Concorrente da Toro: VW Tarok pode chegar com 3 opções de motorização; veja quais

tarok
tarok

Primeiro foi a Fiat Toro. Depois veio a Ford Maverick.

Elas já estão por aí, mas potenciais rivais não tardarão a aparecer, com a Hyundai Santa Cruz ainda nos EUA e Renault Niagara como promessa para os próximos dois anos.

Sem esquecer da Ram Rampage, que já está em quinto lugar no ranking de vendas de novembro, o segmento de picapes médias com carroceria monobloco só tende a crescer, a Stellantis provou que uma marca forte pode ganhar terreno com algo semelhante, mesmo derivada de um já existente.

tarok 1 1
tarok 1 1

No caso da Volkswagen, não há nada parecido no portfólio de suas 12 marcas e parece que ver a Rampage trilhar o caminho em direção ao topo, acordou algumas mentes adormecidas na Anchieta…

Em recentes acordos sindicais, descobriu-se que a VW planeja produzir em São José dos Pinhais, no Paraná, uma picape rival da Rampage e obviamente quando ouvimos isso, lembramos notadamente da Tarok.

tarok 2 1
tarok 2 1

Quase pronta em 2018, não decolou, mas sua aposta poderia ser tão certeira quanto aquela que hoje conhecemos na forma do T-Cross.

Feita sobre a plataforma modular MQB-A1, ter a Tarok no Paraná reforça a antiga linha do Golf e joga com o bem-sucedido T-Cross, colocando a marca num segmento disputado.

tarok 3 1
tarok 3 1

Como não há de esperar muito da Amarok renovada, uma Tarok tem potencial maior e uma série de opções para dentro e fora do mercado nacional.

Vista em seu projeto de 2018, a picape monobloco da VW estrearia ainda um compartimento de carga acessível até o interior da cabine e um visual de acordo.

Na mecânica, porém, as possibilidades eram duas: 1.4 TSI Flex de 150 cavalos com 25,5 kgfm e diesel 2.0 TDI de até 180 cavalos e 42,6 kgfm.

tarok 4 1
tarok 4 1

Para a época, o pacote já faria a então FCA mexer-se para a Toro 2024 ficar em pé de igualdade ou superar a alemã. Ela até fez isso em relação ao motor flex, mas não mexeu no diesel.

E agora? Essa prevista Tarok deve ganhar uma variante híbrida que, se plug-in nos moldes atuais, entregaria no mínimo 204 cavalos e 35,7 kgfm, o mesmo do antigo Golf GTE.

Nada mal, porém, caro. Mesmo assim, um pacote MHEV com motor 1.5 TSI Evo2 de 160 cavalos e 25,5 kgfm, já estaria de bom tamanho.

tarok frankfurt 1
tarok frankfurt 1

Tudo isso com transmissão automática de oito marchas ou DSG de sete (PHEV), além de uma eventual versão HEV.

Na engenharia da VW, o motor 2.0 TSI com 186, 230 ou mesmo 292 cavalos, poderiam colocar a Tarok em qualquer lugar, até nos states…

O que virá? Não sabemos ainda, mas uma Tarok pode servir-se de um bom cardápio da VW.

 

google news2 Quer receber todas as nossas notícias em tempo real?
Acesse nossos exclusivos: Canal do Whatsapp e Canal do Telegram!

O que você achou disso?

Toque nas estrelas!

Média da classificação / 5. Número de votos:

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.


Últimas Notícias



unnamed
Autor: Ricardo de Oliveira

Com experiência de 27 anos, há 16 anos trabalha como jornalista no Notícias Automotivas, escreve sobre as mais recentes novidades do setor, frequenta eventos de lançamentos das montadoras e faz testes e avaliações. Suas redes sociais: Instagram, Facebook, X