Fiat Hatches Manutenção Matérias NA

Fiat 500 – defeitos e problemas

Fiat 500 - defeitos e problemas

O Fiat 500 é uma releitura do clássico modelo da marca italiana, que fez sucesso nos anos 50 e 60.


Hoje, o subcompacto atual é uma alternativa descolada para quem quer praticidade e estilo, mas ainda assim, ele apresenta defeitos e problemas comuns.

Importado inicialmente da Polônia, onde é fabricado em Vychy, o Fiat 500 acabou tendo sua origem para cá, transferida para o México, de onde desembarcava com motor flex.

O Fiat 500 foi vendido inicialmente com 1.4 16V de 100 ou 105 cavalos e flex do mesmo com até 107 cavalos, além do 1.4 8V Flex de até 88 cavalos a partir de 2014. O modelo teve ainda a versão Abarth com 1.4 Turbo de 167 cavalos.

VEJA TAMBÉM:

Além  do câmbio manual de cinco marchas (bem mais curto que no Abarth), o Fiat 500 teve por aqui transmissão automática de seis marchas e automatizada Dualogic de cinco marchas.

Ele também teve versões bem personalizadas e até um conversível com arco de teto fixo.

Entre as reclamações mais constantes do Fiat 500, direção com estalos, suspensão com barulho e baixa resistência, defeito no eixo do motor e queima de luzes de LED, além de ruídos no geral.

Defeitos e problemas – Fiat 500

Fiat 500 - defeitos e problemas

Alguns proprietários de Fiat 500 se queixam de problemas e defeitos relacionados com a direção do veículo. Diversos relatados falam de estalos e outros ruídos na coluna de direção.

Em alguns casos, reclamam também de falha no sistema de direção elétrica, sendo até obrigatório sua troca. Muitos conseguiram a reparação do problema ainda na garantia, com atendimento na rede Fiat.

Um relato fala que o dono teve que ir quatro vezes na revenda para que fosse substituído o conjunto de direção.

Noutro, o carro já estava fora da garantia e a concessionária orçou o serviço em R$ 2.500. O cliente reclamou junto à Fiat, que não quis reparar o defeito, pois, o veículo estava fora da garantia.

Nos depoimentos, a maioria dos clientes afetados dizem que a Fiat deveria ter feito recall, mas até hoje, somente o do pedal da embreagem foi protocolado junto ao governo.

Este recall é para substituição do pedal de freio em carros de 2012 a 2016.

Teve cliente com problema relacionado com o caso acima, tendo sido feita a reparação fora da garantia em oficina terceirizada. Após o comunicado de recall, o proprietário não conseguiu o ressarcimento do serviço, não sendo atendido no recall.

Suspensão

Fiat 500 - defeitos e problemas

A suspensão é uma das partes do Fiat 500 que alguns proprietários reclamam bastante. Tanto a dianteira quanto a traseira são relatas como com defeitos e problemas.

Isso ocorre especialmente na durabilidade do conjunto.

Um cliente relatou que precisou substituir os amortecedores com apenas 28.000 km. Outro teria feito o mesmo, mas com 35.000 km. Detalhe: isso ocorreu após três anos de uso.

Em mais um relato, o dono do Fiat 500 com 57.000 km teve que trocar os amortecedores traseiros.

Outros relataram problemas também com as buchas da suspensão dianteira. Muitos reclamam de barulhos vindos do conjunto, mas não apontaram substituição.

Motor

Fiat 500 - defeitos e problemas

Na internet existem diversas reclamações em relação ao motor Fire, tanto o 1.4 8V quanto o 1.4 MultiAir 16V, possuem queixas de defeitos e problemas, mas todos relacionados com o mesmo assunto, eixo virabrequim.

Os registros de problemas no motor estão relacionados com folga no eixo virabrequim, sendo que os donos descobriram o fato após ruído estranho e até detecção do problema na rede autorizada.

Nesse caso, uma cliente disse que, após trocar a bomba de óleo, a revenda apontou o defeito.

Os relatos são, na maioria, de carros com mais de 50.000 km, mas neste caso acima, o veículo tinha 30.000 km. Em outro, o mesmo problema ocorreu aos 37.000 km.

Em mais um relato de defeito do motor Fire, a proprietária alega o problema com seu 500 após somente 18.000 km.

Nenhum dos casos observados a reparação foi feita pela montadora.

Barulhos

Fiat 500 - defeitos e problemas

Muitos proprietários de Fiat 500 reclamam de barulhos internos, especialmente em relação às portas e vidros dianteiros, que fazem muito ruído em pisos irregulares.

Também existem reclamações relativas ao painel, que apresentaria o mesmo problema. Em alguns casos, o defeito estava no sistema de ar condicionado.

O teto solar é apontado igualmente como fonte de ruídos e mau funcionamento em alguns relatos.

Além de ruídos, alguns reclamam também da queima frequente (em certos casos) das luzes externas, especialmente da iluminação da placa, que é feita por uma luz de LED.

Esta lâmpada custa na rede Fiat em torno de R$ 120. Um cliente teve que adapta-la quando mudou o ano/modelo do carro, pois, caso contrário, teria que substituir a lâmina cromada sobre a placa, que sai por cerca de R$ 600.

Os faróis também apresentam infiltração na lente e queima das luzes diurnas.

Conclusão

Fiat 500 - defeitos e problemas

Embora não tenha um número elevado de defeitos e problemas distintos, a grande quantidade de reclamações, especial do motor, indica que o Fiat 500 deveria ter tido maior atenção nessa parte, ainda mais porque o motor Fire 1.4 8V é nacional.

Fora as queixas, os clientes elogiam bastante o pequenino estiloso da Fiat em dirigibilidade, visual, acabamento personalizado, conteúdo de série e tamanho compacto, feito no máximo para um casal com filhos pequenos.

Desde 2017, o Fiat 500 não é mais vendido no mercado brasileiro e não se sabe quando (ou se) retornará.

Ricardo de Oliveira

Ricardo de Oliveira

Técnico mecânico, formado há 23 anos. Há 12 anos trabalha como jornalista no Notícias Automotivas, escreve sobre as mais recentes novidades do setor, frequenta eventos de lançamentos das montadoras e faz nossos testes e avaliações. Também trabalhou nas áreas de retificação de motores, comércio e energia.

                              Quem somos

                              O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros para mais de 450 milhões de pessoas, por 15 anos. Saiba mais.

                              Notícias por email