_Destaque Listas Top 10 Pickups SUVs

Top 10: os carros a diesel mais baratos à venda no Brasil

carros-diesel-mais-baratos Top 10: os carros a diesel mais baratos à venda no Brasil

Quais são os carros movidos a diesel mais baratos do Brasil? Bem, devido a uma lei que proíbe a comercialização de carros de passeio com motorização a diesel, o mercado de veículos equipados com esse tipo de motorização é bastante restrito no Brasil.



Nosso país é o único do mundo com tal proibição. Um projeto de lei que libera a fabricação e a venda de carros movidos a diesel havia sido colocado em pauta em junho deste ano na Câmara dos Deputados, todavia, até o momento, ainda não há nenhuma novidade a respeito do projeto.

Hoje, a gama de veículos a diesel à venda no Brasil conta apenas com crossovers, SUVs, utilitários e picapes, sendo que o modelo mais em conta beira os R$ 100 mil.

Abaixo, selecionamos os 10 carros a diesel mais em conta à venda no mercado brasileiro. A lista mostra apenas a versão mais em conta de cada modelo e desconsideramos também vans e comerciais leves por serem puramente comerciais, assim como as versões chassi de picapes. Confira:

1) Fiat Toro Freedom 2.0 – R$ 98.730

fiat_toro_freedom_flex_NA-22 Top 10: os carros a diesel mais baratos à venda no Brasil

Segundo comercial leve mais emplacado em setembro no mercado nacional, a Fiat Toro, que chegou por aqui no início deste ano, se posiciona como o carro a diesel mais em conta oferecido no País. A versão mais barata da linha com o propulsor 2.0 litros turbodiesel é a Freedom, que tem preço inicial de R$ 98.730.

O motor que equipa Toro a diesel é um 2.0 Multijet, que consegue entregar 170 cavalos de potência, a 3.750 rpm, e 35,7 kgfm de torque, a 1.750 rpm. No caso da variante de entrada, há uma transmissão manual de seis velocidades e tração nas quatro rodas. Todavia, no caso da configuração topo de linha Volcano, o câmbio é um automático de nove velocidades, porém o preço sobe para R$ 124.550.

Entre os equipamentos de série, há airbags frontais, freios ABS com EBD, controle de estabilidade e de tração, assistente de partida em rampas, ar-condicionado, direção elétrica, chave canivete com telecomando, computador de bordo, lanternas traseiras em LED, painel de instrumentos com tela de 3,5 polegadas, sistema de som com Bluetooth, sensor de estacionamento traseiro, rodas de aço aro 16 com pneus 225/70 R16, volante multifuncional com ajuste de altura e profundidade, vidros e travas com acionamento elétrico, entre outros.

2) Jeep Renegade Sport 2.0 – R$ 113.990

jeep-renegade-sport Top 10: os carros a diesel mais baratos à venda no Brasil

O Jeep Renegade compartilha plataforma, motorização e uma série de componentes com a Fiat Toro, tanto é que ambos saem da mesma linha de produção na unidade fabril de Goiana, estado de Pernambuco. Sob o capô, o crossover esconde o 2.0 litros Multijet, com até 170 cv, a 3.750 rpm, e 35,7 kgfm, a 1.750 rpm. Todavia, neste caso, o câmbio é um automático de nove marchas, enquanto a tração é integral.

Na lista de itens de série, a versão Sport do Renegade dispõe de airbags frontais, controle de estabilidade e de tração, controle eletrônico de velocidade em descidas, controle de estabilidade, controle de tração, rodas de liga-leve de 16 polegadas, ar-condicionado, controle de cruzeiro, direção elétrica, sensor de estacionamento traseiro, faróis e lanternas de neblina e freio de estacionamento elétrico.

Há ainda sistema de som com Bluetooth e seis alto-falantes, trio elétrico, volante multifuncional ajustável em altura e profundidade, banco do motorista com regulagem de altura, banco traseiro bipartido e rebatível, computador de bordo, controle de estabilidade para trailer, controle eletrônico anticapotamento, assistente de partida em rampas, luz diurna e painel de instrumentos com tela TFT de 3,5 polegadas.

3) Mitsubishi L200 Triton GLX – R$ 114.990

mitsubsishi-l200-triton-24-flex-11 Top 10: os carros a diesel mais baratos à venda no Brasil

Picape mais barata deste ranking, a Mitsubishi L200 Triton GLX está disponível por R$ 114.990 e é equipada com um motor 3.2 litros turbodiesel com injeção direta Common Rail, que desenvolve 180 cavalos de potência, a 3.500 rpm, e 38 kgfm de torque, a 2.000 rpm, associado a uma transmissão manual de cinco velocidades e sistema de tração Easy Select 4WD, com até 15 combinações de marcha. Há ainda caçamba alongada, com 1.040 litros de capacidade.

Entre os equipamentos, a picape dispõe de airbags frontais, freios ABS com EBD, rodas de liga-leve de 16 polegadas, luzes indicadoras de direção laterais, retrovisores externos, travas e vidros com acionamento elétrico, sistema de som com Bluetooth, quatro alto-falantes e dois tweeters, ar-condicionado, banco do motorista com ajuste de altura, banco traseiro com encosto rebatível, acabamento interno em tecido, direção hidráulica, sobre tapetes em carpete, volante com ajuste de altura, entre outros.

4) Volkswagen Amarok CS S – R$ 116.990

volkswagen-amarok-cabine-simples-11 Top 10: os carros a diesel mais baratos à venda no Brasil

A versão mais básica da Volkswagen Amarok é também o quarto veículo a diesel mais em conta disponível no Brasil. A versão S com cabine simples do utilitário está disponível por R$ 116.990 e é equipada com um motor 2.0 litros TDI a diesel, que rende 140 cavalos de potência, a 3.500 rpm, e 34,7 kgfm de torque, a 1.600 rpm, com câmbio manual de seis velocidades e tração 4Motion 4×4 selecionável com reduzida.

Na lista de equipamentos, há airbags frontais, freios ABS com função off-road e EBD, bloqueio eletrônico do diferencial, controle de tração, controle eletrônico de estabilidade, controle automático de descida, assistente de partida em rampas, direção hidráulica, para-choque dianteiro na cor da carroceria, volante com ajuste de altura e profundidade, ar-condicionado, rodas de aço de 16 polegadas, entre outros.

5) Toyota Hilux CS – R$ 119.900

toyota-hilux-cabine-simples Top 10: os carros a diesel mais baratos à venda no Brasil

A Toyota Hilux em sua versão cabine simples é o quinto veículo a diesel mais em conta da lista. A picape, que custa R$ 119.900, é dotada de um motor 2.8 litros turbodiesel, que consegue entregar até 177 cavalos de potência, a 3.400 rpm, e 42,8 kgfm de torque, entre 1.600 e 2.600 rpm, associado a uma caixa manual de seis velocidades e tração 4×4 com reduzida com acionamento eletrônico e bloqueio do diferencial traseiro.

Nos equipamentos de série, a Hilux Cabine simples oferece airbags frontais e de joelho para o motorista, freios ABS com EBD, direção hidráulica, ar-condicionado manual, volante com ajuste de altura e profundidade, medidor de economia, relógio digital, bancos em tecido, rodas de aço de 17 polegadas, para-choques, retrovisores e maçanetas pintadas na cor preta, caçamba com ganchos externos, entre outros.

6) Nissan Frontier S MT – R$ 120.290

nissan-frontier-2015-6 Top 10: os carros a diesel mais baratos à venda no Brasil

Na quinta posição há a Nissan Frontier, que está prestes a ser substituída por uma nova geração. O modelo é a configuração de entrada da linha, a S, que esconde sob o capô um motor 2.5 litros, que despeja 190 cavalos de potência, a 3.600 rpm, e torque de 45,8 kgfm, a 2.000 rpm, com uma transmissão manual de seis velocidades e tração nas quatro rodas.

Na lista de equipamentos, a Frontier S dispõe de airbags frontais, freios ABS com EBD, direção hidráulica, ar-condicionado, volante com ajuste de altura e profundidade, banco do motorista e volante com ajuste de altura, computador de bordo, vidros, travas e retrovisores elétricos, preparação para som com quatro alto-falantes, grade frontal, maçanetas e retrovisores na cor da carroceria, rodas de liga-leve, entre outros.

7) Troller T4 – R$ 124.890

novo-troller-t4-NA-impressoes-fabrica-61 Top 10: os carros a diesel mais baratos à venda no Brasil

O Troller T4 é um carro destinado a quem busca capacidade para enfrentar terrenos acidentados e percorrer trechos off-road. O jipinho usa um motor 3.2 litros turbodiesel de cinco cilindros, que consegue entregar 200 cavalos de potência, a 3.500 rpm, e 47,9 kgfm de torque, entre 1.750 e 2.500 rpm, associado a um câmbio manual de seis marchas e sistema de tração 4×4 com reduzida. Esse conjunto é responsável por mover os 2.140 kg do carro.

Entre os equipamentos de série, há freio a disco nas quatro rodas com ABS e EBD, direção hidráulica, pneus Pirelli Scorpion ATR 255/65 R17, chave canivete, alarme volumétrico, ar-condicionado digital de duas zonas, computador de bordo, sistema de som com Bluetooth e quatro alto-falantes, entre outros.

8) Jeep Compass Longitude 2.0 – R$ 132.990

jeep-compass-longitude-flex-2017-4 Top 10: os carros a diesel mais baratos à venda no Brasil

Anunciado no final de setembro como o principal lançamento da Jeep em 2016, o novo Compass ocupa a oitava posição do ranking. O novo crossover com motor turbodiesel está disponível a partir da versão Longitude, que custa R$ 132.990, e usa o mesmo propulsor da Toro e do Renegade, o 2.0 Multijet II com 170 cv e 35,7 kgfm, associado a uma transmissão automática de nove velocidades e tração nas quatro rodas.

O Jeep Compass Longitude 2.0 é equipado de série com airbags frontais, freios ABS com EBD, ar-condicionado automático de duas zonas, câmera de ré, controles de estabilidade, tração e anticapotamento, sistema Isofix, freio de estacionamento elétrico, monitor de pressão dos pneus, rodas aro 18, sensor de estacionamento traseiro, volante com ajuste de altura e profundidade, seletor de modos de condução, sistema multimídia com tela de 8,4 polegadas, chave presencial, partida por botão, volante com aletas para troca de marcha, entre outros.

9) Chevrolet S10 CD LT 2.8 – R$ 133.460

chevrolet-s10-2017-dinamicas-NA-11 Top 10: os carros a diesel mais baratos à venda no Brasil

A Chevrolet S10 com motor turbodiesel mais em conta à venda no Brasil é a versão LT, com cabine dupla. A picape é equipada com um motor 2.8 litros turbodiesel de quatro cilindros, que consegue entregar 200 cavalos de potência, a 3.600 rpm, e 51 kgfm de torque, a 2.000 rpm, associado a uma transmissão automática de seis velocidades e tração 4×2.

A lista de itens de série inclui airbags frontais, freios ABS com EBD, alarme, faróis de neblina, alerta de pressão dos pneus, sistema de deslizamento limitado do diferencial, rodas de liga-leve de 16 polegadas, capota marítima, volante em couro, computador de bordo, controle de cruzeiro, direção elétrica progressiva, trio elétrico, sensor de estacionamento traseiro, sistema multimídia MyLink com tela sensível ao toque de sete polegadas, Apple CarPlay e Android Auto, entre outros.

10) Ford Ranger XLS 2.2 – R$ 142.900

ford-ranger-2.2-xls-2017 Top 10: os carros a diesel mais baratos à venda no Brasil

O último modelo desta lista é a Ford Ranger na versão XLS, equipada com um motor turbodiesel de 2.2 litros, capaz de render 160 cavalos de potência, a 3.200 rpm, e 39,3 kgfm de torque, a 1.600 rpm, com câmbio manual de seis velocidades e tração 4×4 com opção reduzida.

Como item de série, a Ranger XLS 2.2 MT oferece airbags frontais, laterais, de cortina e de joelho par ao motorista, sistema multimídia SYNC, controle de cruzeiro, controle eletrônico de estabilidade e de tração, sistema Isofix, assistente de partida em rampas, controle automático em descidas, controle de estabilidade anti-capotamento, controle adaptativo de carga, assistente em frenagem de emergência, retrovisores e maçanetas externas na cor preta, volante e banco do motorista com ajuste de altura, ar-condicionado, banco traseiro rebatível, vidros elétricos, entre outros.

[Matéria publicada em janeiro de 2014 e atualizada em 26 de outubro de 2016]

  • hugogyn94

    Eu jamais compraria o Troller T4 4×4,eu gostaria ter um SsangYong Actyon Sports GLX 4×4 em casa.

    • Maycon102

      São propostas extremamente opostas. Quem compra o T4 é por um motivo, e quem compra Actyon é por outro.
      O novo Actyon até que ficou muito bonito com a ultima atualização.

      • Robson

        Essa resposta ta muito correta !!

    • bandaxadibar

      é claro….você não gosta de aventura extrema!!!

      • pablobmw

        Claro que ele gosta, tá querendo um ssangyong, que maior que está kkkk

        • timbau

          Isso sim é aventura… kkkkkkkkkkkkkkkkk
          muito bem sacado!!

          • macumba_online

            auauuaa… e ele só vai saber da aventura extrema que se meteu a hora que der manutenção, ou ele pensar em passar pra frente essa bomba….
            Esse carro é pior que a AIDS! PELO MENOS A AIDS VOCÊ CONSEGUE PASSAR PRA ALGUÉM!

  • fschulz84

    Nossa… Frontier cabine dupla pelo preço das concorrentes cabine simples? Mesmo sendo 4×2?

    • gcarlos

      E o pior é que tem aquele problema, que os cavalos se transformam em pocotós. ..

      • Zergling

        Acho que você anda ouvindo um certo funk por aí…

        • gcarlos

          Pelo visto tu nãos sabes né?
          Antes fosse um certo funk!

          • Zergling

            O que não sei? Do que você ta falando?

            • gcarlos

              Olha é um recall branco, entendeu! Há momentos que a Frontier não passa de 120km/h,. daí os cavalos japoneses se transformar em pocotós, não é funk mesmo? Isso acontece com elas praticamente novas. com 5k, 10k, 20k rodados. A do meu patrão aconteceu com 20k. Ele ficou muito desapontado, foi a autorizado e voltou mais ainda. O pessoal não soube resolver queria desmontar o motor, blá blá. Esse problema muita gente sabe resolver. Inclusive eu que não sou mecanico. Pra finalizar, ele acabou vendendo a picape por 60k. Até eu compraria se ele não tivesse vendido sem dizer qual o motivo da venda prococe. Acabou no trivial. Voltou pra Hilux (não atirem pedras por favor. Escudo protetor ON)

              • Zergling

                Você quer dizer que os cavalos se transformam em pôneis, não? Pocotó é uma onomatopéia…

                • gcarlos

                  Ah, agora é Língua Portuguesa, rs. Tô meio enferrujado..
                  Mas o que vale é que você entendeu, né.

                  • Zergling

                    Pocotó é o barulho que o cavalo faz quando "anda". Como o cavalo se transforma em um som? Foi o que você tentou dizer.
                    Você provavelmente está lembrando do funk "minha eguinha pocotó."

                    • gcarlos

                      Para o caso seria pangaré, né?
                      Mas ´´os pocotós´´ não palavras minhas, e sim dos proprietários indignados. Inclusive estamos enviando fotos da peça que provoca esse problema, pra que o dono do carro procure a CSS e exija a troca.

                • schweinerei

                  Onomatopeia é um tipo de inseto? Desculpa, não resisti…

              • Quando falam que a Hilux é muito mais resistente que as outras pick-ups jogam pedras de todos os lados. Enquanto minha Hilux já passou dos 300 mil em estado de 0 Km, a S-10 do meu irmão com 200 mil teve quer ser toda reformada… Toyota e Honda é outro nível.

                • RafaelMeyrelles

                  pode até ser, mas a pick up mais resistente é a l200 (sem ser triton). fora que a manutenção é bem barata

                  • tatu_peba

                    Que por sinal não existe mais.

              • Leosena

                Tenho uma Frontier Attack 2013 e minha picape apresentou o problema logo após completar 2.000km rodados. O defeito se dá numa válvula que controla a temperatura da turbina e atingiu várias picapes, inclusive a de um amigo que comprou uma igual a minha em janeiro de 2013. Após a substituição gratuita na garantia o problema nunca mais ocorreu e hoje minha picape já está se aproximando dos 17.000km. Outro amigo comprou uma modelo 2014 e já rodou mais de 10.000km com ela e não teve nenhum problema. Creio que o problema só atingiu os primeiros modelos que foram equipados com os novos motores de 163cv (4×2) e 190cv (4×4). Tirando este único inconveniente a picape é bruta, a minha é mecânica e na estrada nenhuma outra picape média dá conta de acompanhar.

        • gcarlos

          O ritmo é outro…
          É choradeira..

    • tjbuenf_

      Frontier é um carro velho. E está apenas R$ 1 mil mais barato que a Triton.

      • fschulz84

        Verdade, eu não me atentei a Triton logo abaixo e ainda 4×4!

      • Carlsson

        O motor da Triton é bem mais fraco! ( ♫ pôneis malditos, pôneis malditos, lá lá lá lá lá lá ♪ )

        • herbert_mcp1

          o motor da Triton hpe é otimo com cambio manual, automática perde muita força, já tive Frontier atack e modelo realmente as novas são muito fortes, mas a Frontier me deu muita dor de cabeça, o carro 0km com 1 mes danificou a bomba de combustível, o problema se repetiu mais duas vezes e a terceira fora da garantia me foi cobrado 6mil, me informaram que era o diesel que usava, ocorre que na mesma época tive mais três l200 que nunca me deram problema e sempre abastecidas no mesmo posto, todos os carros eram utilizado para trabalho de engenharia florestal no Amapá, e o melhor foi a Triton, já z fiz percussos com uma aut. com pneus carecas indo para Oiapoque-Ap onde a Frontier não dava conta, as únicas picapes que recomendo pra quem pretende usar de verdade são as Mitsubishi e Toyota. O resto é perda de tempo e não aguenta trabalho

          • Carlsson

            Interessante o relato.
            Minha namorada é engenheira florestal e onde ela trabalha se usa Frontier 4×4

          • gcarlos

            Além do mais, não tem correia dentada, pra alguns do fórum, carro com correia dentada não presta.

        • tjbuenf_

          Não considero 3kgf.m a menos como "bem mais fraco"

          • thales_sr

            Se perde no super trunfo, é "bem mais fraco".

            • gcarlos

              Mas o fato de não possuir correia comando, já vale muito

            • macumba_online

              auauuauauaua… assim eu não consigo mais ler o NA no trabalho…. me faz rir onde não posso ahhahahahhaa

      • Triton e todos os outros carros da Mitsubishi são ultrapassados, segundo o próprio CEO da empresa.

        • pablobmw

          Fato, não sei a demora de trocar, atualizar eles.

    • Guilherme Rezende

      Amigo,prefiro dar mil reais a mais e pegar a L200 que pelo menos é 4×4

  • Pedro_Rocha

    Estranhei o comentário sobre a Plutus, já que ela ainda consta no site da Effa:
    http://www.effamotors.com.br/v4/novo/automoveis.p

    • juca jones

      Esse site parece desatualizado… aliás, quase tudo ali está sem airbag e abs, será que eles não vão se enquadrar na nova lei?

  • Hugo Capeto

    Volkswagen Amarok S 4×2 2.0 – R$ 81.990
    Interessante o preço
    Mas eu gostaria de ter uma dessas com tração 4×4, pois obviamente iria utilizar no barro (que é o fim a que se destina)

    • gcarlos

      Ficou interessante… se não fosse o problema da correia dentada! E se for ofertada ´´produtor rural´´ então>

      • Carlsson

        Pelo que me consta o produtor rural tem 12% off

      • Carlsson

        Peraí, li denovo seu comentário. Conte pra nós o que há de errado com a correia dentada? Estou por fora dessa.

        • Herbet23

          Resumo: O Ministério Público de Minas Gerais aguarda a resposta da Volkswagen em relação ao defeito da picape Amarok, que provoca desgaste prematuro da correia dentada e, em alguns casos, seu rompimento. Em mais uma audiência realizada com a montadora no início deste mês, representantes da empresa se comprometeram a realizar um programa amplo de instalação do Engine Dust Kit (EDK) – com a função de “soprar o ar”, evitando a penetração de pó na correia e polias –, que até o momento vinha sendo disponibilizado apenas para proprietários que usam a picape para trabalho dentro de mineradoras e sem divulgação.
          A Volkswagen tem conhecimento do problema pelo menos desde abril do ano passado (no caso, 2012), quando começaram a ser recorrentes as reclamações de donos de Amarok, cuja correia apresentava problemas de desgaste entre CINCO MIL E DEZ MIL KM, precisando ser substituída prematuramente – pelo manual do proprietário a primeira troca deveria ocorrer aos 120 mil quilômetros – e por várias vezes. Mas, desde então, alega que só afeta veículos que trafegam em região com pó de minério.

          ( http://diariodepernambuco.vrum.com.br/app/301,19/… )

          • gcarlos

            Valeu! Uma resposta mais técnica. Mas as dos 2 proprietários de Amarok que deram esse problema na minha cidade, não sabem o caminho de uma mineradora. É de madame passear no ´´´Shopis´´. Tô de olho numa picape pra trocar. Minhas opções eram Frontier e Amarok, por enquanto, ´´barbas de molho´´.

        • gcarlos

          E não posso comentar seguidamente?
          Bom, minha cidade tem 40k de habitantes. Pelo menos umas 12 amaroks. 2 de clientes nossos já tiveram preju com ela, e olha que era pouco rodadas. Daí o pessoal tá trocando correias agora com 20 e 30k no ma´ximo. Segundo o pessoal do Forum 4×4, já sanaram esse ´´defeito´´.
          Mas a alemãozada já inventou por lá. As correias ´´suicidas´´ que não quebra nunca.
          Não fazendo propraganda. mas 4×4 é só no FÓRUM 4X4, lá o pessoal sabe que qualquer carro até 200k pode ter seus problemas, independente que marca seja, e procuram ajudar uns aos outros em vez de só criticar.

          Ah, e Amarok usada é bem mais difícil de ´´passar pra frente´´.

          • Carlsson

            Entendi. O meu dentista teve problema com uma Amarok MT com menos de 10.000km mas ele não soube me dizer o defeito que deu.

            • gcarlos

              Com certeza ele vendeu depois que resolveu o problema, não?

              • Carlsson

                Então, não sei se deram pra ele ou se ele pagou a diferença, só sei que quando deu esse defeito ele apareceu com uma Amarok AT. Essa não deu mais problemas…

                • Leosena

                  Realmente as Amaroks fabricadas entre 2010 e 2011 apresentaram diversos defeitos, isso é de conhecimento público até, mas as de 2012 em diante parecem ser bastante confiáveis. Um amigo meu comprou uma Highline 12/12 AT e já rodou quase 30.000km com ela sem nenhum problema sequer. Ele inclusive viaja sempre que possível com a picape rebocando uma baita lancha Fokker 255 e mesmo com todo o peso extra as viagens são bastante tranquilas. O ruim é o estigma de picape que dá defeito que ela carrega por causa dos primeiros modelos que deixaram a linha de montagem, o que acaba por desvalorizá-la perante as concorrentes. Mas hoje eu compraria uma sem medo.

                  • Machado

                    Vale lembrar que já e a 3a pickup média mais vendida no Brasil, e nem versão flex ainda tem. Realmente ta todo mundo de olho no sucesso desta pick up.

      • Vejo muitas reclamações dela internet a fora. Principalmente sobre a parte elétrica.

        • gcarlos

          O pior que eu vi pessoalmente as pessoas que tiveram esses problemas. Não foi pela net não. Resta esperar pelas ´correias suicidas´´ inventadas pelos germanicos.

  • Hugo Capeto

    Eu acho uma boa compra a S10 LT 4×2 diesel (pra quem não precisa do 4×4).
    Está R$ 100mil e só perde, em relação à LTZ, em algumas perfumarias desnecessárias.
    A LTZ está 129mil na promoção. (o Cruze LT aut. está 65.000!)

    • Zergling

      Cruze LT aut. está 70.290

      • Carlsson

        promoção! 39.900 de entrada + 30x 894 ou 65800 a vista (recebi um folheto da GM hoje, rsrs)

        • Zergling

          Bom preço, principalmente para o financiado em 30 vezes… Engraçado como a GM vive aumentando os preços mas aparentemente todo mundo consegue comprar pelos valores antigos.

          • Carlsson

            Sim eu também achei um bom preço. É um carro aut. 6 marchas, bem equipadinho, só não tem couro. Isso é sinal e que ele está sofrendo diante do caro Civic e a GM quer melhorar os números de venda!

            • Zergling

              Será que se consegue um preço um pouco menor pelo hatch?

              • Carlsson

                Depois de ter vencido "Os Eleitos" da Quatro Rodas eu acho difícil. E no panfleto de promoções da Chevrolet que eu recebi não fala no Sport6. Deve estar com o preço normal.
                O LT sedã aut. diz o panfleto que baixou de 73890 para 65890. E 68390 com couro.

          • schweinerei

            Isso é um jogo psicológico, na verdade faz o incauto achar que está fazendo um negócio da China: aumenta o preço oficial e depois dá desconto para ficar com o preço antigo.

            • Edson Roberto

              O problema é qdo vc sabe o preço anterior e sabe que pode pagar menos.

              Nesse caso, nem ela se salva. Outra coisa, tem muita gente que só olha site da internet para compra de um carro. Nesses, eles perdem a boa oportunidade de negociação porque o preço já é alto e optam pelo concorrente.

              Essa é a diferença qdo se compra um carro como Honda e Toyota, eles são caros porque sabemos que praticamente não muda muita coisa da tabela para o preço real, mas esses na tabela são caros enquanto negociados tem preço bem menor.

  • Landrutt

    Faltou aquele TAC Stark, vendido por cerca de 95 mil.

  • Magnao Cordeiro

    Acho que o título da matéria deveria mudar para : ''OS VEÍCULOS DIESEL MENOS CAROS DO BRASIL'' .

    • luizcrjr

      Boa! tirou as letras do meu teclado..rs

  • jcamazano

    Esse preço da Mahindra está errado!
    Mahindra CD 4×2 básica – R$71.500,00
    Mahindra CD 4×2 Full – R$ 76.500,00
    Mahindra CD 4×4 Full – R$ 81.500,00

  • luizcrjr

    Na verdade são preços absurdos, totalmente distorcidos e não condizem com a realidade salarial do brasileiro.

    • Davi8u

      Verdade, enquanto que la fora pra vc equipa uma picape ou van com diesel vai ti custa 2500 a 3 mil dolores aqui o veiculo fica quase 50% mais caro. Um absurdo pois um motor desses nao custa tanto assim. e se leva em conta o preco do diesel pra gasolina nao se tem tanta vantagem assim. R$2.69 diesel pra R$3.09 gasolina. Na sua regiao pode ate encontrar ulguma coisa mas barato mas em geral a relacao e isso ai ou seja. Gasolina fica 50 centavos mais caro do que o diesel. Se coloca na ponta do lapis da pra anda muito com essa diferenca de 40 a 60 mil dependendo do modelo e dos opcionais.

      • FelipeLange

        Com certeza cara.

  • luiz r b oliveira

    o a ranger xl 2,2 CD 4×4?R$82.000,00?

  • tatu_peba

    Essa Mahindra é show de bola. Tivesse eu os $$ necessários pegaria uma Jipe Full 4×4.

  • Filipe Augustus

    Eu vi uma Effa Plutus outro dia, idêntica a da foto, parecia que ela tinha uns 20 anos de uso, estava toda torta.

  • Magno

    Essa -SsangYong Actyon Sports- na minha opinião ficou show de bola, muito bonita, já li vários relatos de pessoas que adquiriram esse utilitário e que só tecem elogios. Além de bonita, ela tem uma mecanica muito resistente, talvez a melhor desse grupo ai. Agora, o maior problema deve ser assistencia tecnica das poucas autorizadas existentes no Brasil.

    • thales_sr

      Deu uma evoluída enorme. Aqui em Sergipe ainda não vi. Só conheço a afronta visual que é o modelo antigo.

    • mjprio

      O motor ainda é o da Mercedes?

    • Edson Roberto

      O maior problema é o custo de manutenção. Esse é o que pesa na marca.

  • Heisenberg

    De todas eu levaria a Frontier.

  • Tosca16

    Mahindra tem um design ultrapassado mas é um bom carro, aqui tem várias no governo do Estado e companhia estadual de águas e esgotos mandando super bem; especialmente a versão chassi onde são colocados muitas vezes carrocerias de madeira, me lembro da época das D-20 e F1000 soberanas nessas configurações .

    • Pedro_Rocha

      Qual Estado utiliza as Mahindra na frota? Pergunto porque só vi uma em todo o Estado do Rio e era particular. Por sinal, no Rio as mais utilizadas são a L200 e Frontier (leasing da PMERJ).

      • Tosca16

        SERGIPE tem várias na DESO e demais secretarias de estado.

  • O_Corsario

    Effa Plutus, eu ri! Deixou de ser oferecido no Brasil após vender o que, três unidades? Piada…

    • Edson Roberto

      Eu só vi um rodando nas ruas e de avaliação, apenas aquele que o cara fala super mal mas não dá detalhes.

      Apesar de tudo, eu gostaria de andar para ver como se comporta…rs

  • Marcos Wild

    Já andei em S10, Hilux, Flontier e, garanto pra vocês a Amarok poe todas elas no chinelo. Só quem já andou sabe.

  • GAbriel

    Cada a ranger 2.2 na lista?

    • mjprio

      exato, em que pese que é só pra frotistas, PJ e produtor rural. Mas conversando com uma vendedora da Ford, ela falou que esse carro é a barbada das Ranger, pois o motor é bom e moderno como o 3.2, e ela vem bem equipada, inclusive com parachoque na cor do carro. Só que vem com rodas de aço. Ela falou que esse carro sai por uns 85 a 90 mil. Pra quem não precisa de 200HP ( acho que ela tem uns 150 a 160) é uma boa pedida!!!

  • Bob Rastafari

    Com esse governo FDP, eu nunca poderei ter um carro diesel.
    Meu perfil é bem esse, eu valorizo apenas o motor, durabilidade e a segurança do carro.
    Pesquiso muito antes de comprar, depois fico no mínimo uns 5 anos com o carro, já tive carro, onde usei por mais de 10 ano,
    Para tal comportamento, o carro tem que ser muito bom, dou preferência para carros com corrente (comando)….perfumarias e competições de status…não me afetam.
    Com um carro diesel, na minha mão duraria uns 30 anos, ou mais….governo FDP.

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 11 anos. Saiba mais.

Send this to a friend