_Destaque Manutenção Segurança

Mesmo nunca usado, estepe também tem prazo de validade

novo-toyota-prius-avaliação-NA-25 Mesmo nunca usado, estepe também tem prazo de validade

Quando se compra um carro usado, geralmente um dos pontos mais explorados pelo vendedor para fechar o negócio é o estepe nunca utilizado, especialmente se for original do veículo. No entanto, se o automóvel tiver mais de cinco anos, de nada vai valer esse pneu sobressalente novinho no porta-malas (ou fora dele, dependendo do modelo).



Isso é válido porque o pneu tem vida útil, mesmo que nunca tenha sido usado. Esse prazo de validade em geral é de cinco anos e após isso, o recomendável é descartá-lo. O desgaste por uso não é o único fator que limita a vida de um pneu. Ocorre que a borracha se degrada com o tempo por causa de fatores externos, tais como umidade, luz solar, temperatura e ozônio presente no ar.

Com isso, a estrutura do pneu começa a ficar comprometida por causa de ressecamento, perda de elasticidade, endurecimento e rachaduras eventuais. Dessa forma, verifica-se a perda de adesão entre as lonas e os fios de aço ou kevlar, reduzindo assim a borracha e podendo provocar uma ruptura repentina, colocando em risco a segurança dos ocupantes do veículo e terceiros.

Os fabricantes indicam a idade do pneu através da sigla DOT, presente na lateral do material rodante. Ela é acompanhada de quatro números, sendo que os dois primeiros indicam a semana de produção e os dois últimos o ano. Assim, por exemplo, um pneu com DOT2310 significa que sua fabricação ocorreu na vigésima terceira semana de 2010. A garantia dos fabricantes de pneus é de cinco anos, mas na Europa, por exemplo, as marcas indicam até seis anos de uso.

[Fonte: Quatro Rodas]

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 11 anos. Saiba mais.

Notícias por email

Send this to a friend