Top 10: Carros mais baratos com banco traseiro bipartido

Top 10: Carros mais baratos com banco traseiro bipartido

Banco traseiro bipartido é um equipamento essencial para aqueles momentos em que o motorista precisa de mais espaço para guardar bagagens maiores, principalmente na hora de viajar. Lembrando que é possível ganhar espaço para acomodar as malas, mas, por outro lado, acaba perdendo espaço para o passageiro no banco.


Alguns modelos possibilitam que cada segmento do encosto possa ser reclinado independentemente, gerando mais autonomia para o motorista escolher o lado ideal para colocar as cargas.

Atualmente muitos veículos já são vendidos de série com essa função, incluindo os populares. Criamos mais uma lista TOP 10 para você conhecer os dez carros mais baratos do Brasil com o banco traseiro bipartido.

Os 10 carros mais baratos com banco traseiro bipartido:

1) Lifan 530 Talent – R$ 43.990

Top 10: Carros mais baratos com banco traseiro bipartido

Barato e com tudo o que você precisa. O popular da Lifan leva nota 10 no quesito equipamento de série: o banco traseiro é reclinável (bipartido e rebatível), banco do motorista com regulagem de altura, ajuste dos faróis, maçaneta externa das portas na cor do veículo, airbags, aviso sonoro do uso de cinto de segurança, direção eletroassistida e mais.

Concorrente do Nissan Versa e Chery Celer, seu motor é 1.5L de 4 cilindros e 103 cv de potência. Como ponto negativo: o motor não é flex e as revisões não são com preço fixo. Além disso, há um abuso de plástico no interior.

Confira as mais de 150 listas Top 10 que temos no nosso site!

2) Fiat Uno Attractive – R$ 60.090

Top 10: Carros mais baratos com banco traseiro bipartido

O novo Uno Attractive vem de série com banco traseiro rebatível (Flip and Fold) com duas posições para o encosto, ar condicionado, volante com regulagem de altura, HSD (High Safety Drive), bolsa porta-objetos e outros.

Se antes o modelo tinha as versões Way (antiga topo de linha do Uno) e Drive 1.0, agora ele conta apenas com essa versão Attractive.

3) Chevrolet Onix 1.0 – R$ 64.080

Top 10: Carros mais baratos com banco traseiro bipartido

O novo Chevrolet Onix é outro modelo que passou a oferecer o banco traseiro bipartido. O constante aumento de preços, já que o Onix vende muito bem, é um ponto negativo. Por outro lado, o modelo é bem equipado desde a versão de entrada com motor 1.0 aspirado.

Ele vem com seis airbags, controle de estabilidade e tração, assistente de partida em rampas, direção elétrica, rodas de 15 polegadas, rádio com Bluetooth, lanterna de neblina, entre outros.

4) Chevrolet Onix Plus 1.0 – R$ 68.390

Top 10: Carros mais baratos com banco traseiro bipartido

O novo Chevrolet Onix Plus também é equipado com o banco traseiro bipartido, item que aparece a partir da versão mais barata com motor aspirado. A lista de itens ainda inclui 6 airbags, assistente de partida em rampa, controle de tração e estabilidade, sistema de monitoramento de pressão dos pneus, lanterna de neblina, faróis com regulagem de altura, volante multifuncional, entre outros.

Lembrando que, além dessa versão de entrada, o modelo também dispõe do motor 1.0 aspirado da versão LT, que parte de R$ 69.800.

5) Chery Tiggo 2 – R$ 79.590

Top 10: Carros mais baratos com banco traseiro bipartido

O Tiggo 2 é o modelo de entrada na linha de SUVs da Chery, e ele é outro modelo a oferecer o banco traseiro bipartido. Além disso, sua lista de equipamentos inclui rodas aro 16 (de liga leve), indicador de pressão dos pneus, computador de bordo, central multimídia de 8 polegadas, sensor de estacionamento, entre outros itens básicos.

O motor usado pelo Chery Tiggo 2 é o 1.5 de 115 cv e 14,9 kgfm de torque, com câmbio manual de cinco marchas.

6) Toyota Yaris Sedan XL Live – R$ 84.390

Top 10: Carros mais baratos com banco traseiro bipartido

A versão de entrada do Toyota Yaris também já vem equipada com banco traseiro bipartido. Além disso, essa configuração oferece rodas de 15 polegadas, descansa-braço dianteiro, ar-condicionado, computador de bordo, direção eletroassistida, controle de tração e estabilidade, rádio com Bluetooth, entre outros.

O motor sempre é o 1.5 16V de 110 cv, nesse caso com transmissão manual de seis marchas.

7) Chevrolet Spin LS – R$ 84.440

Top 10: Carros mais baratos com banco traseiro bipartido

A sétima posição é ocupada pela Spin LS, minivan da Chevrolet que reina praticamente sozinha em seu segmento. Desde sua versão de entrada, o modelo conta com o banco traseiro bipartido.

Vale lembrar que essa versão ainda tem apenas cinco lugares, pois a terceira fileira só aparece a partir da configuração Premier, que custa R$ 103.430. Em todos os casos, o motor é sempre o 1.8 flex de 111 cavalos.

8) Kia Rio – R$ 84.990

Top 10: Carros mais baratos com banco traseiro bipartido

O Kia Rio perdeu algumas versões, subiu de preço e luta para emplacar no mercado brasileiro. Por outro lado, o hatch vem bem equipado, ainda mais agora que é oferecido em versão única.

Com motor 1.6 de 130 cv e 16,5 kgfm de torque, associado ao câmbio automático de seis marchas, ele vem equipado de série com o banco traseiro bipartido, além de câmera de ré, controle de tração e estabilidade, volante multifuncional, ar-condicionado digital, entre outros.

9) Toyota Yaris Hatch XL Plus Connect – R$ 86.590

Top 10: Carros mais baratos com banco traseiro bipartido

Assim como seu irmão sedan, o Yaris hatch também aparece em nossa lista de modelos com o banco traseiro bipartido. A versão mais barata com esse item é a XL Plus Connect, a mais em conta com o motor 1.5 de 110 cv e câmbio CVT.

Abaixo dela está a configuração com motor 1.3, que não oferece esse item.

10) Honda Fit LX – R$ 89.000

Top 10: Carros mais baratos com banco traseiro bipartido

A configuração intermediária do Honda Fit oferece o banco traseiro bipartido, mas ainda vem com diversas outras configurações para otimizar o espaço interno e levar muito mais do que um hatch conseguiria normalmente.

Além disso, a opção LX tem ainda ar-condicionado, volante multifuncional, multimídia de 7 polegadas, luzes em LED, farol de neblina, controle de tração e estabilidade com assistente de partida em rampas, entre outros. O motor é o 1.5 de 116 cv com câmbio CVT.

Darlan Helder

Natural de São Paulo, é jornalista e fotógrafo. Escreve na internet sobre o universo automotivo desde 2011