Jeep: clientes fiéis da marca não tem mais condições de comprar

grand cherokee 4xe 1 1
grand cherokee 4xe 1 1

A Jeep dos EUA está elevando tanto o preço e o nível de seus modelos que muitos clientes fiéis da marca não tem mais condições de colocar um Jeep 0km na garagem, reporta o site da Bloomberg .

Hoje, a empresa não é mais aquela favorita dos motoristas buscando aventura e modelos off-road. A Stellantis fez várias mudanças em sua linha para poder aumentar os lucros.

Os valores subiram tanto, que alguns de seus modelos topo de linha, SUVs de tamanho grande, alcançam a antes inimaginável cifra de 100.000 dólares. Os lucros estão mais altos do que nunca, mas por outro lado fazem com que as pessoas não tenham mais condições de ter um Jeep.

No terceiro trimestre de 2023, as vendas da marca caíram 4% no mercado local, simplesmente o quinto trimestre seguido de queda atrás de queda. No ano todo de 2023, a redução é de 9%, em comparação com 2022, ano em que elas já tinham caído 12%. Em 2021, a mesma história, 2% de redução.

Desde a época da Segunda Guerra Mundial, a Jeep sempre causou inveja em outras marcas, pois ano após ano conseguiu tirar mais dinheiro de seus clientes, que gostam de customizar seus Jeeps, o que sempre aumenta o preço final.

wrangler 2023 1
wrangler 2023 1

Durante os últimos 5 anos, o Jeep Wrangler teve um salgado aumento de 40% nos preços, mais do que a média da indústria, de 31%. As vendas do Wrangler, que já eram fracas no Brasil, caíram ainda mais diante de seu preço que encosta nos R$ 500.000, enquanto nos EUA o modelo parte de 32.000 dólares (o que para eles é caro).

A jogada mais recente da empresa nos EUA foi a entrada no segmento de luxo com os SUVs Wagoneer e Grand Wagoneer, competindo com os famosos Cadillac Escalade e Lincoln Navigator.

E nesta linha diferenciada, a marca tem vergonha de seu próprio nome, pois não existe o nome Jeep em local algum dos dois SUVs de topo.

Mark Kudla, que hoje é consultor na NorthStar Vision LLC, e anteriormente foi diretor de produto na FCA, comentou para o site da Bloomberg que o portfolio atual da Jeep não tem mais aquela conexão com o típico cliente da marca.

Os aumentos seguidos de preço abriram espaço para novos concorrentes nos mesmos segmentos dos modelos Jeep de anteriormente, como é o caso do Ford Bronco e Bronco Sport.

Alexander Edwards, presidente da empresa de pesquisas Strategic Vision, cita que apesar dos modelos Wagoneer terem conseguido roubar clientes de várias marcas, como GMC, BMW e até mesmo Tesla, eles estão levando a empresa para o lado errado.

“A Jeep é uma marca que deveria ser autêntica e rústica, mas ao mesmo tempo sofisticada e com classe. Não deve ser essa coisa que custa mais do que o salário anual da maioria de seus compradores”.

google news2Quer receber todas as nossas notícias em tempo real?
Acesse nossos exclusivos: Canal do Whatsapp e Canal do Telegram!

O que você achou disso?

Toque nas estrelas!

Média da classificação / 5. Número de votos:

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.


Últimas Notícias



Autor: Eber do Carmo

Fundador do Notícias Automotivas, com atuação por três décadas no segmento automotivo, tem 18 anos de experiência como jornalista automotivo no Notícias Automotivas, desde que criou o site em 2005. Anteriormente trabalhou em empresas automotivas, nos segmentos de personalização e áudio.