_Destaque _Featured Crossovers Hatches Mercado Preços Sedãs

Os 10 carros turbo mais baratos à venda no Brasil

cruze-up-turbo-precos-brasil

“Downsizing” até pouco tempo era algo desconhecido entre os automóveis. Hoje, tal palavra faz parte até do vocabulário de modelos mais em conta. A prática de utilizar motores menores, mais modernos e eficientes, dotados de turbocompressores e, em algumas vezes, com uma quantidade menor de cilindros, demorou para chegar nos carros brasileiros, mas hoje já pode ser vista até em carros de entrada das montadoras. A Volkswagen, por exemplo, oferece o up! com um motor 1.0 turbo de três cilindros.

Com este novo conceito, agora há motorizações para todos os gostos em praticamente todos os segmentos. Propulsores turbo podem ser encontrados na categoria dos hatches subcompactos, hatches compactos, hatches e sedãs médios e até mesmo dos utilitários-esportivos. Confira abaixo uma lista dos dez carros turbo mais em conta à venda no Brasil:

Volkswagen up! TSI – R$ 48.470

volkswagen-take-up-avaliacao-NA (1)

Citado no primeiro parágrafo desta matéria, o up! é justamente o “turbinado” mais barato da lista. O subcompacto da Volkswagen com motor 1.0 litro TSI de três cilindros flex é oferecido a partir da versão move up!, que custa R$ 48.470. O propulsor que equipa o carrinho é dotado de 12 válvulas, injeção direta de combustível, turbocompressor, intercooler, duplo comando variável e com bloco e cabeçote em alumínio.

Segundo dados da marca, o up! TSI entrega 101 cavalos de potência com gasolina e 105 cv com etanol, a 5.000 rpm, e torque de 16,8 kgfm, a 1.500 rpm, acoplado a uma transmissão manual de cinco velocidades. O carro consegue acelerar de 0 a 100 km/h em 9,5 segundos (gasolina) e 9,3 s (etanol) e alcança velocidade máxima de 182 km/h e 184 km/h, respectivamente.

No consumo, a média é de 9,6 km/l na cidade e 11,1 km/l na estrada com etanol e 13,8 km/l e 16,1 km/l, respectivamente, com gasolina.

Entre os equipamentos, a versão mais básica do VW up! turbo entrega airbags frontais, freios ABS com EBD, controle de tração, direção elétrica, banco do motorista e volante com ajuste de altura, ar-condicionado, desembaçador traseiro, Isofix, sistema de som com Bluetooth, vidros elétricos dianteiros, travas elétricas e rodas de aço com calotas e pneus de baixa resistência à rolagem (175/70 R14).

Hyundai HB20 Turbo – R$ 48.855

hyundai-hb20-turbo-avaliação-NA (1)

Seguindo a receita do rival da Volkswagen, a Hyundai lançou um 1.0 litro turbo para a linha do HB20. A principal diferença, porém, fica por conta da ausência da injeção direta. Neste caso, o bloco flex de três cilindros consegue gerar 98 cv com gasolina e 105 cv com etanol, a 6.000 rpm, e 13,8 kgfm e 15 kgfm, respectivamente, a 1.550 rpm, associado a um câmbio manual de cinco velocidades.

De acordo com a Hyundai, o carro vai de 0 a 100 km/h em 11,2 segundos e tem velocidade limitada a 182 km/h. No consumo, o modelo entrega 8,2 km/l na cidade e 10,1 km/l na estrada com etanol e 11,6 km/l e 14,3 km/l, respectivamente, com gasolina.

Quanto aos itens de série, o HB20 1.0 Turbo Comfort Plus, que custa R$ 48.855, oferece airbags frontais, freios ABS com EBD, alarme, ar-condicionado, banco do motorista e volante com ajuste de altura, rodas de aço aro 15 com pneus 185/60, computador de bordo, direção hidráulica, Isofix, sistema de som com Bluetooth, volante multifuncional, vidros, travas e retrovisores elétricos, entre outros.

Ford Fiesta 1.0 EcoBoost – R$ 71.990

ford-new-fiesta-ecoboost-impressões-NA (63)

O terceiro modelo da lista é outro compacto com motor 1.0. O Fiesta 1.0 EcoBoost se posiciona em outro patamar, o que reflete também no preço: a Ford pede R$ 71.990 pela versão Titanium do hatch, a única da linha com motor turbo. O propulsor que equipa o carro é um 1.0 EcoBoost a gasolina (importado da Europa), com três cilindros em linha, 12V, turbocompressor, injeção direta, duplo comando variável de válvulas, cabeçote de alumínio e bloco de ferro fundido.

São 125 cavalos de potência, a 6.000 rpm, e 17,3 kgfm de torque, entre 1.400 e 4.500 rpm, se posicionando como o 1.0 mais potente do mercado. O EcoBoost trabalha em conjunto com o câmbio automatizado PowerShift de seis marchas e dupla embreagem. Este aparato consegue levar o Fiesta aos 100 km/h em 9,6 segundos e fazer atingir velocidade máxima de 195 km/h. O consumo é de 12,2 km/l na cidade e 15,3 km/l na estrada.

Na lista de equipamentos, o Ford oferece sete airbags, controles de estabilidade e tração, assistente de partida em rampas, controle de cruzeiro, sensor de chuva, faróis com acendimento automático, retrovisor interno eletrocrômico, sensor de estacionamento traseiro, direção elétrica, trio elétrico, ar-condicionado digital, bancos revestidos em couro, chave com sensor de presença, partida do motor sem chave, rodas de liga-leve de 16 polegadas, sistema SYNC com AppLink e Assistência de Emergência, entre outros.

Citroen C4 Lounge – R$ 72.590

citroen c4 lounge

Na linha 2017, o Citroën C4 Lounge abandonou o motor 2.0 litros aspirado para oferecer o 1.6 THP em todas as versões. Ou seja, a partir de agora você pode levar um sedã médio da marca francesa, equipado com propulsor turbo e transmissão manual de seis velocidades, por a partir de R$ 72.590.

O motor que equipa o C4 Lounge é o mesmo dos demais modelos do grupo PSA Peugeot-Citroën, um quatro cilindros flex, com turbocompressor, injeção direta, bloco e cabeçote de alumínio e duplo comando de válvulas variável no cabeçote, que desenvolve 166 cv com gasolina e 173 cv com etanol, a 6.000 rpm, e torque de 24,5 kgfm, entre 1.400 e 4.000 giros.

A marca diz que o sedã vai de 0 a 100 km/h em 9,1 segundos e tem velocidade limitada eletronicamente a 215 km/h. Na versão automática, o modelo tem consumo de 7,1 km/l na cidade e 9 km/l na estrada com etanol e 10,5 km/l e 13,2 km/l com gasolina.

Entre os itens de série, o Citroën C4 Lounge Origine oferece airbags frontais, freios ABS com EBD, assistente de partida em rampas, rodas de liga-leve aro 16, faróis e lanternas de neblina, controle de cruzeiro, trio elétrico, volante multifuncional, assistente de partida em rampas, controle de estabilidade e de tração, ar-condicionado com saída para os bancos traseiros, sistema de som com Bluetooth, entre outros. Há câmbio automático como opcional, chegando a R$ 80.990.

Volkswagen Golf 1.0 TSI – R$ 74.990

volkswagen-golf-comfortline-10-tsi-impressoes-na-51

Lançado recentemente para ser a versão de entrada da linha, o novo Golf 1.0 TSI ocupa a quinta posição da lista com seu preço de R$ 74.990. O hatch médio da Volkswagen usa praticamente o mesmo motor do up!, um três cilindros turbo flex, mas com ECU reprogramada para fazer o turbo trabalhar com pressão mais elevada, além do uso de novas válvulas de escape e novo turbocompressor. Como resultado, a unidade agora entrega 116 cv com gasolina e 125 cv com etanol, a 5.500 rpm, e 20,4 kgfm, entre 2.000 e 3.500 rpm, sempre com câmbio manual de cinco marchas.

Este conjunto leva o Volkswagen Golf de 0 a 100 km/h em 9,7 segundos e atinge velocidade máxima de 194 km/h, quando abastecido com etanol. O consumo é de 8,4 km/l na cidade e 11,9 km/l na estrada com etanol e 10,1 km/l e 14,3 km/l, respectivamente, com gasolina.

Nos itens de série, há sete airbags, controles de estabilidade e tração, assistente de partida em rampas, sensores de estacionamento dianteiros e traseiros, faróis de neblina com função curva, Isofix, retrovisores externos com aquecimento, rodas de liga-leve de 16 polegadas, direção elétrica, vidros, travas e retrovisores elétricos, ar-condicionado manual, entre outros.

Peugeot 208 GT – R$ 80.590

peugeot-208-gt-avaliacao-na-1

O Peugeot 208 GT é o mais divertido dos compactos. O modelo compacto na versão topo de linha usa o motor 1.6 THP, o mesmo do C4 Lounge, que entrega até 173 cv de potência e 24,5 kgfm de torque, neste caso sempre associado a uma transmissão manual de seis velocidades. Com isso, o carro acelera até os 100 km/h em 7,6 segundos e consegue alcançar máxima de 222 km/h.

Além do motor turbo, o 208 GT traz como diferenciais a suspensão e direção recalibradas, freios a disco maiores, controle de estabilidade com sistema antitravamento (ABS) e repartidor eletrônico de frenagem (REF) com calibragem exclusiva, além do visual mais agressivo e do interior com acabamento diferenciado.

No consumo, segundo dados do Inmetro, o Peugeot esportivo entrega 8,2 km/l na cidade e 9,5 km/l na estrada com etanol e 12 km/l e 13,8 km/l, respectivamente, com gasolina.

Entre os equipamentos, há ainda seis airbags, assistente de partida em rampas, faróis com acendimento automático, sensor de chuva, faróis de neblina com função corning, sensores de estacionamento dianteiros e traseiros, câmera de ré, controle de cruzeiro, volante multifuncional, sistema multimídia com tela sensível ao toque, navegador GPS, Apple CarPlay e Android Auto, ar-condicionado automático digital de duas zonas, trio elétrico, bancos em couro, teto panorâmico de vidro, entre outros.

Volkswagen Jetta – R$ 81.990

jetta-14-tsi-impressões-NA (12)

Eis outro modelo da Volkswagen a aparecer na lista. Assim como o rival C4 Lounge, o Jetta agora é oferecido apenas com motores turbo. Neste caso, a versão de entrada Comfortline, que custa R$ 81.990 (sem opcionais), é dotada do 1.4 TSI a gasolina, com quatro cilindros, duplo comando variável, turbocompressor, intercooler e injeção direta, que rende 150 cv, a 5.000 rpm, e 25,5 kgfm, a 1.500 rpm, com câmbio manual ou automático Tiptronic, ambos de seis marchas.

De acordo com a marca, o sedã médio vai de 0 a 100 km/h em 8,6 segundos e tem velocidade máxima de 203 km/h. Quanto ao consumo, o modelo com transmissão manual faz 11,3 km/l na cidade e 13,9 km/l na estrada, enquanto o automático faz 10,4 km/l e 13,8 km/l, respectivamente.

Nos itens de série, a versão de entrada do Volkswagen Jetta tem quatro airbags, controles de estabilidade e tração, freios ABS com EBD, alarme, sistema de som com Bluetooth, ar-condicionado manual, direção elétrica, trio elétrico, Isofix, rodas de liga-leve de 16 polegadas, entre outros.

Peugeot 2008 Griffe THP – R$ 85.790

peugeot 2008

O único crossover compacto com motor turbo da categoria fica com a oitava posição da lista. Por R$ 85.790, o Peugeot 2008 Griffe THP entrega um motor 1.6 turbo de quatro cilindros, que rende até 173 cv e 24,5 kgfm, além de transmissão manual de seis marchas. Segundo a marca do leão, o utilitário-esportivo alcança os 100 km/h em 8 segundos e tem velocidade limitada a 209 km/h. O consumo é de 8,4 km/l na cidade e 9,3 km/l na estrada com etanol e 10,7 km/l e 12,4 km/l, respectivamente, com gasolina.

Entre os itens de série, há seis airbags, controles de estabilidade e tração, sensores de chuva, crepuscular e de estacionamento dianteiros e traseiros, faróis de neblina direcionais, assistente de partida em rampas, teto panorâmico de vidro, bancos em couro, sistema de tração Grip Control, sistema de entretenimento com tela sensível ao toque de sete polegadas e navegador GPS, direção elétrica, volante multifuncional em couro, luzes diurnas de LED, ar-condicionado automático digital de duas zonas, entre outros.

Peugeot 308 Griffe THP – R$ 86.490

peugeot-308-thp-avaliação-NA (42)

Outro modelo francês, o Peugeot 308 Griffe THP está disponível no mercado brasileiro por R$ 86.490. A versão topo de linha do modelo também usa o motor 1.6 litro turbo flex de quatro cilindros, com até 173 cv e 24,5 kgfm, com câmbio automático de seis marchas. O carro acelera de 0 a 100 km/h em 8,3 segundos e atinge velocidade máxima de 215 km/h. Quanto ao consumo, são 7,2 km/l na cidade e 8,9 km/l na estrada com etanol e 10,6 km/l e 12,9 km/l, respectivamente, com gasolina.

Na lista de equipamentos, há seis airbags, controles de estabilidade e tração, freios ABS com EBD, luzes diurnas de LED, Isofix, sensores de estacionamento dianteiros e traseiros, câmera de ré, sistema multimídia com tela sensível ao toque de sete polegadas, navegador GPS e Mirror Link, rodas de 17 polegadas, bancos em couro, direção eletro-hidráulica, ar-condicionado automático digital de duas zonas, controle de cruzeiro, teto solar panorâmico, entre outros.

Chevrolet Cruze – R$ 89.990

chevrolet-cruze-ltz-2017-avaliação-NA (1)

Um dos lançamentos mais recentes na categoria de sedãs médios, a nova geração do Chevrolet Cruze chegou ao Brasil tendo como destaque o novo motor 1.4 litro turbo. O propulsor que equipa o carro tem quatro cilindros, turbocompressor, intercooler, injeção direta de combustível, bloco e cabeçote em alumínio e duplo comando variável de válvulas.

São 150 cavalos de potência com gasolina e 153 cv com etanol, a 5.600 e 5.200 rpm, respectivamente, e torque de 24 kgfm e 24,5 kgfm, a 2.100 e 2.000 giros. Junto a este motor há uma transmissão automática de seis velocidades.

Segundo dados da marca, o carro vai de 0 a 100 km/h em 9 segundos e alcança velocidade máxima de 214 km/h. No consumo, o Cruze entrega 7,6 km/l na cidade e 9,6 km/l na estrada com etanol e 11,2 km/l e 14 km/l, respectivamente, com gasolina.

A versão em questão, a LT por R$ 89.990, é equipada com airbags frontais e laterais, freios ABS com EBD, alerta de pressão dos pneus, controle de estabilidade e tração, faróis de neblina, luzes de condução diurna, sensor de estacionamento traseiro, Isofix, assistente de partida em rampas, rodas aro 17, ar-condicionado automático, câmera de ré, computador de bordo, controle de cruzeiro, trio elétrico, retrovisores externos aquecidos, sistema start/stop, bancos e volante em couro, sistema multimídia MyLink com Apple CarPlay e Android Auto, entre outros.







Send this to friend