*Destaque Honda Lançamentos Motos

Em sua quarta geração, Honda Biz 2018 traz freios CBS por R$ 7.590

Honda-Biz-125-2018-14 Em sua quarta geração, Honda Biz 2018 traz freios CBS por R$ 7.590

Galinha dos ovos de ouro da Honda, a Biz acaba de estrear sua quarta geração. O novo modelo é uma das principais atrações da marca japonesa no Salão Duas Rodas e chega às concessionárias a partir deste sábado (18). No entanto, como já era de se esperar, a CUB segue sendo oferecida com preços salgados: R$ 7.590 pelo modelo de entrada com motor 110i e R$ 9.390 pelo topo de linha com propulsor R$ 9.390.



Um dos destaques da Honda Biz 2018 fica por conta do visual mais agressivo, com linhas inspiradas nas scooters da marca japonesa. Há ainda um novo porta-capacete que é 10 cm mais largo e permite carregar documentos de tamanho A4 em suas laterais, podendo ser aberto ao pressionar e gerar a chave de ignição no sentido horário. O compartimento inclui também uma nova tomada 12V para recarregar smartphones e tablets.

Honda-Biz-125-2018-5 Em sua quarta geração, Honda Biz 2018 traz freios CBS por R$ 7.590

Outra novidade é o gancho retrátil na face posterior do escudo frontal, que permite pendurar bolsas, mochilas ou sacolas. Há também um novo painel de instrumentos com iluminação em LED e fundo blackout, além de informações totalmente digitais. O quadro inclui ainda a ECO-Lamp, que avisa o motorista quando ele está conduzindo a motocicleta de maneira econômica.

A lista inclui também a introdução do sistema de frenagem CBS (Combined Brake System) de série nas duas versões. Com ele, o freio dianteiro também é acionado quando o motorista pressiona o pedal do freio traseiro, enquanto o manete direito aciona somente o freio da roda da frente. Na Biz 110i, há freios a tambor nas duas rodas, enquanto a Biz 125i agrega freio a disco na dianteira.

Honda-Biz-125-2018-10 Em sua quarta geração, Honda Biz 2018 traz freios CBS por R$ 7.590

Os motores são os mesmos de 110 e 125 cc, com injeção eletrônica PGM-FI, tecnologia bicombustível e arrefecimento a ar. Eles estão associados ao câmbio semiautomático de quatro marchas.

Para a Honda Biz 110i 2018, há as cores sólidas branco e vermelho. Já a Honda Biz 125i 2018 conta com as tonalidades perolizadas branco, laranja, vermelho e preto. A marca oferece garantia de três anos, sem limite de quilometragem e com sete trocas de óleo gratuitas.

Galeria de fotos da Honda Biz 2018

 

  • Lucas Fernando

    A moto é muito boa, mas boa com ênfase, ótimo consumo, baixa manutenção, peças extremamente baratas e é praticamente “inquebrável”. O único problema é o preço, o preço sugerido pela Honda não é nem de perto o preço praticado nas concessionárias. Hoje ela tem uma concorrente de peso, a Yamaha Neo 125, mas por muito tempo reinou sozinha.

    • Marcelo Amorim

      Aqui no RN,é entre 1200 a 1500 reais acima do preço sugerido no site.

      • Carlos

        acho que no site é preço sem frete.

      • Samuel Justus

        Aqui em sp tbm…

  • Ângelo Coppo

    no preço do modelo de entrada se leva uma Neo 125 2018 pra casa, que acima de tudo é CVT, scooter de verdade e muito mais bonita.

    • Tom Costa

      EXATAMENTE. Tem que gostar muito da RRonda pra levar essa coisa em vez da Neo 125.

  • Depois de muitos anos eu voltei a achar a Biz bonita. Claro que o preço é ordinário, mas a motoca é fácil de pilotar, cheira gasolina e pra revender é 2 palito.

  • Pedro Henrique

    essa cor branca que mais parece um creme nas imagens, com “interior” café ficou muito bonita em!
    faltou mesmo ser automática(CVT) ainda mais nesse preço que tem concorrente automática de mesma cilindrada…

    • klaus

      a branca ficou charmosa

  • leomix leo

    Motoca exclusiva para pavimentação excelente, nada de paralelepípedos e buraqueira. Tive uma 2015,vendi esse ano, a manutenção realmente é baixa, econômica nem tanto, no trânsito de minha cidade o máximo que fiz foi 41km/l, as carenagens se desmancharam com menos de 6 meses, muito frágil, para revender nem fiz anúncio, foi muito rápido. Estou na dúvida entre a PCX e NMax. O coração pende para o lado da Honda, mais a Yamaha é mais forte, mais completa, só não acho mais bonita.

    • Esquilo Tranquilo

      Eu iria de NMax, ainda mais com o CVT, anda suave.

      • klaus

        pelo q pesquisei a nmax anda suave e a suspensão é um pouco melhor (mas é bem dura como em qualquer scooter)

    • klaus

      tô estudando também entre PCX e NMax, pelas minhas pequisas a nmax ganha em praticamente em tudo, e tem um item fundamental q a pcx não tem: freio ABS

      • Randy

        Já considerou a SH150i? Minha dúvida é entre ela e a Nmax…

        • klaus

          Obrigado pela dica, não havia me ligado nessa. Quanto à rodagem, ela parece ter “o melhor dos dois mundos”, ou seja, as rodas são aro 16, q absorve bem as irregularidades (cidade), e os pneus não são finos quanto uma motoneta, o que dá mais segurança (estrada – 20km entre Porto Alegre/Nova Sta. Rita). Ah! em tem freio ABS!

    • Michel Soares Pintor

      Concordo. Sofro com a minha nessas ruas esburacadas também. Mas a PCX é ainda pior…

  • adonaistoner

    A Biz é uma excelente moto, mas o preço não me agrada tanto assim. Ao meu ver, já está na hora da Honda trazer modelos mais modernos para o Brasil. Tirando pelo preço elevado que a Honda vem praticando no país, tendo comp exemplo a própria Biz, teríamos modelos bem mais atraentes que pelo preço elevado se encaixariam perfeitamente, modelos como: Honda Grom e a mais nova CB 125R e CB 300R.

    • Esquilo Tranquilo

      Enquanto a concorrência não se esforça, a honda nada de braçada cobrando o que quer pq o brasileiro paga sem pensar…

      • adonaistoner

        Não creio que seja falta de esforço da concorrência, mas sim, da grande hegemonia que o brasileiro criou sobre a honda, consecutivamente Yamaha. Novas marcas tentam ingressar no Brasil e sentem primeiramente a dificuldade burocrática para homologar novos modelo e por segundo um público que se limita ao mesmo, desclassificando e desqualificando o que nem conhecem muitas vezes. Isso acaba refletindo nesse domínio da marca no país. Assim como também, no comodismo da Honda em trazer propostas mais atuais. Afinal, se o povo paga caro por esses modelos “cansados”, porque colocar modelos atuais?

  • Adriano Cardoso

    E agora ? compro uma biz ou um iphone x ?

    • Paulo Reis

      Ou um Palio usado? Ou um gol quadrado, escort, ou ainda, uma viagem de 15 dias para europa com tudo incluso.

      • leomix leo

        Rsrsrsrsrsrs, tem gente que prefere ostentar um iPhone X.

    • Randy

      Cara, é muito fácil decidir:

      Se você chega de Biz num lugar, vão te chamar de “pobre”;

      Se você for de Uber e sacar um iphone x, vão te considerar na alta roda da sociedade ;-)

      /s

  • Yuri Calmon

    Se os motores são os mesmos, Então o de 110cc não é FLEX !!!

  • afonso200

    Honda Biz, com tudo ela combina, só nao combina com posto de gasolina,,,,,, alguem lembra desse slogan dos anos 90′, eu devia ter 5 anos

    • leomix leo

      Sim, em 2001 tive uma vermelha, rodei 5 anos com ela, era muito econômica mesmo, chegava a fazer 52/3 km/L, já a 2015 fiz 41 apulso, essa tecnologia flex não vale de nada.

  • Michel Soares Pintor

    Pra mim, o que acho ruim na BIZ é a suspensão traseira. É desconfortável pra andar em nossas ruas esburacadas.

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 11 anos. Saiba mais.

Notícias por email

Send this to a friend