Citroen Manutenção Preços

Revisão Citroen: preços e detalhes

citroen-jumpy-minibus-1-1024x682

A Citroën conta com um serviço de pós-venda que é elogiado por muita gente, tendo como destaque a promoção de R$ 1 por dia de custo de revisão pelo período de três anos, o que dá R$ 365 por ano ou por revisão, sendo essa válida apenas para alguns modelos. A marca parisiense foi uma das primeiras a fixar os preços das revisões em forma de tabela, exibindo sem demora nas lojas e na mídia. Os valores dos modelos importados, no entanto, são mais altos, mas dentro das expectativas. A vantagem mesmo vem da operação da van Jumpy, que custa quase a metade nas revisões em comparação com os demais modelos.


Com garantia de três anos e sem limite de quilometragem, o pós-venda da Citroën apresenta como característica a assistência 24 horas em todo o Brasil, tendo serviços de reboque, guincho, táxi, hospedagem, socorro mecânico e elétrico, pane, entre outros. Há também o Chrono Service, que garante serviços rápidos de manutenção em até duas horas, cobrindo a troca de pastilhas e retífica de discos de freio, correias, velas, alinhamento e balanceamento, escapamento e instalação de acessórios, entre outros.

A Citroën ainda enfatiza os serviços de pintura e pequenos reparos na carroceria, bem como oferta de 25 mil itens de peças com pronta entrega em todo o país, além do i-Check, que permite ao revendedor descobrir as alterações feitas nas revisões e dar orçamentos pela internet enquanto o cliente está no trabalho ou residência, podendo este decidir se faz ou não o serviço. A marca também foca no recall de modelos e também na inspeção computadorizada.

Nas revisões, além do preço fixo, a Citroën tabelou todos os valores abaixo com vigência até 31 de dezembro de 2018. Os valores podem ser parcelados em até quatro vezes. Já as revisões são feitas a cada 10.000 km, exceto no caso do modelo Jumpy, que é diesel e requer intervalos de 20.000 km entre as paradas de manutenção. Então, confira abaixo preços e detalhes das revisões até 60.000 km dos modelos da Citroën.


C3

Citroen-C3-Xbox-One-Edition-1024x684

O compacto de entrada da marca francesa, apesar da promoção de três revisões iniciais por R$ 365, na verdade tem um custo de revisão até 60.000 km na média do mercado, o que não o coloca como destaque nesse quesito, mas se for analisado o período de três anos iniciais, o custo é realmente bem baixo, gerando apenas R$ 1.095.

Para quem fica apenas três anos com o C3, o custo-benefício é atraente nesse caso. Após esse períodos, as revisões são bem mais caras, alcançando R$ 936 na sexta. O hatch altinho da Citroën não evoluiu como o europeu, mas tem o motor Puretech 1.2 de três cilindros com 84 cavalos na gasolina e 90 cavalos no etanol, bem como 12,2 kgfm no derivado de petróleo e 13,0 kgfm no combustível da cana.

Revisão

Custo

Custo

Quilometragem

Preços 1.2

Preços 1.6 EAT

10.000 km

R$ 365,00

R$ 365,00

20.000 km

R$ 365,00

R$ 365,00

30.000 km

R$ 365,00

R$ 365,00

40.000 km

R$ 892,00

R$ 892,00

50.000 km

R$ 764,00

R$ 764,00

60.000 km

R$ 936,00

R$ 936,00

Total

R$ 3.687,00

R$ 3.687,00

Aircross

citroen-aircross-salomon-1024x660

Era uma minivan e virou um crossover. O Aircross perdeu o velho motor 1.5 na última atualização, o que foi benéfico ao modelo, que agora conta com duas versões do EC5M 1.6 16V StartFlex, que na versão manual de cinco marchas entrega 115 cavalos na gasolina e 122 cavalos no etanol, além de 15,5 kgfm no primeiro e 16,2 kgfm no segundo. A versão atualizada desse motor só está disponível com o câmbio automático 6EAT de seis marchas, oferecendo assim 115 cavalos na gasolina e 118 cavalos no etanol, mas com 16,1 kgfm nos dois casos.

Nas revisões, o custo inicial de R$ 1.095 nas três primeiras revisões se mantém, sendo um destaque a mais do modelo, mas depois disso, o custo se eleva rápido, chegando a mais de R$ 1,2 mil na sexta revisão. O custo total até 60.000 km chega a R$ 4.103, um preço acima da média. Então, assim como o C3, o Aircross só tem um bom custo-benefício até 30.000 km. A Citroën não diferencia motor ou transmissão nas revisões de mesmo modelo, o que é muito bom para o consumidor.

Revisão

Custo

Custo

Quilometragem

Preços 1.6

Preços 1.6 EAT

10.000 km

R$ 365,00

R$ 365,00

20.000 km

R$ 365,00

R$ 365,00

30.000 km

R$ 365,00

R$ 365,00

40.000 km

R$ 892,00

R$ 892,00

50.000 km

R$ 872,00

R$ 872,00

60.000 km

R$ 1.244,00

R$ 1.244,00

Total

R$ 4.103,00

R$ 4.103,00

C4 Lounge

citroen-c4-lounge-2019-oficial-1-1024x682

Em revisões, o modelo tem um custo até aceitável dentro de sua categoria, tendo basicamente dois valores, que se alternam entre as paradas, com exceção da revisão de 40.000 km, que custa R$ 1.206. No total são R$ 4.252 até 60.000 km. Até 30.000 km, as três primeiras custam R$ 1.764.

Equipado com motor 1.6 THP Flex, o C4 Lounge entrega 166 cavalos com gasolina e 173 cavalos com etanol, além de torque de 24,5 kgfm. A transmissão é sempre automática de seis velocidades. O sedã médio da marca parisiense recentemente foi atualizado na Argentina e chega com estilo originalmente feito na China.

Revisão

Custo

Quilometragem

Preços 1.6 THP AT

10.000 km

R$ 482,00

20.000 km

R$ 800,00

30.000 km

R$ 482,00

40.000 km

R$ 1.206,00

50.000 km

R$ 482,00

60.000 km

R$ 800,00

Total

R$ 4.252,00

C4 Picasso

novo-c4-picasso-2018-2-1024x492

O monovolume importado da França tem um custo de revisão naturalmente mais alto que o do C4 Lounge, mas pelo pacote tecnológico a bordo, não está ruim. Até 30.000 km, o custo é baixo: R$ 1.980. Mas, a partir de daí, se eleva para R$ 4.660. A alternância e os valores são parecidos com os do sedã feito na Argentina, em parte porque a mecânica basicamente é a mesma. O C4 Picasso, mesmo com a plataforma modular EMP2, tem motor Prince e câmbio Aisin. Com bom espaço e assentos para cinco pessoas, a minivan tem um bom porta-malas e versatilidade.

Revisão

Custo

Quilometragem

Preços 1.6 THP AT

10.000 km

R$ 560,00

20.000 km

R$ 860,00

30.000 km

R$ 560,00

40.000 km

R$ 1.260,00

50.000 km

R$ 560,00

60.000 km

R$ 860,00

Total

R$ 4.660,00

Grand C4 Picasso

novo-c4-picasso-2018-3-1024x682

Com espaço para sete pessoas, a minivan francesa tem um entre-eixos bem longo – o mesmo do Peugeot 5008 – e oferece muito mais espaço que o C4 Picasso normal, mas não cobra a mais em revisões por isso, tendo os mesmos valores do modelo menor. Na motorização, a mesma coisa: motor Prince 1.6 THP, mas abastecido apenas com gasolina. O propulsor entrega 165 cavalos e 24,5 kgfm. A transmissão automática tem seis marchas. Apesar da frente ser a mesma, o Grand C4 Picasso tem estilo próprio na parte traseira.

Revisão

Custo

Quilometragem

Preços 1.6 THP AT

10.000 km

R$ 560,00

20.000 km

R$ 860,00

30.000 km

R$ 560,00

40.000 km

R$ 1.260,00

50.000 km

R$ 560,00

60.000 km

R$ 860,00

Total

R$ 4.660,00

Jumpy

Citroen-Jumpy-2018-Brasil-7-1024x682

Desenvolvido sobre a plataforma modular EMP2, o Citroën Jumpy é novidade no Brasil. O modelo entra em um segmento intermediário entre o de vans tradicionais e o de multivans, como era o caso do Berlingo. Por ora sem o Jumper (que chega em breve com nova geração), a Citroën aposta suas fichas nesta van de porte médio, que tem versões furgão e minibus, esta com capacidade para 10 passageiros, exceto o motorista. Seu motor diesel é o 1.6 HDi com 115 cavalos e 30 kgfm. A transmissão é manual de seis marchas.

Nas revisões, o uso do motor diesel ajuda a reduzir os custos não só com consumo, mas também com paradas de manutenção previstas. Até 60.000 km, o Jumpy exige apenas três paradas com custo médio de R$ 851,33. A revisão mais cara é de R$ 862 na terceira parada. As revisões nesse caso são feitas a cada 20.000 km, assim como visto nos modelos diesel de Fiat e Jeep. Dessa forma, o custo-benefício para o operador é vantajoso.

Revisão

Custo

Quilometragem

Preços 1.6 BlueHDi

20.000 km

R$ 846,00

40.000 km

R$ 846,00

60.000 km

R$ 862,00

Total

R$ 2.554,00

COMPARTILHAR:
  • Marcelo

    Ué, comprei um C4 Lounge agora e me informaram que eu pagaria R$ 365,00 até 30 mil/3 anos… ou a matéria está com erro ou fui ludibriado

    • Mr. On The Road 77

      Se for do modelo pré-reestilização, você vai pagar o que te informaram. Esses novos valores são para o reestilizado. Estou até surpreso que tenham aumentado tanto assim os valores de revisão…

      • Leandro

        kkkkk. Muda o farol e a revisão fica mais cara, que piada.

        • Marcelo

          O meu é o 2019 e eu ia ligar amanhã para confirmar isso, mas devo fazer a revisão por tempo só no ano que vem então resolvi nião me aborrecer à toa kkk
          Vlw Mr. On the road 77

        • REDDINGTON

          Aumentou MUITO…mas as vendas ainda patinam…

        • Mauricio Antonello

          Mudou o motor thp, por isso a revisão subiu kkkkk

      • Gomes

        Não é que aumentaram, fui me informar é a questão é que o novo não tem mais o programa R$ 1,00 por dia, ficando assim com o valor normal de revisão

        • Unknown

          Isso corresponde a um aumento secreto. rsrs

      • REDDINGTON

        Por que estão VENDENDO muito, por isso kkkkkkkkk

      • Unknown

        Verdade, pois o carro é, basicamente, o mesmo!

        • Paulo Moura

          Não estou querendo defender sem lógica, até pq eles precisam ver a política de preços deles, mas eu tenho um THP 2017 que participa da revisão de um real por dia, a NF sempre vinha com um valor bem maior que os R$ 365,00. a Citroen estava mesmo subsidiando e pagando o valor excedente as concessionárias. Se fosse minha a Citroen eu manteria a promoção rs.. entretanto por ser preço fixo eu não achei tão mais cara que a concorrência. Não é barato como o do cruze mas fica na média. Até 60k: C4 = 4252. / Corolla = 3254 / Cruze = 2832 / Civic = 4172.

  • JOSE DO EGITO

    Ja que nao vendemos muitos carros vamos da uma revisao mais “em conta” mas nem tanto!

  • Leandro

    Citroen na cidade do Rio está somente com UMA concessionária, na Tijuca. Os donos estão perdendo opção para compra e serviços. Isso só desvaloriza a marca.

    • SDS SP

      Caraca, só uma?
      Aqui em SP, na região onde moro tem três concessionárias. E digo que melhorou bastante depois que Peugeot e Citröen fundiram suas concessionárias.

      • Unknown

        O Rio está fora da curva… infelizmente numa decadência enorme!

    • oscar.fr

      Porto Alegre voltou a ter duas, com a vinda do grupo Le Monde para cá, mas deverá perder uma concessionário que ainda pertence do grupo do Habib. Sempre foi um marca com um volume interessante de vendas na cidade e na região da capital, mas tem caído nos últimos tempos.

      • Davi Millan

        O Grupo Le Monde é de SC. A Le Monde é a melhor concessionária da Citröen no Brasil. Já tive e sempre fui muito bem atendido e sempre muito solicitos e inclusive eles até pediram uma peça em garantia sem eu nem pedir, porque notaram que a peça estava descascando.
        #EDIT: Esqueci de mencionar que foi considerada a melhor do mundo também (parece até comercial da CAOA) “Com índices de satisfação de clientes bem acima da média das concessionárias da marca no país, e aplicação rigorosa dos padrões operacionais preconizados pela matriz francesa, a Le Monde foi reconhecida por duas vezes como uma das melhores concessionárias Citroën do mundo, entre as mais de 10.000 existentes. Foram duas premiações Citroën Awards, recebidas nos anos de 2013 e 2014, consecutivamente, em Paris, na França.”

        • REDDINGTON

          Minha esposa tinha um C3 e eles metiam a faca nas revisões, mas parece que com os preços tabelados eles aprenderam. É um grupo forte, sem dúvidas.

        • oscar.fr

          Bueno! Agora só falta a Citroën colaborar e trazer o novo C3, que deixo meu 208 com eles.

        • Jefferson A.

          Deve ser por isso que a tantos citroen aqui em sc mais quando se vai para o parana já não se ve quase, ainda mais quando se vai para o interior.

    • Mr. On The Road 77

      Eu já tinha reparado nisso. E como comprar um Citroen aqui no Rio estando a situação das concessionárias dessa forma?? Eu não compraria…
      A Peugeot só sobraram duas. E do mesmo grupo.
      Fico imaginando como seria se o grupo Roma não tivesse entrado na PSA, pois não teríamos nenhuma concessionária PSA no Rio de Janeiro.

    • zekinha71

      Isso porque a fábrica fica no estado, não dão valor nem no que fabricam.

  • Erivelton Freitas

    Citroën tem um pós-venda elogiado. Quando eu li isso, pensei que era sarcasmo do editor ao falar da marca, mas não… Ele seguiu o texto justificando… OK!

  • REDDINGTON

    Não tenho coragem, mas esse C4 Picasso é de encher os olhos. Vi esse carro ao vivo num shopping, nesse azul e num vermelho quase vinho. QUE TESÃO DE CARRO!!! MUITO, MUITO LINDO!!!

  • HashTag

    Só não vale aqui para o Rio de Janeiro. Com a saída da SHC da Citroën, só vai ficar uma concessionária no município do Rio. Tem gente já esperando peça há 3 meses.

    • REDDINGTON

      Nossa…

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 12 anos. Saiba mais.

Notícias por email