Avaliações Nissan Sedãs

Avaliação: Nissan Versa 1.0 oferece bom espaço e porta-malas espaçoso

Avaliação: Nissan Versa 1.0 oferece bom espaço e porta-malas espaçoso

Ao ser nacionalizado, o Nissan Versa ganhou uma renovação visual que o deixou de acordo com a filosofia global de estilo, embora ele não tenha ficado tão atraente quanto o modelo anterior. De qualquer forma, seus principais atributos não foram tocados, o que é muito bom.


Nessa versão 1.0 S, o Nissan Versa tem sua segunda opção dentro da gama de versões, custando R$ 45.490. Ao contrário do modelo anterior, mexicano, o nacional dispõe também de motor 1.0 12v de três cilindros e permanece a política da marca em manter potência e torque iguais para os dois combustíveis.

Avaliação: Nissan Versa 1.0 oferece bom espaço e porta-malas espaçoso

Então, com 77 cv e 10,0 kgfm, o Nissan Versa 1.0 S apresenta um desempenho esperado para um sedã leve com baixa potência apresentando um ótimo espaço interno e porta-malas generoso. É esperto e econômico, mas não se pode esperar mais do que uma proposta urbana.

O sedã nipo-brasileiro é discreto nas vendas diante dos concorrentes, tendo emplacado 14.803 unidades até novembro e posicionando-se em nono no ranking dos sedãs pequenos, de acordo com a Fenabrave. Devemos lembrar, no entanto, que o modelo atualizado chegou em março.

Avaliação: Nissan Versa 1.0 oferece bom espaço e porta-malas espaçoso

Por fora…

O novo visual do Nissan Versa não está no nível do modelo anterior, que já não era um primor de beleza. Na frente, os faróis ficaram enormes e prolongados até os para-lamas. O para-choque ganhou um formato mais aerodinâmico e em sintonia com o estilo frontal.

Na traseira, as lanternas acompanham o formato das laterais e apresentam um visual limpo, chamando a atenção apenas uma barra pintada na cor do carro sobre a placa. As rodas de liga leve aro 15 polegadas com pneus 185/65 R15 apresentam belo aspecto e é o único “luxo” presente no exterior.

Avaliação: Nissan Versa 1.0 oferece bom espaço e porta-malas espaçoso

Por dentro…

Em seu interior, o Nissan Versa reproduz fielmente o ambiente do New March. O volante em formato de “V” tem comandos de mídia e telefonia, tendo regulagem apenas em altura. O painel vem com o essencial e dispõe também de um computador de bordo. O rádio é simples, mas vem com CD/MP3/Bluetooth/USB/Auxiliar. Os comandos do ar condicionado estão em boa posição, mas os retrovisores elétricos estão em local ruim, próximo da coluna de direção.

O Versa 1.0 S não tem vidros elétricos nas portas traseiras, o que é realmente ruim. O acabamento geral é essencialmente plástico duro. Os bancos possuem tecido macio e acomodam o corpo de forma razoável. Mas o forte do Nissan Versa é o espaço.

Avaliação: Nissan Versa 1.0 oferece bom espaço e porta-malas espaçoso

Atrás, os passageiros de estatura alta não terão problemas com pernas, embora a altura interna seja apenas razoável. Há porta-copos no console e nas portas dianteiras. O banco traseiro tem somente dois apoios de cabeça e cinto central subabdominal. Após o recente Latin NCAP, espera-se que a Nissan reveja a proteção para crianças e adultos que vão atrás. Por fim, o porta-malas abriga a bagagem de uma família, tendo 460 litros.

Avaliação: Nissan Versa 1.0 oferece bom espaço e porta-malas espaçoso

Por ruas e estradas…

O Nissan Versa 1.0 S apresenta um desempenho dentro do esperado para um sedã compacto com esse tipo de motorização, mesmo tendo 4,49 m de comprimento. Pesando 1.056 kg, o modelo é ágil no trânsito, graças à boa disposição do motor 1.0 12v de três cilindros, que tem duplo comando de válvulas variável e entrega 77 cv a 6.200 rpm e 10 kgfm a 4.000 rpm.

O propulsor tem os mesmos números de potência e torque tanto com etanol quanto com gasolina. Ele é bem elástico e apresenta boa faixa de torque em rotações mais baixas, garantindo boas saídas. O câmbio de cinco marchas tem bom escalonamento e extrai o que pode do pequeno três cilindros. Os engates não são tão suaves, mas há precisão.

Avaliação: Nissan Versa 1.0 oferece bom espaço e porta-malas espaçoso

Acelerações longas e retomadas são lentas. Para uma condução em condições normais, o 1.0 12v pede trocas acima de 3.000 rpm, mas dá para andar de forma econômica mudando-se em 2.500 rpm.

Na estrada, a 110 km/h, o ponteiro marca altos 3.500 rpm. O consumo rodoviário ficou em 11,5 km/litro, enquanto o urbano em 8,8 km/litro. Nada mal quando se está com 41 litros de etanol no tanque. Apesar dos três cilindros, o motor tem funcionamento suave e ruído mais baixo que o do 1.0 16v da Renault, que anteriormente equipava o New March.

Avaliação: Nissan Versa 1.0 oferece bom espaço e porta-malas espaçoso

Se o propulsor tem suas limitações, a direção elétrica mostra ser muito mais do que o necessário. Assim como no New March, ela é extremamente leve e pode-se empurrar o volante com um dedo para ele virar as rodas. Mas não chega a ser tão leve quanto da Livina, que impressionava. Com as mãos relaxadas, o condutor dispõe ainda de um potente ar condicionado, que gela bastante e muito rápido.

Os freios são adequados, assim como o conjunto de suspensão, que passou a dar prioridade no conforto. Ainda assim, o Versa 1.0 S oferece boa estabilidade, embora em curvas muito fechadas, a traseira saia com facilidade. O ajuste para o mercado nacional foi benéfico, pois agora o sedã absorve razoavelmente bem a buraqueira do nosso asfalto.

Avaliação: Nissan Versa 1.0 oferece bom espaço e porta-malas espaçoso

Por você…

O Nissan Versa 1.0 S tem no espaço interno, porta-malas, agilidade e economia seus pontos fortes. O propulsor não é a melhor opção para um sedã, mas enquanto a legislação de nosso país tiver essas aberrações de taxar modelos pelo tamanho do motor, continuaremos neste mesmo esquema. O modelo não decepcionou na cidade. Na estrada, é necessário estudar bem as ultrapassadas. Subida de serra, carregado, é melhor ter paciência.

O pacote de equipamentos é fraco e R$ 45.490 assusta. Mas também não dá para fugir, no atual cenário de nosso país. A concorrência tem sedãs menores e na mesma faixa de potência e preço. Além disso, a Nissan foca em melhorar o custo-benefício de seus carros, agregando peças e mão de obra com preços fixos. No caso do Versa 1.0, o custo das revisões até 60.000 km chega a R$ 2.164.

No segmento, com exceção do Logan, todos os demais não oferecem o mesmo espaço interno que o Versa. Para quem busca esse conforto a mais, mas não liga para um carro pouco completo, então o sedã da Nissan se torna uma opção considerável.

Medidas e números…

Ficha Técnica do Nissan Versa 1.0 S

Motor/Transmissão
Número de cilindros – 3 em linha, flex
Cilindrada – 999 cm³
Potência – 77 cv a 6.200 rpm (gasolina/etanol)
Torque – 10,0 kgfm a 4.000 rpm (gasolina/etanol)
Transmissão – Manual de cinco marchas

Desempenho
Aceleração de 0 a 100 km/h – 16 segundos (etanol/gasolina)
Velocidade máxima – 162 km/h (etanol/gasolina)
Rotação a 110 km/h – 3.500 rpm
Consumo urbano – 8,8 km/litro (etanol)
Consumo rodoviário – 11,5 km/litro (etanol)

Suspensão/Direção
Dianteira – McPherson/Traseira – Barra de torção
Elétrica

Freios
Discos dianteiros e tambores traseiros com ABS e EDB

Rodas/Pneus
Liga leve aro 15 com pneus 185/65 R15

Dimensões/Pesos/Capacidades
Comprimento – 4.492 mm
Largura – 1.695 mm (sem retrovisores)
Altura – 1.506 mm
Entre-eixos – 2.600 mm
Peso em ordem de marcha – 1.056 kg
Tanque – 41 litros
Porta-malas – 460 litros
Preço: R$ 45.490

Galeria de fotos do Nissan Versa 1.0 S:

Ricardo de Oliveira

Técnico mecânico, formado há 23 anos. Há 12 anos trabalha como jornalista no Notícias Automotivas, escreve sobre as mais recentes novidades do setor, frequenta eventos de lançamentos das montadoras e faz nossos testes e avaliações. Também trabalhou nas áreas de retificação de motores, comércio e energia.

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros para mais de 450 milhões de pessoas, por 15 anos. Saiba mais.

Notícias por email