TOP 5: Motivos para não comprar o Fiat Pulse

pulse s design 1
pulse s design 1

Em cada mês do ano passado, quase 4 mil unidades do Pulse eram colocadas nas ruas.

Não é à toa que vemos tantos modelos nas ruas, levando muitos a pensarem nesse SUV como uma opção em sua próxima compra.

Mas o fato é que o Fiat tem alguns defeitos que precisam ser analisados, muitos deles provocados pelo projeto que limita o tamanho ou a quantidade de equipamentos que poderiam ser colocados nesse utilitário.

Confira!

fiat pulse drive avaliacao na 29
fiat pulse drive avaliacao na 29

Plástico duro por todo lado e encaixes ruins

A história é sempre a mesma quando falamos sobre o acabamento dos carros vendidos por aqui, pelo menos na faixa de preço mais procurada pelos consumidores. Mas isso não pode servir de desculpa em todos os casos.

O Pulse é um carro que começa em R$ 103.990 na versão 1.3 manual e vai até R$ 134.490 na opção Impetus Turbo, ou seja, você vai esperar um acabamento superior ao que é visto em modelos populares.

No geral, porém, a Fiat não caprichou tanto. Ainda que existam cores diferentes no painel e algumas partes do plástico com texturas chamativas, no final tudo é apenas plástico rígido.

Pior ainda, o encaixe em diversos pontos não é bom. Ao fechar o porta-luvas, por exemplo, fica uma fresta no lado esquerdo, o que ainda deixa a tampa desse compartimento visivelmente desalinhada.

Ao andar numa versão mais barata do SUV, nem mesmo os encostos para o braço nas portas usam um material melhor ou agradável ao toque, e isso incomoda bastante. A situação só muda quando você opta pelas configurações mais caras.

Relacionado ao acabamento, também podemos citar o isolamento acústico do carro, que não é tão bom. É fácil ouvir o barulho dos pneus ou do vento na estrada, lembrando o que vemos em modelos populares.

fiat pulse drive avaliacao na 26
fiat pulse drive avaliacao na 26

Mais apertado que um Argo?

Ainda no interior do carro, temos outro ponto negativo para o Pulse: seu espaço interno. A plataforma é a mesma do Argo, que dá show nesse quesito em seu segmento. Mas aqui estamos falando de um SUV, então a história muda completamente.

Com entre-eixos de 2,53 metros, ele ganha apenas 1 cm em relação ao irmão. O resultado é que os ocupantes traseiros vão sofrer em trajetos mais longos ou até mesmo em trechos curtos, caso tenham mais de 1,80 m.

O carro comporta cinco pessoas, mas na prática isso é bem desconfortável. Os ocupantes laterais vão numa situação um pouco melhor, mas é comum ver os joelhos encostando nos bancos dianteiros.

Já o “sortudo” que for no meio verá uma situação pior. Além do pouco espaço lateral, que faz todos a viajar bem encostados, ele obrigatoriamente terá que acomodar as pernas pros lados e roubar espaço dos outros passageiros, já que o túnel central é estreito.

Ou seja, você vai conseguir um cenário melhor nesse quesito se optar por algum concorrente do modelo da Fiat, como o Volkswagen Nivus, que tem 2,57 metros de entre-eixos.

fiat pulse drive avaliacao na 33
fiat pulse drive avaliacao na 33

Porta-malas com 300 litros, não 370

Se você compra um carro dessa categoria, talvez precise de mais espaço no porta-malas. E olhando a ficha técnica do Pulse, vai ficar animado ao saber que ele tem 370 litros no porta-malas, ou 70 litros a mais que seu irmão Argo.

Mas ao colocar os dois lado a lado, verá que não existe uma diferença tão grande entre o compartimento do SUV e do hatch. E a explicação para isso é bem simples: o método para realizar a medição.

Enquanto a Fiat usou o padrão convencional de blocos para medir o espaço no Argo, totalizando 300 litros, a marca utilizou outro método no Pulse. Nesse caso, é como se ela enchesse o porta-malas de água para medir o espaço total.

Essas duas maneiras diferentes podem gerar números distintos para o mesmo porta-malas, e foi isso que aconteceu no Pulse. Aquele porta-malas que deveria ter 300 litros, milagrosamente tem 370 litros.

É fato que a proposta do Pulse não é oferecer tanto espaço interno ou no porta-malas quanto um SUV maior, mas ainda assim seus compradores ficarão decepcionados com a quantidade de bagagem que cabe ali.

fiat pulse drive avaliacao na 45
fiat pulse drive avaliacao na 45

Muitos itens são vendidos como opcionais

A tabela de preços do Pulse varia entre R$ 104 mil e R$ 134,5 mil, como já citamos acima. Mas isso, obviamente, não inclui qualquer opcional, algo que na Fiat pode fazer muita diferença no valor final.

Explicando em detalhes, a versão de entrada Drive 1.3 MT pula de R$ 103.990 para R$ 106.880 com o pacote Pack Plus, que adiciona rodas de 16 polegadas, sensor de estacionamento e câmera de ré.

Esse é o mesmo opcional oferecido para a configuração Drive 1.3 AT, que vai de R$ 110.990 para R$ 113.880. A topo de linha Impetus Turbo tem apenas o pacote de serviços conectados, saltando de R$ 134.490 para R$ 137.340.

Mas a pior situação fica para a versão Audace Turbo, que custa R$ 122.490. Nesse caso, você pode adicionar o Pack Safety (itens de assistência ao condutor) e o Pack Tech Design (rodas aro 17, teto bicolor, multimídia de 10,1″ e GPS), chegando a R$ 129.460.

A única exceção nessa história é a versão S-Design 1.3 AT, que não tem opcionais. Como todas as opções da gama são relativamente bem equipadas, não era necessário ter tantos opcionais, que acabam encarecendo o Pulse.

fiat pulse drive avaliacao na 15
fiat pulse drive avaliacao na 15

Apenas 4 airbags

Se a lei exige 2 airbags de qualquer carro novo vendido no Brasil, podemos dizer que oferecer 4 bolsas de proteção é muito pouco para um carro acima dos R$ 100 mil. Infelizmente, é isso o que vemos no Pulse.

Todas as versões vem com airbags frontais e laterais, e isso inclui o Pulse Abarth, que custa R$ 149.990. Ou seja, nenhuma opção desse SUV, que está cada vez mais caro, tem bolsas de proteção do tipo cortina, que acabam protegendo todos os ocupantes.

Aliás, se a marca tem tantos opcionais, os 6 airbags poderiam ser um pacote vendido à parte, mas isso não acontece. O motivo é a limitação de uso dessa plataforma, mas isso deixa o Pulse atrás de outros concorrentes.

Mesmo olhando para segmentos inferiores, temos diversos carros com 6 airbags, como Onix e HB20. Aliás, até mesmo o Renault Kwid já vem com 4 bolsas, o mesmo oferecido no Pulse.

Conclusão

Como dito no início da matéria, o Fiat Pulse teve um bom volume de vendas em 2023, fechando o ano com 45.808 unidades emplacadas. Nenhum carro vende tanto se não apresentar boas qualidades, algo que esse SUV certamente tem.

Mas os pontos acima devem ser analisados se você estiver de olho nesse modelo.

Veja se alguma coisa citada nesta matéria fará falta para você e sua família, lembrando que para cada aspecto negativo destacado existe um concorrente superior naquele ponto.

google news2 Quer receber todas as nossas notícias em tempo real?
Acesse nossos exclusivos: Canal do Whatsapp e Canal do Telegram!

O que você achou disso?

Toque nas estrelas!

Média da classificação / 5. Número de votos:

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.


Últimas Notícias



viny
Autor: Viny Furlani

Trabalha no segmento automotivo há mais de 18 anos. Desde 2009 trabalha como jornalista no Notícias Automotivas, escrevendo avaliações e notícias sobre carros, totalizando mais de 2.000 artigos.