Etc

Envelopamento de carros: vantagens e desvantagens

Enjoamos muito fácil das coisas e com o carro não é diferente, pode reparar que estamos sempre mudando uma peça aqui e outra ali.

Quando falamos da cor do veículo, existem duas formas de modificar a lataria do seu automóvel: a primeira é a alterar através de uma pintura e a segunda seria a optar pelo envelopamento do carro.


Envelopamento de carros: vantagens e desvantagens

A legislação vigente permite que você altere até 50% da cor que consta no documento do carro, passando disso, o proprietário precisa procurar o Detran e solicitar a atualização desta informação no CRV – Certificado de Registro de Veículo.

Alterar a cor sem informar o Departamento Estadual de Trânsito é considerada infração grave com multa de R$ 195,23 e mais cinco pontos na CNH.


Feito em material de PVC, o adesivo de envelopamento tem sido muito utilizado para a customização e/ou como proteção para a pintura original contra qualquer degradação seja de raios UV, fezes de animais e pequenas pedras ou poeira.

Envelopamento de carros: vantagens e desvantagens

O mercado de customização oferece diversos modelos para envelopamento, o consumidor que for aplicar deve ficar atento a qualidade e durabilidade do produto, isso porque há variação com os adesivos, alguns podendo durar cerca de 12 anos e outros bem menos: 2 ou 3 anos.

Obviamente que vai depender de quanto tempo o carro fica exposto ao sol e a chuva.

Atualmente é possível encontrar adesivos próprios para carros e, o melhor, para todo gosto.

Preto e branco estão entre as cores mais preferidas, mas existem outras opções como o amarelo, rosa, lilás, vermelho, azul, prata, verde e até dourado.

Envelopamento de carros: vantagens e desvantagens

Assim que o produto começou a ficar em alta, em 2011, o envelopamento de fibra de carbono era o mais procurado, isso já que ele gera sensação de esportividade ao veículo.

Alguns proprietários preferem colocar em algumas partes, inclusive no interior.

Envelopamento: Instalação e manutenção

A instalação requer um profissional treinado em envelopamento automotivo, é necessário saber aplicar porque demanda precisão, são utilizadas várias técnicas para garantir o melhor resultado.

O trabalho é totalmente manual e pode demorar de dois a três dias até ficar pronto.

Ao retirar é preciso tomar alguns cuidados, os veículos com pintura original não terão problema na hora da remoção. Se ele foi repintado, pode acontecer de arrancar a pintura e remover o verniz.

Tudo vai depender de como foi feito o serviço de pintura e funilaria.

Envelopamento de carros: vantagens e desvantagens

Ter um automóvel envelopado também exige algumas manutenções, relativamente simples, evite utilizar produtos químicos que podem afetar o material. Opte por pano, água e sabão neutro.

Quanto custa para envelopar o carro?

O valor para o envelopamento varia muito. Tudo vai depender da empresa que você contratar, o estado, a mão de obra, o material utilizado também conta muito, o modelo do carro e a área a receber o adesivo.

Se optar por cobrir o automóvel 100% o custo vai ser obviamente maior, não podemos esquecer que, antes, é necessário pagar a taxa para a modificação no Detran.

Há empresas que cobram cerca de R$ 200 a R$ 300 para o envelopamento parcial, outras podem chegar a solicitar R$ 3.500 ou mais.

Recomendamos a fazer antes uma pesquisa, procure por empresas que realizam o serviço de qualidade por um preço acessível.

Confira abaixo alguns valores para comparação:

– Envelopamento com material comum: de R$ 2.500 a R$ 3.500;
– Envelopamento com material automotivo: de R$ 5.500 a R$ 12.000;
– Pintura automotiva: de R$ 4.000 a R$ 15.000.

Envelopamento de carros: vantagens e desvantagens

Ainda é cobrado pela remoção, dependendo da empresa, o consumidor terá que arcar cerca de R$ 300 a R$ 600.

O tempo estimado para o término do serviço é de apenas meio-dia, ou seja, diferentemente de uma pintura, você terá o seu carro com a cor anterior no mesmo dia.

O preço de alteração no Detran varia de estado para estado, iniciando em média R$ 135,32 e indo a R$ 300,00.

Contudo, há uma observação, se o seu veículo estiver com a pintura original, por exemplo, preto brilhante e você modificar para o envelopamento preto fosco, neste caso, não será preciso alterar no documento, o mesmo vale para outras colorações.

Vantagens e desvantagens de envelopar o carro

A primeira vantagem de escolher o envelopamento automotivo está ligada diretamente à proteção da pintura original, evitando danos como da luz solar, arranhões e o desgaste.

A remoção do adesivo a qualquer momento também é outro ponto positivo, diferentemente da pintura que será necessário desembolsar mais pelo trabalho.

Além disso, é fácil remover o envelopamento, não deixando manchas.

Envelopamento de carros: vantagens e desvantagens

O custo é outra vantagem. Envelopar pode ser a melhor opção para quem deseja não gastar muito.

O tempo também é um fator decisivo, enquanto se gasta em média 3 dias para aplicar o adesivo, uma pintura pode levar de 15 a 20 dias para ser entregue ao cliente.

É possível encontrar no mercado diversos modelos de adesivos que o próprio consumidor poderá escolher: brilhantes parecendo pintura, aço escovado, black satin, cores perolizadas, metálicas, foscas e outras.

Entre as desvantagens, podemos citar sobre a durabilidade, algumas cores têm vida útil maior e outras bem menos.

No caso do preto e do branco, essas cores podem passar de 12 anos, já as metálicas podem durar de 5 a 7 anos dependendo da cor.

Envelopamento de carros: vantagens e desvantagens

A exposição por muito tempo na chuva e no sol vai influenciar na validade do adesivo. Se desgastado, ele perderá a proteção e será essencial realizar alguns reparos.

Por último, se decidir pelo envelopamento parcial, o restante do automóvel que ficou exposto ficará diferente do local onde está envelopado, por isso, o aconselhável é utilizar cera com proteção ao sol.

Peça outras dicas ao instalador.

Envelopar desvaloriza o carro na hora da revenda?

É muito importante saber que o tuning não irá valorizar o seu carro na hora da revenda, a não ser que o seu modelo seja esportivo, então, tenha isso sempre em mente.

Mesmo assim, muito se fala sobre o envelopamento desvalorizar na hora de revender o automóvel.

Porém, esta é uma crítica sem nexo, basta remover para que você não tenha “prejuízos” no momento em que passar o carro para outro dono.

Seja sincero com o comprador, informe-o sobre se o veículo está com a pintura original, se já foi repintado e o motivo do envelopamento.

Ao envelopar não esqueça de perguntar sobre o material utilizado e a garantia de fábrica, em média, eles oferecem 3 meses. Também deve-se considerar algumas manutenções.

Se você tem dúvidas sobre as taxas e os procedimentos para a alteração de cor, antes, procure uma unidade do Detran na sua cidade e faça a mudança conforme orienta a legislação.

Envelopamento de carros: vantagens e desvantagens
Nota média 5 de 3 votos

  • Louis

    Envelopamento fosco fica horrível na maioria dos casos. Será que existe envelopamento transparente, para fins de proteção da pintura somente?

    • sim existe

    • Pedro Montana

      Sim, existe esse tipo de serviço e é justamente para proteção da pintura.
      Normalmente custa mais que o envelopamento tradicional, já que a película transparente precisa ter camadas protetoras contra o UV e a pintura precisa também passar por uma minuciosa limpeza antes de receber a película.

      • Louis

        Bacana, isso poderia ser disponibilizado pelas concessionárias em carros 0km.

        • Charlis

          Já existe, e já faz alguns anos inclusive.
          Para mim, já me ofereceram da 3M em algumas partes do veículo.
          O normal é na soleira das portas, atrás das maçanetas, e na dianteira (parachoque e capô).
          E existe também as películas para proteger farol, transparentes ou coloridas, de uma pesquisada no google sobre Lamin X.

          E sobre a sua primeira pergunta existe o envelopamento colorido sem ser fosco também, imitando a pintura normal.
          Obviamente, que passa é longe da pintura original.
          Inclusive mesmo a transparente de proteção, é nítido a diferença nas partes com e sem.

          []s

        • Franco da Silva

          Bem melhor que o blá blá blá de “cristalização” que tentam empurrar. Mas daria trabalho. Eles preferem pegar meia duzia de tontos que pagam caro por um processo bem mais simples (e sem eficiência).

    • Natán Barreto

      Os foscos são horríveis e bregas

  • parece que a moda passou ou pelo menos diminuiu, aqueles carros preto fosco pareciam frigideiras de teflon, horrivel

    • Louis

      A diferença é que nas frigideiras a sujeira não gruda, já nos envelopados parece um ímã de poeira kkkkkk

      • 1 Raul

        A não ser que seja envelopamento da polishop.

    • RVM

      Kkkk .Melhor do dia… Kkkk

    • Rafael Giffone

      Você pode envelopar de várias cores. Já vi casos que ficam bem bonitos. Melhores até que uma pintura. Vermelho, Roza, preto branco, esportiva, desenhos e etc. Depende também da empresa que vai fazer esse serviço e dos recursos que ela dispõe.

  • Samluzbh

    Acho que já passou essa moda, o máximo que vejo agora são os tetos!

    • leomix leo

      Esses dos tetos era os pobres querendo ter um Sonata, como não tinha dinheiro, colocavam em gol, celta, já vi até civic e Corolla com essa coisa brega. Aqui em minha cidade tem uns doentes que desenham um teto solar desse material de envelopamentos. Ficam toscos de mais.

      • Jorge Castro

        Aqui na minha regiao usa muito envelopar teto de carro com pintura queimada , uma pintura de teto nao sai por menos de 500 um envelopamento sai ate por 50

  • Quando comprei meu up! MPI (bem antes de aparecer TSI), envelopei a tampa traseira para se aproximar visualmente do up! europeu.
    Mês passado retirei o envelopamento e a pintura estava intacta. e foi super fácil retirar.

    • Cássio

      E ficou diferente a cor do porta-malas em relação ao resto do carro?

      • Esse era o meu medo mas não percebi diferença alguma.

        • Cássio

          E por quanto tempo você usou o envelopamento?
          Tenho vontade de colocar no meu, mas para proteção… não lembrei que poderia dar diferença de cor depois de uns anos.

  • CarloAndreiDiniz

    Quanto a proteção da pintura, essa questão do envelopamento está com os dias contados, pelo menos os carros premium vão sair de fábrica com uma camada sobre a pintura uma química feita pela nanotecnologia que não gruda nem sujeira nem pó, tinta , lama e etc… tipo aqueles sprays que estão vendendo na internet anitiquido, então só vai servir para tunning mesmo.

    • RVM

      Ponha dias nisso hein… Vi falando disso no Discovery a anosss…

      • V12 for life

        Já havia lido matérias sobre isso muito antes do Discovery, a questão e que nem toda invenção se tornar economicamente viável.

  • Paulino Lino

    Eita modinha horrorosa! Agora, envelopar com material de alta qualidade e transparente vale muito a pena em termos de conservação da pintura do veículo mas custa CARO!

  • sigma7777777

    Em tese é sempre esse discurso, mas na prática descola nas pontas e a beleza vai para o brejo. Daí vem alguém e diz que foi a má qualidade da loja na hora de aplicar e tal, mas nada disso. Pequeninos acidentes já causam problemas estéticos.

  • Jose Walter Coimbra Moreira

    Envelopar carro por experiencia própria não indico a ninguem.Depois de um tempo, o adesivo resseca e fica praticamente impossível remover ele sem arranhar ou danificar a pintura.O adesivo mais dificil de remover é aquele parecido fibra de carbono.

    • Martini Stripes

      Acho que depende da qualidade do material…

      • Jose Walter Coimbra Moreira

        Pode ser mas é difícil um adesivo aguentar a alta temperatura da lataria e da pintura de um automóvel.Por esse motivo não colo e não deixo ninguém colar adesivo na lataria dos meus carros.

  • Alvarenga

    Se alguem me encontrar em um carro envelopado, por favor chama a ambulancia e manda internar !

  • Leandro

    Coisa de mano.

  • ESouza

    Impressionado com a maioria das opiniões contrárias ao envelopamento!

    • Martini Stripes

      O negócio no Brasil atual é ser do contra.

  • Ricardo Blume

    Envelopar, por exemplo, o capô (transparente) é uma para aqueles que pegam muita estrada. Já envelopar nas cores fosco e imitando fibra de carbono é de um tremendo mau gosto (minha opinião).

  • Izael Nobrega

    Modinha de peão!

  • Cromo

    Eu gostaria de envelopar meu carro, mas por dentro, cobrindo aquele monte de plástico de má qualidade e aspecto pobre, porcamente imitando couro (é como aquele sujeito q está ficando careca e tenta cobrir com o q restou de cabelo, é melhor assumir a careca duma vez).

    • Martini Stripes

      Geralmente no mesmo lugar onde faz por fora. É bem comum essa prática inclusive.

  • Cromo

    Interessante seria um adesivo com superfície como uma bola de golf, pois melhoraria a aerodinâmica do carro, como melhora nas bolas de golf. Aquele programa dos caçadores de mito testou um carro com uma superfície assim e ele melhorou a aerodinâmica.

  • Evandro

    em 2005 eu envelopei a frente de um Stilo que eu havia comprado zero, era uma película da 3m chamada anti-chip, era somente na parte da frente do carro para evitar pedrinhas, mas o problema maior foi a aplicação, que msm na css aplicaram com estilete, cortando junto a pintura do carro, desanimei por completo. Em 2016 comprei uma fiorino zero pra minha loja, e mandei adesiva, em um cara que se dizia profissional, pageu 3x mais que o concorrente pelo fato dele dizer que não usaria estilete, que o recorte sairia pronto da máquina, pura enganação, passou o estilete em várias partes do carro, ou seja, depende mto da aplicação, e como não dá para garantir essa qualidade ou a destreza do profissional, resolvi nunca mais aplicar essas coisas em carro algum…..

  • Ricardo

    Eu não consigo entender como cortam as rebarbas sem riscar a pintura e deixando perfeito!?

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros para mais de 450 milhões de pessoas, por mais de 12 anos. Saiba mais.

Notícias por email