Envelopamento de carros: vantagens e desvantagens

Envelopamento de carros: vantagens e desvantagens

Enjoamos muito fácil das coisas e com o carro não é diferente, pode reparar que estamos sempre mudando uma peça aqui e outra ali.

Quando falamos da cor do veículo, existem duas formas de modificar a lataria do seu automóvel: a primeira é a alterar através de uma pintura e a segunda seria a optar pelo envelopamento do carro.

A legislação vigente permite que você altere até 50% da cor que consta no documento do carro. Além desse limite, o proprietário precisa procurar o Detran e solicitar a atualização desta informação no CRV – Certificado de Registro de Veículo.

Alterar a cor sem informar o Departamento Estadual de Trânsito é considerada infração grave com multa de R$ 195,23 e mais cinco pontos na CNH.

Feito em material de PVC, o adesivo de envelopamento tem sido muito utilizado para a customização e/ou como proteção para a pintura original contra qualquer degradação, como raios UV, fezes de animais e pequenas pedras ou poeira.

Envelopamento de carros: vantagens e desvantagens

O mercado de customização oferece diversos modelos para envelopamento. Por isso, o consumidor que for aplicar deve ficar atento a qualidade e durabilidade do produto, pois há variação com os adesivos, alguns podendo durar cerca de 12 anos e outros bem menos, não passando de 2 ou 3 anos.

Obviamente, isso vai depender de quanto tempo o carro fica exposto ao sol e a chuva.

Atualmente, é possível encontrar adesivos próprios para carros e, o melhor, para todos os gostos. Preto e branco estão entre as cores mais procuradas, mas existem outras opções como o amarelo, rosa, lilás, vermelho, azul, prata, verde e até dourado.

Envelopamento de carros: vantagens e desvantagens

Assim que o produto começou a ficar em alta, em 2011, o envelopamento de fibra de carbono era o mais procurado, pois ele gera sensação de esportividade ao veículo.

Alguns proprietários preferem colocar apenas em algumas partes, inclusive no interior.

Envelopamento: instalação e manutenção

A instalação requer um profissional treinado em envelopamento automotivo, já que tal serviço exige muita precisão e podem ser utilizadas várias técnicas para garantir o melhor resultado.

O trabalho é totalmente manual e pode demorar de dois a três dias até ficar pronto.

Ao retirar o envelopamento, é preciso tomar alguns cuidados. Veículos com pintura original não terão problema na hora da remoção, mas se o carro tiver sido repintado, o adesivo pode arrancar a pintura e remover o verniz.

Tudo vai depender de como foi feito o serviço de pintura e funilaria.

Envelopamento de carros: vantagens e desvantagens

Ter um automóvel envelopado também exige algumas manutenções relativamente simples, como evitar produtos químicos que podem afetar o material. Opte por pano, água e sabão neutro.

Quanto custa para envelopar o carro?

O valor para o envelopamento varia muito. Tudo vai depender da empresa que você contratar, a cidade, a mão de obra, o material utilizado, o modelo e tamanho do carro e a área que vai receber o adesivo.

Se optar por cobrir completamente automóvel, o custo obviamente será maior, não podemos esquecer que, antes, é necessário pagar a taxa para a modificação no Detran.

Há empresas que cobram cerca de R$ 200 a R$ 300 para o envelopamento parcial, outras podem chegar a solicitar R$ 3.500 ou mais.

Recomendamos fazer antes uma pesquisa, procurando por empresas que realizem um serviço de qualidade por um preço acessível.

Confira abaixo alguns valores para comparação:

  • Envelopamento com material comum – R$ 2.500 a R$ 3.500;
  • Envelopamento com material automotivo – R$ 5.500 a R$ 12.000;
  • Pintura automotiva – R$ 4.000 a R$ 15.000.

Envelopamento de carros: vantagens e desvantagens

A remoção do envelopamento é outro serviço oferecido por essas empresas, num serviço que tem custo entre R$ 300 a R$ 600.

O tempo estimado para o término do serviço é de apenas meio período. Ou seja, diferentemente de uma pintura, você terá o seu carro com a cor anterior no mesmo dia.

O preço de alteração no Detran varia de estado para estado, iniciando em R$ 135,32 e chegando a R$ 300,00.

Contudo, há uma observação importante: se o seu veículo tiver o preto metálico como a cor original, e você quiser envelopá-lo em preto fosco, não será preciso alterar no documento. O mesmo vale para outras colorações.

Vantagens e desvantagens de envelopar o carro

A primeira vantagem de escolher o envelopamento automotivo está ligada diretamente à proteção da pintura original, evitando danos provenientes da luz solar, arranhões ou qualquer desgaste natural.

A remoção do adesivo a qualquer momento também é outro ponto positivo, diferentemente da pintura, que exige um valor bem maior para mudar a cor da carroceria ou retornar à cor original do carro.

Além disso, é fácil remover o envelopamento, não deixando manchas.

Envelopamento de carros: vantagens e desvantagens

O custo é outra vantagem. Envelopar pode ser a melhor opção para quem deseja gastar pouco.

O tempo também é um fator decisivo. Enquanto se gasta, em média, 3 dias para aplicar o adesivo, uma pintura pode levar de 15 a 20 dias para ser entregue ao cliente.

É possível encontrar no mercado diversos modelos de adesivos que o próprio consumidor poderá escolher: brilhantes (similares à pintura), aço escovado, black satin, cores perolizadas, metálicas, foscas, entre muitas outras.

Entre as desvantagens, podemos citar sobre a durabilidade, pois algumas cores têm vida útil maior e outras bem menor.

No caso das cores convencionais, como preto ou branco, sua validade pode chegar a 12 anos. Já as metálicas podem durar de 5 a 7 anos, dependendo da cor.

Envelopamento de carros: vantagens e desvantagens

A exposição prolongada à chuva ou sol vai influenciar diretamente na validade do adesivo. Se desgastado, ele perderá a proteção e será essencial realizar alguns reparos.

Por último, se decidir pelo envelopamento parcial, o restante do automóvel que ficou exposto ficará diferente do local onde está envelopado, por isso, o aconselhável é utilizar cera com proteção ao sol.

Além de tudo isso, não se esqueça de pedir outras dicas ao instalador.

Envelopar desvaloriza o carro na hora da revenda?

É muito importante saber que o chamado “tuning” não irá valorizar o seu carro na hora da revenda, a não ser que o seu modelo seja esportivo. Pelo contrário, isso pode até dificultar sua venda para pessoas mais conservadoras.

Para evitar esse problema, basta remover o envelopamento e dar um trato na pintura antes de vender o carro. Com isso, ele volta ao original, e pode até apresentar uma aparência melhor do que outro modelo cuja lataria tenha sido exposta ao sol por mais tempo.

O que realmente vale é a sinceridade com o comprador, informando se o veículo está com a pintura original, se já foi repintado e o motivo do envelopamento.

Ao envelopar não esqueça de perguntar sobre o material utilizado e a garantia de fábrica (em média, eles oferecem 3 meses). Também deve-se considerar algumas manutenções e o custo delas.

Se você tem dúvidas sobre as taxas e os procedimentos para a alteração de cor, procure uma unidade do Detran antes de fazer o serviço, seguindo tudo o que manda a legislação.

Categorias Etc
Darlan Helder

Natural de São Paulo, é jornalista e fotógrafo. Escreve na internet sobre o universo automotivo desde 2011