Manutenção Matérias NA

Como saber se o alternador está carregando?

Como saber se o alternador está carregando?

O alternador é um item importante do automóvel e saber se ele está funcionando é algo fundamental, quando a bateria não está suprindo a energia necessária para o veículo. Pelo menos, essa é a primeira impressão que se tem quando isso acontece. Então, o melhor antes de trocar a bateria é inspecionar o alternador.


O que é?

O alternador é um dispositivo que transforma a energia mecânica do motor em eletricidade e à envia direto para a bateria, recarregando-a durante o funcionamento do veículo. Ele se utiliza do movimento de indução elétrica, onde a energia flui através do rotor, criando assim um campo magnético que movimenta os elétrons na bobina do estator, gerando assim uma corrente alternada.

Para se adequar à voltagem dos automóveis, geralmente 12 volts, existe um retificador e um regulador de tensão para que a corrente alternada seja convertida em corrente contínua.


Como saber se o alternador está carregando?

Como saber se o alternador está carregando?

Correia

Primeiro, é preciso fazer uma inspeção visual para saber se o alternador está funcionando mecanicamente bem. Com o motor desligado, verifique a correia para ver se a mesma está bem tensionada. Folgas na correia, geralmente a Poly-V, ocasionam mau funcionamento do alternador.

Caso esteja folgada, vá até o tensor de correia, solta a porca que o segura na posição e puxe-o até que a correia esteja bem tensionada. Veja qual o estado da correia. Se ela estiver rachada ou trincada, será necessário sua substituição.

Isso é importante não só para o funcionamento do alternador, mas também para outros periféricos do motor, tais como bomba d´água, ar-condicionado e direção hidráulica, por exemplo.

Após isso, ligue o carro e verifique se a bateria está sendo corretamente carregada. Dependendo do carro, um alerta de bateria será ativado se a tensão estiver baixa demais ou se houver algum problema na parte elétrica, envolvendo o alternador. Se isso não resolveu, siga para o passo seguinte.

Como saber se o alternador está carregando?

Voltímetro

Compre um voltímetro portátil. Trata-se de um importante dispositivo que custa em média R$ 15,00. De posse do aparelho, defina a voltagem do mesmo em 20V. Outra opção é um multímetro, que também mede a tensão, voltagem e outras propriedades elétricas.

O teste com o voltímetro ou multímetro se dá não no próprio alternador, mas na bateria do veículo. Com o motor desligado, conecte o aparelho à bateria. Esse teste é importante para saber se a bateria não está com carga baixa demais para realização do teste do alternador.

O conector vermelho deve ficar preso ao polo positivo da bateria. Já o conector preto vai no polo negativo. Então, no aparelho, verifique a voltagem da bateria.

Se o ponteiro ou medidor digital apontar para algo acima de 12,2 volts, é que a bateria está boa para fazer o teste. Se ficar abaixo disso, será necessário carregar a bateria ou partir para outro tipo de teste do alternador.

O próximo passo em caso da bateria estar com voltagem adequada é ligar o motor do veículo. Além do motor ligado, é necessário ligar também os faróis e manter a rotação em 2.000 rpm. Com esse giro, o alternador deverá iniciar normalmente o carregamento da bateria.

Como saber se o alternador está carregando?

Mantendo-se a rotação, deve testar novamente a bateria com o voltímetro/multímetro. Tenha cuidado com essa operação, evitando tocar a pele nos polos da unidade de energia. Verifique se o indicador vai até 13 volts, isso deve ocorrer normalmente. Com a oscilação de rotação, veja se a voltagem fica entre 13 e 14,5 volts.

Se oscilar junto entre esses dois níveis, o alternador está funcionando corretamente e não há nenhum problema com o mesmo, indicando que a falha no fornecimento de energia pode estar com a bateria. Porém, se a voltagem não passar de 13 volts com a aceleração ou cair abaixo disso, o problema é de fato com o alternador.

Para tirar a prova “dos nove”, refaça o teste com ar-condicionado e rádio também ligados, mantendo assim também os faróis acesos e o motor girando em 2.000 rpm. Nesse caso, verifique se a voltagem permanece acima de 13 volts.

Além disso, a rotação do motor não pode baixar e os itens ligados precisam estar plenos em seu funcionamento. Se tudo estiver como descrito, o alternador realmente está bom.

Como saber se o alternador está carregando?

No painel dos clássicos

Dificilmente nos dias atuais um automóvel possui um voltímetro no quadro de instrumentos. Com a eletrônica embarcada nos anos 90, junto com a injeção de combustível, o dispositivo rapidamente deixou de ser usado, mesmo em veículos utilitários. Mas, se o carro ainda possui um voltímetro no painel, use-o para saber se o alternador está carregando corretamente a bateria.

Nesse caso, o teste é semelhante ao do voltímetro, ligando-se o motor até 2.000 rpm, junto com faróis, ventilador ou ar-condicionado e também o equipamento de rádio. Se o ponteiro indicar uma voltagem ou amperagem mais alta com o motor e periféricos funcionando, então o alternador deverá mesmo estar carregando corretamente a bateria. Desligado, o motor, a tensão normalmente cairá.

Como saber se o alternador está carregando?

Outras indicações

Um alternador funcionando de forma errada tem outros indicativos que podem ser verificados pelo proprietário do veículo. Um deles é o rádio. Se ao ligar o aparelho, ele emitir um chiado ou ruído durante o funcionamento, isso pode indicar falha no carregamento da bateria por parte do alternador.

Outro indicativo é o rolamento do alternador. Se o dispositivo emite um ruído diferente com a ativação de acessórios do carro, como faróis, ar-condicionado, rádio, entre outros, é que pode haver um problema no rolamento do mesmo. Nesse caso, não há alternativa a não ser ir até uma auto elétrica para fazer o reparo do rolamento do alternador, caso seja possível.

Nesse caso, pode-se levar o carro até uma auto elétrica para que o teste seja feito. Se de fato for um defeito onde não é possível o reparo, visto que alguns não possuem manutenção, segundo eletricistas, será necessário comprar um novo, o que não sai nada barato.

Você também pode tira-lo do veículo e testa-lo nas lojas de autopeças, se for o caso. Em todo caso, se a bateria é nova e indícios de falha estão ocorrendo em seu automóvel, a probabilidade do problema estar relacionado com o alternador é grande.

 

 

Como saber se o alternador está carregando?
Nota média 4.7 de 7 votos

Ricardo de Oliveira

Ricardo de Oliveira

Técnico mecânico, formado há 23 anos. Há 12 anos trabalha como jornalista no Notícias Automotivas, escreve sobre as mais recentes novidades do setor, frequenta eventos de lançamentos das montadoras e faz nossos testes e avaliações. Também trabalhou nas áreas de retificação de motores, comércio e energia.

  • leomix leo

    Hoje em dia, com os veículos cheios de eletrônica e dispositivos eletrônicos, o aconselhável é está entre 13,5 e 14,5v, sempre com os faróis ligados, menos que isso não está carregando a bateria e nem suprindo as necessidades do veículo, mais que 14,5v estraga a bateria tb.

  • Luis Burro

    Na vdd tem q verificar o sistema inteiro,pq as vzs pode ser só o cabo solto do alternador tbm!

  • zekinha71

    Lembro que quando saiu o Vectra A, um rapaz daqui da firma comprou um e a cada seis meses dava pau na bateria, a ccs trocava na garantia, depois de um dois anos ele trocou de carro e daí que na ccs descobriram uma falha no alternador.
    Trocaram umas 5 baterias na garantia porque ninguém teve a capacidade de descobrir e resolver o problema.

    • Renato Duarte

      Resumindo,, foi falta de interesse da concessionária em descobrir.

  • Renato Duarte

    Cara, é tão fácil saber!!!
    é só dar partida no motor,, assim que o carro funcionar,, desconecta a bateria,, se não apagar, significa que o alternador está produzindo energia para gerar centelha para a ignição. Caso contrário,, o motor apaga ao fazer tal procedimento.

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros para mais de 450 milhões de pessoas, por mais de 13 anos. Saiba mais.

Notícias por email