Finanças Governamental/Legal Mercado Preços

Automóvel recolhe de 31% a 79% do preço em impostos no Brasil

concessionaria21-620x465 Automóvel recolhe de 31% a 79% do preço em impostos no Brasil

A Lei 12.741/2012 obriga a descrição do percentual de impostos que estão embutidos nos preços dos produtos na nota fiscal. Com o efeito cascata da política tributária no Brasil e a imposição do IPI majorado de 30% sobre as alíquotas vigentes no caso dos carros importados, revela a dura realidade fiscal que sobrecarrega não só as empresas, mas principalmente o consumidor.



A chamada “Lei da Transparência” não chega a ser totalmente aplicada, visto que a complexidade tributária do país faz com que os cálculos sejam apenas aproximados. As empresas podem lançar os percentuais de impostos na nota fiscal através de contabilidade feita pelo IBPT (Instituto Brasileiro de Planejamento e Tributação), que é reconhecidamente idônea e confiável.

No mercado, algumas concessionárias já apresentam esses dados nas notas fiscais e algumas chegam a expor na loja tabelas com os percentuais de impostos embutidos nos preços. Como a informação é obrigatória, a multa para quem descumpri-la vai de R$ 400 a R$ 7 milhões.

chery-celer-leitor-concessionaria-11-620x465 Automóvel recolhe de 31% a 79% do preço em impostos no Brasil

Com base no que é divulgado através de notas fiscais, um automóvel no país pode ter entre 31% e 79% de impostos embutidos em seu preço. A situação é pior no caso dos importados por causa do IPI majorado de 30%, mas ainda incidem ICMS (12% neste caso, pois tem variação estadual para outros produtos), PIS (2%), Cofins (9,6%) e IPI (de 7% a 25%, dependendo do motor/combustível).

No entanto, a complexidade fiscal ainda é maior e a somatória dos impostos geralmente supera os percentuais acima, dado a localização do revendedor em relação ao estado produtor. O efeito cascata também varia de acordo com o regime tributário da empresa, bem como compensação interna da alíquota de ICMS, margens de lucros dos produtos, entre outros.

No caso do imposto de importação de 35%, o mesmo não incide sobre carros produzidos no Mercosul e México, mas não é embutido diretamente no preço final ao consumidor, por isso não pode ser declarado, pois entra nos custos do veículo para o importador.

Assim, confira abaixo a variação tributária nos preços dos carros por categoria e exemplo de alguns modelos:

Categoria – Percentual – Nacional

• Até 1.0 Flex – 30,6%
• Entre 1.0 a 2.0 Flex – 34,6%
• Entre 1.0 a 2.0 gasolina – 36,6%
• Acima de 2.0 Flex – 41,6%
• Acima de 2.0 gasolina – 48,6%

Categoria – Percentual – Importado

• Até 1.0 Flex – 60,6%
• Entre 1.0 a 2.0 Flex – 64,6%
• Entre 1.0 a 2.0 gasolina – 66,6%
• Acima de 2.0 Flex – 71,6%
• Acima de 2.0 gasolina – 78,6%

Exemplos – Modelo – Preço – Impostos

• Ford Ka 1.0 Flex – R$ 35.990 – 38,42% (R$ 13.826,36)
• Honda Fit 1.5 Flex – R$ 59.790 – 40,25% (R$ 24.065,47)
• Volkswagen Golf 1.4 TSI gasolina – R$ 67.900 – 40,79% (R$ 27.696,41)
• Kia Cerato 1.6 Flex – R$ 73.900 – 62,17% (R$ 45.992,66)

[Fonte: Estado de Minas]

Agradecimentos ao Richard Galhardini pela dica.

  • Gustavo73

    E o Governo fica com a maior parte do bolo…

    • edgar__rj

      MAIOR PARTE = 99%

      • Gustavo73

        A parte do Governo é livre sem custos. A que sobra para o fabricante paga os custos, o investimento, os empregados e ainda sobra lucro. E em cima de tudo isso teremos novos impostos. Então levar de. 30 à 70 % livre para mim é a maior parte.

        • Fábio

          O governo ganha sempre que o fabricante ganha, mas o contrário não acontece. Se o fabricante tiver prejuízo o governo só deixa de ganhar. Essa parceria é ótima, para o governo.

          • Alessandro Lagoeiro

            Mas por extensão, não SERIA boa para nós também? Porque se o governo ganha nos impostos, DEVERÍAMOS ter o retorno desse imposto.

            • Gustavo73

              Esse é o problema. Não temos o retorno.

            • Cláudio Lima

              Por isso o povo Norueguês se orgulha de pagar impostos tão ou mais altos que o Brasil. Lá, existe o retorno do dinheiro em serviços públicos de qualidade .

              • Pedro Rocha

                Em partes. A Noruega é uma parasita de royalties do petróleo, assim como a Suécia é da mineração de ferro.
                A natureza do Estado é sugar dinheiro.

        • Pedro Rocha

          Se formos mais específicos, mesmo nos gastos que você lembrou HÁ IMPOSTOS.
          O que a nota fiscal mostra é parte da incidência direta de impostos sobre o produto, mas o restante do valor do carro não vai líquido para o dono da css, que tem que pagar salários, água, luz, limpeza etc., tudo também com seus devidos impostos absurdos.
          A coisa é muito, mas muito pior do que parece.

      • PEDAORM

        Maior parte = 50% + R$0,01

        • PEDAORM

          Considerado 2 partes

          • Alessandro Lagoeiro

            Você estava certo inicialmente. Quem tiver a porcentagem que você disse, terá a maior parte independente de quantas partes houverem! Claro, entendi que sua observação posterior foi no sentido de, tendo mais partes, não é necessário que o valor informado seja alcançado!

    • Pablo Lourenço

      Bem vindo ao mundo magico da esquerda. Viva lá revolucion !

      • Deadlock

        Logo vamos andar de magrelas, como era na China comunista….

        • Rafael Lima

          China ainda é comunista…

          • Thiago_NCO

            Não, não é.
            Há forte intervenção estatal, mas aquilo ali é capitalista até o último fio de cabelo.

            • Rafael Lima

              Se ha forte intervenção estatal continua sendo comunista, as empresas de fora que entram na China tem que participar de joint ventures pra começar a produzir por lá, eles fizeram concessões ao regime pra crescer, mas não é democracia e nem capitalista.

            • Johnata Mirrer

              Capitalismo é modelo econômico, é paralelo à modelo social. Nada mais normal do que um Capitalismo de Estado em um país comunista, e China não estreou o modelo (e sim o povo da vodka). É comunista que usa o capitalismo.

    • Pedro Henrique

      Vamos as contas rapidinho, para vermos como seria em um governo sério.

      • Ford Ka 1.0 Flex – R$ 35.990 – 38,42% (R$ 13.826,36)
      Preço sem imposto: R$ 22.163,64 – Preço com imposto sugerido: R$ 24.380,00*

      • Honda Fit 1.5 Flex – R$ 59.790 – 40,25% (R$ 24.065,47)
      Preço sem imposto: R$ 35.724,53 – Preço com imposto sugerido: R$ 39.296,98*

      • Volkswagen Golf 1.4 TSI gasolina – R$ 67.900 – 40,79% (R$ 27.696,41)
      Preço sem imposto: R$ 40.203,59 – Preço com imposto sugerido: R$ 44.223,94*

      • Kia Cerato 1.6 Flex – R$ 73.900 – 62,17% (R$ 45.992,66)
      Preço sem imposto: R$ 27.907,34** – Preço com imposto sugerido: R$ 30.698,07*

      *Imposto sugerido de 10% sobre o valor final do produto (Que é uma média aceitável e boa para um país desenvolvido ou emergente e é um valor próximo ao praticado por muitos países por sinal)
      **Detalhe que o Cerato era pra ser um carro popular, quase o preço de um Ford Ká, fiquei sem reação vendo isso

      Nota final: lembrando novamente do Cerato ele me mostrou uma coisa que já sabíamos, é o consumidor que faz o mercado, se aceitamos pagar mais que o dobro do valor real de um carro, eles deixarão assim e se aproveitarão disso, era para todos estarem andando de Ceratos, Golfs e Fits…

      Sonho com o dia que poderei pagar o equivalente a 30 mil num Cerato :/

      • Deadlock

        Seria mais próximo dos preços cobrados no México e no Chile. Mas, como somos bolivarianos, o preço só tende a subir, agora com a diminuição da escala, porque está vendendo e exportando menos.

      • moncorongo

        País de merda!

      • Edson Fernandes

        Ué…. não tem lucro do concessionario e fabricante?

        Eles não ganham nada? Concordo contigo que carro é um absurdo aqui e deveriamos pagar menos, mas se eu pensar como um empresario, além do lucro eu pesaria muito investir nesse tipo de negocio porque o valor que eu tenho que inicialmente dispor para manter uma concessionaria (que dirá uma fabricante) é bem alto com um risco bem alto se não conseguir fazer girar os carros que possuo para vender. Isso sem contar aqueles que ficam de demonstração que precisam ficar um tempo parados para demonstração.

        Complicado.

        • Pedro Henrique

          não entendi oque você quis dizer…
          Mas creio eu que por exemplo nos R$ 35.990,00 do ká, já esteja o lucro do css/fabricante certo? eu só reduzi o imposto(R$13.826,36) nesse valor que dá os R$ 22.163,64…

          • Doug_1998

            Se você se refere ao Ford Ka atual, ele não parte desse preço…

          • Edson Fernandes

            Ahhh ta…. agora eu entendi. Peço desculpas, achei que a “sobra” seria o preço que vc estivesse se referindo a venda.

          • dougkmt

            Dá pra ver que o Cerato é “barato” de se produzir na Coréia do Sul, em comparação com a produção nacional. No cenário atual, a única salvação da Kia será a construção de fábrica no Brasil, e entrada no Inovar Auto. Caso contrário a situação permanecerá crítica para os seus concessionários.

        • FocusMan

          O lucro do fabricante e do concessíonário é pouco. A média no mundo todo de lucratividade no mercado automotivo é de 5% e no Brasil, por causa de tudo que conhecemos é um pouco mais, mas não chega nem a 10%.

      • DougSampaNA

        Seria mais facil o Lula devolver o que a família dele ganhou do que este dia chegar..

      • afonso200

        fit 0km na australia só é preciso 9 meses de salario minimo

      • kikofar

        Pedrão, meu amigo, o Brasil tem 107 mil cargos em comissão… Mais de 2 milhões de 100 mil funcionários públicos… Uma infindável lista de empresas públicas estaduais e federais… Sem elas, perde-se caminhos para ‘desvios’ e cargos para indicação de puxa-sacos apadrinhados. E aí??? Acho bom você deixar esse seu sonho de lado. Pode até mudar, mas não pra nós meu amigo. Há muita gente ruim, gananciosa, safada e que se não faz parte do status quo que dirige o país atualmente, quer chegar até lá pra poder fazer o mesmo! Desculpe-me estragar seu ótimo comentário e seu sonho de um país melhor!!!!

    • Deadlock

      A balela da Volks dizendo que estava perdendo dinheiro com o Golf foi desmascarada. Paga o mesmo imposto que o Fit.

      • Gustavo73

        A Volks nunca disse nada parecido com isso. Muitos tiraram essa conclusão baseado no preço europeu. Lembrando que só agora vindo do México os impostos se assemelham com o Fit.

        • dougkmt

          Olha, vou pegar a minha nota, mas lembro que foi pago de imposto acima de 40%, mas inferior a 50%, isto é, próximo do anunciado na matéria. Talvez pelo benefício de cotas de importação dos 4800 / ano, fora das cotas do México.

        • dougkmt

          Gustavo, na minha nota consta o porcentagem aproximada de 41,98%, com fonte IBPT. É 14/14. Quer dizer, a unidade mexicana tá pagando quase o mesmo imposto da unidade alemã?

          • Gustavo73

            Em princípio é algo estranho, mas você lembrou das cotas e tem também o regime diferenciado permitido pela Inovar Auto. Mesmo assim é uma carga alta.

    • Deadlock

      É, no caso dos importados (sem cota) o governo é o sócio majoritário…Malditos políticos…

      • Gustavo73

        Majoritário e sem nenhum risco. è ganhar ou ganhar…

        • Cvrtlik

          Você são comediantes é? Uma montadora para entrar no país tem um monte de vantagens, redução de impostos, terrenos às vezes dados, dinheiro emprestado pelo BNDES. Só um inocente e ignorante que vem falar que o governo só ganha enquanto as empresas ganham , mas tem seus gastos. Vão pensar o problema sobre o ângulo maior.

    • Diego Nameko

      E mesmo assim aumenta-se os impostos por falta de verba em caixa.
      Conversa pra boi dormir!!…

    • dougkmt

      Eu fico apreensivo quando vem gente reclamar da margem de lucro no Brasil. Claro que ela é alta, com média de 10% comparada com os 3% nos EUA, mas não é isso que eleva tanto os preços assim, como a matéria aponta.

      Se tem modelo que incide quase 79% de impostos no valor final, e o mínimo é 31%, dá pra entender por que os carros são tão caros no Brasil!

      • Muitomimimi

        Exatamente esse é o ponto que muitos não consideram. Sim, as montadoras aqui possuem margem maior do que nos outros países, mas com certeza não é o numero exorbitante que pensam. No final das contas o que realmente pesa sao sim os impostos, que aliados a esse lucro maior chegam ao absurdo preçofinal que pagamos hoje.

        • Cvrtlik

          De que ponto de vista, se em alguns países dizem que a margem é de 3%, 5% e aqui supõe-se mais 10% e acha-se que não é muito? Dá 70% ou 100% maior do que imagina-se em outros mercados, acho que isso cobre os custos, não?

          • Muitomimimi

            pelo que soube estão entre 10 e 15% e sim, são altos comparados aos países desenvolvidos. Mas são empresas que estão em busca de lucro e retorno sobre o investimento feito e os riscos inerentes a isso. já o governo basicamente arrecada e deveria reverter isso em melhorias para a população, e o retorno não me parece proporcional ao que é pago. E só vejo as pessoas vilanizarem as montadoras.

            • Johnata Mirrer

              Essa é a tática esquerdista: Olha pra cá enquanto eu faço minha malandragem ali…
              O empresariado sempre vai ser colocado como o FDP, ser não for, contra quem que os guevaras vão incitar ódio???

    • iCardex

      O que me faz questionar: Como on nosso Governo consegue desintegrar tanto dinheiro????

      • Johnata Mirrer

        No patrocínio de La Patria Grande… e um pouquinho nos bolsos dos moluscos X9s da vida.

  • Fabio Pasche

    Essa matéria, so vale apena ser comentada, por causa do trabalho dos redatores em trazer essas informações pra gente, porque fora isso, esse pais, n merece mais nada, a não ser total implosão ..

    Obrigado pela informações NA (y)

  • Doccar

    A materia se refere a Cuba ou Brasil..kkkkkkk
    A diferenca e que os cubanos nao compram, enquanto milhares de brasileiros passam fome, mas nao deixam de comprar a carrocinha zero quilometro…

    • Murilo Soares de O. Filho

      Os cubanos nem conseguem comprar as carrocinhas.

    • BillyTheKid

      Se tu não sabe a diferença entre Cuba e Brasil, eu recomendo que você dê uma pesquisada no Google. Aproveite, porque pelo menos no Brasil tu tem acesso à Internet a um preço acessível.

      • Vinicius Ramos Prucoli

        Mas se continuar assim, esse é o futuro do Brasil meu caro amigo.

        • BillyTheKid

          Explique-me exatamente como o futuro do Brasil é ser Cuba. Sem citar aquele porto feito por lá, isso não explica como todas as montadoras irão falir e só poderemos importar carros por preços ainda mais absurdos, nem como as empresas de telecomunicações cobrarão quase teu salário do mês por algumas horas de Internet, e muito menos como o salário mínimo nosso irá cair ao ponto de se equiparar a um salário em Cuba.

          • Doccar

            Por mais incrivel que pareca, tudo que vc mencionou esta vislumbrado na minha mente a respeito do Brasil…industrias brasileiras estao falindo, o salario minimo diante da alta inflacao esta minguando e a internet que pago quase nao funciona direito…

            • DougSampaNA

              a minha Net 10 mb anda um lixo, soluça a cada 5 min…me deixa 30s fora do ar e volta…lixo

              • iCardex

                Por R$ 90,00 mensais, aqui no DF, eu tenho:

                a -100 minutos para fixo.

                b – identificador de chamadas na linha telefônica.

                c – 10Mb de internet via ADSL (512kUp/10mb Down). E funciona 24 horas, 7 dias por semana, contanto que o upload não seja sobrecarregado. Baixo ilimitadamente da internet.

                d- Interurbanos eu faço via Skype através da internet de 10Mb que eu contratei.

                Agora pagar R$ 50,00 por 1Gb no plano de dados TIM, isso sim é uma facada. E outra: Só funciona aonde a TIM quer. E mais: Acabado a franquia de dados, agora encerram a conexão à internet até aquisição de pacote adicional. Dados e Voz através da Tim, no pós-pago,oneram-me, em média, R$ 135,00 mensalmente.

                • Guilherme Maia

                  Aqui na minha cidade ( Perdigão/MG) só tem CTBC, não tem concorrencia pago os mesmos R$ 90,00 seus na internet de 2Mb que não vale nada com 100 min pra fixo tbem

                  • iCardex

                    Até 2011, o máximo que eu tinha disponível era 1,5Mb. Mal dava para ver um video sem travamentos no Youtube. Se eu ameaçasse o cancelamento da linha, exigindo melhorias no serviço, recebia apenas o alerta de que haviam outras centenas clientes “na fila” da porta de conexão, e não conseguiria reativar o serviço. Naquela época eu pagava cerca de R$ 149,00 de telefone, engolia tudo calado, mesmo sendo um cliente ativo e com mais de 14 anos de contas pagas religiosamente em dia . Em um belo dia de 2011 a GVT, entrou dentro de Planaltina/DF, lançou fibra por toda a cidade. A época ofereceram 15 megas Down/ 1 Mega Upload, blá, blá, blá, por R$ 125,00. Tudo certo para migração! De repente recebi umas 60 (sessenta) ligações da Oi, e misteriosamente a internet passou a ser oferecida com inacreditáveis 10 megas, identificador de chamada e o escambau, com redução de -R$50,00 na conta. Ou seja, sem concorrência eles deitavam e rolavam. A GVT abocanhou quase 70% dos clientes, depois disso a internet da Oi ficou maravilhosa.

          • Vinicius Ramos Prucoli

            Olha, voçê ignorar que o nosso atual governo quer ter e vem tendo relações com Cuba, pra mim já mostra que eu posso escrever aqui, e mesmo assim voçê vai ignorar minha resposta, pois o porto lá é uma prova grande que a Dilma está mandando dinheiro e investimento para lá. Mais falo isso por conta que as perspectivas são as piores para o Brasil, com o endividamento da população, alta inflação (diminuição do poder de compra), alta dos preços, da gasolina e impostos. Além do governo que sempre está tentando emplacar projetos de limitação da liberdade de expressão da população e da Midia em geral, também pelo perfil histórico populista desde governo. Por esses fatos, acho que o Brasil está se aproximando de lá. É logico que isso não aconteceria de uma hora para outra, mas que o PT aspira isso, acho que é fato. Essa é só a minha humilde opinião.

            • BillyTheKid

              Não é só o Brasil que tá de olho em investir em Cuba. Outros países que já fizeram investimentos, como a China, e membros da UE também estão de olho no país. Além disso, a ideia é que o Brasil instale empresas lá, para poder produzir a um custo baixo e exportar para os países da região e, com o fim do embargo, até mesmo pros EUA.

              O endividamento da população, eu diria que isso é mais erro do cidadão do que do governo, não? Tipo aqueles que compram carro 0km pensando que só precisa pagar a parcela e mais nada, e trocam sempre antes de terminar o financiamento.

              O que eu concordo é sobre a inflação. Ela tá alta, mas ainda assim o salário mínimo possui o maior poder de compra dos últimos anos.

              A propósito, “você” não possui cedilha no “c”.

              • FabioH

                Mas Billy, houve um incentivo por parte do governo nesse endividamento, com a enxurrada de crédito, isso é inegável, até se aproveitando a falta de noções básicas de finança da maioria da população, foi a saída encontrada para uma economia focada no consumo interno, mas que é uma medida limitada, pois o endividamento tem um limite, até o momento que o pessoal deixa de pagar as parcelas e os bancos começam a restringir o crédito, que foi o que aconteceu.

              • Johnata Mirrer

                Pesquise um pouco sobre o George Soros e você entenderá o porquê de países da UE estarem investindo em Cuba, e de quebra você tbm entende o motivo do PT mandar tanto dinheiro pra lá.
                Só sendo muito idiota mesmo pra acreditar que existe alguma coisa em Cuba que valha a pena investir, opa Cuba não, CastroLândia…

      • GCR

        Preço acessível???

        Sugiro é que vc dê uma pesquisada no Google pra ver o que os países desenvolvidos pagam e a velocidade que tem. Fora aqui tem a palhaçada de não recebermos a velocidade que pagamos.

        E outra, achar que está melhor em relação á uma coisa ruim é conformismo!

        Temos que nos balizar é pra cima, que existem lugares melhores, isso sim vai fazer corrermos atrás pra chegar lá, a níveis de países de 1º mundo.

        Fala sério velho!!

        • BillyTheKid

          Eu não disse “preço extremamente barato”. Não acho caríssimo pagar uns 50 reais por mês de Internet; isso é nem 7% de um salário mínimo… Lá em Cuba é U$ 4,50 a HORA. Em 5 horas você gasta seu salário do mês.

          E não preciso pesquisar no Google; já morei na Europa. Tinha Internet de 100Mbits por, na época, o equivalente a 130 reais.

          Eu sei que o Brasil não é primeiro mundo, a questão nem era essa. Eu só acho tosco essa galera dizendo que Brasil = Cuba.

          • Vinicius Ramos Prucoli

            Isso ae, o país ta ótimo.

            • Alessandro Lagoeiro

              Eu acredito que ele não quis dizer isso. É que por pior que esteja, ainda estamos longe de Cuba.
              E tenho que concordar com ele. Já viajei para países mais pobres.

              • BillyTheKid

                Pô, finalmente alguém que entendeu o que eu disse sem colocar mais palavras na minha boca. Nossa, e é difícil explicar isso pra galera hein…

                • Alessandro Lagoeiro

                  Na verdade, é uma limitação intelectual das pessoas. Elas só conseguem enxergar dois lados. E não percebem que é o mesmo erro dos que dizem que o governo do partido anterior “vendeu o país para os americanos”. Mas é o tipo de raciocínio que não sobrevive a duas ou três perguntas. E aí a pessoa na ignorância sempre termina com a frase “Está bem, você está certo, você sabe tudo”..

          • Filipe Machado

            Porque na crise o governo não enxuga os gastos, corta as mordomias e demite funcionários e assessores de políticos ao invés de enfiar imposto no povo?

            Só me responda isso. você acha isso justo?

            • BillyTheKid

              Não, não acho justo. E em momento algum apoiei o fato do governo manter vários políticos com auxílios e mordomias absurdos. Não sei qual é a dificuldade em entender a simples frase “pelo menos no Brasil você tem acesso a Internet a um preço acessível”.

              • Filipe Machado

                Queria viver, morar e me alimentar de internet a preço justo…
                Conformismo demais resumir tudo em “pelo menos somos menos pior do que os Cubanos”.

                Não te condeno em apoiar o governo atual (democracia é isso) mas as coisas aqui sempre vão para o lado de penalizar a população com impostos e barreiras. Nós que pagamos a conta de toda farra e incompetência do governo (seja PT ou PSDB).

                • BillyTheKid

                  Minha intenção não é apoiar o governo atual, só acho tosco o argumento de certas pessoas (ou a desinformação de outras). Tipo “Brasil = Cuba heuehuehe!”, “mais médicos trazem cubanos curandeiros escravos blablabla”, “pobre que ganha bolsa família não deveria votar”, etc.

                  Eu preferiria que fosse outro governo, de preferência que não fosse PSDB também. Pena que muita gente pense que só tem esses dois partidos, ou simplesmente não fazem nem ideia de quem é a pessoa, mas vota “porque tá bem nas pesquisas!”…

          • Economy

            O governo brasileiro em breve transformará o sistema político brasileiro num cubano. Há coisas que começam a se assemelhar ao regime castrense no brasil, meu caro. Sugiro pesquisa e bom senso na comparação. A construção disso iniciou-se em 2012 com a importação de escravos curandeiros cubanos.

          • GCR

            Cara, para uma família que tem renda de salário mínimo, 7% é muita coisa! Pensa em uma família de baixa renda, o cara, a esposa e dois filhos, ainda tem alimentação, vestuário, lazer, transporte, moradia, bens de consumo em geral, enfim, preço é proporcional a cada um. Mais uma coisa é fato, o serviço nde internet no Brasil é uma b****.

            E quanto ao Brasil ser Cuba, ainda não somos, mais estamos certinhos no caminho. Disso não precisamos entrar no mérito né.

  • DougSampaNA

    Olha..é caso de impeachment da Receita Federal, da Dilma, de deportação do Lula, de bomba nuclear no sistema tributário e começar do ZERO…Tributo no Brasil é o mais injusto do Planeta, viva o PT!!!!

    • Diego

      Pior de tudo, pagamos alto para ser desviado nas negociatas como as da
      Petrobrás, aliás essa empresa já devria ter sido privatizada a muito
      tempo, é um grande prejuízo para nós brasileiros

      • Amigo, Petrobrás é um gatinho perto do tigre BNDES

        • Johnata Mirrer

          A famosa “ponta do iceberg”. De qualquer forma, em um país descente uma quadrilh… opa, quero dizer, um partido como o PT nunca teria existido.

  • Doug_1998

    O problema maior não é o alto imposto ou o lucro exorbitante das montadoras no país (embora piorem a situação), mas sim a grande quantidade de consumidores dispostos a pagar por isso, afinal, não há motivos para diminuir o preço enquanto as pessoas continuarem a comprar, se existe quem pague quase 100 mil por um Corolla, por exemplo, a montadora não verá necessidade de abaixar o lucro e o governo de diminuir os impostos (O Corolla foi apenas um exemplo, mais isso se aplica a todos os carros à venda no Brasil)…

    • Ric53

      Cara, somos reféns do sistema! Me diz aí então, fazer oq? Eu não votei no PT, eu trabalho e pago meus impostos e ai eu vou importar um carro ilegalmente dos Estados Unidos pra poder andar de carro?

      • Bom, via de regra, algo que ajudaria seria trocar de carro em um tempo maior. Por exemplo, se todos andassem com seu carro comprado 0 KM até no minimo 150.000 KM automaticamente teria menos venda de carro 0 KM, o que, provavelmente, ajudaria a reduzir o preço. Lembrando que 150.000KM com manutenção preventiva qualquer carro faz tranquilo.

        • afonso200

          tenho uma fileder de 2° carro é 2006 SEG AT esta com 188mil km e só anda, meu 1° carro é um azera 2011 comprado por 83mil completasso, foi antes do aumento dos 30%

        • Fernando S.

          É o que eu mais prego por aqui, André. Fulano me troca de carro antes de 40 mil km ou a cada dois anos. Acho inadmissível isso, por mais que a pessoa tenha dinheiro, isso ajuda o sistema a se manter nesses preços.

      • Doug_1998

        Não há necessidade de importar ilegalmente, pois mesmo importando o carro de forma legal, o preço seria menor do que os cobrados pelas concessionárias. Não estou “tirando” a culpa do governo, sei que os impostos cobrados são altíssimos e pouco vemos onde o dinheiro está sendo investido, mas se as pessoas trocassem de carro com menos frequência, e passassem mais tempo com seus veículos, logo iria diminuir a procura e as montadoras teriam que abaixar seus preços (diminuindo a margem de lucro), afinal, como pode alguns carros que mesmo quando passam a ter fabricação nacional, ou trazidos do próprio Mercosul, custar o mesmo que preço que tinham ao vir da Europa ou Ásia?

        • Ricardo

          Doug, concordo com você quando fala em aumentar o intervalo de troca por um novo carro. Embora a maioria dos carros vendidos possua condição mecânica de atingir 150.000km com manutenção básica, outros fatores podem abreviar uma permanência maior como qualidade de acabamento e excesso de barulhos e desgastes “programados”, digamos, em um carro mais “popular”.
          Por exemplo, meu carro é um 2012 e só há pouco saiu um facelift de para-choque. Para o IPVA 2015, eu paguei somente R$ 100 a menos do que em 2012 (12 meses). Será que o valor de referência (FIPE) se manteve? Improvável eu conseguir por um valor próximo ao da nota fiscal da concessionária.
          Mantendo os mesmos hábitos, endereço e quilometragem mensal, meu seguro só faz aumentar. O corretor diz que são os preços das peças de reposição. Ora, se o carro continua em linha e atual, pq diabos as peças influenciariam tanto? Claro que outros fatores afetam a renovação. Mas enfim, foi só para ilustrar.
          Eu e minha esposa somos reféns de carro. Com filho pequeno e morando em um bairro pessimamente servido de transporte público, a economia de tempo passa fácil dos 50% ao usar o carro ao invés de ônibus, por exemplo. Felizmente, não tenho tempo para cuidar do carro como gostaria, pois meu trabalho me consome bastante. O que me resta são as manhãs de sábados, que sabemos não ser o período preferido pelos mecânicos para certas manutenções mais extensas. Como todo carro exige mais manutenção com o passar do tempo e estamos cada vez mais dependentes do veículo, te pergunto, humildemente. Como ficar sem o veículo por dias para que ele seja reparado ou tenha sua manutenção em dia?
          É complicado. Acaba sendo um círculo vicioso. No meu caso, isso pesa na decisão de trocar de veículo por outro zero. Não pretendo trocar de veículo antes do segundo semestre de 2016, mas dificilmente alcançarei os 150.000km. Com 36 meses de uso, meu carro ainda não tem 35.000Km.
          Só queria deixar este outro ponto de vista.
          Abraços!

          • Doug_1998

            Sei que é complicado manter um carro aqui, mas o problema é que há quem não passe nem 3 anos com o carro e troca por outro, e a indústria se utiliza dessa “necessidade” de muitos de sempre ter algo novo (mesmo gente que não precisa) para manter os altos preços e isso acaba afetando todos os consumidores, sendo que as pessoas acabam não vendo desta forma, e não percebem que também tem culpa dos preços praticados aqui. Por exemplo, imagine se por uma semana (ou menos), nenhum carro fosse comprado no país, isso iria resultar em uma perda enorme e faria com que que as montadoras e o governo revisse os valores que são cobrados, volto a dizer, não estou ‘tirando’ a culpa do governo (sabia que muitos iriam entender meu comentário desta forma e me criticar), estou apenas mostrando que ‘a mania de ter a novidade’ também nos prejudica.
            Abraços!…

    • Pablo Lourenço

      A culpa não e do lucro meu amigo. Acorda. 70% de imposto. Sai desse marxismo cultural.

      • Doug_1998

        E como é que alguns carros mesmo quando deixam de ser importados (e consequentemente pagam menos impostos) e passam a ser fabricados aqui continuam a custar o mesmo preço ou até mais do que antes?

        • Pablo Lourenço

          Carro fabricado aqui TB paga imposto. “Facepalm”

          • Doug_1998

            Em quantidades menores….

            • Johnata Mirrer

              Você já tentou importar um carro?? Se um computador importado chega a demorar dois anos pra chegar até você, imagine um carro!!! Isso se a alfândega não der sumiço nele e te deixar com 100% de prejuízo. Meros mortais não conseguem importar carros no Brasil, e quando conseguem pagam mais caro do que os nacionais por conta das importadoras, é uma máfia isso aí! Já que importado é quase inviável, o governo aumente o imposto e quer que todo mundo se foda. Bem vindo ao Brasil.

    • Fábio

      Pior que nesse ponto concordo com vc. O corolla é bem caro pelo que ele oferece e mesmo assim é o campeão de vendas em sua categoria. Em 01/15 foram aproximadamente 4 mil corollas vendidos. Acho que foi muito, mas o mercado comprando assim não adianta reclamar.
      O mesmo tipo de pensamento utilizo com os impostos. Pagamos muito e temos pouco do governo. Estradas ruins e sendo privatizadas (para pagar mais), transito caótico com poucos agentes na rua para melhorar e disciplinar o transito, e etc etc. Não dá para ficar citando, é muita coisa que eu espero do governo e teria orgulho de ser entulhado de taxas se tivesse o retorno na sociedade.

      • Alessandro Lagoeiro

        Mas no caso do imposto, não temos opção de não pagar.

        • Fábio

          Alguns impostos tem como não serem pagos. Exemplo, como deixar de pagar o Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (vulgo IPVA)? Basta não ser dono de um carro hahaha. Não é simples, mas dá para administrar alguns tributos.
          Qto maior o consumidor, mais tributado ele será. Esse é nosso país.

    • DougSampaNA

      ah xará, qual é… e como dizer que nao liga que te esfolem.. eu sei da necessidade dos impostos para BOM gerenciamento deles pelo Eatado, mas os lideres do Estado sao estes que o povão poem lá, eu procuro escolher administração em vez de populismo, mas sou minoria, então que o país sofra pra aprender que se vagabundo quiser comer, nao tem que pindurar no Governo, e nem Governo comprar os ixspertos… falra responsabilização de pessoas para o país funcionar, nao funciona porque um joga pro outro, e assim vamos afundando. Odeio ser brasileiro com um governo como este, nao nos dá segurança e nem esperanças.
      Abaixo a fraudavel urna eletrônica!

      • Doug_1998

        “O povo não tem que temer seu governo, o governo é que tem que temer seu povo”…
        …Pena que no Brasil as coisas não são bem assim, afinal, a população continua cometendo os mesmos erros e colocando as mesmas pessoas no poder (não me refiro APENAS ao PT ou ao Governo Federal, mas sim a maioria dos políticos eleitos no país).
        E com relação aos preços no Brasil, não somente dos carros, mas sim de qualquer produto à venda, continuarão sendo altos, enquanto houver pessoas que acham justo pagar 50mil em um carro 1.0 ou 4mil em um telefone, visto que o maior problema das pessoas é a consciência (ou a falta dela), principalmente quem compra só para mostrar “que pode”….

  • Murilo Soares de O. Filho

    Tudo bem, agora precisa saber qual o custo do carro, pra saber qual o lucro da montadora, aí chegamos ao valor no qual somos roubados.

    • Renato Bagio

      o lucro varia de 10 a 15% podendo chegar a 20% depende do modelo e a negociação…sei disso pois fiz o BI de cs fiat.

    • Thales Sobral

      Lucro não é roubo. Ou você trabalha de graça? Se não, está “roubando” alguém também.

      • radiobrasil

        Lucro não abusivo, concordo, deve existir.

        • Thales Sobral

          Não existe lucro abusivo… Existe preço abusivo, e que não se aplica no caso de carros… Ninguém compra um carro sob a mira de uma arma. Se achou esse modelo caro, compre outro. Pra isso existe concorrência.

          • Jackson

            Concordo contigo, ninguém é obrigado a comprar tal produto. Ano passado comprei um Take Up 2 portas, ar e direção . Na concessionária o vendedor pediu 33 mil mas eu disse que só tinha 30 mil. Ele baixou um pouco, mas reafirmei que tinha impostos e seguro para fazer e a reserva era para esse fim. Final da história, comprei-o por 30 mil.

            • DougSampaNA

              se fosse onix vc tava tentando até hoje, carro ruim de negócio vc acha desc com mais facilidade.

            • Fernando S.

              Pela circusntância, fez um bom negócio… porem o up!, nessa mesma configuração que vc comprou, poderia ser vendido a 20 mil reais, ainda com lucro bom para a VW. Aqui aplica-se a lei do “se colar, colou”… e sempre cola, pois estamos num país que somos refém do transporte particular (veículo próprio) para evitar o lixo que é o coletivo.

          • Cvrtlik

            Concorrência onde? No mercado automotivo não existe concorrência é um cartel maquiado. Não temos grandes opções de bons carros e confiáveis. Só sobram os chineses e muito poucos. A maioria ainda não confia neles. Nem eu.

            • Thales Sobral

              Ué, temos várias opções de carros entre 30 e 300 mil, mais de 100 modelos. Se achou aquele caro, vai pra outro.

              • Cvrtlik

                Não entende, né? Várias opções na mesma faixa de preço. Isso é opção???
                Entende o que é cartel?

                • Thales Sobral

                  Temos várias opções entre 30 e 40, por exemplo. Não tem como ser muito diferente. A capacidade fabril é limitada, todo mundo tá vendendo próximo do limite. Então o preço sobe.

  • Louis

    Esse é o maior motivo que me faz não trocar de carro! Dar 35%, 40% do valor do carro de mão beijada para os pilantras do governo, isso é rasgar dinheiro!!!
    Enquanto isso, vou andando com meu carro de quase 10 anos de uso, 135 mil km.

    • vicmarconi

      Eu confesso que queria um carro mais novo e bonito, mas tenho raiva desse governo e dos preços absurdos. Só compro se aparecer um usado que esteja valendo muito a pena.

      • Thales Sobral

        Você compra um usado, aí o cara usa o seu dinheiro pra comprar um novo.

        • Chega_de_Ignorância

          Se for assim então pare de ir no mercado, que o dono do mercado tá usando teu dinheiro pra comprar Mercedes, viajar pra Dubai… Se for uma rede nacional deve estar cheio de rolo em contratos públicos…

          • Thales Sobral

            Com certeza. Quem está nessa de “lutar contra o sistema” não pode dar dinheiro pra o ciclo continuar.

          • Cvrtlik

            Existem maneiras de se gastar menos. Comida é necessidade básica, né? Comparação absurda. E mesmo em alimentação as pessoas evitam alguns produtos que estão com preços elevados, ou pelo menos diminuem seu consumo. É só saber fazer..

      • Fernando S.

        Eu vou ficar com meu Fiesta 1.6 comprado em 2013 até ele se desmanchar. Não me imagino trocando de carro pelos próximos 10 anos, pelo menos.

    • Pablo Lourenço

      Por isso vc não troca, quase não roda, meu carro com 10 anos já vai estar beirando os 300mil km. Ou seja já vai ser uma sucata.

      • Louis

        Quase não roda também não né rsrsrs, rodo em média 50 km/dia, ano passado rodei a média de 80 km/dia para trabalhar, mas utilizo o da minha esposa para viagens.

  • Minerius Valioso

    Nunca antes na história, houve um esquema tão complexo e inteligente de assalto à mão armada.

    • Mr. Car

      No caso, é mão desarmada mesmo.

    • Chega_de_Ignorância

      O Estado brasileiro é um crime organizado.
      Mas não é de hoje nem dos últimos 12 anos… É desde a colonização.

  • Ric53

    É de chorar, somos todos reféns desse 0,5% que comanda Brasília, pagamos pelos seus ternos, viagens, programas com prostitutas e ainda por cima somos os próprios culpados!
    É foda, é uma sensação de impotencia misturado com ódio..

    • Alessandro Lagoeiro

      E o pior: Esse 0,5% por cento, diz para os outros 80% que o problema do país são os 19,5%, mesmo eles investindo seu tempo, dinheiro e vida para empregar, desenvolver o país. E eles acreditam. Olha o tanto de gente aqui criticando o empresário, dizendo que ele está “roubando” por empregar as famílias desses 80%. É cada um viu.

  • Gabriel Ferreira

    Tem arruma um Boeing jumbo colocar todos os nossos políticos, explodir com 2 toneladas de TNT! Falando sério ta dimais impostos exorbitantes, corrupção nem se fala,violência! Enquanto nos não brigarmos pelos nossos direitos vai ser desse jeito pra pior!

    • Junoba

      É melhor deixar eles com o Estado Islâmico….. Ae eu quero ver…

  • Fábio

    Imagine se o Cerato com os impostos dos carros nacionais (que já são bem altos) sendo vendido a 50 mil. Só ia dar Cerato na rua! E ninguém iria reclamar do motor HAHAHAHA

    • rogeriuslima

      Mas a antiga geração do Cerato vendeu muito bem justamente por causa disso, chegou inclusive a ficar em terceiro ou segundo na categoria.
      Aí veio o super IPI…

    • dougkmt

      É só olhar pro “lado” e ver as opções de 50000: Cobalt, Prisma, Ka+, Voyage, Grand Siena, City, Logan, etc. O Cerato iria infestar as ruas mesmo, hahaha!

  • vicmarconi

    Fora que para ter R$50.000,00, você teve que ganhar R$ 62.500,00 (dos quais, o IR come R$12.500,00). E se você for CLT, ainda é comido no FGTS e a pirâmide oficial (INSS).

    • dougkmt

      FGTS não é descontado do salário CLT. Quem paga é o empregador, que utiliza sua remuneração como base de cálculo para a poupança 2.

      • vicmarconi

        Tudo bem, mas é um dinheiro que poderia ser usado para minha remuneração e, no entanto, fica retido. Para o empregador, ele está gastando o valor do FGTS comigo de qualquer forma.

        • dougkmt

          Sim, mas acredite: se a empresa não precisasse pagar esse valor adicional todo mês, vc não teria isso revertido facilmente no seu salário, como aumento.,rs…

  • Braddock

    vocês esqueceram só de falar que além disso tudo, existem as verbas trabalhistas e impostos sobre o lucro que a fábrica (nacional) possui, mais os custos de transporte, e as verbas trabalhistas e impostos sobre o lucro que a Concessionária possui pra poder vender o carro. O Corolla de 96mil deve custar uns 15mil pra ser fabricado. a fábrica tem 15mil de lucro, a CCS tem 10 mil de lucro e o governo tem 56mil de lucro + os imposto sobre o lucro da fábrica e da CCS ^^
    Eu ainda acho que a maior culpa do preço dos carros no Brasil ser ridículo é o governo. Se tivessem menos impostos, com certeza novas marcas viriam pro Brasil brigar e isso abriria uma concorrencia maior e consequentemente preços menores.

  • Adriano

    Engraçado que se paga tanto imposto nesse lugar e tudo é um lixo, aonde ta indo essa grana?

    • Louis

      Sustentando a esquerda caviar.

    • Fábio

      Alguns destinos já foram divulgados: anões, mensalões, petrolões…

    • Junoba

      Indo pra Suiça…

  • Louis

    E isso é estimativa somente dos impostos diretos. Imagina se fosse mensurável os indiretos. Por exemplo, quando o metalúrgico vai ao banheiro fazer numero 2, usa papel higiênico. Este papel higiênico pagou impostos altíssimos. Certamente o custo do papel higiênico vai ser embutido no custo dos veículos, pois é despesa para indústria, mas não foi mensurado neste cálculo aí. Isso foi só um exemplo, muitos outros impostos incidem indiretamente nos custos de uma empresa.

    • Alessandro Lagoeiro

      Aí os eleitores pegam esse mesmo papel higiênico usado para votar

    • Marcelo Nascimento

      E, como só foram considerados os impostos diretos, o papel higiênico da fabricante de tecidos que forra os bancos também entrou no custo do tecido… E por ai vai…

  • Cefas Silva Fernandes

    RIDICULO!!! Num Ford KA de 36 mil o governo ficar com 38% do valor do carro!!!!!??? Mais de 13mil reais??? Isso eh um absurdo! Nos Estados Unidos os precos dos carros nao tem os impostos imbutidos! Varia de estado para estado entre 6% a 9% e alguns nem imposto tem! Eh um preco razoavel q faz sentido! Agora 38%??? Brincadeira!

    • duhehe

      Talvez se esse modelo fosse adotado aqui, teria efeitos otimos no consumidor.

      99% das pessoas economicamente ativas no Brasil sabem dos impostos, mas apenas uma pequena minoria sabe exatamente quanto esta pagando de produto e quanto é o imposto.
      Talvez se na hora do caixa a pessoa visse o tanto que o estado a esta roubando, a desperte para melhorar algo.

    • Junio Tavares Silva

      Amigo, outro dia precisei comprar alguns multímetros para minha oficina, fui à loja elétrica e paguei R$ 240,00 por 4 multímetros. pois bem, foi na hora que conferi o impostos incidido naquela mercadoria que fiquei abismado, nada menos que 48%. nós somos roubados todos os dias por esses políticos bandidos, não só em veículos, mas em tudo que compramos, e nem adianta falar que é culpa do PT, nossa tributação está aí a muito tempo, é uma minoria se esbaldando dos nossos suores. Nós não temos saúde, segurança, educação, saneamento, desenvolvimento, etc…………….. se não fosse minha família, que infelizmente vive aqui, eu já teria sumido desta B O S T A de país.

  • Fanjos

    Vejo o sistema de governo brasileiro como um mendigo viciado em craque.
    Ele pede dinheiro para todo mundo, furta quando ninguém vê, rouba quando tem oportunidade, se faz de vitima na rua e quando consegue dinheiro gasta tudo em drogas para depois voltar a repetir o ciclo.

    Infelizmente só quando o sistema inteiro morrer e nascer um totalmente novo (incluindo uma nova CF) é que teremos alguma chance de melhora no país, de resto é só a vala cada vez mais funda até uma hora que vai sair na China o buraco.

    • duhehe

      Concordo em gênero, numero e grau.

      Traçaria um paralelo tbm, como o governo brasileiro sendo um Virus, que precisa do hospedeiro, mas a cada dia que passa o vírus esta mais forte e o hospedeiro mais fraco, quando um morrer, morre os 2, mas o vírus não entende isso.
      No nosso caso o hospedeiro já deu entrada no hospital.
      Se o hospital for do SUS vai morrer.

  • zeuslinux

    Um sistema tributário onde se paga mais impostos em remédios (que deveriam ser isentos) do que em filmes pornô, vocês queriam o que ?

    http://www.impostometro.com.br/noticias/brasileiro-paga-mais-imposto-em-remedio-do-que-em-revista-e-filme-adultos

  • CorsarioViajante

    Quem lê as notinhas que recebe nem fica chocado, pois a “média” fica entre 30 a 40%… Inclusive em supermercados, comprando itens para alimentação.

    • Louis

      E o que eu acho mais absurdo, pagar imposto em remédio.

      • CorsarioViajante

        Bem lembrado!

      • Alessandro Lagoeiro

        Por causa também de um saneamento básico que seu imposto foi destinado para você ter e não te entregaram.

  • Sergio Vilaça

    Outro fator são as estradas e ruas = inseguras e quebradas. Para andar numa rodovia boa temos que pagar pedágio. Não revertem 5% dos impostos arrecadados para beneficiar o povo, Desvio do dinheiro publico para empreiteiras / políticos / organizações corruptas.

  • Fabio

    A resposta para o governo é bem simples de nós consumidores darmos, simplesmente pararmos de comprar o produto em questão, todos saimos ganhando, montadoras irão baixar os lucros e o governo se obriga a tirar impostos para voltarmos a consumir, se não consumirmos, nenhum do dois ganham, nem com lucro e nem com impostos, única questão é, o brasileiro se mata trabalhando pra comprar um carro 0km e acha que fez grande coisa, sério, haja paciência pra povo tão idiota em entrar nesse jogo do governo.

    • Claudio Abreu

      Exatamente, Fabio, esse é o ponto: não precisaria sair nas ruas nem ficar se estapeando na internet; numa sociedade como a nossa, a única arma ainda é DIMINUIR O CONSUMO. De tudo, o quanto for possível. Pesquise, invista em inteligência e educação. E compre somente o necessário.

  • Economy

    São taxas confiscatórias. Típicas de países totalitários que limitam ao máximo a capacidade de compra como também o acesso da população a produtos com preços justos.

  • Silas Rana

    Juro que nem ligaria de pagar tanto imposto se houvesse retorno.
    Mas, infelizmente, hoje o governo impoe (como o nome diz, imposto) taxas e mais taxas e ainda tem cara de pau de nos chamar de CONTRIBUINTE.
    O que complica o meio de campo, é que temos que pagar duas vezes por tudo. Pagamos impostos que deveriam retornar na forma de educação publica de qualidade. Ai, quando seu filho cresce, pra ter alguma educação melhor, temos que pagar novamente, por uma escola particular.
    O mesmo para saúde, que, para ter algum atendimento dígno, precisamos ou de um bom plano de saúde ou de atendimento particular.
    Idem para previdência, estradas… e outros.
    Ou seja, pagamos em dobro por TUDO.
    Lamentável!
    Em pensar que dos 51200 que paguei pelo meu NFiesta Sedan SE PS, 29250,56 (57,13%) foram de impostos… Quando vi isso na nota, quase cai da cadeira…

  • LoganVB

    Preço inicial do modelo está maior que o valor daquele veículo?! Não entendi!

  • V12 for life

    Vamos continuar votando em PT e PSDB, quem sabe assim um dia eles consigam falir a população.

    • Floma08

      Sem esquecer de tbm votar votar em quem comanda o país desde 1985, o PMDB

      • Leonardo C.

        Que vem a ser o câncer desse país, o PMDB

    • Claudio Abreu

      Chega dessa pegada partidária, o que eles mais querem é isso mesmo – a gente se estapeando e se desentendendo, será que não percebem? Pensem num administrador público como qualquer funcionário: não importa se é branco ou preto, homem ou mulher. Devemos escolher políticos pela facilidade que teremos em COBRAR deles! É simples assim. Quem são os mais abertos, os menos ditatoriais?

      • Alexandre

        Só petista usa esse argumento. Eles querem justificar o fato de votar no PT pelo PSDB ser a mesma coisa. Não tolero jamais essa ideia em meu círculo de amizades. Não podemos votar pensando em benefício próprio, mas no que é melhor pro país como um todo.

  • Chega_de_Ignorância

    Como já foi comentado, além do alto imposto para comprar, a renda também é fatiada pela Fazenda.
    Há boas profissões para quem quer fugir dos impostos sobre a renda, pelo menos: Médico, Advogado, dentre outros profissionais liberais.

    • Floma08

      O valor do imposto é debitado diretamente sobre o plantão do médico. Não posso afirmar sobre os advogados, mas a única maneira de o médico sonegar impostos é em procedimentos particulares em que o mesmo não emite note fiscal.

      • Chega_de_Ignorância

        Pois é aí que dá dinheiro… Pode ver os médicos tiozão estabelecidos… Não faz plantão e nem atende por convênio algum.
        Aí pergunta se ele dá nota fiscal de algum procedimento, hahaha
        Igual advogado dar nota fiscal de serviço. Mais fácil ver um mico leão dourado atravessando a rua

        • Gustavo73

          Qual outra categoria tem seus custos descontados totalmente no imposto de renda fora a saúde?

          • TukhMd

            Esquece, não adianta discutir. Esse aí foi aquele que um dia desses afirmou que todo rico é ladrão. É mole?

  • Renaaato

    Pagamos imposto na compra do carro, pagamos imposto para manter o carro, pagamos imposto para andar com o carro….. pagamos imposto para receber o salário….. pagamos imposto de tudo! Socorroooooooo

    • radiobrasil

      Logo sai o imposto de vida e o imposto de morte… (morte os herdeiros pagam)

  • Gran RS 78

    O Governo não tem intenção alguma de mudar esse tipo de tributação, por isso criou vários impostos embutidos e com efeito cascata, pois se colocassem um imposto único, como em qualquer país desenvolvido, a maioria da população esclarecida, iria ficar revoltada em saber o quanto somos roubados nesse país.

    • Junoba

      Isso que eu tenho abservado. Eles criam vários impostos ( IPI, PINS, COFINS, ICMS ), pra tentar dar uma ´´disfarça“ na quantiadade/porcentagem de dinheiro que são arecadados, e não colocam junto, assim somente fazendo uma ´´análise“ para verificar o quanto o desGoverno recebe.

  • Peraldiano

    Como venho latindo a algum tempo, a ninguém interessa baixar preço de carro. Carro tem que ser caro mesmo, para garantir o lucro da montadora e a arrecadação do governo. Essa relação é chamada de mutualismo, onde 2 ou mais elementos partilham e usufruem de um
    produto.

    A matéria esqueceu de citar o terceiro componente dessa relação, que é o setor financeiro, que “vende” crédito ao consumidor com seus jurinhos safados.

    O preço “á vista” serve apenas como base de cálculo para o financiamento, de onde deduzimos que quanto maior o preço, maior também será o lucro de bancos e financeiras com seus juros celestiais. Sem falar nas taxas e impostos (TAC e IOF, por exemplo) que TAMBÉM incidem
    sobre financiamentos e empréstimos.

    Resumindo, o cidadão, ao comprar sua latinha financiada, paga para comer, para cuspir e para
    c#%*r.

    • Junoba

      A quantidade arecadada, mostrado no post, só serve se for pago a vista, como você mencionou. Isso mostra que a coisa é pior que a gente pensa !

  • Floma08

    O que mais me surpreende nisso tudo, (além do ROUBO que chamam de imposto que pagamos aqui é claro), é o mercado. Explico: mesmo pagando esses impostos absurdos, e pagando preços lunáticos por nossas carroças motorizadas, nós somos o 5º maior mercado automotivo do mundo! COMO ISSO É POSSÍVEL?
    Quando FHC (PSDB) assumiu e implantou o plano real, o mesmo era dividido em duas fases: equilibrar o real com dólar para conter a inflação, e na segunda fase realizar a reforma tributária e administrativa. ADIVINHA QUE FASE DO PLANO NÃO FOI COLOCADO EM PRÁTICA.
    2002, Lula (PT) assume a presidência, goza de grande popularidade e de maioria na câmara e congresso, NOVAMENTE não realiza a reforma tributária e administrativa.
    2014, debate eleitoral na Globo. O candidato Aécio Neves (PSDB) é questionado sobre a reforma tributária e administrativa pelo candidato Eduardo Jorge (PV). Aécio se esquiva e não responde a pergunta, fazendo com que Eduardo Jorge repita a pergunta na tréplica, e novamente não recebe a resposta.
    O que eu quero mostrar com isso: ambos PSDB e PT tiveram várias oportunidades de aplicar a reforma tributária e administrativa, mas nunca o fizeram. Porque será? Obviamente não é interessante a nenhum dos dois partidos e nem aos grupos que financiam suas campanhas tais reformas.

  • Leonardo Berbel

    Se tivesse metade dos impostos (ainda seria muito) mas teria muito mais gente comprando, e trocando de carro em intervalos de tempo menor. Isso mantem a economia aquecida, os empregos (fabricas) e “todo mundo” fica feliz.

    • Bruno Wendel Marcolino

      na verdade, as cidades teriam que ser projetadas apenas para carros, se já vendem horrores imagina mais barato, mas é uma série de questões envolvidas, por exemplo, se um Golf fosse 40.000, nosso salário mínimo seria de R$200.

      Claro que estou fazendo um calculo aleatório, mas acredito que os preços altíssimos sejam para não comprarmos mesmo, e já que estão ganhando mesmo assim, não tem porque baixar e muito menos aumentar nosso salário. Fora as demais coisas, casa, comida, produtos de higiene e limpeza entre outras milhares de coisas que estão absurdamente caras e que são mais importantes que carros.

      • Leonardo Berbel

        Nao discordo do que você falou, mas fiz um comentário simples sobre o imposto nos carros. Talvez, tirando metade dos impostos de tudo (e deixando o salario do jeito que esta) as pessoas teriam um poder de compra maior em todos os produtos e não só carros.
        E de qualquer jeito, a populacao iria consumir mais ou escolher produtos mais caros, pela qualidade, e continuaria gerando empregos e mantendo a economia em dia.

        • Bruno Wendel Marcolino

          com certeza, concordo, mas isso é mundo perfeito e infelizmente estamos longe disso, até porque quem votou na Dilma, ao meu ver, está gostando do jeito que está, Aécio não seria solução, nem aqui nem na china, mas pelo menos teríamos tentado mudar, já que estava mais que comprovado que com a Dilma não deu certo…

          • Leonardo Berbel

            Penso exatamente a mesma coisa.

      • Tosoobservando

        vc esta completamente errado. As vendas nao iriam aumentar exponencialmente, o que iria acontecer é como em países desenvolvidos, a pessoa compraria um carro melhor, quem compra Gol compraria Golf, quem compra Palio compraria Civic, quem compra Civic compraria BMW, e por ae vai…

        • Bruno Wendel Marcolino

          realmente, não tinha pensado nisso, é uma teoria.

          • Tosoobservando

            Nao é teoria kra, kkkkk é realidade, carro mais barato nos Eua é um Nissan Versa, 11 mil dolares. Mas o mais vendido é a F150, 25 mil dolares, e depois vem Camry, Corolla, Accord, Civic, Altima, Fusion, Cruze, tudo entre 17 e 25 mi dolares, ou seja, como os carros sao baratos eles pegam quais gostam mais. Na Europa idem, um Sandero custa 7 mil euros mas o mais vendido é o Golf que começa em 17 mil.

        • Leonardo Berbel

          Nao me referia a números absolutos de carros.
          Penso que as pessoas comprariam o carro melhor. E trocariam de carro mais vezes. Portanto, ao invés de eu comprar um carro usado, iria no zero. O que compra zero, compraria um mais caro (melhor qualidade). E ao inves de ficar 5 anos com um carro, se matando pra pagar, em 2 anos ja estaria pensando em trocar de novo, pagando novos impostos, novas taxas e colocando sim, um carro a mais no mercado, pois o seu usado, ainda paga ipva, gasolina…
          Entao, abaixar os impostos, não se tornaria um prejuízo para o governo, e sim, o contrario.

          • Tosoobservando

            Obvio que nao é prejuizo, mas o governo teria de resolver algumas aberrações que so existem aqui, como carros 1.0, nao poder usar biodiesel nos carros pequenos, nao investir em hibridos e eletricos etc.. Nao é so baixar os impostos, sao varias medidas. La fora as pessoas trocam de carro tanto nao so pq é barato, mas pq os impostos pra novos e usados é o msm, nao é como aqui que tem isenção pra carros antigos. Entao acaba que compensa mais pra eles la fora compra um novo que manter um usado.

  • Bruno Wendel Marcolino

    uma duvida que ficou para mim, gostaria de saber se alguém tem alguma idéia de para onde vai esse dinheiro dos impostos?

    Por exemplo, digamos que tenha comprado o Ford Ka, que no exemplo ficou nesse valor:

    Ford Ka 1.0 Flex – R$ 35.990 – 38,42% (R$ 13.826,36)

    para onde vão os R$ 13.826,36 que paguei?

    Porque se paguei pela lógica pelo menos tenho que saber para onde foi essa grana que saiu do meu bolso.

    Alguém sabe?

    Grato.

    • Sérgio Niski Junior

      Petrobrás… (o orgulho dos brasileiros!)

      • Bruno Wendel Marcolino

        pois é, já não duvido de nada, o termo “livre arbítrio” já tinha que ser excluído de nosso dicionario…o que na verdade deveria ser o principio de tudo, hoje não passa de um mero termo para enganar a todos. Nem na votação em eleição temos livre arbítrio, já que somos obrigados a ir se não há punição…

    • Vai pra Cuba , Venezuela , Bolívia . . . . . .

      • Bruno Wendel Marcolino

        olha, só por ter países piores, com mais dificuldade, não quer dizer que não tenhamos que exigir que nossa pátria melhore a cada dia.

        Se eu estivesse em algum desses países, provavelmente eu gostaria de vir para o Brasil, assim como estando no Brasil, gostaria de morar nos EUA.

        Todos queremos o melhor para nós.

    • Schwantes

      São diversos impostos ai, uns indo para a união, e outros para os estados. Em ambos os casos, parte vai para os municipios, através do fundo de participação. Agora o que é feito com eles não há como determinar, pois no imposto não há contraprestação específica, então pode ser empregado em qualquer coisa, como funcionalismo público, saúde, estrada etc (corrupção :( )

      • Bruno Wendel Marcolino

        ok, mas eu entendo que uma lei que quer deixar, digamos, “transparente” o valor pago de imposto, teria que dizer para pelo menos quais setores estão indo, como união e estados que citou, pelo menos teríamos algo mais transparente de verdade. Botar na nota o valor pago de impostos não é menos que a obrigação ao meu ver e isso não significa transparência.

        • Schwantes

          bem, uma coisa é uma coisa, outra coisa é outra coisa. A lei te transparencia te permite solicitar informações sobre os gastos públicos, por exemplo, e vc saberá para onde foi o dinheiro arrecadado. A lei que obriga informar o valor de imposto nos produtos não é transparencia do governo em si, mas concientização do contribuinte para que possa cobrar do governo. A propósito, já que vc fala de lei, o código tributário nacional define imposto no Art. 16. “Imposto é o tributo cuja obrigação tem por fato gerador uma situação independente de qualquer atividade estatal específica, relativa ao contribuinte”

          • Bruno Wendel Marcolino

            Vou te ser sincero, li o Art. 16 que citou mas não havia compreendido.

            Em uma pesquisa, achei o esclarecimento e agora compreendi o que é imposto e o que é taxa, abaixo uma frase que exemplifica:

            “…Taxa requer algum serviço público prestado, mas imposto não obriga o Estado a fazer nada por você…”

            Nesse sentido, o imposto que pagamos num automóvel é fatiado em vários setores do estado, como hospitais, escolas, estradas, etc e não quer dizer que afete a nós diretamente. Se paguei 13.000 de impostos num Ford Ka posso ter ajudado a ter melhorias num hospital publico, porém não quer dizer que eu tenha usado o hospital. OK.

            Até ai, tudo maravilhoso, então na verdade, não temos que reclamar dos impostos, temos que reclamar de não ver melhorias nos hospitais, escolas, estradas, etc, já que pagamos caro pelos impostos.

            Acredito que seja isso que queira dizer correto?

            • Schwantes

              Perfeito! Alguém já disse aqui, o problema não é o imposto pago, mas é que pagamos imposto para ter saúde, segurança, educação, mas o Estado não fornece ou fornece sem qualidade, com muitos desvios por corrupção, ai vc paga imposto, tem q ter plano de saúde, escola particular, segurança privada. Deviamos cobrar e fiscalizar mais as ações do governo. Infelizmente nossa cultura é do se dar bem… vemos tanta corrupção e nos contentamos, pois muitos se tivessem naquela circunstancia faria o mesmo.

              • Bruno Wendel Marcolino

                mas que a lei da transparência podia ser mais transparente, podia. hehe.

    • Jackson Souza

      Imagina Bruno, a FORD vendeu só na primeira quinzena 2970 unidades do KA, se multiplicarmos os 13.826,36 reais em imposto, vezes as quantidades produzidas do veiculo, logo o governo arrecadou com o Ka nessa primeira quinzena de fevereiro nada mais nada menos do que R$41.064.289,20, ou seja mais de 41milhões só com quinze dias de KA.

      • Bruno Wendel Marcolino

        realmente, não tinha me dado conta, imagina então o mês cheio…

        fora que estamos falando apenas de 1 carro. Fora da realidade, depois o governo diz que está sem grana ¬¬

  • frangocomkiabo

    sem contar o imposto de renda que já paguei na fonte antes de comprar o carro…….é rir para não chorar!

  • Sérgio Niski Junior

    Pois é pessoal, todo mundo revoltado com isso, sendo cada vez mais espremido por uma carga tributária no mínimo surreal. Daí eu me pergunto, sera que não existe um limite nunca? a tendência é cada vez pagarmos mais impostos. Sera que não vamos fazer nada?

    • Tosoobservando

      o povo acha que impeachment da presidenta resolve eheh ae entra outro pulha la e faz o mesmo.

  • Rodrigo

    Se as pessoas já ficam chocadas com os impostos para veículos acabados, é porque não viram os impostos para auto-peças.
    Não estranhem valores na casa de 150% de imposto, principalmente para peças importadas.
    EDIT: isso falando de peças para reposição (ou aftermarket), pois peças pra produção, até onde sei, a tributação é diferenciada.

    • dougkmt

      Só um detalhe, esses 150% citados por vc está incidindo sobre um valor base de cálculo. Já a matéria cita porcentagens estimadas em cima do valor final, ou seja, no máximo será 100% .

  • Julio Cesar

    E ainda reclamam dos preços da Kia, olha quanto sobra para ela na venda de um Cerato…

  • CharlesAle

    Só não recomendo fazerem contas e descobrirem quanto se gasta só com impostos, desde a compra do carro até combustíveis, IPVA, etc.É de se levar um choque, e repensar realmente se vale a pena ter um carro ou não!!!!!!!!

    • radiobrasil

      Pega um SUV de 150k…. IPVA vai quanto? 2 a 4% ao ano…
      Seguro? Separa mais uns 5k no mínimo.
      Combustível? Prepare-se pra logo pagar 5 pila o litro

      No final de contas, quase TUDO vai pro governo.. PQP rss

    • Fábio

      Se fizermos as contas consumir qualquer coisa nesse país é desvantagem. Por isso quem pode vai no exterior e consome (compra) por lá.

      Sem fazer muitos cálculos e sendo um pouco superficial, acho que somente com o consumo da cesta básica eu não ficaria tão triste. Apesar da cadeia produtiva ja teve seu créu de importo.

    • iCardex

      Eu faço essas contas desde 2009. E tomemos o exemplo de 2014 para um Golf comprado a vista. Resultado: R$ 1491,00 mensais apenas para manter o veículo.

  • Revoltado

    Governo ganha duas vezes, voce compra um carro sem nenhuma qualidade, fica com quase metade em impostos, ou seja um celta de 32mil valeria 30% menos, e depois voce ainda abastece gasolina e leva alcool e mais uma vez governo pegando uma parte do seu din din na cara dura…

    • radiobrasil

      Não esquece do IPVA!

  • Não tem jeito

    Cada vez eu fico mais revoltado com o governo brasileiro, resumindo, você paga dependendo do carro mais de 50% do seu valor, paga IPVA muito alto, gasolina muito cara, alias qualquer combustível está muito caro. Vale mais apena andar de ônibus. Ah esqueci a passagem de ônibus também está muito cara.
    Cada ano que passa o dinheiro vale menos, daqui um dia vou estar pagando para trabalhar.

  • Milton Baptista

    Um assaltante recebe melhor tratamento no Brasil do que o comprador de automóvel.

  • Wilker Charles Sena Silva
  • Leandro Santos

    A população não vê problema nisso.

  • Alexandre

    E pensar que o Brasil quis sua independência por ter que pagar 1/5 do ouro extraído em Minas. Agora ficamos com menos de 1/5 do que ganhamos e todo mundo acha normal. Qualquer outro ser de qualquer outro país deve rir muito da nossa cara e achar que somos os mais acéfalos seres humanos da Terra. Vivemos na pior ditadura que existe, na ditadura dos impostos e da escravidão disfarçada de liberdade e de dignidade. E o pior de tudo isso é que tem gente que aplaude, reelege e xinga a imprensa que tenta mostrar a realidade. RE-VOL-TAN-TE!

  • SDS SP

    Pior que pagar toda essa carga de impostos é não ver esse dinheiro revertido em benefícios e estar diante de péssimos serviços públicos.

    Como é difícil ser brasileiro…

  • afonso200

    nos EUA carro popular (civic, corolla, cruze, fiesta, versa, mazda 3,, elantra, optima, 500, jetta) o imposto varia de 6% a 9%………. ja medios como (altima, fusion, sonata, malibu, azera, lincoln mks, cadillac cts, camry, accord, serie 3, classe C), o imposto varia de 7,5% a 10.5%……………ja luxos como (taurus, impala, bmw 5, classe E, passat CC, escalade, genesis, A6, o imposto varia de 9% a 14,5% …………os ultra luxo como ( classe S, Serie 7, A8, rolls royce, bentley, equus, ) o imposto varia de 13,5 a 16,5%………………..enquanto isso no BR, olhem a tabela da noticia, decepcionanteeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeee

  • Tosoobservando

    O povo brasileiro escolheu ser um meio termo entre Eua e Europa. Mas nao tem nenhuma das boas coisas dos dois mundos. Nao tem o livre mercado e os baixos impostos dos Eua (mas poucos serviços publicos de qualidade), e nao tem os bons serviços publicos da Europa em retorno aos altos impostos de la. Eu queria entender como a Europa mesmo tendo os maiores impostos do mundo, consegue ter um Sandero por 7 mil euros, um Ecosport por 14 mil ou um Golf por 18 mil euros. Qual a magica?

  • Fudencio

    Esse imposto é somente sobre a venda do produto. E sobre as peças que compõe o carro e contam como custo? E os impostos indiretos? Impostos sobre a mão de obra e sobre o lucro?

    No barato deve dar uns 65 a 70% de impostos. Fora a mão de obra que trabalha só pra recolher tributos e fazer obrigações assessórias.

  • FocusMan

    Quando eu falo que o problema do preço do carro no Brasil é o governo, nego socialista vêm me dizer que fui corrompido pelo capitalismo pois trabalho numa multinacional do ramo.

    Imagine só, você tem um “sócio” que entra no negócio com capital intangível (impostos não recolhidos, doação de terreno que nunca seria usado para nada, etc…) e você entra com todos os custos de projeto, lançamento, distribuição e ainda leva para casa todos os riscos inerentes ao negócio e ainda assim seu sócio ganha mais do que você.

    Esse é ou não é o melhor país do mundo?

  • kikofar

    Governo = Estado = Ladrão, pilhador, surrupiador, apeador, larápio maior da sociedade!

    Li essa matéria com meu estômago borbulhando de acidez, tamanha minha raiva.

    40% do café que bebo mais 32% sobre o açúcar que o adoça, 35% dos medicamentos que minha filha usa, 50% da gasoLIXO brasileira, aparelho de barbear são 34%, 55% sobre cosméticos, 45% sobre as lâmpadas comuns e se me estressar e quiser beber uma água de côco, o Estado, esse meu irmão indesejado, leva mais 44% sobre o preço do produto!

    E como a educação lixo esquerdista coitadista do Estado não me serve, tenho que pagar pela escola dos meus filhos. Como o SUS é um grande lixo um infinito ralo de dinheiro, também não me serve e tenho que pagar por plano de saúde pra mim e pra minha família. A segurança é uma des$%@$#% e por isso, tenho que tomar minhas precauções, que, claro, não são gratuitas!

    PRA DEPOIS DE TUDO ISSO… no dia 30 de abril ainda terei que deixar todo o meu ordenado desse mês para a mer… da Receita Federal, ajudar a manter os aumentos de salários dos legisladores, do Judiciário, além da miséria dos seus auxílios-intermináveis!!!! AHHHHHHHHHHHH COMO É BOM O SOCIALISMO NO C. DOS OUTROS!!!!!

  • Ygor Soares

    Partiu comprar um GOLF TSI 1.4 com 40,79% de impostos?
    Bora meu povo! Bora lá petralhas!

  • Verdade Doí Pacarai

    Brasileiro tem que tomar bem mesmo é assim por que as pessoas compram carro zero, se todo mundo comprasse carro usado ai eu queria ver. Essas bostas zero iriam encalhar

  • suzzy

    O texto não aparece.

  • suzzy

    Eu não acredito que vocês obrigam ao leitor a curtir a matéria que sequer leram, para poderem ler! Isso é pior que ditadura! Que coisa mais absurda!

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 11 anos. Saiba mais.

Notícias por email

Send this to a friend