Matérias NA Mercado

Quantos carros posso comprar com CNPJ?

concessionaria-chevrolet-1-1024x655

A compra por Pessoa Jurídica ou quem tem CNPJ (Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica), que caracteriza uma entidade jurídica, que pode ser condomínio, empresa, fundos, órgãos públicos, entre outros, é uma boa opção para quem quer comprar um carro novo com um bom desconto que pode chegar a 30%. Mesmo para quem tem o MEI (MicroEmpreendedor Individual), pode comprar dessa forma, mas este tem um limite de faturamento anual de R$ 81.000.


Mas, diferentemente de clientes PCD (Pessoa Com Deficiência) ou Taxistas, a compra via CNPJ não se beneficia de isenções fiscais, como IPVA, ICMS ou IPI, como ocorre nessas duas categorias, por exemplo. Ela só depende das montadoras que oferecem pomposos descontos para empresas e profissionais liberais. Os descontos nos preços variam de acordo com a marca e o modelo, não existindo qualquer tabela de mercado ou padrão nos percentuais oferecidos no mercado.

Assim, a compra via CNPJ vai ser boa ou não de acordo com as ofertas das próprias marcas e a empresa que irá compra-los precisa analisar não só os descontos, mas também as condições de pagamento, visto que as regras são as mesmas das vendas no varejo. Esse tipo de compra por parte de empresa é chamada de venda direta, pois o comprador não negocia direto com o concessionário, ele adquire o veículo diretamente do fabricante. O concessionário apenas faz o intermédio do negócio.

Na maioria dos casos, as marcas já possuem suas próprias tabelas de preços para clientes CNPJ, cujos preços podem variar mês a mês, mas algumas ainda exigem análise do comprador para oferecer o desconto. Normalmente, a consulta é por e-mail e após cadastro, o pedido é enviado ao fabricante e a empresa precisa preencher o cadastro com o número do CNPJ, inscrição estadual e contrato social. Depois se negocia o pagamento do veículo. Mas, existe mais vantagem ainda.


Frota

concessionaria124

Como se sabe, as vendas diretas são bem conhecidas por envolver as locadoras de veículos, que conseguem 30% de desconto na compra de grandes volumes, mas é possível também conseguir esse desconto para comprar poucos carros. Sim, é possível comprar mais de um carro e em realidade não há um limite estabelecido para isso. A definição de frota varia de marca para marca, sendo que em algumas dois carros já são considerados como venda de frota, outras podem exigir quatro ou cinco carros no mínimo.

Acontece que em comprar individuais, dificilmente se conseguirá um desconto de 30%. A faixa varia de 5% a 20% normalmente, dependendo do cliente. O desconto, novamente, vai depender de cada marca e do modelo escolhido. Carros destinados ao trabalho propriamente dito, como comerciais leves, apresentam descontos maiores. Tem marca que não leva em conta a quantidade adquirida, mas o perfil do comprador. Nesse caso, se o cliente CNPJ tem um bom histórico, ele consegue comprar com bom desconto um ou mil veículos com o mesmo percentual.

Se a compra for de muitos carros, o corte nos preços é ainda maior, mas geralmente não passa de 30%. E tem mais, nesses casos, a garantia também cai de três anos para um ano de cobertura, devido ao uso severo que se dará ao veículo. Tem marca que impõe outras regras para venda direta. Uma delas é o tempo de revenda do veículo. Tal como nas locadoras, outros clientes CNPJ poderão ficar impedidos de revender o carro por um determinado período, que geralmente é de seis meses.

Não há um impedimento legal para se fazer a transação antes de vencer esse período, mas a montadora que vendeu saberá da mudança de proprietário e a empresa entra na lista negra, sendo descredenciada para futuras compras diretas. Nesse caso, os envolvidos terão de adquirir um novo carro através de pessoa física. Como os carros são faturados pelo fabricante, se o modelo em questão estiver no estoque, a entrega demora em média 15 dias, mas se tiver de ser produzido, a espera pode chegar a 40 dias.

O pagamento pode ser financiado através do banco da montadora (com desconto maior) ou financeiras, mas a empresa precisa estar aberta há pelo menos dois anos. As regras e as taxas de juros dependerão da instituição financeira e do histórico da empresa, no caso o cliente CNPJ.

E de quanto é o desconto?

concessionaria-jeep-1-1024x683

Isso varia, conforme já dito, mas temos alguns exemplos. Na Fiat, ele varia de 6% a 18%, podendo chegar a 20%. Na Ford, o desconto chega a 23%, dependendo do modelo. Na Chevrolet, a variação de descontos fica entre 3% e 20%. Na Toyota, o desconto médio é de 7%. Na Volkswagen, os descontos vão de 2% 23,5%, mas depende muito das condições da empresa e modelo. Na Renault, o percentual varia de 6% a 12%. Já na marca irmã Nissan, os cortes nos preços da gama de produtos vão de 7% a 13%.

Então, uma compra via CNPJ tem muitas vantagens para quem precisa de mais de um carro para serviço ou uso no dia a dia, garantindo assim mais comodidade e um bom preço na compra.

COMPARTILHAR:
  • Alfredo Araujo

    Em 2014, a Renault me ofereceu um Fluence com 17% de desconto… Eu não tinha histórico com eles e era somente uma unidade

  • th!nk.t4nk

    Alguém que tenha feito uma compra com CNPJ recentemente pode dar seu depoimento? Eu diria que uns 10% que consiga já é bem significativo!

    • le0gt-r

      Comprei um Golf Confortiline + elegance por 75 mil em janeiro deste ano, consegui uns 7,5% de desconto, sendo 5% pelo CNPJ e 2,5% por ser à vista.

    • Raphael

      Em 2015 , comprei uma S-10 Diesel com 19,5% de desconto,usando o CNPJ… se eu tivesse inscição de produtor rural o desconto seria melhor …. 23%.Esse percentual sempre oscila…dependendo do modelo/montadora e epoca do ano.Hoje mesmo em Goiania tem Ranger XLT (183.490,00 tabela) por 148.000,00.E neste caso da Ranger nem precisa de ter o CNPJ,mas é um faturamento direto pro CPF.

      • Claudio

        A Ranger 2.2 diesel sai por 119.000,00 e nem precisa de cnpj..belo custo beneficio.

    • Não cheguei a negociar a compra. Porém, só de olhar para o Cruze LT2 e o vendedor saber que tinha escritório, já começou a oferta em 100k.

    • Wilson Junior

      Na verdade não é bem assim.
      Desconto pra CNPJ é na tabela cheia.
      Sendo que na venda com CPF tem muito mais desconto algumas vezes.
      Como vc mencionou desconto significativo é pra frota que compra direto da Fábrica. EX: Localiza.

      • TijucaBH

        tem que consultar caso a caso mesmo.
        O desconto como voce disse é calculado sobre a tabela cheia, porém alguns carros têm bonus pro varejo e que acabam inviabilizando a compra com CNPJ.
        Algumas montadoras com Renault e Ford sao pouco criteriosas pra vender pra CNPJ, basta ter uma documentação basica que já é possível comprar. Honda e Hyundai (HMB) voce precisa ter no mínimo 5 veiculos na frota com o mesmo CNPJ pra poder comprar e por isso a venda deles nessa modalidade é bem baixa e parecem que nem fazem muita questao, querem mais é vender no varejo mesmo. Isso é ruim pra quem compra o carro zero, mas por outro lado é bom pra quem vai vender o usado porque como nao existe uma venda expressiva pra CNPJ, acaba segurando um pouco o preço do usado.
        Outra coisa, pra poder dar esses descontos pra CNPJ, as montadoras subiram bem a tabela de preços por dois motivos: 1 porque como o desconto é sobre a tabela, sobe-se a tabela pra dar o desconto, igual muitas lojas fazem na vespera da black friday. 2- com a tabela mais alta, dá pra anunciar bonus de xxxx reais no varejo igual o consumidor gosta de ouvir. Aff

        • Claudio

          Há anos compro como PJ,e sempre comparei com descontos de PF..sempre PJ, foi muito mais em conta que PF.

      • Claudio

        É bem assim mesmo..Só a Ford que eu saiba,não exige cnpj,não sei se é só para a Ranger diesel.

    • Daniel

      Comprei um Nissa Kicks com 13% de desconto no CNPJ. Primeiro e único veículo do escritório, que é usado como meu veículo pessoal. Basta ter um CNPJ que consegue comprar na Nissan. Renault a mesma coisa. A única que lembro que me informou que era necessário frota foi a Mit.

      • Claudio

        Exato..fui na MIT e não consegui comprar um só veiculo.

    • Samluzbh

      Em 2013 comprei um Sandero Privilege com CNPJ, teve um desconto de 15% mais tapete e insulfilme, ano passado fui olhar outro mas o desconto promocional na época estava melhor que o desconto para CNPJ, tem de pesquisar bem e se possível vá em duas concessionarias da mesma marca, uma orça pra CPF na outra pra CNPJ.

    • MauroRF

      Em janeiro de 2018, comprei minha Eco (Titanium) com 17% de desconto em relação ao preço de tabela. Saiu por 83390.

    • Claudio

      Comprei uma Oroch 1.6 em 2017 com 21% de desconto,financiado e com taxa de ,58%,ainda ganhei 4 revisões.

  • Luiz Ramos Jr.

    Ou seja, os carros são superfaturados em mais de 30%.

  • Luis Carlos

    Geralmente o desconto é para pagamento a vista, se for financiar o juro é bem maior do que o oferecido a pessoa física, perdendo a vantagem do desconto.

    • Samluzbh

      Voce pode financiar sim, onde conseguir credito e tiver melhores condições, o desconto não é somente a vista não. Eu já comprei um Renault financiado pelo bradesco em 2013 em 36 parcelas e ficou mais barato que o valor de tabela para pessoa física. Mas cada caso é um caso.

  • Samluzbh

    A FIAT estava faturando o Bravo para CNPJ com 30% de desconto as vésperas de sair de linha, e sempre que vai sair versão nova as fabricas aumentam os descontos.

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 12 anos. Saiba mais.

Notícias por email