*Destaque Lançamentos Motos Yamaha

Yamaha FZ25 é apresentada na Índia e antecipa o futuro da Fazer 250

Yamaha-FZ25-India-1 Yamaha FZ25 é apresentada na Índia e antecipa o futuro da Fazer 250

Disponível no mercado brasileiro há quase sete anos (ou 12 se formos considerar a primeira geração), a Yamaha Fazer 250 pode estar prestes a ser substituída por um modelo inédito. A fabricante japonesa apresentou nesta semana na Índia a nova FZ25, que chega com visual moderno e inspirado na irmã maior MT-03. A nova motocicleta poderá estrear no mercado brasileiro em meados do segundo semestre deste ano para acirrar a briga contra a Honda CB Twister.



Na parte estética, a nova Yamaha FZ25 se diferencia bastante da atual Fazer 250, com destaque para o conjunto óptico frontal em LED numa carenagem que abriga também o painel de instrumentos, tanque de combustível com recorte moderno e abas laterais agressivas, carenagens laterais diferenciadas, lanterna traseira em LED e banco em duas peças. O painel de instrumentos é totalmente digital.

Yamaha-FZ25-India-1 Yamaha FZ25 é apresentada na Índia e antecipa o futuro da Fazer 250

Todavia, as diferenças com o modelo atual param por aí. Freios, chassi, suspensões e braço oscilante da nova FZ25 foram herdados da Fazer 250. Até o motor é o mesmo, um monocilíndrico de 249 cc, arrefecido a ar, quatro tempos, com válvulas e injeção eletrônica, que consegue gerar 20,9 cv, a 8.000 rpm, e 2 kgfm, a 6.000 rpm, associado a um câmbio de cinco marchas. Segundo a marca, a motocicleta entrega consumo de 43 km/l.

Nos demais destaques, há freio dianteiro a disco com 282 mm de diâmetro na dianteira e 220 mm na traseira, rodas de liga-leve de 17 polegadas calçadas com pneus 100/80 na frente e 140/70 atrás, tanque de combustível para 14 litros e peso de 148 kg (com óleo e tanque de combustível cheio).

A Yamaha FZ25 estará disponível no mercado indiano a partir de fevereiro, nas cores azul metálico com preto brilhante, branco com preto fosco e preto brilhante com preto fosco. Os preços ainda não foram divulgados.

Galeria de fotos da Yamaha FZ25

COMPARTILHAR:
  • Danillo Barros

    Que curiosa é a noção de design na Índia. Carros tendem a serem feios e motos são lindas.

    • Tosca16

      Gosto de algumas indianas, tipo as TVS … a Dafra mesmo errou no passado em não ter trazido a Apache 180 IE, numa época onde nadaria de braçadas numa cilindrada intermediária até mesmo entre as pequenas, pois existia uma lacuna boa entre as 150cc e as 250cc.

      • Danillo Barros

        E se não me engano quando a Dafra chegou não tinha as 150.

        • Tosca16

          Quando chegou ao mercado ? Ou na gama da TVS ?

        • GTR TELEFONIA

          tinha sim,a primeira foi a speed 150,depois a apache 150 ,ja tinha à anos a titan 150

    • Uau!

      É pq o desenvolvimento do design não é Indiano

  • Luís Paulo

    ficou linda!
    a twistter não terá nem chances se comparada a beleza!

  • Artur

    Que venha logo. A moto ficou muito bonita. Não dá pra comparar com a Twister, que é um “facelift” da CB 300.

    • vi.22

      A Twister e é completamente diferente…chassi… suspensões..motor.. há pouca coisa em comum entre as duas..

      • Artur

        Sim, tem razão. Mas eu digo no visual. Ela mudou muito pouco em relação à CB 300. Já essa FZ25 mudou radicalmente em relação à Fazer 250.

        • Renato Duarte

          mas não tem nada de novo nela não,, pesquisei aqui e se trata de uma versão menor da MT03 2017. rsrsrsrs

          • Artur

            Ah sim, eu digo em relação à Fazer. Muda bastante.
            A MT-03 é bem mais sofisticada e cara que a Fazer. Se essa FZ25 vier no mesmo patamar da MT podem esperar um generoso aumento de preço…

  • Rafael Henrique Arruda

    Esse motor da Fazer é incrível. Enquanto isso a Honda já está no terceiro remendo, digo projeto de motor: a primeira TW , CB300 Trincaçote e TW de novo.

    • vi.22

      Esse motor da twister e completamente novo… nada tem a ver com os antigos..

    • Artur

      Ele é muito bom mesmo. Falta apenas botarem um câmbio de 6 marchas nele, com fez a Honda na Twister. Aí ficaria show.

    • GTR TELEFONIA

      motor da fazer 250 é o melhor motor de longe de todas gerações da honda passada.

      Bem isso mesmo ,enquanto a honda trocou 3x o motor a fazer continua com o mesmo dês de sua primeira fazer.

      E cá entre nós ,ainda muito melhor que o motor da tw nova

  • RKK

    O desenho melhorou sensivelmente !
    Espero que a Yamanha utilize mangotes de freios menos propícios a dilatação para tornar as frenagens mais seguras (reclamação comum na Yamaha Crosser 150).
    https://uploads.disquscdn.com/images/d9066ce4d38d67c6448c359a6617e3eeffe5e8c34e02a05321e466dea5a2fe33.png

    • Paulo

      Verdade. Tenere e Lander herdam o mesmo problema. Substituição por aerogip e fluido DOT 4/5.1 melhora sensivelmente o sistema. A fazer pelos relatos não sofre tanto com tais queixas. Também seria interessante nesse possível upgrade a opção de freios com ABS.

    • konnyaro

      Mas isso foi projetado intencionalmente pelos engenheiros da Yamaha, pois trata-se do novo sistema ABS Tabajara, ou seja, nunca vai ter problema de travar a roda dianteira em frenagens de emergência.

  • Diego Nunes

    sabe quando essa moto vem pro Brasil??? NUNCA!!!

    • Fabio Marquez

      Isso é só carenagem em cima de uma moto de 12 anos, a marca coloca isso a venda, aumenta 2 contos no preço é todo mundo acha que é moto nova.

    • Luiz AG

      ..

    • Luiz AG

      Boa tarde Diego, eu vim do Futuro dizer que a moto foi lançada exatamente igual a que está na foto.

  • Leandro Santos

    São 12 ou 13 anos. A primeira geração tb conta. Claro. Afinal, é fazer.

    • Tosca16

      Honda Twister vs Fazer
      Honda CB 300 vs Fazer
      Honda Twister vs Fazer
      Honda ??? vs Fazer
      Honda ??? vs Fazer;
      Muda-se a concorrente, a FAZER continua a mesma .

      • ALVIN_1982

        Bom pra Fazer…
        A Fazer é uma das motos mais confortáveis e confiável no Brasil, e ainda leva o bônus de ser econômica e não visada para roubos como as Hondas… O que vai contra, mas nem tanto, é o número de concessionárias, no restante, a Fazer ganha fácil em CxB.

        • Tosca16

          A moto é boa, confortável e resistente; mas tá faltando um “fôlego” extra e isso tem pesado, apesar de ainda ser a minha escolha frente a concorrente direta, Honda Twister 250.

          • Artur

            Eu tive uma Twister. Ela é dura, desconfortável, mas é esperta e econômica. Hoje estou com um MT-07. Sei que não dá pra comparar as 2, mas a Yamaha é bem mais confortável e linear, além de aparentar ser mais bem produzida e acabada (tudo é muito bem feito, plásticos sem rebarbas, as carenagens tem encaixes perfeitos etc.).
            Percebi essas mesmas características na Fazer de um amigo (das novas, com painel digital).
            Vai ser difícil me convencerem a comprar outra Honda. A Twister em si não é ruim, mas a Yamaha, nos aspectos que citei, ganha de lavada.

  • Tosca16

    A melhor marca, não tenho dúvidas… mas apesar de gostar muito e reconhecer a sua qualidade, especialmente neste modelo em questão, a YS 250 Fazer, vamos ponderar algumas coisas; o visual melhorou, já seria hora de fato de uma nova geração da mesma no Brasil, entretanto por melhor que seja esse motor já seria bom uma incrementada básica. A Twister já tem lá seus 22 cv, e 2,28 kgf.m de torque, no mínimo uma nova geração do modelo da Yamaha deveria se igualar a concorrente em potência e torque.

  • Tosca16

    Uma coisa que até hoje não entendo foi o motivo da YAMAHA não ter mais uma custom pequena no mercado, desde que a Virago 250 foi descontinuada, nenhuma outra no segmento das pequenas custom de até 250cc fez relativo sucesso ou manteve as vendas num patamar aceitável. Sem dúvidas seria novamente a líder disparada no segmento, até hoje esperamos uma custom 250cc da Yamaha no Brasil.

    • Celso Iron Head

      Isso é verdade kamarada, faz falta uma custom de entrada descente, até hj o pessoal procura bastante as viraiguinhos, mesmo já bem velhas, pois era uma moto bonita e durável….

      • Tosca16

        As chinesas e coreanas não emplacaram, por mais que algumas tivessem lá qualidades; depois da Virago a lacuna ficou aberta, muitas fizeram sucesso repentino como as Sundown V-Blade, mas não duraram muito tempo, além da qualidade ser inferior.

    • Artur

      É que custom nesse segmento não vende tanto. É mais cross e naked mesmo. Também tem as esportivas pequenas (Ninja 300 e R3) mas estão num patamar de preço maior (R$ 20 mil).

      • Tosca16

        Cara, não vende porque não tem concorrentes de peso… garanto que uma boa custom da Honda e da Yamaha, 250cc, na faixa dos 15 à 18 mil venderia bem. Claro que as streets vencem na preferência, além de serem mais baratas, entretanto o mercado carece de uma opção neste segmento.

  • Jesiel Batista36

    Deviam ter modificado o motor. A moto e linda mas com esse motor e mt chocha, ta quase tomando pau de 160. Tbm precisa de uma sexta marcha.

    • deABREU

      esse motor é à prova de balas! deixa ele quieto que é a melhor coisa da moto hahahaha
      mas sim, uma sexta marcha faz muita falta

      • GTR TELEFONIA

        tomando pau de 160??aonde

        ela anda mais que a tw nova

        a antiga perde mesmo mas a nova não ganha não…

  • Celso Iron Head

    Tá bonita a máquina, espero q venha mesmo… Mas fez falta up no motor e ABS como opcional… O chato é saber q o povo passa longe das Yamahas, e acaba comprando Honda pra variar, mesmo com motor problematico…

  • Eduardo Copelo

    A Yamaha poderia aproveitar a deixa e adicionar refrigeração liquida e mais uma marcha, além de um “up” de potência no motor por conta das alterações anteriores. dava pra tirar facilmente uns 5 ou 6 cv e pelo menos 0,5 kgmf de torque, o que é MUITO em uma 250. São alterações razoavelmente simples que fariam muita diferença para uma moto que já aguenta muito desaforo! Só não seria a mais vendida por causa do mantra imbecil de “moto é honda”…

    • Artur

      O duro é que se mexer muito já chega na MT-03. Se botassem uma sexta marcha e uns 22cv acho que já estava de bom tamanho (ficaria igual ao conjunto da Twister).

      • Eduardo Copelo

        Dificil chegar na MT, são propostas distintas, além da MT ser bicilindrica.

        • Artur

          Eu digo em preço. Se chegar muito perto tira o custo benefício.

          • Eduardo Copelo

            Não creio que chegue não, acredito inclusive que daria pra manter o mesmo preço, a margem de lucro dessas motos é absurda!

            • Artur

              Nisso você tem completa razão!

            • Artur

              Complementando, é duro ver a Honda nadar de braçada no mercado e a concorrência – com muitos produtos melhores – a ver navios. Os caras aceitam a falta de competitividade e parecem que estão contentes com a pífia parcela do mercado que abocanham.
              Tipo, se a Yamaha lançasse essa nova Fazer com ABS pelo mesmo preço da Twister, iria vender a rodo. Se baixasse o preço das MTs (todas) uns R$ 2 mil reais, iria vender muito mais do que vendem atualmente. Mas os caras querem concorrer também em preço com os modelos da Honda… vai entender!

    • kleber peters

      Refrigeração líquida em moto pequena não funciona. O dono porco não cuida, começa dar problema e queima a marca/modelo.

      • Eduardo Copelo

        Funciona sim, a minha tem e eu cuido bem. Fora q quem eu conheço q tem a mesma moto, cuida direito. E se o cara não quiser cuidar, é problema dele! Se vc não trocar o fluido de arrefecimento do carro 1.0 ele não fica zuado? Então! Fora q refrigeração liquida permite exigir mais do motor, ou montar um motor que entregue a mesma força com menos cilindrada, economizando combustível e emitindo menos poluente. A grande verdade é que a gente tem que parar de aceitar qualquer porcaria que nos mandam e começar a exigir qualidade!

        • kleber peters

          Qual moto é a sua? Quanto ao cara não cuidar, ser problema dele, concordo. Mas ele sai falando mal e queima a marca/modelo. Lembra dos primeiros VW 16v? Então. Todos os casos de problema que vi a culpa era do dono. “Ah, mas eu fazia assim no meu AP e funcionava. Esse motor é uma bosta!” e a fama dura até hoje.

    • Matheus Araujo

      Com certeza, mas acho que não seria uma boa ideia mecher nesse motor, pois poderia fazer uma cagada igual a Honda, apeser de Yamaha ser Yamaha né kk, mas fazendo um motorzinho novo com arrefecimento liquido e seis marchas tiraria fácil uns 25 ,26 cavalinhos. Pra terem ideia, a r15 também lançada na Índia tem motor de 150 cc 1,68 kgfm e incríveis 19,5 CV kkkkk.

  • Artur

    Mas 18 mil já beira a MT-03, que anda muito mais (42cv, mesmo motor da R3). Tem de vir por no máximo uns R$ 14 a 15 mil já com ABS.

    • Matheus Rozante

      Aí complica pois ela hoje já custa 14 mil sem ABS… rsrs

    • Artur

      O duro é que teriam de subir a MT-03 e também a R3. Assim, perderia a competitividade perante a Z300 e a Ninja 300.
      Há um bom degrau de preço entre a Fazer 250 e a MT-03. Eles podem pôr a Fazer em uns R$ 15 mil sem ABS e R$ 16 mil com ABS. Justificaria a diferença de preço de uns R$ 2 a R$ 3 mil para a MT.

      • GTR TELEFONIA

        a fazer nova “caso vier” vai vir para competir com a twister então vai manter o mesmo preço ,assim como fez com o a fazer da 1ª geração para 2ª.

  • Ubiratã Muniz Silva

    que farolzinho feio ein, PQP!

  • Joao

    galera a Yamaha foca em muito na tradição da fazer, acredito eu que um dos motivos pela a mesma não realizar alterações no motor da fazer

    – VALOR
    ela preza muito pelo valor da moto em torno de 14 mil no brasil , de for realizado um upgrade no motor com ajuste potencia consequentemente ficará mais caro que sua concorrente (250 HONDA) .
    Os ajustes já realizados por ela na minha opinião já está ótimo, mesmo com aumento em aproximadamente 1500 reais das (novas carenagens e novo pneus) o valor da motocicleta não irá afetar tanto, principalmente em nossos bolsos dos brasileiros..

    -CONFIABILIDADE
    o seu motor por ser utilizado desde a primeira geração mesmo depois de 10 anos ainda continua sendo o mais confiável, não existe um motivo plausível para a marca fazer alterações sendo que o motor é ótimo e confiável

    -ECONOMIA
    como relatado anteriormente a utilização por vários anos o motor ainda continua sendo uns dos mais econômico em relação as outras motocicletas na mesma categoria (na Ampla concorrência) essa foi minha opinião nem todos concorda comigo mais a Yamaha está de parabéns pela opções de motos confiáveis e confortáveis.

  • Matheus Rozante

    Tenho uma Fazer 250 modelo 2011, a primeira dessa “nova geração” e as mudanças visuais foram muito boas. Moto bacana, econômica, MACIA DEMAIS, confortável e na época iniciou o primeiro modelo de baixa cilindrada da marca com disco de freio na traseira( isso fez a Honda se mexer depois com a cb 300).
    O modelo atual trouxe novidade de painel em Led, mostrador de marcha, “econômetro” e motor Flex(ponto pra Honda que iniciou antes da Yamaha) mas chega uma hora que o visual cansa… Lembrando que o preço já está em 14 mil reais com frete! Se vier essa nova Indiana o preço pode subir e acho que vão “prosperar” a MT-03 também que custa mais de 19 mil com frete ( que delícia de moto ).

  • PH Sacchi

    muito bonita essa moto dá até vontade de comprar e economizar no combustível para ir ao trabalho por exemplo, mas aí me lembro que moro num lugar onde seria roubado na primeira esquina que parasse brasil sil sil …

  • Job Almeida

    Vendi a minha. Medo de ladrão. Andava em panico.

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 11 anos. Saiba mais.

Notícias por email