Veja porque é difícil abrir a porta de um carro embaixo d’água

carro caiu 3

Um carro cai em uma piscina e uma mulher morre afogada porque uma pessoa do lado de fora, não conseguiu abrir a porta do veículo submerso. O caso aconteceu em Guarujá, no litoral de São Paulo e a vítima foi a jovem Isabella Natália de Oliveira Silva, de 22 anos.

No veículo, estava Natália e duas amigas, estas nos bancos dianteiros, quando o veículo caiu dentro da piscina da casa que haviam alugado para passar o fim de semana.

Durante a manobra de estacionamento, a motorista perdeu o controle e o carro caiu dentro da piscina, porém, ele mergulhou e virou de cabeça para baixo.

Nesse momento, as duas ocupantes que estavam na frente, conseguiram sair do carro porque as janelas estavam abertas, mas Natália não.

carro caiu 2

Com o carro parcialmente submerso, as jovens pediram socorro e um segurança do condomínio, Rodrigo Paulino, chegou ao local e teve que quebrar o vidro para retirar Natália.

Submersa com o carro há 10 minutos, Natália não respondeu à tentativa de reanimá-la e veio a óbito por afogamento.

O Paulino acredita que Natália não conseguiu abrir a porta devido à pressão da água, já que a parte da frente do carro estava submersa.

Norival Gonçalves, membro da Câmara Especializada de Engenharia Mecânica e Metalúrgica do Crea-SP (Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de São Paulo) e ex-coronel do Corpo de Bombeiros, explica o motivo pelo qual Natália não conseguiu escapar.

Gonçalves diz: “Um carro completamente fechado tem uma densidade menor do que a água. Então se ele cair na água, ele vai flutuar. Mas se começa a entrar água, por uma janela aberta ou algum buraco, ele vai ficar mais pesado e vai afundar”.

carro caiu 1

O engenheiro continua: “Se o carro estiver muito profundo, vai ser muito difícil de abrir a porta, pois a pressão da água é maior que a do ar. Dez metros de água, em um espaço de 1 cm², é igual a 1 kg [de água]. Imagina o peso da porta do carro”.

André Elias, capitão do Cobom (Comando do Corpo de Bombeiros da Polícia Militar do Estado de São Paulo), recomenda em caso semelhante: “Saia imediatamente do veículo. [Quem está de fora] ajude as pessoas que estão dentro do carro a sair, caso isso seja possível”.

Em caso de enxurrada, tão comum nas tempestades brasileiras, Norival Gonçalvez recomenda: “Se o carro está flutuando, é preciso dar um jeito de prender o veículo com alguma corda para ele não ser levado pela enxurrada. Depois disso, a pessoa deve ser retirada pela janela. Se você abrir a porta, a velocidade da água vai segurar a pessoa lá dentro”.

[Fonte: R7 ]

google news2Quer receber todas as nossas notícias em tempo real?
Acesse nossos exclusivos: Canal do Whatsapp e Canal do Telegram!

O que você achou disso?

Toque nas estrelas!

Média da classificação / 5. Número de votos:

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.


Últimas Notícias



unnamed
Autor: Ricardo de Oliveira

Com experiência de 27 anos, há 16 anos trabalha como jornalista no Notícias Automotivas, escreve sobre as mais recentes novidades do setor, frequenta eventos de lançamentos das montadoras e faz testes e avaliações. Suas redes sociais: Instagram, Facebook, X