Citroen Crossovers Linha 2020

Citroen Aircross 2020: preço, consumo, motor (e equipamentos)

Citroen Aircross 2020: preço, consumo, motor (e equipamentos)
Citroën Aircross

O Citroën Aircross 2020 é aquele tipo de carro que atende quem busca por um modelo com bom espaço interno, dose adequada de equipamentos e um visual um pouco diferente do comum. A minivan nada mais é que uma versão aventureira do já extinto C3 Picasso e seguiu em linha por ter sido mais bem aceito pelos consumidores.

A atual linha do Aircross 2020 está disponível em duas versões de acabamento, a Line e a Série Especial, ambas com motor 1.6 litro flex. A primeira conta com câmbio manual ou automático, enquanto a segunda pode ser encontrada somente com transmissão automática de seis velocidades.


Os preços do modelo da Citroën variam de R$ 66.590 a R$ 75.490. Na realidade, o que muda mesmo são detalhes visuais e de acabamento, além dos equipamentos de segurança, conforto e entretenimento.

Citroën Aircross – história

A origem do Citroen Aircross remonta à minivan C3 Picasso, que foi lançada na Europa em fins de 2008. Rapidamente o modelo migrou ao Brasil.

Medindo 4,07 m de comprimento e 2,54 m de entre-eixos, o monovolume começou a ser feito em Trnava, Eslováquia, sendo posteriormente produzido em Porto Real-RJ. A versão europeia diferia da brasileira em aspecto de estilo externo e interno (com painel central e digital), assim como na mecânica.

Citroen Aircross 2020: preço, consumo, motor (e equipamentos)

Na Europa, o C3 Picasso chamava atenção bom volume interno e porta-malas de 403 litros, embora fosse um carro bem pequeno. Por lá, surgiram diversas séries especiais e teve motores Puretech 1.2, VTi 1.4 e 1.6 com gasolina, além de diesel 1.6 HDI.

Por aqui, a minivan adotou o painel do C3 e tinha mecânica centrada no motor 1.6 16V VTi.

Em 2010, a Citroen sentiu a necessidade de criar algo novo sobre o C3 Picasso, que não tinha vendas expressivas. Por isso, desenvolveu no Brasil o C3 Aircross, uma versão aventureira do monovolume.

Apêndices estéticos, alteração de suspensão, estepe na tampa do bagageiro, barras no teto, proteções adicionais, entre outros, foram introduzidas. A marca sempre reforçou que se tratava de um SUV, mas nunca passou de uma minivan aventureira.

Porém, em 2016, o Citroen Aircross ressurgiu com importantes alterações de estilo e proposta, matando de vez o C3 Picasso e o nome C3 em sua própria designação, tornando-se independente do monovolume que o originou.

Para a marca foi o pulo do gato para boas vendas. Logo surgiram séries especiais, sendo a Atacama a mais famosa. A empresa chegou a desenvolver um conceito bem radical para o Salão do Automóvel 2014.

Mas, atualmente, o Citroen Aircross 2020 se mantém numa faixa de preço longe de brigar com os SUVs compactos de verdade. A resposta do duplo chevron seria o recente Citroen C3 Aircross 2019 europeu, que é derivado do Novo C3, ambos compartilhando a mesma plataforma PF1 da geração anterior de C3/Aircross.

Com estilo realmente de SUV, apesar da mesma base, praticamente é outro carro.

O Citroen C3 Aircross 2020 sem dúvida tem apelo mais off road e é até maior, medindo 4,15 m de comprimento e 2,60 m de entre-eixos, tendo um porta-malas de 410 litros. Aqui, um modelo como esse faria um sucesso maior que o velho Aircross e mais, ambos poderiam conviver.

A nova geração poderia chegar com motor 1.2 Puretech Turbo com algo entre 110 e 130 cv, além de câmbio automático de seis marchas e Grip Control.

Aqui, ainda não se sabe o que acontecerá com ele, mas é provável que surja um modelo dedicado aos mercados emergentes, podendo até ser maior. O C4 Cactus está chegando e isso pode abalar o Aircross por aqui.

O modelo deve assumir uma posição acima do Aircross 2020, ficando este para a próxima geração, que assim seria de porte médio.

Citroen Aircross 2020: preço, consumo, motor (e equipamentos)

Citroen Aircross 2020 – detalhes

O Citroen Aircross 2020 já tem um aspecto cansado, mesmo após o facelift de 2016. O monovolume convertido em crossover, ficou mais focado em sua proposta, mas ainda está longe de ser um SUV compacto de fato, algo que o irmão europeu satisfaz completamente.

No que atualmente é oferecido, a grade do duplo chevron casou bem com a atualização.

O conjunto ótico tem projetor único e belo acabamento em preto brilhante com detalhe cinza. LEDs diurnos agora são de série, além de saias de rodas protegidas por capas pretas e uma quase soleira lateral reforçam a suposta aptidão do modelo para o fora de estrada.

O para-choque vem com faróis de neblina, enquanto as rodas de liga leve aro 16 polegadas tem bom acabamento em cinza brilhante e são calçadas com pneus verdes 195/55 R16. Os arcos nas colunas A viram barras longitudinais no teto e são pintados em cinza brilhante.

Retrovisores e maçanetas são pretos. O para-choque foi redesenhado para a retirada do estepe. Com máscara negra, as lanternas traseiras continuam em suas posições originais.

bem estampado e cromado no local do estepe, o nome Aircross chama atenção. O retângulo com o logotipo da marca e a placa também atraem olhares. No para-choque ainda ficam luzes de ré e neblina. Após a atualização, ele agora tem 4,07 m de comprimento sem o estepe e 4,30 com o pneu extra.

Por dentro, o painel chama atenção pelo conjunto tem difusores de ar circulares com molduras quadradas e de tonalidade prateada. A multimídia com tela de 7 polegadas sensível ao toque e com Car Play e MirrorLink, fica ao centro.

Uma moldura horizontal em cor cinza atravessa todo o conjunto. Entradas USB e auxiliar, além de tomada 12V, ficam em separado. O volante preto vem com comandos de áudio e telefonia na coluna de direção, ajustável em altura e profundidade.

O ar-condicionado é manual, enquanto o porta-luvas é generoso. O cluster tem instrumentos com bom aspecto, mas a lente ofusca a visão durante o dia, tendo velocímetro, conta-giros e computador de bordo com nível de combustível, essencialmente.

O grafismo com desenho clean e uma bússola estilizada também é outro destaque. O ambiente é dominado por muitos porta-copos e objetos. boa também é a área envidraçada, mas os retrovisores são pequenos e limitam a visibilidade traseira.

Enquanto o espaço para pernas atrás é apenas razoável, na frente, a posição de dirigir é elevada e confortável. Há apoio de braço para o condutor e passageiro apenas na versão Shine. Bipartido e com cinto de segurança central de 3 pontos, o banco traseiro pode ter um terceiro apoio de cabeça. De modo geral, a ergonomia é razoável.

A altura do assoalho até o teto cria um vão muito bom para acesso dianteiro e também traseiro. O Citroen Aircross 2020 têm grande ângulo de abertura das portas, além de porta-malas com 403 litros, podendo chegar a 1.500 litros se o banco traseiro for rebatido.

Citroen Aircross 2020: preço, consumo, motor (e equipamentos)

Citroen Aircross 2020 – novidades

Antes o Aircross era o único crossover da Citroën no mercado nacional. Na verdade, ele é somente uma minivan com traje aventureiro, mas devido a falta de um representante para o segmento, a marca resolveu considera-lo como tal. Porém, agora empresa tem o C4 Cactus e todos os seus holofotes estão voltados para ele.

O novo C4 Cactus foi anunciado recentemente e é o representante da Citroën entre os crossovers compactos, com atributos suficientes para competir com modelos como Jeep Renegade, Honda HR-V, Hyundai Creta, Nissan Kicks e cia.

Porém, ainda assim o Citroën Aircross 2020 segue sendo uma boa opção para quem busca um modelo da marca com bom espaço interno e preço mais atraente que o do C4 Cactus.

Para a linha 2020, o Citroën C4 Cactus não recebeu quaisquer alterações relevantes. Na realidade, o carro perdeu a versão de acabamento Feel para PcD – agora a configuração disponível para este público é a Live PcD com motor 1.6 litro flex e câmbio automático, disponível por R$ 51.519,75.

Recentemente, o carro passou a dispor do novo câmbio automático de seis marchas com motor 1.6 e perdeu as versões com o 1.5 – considerado fraco demais para o porte do carro. Estra transmissão, batizada de EAT6, traz conversor de torque, sistema de inércia reduzida e gerenciamento eletrônico e hidráulico, que reduz as perdas nas trocas de marchas, tornando-as mais rápidas e suaves.

Ela dispõe também dos modos Drive (até 7% de economia), Sport (ênfase na performance), Eco (até 5% de economia na cidade) e Individual. Esses modos alteram as mudanças de marcha da transmissão. Todavia, decepciona por não contar com paddle shifts atrás do volante.

Ele ganhou também alguns equipamentos de série inéditos, como a central multimídia com tela sensível ao toque de sete polegadas, Android Auto e Apple CarPlay. Tal recurso traz também comandos satélite na coluna de direção. Anteriormente, a minivan contava somente com um simples rádio com conexão Bluetooth.

Citroen Aircross 2020 – versões

Veja abaixo a gama de versões do Citroën Aircross 2020:

  • Citroën Aircross Live 1.6 MT 2020
  • Citroën Aircross Live 1.6 AT 2020
  • Citroën Aircross Série Especial 100 Anos 1.6 AT 2020

Citroen Aircross 2020: preço, consumo, motor (e equipamentos)

Citroen Aircross 2020 – equipamentos

Citroën Aircross Live 1.6 2020

Vem de série com rodas de aço 16″, farol bloco eliptico bi-função, barras de teto, tela touchscreen de 7″ polegadas, farol de neblina, luzes diurnas de led, suspensão elevada, chave com plip, direção elétrica, ar condicionado, computador de bordo, comandos de rádio no volante, entre outros.

Citroën Aircross Live 1.6 AT 2020

Adiciona luzes diurnas de LED, rodas de alumínio 16″, caixa automática de 6 marchas, entre outros.

Citroën Aircross Série Especial 100 Anos 1.6 AT 2020

Adiciona rodas de liga leve 16″ – Tipo Tuco com Pintura Gris Storm (Cinza Escuro), retrovisor peronalizado, adesivo coluna C, adesivo traseiro, adesivo origins, entre outros.

Citroen Aircross 2020 – preços

Confira abaixo os preços do Citroën Aircross 2020:

  • Citroën Aircross Live 1.6 MT 2020 – R$ 66.590
  • Citroën Aircross Live 1.6 AT 2020 – R$ 73.590
  • Citroën Aircross Série Especial 100 Anos 1.6 AT 2020 – R$ 75.490

Citroen Aircross 2020: preço, consumo, motor (e equipamentos)

Citroen Aircross 2020 – motor

O Citroen Aircross 2020 agora tem somente uma opção de motor, já que o antigo e gastão motor 1.5 8V (antigo 1.4) saiu de cena. Assim, o motor 1.6 litro flex passa a ser única escolha ao consumidor brasileiro, pois o motor Puretech 1.2 com 84 cv na gasolina e 90 cv no etanol, não tem força suficiente para mover com desenvoltura o crossover, já que seu torque é limitado.

Assim, o 1.6 16V Flex passa a cumprir a tarefa sozinho. Este recebeu uma atualização para trabalhar de forma mais eficiente, reduzindo atrito e melhorando o consumo.

Ele consegue desenvolver 115 cv a gasolina e 118 cv com etanol, ambos a 5.750 rpm e 16,0 kgfm tanto na gasolina quanto no etanol, ambos a 4.750 rpm.

O câmbio automático de seis marchas EAT6 é opcional no francês, oferecendo os modos Drive, Sport, Eco e Sequencial. Por ora, o Citroen Aircross 2020 deve manter esse propulsor até que um novo carro o substitua.

Citroen Aircross 2020 – desempenho

Aceleração de 0 a 100 km/h e velocidade máxima final

  • Citroen Aircross 1.6 MT – 13,0 segundos e 175 km/h
  • Citroen Aircross 1.6 AT – 13,3 segundos e 172 km/h

No Citroen Aircross 2020, a posição de dirigir alta facilita na hora de ajustar espelhos, bancos e volante. A ergonomia é um dos destaques do modelo, que apresenta materiais agradáveis ao toque, deixando o ambiente muito melhor.

Antes barulhento, agora do 1.6 16V Flex não se ouve quase nada em acelerações mais bruscas. O motivo é o uso de novos pistões, anéis, bielas e lubrificante menos viscoso, que permite menor contato entre as peças e assim menor ruído.

Com 115 cv a gasolina e 118 cv com etanol, o motor atualizado é suficiente para empurrar sem muita cerimônia o Citroen Aircross 2020, garantindo acelerações lineares na maioria das situações, mesmo em estrada de chão.

Nas ultrapassagens, o propulsor não deixa a desejar, mostrando disposição. Rodando em cidade, o crossover com câmbio manual faz 7,3 km/litro no etanol e 10,2 km/litro na gasolina. Se for para a estrada, ele entrega 8,2 km/litro no etanol e 11,8 km/litro na gasolina.

Na transmissão manual, o Citroen Aircross 2020 tem engates precisos e suaves, garantindo conforto ao dirigir. O escalonamento é apropriado para a proposta do modelo. Mas o conjunto motriz, em subidas mais íngremes, obriga o motorista a reduzir as marchas para empurrar ele ladeira acima.

A direção elétrica é bem precisa e extremamente leve. Os freios atendem bem ao crossover.

No entanto, mesmo com a suspensão traseira modificada na atualização do produto, o Citroen Aircross 2020 fica devendo em estabilidade. Logo é notada a saída desesperada da dianteira, quando em velocidade um pouco acima do normal, desgarrando a qualquer vacilo do acelerador.

Mas, o crossover se dá melhor é em estradas de terra, já que a suspensão trabalha no limite, mas não deixa nenhum condutor na mão, mantendo sempre a trajetória.

Com câmbio automático EAT6 de seis marchas, o Citroen Aircross 2020 trabalha mais suave. O comportamento é mais agradável, trocando as marchas de forma silenciosa e pouco perceptível.

Sem trancos ou dúvidas entre uma marcha e outra, essa caixa da Aisin permite reduções duplas, tanto para desaceleração quanto para retomadas, melhorando a resposta ao acelerador.

Confortável na estrada e na cidade, ele permite um consumo de 7,2 km/litro no etanol e 10,2 km/litro na gasolina, dentro da cidade, além de 8,2 km/litro no etanol e 11,7 km/litro na gasolina, quando em rodovia.

Citroen Aircross 2020: preço, consumo, motor (e equipamentos)

Citroen Aircross 2020- consumo

Cidade

  • Citroen Aircross 1.6 MT – 7,3 km/litro no etanol e 10,2 km/litro na gasolina
  • Citroen Aircross 1.6 AT – 7,2 km/litro no etanol e 10,2 km/litro na gasolina

Estrada

  • Citroen Aircross 1.6 MT – 8,2 km/litro no etanol e 11,8 km/litro na gasolina
  • Citroen Aircross 1.6 AT – 8,2 km/litro no etanol e 11,7 km/litro na gasolina

Citroen Aircross 2020 – manutenção e revisão

Com preço fixo das revisões, o custo de manutenção programada até 60.000 km é de R$ 3.821 para o Citroen Aircross 2020, um valor até que competitivo, sendo parecido com o do C3 2020.

A Citroen tem o ICheck. Trata-se de um serviço onde o cliente acompanha online, qualquer manutenção adicional identificada no veículo durante a revisão da concessionária. Outro produto é o Chrono Service, um serviço rápido, onde tudo é feito em até duas horas.

Troca de pastilhas, velas, alinhamento, correias, balanceamento, escapamento e até instalação de acessórios, estão incluídos no serviço. Para decidir se realiza ou não o serviço extra em um orçamento, o proprietário recebe ainda os custos do serviço, imagens e informações essenciais.

Serviços de pequenos reparos e pintura da carroceria, assistência 24 horas em todo o Brasil, garantia de 3 anos sem limite de quilometragem, compromisso com recall e avaliação computadorizada do veículo durante as revisões, são outros produtos oferecidos pela rede Citroen.

O Citroen Aircross 2020 vem nas cores Blanc Nacré (branco perolizado), Dark Carmim (marrom metálico), Gris Aluminium (cinza metálico), Gris Grafito (cinza metálico), Noir Perla-Nera (preto metálico), Rouge Rubi (vermelho metálico) e Blanc Banquise ( branco sólido).

Revisão

Custo

Quilometragem

Preços 1.6

10.000 km

R$ 435

20.000 km

R$ 756

30.000 km

R$ 435

40.000 km

R$ 1.004

50.000 km

R$ 435

60.000 km

R$ 756

Citroen Aircross 2020 – ficha técnica

Motor

1.6 Flex

Tipo

Dianteiro transversal, Etanol e Gasolina

Número de cilindros

4 em linha

Cilindrada em cm3

1587

Válvulas

16

Taxa de compressão

12,5:1

Injeção eletrônica de combustível

Multiponto

Potência Máxima Líquida (ABNT NBR 5484)

Gasolina: 115 cv @ 5750 rpm / Etanol: 118 cv @ 5750 rpm

Torque Máximo Líquido (ABNT NBR 5484)

Gasolina: 16,0 kgfm @ 4.750 rpm / Etanol: 16,0 kgfm @ 4.750 rpm

Transmissão

Tipo

Manual 5 marchas / Automática 6 marchas

Freios

Tipo

Disco ventilado / Tambor

Direção

Tipo

Elétrica

Suspensão

Dianteira

McPherson, independente com barra estabilizadora

Traseira

Eixo de torção

Rodas e Pneus

Rodas

Aço / Liga Leve aro 16 polegadas

Pneus

195/55 R16 / 205/60 R16

Dimensões

Comprimento total (mm)

4097 / 4307 (com estepe)

Largura sem retrovisores (mm)

1767

Altura (mm)

1694 / 1742

Distância entre os eixos (mm)

2542

Capacidades

Porta-malas (litros)

403

Tanque (litros)

55

Carga útil, com 5 passageiros mais bagagem (kg)

400

Peso em ordem de marcha (kg)

1216 (MT) 1328 (AT)

Coeficiente de penetração aerodinâmica (Cx)

ND

Citroen Aircross 2020 – fotos

Ricardo de Oliveira

Ricardo de Oliveira

Técnico mecânico, formado há 23 anos. Há 12 anos trabalha como jornalista no Notícias Automotivas, escreve sobre as mais recentes novidades do setor, frequenta eventos de lançamentos das montadoras e faz nossos testes e avaliações. Também trabalhou nas áreas de retificação de motores, comércio e energia.

  • Erick da Silva

    seria interessante se o NA datar as matérias. sinto falta disso.

  • Erick da Silva

    bela matéria

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros para mais de 450 milhões de pessoas, por mais de 13 anos. Saiba mais.

Notícias por email