Matérias NA Segurança Trânsito

Quantos carros possuem seguro no Brasil?

Quantos carros possuem seguro no Brasil?

O seguro é um serviço de proteção muito importante para o automóvel e que muitas pessoas ainda ignoram, especialmente por causa do custo. Apesar do DPVAT, que é o seguro obrigatório, aquela cobertura para o automóvel ainda não atinge boa parte dos proprietários de veículos no país. Mas, quantos carros possuem seguro no Brasil? De acordo com a Confederação Nacional das Empresas de Seguros Gerais, Previdência Privada e Vida, Saúde Suplementar e Capitalização (CNSeg), o país possui uma frota de 17,1 milhões de carros segurados até 31 de dezembro de 2017.


Segundo o relatório da CNSeg, 70% dos carros registrados no Brasil não possuem qualquer tipo de cobertura para proteção do bem e de terceiros. Isso representa 31 milhões de veículos sem esse benefício. Isso significa que essa imensa frota de veículos, em caso de acidente, não terá um serviço que providenciará sua recuperação e nem aquela do veículo de terceiro, revelando que os custos com a reparação veicular são enormes no país. O montante é bem expressivo e mostra que existe um potencial gigantesco no setor de seguros no mercado brasileiro onde, para o consumidor, contratar seguro de automóvel ainda é um benefício caro e que impactará negativamente no orçamento familiar.

DPVAT

Quantos carros possuem seguro no Brasil?

No mercado, todos os carros possuem seguro no Brasil apenas para custeio das despesas médicas hospitalares. Esse é o conhecido DPVAT, que é o Seguro de Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Vias Terrestres. De caráter obrigatório, esse seguro é pago por todos os proprietários de veículos do país, independente se o mesmo tenha ou não um seguro para cobertura de danos ao veículos e à de terceiros. Pago anualmente, o chamado “seguro obrigatório” é pago junto com o IPVA e possui cobertura em todo o território nacional.


Através da Lei n°11.482/07, essa cobertura custeia as despesas com internações, medicamentos, consultas e cirurgias para todos os cidadãos que se envolvam num acidente com veículo automotor, independente se for ou não proprietário do veículo ou seu dependente. De acordo com a Seguradora Líder, empresa que administra esse seguro nacional facultativo, o valor para todo tipo de automóvel de passeio é de R$ 45,72. Confira abaixo qual o valor pago para cada tipo de veículo no DPVAT para 2018:

  • Automóveis – R$ 45,72
  • Micro-ônibus/ônibus – De R$ 103,78 à R$ 164,82
  • Ciclomotor – R$ 57,61
  • Motocicleta – R$ 185,50
  • Caminhão/carga – R$ 47,66

No caso do prêmio, dos valores indenizáveis, o DPVAT paga até R$ 13.500 para invalidez permanente, o mesmo valor integral para caso de morte e R$ 2.700 para despesas médicas e hospitalares. De janeiro a abril de 2018, foram pagas 116.085 indenizações, sendo a maioria (71%) por invalidez permanente, o que significa 82.771 casos. Já as despesas médicas e hospitalares ficaram com 20.875 indenizações (18%), enquanto morte representou 11% com 12.439 óbitos. No total, houve queda de 8%, sendo 13% em invalidez e 1% em morte, mas as despesas médicas cresceram 11% em igual período de 2018.

RC e Carta Verde

Quantos carros possuem seguro no Brasil?

Então, se todos esses carros possuem seguro obrigatório para coberturas de danos pessoais e morte, então por que a quantidade de carros sem seguro ainda é elevada no Brasil? Diferente de outros países ou bloco econômicos, como a União Europeia, por exemplo, o país não possui um seguro nacional obrigatório contra danos ao veículo. Na Europa, todos os carros possuem seguro que indeniza os proprietários de veículos envolvidos em acidente, mas ele funciona apenas para custear as despesas de terceiros, sendo chamado RC (Responsabilidade Civil).

É algo semelhante ao seguro Carta Verde. Trata-se de um seguro obrigatório pago por todos os proprietários de veículos em trânsito pelos países do Mercosul (Argentina, Uruguai, Paraguai e Venezuela). Essa cobertura é obtida em qualquer seguradora do país ou nos bancos do Brasil e Banrisul. Ele não substitui o seguro não substitui a cobertura que o carro possui no Brasil. Assim, em caso de uma colisão por culpa de outro veículo e o mesmo não tenha seguro, as duas partes terão de entrar em um acordo do outro lado da fronteira. O Carta Verde cobre somente:

  • Danos materiais causados à terceiros
  • Danos corporais como morte, invalidez e despesas médico hospitalares causados à terceiros
  • Custos judiciais e pagamento de honorários advocatícios do segurado

Seguro Auto

Quantos carros possuem seguro no Brasil?

O seguro de automóveis no Brasil tem custo que varia por causa de diversos fatores. Por isso não há um prêmio exato a se pagar em território nacional. Muito vai depender do histórico do proprietário ou motorista e da região aonde mora. O modelo do carro também influencia muito no valor do seguro. Carros mais visados pelos ladrões, por exemplo, tendem a ter valores mais elevados. Idade, estado civil, quantidade de pessoas que andam no carro, local de estacionamento do veículo, se tem ou não garagem, tudo isso influencia na hora da contratação do seguro.

Para buscar esses 31 milhões de veículos sem seguro, várias empresas do setor criaram planos populares com parcelas mensais bem pequenas, muitas começando em R$ 70,00, por exemplo. Existe ainda o seguro de motor e câmbio, mas de cobertura limitada. Mesmo assim, 70% da frota nacional roda sem qualquer cobertura contra danos. Então, apenas 17,1 milhões de carros possuem seguro e estão protegidos em caso de acidentes e outros imprevistos.

Quantos carros possuem seguro no Brasil?
Nota média 3 de 9 votos

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros para mais de 450 milhões de pessoas, por mais de 12 anos. Saiba mais.

Notícias por email