sport deve ter bancos em tecido e Ar-condicionado manual. Nada diferente da concorrência Sport e IX35, mas na tabela custam mais que o Compass, 112 e 115 mil.
          Espero que tenham mais itens de segurança de série, mas achei que viria mais caro algo na faixa dos 110mil. Logo 10 mil a menos não é ruim.

          • Acho revoltante um carro acima de 100 mil ter air bags como opcional. Mas como me disse uma vendedora da Jeep, ninguém nunca pediu pra ela esse pacote de segurança, já o pacote de roda 18 e banco de couro…

            • Acho absurdo compacto acima de 70 mil e médio acima de 80 mil sem pacote completo de airbags e a tal sopa de letrinhas. Mas isso sou eu, o mercado pensa diferente.

              • Tb acho que deveria vir de série o kit de segurança.
                Mas ao menos, para quem quer pagar um pouco a mais e levar tais itens, certamente terá essa opção, pelo menos seguindo a linha de opcionais da FCA.
                Achei o carro muito bacana e os preços aceitáveis diante de nossa triste realidade! Se o Renegade Sport Automático parte de 87 com aquele motor bem fraco, esse Compass partir de 100mil com um motor APARENTEMENTE bem melhor e com porta-malas de verdade parece ser um melhor negócio. Vamos aguardar os testes para sabermos a real!

              • Também acho, mais o mercado não somos nós que ditamos as regras e sim a maioria acéfala…

            • Pela ficha técnica a versão sport não é uma boa ideia, pois muitos itens nem como opcional podem ser acrescidos. No momento esta opneng edition parece ser a mais acertada no custo beneficio, o que já parte dos 107k, mais o restante dos airbags deve ficar em uns 110k. O que já esta melhor que o Sportage e IX35 de entrada. Essa mentalidade do povo de país emergente que se acha…

            • lembram que o antigo compass teve notas baixas nas avaliações de segurança, e esse aí?

          • Na verdade lá fora o Compass é uma categoria abaixo da IX35, Sportage, CR-V e RAV-4. É até menor. Ele fica na faixa de preço do Renegade e HR-V.

          • Os airbags são opcionais.

            Então o diesel ficou bem no que eu achava: 139.990, quando se acrescenta os pacotes de airbags e bancos em couro. Se quiser o teto panoramico, joga mais 7 mil.

            2.0 flex Sport 7 airbags 103.200
            2.0 flex Longitude 7 airbags 109.990
            2.0 flex Longitude 7 airbags e couro 113.490

            2.0 Diesel Longitude 7 airbags e couro 139.990
            2.0 Diesel Trailhawk TOP 170.590

            O Sport possui rodas 17, LEDs, central de 5″ com navegação e câmera de ré. Além de sensor de ré.

            Olha, a Sport e a Longitude Flex vão vender bem.

            • A Longitude vai vender demais. Vale cada centavo dos 7mil q custa a mais q a verdao Sport

              • Esqueci de comentar que o que você fala realmente é verdade. A diferença de 7 mil é bem convidativa. O problema é achar essa versão na concessionária. Que é o que eu acredito. Posso estar errado, mas é o que a lógica indica.

          • Jeep Compass Longitude 2.0 Flex AT6 – R$ 106.990

            Até mesmo o HRV

      • Ele tá falando dos modelos a Diesel e das versões flex mais caras;Limited Edition e Longitude,que já beiram aos 90 mil….Creio que o povo não hesite e saia equipando o carro com os vastos opcionais. Na diesel,a diferença diminui

      • E, pelo retrospecto recente, isso é preço de lançamento. Mês que vem sobe e, em 3 meses, estará custando uns 20% mais.

    • Sim, aqui em casa deixou de entrar um Renegade devido a sua malinha menor que da Fox da minha irmã. Só queria saber agora se as trocas de óleo (para a versão diesel) continuarão a custar a facada de 1300 reais como no Renegade.

    • Acho que não Renegade é quase R$ 15.000,00 mais barato e somente perde no porta malas. Pois o desempenho dos dois será igual, o motor do Compass é mais potente, entretanto o torque é quase o mesmo do 1.8 flex! O peso do Compass é maior então os dois irão ter desempenhos parecidos! Agora na versões a diesel o Compass vai acabar com o Renegade, preços muito próximo!

    • Esses preços próximos devem durar só uns 30 dias. O que vem acontecendo é essa política de lançamento com preços “enxutos” para gerar notícia e logo vem aumento sobre aumento.

    • Ele bem poderia ser um “Grand Renegade”.
      As dimensões são próximas a de um Duster.

    • Pega quem quer mais espaço, mas não quer o HRV.
      Eu por exemplo não gosto do HRV, acho muito simples por dentro e visual de brinquedo.
      Esse Jeep é mais bonito que o Honda, e tem melhor espaço que Renegade, e melhor motor.

    • Acho bem dificil, pq o esperado por esse carro era na faixa dos 110 a 170k , entao logo ele terá um aumento, esse preço deve ser apenar de lançamento !

    • A briga vai ser na Honda(conversa ouvida por uma fonte confidencial na reunião de desespero pós-lançamento do Compass):
      *** Presidente para a América do Sul – E agora, como ficarão as vendas do HR-V?
      *** Chefe do departamento de marketing – Sem problemas, faremos promoções engana trouxa: Jogo de tapetes de brinde!
      *** Chefe do departamento de vendas – Pode ser que isso não seja suficiente! Que tal baixarmos um pouco, digo, bem pouco, os preços?
      *** Presidente para a América do Sul – Não me parece uma boa ideia! Liga para a matriz imediatamente e consulta sobre essa possibilidade!
      *** Presidente mundial – O que? Baixar preços? No Brasil? Alguém aí está querendo perder o emprego?
      *** Presidente para a América do Sul – Eu avisei!
      *** Chefe do departamento de marketing – OK! Vamos dar o jogo de tapetes e o IPVA!
      *** Chefe do departamento de vendas – Acho que isso ainda não é suficiente!
      *** Presidente para a América do Sul – É bom que isso funcione, ou cabeças vão rolar!
      *** O cara que servia o cafezinho – Eu acho que vocês estão fodidos!
      *** O faxineiro – Eu tenho certeza!
      Saldo da reunião: duas demissões.

    • carrão , bem bonito, uma boa opção ! motor moderno, e equipamentos bem legais ! acho que essa versão de entrada é uma boa opção !

  • Espero que não repita as falhas bobas do Renegade, como o miolo que trava a chave…

    • O de minha mae foi resolvido em meia hora na Jeep Stefaninni Osasco. Excelente pos venda.

  • Uma coisa que eu nao vi fala em lugar nenhum ainda, ele tem teto solar em alguma versão???

    • Vai vender bem.Muitos compraram o Renegade por causa da “Aura premium” Boa suspensão,belo design e acabamento(Esqueceram que bebe horrores na versão flex) e compraram a rodo,além da Jeep ter boa mídia e já tinha reputação boa entre os modelos importados.
      Agora vai arrasar(as pessoas queriam um carro maior que o Renegade) e aí está.Vai vender muito

  • Vai ter Android auto/Apple carplay pra fazer bom uso da telona? Acho bem falho lançamentos virem sem isso atualmente.

    • Acho bem falho um carro não ter um bom conjunto mecânico, Motor,suspensão e câmbio… isso tem que ser a base, carro tem de começar por ai… depois, imprescindível, os itens de segurança, ativa e passiva… só então, devemos devemos começar a oservar o restante… primeiro tem de fazer a lição de casa com o básico…

      • Sim, isso tudo que vc falou pra mim é o básico, o que se espera e que provavelmente será atendido no Compass, fora a parte de airbags de série.
        O ponto a que me refiro é de que nada adianta ficar tacando tela de 8 polegadas, e obviamente o consumidor está pagando por ela, e ter exatamente a mesma utilidade que uma de 5 quando já temos tecnologia pra um melhor uso dela em modelos bem mais simples.

    • Bem bonito , montei um no site da Jeep , saiu 103,990k , pena que a taxa de juros é de cobrar ate a alma, fui fazer um palno com entrada de 65k para a toro OpenEdition 93k so de juros iria pagar quase 16k, assim é dificil comprar!

  • Gostei mais do para-choque do Azul do que do Branco, o para-choque do Branco seria da versão mais cara?

    • acho q é o da longitude a diesel .. a trailhawk é a com as paradinhas em vermelho de reboque .. eu acho!

    • Pára-choque branco é a Limited(mais cara dentre os flex)

    • Não, é como no Renegade, a versão diesel tem um angulo de ataque melhor com o para-choques modificado.

      sabe que nesse caso eu preferi a versão a gasolina.

  • Concordo, ainda mais que a jeep fez o bom trabalho de divulgação da marca através do Renegade, hj o público em geral não tem mais o pé atrás ou medo do desconhecido.

    • ‘popularizaram’ a marca pra depois voltar a investir nos segmentos acima e agora com uma rede de lojas bem maior que na época do lançamento do Renegade e clientela formada, podendo até mesmo fidelizar o pessoal que comprou o Renegade e está contente com a marca.. a estratégia tem se mostrado certeira.

      • A Jeep, fora do Brasil, não é marca Premium, o que FCA, pretende é vender, e muito

        • me refiro a popularização no sentido de dar maior visibilidade à marca.

        • Jeep, Honda, Toyota…
          Carro por si só no Brasil já luxo, pra virar Premium, até compacto é premium, Fiesta, 208, C3, Fit…

    • Eles são bem pelados…só ficam interessantes na bagatela de 140 mil

    • Concordo plenamente! Vamos esperar os testes, mas parece que poderá ser a melhor compra da categoria, sobretudo pela deficiência de preço/equipamentos dos concorrentes! Parece que ficou melhor que Sportage e IX35 e deu uma lavada em RAV e Tiguan! Com o preço da recém lançada versão 1.4 da Tiguan ou da RAV dá pra levar a versão Limited que já vem com sensor de ponto cego, fárois em xenon…

      • Bate a Tiguan em equipamentos nas versoes de mesmo preço… Mas o 1.4T espanca o 2.0 e se duvidar o Diesel… No Acelerados o Renegade Diesel perdeu no volta rapida pro HRV 1.8

        • ESpanca , acho bem dificil , esse 2.0 é moderno e rende 16cv a mais que o 1.4 alem de nao ter leg ,como acontece na Tiguan , ele tem uma lerdeza no pedal do acelerador !

        • Se quer volta rapida compra um coupe esportivo, ou GTI.
          Pra que fazer volta rapida com SUV?

      • “próximas mancadas governamentais”. Quem escolhe o preço é a industria.

        • Ah va… não sabia que é a “presidência” que define o preço dos lançamentos por aqui? kkkkkkkkkkkkk

    • Acho que o renegade que irá sofrer mais a concorrência, imagine um comprador que foi ver um renegade na css e se depara com o compass com diferença mínima de preço… Quanto ao HRV, os clientes da honda são muito fiéis, não creio que será afetada consideravelmente as vendas

    • Hyundai – vai trazer o novo Tucson… mas se ja cobra caro no “antigo”, vai cobrar MUITO MAIS no novo.
      Kia – o Sportage parece que não “decolou” nas vendas por aqui.
      GM – não tem concorrente… ou existe Captiva ainda?
      VW – Tiguan sente o peso da idade.. e pelo preço dá pra pegar um Compass Diesel
      R: Tá fácil pra Jeep.

      • Com certeza, a Jeep vai nadar de braçada. A Captiva ainda existe, mas sente o peso da idade.

  • Show de bola, a FCA acertou a mão nesse carro em minha opinião. Como no Renegade tbem, mas faltou essa motorização 2.0 Tigershark, pq há um abismo entre 1.8 Flex e 2.0 Diesel. No caso da Toro tbem precisa desse motor, por ser ainda mais pesado que o Jeep.

  • Fim de linha para kicks 1.6 e hrv 1.8. Esse mini cherokee, 2.0 com 166cv, automático abaixo da barreira imaginaria dos 100 mil? Knock-out!

    • Povo tá com grana…,acho que o pequeno abismo de 99 para 106 mil da Longitude seria facilmente transposto.
      O Carro é bom…até o fim do ano vai ter um ágil gigante.Venderá igual água

    • Sim, mas sem os air bags extras e o teto solar simples. Além disso, o importado usa câmbio CVT que costuma ser mais caro que um AT6. A redução do preço, por enquanto, deve se dar pelo grande compartilhamento estrutural e de componentes local na unidade onde fazem o Toro e o Renegade, cujo o Compass importado faz isso com modelos não ofertados aqui, isenção ou redução de impostos estaduais por ser um nova montadora, e, obviamente, remoção dos equipamentos citados embora traga outros mais atrativos na ótica do mercado, não esquecendo a modernização do projeto que poderia deixá-lo mais caro.

      A questão é até quando esse preço inicial será mantido, pois o Renegade também teve preço muito interessante quando foi lançado, mas depois teve vários aumentos. Devo observar que os conjuntos mecânicos de transmissão, tração e diesel são importados, logo passíveis de alterações no preço com a desvalorização da moeda. O motor Tigershark Flex não sei se foi nacionalizado, mas tende a ser importado nessa configuração como fazem as montadoras alemães MB e BMW com a mecânica flex trazida da Europa para ser montada aqui.

      • Meu caro aumentos irão acontecer! Isso é normal, é só olhar o mercado aonde em tds categorias acontecem aumentos consecutivos, mesmo os que estão mal das pernas.
        Quem quiser comprar o Compass “barato” a hora é agora!
        Aumentos virão!!!

      • Como todo carro lançado aqui no brasil, é acompanhado de aumentos nos preços, não importa se perdeu equipamentos. O que não ocorreu com o Compass.

  • Rapaz, que visual! Acertaram demais, a de 100 mil vai espancar hr-v e companhia , sem contar ix35, sportage, 132 já tem diesel… motor 2.0, acho que só perde para ix35 e sportage, gostei, Jeep veio para ficar mesmo.

  • Os preços me surpreenderam, visto a expectativa de preços maiores e a concorrência…Mas não vou me empolgar tanto ainda, vamos esperar os preços dos kits, visto que cada modelo vem ‘pelado’ para sua versão… De toda forma, já estou de olho em um Jeep Compass Longitude 2.0 Diesel 4×4 AT9.

  • Gostei muito das versões branca e vermelha com aqueles parachoques com a boca um pouco menor.
    Ficou lindo, acho que está competitivo, vai vender muito bem, pelo visto!

    • também gostei mais do parachoque das versões a gasolina do que as diesel.

  • Só por que é parecido com o Evoque, não significa que tem que custar o mesmo preço.

    • e não custa
      A Evoque começa em 164 mil e o Compass mais caro fica em 149 mil

    • Tá sabendo legal, Evoque está custando a partir de R$ 199.900,00 indo até 273.800.

      • Eu não me ligo no preço de carros desse naipe, tá fora do meu portfólio de compra.

        • Então antes de comentar, entra no site da montadora e veja o preço. Propagar informação errada é um desserviço.

          • Não me lembro de propagar informação nenhuma.
            Só comentei, leu quem quis e se tinha dúvida de que tava errado, bastava pesquisar no site da montadora…

            • Ah sim, seu comentário não será lido por ninguém, ele não será propagado. Acho impressionante que as pessoas não conseguem nem reconhecer o seu erro, mesmo que seja bobo. Na internet tá todo mundo certo!

  • Apenas minha opinião : Frente sem sal e traseira bonita mas de forma geral mais do mesmo

  • Só eu achei esse motor 2.0 defasado? Desenvolver um motor 2.0 Aspirado em pleno 2016 é bem triste. Algumas marcas tirando do seu portfólio os motores aspirados.

      • A tiguan oferece um desempenho além de satisfatório na minha opinião, é o único.

        • Ponto fora da curva na versão 2.0… todos os outros modelos citados pelo nosso colega acima são bem mancos.

          • Não diria só 2.0, a 1.4 DSG Ja tem desempenho acima da média, de fato é o único no segmento.

          • Particularmente discordo, apesar de não ter nem andando nesse carro em particular, já tive a oportunidade de estar no Q3 1.4 TSI DSG6 e me surpreendeu positivamente, desempenho bem superior a qualquer um dos concorrente da Tiguan.
            A 2.0 pesa mais devido ao motor maior e principalmente devido ao sistema de tração integral, além disso o conversor de torque do automático convencional que a equipa rouba potência do motor e tem trocas mais lentas que o DSG. De fato a 2.0T anda mais, mas o 1.4T acompanha bem.

    • O motor não foi desenhado agora. Só adaptado para ser flex. E não difere do que a categoria oferece.

    • O motor é defasado, mas é ao gosto do americano, que prefere um 2.0 atmosférico a um 1.4 turbo, por exemplo. Na realidade o gosto do brasileiro também é esse, convenhamos (mais pro lado do preconceito).

  • Se vier com um consumo aceitável, haja vista que pesa mais de 1700kg, bye bye Kicks. Será meu próximo carrinho. Ai minha preocupação vai ser de como ter um carrão desses morando no #Rioterrasemlei. Que carro show!!! Impressionado

    • Somos dois, quando vi já me programei para ir ver na concessionária próxima semana caso já esteja disponível, o Renegade não entrou em casa pela sua mala menor que de um Fox, foi uma decepção na época onde seria um futuro comprador. Porém esse tem uma mala já aceitável (410 L)… agora queria saber se as trocas de óleo (vulgo revisão) serão como a do irmão Renegade onde custa 1300 reais cada!

      • As revisões do Renegade são caras, mas não são todas que chegam a R$ 1.300 reais. Pena o site da Jeep ter tirado a tabela de preço fixo.

        • Interessante que até ontem tinha…estranho.
          Sim, só a primeira é abaixo disso, vi as revisões da diesel apenas e a partir da segunda era nessa faixa de 1300.

          Tenso.

  • Ha quem prefira e defenda o Kicks… Kkk Nissan mais uma vez dando bola fora.

    Esse Jeep ta com preços agressivos, vamos ver até quando nao vai ter aumento

  • por essa ninguem esperava… um jeep maior q o renegade por 100mil, o custo beneficio ta otimo!

    • Jeep Compass Longitude 2.0 Flex AT6 – R$ 106.990
      Será sem dúvidas o carro chefe da gama. Mas vai ter muita gente pegando Diesel

  • Eis um carro que, disfarçado, eu não dava nada, mas que ficou muito bonito. Bem mais bonito que o renegado!

  • Que produto bem acertado, e ainda fabricado aqui em Pernambuco, parabéns a FCA! Pontos negativos na minha opinião, o motor a gasolina poderia ser mais moderno e os airbags laterais e cortina deveriam ser de serie… Não muito diferentes de alguns concorrentes.

  • A FCA mandou bem com o Renegade.
    Agora com o Compass comprovaram que ainda estão mandando bem.
    Olha… pelo visto serei cliente de novo!

  • Os revendedores de Hyundai e Kia devem estar apavorados, já que fora o HB20, era é o grande segmento em que estas se destacam.

      • O tiguan só mudou o motor, por dentro é aquela coisa “moderna” ainda. Nada da VW trazer a nova geração..

        • Fora isso tm o preço. Por 110 tava”bom” pelos equipamentos e powertrain. Mas por 125a Compass chuta bund@s

            • Infelizmente com os suv compactos custando custando 100mil a Tiguan apesar da idade com um TSi e dsg7(óleo) não custaria menos. Ainda mais sendo importada. Pelo que entendi ela é igual a 2.0Tsi em equipamentos trocando o powertrain e a tração. Tirar 30 mil é bastante as estão lá o pacote de segurança completo, os bancos em Alcântara e agora a CMM 6.5 com Android Auto e Carplay. Agora ppr 1w5 se a VWB mantiver o preço na tabela não vende. Mesmo com as quantidades a idade do projeto mata ainda mais a preço de Compass Limited. Já tinha dito isso antes de saber os preços e equipamentos do Jeep. Se a VWB realmente quiser chamar a atenção coloca 105 e deixa HRV EXL, Renegade Limited e até o Kicks no sufoco. Por 125 não vende e por 115 mexe com Ixe5 e Sportage, mas ainda sofreria com o fator novidade do novo Jeep.

      • As medidas são parecidas. Mas a Compass Limited que tem preço da Tiguan 1 4 é mais equipada. Se a Tiguan viesse por 110/115 …

        • Com aquele interior? Motor bom, mas um carro envelhecido, aquele interior me lembro o velho Tucson?

          • Não acho tão ruim quanto o Tucson. Mas está sim envelhecido, são 8 anos não tem mágica. Mas o powertrain e equipamentos por uns 110 podem atrair quem dá mais valor aos equipamentos e powertrain. Agora por 125 não vende.

    • Eu que sou fã do Tiguan, jamais compraria esse 1.4T por esse preço que lançaram. Imagina então o restante das pessoas, que nem gostam dele tanto assim…

  • Que isso Jeep??? Tá parecendo aqueles erros de digitação de anuncios em que vc tem q entrar na justiça para adquirir o bem!!! Tv LED 55 POR 10 REAIS… Conserta isso aí !!! rsrsrsrsrs

  • Para variar a roda de liga da versão Trailhawk é a mais feia de todas.
    Ao menos a tela da central multimidia do Compass é mais decente que a micro-tela do Renegade, além do mais decente porta-malas de 410 litros. E ainda, com coeficiente aerodinâmico melhor que o caixote do Renegade.
    Nenhuma informação sobre a suspensão traseira, se do Renegade ou da Toro ?

  • Quem vai comprar Renegade com motor lixo em face à Compass, com motor atualizado, um carro maior e mais vistoso?!

  • Pq comprar um Q3 1.4 básicão por 130 mil se pelo mesmo valor posso comprar um Compass Diesel ???

    • Se a pessoa pisa em estrada de terra sua pergunta faz todo sentido, mas senão, outras coisas podem pesar (como status)

      • Na verdade esse é o ÚNICO motivo que levaria alguém a optar pelo Q3.

        • Eu coloco um 2o motivo: dirigibilidade.
          Dirija um carro com motor turbo e verá.

            • Mas depende de como esse torque é entregue, além do casamento com o câmbio. Duvido muito que o jeep diesel apresente uma melhor dirigibilidade que o Q3, mas para comprovar é só dirigindo não é mesmo..

      • Não sei o valor do seguro do Compass, mas do Q3 é um fator negativo. Perdi todo o encanto no Q3 quando cotei o seguro no rio de janeiro..

      • Não disse q concorrem, apenas q o Compass diesel é um dinheiro mais bem gasto.
        Mas se for comparar concorrentes diretos, Compass Limited custa 5 mil a menos que o Q3 e veja oq o Compass oferece a mais: ar-condicionado automático de duas zonas, chave presencial para acesso e partida, rodas 18″, sistema de áudio com tela de 8,4 pol, air-bag de joelhos do motorista, bancos de couro, limpador de para-brisa e faróis automáticos, retrovisor interno fotocrômico.

        • A Q3 contra ataca com um powertrain melhor e mais eficiente. É normal marcas Premium serem mais caras e menos equipadas que as generalistas. Isso inclusive força as Premium a mexer nos equipamentos. Olhando os preços Brasil e a categoria o Compass Limited tem o melhor cxb. Louco falar isso de um carro de 125mil, mas é o que vejo.

  • Lindo carro.

    Mas acho que vai roubar pelo menos METADE das vendas do Renegade (que “desabaria” em relação ao número de vendas do HR-V).

    Nós taxaríamos de “fracasso”, mas para a FCA ficaria tudo em casa, mas com lucratividade maior – e quem sabe roube vendas do próprio HR-V, que está com um sobrepreço bem exagerado.

  • • Compass Sport Flex (R$ 100 mil) – Ar-condicionado manual, auxílio para saída em rampa, banco traseiro bipartido, câmera traseira de manobras, cintos de três pontos para todos os ocupantes, computador de bordo, controlador e limitador de velocidade, controle eletrônico de estabilidade, tração e anticapotamento, faróis de neblina, fixação Isofix para cadeira infantil, freio de estacionamento elétrico, freios a disco nas quatro rodas, monitor de pressão dos pneus, rodas de alumínio de 17 polegadas, sensores de estacionamento traseiros, sistema de áudio com tela de 5 pol e navegador, volante ajustável em altura e distância.
    Opcional: pacote Safety (bolsas infláveis laterais dianteiras, de cortina e para os joelhos do motorista).

    • Compass Longitude Flex (R$ 107 mil) e Diesel (R$ 133 mil) – Como o Sport, mais ar-condicionado automático de duas zonas, chave presencial para acesso e partida, comandos de mudanças de marcha no volante, rodas de alumínio de 18 pol, seletor de modos de condução, sistema de áudio com tela de 8,4 pol, volante com comandos.
    Opcionais: pacote Safety (bolsas infláveis laterais dianteiras, de cortina e para os joelhos do motorista), pacote Premium (bancos de couro, sistema de áudio Beats, limpador de para-brisa e faróis automáticos, retrovisor interno fotocrômico) e teto solar.

    • Compass Limited Flex (R$ 125 mil) – Como o Longitude, mais pacotes Safety e Premium, faróis de xenônio, monitor de veículo em ponto cego, painel de instrumentos com tela colorida de 7 pol.
    Opcionais: bancos de couro bege, pacote Advanced Assist (controlador de distância, monitor de mudança de faixa, aviso/prevenção de colisão frontal e assistente de farol alto), pacote Top III (ajuste elétrico dos bancos dianteiros, assistente de estacionamento, partida remota, sistema de áudio Beats, tomada de 127 V), teto solar panorâmico.

    • Compass Trailhawk Diesel (R$ 150 mil) – Como o Limited, ganchos de reboque, protetores de cárter, da transmissão e do tanque de combustível, seletor de modos com cinco programas e suspensão elevada (as rodas são de 17 pol).

  • Apesar de nada barato. Que preço interessante… para os padrões da “Terra de Vera Cruz”.

  • Meu Deus!!! HB20 por 75k e esse carrão por 100K….Jeep acertou em cheio….

  • Compra muito mais interessante que Kicks, HR-V, Renegade, IX35, Sportage, Q3…enfim, a Jeep veio forte com este Compass.

    • Depende Leonel, se o cara só fica na cidade ou rodovia (asfalto), outras coisas podem pesar (como consumo (Kicks), ou status (Q3), ou design (ix35),etc.). Mas que o carro ficou bonito e vai vender bem isso eu acho que vai sim.

      • Claro, concordo com você Freaky, por isso comentei que é mais interessante. Claro que o “interessante” varia de pessoa a pessoa, conforme mencionado por você. Sem dúvidas.

        • Concordo com o Q3, somente se considerar a versão Trailhawk da Jeep (pelo preço). E não como status (isso é coisa para idiotas). Mas como um produto com um acabamento esmerado, de marca consolidada (a Jeep veio forte na década de 90 com as Cherokee e Wrangler, depois caiu um pouco no ostracismo e agora está voltando aos poucos) e com excelentes dirigibilidade e desempenho.

          • Gostando ou não a percepção de valor das marcas Premium existe no mundo todo. Mesmo no primeiro mundo com uma oferta grande de carros bem equipados os Premium custam mais e são menos equipados que os de marcas generalistas. O powertrain do Q3 é mais moderno e diria superior ao do Compass, mesmo assim poderia ter alguma coisa a mais nos equipamentos. A Jeep realmente renasceu, agora com produtos nacionais e o Compass que por enquanto não tem um concorrente com preços e equipamentos parecidos se ela não mexer neles terá um sucesso sem dúvida.

  • Tive a oportunidade de participar de uma clínica com modelos pré série do Compass. O carro já estava completamente definido em abril de 2015.

  • Achei que ficou muito bonito, e conhecendo o perfil do consumidor brasileiro e a (boa) agressividade da FIAT em vendas, vai vender bem.
    A versão de entrada (99mil) vai roubar muita venda de HRV e outros.
    Mas eu só compraria a versão diesel 4×4, essa sim me agregaria algum valor para encarar as lamas da roça.
    Acho que a versão flex vai beber muito e andar pouco. Vamos ver os resultados dos testes…

  • Renagade Vs Compass??? Eu não vejo um modelo canibalizando venda do outro (isso é pensamento pobre de quem só canaliza a maior parte de sua poupança em compra de carro pensando que é investimento?!). Carro é carro, quer dizer, ferro que desvaloriza e desgasta e cada um que compre o que bem ache conveniente para seu bolso, família e vida na estrada.
    Mas ao que interessa… entendendo que o Compass antigo (um projeto que no tempo chegou tarde e ultrapassado) taba na faxa dos 95mil… a chagada de uma versão mais atualizada… aparece numa faxa de preços mais Coerente com o que acontece fora do Brasil, quer dizer, mantendo um crescimento de valores mínimo (contrario a Hyundai, que a cada versão nova que traz dos seus modelos, acresce mais 20mil e num processo de 5 anos sobe mais 20mil, exemplo, tucson-ix35 que o preço real dela lá fora é de uns 24mil USD equivalente a 84mil Reais… bem distante dos 140-150mil que a montadora já pretende colocar por aquí). Enfim…o Brasil precisando de sair do momento oba-oba da década passada!

  • Impressão minha ou o Compass é mais negócio que o Renegade? Está caro, mas se for comparar com o Renegade, está até bom.

    • Na realidade vai depender dos equipamentos. Lá fora custam o mesmo preço. Acredito que o compass por aqui deve ter mais equipamentos. Já o renegade deve ser melhor acabado.

  • Acho engraçado como as marcas sobem os carros de categoria na cara dura. O compass custa o mesmo preço do que um Renegade lá fora, é maior que o mesmo, porém, menor do que ix35, cr-v e rav-4. Fica como opção de um carro maior que HR-V e Renegade custando o mesmo.

    • Compass pelo preço do Renegade só se for o atual, esse novo nem foi lançado nos EUA ainda.

  • A partir de R$110.990 daqui 1 mês. Se pudesse, correria pra concessionária hoje!

  • meio anos 90, mas para uma marca de segmento ate que saiu bem aceitavel, mas acho que os preços estao em media 15000 a mais do que o razoavel compass mais caro do que o novo Kia sportage e audi q3 algo que errado nessa segmentação

  • Vai vender como água com fila na porta, afinal estamos com a economia bombando, todo mundo empregado, juros baixos, inadimplência baixa, inflação controlada….hahaha

  • Engraçado como que o gosto tupiniquim cria algumas características específicas para nosso mercado.

    Vejam que na foto onde aparece o estepe, tem vários enxertos de isopor em volta do pneu pra poder elevar a altura do assolha à mesma altura do pneu. Lá fora, com certeza usam um estepe temporário e nao usam o tal isopor, o que deve aumentar o volume do porta malas em uns 40 litros pelo menos. Prefiro um porta malas maior do que um estepe grande.

    A utilização do porta malas é muito maior do que a do estepe. Se algum dia precisar do estepe, sei que terei uma dor de cabeça pra poder colocar o pneu furado no alojamento do estepe temporário, mas isso vai ser uma vez na vida outra na morte, enquanto o porta malas lotado eu uso pelo menos umas 4 vezes no ano.

  • Se tiver 1750 kg como informado na reportagem, esse motor 2.0 vai dar um desempenho apenas razoável. A Captiva 2.4 pesa mais ou menos isso mas o motor dela usa injeção direta e dá uns 20 cv a mais e uns 4 kgfm de torque a mais também.

    • Esse peso é da versão Trailwalk, a diesel com tração 4X4. A versão a gasolina 4X2, deve ter uns 1.600kg e vai andar razoavelmente, nada demais em relação aos outros da categoria. O trunfo mesmo vai ser preços e os equipamentos, além do acabamento.

      • Num outro site estão falando em 1.717 kg, quase o mesmo peso da Captiva, que faz um 0-100 em torno de 10,5 s a 11 s com um pouco mais de torque e potência.

        Mesmo que esse peso seja da versão 4×4, a versão flex 4×2 mais leve não deve pesar menos de 1650 kg.

        Achei muito estranho não encontrar essa informação na parte de informações técnicas do carro no próprio site da Jeep.

        O problema dessas SUVs médias de custo mais baixo é justamente o peso. Nos modelos mais caros geralmente usam alumínio para diminuir o peso.

        • É só ver o peso do Renegade diesel e gasosa.. ja dá pra ter uma noção da diferença de peso… e o Compass dificilmente será mais leve que o Renegade.
          O 2.0 pra um carro de 1600 kg pode ser pouco….

  • Porque toda vez que a Jeep fala em melhoria do aço (HSS de alta resistência, que torna a estrutura 70% mais rígida) a viatura fica pra lá de pesada, quando o que se vê por ai é diminuição do peso, exatamente por usar aço de ligas mais leves e resistentes?

    • Dizer que a estrutura é de aço de alta resistencia é uma estratégia de marketing para passar a ideia de produto robusto e resistente.
      Sem dizer que é mais barato.
      Materiais mais modernos, leves e mais resistentes são mais caros.

  • 100 Mil? Apesar do preço ser completamente absurdo, eu diria que pode dar trabalho para concorrentes como Sportage e IX35, pois além de bonito, tem um porta-malas maior que o Renegade e uma motorização melhor (mas ele é mais pesado, obviamente) é bem equipado, eu diria que é uma boa escolha para ficar entre o Renegade e a Cherokee (claro pra quem tem dinheiro).

  • Goostei!! Um carro equilibrado dentro da Jeep e bem adequado ao que o brasileiro gosta. Desenho atual, simples, remetendo robustez, preço competitivo e bem tecnológico! Tendo as qualidade de dirigibilidade e estrutural que consagraram o Renegade e a Toro, dois sucessos de venda, com certeza o Compass será outro sucesso.

  • Esse veio para arrebentar com o restante da categoria, seja no andar de baixo ou no de cima, pois tem atributos e preços que o habilitam a ser o melhor em ambos!

  • Vai dominar o segmento. Pelo que promete, não há melhor custo x benefício na categoria.

  • Com esse peso todo, tudo indica que a versão com motor flex vai ser beberrona.

    • Será por que divulgaram apenas o consumo da diesel? Imagino que o consumo seja ruim. E fizeram o mesmo com o renegade. Até hoje não tem o consumo do RN flex automático, apenas do manual no site do Inmetro.

    • Desculpa, mas não tem como achar pequena. As rodas variam de 17″ ou 18″ dependendo da versão.
      Não coloquem de efeitos aonde não tem.

  • Agora os compradores do REnegade, HR-V, Tracker, IX35, Sportage e cia vao se matar pra troca o deles por esse, nos proximos meses teremos muitos “Suvs” pequenos em promoção no mercado de usados.

  • Se esse flex 2.0 der conta do recado, vai vender feito água. Jeep tem um apelo enorme junto ao público e os preços tão competitivos comparado à concorrência.

  • O que falta na versão diesel 4×4 é um pneu mais adequado. Esse PIRELLI SCORPION ATR é 30% Off-road e não vale nada na lama. Tirei os da minha TR4 ainda novos e instalei o BF KO2 50% off-road. O projeto do pneu é tão mais moderno no que diz respeito a desempenho no asfalto, lama, neve, areia, pedra e não afetou em nada o consumo final de combustível. E ainda dá um visual agressivo e bonito no carro. Quando eu comprar o meu Compass semi-novo, a primeira coisa que vou fazer e trocar os pneus. https://uploads.disquscdn.com/images/5956a38bc3fb435339d62e54380050523fed275ddee13a688058ddbd9cbe70e9.jpg https://uploads.disquscdn.com/images/6a21152e6e80a0de340a31cfdc697d9ac5bb3a59261e9b4af63b2adc6b9858d5.jpg

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 12 anos. Saiba mais.

Notícias por email

receber-noticias Notícias por email