TOP 5: Motivos para NÃO comprar o Fiat Mobi

fiat mobi like 2023 (5)
fiat mobi like

O Mobi continua entre os carros mais baratos em nosso mercado, em sua eterna briga com o Kwid pela posição mais alta nessa lista.

Mas quais são os defeitos desse modelo? Será que ele vale a pena?

Até o final de abril desse ano, o subcompacto da Fiat já vendeu mais de 20 mil unidades e ficou acima do concorrente da Renault.

Mas boa parte dessas vendas continuam direcionadas a frotistas, pois o que vamos expor abaixo mostra que o carrinho deixa a desejar quando pensamos nas necessidades de uma família.

Confira!

fiat mobi like 2023 (3)
fiat mobi like

Mais barato ou menos caro?

É quase impossível começar falando sobre outro assunto, pois o Mobi é um carro caro.

Sim, ele está entre os mais baratos do país, mas ainda assim parte de R$ 72.990 e oferece muito pouco, o que significa que seu custo-benefício não é dos melhores.

O valor acima é referente à versão de entrada Like, então se quiser o visual diferenciado da configuração Trekking, saiba que o valor sobe para R$ 75.990. Com a adição de uma cor metálica, prepare-se para pagar quase R$ 78 mil.

Sim, os preços de carros novos por aqui são absurdos, ainda mais quando pensamos em quanto eles custavam em seu lançamento.

No caso do Mobi, por exemplo, o preço era de R$ 32 mil em 2016, quando chegou ao nosso mercado.

É preciso dizer que o problema não afeta só a Fiat, mas qualquer carro 0km que você queira colocar na garagem (incluindo seu rival Kwid).

Ou seja, esses carros de entrada só valem a pena se você conseguir um belo desconto na compra.

fiat mobi motor
fiat mobi motor

Motor ultrapassado

Em 2020, o Mobi perdeu o motor 1.0 Firefly de 3 cilindros, uma opção mais eficiente para o carrinho que entregava 77 cv e 10,9 kgfm.

Com isso, nos últimos anos o subcompacto ficou apenas com uma opção debaixo do capô.

E o problema é que estamos falando do velho 1.0 Fire EVO. Apesar dos 74 cv e 9,7 kgfm, números próximos do outro propulsor e mais do que suficientes para empurrar o modelo de 970 kg, ele perde em eficiência por ter 4 cilindros.

Dentro do grupo Stellantis, do qual a Fiat faz parte, diversos outros carros usam o propulsor de 3 cilindros e entregam uma experiência mais interessante para o motorista.

Já no caso do Mobi, você precisa ter muito mais paciência.

Isso fica claro na hora de acelerar, o que parece levar uma eternidade no Mobi: são necessários 14 segundos para chegar aos 100 km/h, segundo a marca.

Na prática, percebemos que o modelo leva um pouco mais do que isso. A velocidade máxima de 152 km/h também não impressiona.

fiat mobi like 2023 (2)
fiat mobi like

Faltam equipamentos

O preço do Mobi não acompanha o fato de que estamos falando de um carro de entrada, mas sua lista de equipamentos deixa isso bem claro. Ainda que ninguém espere muito, existem falhas significativas no modelo da Fiat.

Uma delas é a direção hidráulica, enquanto o rival Kwid e praticamente todos os outros carros de entrada oferecem a assistência elétrica.

No dia a dia, o Mobi realmente fica mais pesado e lembra os antigos populares.

Além disso, nenhuma versão do Mobi oferece câmera de ré ou sensores de estacionamento. Mesmo que o modelo seja pequeno e fácil de manobrar, uma boa parcela dos brasileiros gostaria de ter esses itens (e acabam instalando depois).

Seguindo a lista de faltas do Mobi, especialmente quando comparado ao rival Kwid, o italiano não tem ajuste de altura no cinto de segurança, abertura remota do porta-malas ou iluminação no porta-luvas.

Mas a falha principal é o que vamos explicar abaixo.

fiat mobi like 2023 (1)
fiat mobi like

Segurança abaixo do esperado

Talvez você consiga viver sem todos os itens citados no tópico anterior, afinal estamos falando de um carro de entrada. Mas o que não dá para perdoar no Mobi é a falta de segurança.

As duas versões do modelo da Fiat continuam oferecendo apenas os airbags frontais, que são exigidos por lei.

Se não fosse isso, pode ter certeza que o modelo não teria bolsas de proteção, pois a ideia aqui é economizar ao máximo.

Esse problema não ficaria tão evidente se o Mobi estivesse sozinho no segmento, mas a chegada do Kwid ressaltou ainda mais essa falha.

O modelo da Renault é vendido com quatro airbags, incluindo as bolsas de proteção lateral, e isso em todas as suas versões.

fiat mobi trekking 2024 3
fiat mobi trekking 2024

Bem apertado

Se você precisa do mínimo de espaço no porta-malas ou vai levar ocupantes mais altos, o Mobi não é a melhor opção. Isso não é um problema em si, pois a proposta do carro é exatamente ser compacto.

No dia a dia, porém, faz falta ter apenas 200 litros no porta-malas, o que é rapidamente ocupado e exige levar alguma coisa no banco traseiro.

O Kwid, que também não é referência no assunto, carrega 290 litros.

Ainda falando sobre o porta-malas do Fiat, ele é mais profundo para aumentar um pouco o espaço. Isso facilita levar uma mala, por exemplo, mas atrapalha bastante no dia a dia (sacolas de compras vão empilhadas).

Por dentro, o espaço é limitado e isso não afeta apenas os passageiros traseiros.

O motorista, por exemplo, precisa recuar o banco mais do que o necessário para não encostar o joelho na coluna de direção. Além disso, os bancos dianteiros são muito estreitos.

Com esse problema na frente, é normal querer posicionar os bancos de uma forma mais confortável, o que atrapalha ainda mais a vida de quem viaja na segunda fileira.

Qualquer pessoa com estatura mediana vai sofrer, disputando espaço com os outros passageiros e encostando os joelhos nos bancos da frente.

Tudo isso pode ser explicado pelas medidas, pois o Mobi é baseado numa versão encurtada da plataforma do Uno.

Ele tem apenas 3,59 metros de comprimento e 2,30 metros de entre-eixos, enquanto seu rival Kwid oferece 3,68 m e 2,42 m, respectivamente. Definitivamente, são carros para quatro adultos.

Conclusão

A proposta do Mobi sempre foi oferecer um bom custo-benefício para quem precisa de um carro urbano.

E o modelo da Fiat realmente é ágil e econômico nessa situação, mas o preço subiu muito e ele deixou de ser tão procurado.

Além disso, o projeto tem problemas na segurança e não oferece um nível razoável de conforto para seus ocupantes. Isso sem citar a escassa lista de equipamentos, perdendo em diversos aspectos para o rival Kwid.

Se existe algo em que o Mobi continua sendo bom é para compor uma frota, mas para o uso prático no dia a dia existem opções melhores.

google news2 Quer receber todas as nossas notícias em tempo real?
Acesse nossos exclusivos: Canal do Whatsapp e Canal do Telegram!

O que você achou disso?

Toque nas estrelas!

Média da classificação / 5. Número de votos:

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.


Últimas Notícias



viny
Autor: Viny Furlani

Trabalha no segmento automotivo há mais de 18 anos. Desde 2009 trabalha como jornalista no Notícias Automotivas, escrevendo avaliações e notícias sobre carros, totalizando mais de 2.000 artigos.