Airbag tem validade? De quantos anos?

airbag 1
airbag 1

Uma coisa que nunca pensamos é se o sistema de airbag do nosso carro já passou da validade.

Rodamos por aí tranquilamente, muitas vezes com carros já com mais de 20 anos de fabricação, achando que estamos protegidos.

Será que estamos?

Vamos ver a resposta:

Para carros mais antigos

O que acontece é que até o ano de 2002, alguns fabricantes de automóveis usavam uma tecnologia anterior, com um selante de plástico ao redor do sistema que dispara o airbag.

Este plástico deteriora com o passar do tempo, e chega a causar falha nos airbags.

Algumas montadoras apenas falavam de se fazer uma inspeção no sistema a cada dois ou três anos, já outras diziam que o sistema todo deveria ser substituído após 15 anos.

A Mercedes-Benz, por exemplo, colocada etiquetas em seus carros anteriores a 2002, indicando a troca depois de 15 anos.

Contudo, pesquisas feitas pela empresa nesta época indicaram que airbags até mesmo mais antigos, a partir de 1992, durariam a vida toda do veículo.

408 airbags
408 airbags

No caso de carros mais novos

Para carros fabricados depois de 2002, a tecnologia é diferente, utiliza vidro, o que impede que a umidade entre no sistema. Estes airbags não se deterioram rapidamente como aqueles mais antigos.

O departamento de seguranças nas estradas dos EUA, chamado de NHTSA (Administração Nacional de Segurança Rodoviária), já publicou relatórios dizendo que airbags com 30 anos de fabricação funcionaram perfeitamente em testes.

Então hoje, podemos confiar nestes sistemas sem se preocupar com uma certa validade.

Um teste foi feito em 1992 pelo IIHS (Insurance Institute for Highway Safety), com um Impala 1972 mostrou que seus airbags funcionaram corretamente, mesmo após 20 anos.

E o sistema com certeza se popularizou, pois desde 1998 é obrigatório que os carros nos EUA sejam equipados com airbag duplo. No Brasil essa regra existe desde 2014.

Os carros hoje tem sistemas de auto diagnóstico, que informam o computador de bordo se os airbags estão com qualquer problema. Assim que damos a partida no carro, estes sistemas analisam novamente todos os componentes do sistema de airbags.

Nos carros da GM, por exemplo, estes sistemas continuam verificando toda a eletrônica do carro por até 10 vezes por segundo. Além disso, as concessionárias analisam essas informações, durante as revisões.

google news2 Quer receber todas as nossas notícias em tempo real?
Acesse nossos exclusivos: Canal do Whatsapp e Canal do Telegram!

O que você achou disso?

Toque nas estrelas!

Média da classificação / 5. Número de votos:

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.


Últimas Notícias



Autor: Eber do Carmo

Fundador do Notícias Automotivas, com atuação por três décadas no segmento automotivo, tem 18 anos de experiência como jornalista automotivo no Notícias Automotivas, desde que criou o site em 2005. Anteriormente trabalhou em empresas automotivas, nos segmentos de personalização e áudio.