_Destaque Manutenção Tecnologia

Conhecendo a ordem de ignição do motor

porsche-boxer-motor Conhecendo a ordem de ignição do motor

Todos os motores com mais de um cilindro possuem uma ordem de ignição, que é a combustão ocorrida em cada um deles. Essa sequência varia de acordo com o número de cilindros, tipo de virabrequim, aplicação do propulsor e a distribuição uniforme da ignição, são alguns dos aspectos que definirão a ordem de ignição.

No entanto, o objetivo principal é produzir um trabalho equilibrado para um funcionamento suave, que gera não só conforto ao dirigir, mas também preserva a vida útil de peças e componentes internos do motor, bem como dos coxins e outros componentes externos ligados ao propulsor.

Por conta disso, por exemplo, um motor de quatro cilindros não pode ter ordem de ignição 1-2-3-4. Só existem três sequências para este tipo: 1-3-4-2, 1-2-4-3 ou 1-4-3-2 (motor boxer). Um de dois cilindros pode ter 1-2 ou 2-1. Num de três são 1-3-2 ou 1-2-3. Aqui, o projeto do motor já contempla essa sequência em ordem crescente. Abaixo, mais algumas das várias ordens de ignição em diversos tipos de motores.

corvette-motor Conhecendo a ordem de ignição do motor

Na configuração de cinco cilindros, a ordem de combustão é 1-5-2-3-4 ou 1-2-4-5-3. Já um seis cilindros em linha tem ordens: 1-2-4-6-5-3, 1-4-2-6-3-5, 1-5-3-6-2-4 ou 1-4-5-6-3-2. Um V6, por exemplo, pode ter 1-6-5-4-3-2 ou 1-6-2-4-3-5 (boxer Porsche). Um V8 pode ter sequências de 1-6-3-5-4-7-2-8, 1-8-3-6-4-5-2-7 ou 1-5-4-8-6-3-7-2. Pensando mais alto, num V10 a ordem é: 1-6-5-10-4-9-3-8-2-7.

Em motores V12 antigos da Ferrari, por exemplo, a ordem era: 1-12-5-8-3-10-6-7-2-11-4-9. Nos motores da marca italiana, feitos mais recentemente, a sequência muda para 1-7-5-11-3-9-6-12-2-8-4-10. Isso mostra como um mesmo tipo de motor pode ter sua ordem modificada ao longo do tempo, de acordo com a proposta de aplicação. Já que estamos falando de Ferrari, um competidor mais poderoso, um Bugatti Veyron, por exemplo, tem seu W16 na seguinte ordem: 1-14-9-4-7-12-15-6-13-8-3-16-11-2-5-10. Interessante, não é mesmo?

[Com informações da Revista Quatro Rodas]

Send this to a friend