Matérias NA

Carros mais roubados, quais são?

voyage-evidence-avaliacao-NA-52 Carros mais roubados, quais são?

A violência no Brasil é algo que vem preocupando muito e isso deve ser levado em conta até mesmo na hora de adquirir um carro. Em várias matérias, o Notícias Automotivas mostrou a importância de analisar e estudar cada ponto antes de comprar um automóvel.



É claro que ninguém compra um veículo já esperando uma batida ou roubo, mas é essencial ter em mente que isso pode acontecer com qualquer pessoa. Por esse motivo que é de extrema importância colocar no seguro.

voyage-evidence-avaliacao-NA-52 Carros mais roubados, quais são?

Antes de fechar negócio, pesquise sobre o modelo, veja o índice de roubo/furto, depreciação, revenda, entre outros. Confira nossa matéria onde apontamos os 10 erros que as pessoas cometem na hora de comprar um carro novo.



Atualmente, temos alguns modelos que são muito visados pelos criminosos, podemos dizer que são os “preferidos” e por isso ficam marcados entre as estatísticas de “carros mais roubados/visados”. Muitas vezes isso ocorre para venda de peças ou até mesmo pelas rodas no mercado paralelo.

Existem características que fazem com que o criminoso não se interesse por alguns modelos, obviamente que os mais “chamativos”, por exemplo: cores extravagantes, importados de alto valor (isso porque também chamam atenção), rodas básicas, modelos que não são populares, Picapes e SUVs movidos à gasolina, Insulfilm, travas manuais, som de fábrica e veículos sem acessórios externo (estepe, por exemplo).

voyage-evidence-avaliacao-NA-52 Carros mais roubados, quais são?

Por meio dos dados da Susep – Superintendência de Seguros Privados, apuramos para conhecer o IVR (índice de Veículos Roubados), ou seja, os carros mais roubados/furtados em todo o país. Para obter os índices, a Susep apura a partir das apólices vigentes e dos sinistros que foram registrados.

É importante ressaltar que, mesmo sendo um órgão governamental, os números fornecidos por eles não são totalmente absolutos, porém por meio dele é possível identificar o cenário atual de veículos roubados no Brasil.

Para facilitar o entendimento desses dados, reunimos os que foram mais roubados até o segundo semestre de 2016 entre os mais vendidos. Confira a lista completa abaixo:

Volkswagen Voyage 1 a cada 59,6 – total de 1.753 roubos

voyage-evidence-avaliacao-NA-52 Carros mais roubados, quais são?
O sedã da Volkswagen lidera no ranking além de ser o modelo mais antigo da lista. O seu concorrente, Chevrolet Prisma, está na frente quando falamos em números de vendas, mas o número de roubos do Voyage é bem maior.

Índice total de roubo do Voyage: 1 a cada 59,6 – total de 1.753

O Voyage é comercializado nas versões: Trendline por R$ 51.200,00 com motor 1.0 e R$ 54.690,00 com motor 1.6. Já a Comfortline sai por R$ 54.190,00 na motorização 1.0, R$ 56.300,00 na 1.6 e R$ 59.700,00 também na 1.6 com câmbio automatizado I-MOTION – função Tiptronic.

Hyundai HB20 1 a cada 69 – total de 1.911 roubos

voyage-evidence-avaliacao-NA-52 Carros mais roubados, quais são?
Sabemos dessa fama (infelizmente) do Hyundai HB20 ser um dos mais roubados do país. O hatch compacto é um dos mais vendidos hoje no Brasil, ainda assim, entre essa categoria, outros modelos possuem índices nem tão satisfatórios assim. Volkswagen Gol, Chevrolet Onix e Ford Ka também têm altos números de roubos.

Volkswagen Gol: 4.126 roubos
Chevrolet Onix: 1.158 roubos
Ford Ka: 1.216 roubos

Os números do Gol são extremamente altos, mas ele não fica em primeiro lugar nessa categoria porque a frota segurada também é maior.

Volkswagen Golf 1 a cada 71,9 – total de 248 roubos

voyage-evidence-avaliacao-NA-52 Carros mais roubados, quais são?
Lançado com uma nova geração em 2013, o Volkswagen Golf chegou ao Brasil com uma baixa no mercado e os números de roubos e furtos altos. Se comparado com o Ford Focus, o Golf ainda fica atrás, entretanto ele é mais visado.

O Volkswagen Golf é comercializado nas versões Comfortline, Highline e a esportiva GTI. O preço começa em R$ 78.780 e vai até R$ 134.870 na GTI.

Volkswagen Gol 1 a cada 74,8 – total de 4.126 roubos

voyage-evidence-avaliacao-NA-52 Carros mais roubados, quais são?
Não se assuste em encontrar tantos Volkwagens nesta lista, como mencionamos acima nos índices do Hyundai HB20, a quantidade Gols roubados também são altos. Ainda assim, o total de segurados também é grande: cerca de 308.615. Ele já entrou no top 1 dos mais roubados do país, agora, encontra-se apenas em sua categoria.

Chevrolet Onix 1 a cada 85 – total de 1.158 roubos

voyage-evidence-avaliacao-NA-52 Carros mais roubados, quais são?
Já era esperado encontrar o líder de vendas no Brasil aqui nesta lista, a quantidade circulando também faz com que ele seja muito visado. Até a realização desta análise pela Superintendência de Seguros Privados o ônix teve um total de 1.158 roubos (até o final de 2016).

O Chevrolet Onix fechou o mês de março com 12.918 unidades vendidas.

Honda Civic 1 a cada 85,9 – total de 1.355 roubos

voyage-evidence-avaliacao-NA-52 Carros mais roubados, quais são?
Já entre os sedãs médios, o Honda Civic fica em primeiro lugar na categoria devido ao risco de roubo ser maior, mas em números o Toyota Corolla ganha ficando com 1 a cada 115 e 1.537 roubos segundo a Susep.

Ford EcoSport 1 a cada 93 – total de 1.067 roubos

voyage-evidence-avaliacao-NA-52 Carros mais roubados, quais são?
Por vários anos vimos o Ford EcoSport sendo líder de vendas em sua categoria de SUV compacto, assim que o Honda HR-V chegou no Brasil, percebemos uma queda nas vendas e com isso o SUV da Honda conquistou o primeiro lugar.

Hoje, EcoSport e HR-V estão na lista entre os mais roubados. Eco com um total de 1.067 roubos e HR-V com 39 roubos.

Chevrolet Prisma 1 a cada 98,6 – total de 962 roubos

voyage-evidence-avaliacao-NA-52 Carros mais roubados, quais são?
Junto com o Volkswagen Voyage, o Chevrolet Prisma é segundo mais roubado da categoria dos sedãs compactos com um total de 962 roubos e 94.894 segurados. Atualmente o Prisma é quarto modelo mais vendido no Brasil. Ele fechou março com 6.616 unidades vendidas e está à venda partindo de R$ 47.790.

Ford Ka 1 a cada 100,7 – total de 1.216 roubos

voyage-evidence-avaliacao-NA-52 Carros mais roubados, quais são?
Na sequência, atrás do Chevrolet Prisma, o Ford Ka é segundo mais vendido no mercado brasileiro. Os índices de roubos e furtos também são altos: 1.216 e 1 a cada 100,7. Entre os hatches compactos, o Ka vem se destacando com o volume de vendas.

A Ford oferece 10 versões começando por R$ 44.780 na versão S 1.0 e chegando em R$ 57.390 na SEL 1.5.

Ford Focus 1 a cada 106,9 – total de 593 roubos

voyage-evidence-avaliacao-NA-52 Carros mais roubados, quais são?
A Ford volta para a lista desta vez com o hatch médio Focus. Vindo da argentina, aqui no Brasil possui os seguintes números em roubos: 593 e 1 a cada 106,9. Assim como outros modelos aqui, ele também tem uma grande frota circulando hoje no país o que contribui para que seja muito visado.

O Ford Focus está à venda em sete versões começando por R$ 77.000 na SE 1.6 e finalizando na Titanium Plus 2.0 AT de R$ 110.600.

Outros modelos entre os mais roubados:

Toyota Corolla 1 a cada 115 e 1.537 roubos

Honda HR-V 1 a cada 152 e 39 roubos

Volkswagen Saveiro 1 a cada 163,2 e 27 roubos

Fiat Strada 1 a cada 296,2 e 39 roubos

COMPARTILHAR:
  • DevXav

    Esse Golf aí da imagem eu duvido muito que seja o que representa essa quantidade de roubos.
    Certamente quando se fala de roubo de Golf a referência está no MK4 e MK4,5 (Coelho, vulgo sapão no Hu3zil, assim como seu “facelift”)

    • Fanjos

      Afinal de contas os manolos precisam de peças da RobAuto

      • EDU

        Tive em 2002 um modelo 2001 e foi roubado e infelizmente achado . levei para arrumar na VW Sorana na ZN de SP , Resolvi vender e quando fui pegar o doc do outro carro na agencia que tinha vendido o Golf o dono disse o cara que comprou seu Golf foi roubado . Ate hoje se consultar no sinesp da como roubado . Golf e Audi A3 e roubada e roubado no valor astronomico cobrado mesmo tendo seguro.

        • Fanjos

          Naquela época existia muitos Golfs, o mercado de peças deveria ser enorme, hoje em dia é até difícil de vc ver Golfs andando por ai, vc pode passar o dia sem ver um, acho que se roubarem Golf hoje é para usar como carro de fuga ou para impressionar novinha em pancadão, porque o mercado de peças do Golf autal não deve ser lá grande coisas.

          • SDS SP

            A bola da vez é aquele Civic 2007 que pode ser encontrado por 25k, ou mesmo o old i30.

            • Fanjos

              Verdade estou vendo muitos desses carros dirigidos por “abas reta”

              • Ananias Anacleto

                Aqui na minha região os “new” Civic geração 8 já viraram versões RR (resto de rico). É igual Opala e Omega foram alguns anos atrás, já passo longe de um Civic desses quando vejo na rua pois é certo que um “manolo aba reta” está ao volante.

              • DevXav

                Achei que só eu usava esse termo.. hahahahaha

    • Ediomar

      Esses Golfs tinham um sistema anti furto pífio,bem fraco mesmo,qualquer ladrãozinho destravava e levava o carro embora,e nem disparava sirene,usava uma chave micha e tchau pro Golfão.

      • Kleber Souza

        Uma vez eu vi um golf a venda na minha cidade com placas de são paulo, o interessante é que tinha um adesivo no vidro traseiro que fala algo sobre “peças marcadas”, não me lembro o nome da empresa mais eu fui procurar saber na época e realmente essa empresa marcava peças de veículos com uma numeração. Tipo eles marcavam por dentro dos para lamas, portas, capô e etc. Achei bem interessante, na época tive acesso ao ex proprietário em uma conversa na própria agência e ele informou que a tal marcação deixava o seguro mais barato por inibir um pouco o comércio das “robautos”. Se alguém souber dessa empresa ou se ainda fazem isso nos dias de hoje comenta aqui.

    • Cristiano Espindola

      Muito provável, ou não teria renovado o seguro do meu TSI 1.0 por R$3.060 (bônus 1, solteiro, 32 anos). O seguro do Golf, para o meu perfil, é mais barato do que Focus, Renegade Sport Flex e Civic 9 (exemplos, só pra ter uma ideia).

  • pedro

    O que impressiona é o Focus, sempre entre os mais visados, embora tenha pouca venda. Parece que é por causa das peças de reposição. Eu tenho dois conhecidos que foram assaltados a mão armada para levar o Focus deles.

    • Licergico

      é porque tem fama de ” andar muito ” e não ” desgarrar ” nas curvas …

  • Geraldo Xavier

    Em março, 5.358 pessoas perderam seus veículos no estado do Rio de Janeiro, maior índice já registrado em um mês. É assim que a gente vive.

    • Louis

      É uma aberração esses números, falta de vergonha na cara dos legisladores e governantes.

      • Danillo Barros

        Alguns ganham com isso Louis….

      • Fanjos

        De acordo com o Freixo é só andar com uma lanterna que esta resolvido, porque o que inibe crime é iluminação, se não funcionar também pode tocar Imagine para o bandido ou oferecer flores e soltar pombas tb pode ser efetivo.

        • Ernesto

          Só ele que não pode ficar sem escolta policial. Hipocrisia esquerdista a gente vê em todo lugar!

    • Retrato do Papai

      o que eu acho mais incrível é a quantidade de pessoas no RJ que utilizam carro sem seguro algum, até mesmo proprietários de carros novos ou usados caros, do tipo que você pensa “se o cara tem condições de comprar e manter esse carro, ele também tem condições de fazer seguro”… o caso mais emblemático que conheço foi do proprietário de uma captiva: ele foi a um shopping da região metropolitana, estacionou o carro na rua (economia porca de menos de R$10 da tarifa única) e quando voltou o carro não estava mais lá, então foi correndo para o facebook postar fotos do carro e pedir compartilhamentos para ajudá-lo a encontrar o veículo… sempre tem uma opção, seguradora convencional, seguro apenas contra roubo e furto, até mesmo uma cooperativa já é melhor do que ficar à mercê da própria sorte…

      • Ubiratã Muniz Silva

        há de se convir que tem muita seguradora que está recusando novas apólices no RJ por causa do risco, apenas renovando os já vigentes.

        • Geraldo Xavier

          renovei agora em março. 3 seguradoras recusaram o seguro e tive que permanecer na porto seguro com aumento de 50% em relação com o ano anterior. olha que 1 apólice a classe é bônus 10 e a outra bônus 3.

          • Ubiratã Muniz Silva

            poisé, é muito fácil as pessoas falarem “mas como as pessoas andam no Rio sem seguro?” – simples, se não consegue fazer seguro vai deixar o meio de transporte/trabalho em casa?

            • Geraldo Xavier

              No dia que não tiver como ter ou pagar seguro vendo meu carro e compro um velhinho de até 10 mil e faço seguro pra terceiro nele. Não arrisco um bem meu de valor elevado sem seguro e nem vou arriscar bater em alguém e não arcar com o prejuízo.

              • Ubiratã Muniz Silva

                novamente, existem pessoas para quem o veículo é fonte de renda, às vezes a única da família. um “carro velhinho de 10 mil reais” não pode rodar como Uber, por exemplo.

                • Geraldo Xavier

                  Por isso nunca usei o uber. A maioria não tem seguro e não entregam o carro em caso de assalto. O que tem de uber levando tiro por aqui…

      • Geraldo Xavier

        Difícil entender. Tenho 2 carros em casa e o seguro subiu de forma exorbitante. O primeiro foi de 1600 pra 2400 e o outro de 2300 pra 3800

    • dsralves .

      Eu infelizmente entrei no índice em janeiro. Roubaram meu Golf mk7 no bairro da Tijuca.
      Passei de apaixonado por carro a quem já cogita em não ter mais carro por aqui.

      • Geraldo Xavier

        É umas das piores sensações que já tive. Passei por isso 2x infelizmente

    • Licergico

      vai melhorar ! O coronel disse q acabou o treinamento da intervenção…

      agora vai começar a intervenção ….

      • Geraldo Xavier

        ontem fui uma das vitimas. não levaram o carro, só levaram pertences e 1 bandido morreu na ação

  • CanalhaRS

    Faltou dizer qual o período que engloba esses números. Só diz que são até 2017.
    Imagino que seja um ano.

  • Yuri Lima

    Se vc comprar um Marea, pode deixar dormir na rua com a chave dentro que no outro dia o carro está na porta inteiro.

    • Charlis

      Se ele não explodir o quarteirão antes.

  • Fanjos

    Mas será que nesses roubos não englobam modelos novos e antigos? É importante saber.

  • Na época do Golf MK4, todos falavam que era um carro muito visado dos assaltantes. Teria que ver mesmo se esse ranking ainda inclui essas versões antigas, ou se se trata do modelo atual.

    • Fanjos

      Eu imagino que se trate do modelo anterior, pois o valor que me cobraram do seguro foi muito menor do que a primeira tentativa quando o modelo saiu, imagino que na época do lançamento ainda usavam a tabela com os modelos antigos, e agora não mais.

      • Também acredito que deva ser. Nunca ouvi falar desse modelo atual ser visado para roubo.

        • Fanjos

          Pois é, mas carro é carro, se anda e tem 4 rodas, esta sujeito a ser roubado por algum vagabundo

          • Com certeza, ainda mais nos valores que são cobrados por qualquer carro hoje em dia. Qualquer veículo que for, já é artigo de luxo. Para atrair olhares de bandidos, é a coisa mais fácil que tem.

          • ALVIN_1982

            A nova onda agora é levar as 4 rodas e deixar o carro no chão…

            • Fanjos

              Do ponto de vista do bandido é vantagem, muito mais fácil ele levar uma grana vendendo as rodas e não ter ninguém perseguindo ele por ser algo menor que levar o carro inteiro.

        • Rodrigo

          Quando comprei o Golf MK7 o seguro ficou cerca de R$500 mais caro que o do meu anterior Civic 9. Mas a franquia, essa quase duplicou.
          Conclusão que eu cheguei: em termos de roubo está quase igual ao Civic, mas pelas peças serem mais caras (a maior parte continua sendo importada, mesmo o modelo já sendo fabricado aqui).

          • Fanjos

            Acho que roubam poucos Golfs, mas muitos são batidos, porque o pessoal compra e quer sair andando como doido

            • Rodrigo

              Acho que os que são roubados são mais pra desmonte pois realmente o valor de algumas peças são exorbitantes. O seguro me obrigou colocar rastreador.

            • dsralves .

              Roubaram o meu mk7 em janeiro no Rio. 22h de uma quarta-feira na Tijuca. Eu também acho meu seguro bastante em conta, em torno de R$ 2.500,00.
              A dica é: tem que ficar ligado.

      • Davi Millan

        Acabei de pegar um Golf Comfortline por agora e já esperava uma fortuna… Mas pior que não, saiu só 700 reais a mais que o meu Up! TSI e 300 acima do meu C4 Lounge anterior. Esse índice com toda certeza coloca todos os Golf em um balaio só. Isso que tenho 26 anos e classe 3 só.

  • Antonio_Brust

    Em termos de furto, acho que nada supera os antigos VW. Deixar um Voyage, um golzinho quadrado, parati ou algum outro VW do tempo do carburador na rua é ter a certeza de que, quando você voltar, ele não vai estar mais lá.

    Agora, roubo com arma na cara, ao menos aqui no RJ a procura é grande por Pickups (São usadas para roubo de cargas, desova de corpos e/ou transporte de armas e bandidos), carros médios (tirar onda com as novinhas da favela, transportar armas e bandidos) e carros populares em geral são usados para desmanche, esquentar documentos e/ou revender “para rodar”.

  • Catucadao

    minha mae tem um voyage… ta lascada melhor vender kkkk

  • Ubiratã Muniz Silva

    Uma coisa que li (não lembro aonde) é que no Rio de Janeiro o sedan mais roubado está sendo… o Versa.

  • Tom Costa

    É por isso que tenho um 408 e uma Kawasaki Versys 650. Em Belém ninguém quer saber desses dois… kkkkkkkkk

    • Alexandre

      oloco, também tenho uma Versys 650 mas nunca nem ao vivo hehe

  • delvane sousa

    Aqui em casa to de boa: C3 e C4, ladrao nao quer.

    • phellipe lima

      Mesma situação aqui com sandero.

    • zekinha71

      Saí de C3 e fui pra March, ladrão nem sabe que existe.

      • Fanjos

        Minha irmã teve um March roubado a mão armada, então…

        • zekinha71

          Tem que ver se o vagabundo não estava fugindo dos meganhas, uma vez vi um casal roubar um 147 todo fudid@ pra fugir da Blazer da Rota, daí o animal que estava no volante não manchava do Fiat e porrou em um poste, os dois desceram com os 38 na mão, viraram uma peneira, o caixão deve ter ficado alguns kilos mais pesados de tanto chumbo.
          Minha tia também, teve um Astra roubado a mão armada, era aquele azulzão que até hj só 2 na rua, super chamativo pra uma fuga, o cara estava fugindo, o primeiro carro que viu roubou, foram fazer um assalto, 3 foram tombados na hora, 2 foram dar um rolê bem longo de SAMU e nuncam ais ninguém viu e esse conseguiu fugir.

  • zekinha71

    VW domina a lista, sempre foi assim e vai continuar, tem muito fã que quer um VW de qualquer jeito, até roubando.

  • dsralves .

    Decidi que meu próximo carro vai ser vermelho berrante e sem insulfilm. Bandido odeia carro chamativo e adora insulfilm, ao contrário do que a maioria pensa. Carro assim não dá pra usar pra fuga ou contrabando.

  • Rubem

    o carro a ser roubado no rio na verdade é o da ocasião. não tem modelo, cor ou idade. Ta estacionando, no sinal ou esperando alguém na hora que os manolos estão passando, 99% de chance de roubo, mesmo que for uma towner o produto de roubo.

    • dsralves .

      Infelizmente é isso.

  • Fanjos

    Eu sou a favor de prisão perpetua com trabalhos forçados, para bandido trabalhar é pior que a morte.
    Pensa trabalhando no sol do Rio de Janeiro recapeando asfalto com bola de ferro amarradas nos tornozelos pelo resto da vida, com certeza a metade comete suicídio em poucos anos.

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 12 anos. Saiba mais.

Notícias por email

receber-noticias Notícias por email