Peugeot Tecnologia

Motor Peugeot PureTech 1.2 turbo

 

Motor Peugeot PureTech 1.2 turbo


Os fabricantes de automóveis franceses sempre se uniram para fazer determinados produtos a fim de atender os requisitos de seu mercado automotivo ou do europeu. Isso também significa que alguns projetos alcancem êxito dentro e fora das fronteiras nacionais e destaque a indústria do país no cenário internacional.

A PSA Peugeot Citroën é um dos exemplos, pois o outro logicamente é a Renault. A fabricante francesa tem um renome internacional em termos de desenvolvimento de motor e na atualidade, seu nome – no caso da Peugeot – está intimamente ligado a alguns motores de marcas famosas, em especial com o uso de óleo diesel.

Recentemente, um motor que se destacou no cenário europeu por sua eficiência e tecnologia. Este é chamado internamente de EB, mas é comercialmente conhecido como PureTech. Trata-se de um motor de três cilindros com bloco e cabeçote de alumínio, que a PSA introduziu na gama de produtos da Peugeot, Citroën, DS e mais recentemente nas anglo-saxônicas Opel e Vauxhall.


Motor Peugeot PureTech 1.2 turbo

Família EB

A família de motores EB da Peugeot Citroën é composta basicamente por quatro motores, embora com duas cilindradas, mas sempre com três cilindros e tendo como características principais o baixo consumo de combustível, emissão de poluentes reduzida, boa performance e ótimo torque em baixas rotações.

A primeira versão é PureTech 68, sendo essa 1.0 litro (999 cm3) de 68 cavalos a 6.000 rpm e 9,7 kgfm a 3.000 rpm. Essa variante tem baixa emissão de CO2, inferior a 100 g/km e é oferecida em alguns modelos do grupo. A PSA poderia ter turbinado essa variante, mas a decisão foi pela versão de volume maior, a PureTech 82. Esta, por sua vez, apresenta volume de 1.199 cm3 e na versão de aspiração natural, tal como o 1.0, ela entrega 82 cavalos a 5.750 rpm e 12 kgfm a apenas 2.750 rpm.

O PureTech com 1.2 litro é oferecido também no Brasil, onde recebeu tecnologia flex com injeção indireta de combustível dotada de pré-aquecimento do etanol, facilitando assim a partida em dias frios. Na calibração para nossa gasolina (E27) e etanol (E100), o propulsor de três cilindros ganhou mais potência e torque, passando a ter 84 cavalos e 12,2 kgfm com gasolina, mas sem alteração na rotação de potência máxima, que continua em 5.750 rpm.

Motor Peugeot PureTech 1.2 turbo

Já o torque máximo continua sendo atingido a 2.750 rpm. Com exceção do motor EA111 1.6 8V da Volkswagen, o PSA PureTech 1.2 Flex é o motor aspirado pequeno que atinge seu pico de torque máximo em menor rotação. Com etanol, a potência sobe para 90 cavalos e o torque atinge 13 kgfm. Aqui, o motor equipa os modelos Peugeot 208 e Citroën C3, alcançando elevado nível de eficiência energética.

Tanto na Europa, quanto aqui, esse motor tem se mostrado promissor e vem recebendo diversas premiações por conta disso. O PSA PureTech possui o título de “Motor do Ano” na Europa, na categoria entre 1.0 e 1.4 litro, vencendo em 2015, 2016 e 2017. Mas, os prêmios não são referentes apenas aos motores aspirados da família EB. Os outros dois são turbinados e levam boa parte do crédito.

Motor Peugeot PureTech 1.2 turbo

PureTech Turbo

Centrado apenas no volume de 1.199 cm3, o PureTech Turbo possui duas versões de potência e torque, ambas com turbocompressor, injeção direta de combustível e intercooler. A missão do pequeno é substituir os longevos motores EC5 e EC8, sendo primeiro 1.6 – oferecido aqui nos modelos 208, 2008, C3, Aircross, Partner e Berlingo. O segundo é 1.8 de 136 cavalos, não vendido aqui. Os dois fazem parte da velha família TU, que está saindo de cena.

Como um bom complemento ao motor Prince, mais conhecido como THP, o PureTech Turbo chama atenção por ter alto torque em baixa rotação, além de performance de motor grande, mas com consumo de motor de entrada. No PureTech 110, o 1.2 turbinado oferece 110 cavalos a 5.500 rpm e 20,8 kgfm a 1.500 rpm. A outra versão é a PureTech 130, que naturalmente tem 130 cavalos a 5.500 rpm e 23,4 kgfm a 1.750 rpm. Ambos possuem versões com Start&Stop, que é o sistema de desligamento automático do motor com o carro parado e engatado.

Ambos já atendem as normas Euro 6 e podem receber transmissões manuais de cinco ou seis marchas, além de automáticas com seis ou oito velocidades. A dupla é um pouco mais fraca que os motores que estão substituindo, mas isso é apenas em potência (6 cavalos para 1.6 e 1.8), mas a força disponível em baixa chega a superar o motor 2.0 usado anteriormente pela Peugeot, bem como a faixa de força plana que permite manter a carga máxima em um regime de rotação bem amplo, garantindo assim mais conforto ao dirigir e performance superior aos motores EC que estão saindo.

Motor Peugeot PureTech 1.2 turbo

Usado na Europa e na China, o PureTech Turbo só falta chegar ao Brasil, onde se espera que equipe o Citroën C4 Cactus, que chega ao país nos próximos meses. Mesmo na versão de 110 cavalos, o rendimento é muito superior ao 1.6 de até 118 cavalos e dará ao crossover o melhor de dois mundos: performance e economia.

Tudo isso com baixa emissão de poluentes. Também se espera que tenha tecnologia flex e que mais adiante equipe também o Peugeot 2008, assim como o 208 e Aircross. Na Europa, o PureTech Turbo é usado até em modelos médios, mas isso não deve acontecer aqui por conta do Prince THP. Na China, o motor entrega 136 cavalos e é chamado de THP, embora não pertença à família Prince. O mesmo ocorre com a atualização deste para o novíssimo 508, sendo chamadas as versões de 180 e 225 cavalos de PureTech.

Motor Peugeot PureTech 1.2 turbo

 

Veja na lista abaixo, alguns modelos que recebem o motor PureTech:

Peugeot

  • Peugeot 108 1.0 68 cv
  • Peugeot 208 1.0 68 cv – 1.2 82 cv – 1.2 110 cv
  • Peugeot 2008 – 1.2 82 cv – 1.2 110 cv – 1.2 130 cv
  • Peugeot 301 – 1.2 82 cv
  • Peugeot 308 – 1.2 82 cv – 1.2 110 cv – 1.2 130 cv
  • Peugeot 3008 – 1.2 110 cv – 1.2 130 cv
  • Peugeot 408 – 1.2 130 cv (China)
  • Peugeot 5008 – 1.2 110 cv – 1.2 130 cv

Citroën

  • Citroën C1 – 1.0 68 cv
  • Citroën C3 – 1.0 68 cv – 1.2 82 cv – 1.2 110 cv
  • Citroën C3 Aircross – 1.2 82 cv – 1.2 110 cv – 1.2 130 cv
  • Citroën C4 Cactus – 1.2 82 cv – 1.2 110 cv – 1.2 130 cv
  • Citroën C4 Picasso – 1.2 110 cv – 1.2 130 cv
  • Citroën Grand C4 Picasso – 1.2 110 cv – 1.2 130 cv
  • Citroën C4L – 1.2 130 cv (China)
  • Citroën C-Elysée – 1.2 82 cv

DS 

  • DS 3 – 1.2 82 cv – 1.2 110 cv – 1.2 130 cv
  • DS 4 – 1.2 130 cv
  • DS 4S – 1.2 136 cv (China)
  • DS 4LS – 1.2 136 cv (China)

Opel/Vauxhall 

  • Opel/Vauxhall Crossland X – 1.2 82 cv – 1.2 110 cv – 1.2 130 cv
  • Opel/Vauxhall Grandland X – 1.2 130 cv

Motor Peugeot PureTech 1.2 turbo

Futuro

Produzido pela Française de Mécanique, empresa local que produz motores para a PSA desde os anos 70, mas que também faz os motores Energy da Renault, situada em Douvrin, o PureTech também é produzido em Trémery, o que se deu bem recentemente. Fora da Europa, apenas Xiang Yang, na China, faz o propulsor. A demanda é alta e espera-se que atinja um milhão de unidades fabricadas até 2019. Ao lado do Prince (EP), a família EB compõe hoje a espinha dorsal em termos de motorização a gasolina da PSA.

Em realidade, as duas famílias sustentarão a gama híbrida futura, visto que a PSA abandonou a evolução dos motores diesel BlueHDi. O PureTech será fundamental não só na Europa, mas no Mercosul, equipando a nova geração de carros da Peugeot e Citroën na região. Por ora, a empresa francesa não estendeu o turbo para seu motor de 82 cavalos, mas pode faze-lo se as metas de emissão não forem alcançadas.

Da mesma forma, seguindo o caminho de sua conterrânea Renault, a PSA pode gerar até uma versão mais potente do EB, que poderia alcançar 160 cavalos ou pouco mais para substituir o 1.6 THP de 165 cavalos. Ou seja, haveria um 1.2 PureTech Turbo bem mais potente, mas a mudança poderia gerar um aumento necessário de volume, chegando a 1.3 talvez. Por ora, o Prince continua atuando de 125 a 275 cavalos.

 

Motor Peugeot PureTech 1.2 turbo
Este texto lhe foi útil??

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros para mais de 450 milhões de pessoas, por mais de 12 anos. Saiba mais.

Notícias por email