*Destaque *Featured Crossovers Mitsubishi Preços

Mitsubishi New Outlander Comfort tem sete lugares e parte de R$ 142.990

mitsubishi-outlander-comfort-2017-1 Mitsubishi New Outlander Comfort tem sete lugares e parte de R$ 142.990

O Mitsubishi New Outlander Comfort é a nova opção do utilitário esportivo da marca japonesa, que chega com preço sugerido de R$ 142.990 e tem como atrativo, sete lugares. A opção é a segunda na escala de preços do modelo, que começa em R$ 135.990. Equipado com motor 2.0 MIVEC de 160 cv e 20,1 kgfm com Eco Mode, abastecido apenas com gasolina, o crossover tem transmissão CVT com modo Sport e paddle shifts.



mitsubishi-outlander-comfort-2017-6 Mitsubishi New Outlander Comfort tem sete lugares e parte de R$ 142.990

Além disso, o Mitsubishi New Outlander Comfort vem com multimídia dotada de Android Auto e Car Play, entrada e partida sem chave, tampa do porta-malas com abertura e fechamento elétricos, faróis com LEDs diurnos, rodas de liga leve aro 18 polegadas, teto solar panorâmico, ar-condicionado dual zone, banco do motorista com ajuste elétrico, detalhes em preto brilhante, volante esportivo em couro, entre outros.

mitsubishi-outlander-comfort-2017-5 Mitsubishi New Outlander Comfort tem sete lugares e parte de R$ 142.990

O porta-malas do Mitsubishi New Outlander Comfort 798 litros com cinco passageiros e pode chegar a 1.625 litros com os bancos rebatidos. Com tração dianteira e suspensão traseira multilink, o SUV conta ainda com Isofix e bancos da terceira fileira embutidos no assoalho do bagageiro. O modelo vem nas cores Coll Silver Metallic, Quartz Brown, Cosmic Blue Metallic, Orient Red Metallic, Titanium Gray Metallic, White Pearl e Black Pearl.

Mitsubishi New Outlander 2017 – Versões e preços

  • New Outlander 2.0L – R$ 135.990
  • New Outlander 2.0L Comfort – R$ 142.990
  • New Outlander 3.0 V6 Full Tecnology Pack – R$ 175.990
  • New Outlander 2.2 Diesel – R$ 181.990
  • New Outlander 2.2 Diesel Full Tecnology Pack – R$ 199.990

Mitsubishi New Outlander 2017 – Galeria de fotos

Leia avaliações, notícias sobre carros e compare modelos em NoticiasAutomotivas.com.br.

  • Eduardo Campos

    Putz, e a PHEV?

  • FocusMan

    A Mitsubishi ao lado da Subaru para mim foram as duas marcas que masi perderam indentidade e sentido de existir no mundo nos ultimos 5 anos.

    A marca que ficou famosa mundialmente por causa de carros esportivos e Suves 4×4 não consegue inovar em nada e não faz mas nenhum modelo que justifique sua compra quando comparado com a concorrência.

    Nos EUA seu carro compacto figura no topo da lista dos carros que devem ser comprados, o Mirage.

    • Hater x Haters

      Por falar nisso, o Mirage fabricado no Brasil virou lenda né?

    • Jimmy Rustler

      O Mirage foi um fracasso na vista dos jornalistas automotivos americanos. O povo lá não quer carrinho de terceiro mundo com motor de cortador de grama.

      Mas trazer o Mirage pra cá que seria o mercado perfeito pra ele, a Mitsubishi não quer.

      • FocusMan

        Não acredito que o motivo seja esse. Existem outros carros pequenos nos EUA e nem por isso eles figuram a lista de ódiados como o Mirage tem figurado.

      • Edson Fernandes

        Penso que é um tiro no pé hoje nos EUA mirar esse tipo de automovel. Americano hoje anda de altinho médio. Porque o combustivel tem um valor baixo.

        O Mirage é um subcompacto para eles e por isso, não é bem aceito de fato (é como o versa)

    • FearWRX

      Olha, terei que discordar. Não como um adepto da Subaru mas como um todo. Se tem uma marca que perdeu a identidade foi a Mitsubishi, que não faz nem mais esportivos (GTO, FTO), nem sedãs potentes e sonhos de consumo (Galant, por exemplo) e seus SUV não tem mais o prestígio que um dia Pajero e L200 tiveram.

      A Subaru pode estar genérica em design mas ainda mantém a tecnologia, sem contar os motores Boxer e a tração integral DE SÉRIE em todos os modelos. Coisa que a Mitsubishi não mantém nem mais tecnologia, nem tradição.

      • FocusMan

        A Subaro manteve essa identidade, mas não mostrou mas nada de novo nos ultimos anos. Seus carros hoje não são melhores que Versões esportivas do Focus, Golf, Civic e principalmente Megane como antigamente eram.

        • FearWRX

          Isso eu tenho que concordar. A questão é que o público de Subaru é quase como o de Toyota. Os da Toyota são atraídos pela confiabilidade e em sua maioria, direção “anestesiada”, o de Subaru, pelo prazer de dirigir, pelo conjunto do ronco Boxer e da tração integral permanente e não sob demanda, vale lembrar.

          Porém, os esportivos que chegaram para concorrer na categoria do WRX e STI de fato ultrapassaram este, culpa da própria Subaru que ainda insiste no longevo (literalmente, com seus 20 anos nas costas), EJ25 (o motor 2.5 dos STI), sendo que o WRX já usa o novo FB20 de o injeção direta e novo por dentro.

          Ou seja, uma das razões que fez o STI cair um pouco no conceito e tomar cacete de alguns mais novos é em partes graças ao seu motor que já tem uma boa idade e não consegue mais acompanhar a nova concorrência.

          Porém continua sendo um grande carro com muita personalidade. Sou fã da marca mas sei reconhecer quando ela pisa na bola e que não é a melhor do mundo em tudo (no offroad só ahauahau).

    • Darwin Luis Hardt

      a outlander modelo anterior a esta é bem mais bonita. Tanto a frente da 2008 quanto a da 2010

      • FocusMan

        Concordo plenamente. Essa mais nova foi uma involução total!

  • zekinha71

    Anos 90 e 2000, Pajero, L200, e outros Mits eram sonho de consumo, agora quando vejo um, já vem logo a imagem de uma tosqueira e coisinha feia cheia de cromados.
    Não dá a mínima vontade de ter um, só os antigos.
    Vamos ver o que os novos donos vão fazer com ela.

    • Marcelo Amorim

      Quando lançaram a Full em 2000 como modelo 2001,foi uma revoluçao,estrutura em Monobloco,computador de bordo muito completo,retrovisores com rebatimento elétrico…mas o carro só teve maquiagem,é o mesmo há 17 anos.

  • Mayck Colares

    Poderiam ter colocado quais são os equipamentos que diferenciam a versão de 7 lugares da de 5 além dos 7 mil a mais. E não tem teto panorâmico pra essa geração, o teto solar é tamanho normal.

  • Lucas

    Imaginem esse carro com 7 pessoas a bordo, não deve conseguir sair do lugar com esse motor fraquíssimo. Se sair, faz 4 km por litro. Pior que isso só a SW4 flex.

    • ObservadorCWB

      Cuidado com os fãs….rsrsrsr Mas penso o mesmo. A finada Zafira levava 7 com motor de 145 CV também 2.0 láááá na década de 90. Em quase 30 anos de desenvolvimento a mais sobre o modelo GM é SÓ ISSO que a Mit evoluiu ? O sujeito compra TRÊS Hyundai Vera Cruz (já extinto), pelo preço. Vai ter muito mais desempenho, o mesmo nível de segurança, muito mais firulas tecnológicas ….

      • Randy Marsh

        Manutenção do veraCruz deve ser otima para ser feita, carro de 2011, extinto globalmente… Não sei mas se o fitro de oleo for daqueles “melhores do mundo” com certeza vai ser muito facil em achar, quem sabe a pastilha de freio e o disco?

        • ObservadorCWB

          Surgiu o primeiro fã…rsrsrs Pesquisei rapidamente sobre a “finada”……
          Filtro óleo R$ 80,00 MercadoLivre
          Pastilha de freio BOSCH R$ 266,00 MercadoLivre
          Lembrando que você leva TRES para casa pelo preço de UM. Mas brasileiro vai comendo buchada no lugar de Picanha, porque é mais barato. Um Norte Americano nem pensa em manutenção de carro. Nesta comparação que fiz os preços de manutenção são RIGOROSAMENTE IGUAIS. Você não citou nada a mais do eu havia escrito. E no seu lugar eu teria citado peças de reposição mais “raras”, talvez um para brisa ???? Mas na Mit a dificuldade é até maior de encontrar. Mas cada um no seu quadrado. Alguns preferem comprar Picanha “maturada”, outros vão na segurança da buchada de bode. Se gerar felicidade está valendo.

          • Randy Marsh

            Não sabia que a manutenção so envolvia gastos com pastilha de freios ou filtro de oleo…
            outra coisa se você acha que norte americano nao se preocupa com manutenção engana-se. Norte americano troca oleo em casa, troca liquido de radiador em casa e muitos tem em casa elevador de carro. Lá tem até chave de torque que mede digitalmente o torque feito na ferramenta… Vende-se livremente manuais de manutenção oficiais e edições aftermarket…
            Não sabe de nada… e continua a comendo buchada achando que é picanha maturada…
            Recentemente um conhecido meu ganhou um reconhecimento da Ford por andar 500mil milhas com um ford edge 2011…

            • ObservadorCWB

              Ok…já ganhou meu POSITIVO…contente ? rsrsrsrsr Quem citou estes ítens da cesta básica foi você ???? As últimas linhas..FORD EDGE….confirmam minhas suspeitas. Obrigado por ser sincero. Ou quase.

        • Lucas

          Boa mesmo é fazer manutenção de Mitsubishi na garantia, revisando a cada 6 meses na concessionária e pagando valores absurdos por óleo e filtros.

          • ObservadorCWB

            Nem sabia…parece a antiga FORD e VW….a cada seis meses batendo o cartão ponto ??? piada isso.

          • Randy Marsh

            Pelo menos tem peças, mesmo com valores altos…

          • Randy Marsh

            Tive uma TR4, que carro horrivel, com diversas quebras de componentes na garantia, consumo horrivel e batedeira dentro do habitaculo… Meu pai foi consumidor fiel MIT, mas perdeu muito desde o vazamento nuclear no Japão.

            • OtarioBrasileiro

              Verdade! Não sei o que é pior, uma TR4 ou um Ecosport?!

            • Lucas

              Na realidade os utilitários da Mit são uma bela porcaria. Tive um TR4 e uma Dakar a diesel, ambos têm câmbio HORRÍVEL, motor fraquíssimo, bebem muito, possuem acabamento pífio que até parece bom a priori, mas com o uso parecem escola de samba e a suspensão (do Dakar) é dura e parece que tem um ferro sólido no lugar do amortecedores. Sem contar as revisões caras e semestrais. Eu me decepcionei, Mitsubishi nunca mais.
              Atualmente um dos meu carros é uma Amarok, que me surpreendeu positivamente exatamente nesse pontos que citei. Peça pro seu pai fazer um test-drive em uma, não vai se decepcionar.

              • Felippe2010

                Discordo de voce, aqui em casa temos uma Outlander GT 2009 que uma nave hehe, o acabamento é simples como todo carro japones mas muito bem feito, o motor e cambio também são excelentes e nunca incomodou com defeitos durante os quase quatro anos que temos o carro

            • Leonardo F J

              Discordo totalmente em relação a TR4. Tive 3, todas automáticas. Todas compradas usadas e nunca troquei nada além de óleo, filtro,pneu… manutenção básica.
              Se vc for revisar seu MIT numa CSS sem dúvida vai deixar uma pequena fortuna. (Assim como em qualquer CSS, apesar que algumas peças – filtro combustível e velas- comprei mais barato na CSS).
              Se vc comprou seu 4×4 p andar só na cidade, não considero um bom investimento, já para o off-road considero um bom custo-benefício.
              Todas as minhas foram usadas em passeios 4×4 nas dunas do Ceará , na lama e no Jalapão. Nunca me deixaram na mão.
              A tr4 é mais ” jeep” que carro de passeio, não oferecendo tanto conforto (exceto pelo câmbio automático ).
              Que outro 4×4 Automático vc encontra de 2005 a 2014 na faixa de preço da TR4?

        • TijucaBH

          Cara, tenho um Veracruz. Carro muito top, com chave presencial, banco eletrico com memória, abertura elétrica do porta malas, volante com regulagem eletrica de altura e profundidade, ar dualzone com saídas no teto e na coluna B, motor 6 cilindros esperto e super silencioso, bancos da segunda e terveira filas com regulagem do encosto, teto solar, câmera de ré e central multimídia de fabrica (só nos modelos 2012), suspensão traseira autonivelante, etc. Manutenção bem tranquila, ate porque o carro nao estraga, entao é basicamente pastilha, disco, palheta, lubrificantes e filtros, mesmo com mais de 100 mil km.
          Acho que nao tem comparacao entre carro zero e usado como nosso colega citou, pois cada um tem seu publico, pois um tem pelo menos 5 anos de uso e o outro é zero, mas que a Veracruz é um baita carro, isso é!

          • Randy Marsh

            Não existe carro não estraga, existe estraga antes ou depois do esperado e tudo ao meu ver depende da manutenção preventiva. Apesar da mecânica confiável, todos componentes tem sua vida útil e isto é determinado por ciclos. Eu tenho um EDGE 14/14, faço manutenções mesmo que não recomendadas pelo fabricante, mas o que pesou na compra de um EDGE a um santa fé foi sua quantidade de veículos vendidos (Gen 1 e gen 1,5 principalmente), sua disponibilidade em concessionaria e a disponibilidade destas peças mesmo que usadas no mercado paralelo. Mesmo que não encontre em concessionarias e no mercado paralelo, posso muito bem encomenda-las internacionalmente. Não acredito nesta gama de possibilidades do hyundai.
            Uma outra coisa é uma ampla documentação disponível em manuais de manutenção no mercado americano. Eu mesmo tenho um livro que orienta o conserto passo a passo.

          • leandro

            So acho estranho como as borrachas desses coreanos ficam desmerecidas rapidamente.

        • Mr. Grecco

          Uma vantagem da hyundai/kia é que compartilham muitas peças entre seus modelos, esses itens de desgaste natural é facílimo de encontrar e repor com um preço acessível, talvez até mais barato que um Mit!

      • Edson Fernandes

        Pra mim, se for comparar preço de carro zero km hoje, olharia a Santa Fé. É o mesmo que falar entõa para comprar uma Pajero Full mais antiga.

        • ObservadorCWB

          Tanto faz…..zero por zero…ou zero por “fora de linha”… o que este Outlander oferece beira o ABSURDAMENTE REDÍCULO pelo preço que pedem. Por isso vem despencando nas vendas.

          • leandro

            Meu um up ta custando 60k q deve usar metade de material desse mit. Mas tudo é absurdo.

            • duhehe

              Mas que absurdo, o UP é o melhor carro do HueBR, é feito por virgens russas com materiais da mais alta qualidade.
              E se for TSI então ? A NASA esta se inspirando no motor 1.0 TSI para o próximo foguete que vai a plutão em 8 horas.

          • Edson Fernandes

            Concordo. Também não compraria um 0km. E como pude conhecer bem no do meu tio, confesso qeu sentiria falta de itens que considero que ele deveria ter.

            Por isso citei a Santa Fé, pois basicamente oferece o mesmo que a Outlander só que é bem melhor equipada pelo mesmo preço.

        • Randy Marsh

          Eu entrei um uma pajero fulll… Dificil um carro tão espartano que este… Até os botões de vidro me lembraram os botoes da primeira S10

          • Edson Fernandes

            Mas é isso mesmo! Pois ele tem essa idade! rs…

            Além do que, para um carro daquele tamanho, assusta ele ser tão pequeno por dentro.

    • Gran RS 78

      Concordo com vc. Esse motor 2.0 já é ridículo para o ASX que é menor e mais leve, imagina para o Outlander que é maior e mais pesado. Esse carro tinha que ter um 2.0 turbo nas versões de entrada que iria ser muito mais interessante.

      • radiobrasil

        Se não me engano o Outlander é poucos kg mais leve que o ASX, lembro que cheguei a testar ASX awd (um pesadelo aquele desempenho) e um Outlander v6 e vi que o Out era mais leve sim, apesar do tamanho.

    • radiobrasil

      O ASX que usa o mesmo cambio e motor ja se arrasta com 2 dentro… imagina o carro lotado, deve ter desempenho pior que o Freemont de 4 marchas!

  • Leonel

    Não é por nada, mas eu penso que se colocar 7 pessoas nesse carro ele mal vai sair do lugar com esse motor, fora o que deve “beber”. Falta um turboalimentando…

    • ObservadorCWB

      Falta muiiiiita coisa. Carros deste porte/preço devem ter xênon, faróis autonivelantes em todas versões, banco do passageiro também com ajuste elétrico, um bom equipamento de som etc etc Agora na motorização, seu comentário MATA o carro. Cadê o 4×4 ???

      • Leonel

        Sem dúvidas, citei o powertrain porque considerei o mais crítico.

        • TSI

          Mesmo problema do Jeep Compass flex. Melhor custo-benefício apenas no turbodiesel.

          • Leonel

            Perfeito. Li depoimento de um dono da versão Limited (Flex) cuja média na cidade é de 6 km/l. É absolutamente fora da realidade brasileiro. Um carro acima dos R$100 mil e recente como o Compass tem obrigação de mostrar muito mais eficiência…

            • Edson Fernandes

              Acredite vc ou não, mas Renegade, Compass, IX35, Sportage, Tucson, Ecosport 2.0, Creta 2.0, Duster e Captur 2.0 terão consumo nessa faixa mesmo.

              Não tem milagre. Tudo impõe contra esses altinhos. Consumo não é algo que a pessoa deve pensar. O que me chama atenção para o Outlander é que ele está em uma faixa de preço bem mais salgada para justificar o motor 2.0. Mas olhando os que citei, há no mercado hatches e médios que se não tem mais desenvoltura, tem um motor geralmente mais adequado e no final mais economico tbm.

              • Leonel

                É, tenho ciência disso, é absurdo. Talvez o New Tucson com o novo powertrain faça algo próximo dos 10 km/l na cidade, não?

                Sim, concordo @edsonfernandes:disqus . Por isso eu costumo dizer que os médios tendem a ter um CxB bem superior aos altinhos, totalmente inflacionados…

                • Edson Fernandes

                  Só testando mesmo. Em teoria seria possivel, mas depende da calibração da Hyundai para esse modelo. A considerar que ela é agressiva nos tempos de resposta, ela costuma calibrar seus carros para sempre estarem “ligados” para ganhos de resposta.

                  Isso é muito bom pois vc tem retomadas rapidas, arranque sem sentir o esforço na aceleração e tbm sente que o carro está com muita força.

                  Mas todo esse conjunto que lhe responde de maneira positiva, lhe retorna com um consumo inferior a outros carros que tem uma proposta parecida em motorização e transmissão.

              • Randy Marsh

                Consumo de V6

                • Edson Fernandes

                  A depender da calibração, vai ter consumo de V6 mesmo e as vezes, alguns V6 tbm tem calibração para consumir como 2.0. Depende da fabricante e qual é seu objetivo. Carros como Camry e Accord, se conduzidos em uma tocada tranquila, consomem o mesmo que os modelos 2.0 para citar esse exemplo.

                  Claro que falo de estrada, porque na cidade não há motorização “grande” que consiga atenuar o consumo.

                  • Randy Marsh

                    Consumo de um v6 com 2 toneladas e com caixa de transferência de força para as 4 rodas

              • Falando em suvs baratos aquele tal de JAC T6 o motor dele é economico para o porte do carro?

                • Edson Fernandes

                  Pelo porte do carro é na média. O problema é que ele anda menos que os demais.

                  Em avaliações que eu li, que apesar do CVT dele poder aproveitar uma boa faixa de rotação, é por muitas vezes necessário recorrer ao regime de rotação com maior distribuição de torque. (por volta de 3000 a 4000rpm)

                  Isso acaba por reduzir a economia para lhe responder ao que precisava. Mas sinceramente? Precisaria rodar com um para lhe dar minha opinião feita sobre ele. Tenho a impressão que para uma tocada tranquila, ele deve ser tranquilo pois geralmente as transmissões CVT costumam ofertar uma potencia interessante extraida do motor, mas deve ser limitado em retomadas mais fortes. Mas como eu disse, precisaria avaliar para dar meu veredicto. (e sinceramente eu até gostaria)

                  • Vc ta falando do T5? Pq o T6 não tem CVT ainda aqui.

                    • Edson Fernandes

                      Bem lembrado…rs

                      Me referi sim ao T5.

              • Luis LC

                S-Cross navega na contramão da tendência dos “altinhos”

              • radiobrasil

                Tinha um Captiva 2.4 at4 que fazia 7km/l na cidade e na tabela do inmetro e revistas era pra ser mais “beberrão” que o Fusion 2.5 at6 q peguei ha uns 2 anos. O Fusion não passa de 6 no mesmo circuito que o pesadão e alto Captiva fazia! E nas estrada, Captiva fazia até 13km/l onde o Fusion chega nos 11,5… não entendi até hj.

                • Edson Fernandes

                  Relação de marchas, comportamento de suspensão, forma de resposta ao acelerador… tudo isso influi e muda muito de marca para marca.

                  Perceba um detalhe interessante: O Fusion 2.5 anda muito. Só que esse andar muito para o porte, cobra no consumo.

                  O mesmo acontece para o modelo 2.0 turbo. Acredito que a ideia foi criar um carro maior que ofertasse uma pegada mais esportiva e equilibrada. Por isso o consumo cresce mesmo que vc ande numa boa. (pois as respostas serão bem rapidas)

                  • radiobrasil

                    Mas ele é mais leve, tem até mais torque, cambio at6 e ainda perde no consumo pro velho Captiva, unica “chateação” que tive com o carro, o resto só alegria, principalmente pelos mimos tecnologicos e conforto…

                    • Edson Fernandes

                      É configuração.

                      Talvez se o carro andasse menos, iria consumir menos também. Pra mim foi estrategia da Ford deixar um carro bem calibrado e com um rodar até de carro Europeu, mas essa calibração faz o carro também ter consumo maior.

                      Só a titulo de exemplo, o motor 2.3 que equipou o Fusion de primeira geração era extremamente economico perto dos 2.0 do mercado da epoca. (perdia ali para o Corolla 1.8, pois nem Civic era tão economico).

                      Com o facelift e o ganho do motor 2.5, a Ford além de aumentar o motor tbm trocou de cambio automatico que fez bem ao desempenho, mas ajustou para ter respostas rapidas.

  • Handlay P.B.

    Achei um pouco futurista, mas o Outlander é sem graça, parece uma banheira, a geração passada era mais legal visualmente. Custa R$ 142.990,00 mas nem vem com tração 4×4, merece encalhar nas concessionárias.

  • oloko

    Demorou pra mitsubishi tirar esse 2.0 do outlander, esse carro cheio de gente mais mala numa estrada deve ser sofrível, mas também não sei qual motor colocar, só que essa lacuna entre o 2.0 e o V6 é muito grande

    • Edson Fernandes

      R$30000 no preço das diferenças. É enorme mesmo. E do Diesel? quase R$60000.

    • truco

      bota o motor do EVO. e extingue o V6 e o esse 2.0. Haha

      • Randy Marsh

        Nunca no huezil. Contrária à prosperidade do local

  • truco

    como sao esses bancos qnd rebatidos? gambiarra a la SW4(rebatidos para o lado ocupando boa parte do porta mala)

    • El Gato Negro

      Fui em uma css ver pessoalmente a SW4 de sete lugares. Minha gargalhada ECOOU no showroom quando vi aqueles assentos pendurados atrás. Cara, que coisa bizarra.

      • ObservadorCWB

        Hoje parece que estou “batendo na mesma tecla”….mas caramba: Há 30 TRINTA anos atrás a Zafira já tinha assoalho plano e bancos encaixados. Outra extinta a VeraCruz idem. E os engenheiro tentam empurrar uma “solução criativa” destas em pleno 2017 ??? é para acabar.

        • fschulz84

          Bom você quase acertou na mosca no termo em que os engenheiros/fabricantes tentam nos empurrar goela abaixo. Vou corrigir abaixo:

          “Solução financeiramente criativa”

        • Juniort9

          Trinta anos? Zafira foi lançada em 1999 no velho continente e em 2001 (se não me engano) no Brasil.

          • ObservadorCWB

            Você está absolutamente correto. Digitei errado. Realmente é de 99. Lá se vão quase VINTE anos e não trinta. Valeu pela correção. Mesmo assim….o automóvel possui cerca de 140 anos….20 anos é significante para os engenheiro NÃO ENCONTRAREM uma solução (que já foi adotada por outros–o que piora o caso).

      • OtarioBrasileiro

        Não entendo alguém que não esteja bêbado comprando uma SW4. Preço de Land Rover e acabamento de VW!!! Fala serio!

  • Zé Mundico

    Cá prá nós, mas 7 lugares é exagero. Está mais para 5 adultos e 2 recém-nascidos.
    Não acredito que 2 pessoas possam viajar nesse banco traseiro sem ter um torcicolo…..rsrsrsrs

    • OtarioBrasileiro

      Verdade, 7 pigmeus!!

    • ObservadorCWB

      Calma….que lá vem Tiguan 7 lugares……

  • Nitrous

    Pelo preço dessas versões Diesel a Trailblazer já vira um excelente negocio.

    • OtarioBrasileiro

      Trailblazer? Huahuahua Deve vender 3 por ano. Ooo carrinho ruinzim e carooo!

    • Randy Marsh

      Por 100 mil em 2016 já encontrei trailblazer 14/14 com 30mil rodados

  • OtarioBrasileiro

    Porque um cidadão (sem estar bêbado) compraria um Outlander diesel por 200mil no lugar de uma Evoque ou XC60??

    • Randy Marsh

      O valor da revisão e da pastilha de freio dos dois são estratosfericas

  • Desculpa mas não da pra pegar esse Outlander no lugar do Peugeot 3008 novo. Mit precisando de renovação urgente!

    • Randy Marsh

      Penso muito no 3008 como próximo carro

  • Alvarenga

    Caríssimo ! Desanimador ! O que mais se pode falar ?

  • salvibr

    Pena nao ter os controles de estabilidade e tracao, senao seria muito provalvelmente o meu proximo carro.
    eles puseram 9 air bags mas nada de controle de tracao e estabilidade, economizaram R$100,00 por veiculo!!! que espertos!!!

  • Ibrahim Shehata

    Sou dono de um Mitsubishi, mas a MIT está despencando no ranking de venda nacional? Familia que controla a MIT nacional é super incompetente são comparáveis aos administradores da VW nacional………..

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 11 anos. Saiba mais.

Notícias por email

Send this to a friend