O que passar no painel do carro?

O que passar no painel do carro?

O que passar no painel do carro? Devo passar somente um pano úmido, ou posso passar outros produtos?


Essa pergunta muitos se fazem pois embora muitos carros sejam atraentes por fora, é o ambiente interno que diz tudo sobre o automóvel.

Sua conservação também reflete parte da personalidade do dono, especialmente na limpeza. O conjunto frontal, por exemplo, é a primeira coisa que muita gente vê dentro de um veículo. Então, o que passar no painel do carro para ficar bem vistoso e conservado?

Vários produtos existem no mercado, mas desde tempos imemoriais, muita gente se convencionou a utilizar apenas um para limpar e dar brilho no painel do carro.

Ele, apesar de muito popular, não é recomendável para isso. Estamos falando do silicone.

Apesar do brilho imediato, o silicone engordura todo o conjunto e, além de facilitar a fixação de sujeira e poeira suspensa no ar, também evapora com o calor de um dia quente, embaçando completamente o para-brisa, o que prejudica a visibilidade e a segurança durante chuva ou neblina.

Isso sem contar a higiene, já que ácaros e fungos podem se acumular e prejudicar a saúde. Não use silicone no painel do seu carro.

Veja também: Top 10: dicas de limpeza automotiva

O que passar no painel do carro?

O que passar no painel do carro?

Então, o que já sabemos é o que não se deve passar no painel do carro. Agora o recomendável vem a seguir.

Antes de mais nada, o painel do automóvel foi desenvolvido para suportar calor extremo do ambiente em que o veículo está exposto. Um conjunto vistoso e bonito não precisa ser exatamente brilhante como no exemplo do silicone.

Em realidade, esse tipo de brilho até expõe a idade do carro, indicando que já é preciso passar tal produto para disfarçar a ação do tempo e do uso.

Basicamente, para uma limpeza e conservação adequada, sem medidas “brilhantes” para chamar a atenção, o proprietário pode valer-se de um kit básico de limpeza, que é barato e fácil de usar.

Geralmente um pano de microfibra umedecido já limpa em grande parte o painel. Mas, se este estiver mais contaminado com sujeira, pode-se utilizar também esponja macia, sabão neutro, pincel, escova e um aspirador de pó, melhor sendo aquele portátil, mas se não tiver, pode ser o doméstico mesmo.

Antes de tudo, passe um pano levemente umedecido para retirar o excesso de poeira do revestimento. Então, misture o sabão neutro líquido numa proporção de 1 para 4 num balde com água.

Molhe então o pano de microfibra leve, não deixando que o mesmo pingue solução. O ideal é torcer bem.

Só essa limpeza já garante um bom aspecto para o painel. No entanto, sujeiras podem estar escondidas em algumas partes.

Por isso, antes dessa etapa, utilize pincel ou escova para retirar poeira dos difusores e frestas entre as partes do painel do carro. Isso garante que o conjunto ficará realmente limpo.

Se houver algum ponto de sujeira mais pesada, algo que tenha caído sobre o painel, por exemplo, utilize a solução de sabão neutro numa esponja macia, esfregue suavemente a superfície até que a mancha ou sujeira tenha saído.

Depois, com um pano de microfibra para retirar o excesso. Pronto!

Revitalizador

O que passar no painel do carro?

Mas, e o brilho? Nesse caso, o proprietário evita o silicone ao comprar um renovador de plásticos automotivo ou simplesmente polidor ou revitalizador.

Trata-se de um produto vendido nas lojas de acessórios, autopeças e pela internet. Ele é desenvolvido para limpar superfícies como do painel.

Para utiliza-lo é necessário que a superfície do painel esteja limpa e seca. Desse tipo de produto, existem duas opções: líquido e pasta.

No primeiro, a maioria recomenda um aplicador de espuma, passando assim na superfície, onde se faz então movimentos circulares e contínuos até dar brilho.

No caso de pasta, basta aplicar um pouco sobre um pano de microfibra e fazer também movimentos circulares até dar brilho. Em caso de excesso, use um pano seco para retirar o excesso.

Os produtos geralmente não possuem silicone e custam a partir de R$ 17,00.

Ricardo de Oliveira

Técnico mecânico, formado há 25 anos. Há 14 anos trabalha como jornalista no Notícias Automotivas, escreve sobre as mais recentes novidades do setor, frequenta eventos de lançamentos das montadoras e faz nossos testes e avaliações. Também trabalhou nas áreas de retificação de motores, comércio e energia.