Top 10: Carros SUVs mais baratos do Brasil

Top 10: Carros SUVs mais baratos do Brasil

Quais são os carros SUV mais baratos do Brasil?

Se a discussão sobre o que torna um carro um verdadeiro SUV é longa e confusa, uma coisa é certa: esse é o carro que a maioria dos brasileiros deseja comprar. E é exatamente essa alta procura que torna a primeira discussão tão acalorada.


Como já falamos numa matéria anterior, a definição correta do termo SUV (sigla para Sport Utility Vehicle, ou veículo utilitário esportivo) não tem quase nenhuma relevância para o consumidor que procura algo nesse segmento. A maioria não quer um carro com aptidão off-road de verdade, mas simplesmente um veículo com posição de dirigir mais alta, flexibilidade de espaço e com um design chamativo.

Foi exatamente essa situação (vista não só por aqui, mas em outros países também) que fez a maioria das marcas se aproveitar de uma classificação benévola do Inmetro e começar a chamar vários de seus modelos de SUVs, utilitários esportivos e por aí vai. Ou seja, vários segmentos são criados como estratégias de marketing (além dos SUVs, poderíamos falar dos CUV, SAC, SAV, SUP e muitos outros), um nome que por si só já torna tal modelo mais chamativo.

Deixando de lado a discussão sobre o que realmente é um utilitário esportivo, vemos que existem diversas opções nesse segmento em nosso mercado. E se o que cobram por certos modelos, como Chevrolet Equinox (a partir de R$ 149.990), Toyota Hilux SW4 (que chega a absurdos R$ 326.090) ou Chevrolet Trailblazer (R$ 293.500), está fora do seu orçamento, existem opções mais baratas que podem ser consideradas.

Para criar o Top 10 dos SUVs mais baratos do Brasil, levamos em conta apenas o preço divulgado pelas marcas, sempre da versão mais barata de cada modelo (mas as fotos, ilustrativas, podem ser de outras versões). O valor da tabela FIPE varia muito, e normalmente não é considerado na compra de um modelo zero quilômetro, por isso não o colocamos.

Destacamos também os números de venda obtidos por cada modelo, referentes a todas as suas versões (não só a citada aqui), entre janeiro e junho de 2021.

1) Lifan X60 – R$ 69.990

Top 10: Carros SUVs mais baratos do Brasil

A primeira posição é do ainda desconhecido Lifan X60, um modelo que a grande maioria dos interessados nesse segmento nem sabe que existe. O SUV chinês é um projeto mais antigo, mas que ainda poderia roubar vendas de outros modelos pelo visual e lista de equipamentos.

Confira as mais de 150 listas Top 10 que temos no nosso site!

Seu motor é o 1.8 de 128 cv e 16,8 kgfm de torque, com câmbio manual de cinco velocidades. Ele tem uma versão com transmissão CVT, mas ela não aparece mais no site da marca. Mesmo assim, vem equipado com bancos em couro, luzes diurnas em LED, sensor crepuscular, sensor de estacionamento, central multimídia com tela de 8 polegadas com GPS e câmera de ré, rodas de 18 polegadas, entre outros.

Vendas no 1º semestre de 2021: dados indisponíveis.

2) Chery Tiggo 2 – R$ 79.590

Top 10: Carros SUVs mais baratos do Brasil

O Tiggo 2 aparece como o segundo SUV mais barato do país e, portanto, está no pódio em nossa lista.

Fabricado em Jacareí (SP), o modelo aparece na linha de uma renovada Chery, que agora atua no Brasil sob a direção da CAOA. A promessa é aumentar bastante o número de concessionárias, o que melhoraria consideravelmente seu pós-venda.

O preço acima é o pedido pela versão de entrada EX, que conta com itens interessantes como lanternas em LED, rodas de 16 polegadas, sistema de monitoramento de pressão dos pneus, ar-condicionado eletrônico, banco do motorista com regulagem de altura, computador de bordo, entre outros. O motor é um 1.5 16V flex de 115/110 cv (mais fraco que o T40) e câmbio automático de apenas quatro marchas.

Vendas no 1º semestre de 2021: 2.477 (19º SUV mais vendido)

3) JAC T40 – R$ 87.490

Top 10: Carros SUVs mais baratos do Brasil

Utilitário mais barato do Brasil há alguns meses, o JAC T40 continua sendo uma opção interessante para quem quer entrar no mundo dos SUVs sem gastar tanto.

Feito com a mesma plataforma do antigo hatch J3, o T40 realmente tem um tamanho mais compacto do que alguns esperariam de um utilitário esportivo (1,75 m de largura, 1,57 m de altura, 4,13 de comprimento e 2,49 m de entre eixos). É fácil reclamar do espaço interno, especialmente se os passageiros de trás tiverem mais de 1,75 m. Já o porta-malas conta com 450 litros.

Mas o fato é que sua construção comprova que os modelos da JAC tem melhorado desde que chegaram ao nosso país, tanto é que a marca dá 6 anos de garantia. A versão de entrada conta com motor 1.5 16V flex de 127/125 cv e câmbio manual de 5 marchas, o que o leva de 0-100 km/h em 9,8 segundos, segundo a marca.

A lista de equipamentos de série apresenta airbag duplo, freios ABS com EBD, controles de estabilidade e tração, sistema de monitoramento da pressão dos pneus, HSA (assistente de partida em rampas), BAS (sistema de assistência à frenagem), sensor de estacionamento, luzes diurnas de LED, ar-condicionado analógico, computador de bordo, faróis com regulagem de altura, sensor crepuscular, banco do motorista com ajuste de altura, entre outros.

Vendas no 1º semestre de 2021: dados indisponíveis.

4) Renault Duster – R$ 90.490

Top 10: Carros SUVs mais baratos do Brasil

Já com sua nova geração, com visual totalmente renovado, o Duster segue sendo um dos modelos mais procurados do segmento de SUVs, principalmente por seu bom custo-benefício. Isso é visto especialmente quando falamos do preço pedido por sua opção de entrada Zen, que sai por R$ 90.490.

Seu bom custo-benefício agora é acompanhando por um visual bem mais interessante, que vai atrair ainda mais compradores às lojas da marca francesa. Além disso, ele oferece mais equipamentos de série, incluindo direção elétrica, ar-condicionado, volante com regulagem de altura e profundidade, faróis com assinatura em LED, rodas aro 16, controle de estabilidade, Bluetooth, entre outros.

Por outro lado, a marca falhou em deixar todas as versões, incluindo a configuração Iconic 1.6 CVT de R$ 107.690, com apenas dois airbags.

Vendas no 1º semestre de 2021: 12.950 (9º SUV mais vendido)

5) Honda WR-V – R$ 90.900

Top 10: Carros SUVs mais baratos do Brasil

Parece um Fit, mas esse é o Honda WR-V. Sim, podemos discutir se o modelo é um SUV ou não, mas decidimos colocá-lo nessa lista por dois motivos: ele é vendido dessa forma pela marca japonesa e o mercado o encara assim também.

De qualquer forma, o alto preço inicial do WR-V indica que estamos falando de um modelo mais equipado. Desde sua versão de entrada LX, ele vem com câmera de ré, volante multifuncional com ajuste de altura e profundidade, luzes diurnas em LED, faróis automáticos, controle de estabilidade e tração, assistente de partida em rampas, entre outros itens.

Partindo para a versão mais cara (a EXL, que custa R$ 103.100), o modelo da Honda ainda oferece faróis e lanternas em LED, multimídia de 7 polegadas, sensores de estacionamento dianteiros e traseiros, seis airbags e bancos em couro.

O motor é sempre o 1.5 de 116 cv e 15,3 kgfm, já conhecido de outros modelos da marca, acompanhado do câmbio CVT.

Vendas no 1º semestre de 2021: 5.006 (14º SUV mais vendido)

6) Jeep Renegade – R$ 92.990

Top 10: Carros SUVs mais baratos do Brasil

Depois de colocar uma nova versão de entrada para o Renegade, a Jeep viu seu modelo voltar a brigar com os SUVs mais baratos do país. A configuração STD custa menos de R$ 93 mil, o que é um feito para um modelo da marca por aqui.

Essa opção de entrada vem com motor 1.8 flex de 135/139 cv e 18,7/19,2 kgfm de torque, com câmbio automático de seis marchas. Mesmo sem ter o melhor conjunto mecânico do Renegade, que é o movido a diesel, essa versão vem equipada com ar-condicionado, direção elétrica, conjunto elétrico, piloto automático, computador de bordo com tela TFT de 3,5 polegadas, controles de estabilidade e tração com assistente de partida em rampas, luzes diurnas em LED, start/stop, rodas de 16 polegadas de liga leve, entre outros.

Vendas no 1º semestre de 2021: 40.607 (1º SUV mais vendido)

7) Nissan Kicks – R$ 96.040

Top 10: Carros SUVs mais baratos do Brasil

O Nissan Kicks é o sétimo colocado em nossa lista, sendo ofertado por pouco mais de R$ 96 mil em sua versão de entrada Sense. Ela vem com motor 1.6 de 114 cv e 15,5 kgfm de torque, com câmbio manual de 5 marchas.

Entre os equipamentos, o Kicks de entrada oferece ar-condicionado, ajuste de altura no banco do motorista, direção elétrica, volante multifuncional, airbag duplo, controle eletrônico de estabilidade e tração, sistema de partida em rampa, rádio com MP3, Bluetooth, USB, Apple CarPlay e Android Auto, entre outros.

Vendas no 1º semestre de 2021: 19.169 (7º SUV mais vendido)

8) Chevrolet Tracker – R$ 96.190

Top 10: Carros SUVs mais baratos do Brasil

Primeiro modelo com motor turbo em nossa lista, o Tracker ainda oferece outros pontos positivos que chamam a atenção de muitos clientes interessados em entrar para o mundo dos SUVs.

Todas as suas versões são equipadas com seis airbags, controle de estabilidade e tração, luz de posição em LED, assistente de partida em subidas, ar-condicionado, direção elétrica progressiva, central multimídia MyLink com tela de 8 polegadas e Apple CarPlay e Android Auto, entre outros.

O principal, porém, é seu motor 1.0 turbo de 116 cv e 16,8 kgfm de torque, que pode ser associado ao câmbio manual ou automático.

Vendas no 1º semestre de 2021: 27.125 (5º SUV mais vendido)

9) Hyundai Creta – R$ 96.990

Top 10: Carros SUVs mais baratos do Brasil

Depois de diminuir seus preços, o Hyundai Creta subiu novamente e agora parte de R$ 96.990, oferecendo um pacote interessante desde sua versão de entrada. O conjunto mecânico é composto pelo motor 1.6 de 130 cv e 16,5 kgfm, também com câmbio manual, mas com 6 marchas. A potência e torque maiores, e o conforto do câmbio de seis marchas, é uma clara vantagem sobre o modelo da Nissan.

Em termos de equipamentos de série, o Creta vem de fábrica com rodas aro 16, airbag duplo, monitoramento de pressão dos pneus, direção elétrica, ar-condicionado, computador de bordo, volante com regulagem de altura e profundidade, rádio blueAudio com Bluetooth, MP3, USB e comandos no volante, entre outros.

Vendas no 1º semestre de 2021: 33.493 (2º SUV mais vendido)

10) Chery Tiggo 3X e Citroen C4 Cactus – R$ 99.990

Top 10: Carros SUVs mais baratos do Brasil

Fechando nossa lista, temos dois modelos que compartilham apenas o segmento e o preço de quase R$ 100 mil: a dupla Tiggo 3X e C4 Cactus.

O primeiro é o mais recente no Brasil, sendo a atualização do Tiggo 2. Com frente renovada e novos equipamentos, o chinês ainda trouxe um novo motor 1.0 turbo de 102 cv com câmbio CVT de 9 marchas simuladas para melhorar suas vendas.

Vendas no 1º semestre de 2021: dados indisponíveis.

Já o SUV da Citroen se posiciona atualmente como o único veículo de passeio que a marca francesa tem por aqui. Ele tem motor 1.6 aspirado de 118 cv e câmbio automático de 6 marchas, sendo bem equipado desde sua versão de entrada.

Vendas no 1º semestre de 2021: 7.302 (11º SUV mais vendido)

Conclusão

Se o segmento dos SUVs (ou de tudo que o marketing das montadoras quer chamar de utilitário esportivo) tem uma alta procura, os seus preços também estão nas alturas. A lista acima deixa de fora excelentes opções, às vezes dos próprios modelos citados, por serem mais caras.

Além de notarmos que essas versões raramente são as mais vendidas, por não oferecerem um bom custo-benefício, fica claro também a quantidade de modelos chineses. É claro que os veículos chineses tem melhorado a cada ano, mas ainda existe um forte preconceito contra eles, o que implica numa maior desvalorização na hora de vender.

Comprar ou não um SUV, seja um modelo citado nessa lista ou não, é uma decisão que cabe a cada comprador. Mas talvez olhar para outros segmentos, que oferecem veículos mais equipados por um valor menor, não vai doer tanto quanto parece.

Viny Furlani

Formado em Gestão de Negócios, trabalha no segmento automotivo há mais de 17 anos. Em 2009, passou a escrever avaliações e notícias sobre carros, totalizando mais de 2.000 artigos, em vários sites. Além das matérias escritas para o NA, também cuida das mídias sociais do site.