Detroit ganha rua que carrega automaticamente a bateria dos carros elétricos

ford transit ev wireless 1
ford transit ev wireless 1

A recarga de carros elétricos é sempre um tema importante quando estes veículos se proliferam no mundo, onde a infraestrutura de recarga deixa a desejar mesmo nos principais mercados automotivos do mundo.

Além das estações de carga pública, wallbox e carregadores portáteis, a indução elétrica se torna uma opção promissora, porém, diferente das demais, continua em seus primeiros dias.

Normalmente usada via wireless em vagas específicas de estacionamento, a tecnologia está sendo pensada para as ruas, de modo a permitir que os carros elétricos possam ser recarregados durante a condução.

Em Detroit, Michigan, bobinas indutivas de cobre estão permitindo que veículos com receptores específicos carreguem baterias enquanto trafegam por uma via preparada para isso.

Ainda que a 14th Street da Motor City pareça como todas as outras, ela difere no que possui sob o asfalto, onde bobinas de cobre estão sendo testadas para os carros poderem futuramente ser recarregados andando ou estacionados na via.

A rua fica a oeste do centro de Detroit, onde houve manifestações recentes envolvendo o trabalho nas montadoras (Detroit 3) e onde se testam carros autônomos, mas também agora faz parte de um programa do Departamento de Transportes de Michigan.

ford transit ev wireless 2
ford transit ev wireless 2

A ideia é desenvolver a tecnologia de recarga indutiva para ser usada em toda a cidade nos próximos anos, com Detroit sabendo que daqui a 13 anos, não se venderão mais carros a combustão no país.

Desenvolvida pela israelense Electreon, a tecnologia já está sendo testada em Israel, Suécia, Itália e Alemanha.

Quando o carro elétrico com receptor passa sobre as bobinas, estas são ativadas e se cria um campo magnético, transferindo assim energia elétrica da rede subterrânea para o veículo.

A rua é segura para outros veículos, pedestres e animais, já que o conjunto de bobinas só se ativam sob o veículo e na velocidade em que ele estiver rodando, nesse caso, reduzida.

Não é dito qual é o limite de velocidade, mas fazendo-o em movimento já é um avanço.

No futuro, a ideia é que tecnologias como essa permitam que carros elétricos possam enviar energia obtida em regeneração para a rede subterrânea, gerando bônus de recarga grátis aos donos desses veículos.

[Fonte: CBC ]

google news2Quer receber todas as nossas notícias em tempo real?
Acesse nossos exclusivos: Canal do Whatsapp e Canal do Telegram!

O que você achou disso?

Toque nas estrelas!

Média da classificação / 5. Número de votos:

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.


Últimas Notícias



unnamed
Autor: Ricardo de Oliveira

Com experiência de 27 anos, há 16 anos trabalha como jornalista no Notícias Automotivas, escreve sobre as mais recentes novidades do setor, frequenta eventos de lançamentos das montadoras e faz testes e avaliações. Suas redes sociais: Instagram, Facebook, X