Placas de trânsito: quais são e seus significados

Placas de trânsito: quais são e seus significados

Uma das lições básicas do curso de direção é aprender sobre as placas de sinalização de trânsito do Brasil. Mas depois de muito tempo de CNH, você ainda sabe quais são seus significados?


Fique tranquilo se a resposta for negativa, pois essa matéria vem para relembrar o assunto, que é de grande importância para quem esqueceu de algumas delas.

O sistema de sinalização de trânsito não é algo novo, com seu início no começo do século XX. O detalhe é que isso não ocorreu através de governos locais ou nacionais, mas a partir de fabricantes de pneus, tais como Michelin e Pirelli, começando pelos EUA e Itália.

A sinalização viária não é uniforme em todo o mundo e cada país adota seu próprio padrão, o que pode confundir alguns motoristas estrangeiros. Basicamente, porém, a maioria delas são semelhantes e os indicativos são reconhecidos em muitos países, devido à Convenção sobre Trânsito Viário, acordo internacional assinado em 8 de novembro de 1968, em Viena, Áustria.

Seja qual for o padrão, as placas de sinalização viária são importantes para garantir a segurança em vias de rodagem, não só para motoristas, mas envolvendo também os pedestres. Junto com as faixas de sinalização, que demarcam ruas, avenidas e estradas de forma geral, as placas precisam estar em boa ordem, conservadas e claramente visíveis.

Infelizmente, boa parte delas no Brasil está em péssimo estado, destruídas ou mesmo ocultas por mato e outros obstáculos. Alguns trechos de vias, urbanas ou rodoviárias, não apresentam sinalização adequada, exigindo assim muita atenção e prudência por parte do condutor.

No Brasil, essas placas se dividem basicamente em três categorias: Regulamentação, Advertência e Indicação. Ainda existem as placas de Sinalização de Obras, Educativas, Atrativo Turístico e Serviços Auxiliares. Existem também as placas de Sinalização Horizontal.

Todas elas são regulamentadas pelo CTB (Código de Trânsito Brasileiro) através do Contran (Conselho Nacional de Trânsito), sob a Resolução Nº 160/2004. A responsabilidade sobre as placas está com o Denatran (Departamento Nacional de Trânsito).

Placas de Regulamentação

Placas de trânsito: quais são e seus significados

Essas são de fundo branco e com bordas vermelhas, sendo sempre redondas (com exceção de Parada Obrigatória e Dê a Preferência).

Segundo o Contran, elas são definidas da seguinte forma: “Sinalização de regulamentação: tem por finalidade informar aos usuários as condições, proibições, obrigações ou restrições no uso das vias. Suas mensagens são imperativas e o desrespeito a elas constitui infração.”

Ao todo são 51 placas desse tipo, sendo elas:

  • R-1 – Parada obrigatória
  • R-2 – Dê a preferência
  • R-3 – Sentido proibido
  • R-4A – Proibido virar à esquerda
  • R-4B – Proibido virar à direita
  • R-5A – Proibido retornar à esquerda
  • R-5B – Proibido retornar à direita
  • R-6A – Proibido estacionar
  • R-6B – Estacionamento regulamentado
  • R-6C – Proibido parar e estacionar
  • R-7 – Proibido ultrapassar
  • R-8A – Proibido mudar de faixa ou pista de trânsito da esquerda para direita
  • R-8B – Proibido mudar de faixa ou pista de trânsito da direita para esquerda
  • R-9 – Proibido trânsito de caminhões
  • R-10 – Proibido trânsito de veículos automotores
  • R-11 – Proibido trânsito de veículos de tração animal
  • R-12 – Proibido trânsito de bicicletas
  • R-13 – Proibido trânsito de tratores e máquinas de obras
  • R-14 – Peso bruto total máximo permitido
  • R-15 – Altura máxima permitida
  • R-16 – Largura máxima permitida
  • R-17 – Peso máximo permitido por eixo
  • R-18 – Comprimento máximo permitido
  • R-19 – Velocidade máxima permitida
  • R-20 – Proibido acionar buzina ou sinal sonoro
  • R-21 – Alfândega
  • R-22 – Uso obrigatório de corrente
  • R-23 – Conserve-se à direita
  • R-24A – Sentido de circulação da via ou pista
  • R-24B – Passagem obrigatória
  • R-25A – Vire à esquerda
  • R-25B – Vire à direita
  • R-25C – Siga em frente ou à esquerda
  • R-25D – Siga em frente ou à direita
  • R-26 – Siga em frente
  • R-27 – Ônibus, caminhões e veículos de grande porte, mantenham-se à direita
  • R-28 – Duplo sentido de circulação
  • R-29 – Proibido trânsito de pedestres
  • R-30 – Pedestre, ande pela esquerda
  • R-31 – Pedestre, ande pela direita
  • R-32 – Circulação exclusiva de ônibus
  • R-33 – Sentido de circulação na rotatória
  • R-34 – Circulação exclusiva de bicicletas
  • R-35A – Ciclista, transite à esquerda
  • R-35B – Ciclista, transite à direita
  • R-36A – Ciclistas à esquerda, pedestres à direita
  • R-36B – Pedestres à esquerda, ciclistas à direita
  • R-37 – Proibido trânsito de motocicletas, motonetas e ciclomotores
  • R-38 – Proibido trânsito de ônibus
  • R-39 – Circulação exclusiva de caminhão
  • R-40 – Trânsito proibido a carros de mão

Placas de Advertência

Placas de trânsito: quais são e seus significados

Essas placas geralmente são amarelas e existem para advertir o motorista de possíveis riscos na via, cujo trecho está sendo sinalizado dessa forma.

O CTB diz: “Sinalização de advertência: tem por finalidade alertar os usuários da via para condições potencialmente perigosas, indicando sua natureza.”

Assim, existem 69 placas dessa categoria no Brasil, como você pode conferir abaixo:

  • A-1A – Curva acentuada à esquerda
  • A-1B – Curva acentuada à direita
  • A-2A – Curva à esquerda
  • A-2B – Curva à direita
  • A-3A – Pista sinuosa à esquerda
  • A-3B – Pista sinuosa à direita
  • A-4A – Curva acentuada em “S” à esquerda
  • A-4B – Curva acentuada em “S” à direita
  • A-5A – Curva em “S” à esquerda
  • A-5B – Curva em “S” à direita
  • A-6 – Cruzamento de vias
  • A-7A – Via lateral à esquerda
  • A-7B – Via lateral à direita
  • A-8 – Interseção em “T”
  • A-9 – Bifurcação em “Y”
  • A-10A – Entroncamento oblíquo à esquerda
  • A-10B – Entroncamento oblíquo à direita
  • A-11A – Junções sucessivas contrárias, primeira à esquerda
  • A-11B – Junções sucessivas contrárias, primeira à direita
  • A-12 – Interseção em círculo
  • A-13A – Confluência à esquerda
  • A-13B – Confluência à direita
  • A-14 – Semáforo à frente
  • A-15 – Parada obrigatória à frente
  • A-16 – Bonde
  • A-17 – Pista irregular
  • A-18 – Saliência ou lombada
  • A-19 – Depressão
  • A-20A – Declive acentuado
  • A-20B – Aclive acentuado
  • A-21A – Estreitamento de pista ao centro
  • A-21B – Estreitamento de pista à esquerda
  • A-21C – Estreitamento de pista à direita
  • A-21D – Alargamento de pista à esquerda
  • A-21E – Alargamento de pista à direita
  • A-22 – Ponte estreita
  • A-23 – Ponte móvel
  • A-24 – Obras
  • A-25 – Mão dupla adiante
  • A-26A – Sentido único
  • A-26B – Sentido duplo
  • A-27 – Área com desmoronamento
  • A-28 – Pista escorregadia
  • A-29 – Projeção de cascalho
  • A-30A – Trânsito de ciclistas
  • A-30B – Passagem sinalizada de ciclistas
  • A-30C – Trânsito compartilhado por ciclistas e pedestres
  • A-31 – Trânsito de tratores ou maquinaria agrícola
  • A-32A – Trânsito de pedestres
  • A-32B – Passagem sinalizada de pedestres
  • A-33A – Área escolar
  • A-33B – Passagem sinalizada de escolares
  • A-34 – Crianças
  • A-35 – Animais
  • A-36 – Animais selvagens
  • A-37 – Altura limitada
  • A-38 – Largura limitada
  • A-39 – Passagem de nível sem barreira
  • A-40 – Passagem de nível com barreira
  • A-41 – Cruz de Santo André
  • A-42A – Início de pista dupla
  • A-42B – Fim de pista dupla
  • A-42C – Pista dividida
  • A-43 – Aeroporto
  • A-44 – Vento lateral
  • A-45 – Rua sem saída
  • A-46 – Peso bruto total limitado
  • A-47 – Peso limitado por eixo
  • A-48 – Comprimento limitado

Placas de Indicação

Placas de trânsito: quais são e seus significados

São placas que existem para indicar ao motorista vias, destinos ou lugares, indicando também percursos, distâncias, destinos e serviços auxiliares.

De acordo com o CTB, a “sinalização de indicação tem por finalidade identificar as vias e os locais de interesse, bem como orientar condutores de veículos quanto aos percursos, os destinos, as distâncias e os serviços auxiliares, podendo também ter como função a educação do usuário.”

Essa categoria é dividida em outras quatro: Identificação, Orientação de Destino, Educativas e Serviços Auxiliares e Atrativos Turísticos.

Identificação

Identificam rodovias, distâncias e destinos, geralmente são verdes e ajudam os motoristas a se guiar no sentido correto do destino (vide foto acima).

Orientação de Destino

Indicam direção e distância dos destinos, sendo geralmente verdes ou azuis (vide foto acima).

Educativas

Placas de trânsito: quais são e seus significados

Elas têm a função de educar motoristas e pedestres com recomendações diversas, contribuindo para a conscientização sobre a segurança no trânsito. Confira algumas delas abaixo:

  • Use Cinto de Segurança
  • Obedeça a Sinalização
  • Só Ultrapasse com Segurança
  • Pare Fora da Pista
  • Ultrapasse Somente Pela Esquerda
  • Longo Trecho em Declive
  • Luz Baixa ao Cruzar Veículos
  • Não Ultrapasse com Faixa Contínua
  • Sob Neblina use Luz Baixa
  • Sob Neblina Reduza Velocidade
  • Verifique os Freios

Serviços Auxiliares

Placas de trânsito: quais são e seus significados

Indicam serviços e apoio ao longo da via, sendo elas:

  • Serviço Mecânico
  • Abastecimento
  • Serviço Sanitário
  • Restaurante
  • Área de Campismo
  • Aeroporto
  • Estacionamento de Trailer
  • Área de Estacionamento
  • Hotel
  • Serviço Telefônico
  • Transporte sobre Água
  • Ponto de Parada
  • Passagem Protegida para Pedestre
  • Pronto Socorro

Atrativos Turísticos

Placas de trânsito: quais são e seus significados

Indicam locais de interesse turístico na região, sendo elas:

  • Placa Diagrama
  • Placa de Identificação de Atrativo Turístico
  • Placa Indicativa de Distância
  • Placa Indicativa de Sentido
  • Placa Indicativa de Sentido Posicionamento na Pista

Placas de Sinalização de Obras

Placas de trânsito: quais são e seus significados

Essas placas são de cor laranja e utilizadas em especial nos trechos com obras na via:

  • Depressão
  • Projeção de Cascalho
  • Área com Desmoronamento
  • Pista Irregular
  • Mão Dupla Adiante
  • Caminhões na Pista
  • Lombada
  • Pista Escorregadia
  • Estreitamento de Pista à Direita
  • Estreitamento de Pista ao Centro
  • Início de Pista Dividida
  • Altura Limitada
  • Parada Obrigatória à Frente
  • Largura Limitada
  • Obras
  • Estreitamento de Pista à Esquerda
  • Desvio à Esquerda a 200 metros
  • Desvio à Direita
  • Desvio à Direita a 200 metros
  • Desvio à Esquerda

Sinalização Horizontal

Placas de trânsito: quais são e seus significados

São placas que tem por objetivo indicar ao motorista o tipo de sinalização da via através de cores, linhas e símbolos visuais, sendo complementares às outras categorias.

Elas são horizontais e colocadas sob as placas principais, auxiliando os motoristas quanto ao sentido da via, suas condições de conservação e topografia, por exemplo.

Sua visualização ajuda o condutor a entender como a via está naquele determinado trecho. Um exemplo desse tipo de placa é aquela referente à fiscalização eletrônica, instalada ao lado da placa de Velocidade Permitida e indicando de forma simbólica uma câmera fotográfica e com mensagem “Fiscalização Eletrônica de Velocidade“.

Conclusão

Como você deve ter percebido, existem muitas placas para orientar os motoristas no Brasil, o que torna praticamente impossível lembrar de todas. Mas ter um conhecimento básico sobre as mais usadas é vital para garantir a segurança de todos, incluindo os pedestres e ciclistas.

Sempre que tiver qualquer dúvida, consulte essa matéria para relembrar o significado de alguma placa específica. E não se esqueça de compartilhar com seus amigos!

Ricardo de Oliveira

Técnico mecânico, formado há 25 anos. Há 14 anos trabalha como jornalista no Notícias Automotivas, escreve sobre as mais recentes novidades do setor, frequenta eventos de lançamentos das montadoras e faz nossos testes e avaliações.