Argentina Ford Pickups Preços

Argentina: Ford Ranger Raptor chega com 213 cv por R$ 217 mil

Argentina: Ford Ranger Raptor chega com 213 cv por R$ 217 mil

A Ford Argentina lançou a Ranger Raptor no mercado local com um preço de US$ 52.990, o que equivale a mais ou menos R$ 217 mil numa conversão direta. O preço é alto, mas não estaria longe da Ranger Limited no Brasil, que custa R$ 188.990.


Com visual agressivo e proposta real de off road extremo, a Ford Ranger Raptor antecipa aos argentinos o novo motor EcoBlue 2.0 de 213 cavalos e 50,8 kgfm, sendo um pouco mais forte que os 200 cavalos e 47 kgfm do nosso velho conhecido 3.2 de cinco cilindros da Ranger vendida aqui, que por sinal é hermana.

Argentina: Ford Ranger Raptor chega com 213 cv por R$ 217 mil

Com dois turbocompressores, intercooler e injeção Common Rail, esse propulsor trabalha na Ford Ranger Raptor com uma caixa automática de 10 marchas, a mesma de Mustang e Camaro. O sistema de tração 4×4 pode ser engatado até 120 km/h por meio do comando “Shift on the Fly”.


Para sair de situações ruins, ela vem com caixa de redução de 2,73:1, onde o motor EcoBlue 2.0 e a gestão de tração tira essa picape de pisos realmente complicados de andar, algo que não falta na Argentina, país com florestas úmidas, desertos, cordilheira, “RN-16”, entre muitos outros lugares que exigem uma Ranger Raptor.

Argentina: Ford Ranger Raptor chega com 213 cv por R$ 217 mil

A Ford Ranger Raptor chega com visual personalizado, tendo faróis duplos com luzes diurnas em LED, grade estilizada com nome Ford, para-choques largos com proteção metálica na frente, bitolas mais largas, suspensão elevada, rodas de liga leve exclusivas, saias de rodas abauladas, estribos laterais, pneus todo-terreno e retrovisores pretos.

Ela ainda tem amortecedores de competição Fox, discos de freio maiores na frente e atrás, pneus 285/70 R17, modos de condução Low, Sport, Weather, Mud/Sand, Rock Crawl e Normal. Por dentro, a Ranger Raptor tem bancos esportivos personalizados com ajustes elétricos e aquecimento na frente.

Argentina: Ford Ranger Raptor chega com 213 cv por R$ 217 mil

O volante esportivo em couro tem marcador 00:00 e a multimídia é a SYNC 3 com Android Auto e Car Play, tendo ainda seis airbags, TCS/ESP, sistema anticapotamento, controle adaptativo de carga, assistente de manutenção de faixa, ar condicionado dual zone, navegador GPS, direção elétrica, câmera de ré, controle de descida e assistente de rampa.

Agradecimento ao Sandro Galico.
Argentina: Ford Ranger Raptor chega com 213 cv por R$ 217 mil
Nota média 4.2 de 5 votos

Ricardo de Oliveira

Ricardo de Oliveira

Técnico mecânico, formado há 23 anos. Há 12 anos trabalha como jornalista no Notícias Automotivas, escreve sobre as mais recentes novidades do setor, frequenta eventos de lançamentos das montadoras e faz nossos testes e avaliações. Também trabalhou nas áreas de retificação de motores, comércio e energia.

  • leomix leo

    Aí sim, uma pra botar pra arregaçar, não é aquela Hilux cheia de adesivos de polícia.

    • Marcelo Ceno Dutra

      Falei isso com meu tio que comprou uma ele ficou com raiva de mim kkkkkkkkk

      • Robinho

        kkkkkkk

  • Marcelo Ceno Dutra

    Alguém me explica o porquê a Ford lança uma pickup dessa num país falido mais não lança aqui, no mercado mais importante da América latina.

    • Edinaldo_Tapica

      Aqui também tá bem falido viu, só pra constar kkkkk

      • Marcelo Ceno Dutra

        Mas tá muito longe do que a Argentina está vivendo, na verdade não chega nem perto.

        • Edinaldo_Tapica

          Você se baseia em que? Na mídia? Viajo muito pra lá, e o feeling que tenho é que aqui está pior em praticamente todos os aspectos sociais. Economicamente só está melhor porque tem mais contribuintes: É um monstro como bem apontado no impostometro. Não se deixe levar pelo que passa na televisão…

          • Eric PB

            mas entao um pib que caiu mais de 5% no primeiro tri em relação ao mesmo período de 2018 e desemprego na casa de 10% (ok o nosso está pior ainda12%) não se deve levar em consideração? Aqui somos roubados por todos os lados mas a economia está estável e com reformas politicas q visam melhorias futuras. E qual a proposta da Argentina para melhorar a atual gestão?

            • Luis Burro

              Melhorias futuras pros politicos msmo…pq em vz de fazer esta porcaria de reforma eles ñ votam um teto maximo pro funcionalismo público?
              Tipo uns 10 mil tava loko de bom pelo tanto q trabalham,isto com certeza economizaria um monte na previdência…eles querem se espelhar nos EUA mas os salarios públicos de lá ñ são arrombados como no Brasil!

          • FocusdaBahia

            Acho que você precisa visitar a argentina…

      • Luis Burro

        O mercado ñ,aqui é a maioria das pessoas q tão falidas kkkk…se fosse o mercado os valores ñ aumentariam constantemente!

    • Bruno_Mgá

      CEO da Ford Brasil come merd* quente todo dia e isso afeta ele nas estratégias kkkkkk.
      Sério, só pode ser essa explicação. nunca vi uma empresa fazer tanta cagada estrategicamente falando.

      • Luis Burro

        Pq trazer carros bons se brasileiro aceita as carroças e ainda paga caro por isto???
        Até as Premium já viram isto e produzem no Brasil cobrando valores de importado!😅

      • FocusdaBahia

        Antes de falar essas coisas, melhor se informar…

    • TchauQueridos

      Mercado brasileiro é muito maior que argentino e chileno em numero de vendas, inexplicavelmente ambos possuem muito mais opções.

      • Edinaldo_Tapica

        Talvez seja justamente por isso isso: Quanto maior a pluralidade de produtos, maior a diversidade de motores, o que requer treinamento específico e como Brasil é um continente, demanda muito gasto.

        • Luis Burro

          E tlvz tbm pq eles usem dolar pra comprar diretamente em vz da moeda local,deve compensar pra montadora já q ñ precisa ficar trocando pra enviar pra matriz!

    • Fernando Peixoto

      Tudo é por conta do Mercosul, o mercado prevê uma distribuição de empregos em ambos os países, sendo o mais populoso responsável pela maior contratação, e aí vem os carros mais vendáveis como nesse caso o ka e ecosport, e na argentina o de menor saída, que são aqueles com valores mais agregados, e sobrando para o Uruguai os CKD chineses. Por conta dessa formação original da indústria é que fomos profundamente prejudicados, as indústrias já possuem a estrutura voltada para essas produções por lá e por isso mantêm, e nós, que consumimos 90% do que é feito, temos que rachar pra poder dizer que temos hermanos… Esse Mercosul só é bom para as montadoras, e olhe lá, a Honda já anunciou que não quer conta com argentinos, pra eles só as motos vão continuar sendo montadas lá.

    • FocusdaBahia

      A Ford explicou isso, mas a imprensa não mostrou com a devida atenção.

      A Ford queria lançar o carro aquii, mas devido a nossa maravilhosa legislação não foi possível lançar. A capacidade de carga dessa ranger é de apenas 700 kg e ou a Ford teria que reprojetar a suspensão apenas para o Brasil ou lançar ela com um motor a gasolina.

      Parabéns mais uma vez para nossas leis dos anos 1960!

  • Henrique12

    Mundo: Pick Up 4X4
    Mercosul: Pick Up 213X217

  • Eskarmory .

    Qual origem dela? Coisa mais aleatória do MUNDO ter essa Ranger na Argentina vendendo menos da metade que no Brasil.

    • Paulo Lustosa

      Importada da Tailândia.

  • Josimar Genm Tavares

    Uma falta de respeito um sobrenome desse para esse picape que anda menos que Amarok.

    • Leonardo Silvano

      É pra disputar corrida? Ou é para topar qualquer parada? Será que a Amarok topa as mesmas paradas que essa Raptor?

      • Robinho

        ate pensei em responder o que vc escreveu, mas acabei desistindo…é cada comentário que aparece por aqui…

        • Leonardo Silvano

          Responde aí, to doido pra ver seu exercício de inteligência.

          • Robinho

            eita, mas eu não critiquei o seu comentário, so disse que pensei em comentar a msm coisa que vc escreveu, mas acabei desistindo…mas é verdade meu comentario acima deu dupla interpretação ou não escrevi direito msm….kkkk

        • Lucas

          Na verdade o nome Raptor remete não só à capacidade offroad dos carros, mas também a um desempenho acima da média. A F150 Raptor não precisa de 450 cavalos ou de um 0 a 100 abaixo dos 6 segundos pra ser excelente no fora de estrada, mas ainda assim possui tal potência e capacidade. Era de se presumir que a Ranger Raptor também estivesse à frente da concorrência no quesito aceleração – e não está.
          Acho que o colega estava falando disso.

      • Luis Burro

        Topa…só ñ sobe ladeira em barro molhado como um Uno!😂

    • Paulo Lustosa

      Raptor sempre foi um veículo focado em off road, coisa que a Amarok e a falta de reduzida nunca foi focada.

    • Alexandre Monteiro

      Amarok foi feira para asfalto e asfalto bom.

    • Luis Burro

      Anda a msma coisa com 2 cilindros a menos…foco dela é a diversão e a parte ambiental!

      • Lucas

        Já tem testes com essa Ranger 2.0 biturbo e ela anda mal, muito mal. Se procurar no Youtube você acha ela tomando sufoco de Amarok 2.0 biturbo de 180 cv até de Hilux 2.8, a manca da categoria. Definitivamente a Ford precisa de muito mais potência do que as concorrentes pra conseguir andar junto, quando se trata dessas caminhonetes médias. A 3.2 toma pau violento da S10, mesmo com a mesma cavalaria e um motor gigantesco, e a 2.2 anda tanto quando um celta 1.0, nem parece que tem a mesma potência daquelas HIlux 3.0 da geração passada.
        É só procurar no Youtube: “Amarok vs Ranger vs Hilux + DRAG RACE!”.

  • Josimar Genm Tavares

    No Brasil, creio ter muita borocracia e tributos.

  • Robinho

    meu Deus que coisa mais linda…sonho de consumo.

  • Janio Candido

    Linda demais

  • Alvarenga

    Se fosse a V6 esse preço estaria justo.

  • Yuri Lima

    Quase mil reais por CV.
    A galera BF///MS pira!

  • Paulo Lustosa

    Tomara que esse motor seja versátil pra reprogramação igual ao Puma 3.2 5cil da Limited, pois o 3.2 com reprogramação e sistema de escape passa de 300 cv facilmente.

    • Alexandre Monteiro

      Aqui em Fortaleza esse motor(3.2) já passou dos 400CV com injeção de nitro-metano, mas nunca vi uma preparação desse nível em Ranger, somente em Troller, e olha, além disso metem pneu 37″ e rodam o dia todo em dunas com uma temperatura na casa dos 36ºC e sem muito ar de impacto, é incrível a durabilidade desse motor nos Troller, inclusive quem teve Troller desde os primeiros a diesel, afirma que esse 3.2 é mais resistente que o MWM 2.8 mecânico dos primeiros modelos.

      • Paulo Lustosa

        Aqui tem muito deles com 330 cv, porém, o MWM Sprint é mais durável.

    • Lucas

      Dificilmente, se baseando no motor 2.0 biturbo da Amarok que já está próximo do seu limite de rendimento seguro e consegue poucos cavalos com preparação. Boas empresas tiram cerca de 230 ou 240 cavalos da picape da VW, no máximo, com boa segurança e durabilidade. Creio que essa Ranger também não passe muito disso.

  • Luis Burro

    Este motor é melhor q o cinco cilindros???
    E o q faz o mercado Argentino ser mais convidativo q o brasileiro q é mto maior e ñ atravessa a crise do país vizinho?

  • Augusto

    Aí sim! Simplesmente top, e ponto!

  • Guilherme Batista

    Renegade, Compass e cia entram na categoria “Jipe e misto” que é diferente da categoria das pickups que são consideradas veículos de uso comercial.
    Não é atoa que tiveram que fazer a Toro carregar 1 tonelada na versão Diesel

  • Rocha Charo

    que lixo de multimídia

  • FocusdaBahia

    Infelizmente a Ford não pode vender ela aqui por causa de nossa legislação pífia…

    A capacidade de carga dessa Pickup é de 700 kg portanto não pode usar motor Diesel no BR… Muito bizarro.

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros para mais de 450 milhões de pessoas, por mais de 13 anos. Saiba mais.

Notícias por email