_Featured Avaliações Crossovers Peugeot

Peugeot 2008: Beleza e performance não é tudo

novo-peugeot-2008-NA-5-700x467 Peugeot 2008: Beleza e performance não é tudo

Ele é bonito e tem a melhor performance entre os utilitários esportivos compactos recém-chegados ao Brasil. O Peugeot 2008 Griffe 1.6 THP é o mais potente em sua categoria e apresenta um acabamento melhor do que a maioria.



Ele chegou para dar uma esquentada nas frias vendas da Peugeot, que necessita a qualquer custo elevar as vendas e sair do prejuízo aqui no Brasil. O mercado não ajuda, ainda mais que o país enfrenta uma grave crise econômica.

O 2008 é um bom reforço para a marca francesa e chega ao mesmo tempo que os rivais de Honda e Jeep, enfrentando ainda o SUV (maior) da JAC e os já estabelecidos utilitários de Ford e Renault. A meta da Peugeot era vender 1.000 unidades por mês, mas atualmente os emplacamentos ficaram na casa dos 600.

novo-peugeot-2008-NA-13-700x467 Peugeot 2008: Beleza e performance não é tudo

O segmento de utilitários esportivos está em alta no mercado nacional que, como já dissemos, está em crise e amarga vendas cada vez menores, entre outros efeitos negativos que já conhecemos.

O crossover do leão poderia (e merece) vender mais. Por isso, a marca está revisando sua imagem no país, substituindo concessionários e mudando a filosofia de pós-venda, entre outras ações. Será que vai? Esperamos que sim. Nessa nova missão, o 2008 tem um papel muito importante.

novo-peugeot-2008-NA-80-700x466 Peugeot 2008: Beleza e performance não é tudo

Por fora…

Ele parece muito maior e mais alto do que é realmente. O Peugeot 2008 é pequeno, tem 4,15 m de comprimento e não passa dos 1,58 de altura. Mesmo assim, tem muito charme e é bastante atraente. Parece uma minivan disfarçada de crossover.

O modelo tem como destaque o teto elevado da coluna C para trás. Em realidade, apenas as bordas do teto é que são mais altas. Outro diferencial é o teto panorâmico, que sempre enche os olhos nos carros da Peugeot, embora não abra. Ainda assim tem persiana elétrica.

Os faróis chanfrados com LEDs tem excelente visual e são eficientes. A grade cromada tem o nome Peugeot estampado e o leão no capô deixa o conjunto muito agradável aos olhos. Na traseira, as lanternas chanfradas nas bordas também realçam a beleza do crossover.

novo-peugeot-2008-NA-89-700x467 Peugeot 2008: Beleza e performance não é tudo

Por dentro…

Se por fora o Peugeot 2008 Griffe é bonito, por dentro ele fecha o pacote visual com elogios. Mesmo sabendo que aqui no Brasil os custos sempre são podados, a francesa conseguiu deixar o ambiente com bom aspecto. É talvez o melhor interior entre os de sua categoria.

O i-Cockpit – painel elevado, volante pequeno e multimídia voltada para o condutor – é um dos pontos altos do 2008, assim como o é no 208. Os olhos do condutor vão direto no cluster, largo e de ótima visualização, passando por cima do pequeno volante de “kart”, extremamente leve em sua assistência elétrica.

O volante tem bom acabamento e um detalhe cromado muito bom, mas ainda conta com controle de cruzeiro/limitador na coluna de direção, embora tenha tirado de lá os comandos de áudio e telefonia, típicos dos franceses. A multimídia está bem perto da mão e é descomplicada.

novo-peugeot-2008-NA-93-700x466 Peugeot 2008: Beleza e performance não é tudo

Com tela sensível ao toque de 7 polegadas, ela tem navegador GPS e informações de mídia e telefonia. Como não há câmera de ré de série (existe entre os acessórios), apenas um gráfico mostra a posição de possíveis objetos na frente e atrás do veículo. Há também o indicador de modos de terreno do Grip Control.

Mais um item da multimídia é o app Link MyPeugeot, que permite ao proprietário localizar seu veículo através de GPS em seu smartphone, bem como armazenar um histórico de condução do veículo, inclusive com gráficos de performance.

Os detalhes cromados saltam aos olhos, assim como o bom acabamento em tecido brilhante nos assentos (parcialmente em couro). O painel é revestido em material duro, mas tem boa aparência, assim como o acabamento em tonalidade tungstênio na parte central e nas portas. A tonalidade geral marrom é sóbria e reforça a impressão de um nível de acabamento superior.

novo-peugeot-2008-NA-92-700x466 Peugeot 2008: Beleza e performance não é tudo

Ar condicionado dual zone em preto brilhante, iluminação branca do cluster, teto e colunas em tonalidade clara, pedais esportivos, alavanca cromada e freio de estacionamento tipo manete, estão entre os itens que chamam a atenção. O espaço no porta-luvas é generoso, característica presente no 208 também.

O espaço interno de modo geral é bom. Atrás é apenas razoável, mas o porta-malas tem bom espaço com seus 355 litros. Não dá para pedir mais em um carro de 4,15 m com essa proposta. Mas, apesar do belo visual, o 2008 poderia ter luzes de leitura dianteiras (espaço há) e iluminação por LED, igual a seu irmão menor. Também faltam luzes de leitura nas laterais do teto, atrás. A iluminação interna deixa a desejar, apesar do vistoso quadro de instrumentos e multimídia.

novo-peugeot-2008-NA-57-700x466 Peugeot 2008: Beleza e performance não é tudo

Por ruas e estradas…

O desempenho é o segundo grande ponto positivo do Peugeot 2008 Griffe 1.6 THP. Não havia outra opção para a marca colocar na versão top (ainda bem). O 1.6 de 122 cv – presente nas versões Allure e Griffe – é apenas mediano e não poderia bater de frente com a maioria dos rivais. Já o 1.6 THP é o downsizing entrando para valer no mercado nacional.

Agora Flex, o propulsor da PSA entrega 165 cv com gasolina e 173 cv com etanol. Assim como em sua versão normal, ele entrega 24,5 kgfm a partir de 1.750 rpm, que significa todo torque praticamente na saída. A oferta de força é muito boa em qualquer condição, trazendo assim um comportamento excelente no dia a dia.

Com transmissão manual de seis marchas – um grande defeito do modelo é que ainda não há opção automática – o crossover da Peugeot pode ser explorado ao máximo em termos de performance. O câmbio tem bom escalonamento de marchas, mas não é longo a ponto de deixar o motor girando abaixo de 2.000 rpm. Em sexta, a 110 km/h na estrada, ele gira em 2.350 rpm.

novo-peugeot-2008-NA-99-700x466 Peugeot 2008: Beleza e performance não é tudo

Disposto, o 1.6 THP apresenta boas respostas e garante retomadas excelentes para um pequeno crossover que não foca na esportividade. É aí que o 2008 vira uma contradição. Ele tem até motor demais para suas pretensões.

O único indício de que anda bem é o conjunto de pedais esportivos e mais nada. Olhando por fora, não há nenhum sinal de esportividade aparente e, inclusive, observamos apenas rodas de liga leve aro 16 e um quase discreto defletor de ar na tampa do porta-malas. Mas, mesmo sem alarde, o Peugeot 2008 anda muito. A marca declara 209 km/h de máxima e aceleração de 0 a 100 km/h em 8,1 segundos. Não poderia ser diferente com o THP no cofre e 1.231 kg de peso.

O consumo na estrada com etanol foi de 10,3 km/litro, enquanto na cidade não passou de 7,4 km/litro. Não dá para esperar algo melhor em um Flex, mesmo com injeção direta e câmbio manual. O nível de ruído é moderado e o motor dificilmente vai roncar como em um esportivo, já que não é a pegada do crossover.

novo-peugeot-2008-NA-100-700x466 Peugeot 2008: Beleza e performance não é tudo

Como o título diz, beleza e performance não é tudo. A suspensão do Peugeot 2008 é muito macia. Ela dá mais destaque ao conforto do que ao desempenho e nem se aproxima de um equilíbrio entre os dois. Absorve de forma razoável as imperfeições do solo.

Poderia ter um conjunto mais firme para filtrar melhor e não bater no fim do curso, como aconteceu várias vezes. Isso também ajudaria na estrada, onde a inclinação da carroceria foi além do desejado em curvas mais fechadas ou desvios de trajetória. As rodas aro 16 e os pneus série 60 contribuem muito nisso. O carro ainda vem com controle de estabilidade para dar uma ajuda nas horas difíceis.

novo-peugeot-2008-NA-61-700x466 Peugeot 2008: Beleza e performance não é tudo

No fora de estrada, o Peugeot 2008 Griffe 1.6 THP tem um diferencial, apesar de ter apenas tração dianteira. O sistema Grip Control oferece cinco modos de terreno: desligado, normal, barro, areia e neve. O primeiro desliga o controle de estabilidade e tração, deixando o veículo livre para rodar em terrenos adversos. O normal atua no dia a dia, enquanto barro, areia e neve são mais específicos.

Pode-se altera-los de forma livre e sem receio da velocidade. Em estradas de terra, alguns buracos ressoaram bem no interior. Na lama, o modelo saiu-se bem, modulando a força entre as duas rodas e impedindo que o veículo ficasse atolado. Claro que não dá para exigir muito do carro, indo em locais onde só um 4×4 estaria em casa. Mas dá para ir a sítios, praias e outros locais com acesso de terra mais fácil.

novo-peugeot-2008-NA-126-700x466 Peugeot 2008: Beleza e performance não é tudo

Por você…

Não dá para ter tudo nessa vida e o Peugeot 2008 Griffe THP é um exemplo disso. Seria muito bom vê-lo com um câmbio automático de seis marchas para dar conforto no dia a dia e em viagens, ainda com um apoio de braço para o condutor (inexistente no modelo). Além disso, uma suspensão mais firme e com melhor filtro, fecharia bem o bom conjunto do crossover.

Rodas aro 17 com pneus de perfil um pouco mais baixo, luzes internas e uma câmera de ré de série podem ser inseridas na atualização. No mais, o 2008 atualmente já tem um ótimo pacote de equipamentos no topo de linha Griffe THP, incluindo seis airbags, ESP, ar condicionado dual zone, teto panorâmico, sensores de chuva e crepuscular, sensores de estacionamento dianteiro e traseiro, multimídia com navegador, entre outros.

De modo geral, o Peugeot 2008 Griffe 1.6 THP agrada mais aos olhos e também ao pé, mas precisa de um pouco mais de atenção nos detalhes citados, o que o tornaria uma opção muito mais desejável. Para muitos, no entanto, a marca francesa é um problema em termos de custo de manutenção e desvalorização.

novo-peugeot-2008-NA-127-700x466 Peugeot 2008: Beleza e performance não é tudo

No primeiro caso, a marca oferece duas opções de revisão, básica e recomendada. Até 60.000 km, o proprietário vai gastar R$ 3.678 na primeira e exorbitantes R$ 6.642 na segunda. Nesse caso trata-se de uma opção dada pelo fabricante e que não necessariamente obriga o cliente a adquiri-la.

Ainda assim, o 2008 foi apontado como o modelo de menor custo de reparação em sua categoria, de acordo com o Cesvi. Por fim, a Peugeot está promovendo uma reconstrução de sua imagem no Brasil. Quem sabe ao longo do tempo, isso não se traduz em uma valorização dos produtos da marca em nosso mercado, que é o segundo ponto mais criticado por aqui.

E o 2008? Se seu desejo é ter um belo crossover, dotado de acabamento bom e motor potente, o modelo é uma opção agradável. Mas, não espere uma pegada esportiva por causa do que tem sob o capô, apesar de surpreender bastante os desavisados com saídas e retomadas acima do esperado para um Peugeot despretensioso.

Medidas e números…

Ficha Técnica do Peugeot 2008 Griffe 1.6 THP

Motor/Transmissão
Número de cilindros – 4 em linha, turbo, injeção direta Flex
Cilindrada – 1598 cm³
Potência – 165/173 cv a 6.000 rpm (gasolina/etanol)
Torque – 24,5 kgfm a 1.750 rpm (gasolina/etanol)
Transmissão – Manual de seis marchas

Desempenho
Aceleração de 0 a 100 km/h – 8,1 segundos
Velocidade máxima – 209 km/h
Rotação a 110 km/h – 2.350 rpm
Consumo rodoviário – 10,3 km/litro (etanol)
Consumo urbano – 7,4 km/litro (etanol)

Suspensão/Direção
Dianteira – McPherson/Traseira – Barra deformável
Elétrica variável

Freios
Discos nas quatro rodas com ABS e EDB

Rodas/Pneus
Liga leve aro 16 com pneus 205/60 R16

Dimensões/Pesos/Capacidades
Comprimento – 4.159 mm
Largura – 1.739 mm
Altura – 1.583 mm
Entre-eixos – 2.542 mm
Peso em ordem de marcha – 1.231 kg
Tanque – 55 litros
Porta-malas – 355 litros
Preço: R$ 79.590

Galeria de fotos do Peugeot 2008 Griffe 1.6 THP:

4.0

  • Caio Conceicao

    O erro desse carro são dois:
    1. Ter esperado tanto tempo pra lança-lo mesmo com ele “todo” pronto. E isso apenas para decidir a margem do preço por causa de HR-V e Renegade feat Bravo. Sem os dois rivais, fatalmente o 2008 teria feito um estrago no eco e duster, talvez não liderasse, mas dividisse o seguimento de forma homogênea. A Peugeot não sabe colocar preço em seus produtos. Era só depois, se as vendas caíssem, dar os descontos de quase 10mil que a FORD e Renault estão dando pra não ser totalmente humilhadas em seus produtos frente HRV e Renegade feat Bravo.

    2. Não ter a versão at do THP que assim como ocorreu no lançamento tardio, poderia chegar qd e como vai chegar mesmo, só em 2016. O bom é q o consumidor teria se acostumado a ele sem ter o HONDA e JEEP no caminho e com parâmetros bem baixos de padrão de qualidade já q eco e duster são catastróficos nisso.

    Mas a França esperou e esperou e… Esperou demais! teve-se dois novos parâmetros no seguimento.

    • MRghost

      concordo um bom carro , mas a marca não ! Se fosse ate citroen ela faria melhor !

      • João Cagnoni

        Não entendi sua colocação, a Peugeot e Citroen são exatamente iguais.

        • João

          As duas são do mesmo grupo: PSA. Um exemplo? SImples, o Peugeot 307 e o Citroen C4 são basicamente o mesmo carro….

          • MRghost

            porem elas são as mesmas somente no lucro e contas , mas o pesamento de uma não corresponde a outra e as atitudes fora de valores também não , e atualmente a Citroen esta ouvindo os consumidores mais que a Peugeot , ela mesmo admitiu que se o 2008 fosse Citroen jamais usaria o al4 .

            • João

              Sim sim! Tem razão. Mas foi o que eu falei, elas são do mesmo grupo porém, cada uma bem sabe o que deve fazer…Quer dizer, a Peugeot não sabe muito bem…Mas, é assunto pra outro post! kkkkkk

              • MRghost

                Corcordo kkk

          • João Cagnoni

            Eu tenho um C4, o carro é exatamente igual ao 307, só muda a “capa” e identidade visual.

            • João

              Eu também tenho um C4 1.6. Outro dia estava andando a pé e ouvi o barulho idêntico ao meu carro (Até aquele ruído característico da direção Eletrohidráulica). Esperei passar e era um Peugeot 307. Pensei: Nossa, é igualzinho mesmo!!!

              • João Cagnoni

                Eu mesmo compro as peças na Peugeot. São os mesmos códigos, mas algumas são mais em conta.

                • João

                  Boa dica! Vou dar uma pesquisada sobre!

      • Concordo muito com isso, não. Sou dono de um Citroen, mas observando alguns modelos das duas marcas, vejo que em algumas ocasiões a Peugeot apresente modelos melhores que a co-irmã, mesmo dividindo plataforma e componentes.
        Um bom exemplo está na comparação entre C3 e 208: chega a ser visual a diferença do padrão de montagem entre os dois. O 208 sai bem na frente, seja na análise externa, seja no nível de acabamento e design interno. Isso sem falar no comportamento dinâmico do 208, que ficou bem melhor que o do C3.
        Outro exemplo está na comparação entre 2008 e Aircross.
        Há o contra-exemplo, também, que é a comparação do Louge com o 408. Bem, no frigir dos ovos, há um certo equilíbrio entre as marcas, em minha opinião.

        • MRghost

          alguns , mas o lounge e muito superior a 408 assim como pallas era ao 307 o c5 saiu de linha e e melhor que o 508 que e mais jovem !

          • Como eu disse, as marcas se equivalem. São alguns produtos melhores de uma e outros melhores da outra.

            • MRghost

              Concordo !!!

        • MRghost

          mais esses que citou sao mais novos que os modelos da citroen que comparou ou seja o que os outros tem de ruim eles melhoraram pelo menos um puco como o 208

          • Natural que produtos mais “jovens” venham com melhorias frente aos que já estão na praça a algum tempo. Mas “pau que dá em Chico, bate em Francisco”. O Lounge veio depois do 408, por exemplo.
            O C3 de última geração e o 208 vieram quase juntos, e não há comparação entre os dois: basta sentar por um minuto no posto do motorista dos dois para se certificar de que o Peugeot é um produto muito melhor concebido que o Citroen, neste caso.
            No frigir dos ovos, eu não consigo enxergar uma verdadeira distinção entre as marcas. Há mesmo melhores produtos em uma ou em outra, dependendo da categoria. No preço das peças de reposição acredito não ser possível haver diferenças significativas de preço, já que um monte delas são exatamente idênticas, estampando até o símbolo das duas marcas. Talvez possa ter ocorrido uma distinção no treinamento da rede autorizada no Brasil na comparação entre as duas agremiações… não sei, aí já não posso falar com propriedade. Por experiência própria, até agora não tive do que reclamar do pós-venda da Citroen. Como ainda não tive um Peugeot, fica mais difícil opinar.

            • MRghost

              meu primeiro carro foi um 307 foi o unico peugeot que ja gostei depois comprei um vtr , um ds4 em 2013 e semana passada troquei por uma 118i gp !

              • Meu irmão tem um 307 ano 2007. É um bom carro, apesar de que quando comprou ele usado, precisou dar uma geral no cabeçote (100.000 km rodados). Mas vá saber como foi o uso dele com o proprietário anterior, né…

              • Eu estou com um C4 Lounge THP (Exclusive) já tem um ano (20 mil km). O carro me impressionou demais positivamente até agora. Digamos que estou realmente muito satisfeito.

                • MRghost

                  tenho um amigo que tem um thp tb andei e e excelente

    • Bruno Wendel Marcolino

      isso na minha opinião é um argumento leviano, a espera talvez não se de por que a marca quis. Imagine preparar toda uma fábrica, contratar e treinar funcionários, peças etc.

      Isso vai muito além do que sabemos. Também acho que poderia ter vindo antes, mas sabemos o que a imprensa especializada informa, não temos acesso a todo o projeto e como foi o andamento e planejamento.

      • Lu RS

        A dita imprensa “especializada” nada tem de especial….

        O seu comentário foi PERFEITO! São muitos “Qs” a serem definidos até ser possível trazer o carro……o mundo da internet…..tudo é barbada….mas a maioria não consegue nem pagar as contas de casa…imagina preparar uma montadora pra trazer um novo produto….

        • FocusMan

          As pessoas não imaginam como é dificil organizar a produção de um produto tão complexo quanto um carro.

          • Lu RS

            Pois é meu caro…

            Cheio de projetista de Super Trunfo no blog kakakaka

            • Bruno Wendel Marcolino

              kkkkkkkkk

              Essa de Super Trunfo é boa, vejo muitos dizendo que Golf é melhor que Focus porque no 0 a 100 faz 2 ou 3 segundos a menos…kkkk

              Pra mim isso é Super Trunfo, só pode.

              • Lu RS

                Bruno…o carro tem q atender ao consumidor foco…

                Por exemplo.a diferença entre Golf 1.4 e Focus Tit não chega a 1 s…

                Muitos nem perceberiam a diferença…..

                O Focus e Golf possuem o mesmo “mercado”, mas possuem características diferentes…e que aparentemente vem conquistando mais os consumidores é o Focus….

                Cada um tem suas qualidades e “defeitos”….e no fim mais de “gosto” de cada um…

        • Bruno Wendel Marcolino

          achei que só eu pensava nisso…kkkk

          Vejo gente malhando tudo que é marca por demorar a trazer carros conceitos em formato de produção ou até mesmo se tem um flagra onde o carro está em teste querem que lancem amanhã e esquecem que “TESTE” significa “não está pronto, pois está em TESTE” kkkkk

          • Lu RS

            Existe sempre um período de validação, acerto de produção dos componentes.. por exemplo…componentes fabricados por fornecedores na Europa muitas vezes não conseguem ser fabricados aqui com as mesmas características técnicas de projetos….

            Pois o fornecedor não consegue as x a matéria prima, ou equipamentos, ou qualidade…..

            Então..povo fala muitaaaaaaaaaaaaaaaa besteira…achando q é fácil desenvolver um carro..

    • Thiago K. Galiza

      Perfeita analogia.
      A Peugeot tem produtos excelentes, porém é mal administrada

    • Pedro Henrique

      também faltou um cambio automático tipo CVT já que os automáticos da peugeot-citroen geram duvidas e desconfiança do consumidor.

      • MRghost

        o aisin 6 marchas dos ds , c4l e de alguns Peugeot e excelente e todos que tem elegiam e confiam !

        • Pedro Henrique

          sim sim, já me falaram isso em outro post, mas a lambança já ta feita e fica mal visto qualquer automático convencional da pug
          assim como até hoje tem quem diga que os motores da pug duram pouco…

      • sheldonDS3

        desculpe, mas o AISIN 6 é excelente, e não vejo ng falando mal por exemplo do Lounge. O preconceito ainda existe nos casos de usa o AL4 AL8….

        • Gabriel M. Vieira

          O AISIN AT6 III do C4L é muito bom! Eu acho o acerto dele com o motor THP perfeito, não têm confusão nenhuma, funcionam em perfeita harmonia.

  • Quanto a reconstrução da imagem, eu notei ações concretas da empresa que resultaram em 2 coisas boas: a marca saiu do último lugar na pesquisa Os Eleitos (da 4Rodas) – na verdade subiu 2 ou 3 posições – e também passou a valorizar bem mais seus próprios produtos usados.

    • alemãoVP

      O segundo item que vc listou – acredito eu – foi o que mais afastou consumidores da marca: vc compra um Peugeot e daqui um ano nem ELES PRÓPRIOS querem o carro de volta no negócio de um novo! e não é questão de pagar baixo, é não aceitar o carro mesmo…

      • Sim, chega a ser quase surreal pensar que a marca rejeitava os próprios carros…

      • DougSampaNA

        Creio que isso é comportamento das ccs da marca, não da mecânica de vendas ou fidelização da fábrica.

      • FocusMan

        Isso acontece tam bém na Ford. Tente vender um carro Ford na concessionária Ford e verão o que acontece…

      • Atley jackson

        Isso pode acontecer com qualquer marca, não pelo fato de ” a marca não aceitar o próprio carro” mas em situações em que a “revenda/concessionária” esteja com fluxo de caixa baixo, pois terão de pagar o carro em poucos dias para a fábrica, e se o seminovo recebido no negócio ainda não foi vendido, terão de tirar o dinheiro “do bolso” para pagar a fábrica. Meu primo já foi gerente de concessionária Volkswagem, e disse que as vezes é comum a loja repassar o carro direto para um garagista que pague o carro a vista para a concessionaria, do que arriscar ficar com o carro no pátio por determinado tempo sem vende-lo, com as contas e custos mensais vencendo.

  • Oslo

    Tem uma coisa que eu não consigo engolir:

    LEDs de bolinhas azuis + faróis halógenos amarelos.

    Isso não fecha, não casa. O DRL do carro sem xênon deve ser halógeno.

    E quanto ao Peugeot… Bem, esse teto enorme está fazendo hora extra aí. Coloquem uma câmera de ré, um câmbio automático e um apoio de braço.
    O preço pode aumentar para 82, 83 mil reais, sem problemas. Tenho certeza de que, aí sim, assustaria o HRV (e o Renegade)

    • Guilhermo

      Acho a melhor opção até 80 mil reais.
      Bonito, completo, bom desempenho…
      Arriscaria dizer que é o esportivo mais adaptado ao terreno lunar do Brasil.
      Esperava até que custasse mais…
      Nunca tive carro da marca…esse eu arriscaria!

    • KVF

      Não senti falta nenhuma da câmera de ré, já que tem um gráfico de aproximação bem detalhado que aparece na central multimídia, com sensor traseiro e dianteiro. Por isso desisti de colocar a câmera que é oferecida como opcional.

      • Oslo

        Eu não determinaria isso como fator de compra, é verdade, mas o meu carro atual tem e é muito útil para sair da minha garagem, em que a manobra é de ré. Não por falta de capacidade de manobrar, e sim pela segurança de ter algum animal ou ser humano atrás, vai saber.

        Deve custar algo tipo 10 dólares pra eles.

        • Gustavo73

          Verdade não é algo caro. A Pug as vezes dá essas escorregadas. Mas tem de série 4 airbags e Ar-condicionado digital dual zone. Pra mim as maiores bobeiras são a falta do eso e isofix de série.

    • FocusMan

      82 mil reais num Peugeot 208 ? Sério que eu li isso?

      • Thiago Fernandes

        Não … isso é no 2008

        • FocusMan

          Ops… Faltou zero

  • Rodrigo

    Fiquei confuso com algumas informações do texto:

    1. “Os faróis chanfrados com LEDs tem excelente visual e são eficientes, ainda mais com projetor bi-xenon” O 2008 tem faróis bi-xenon? Se sim, não deveria ter lavadores – conforme preconiza a legislação?

    2. “Mas, apesar do belo visual, o 2008 poderia ter luzes de neblina dianteiras (espaço há) e iluminação por LED” – Pelo que pude ver pelas fotos o carro avaliado tinha luzes de neblina e iluminação por LED nos faróis.

    Enfim, acho que foi algum erro na redação do texto. Acontece.
    O fato é que o 2008 é um carro muito bom em qualquer versão. Só precisa de um câmbio AT melhor (na 1.6 aspirada) e um AT na THP pra ficar ótimo. De resto, merecia estar pelo menos em quarto no ranking geral de SUVs.

    • PEDAORM

      Sobre iluminação por LED acredito que seja sobre a iluminação interna, de resto concordo.

      • ricmoriah

        sim, ambiente interno fica bem escuro com luz amarela.

    • Louis

      Eu ia comentar exatamente a mesma coisa, está confuso.

    • ricmoriah

      realmente, corrigido. Obrigado.

  • PEDAORM

    Esperando os preços dos usados thp manuais! Acredito que será uma ótima compra de usado.

    • KVF

      O problema é achar algum proprietário do THP que esteja disposto a vender o carro, vai demorar e ter pouca oferta.

      • PEDAORM

        Uma hora a hora chega, hoje vemos varios 308 thp a bem preços atrativos, principalmente comparado aos golfs turbo usados com ano e km similar.

  • Arthur Lima

    O defeito para mim é não ter um irmão menor, no caso, o 208 GTi ou THP, chamem como quiserem.

  • Rafael

    Esse Grip Control realmente ajuda no fora de estrada leve? Ele consegue, por exemplo, enviar o torque todo para uma das rodas se a outra estiver suspensa por exemplo, como se estivesse travando o diferencial? E a altura do solo? É tranquilo ir para uma estrada de sítio mal cuidada por exemplo?

    • ricmoriah

      consegue sim.

      • Rafael

        Obrigado! E quanto a altura do solo? Ele passa normalmente sem raspar o assoalho?

        • Ricardo

          Ele é mais alto que o HRV tem vão livre de 20cm.

          • Rafael

            Obrigado!

            • Thirten

              Obrigado tambem estava com essa mesma duvida, realmente o 2008 é mais alto que o HRV.

  • MarcioMaster

    Beleza é subjetivo, é gosto, essa carro não me chama atenção nesse quesito.

    • Paulo

      Principalmente por querer concorrer em um segmento que não o pertence.

      • Franco da Silva

        Exato. Esse é um utilitário esportivo super compacto então, se os outros são compactos. Isso é uma perua!

        • Thiago K. Galiza

          Mas se a gente for realmente colocar todos pra analisar, o único que tem “jeitão” de SUV é o Jeep Renegade.
          Duster, Eco, e até mesmo o HRV nada mais são que “compactos” encorpados

          • FocusMan

            De todos esses ai, o único que classifico como utilitarios esportivos é o o Renegade. O resto são peruas de teto alto.

        • Luciano J

          Fim de semana estive olhando um HR-V no showroom da Honda em um shopping aqui na minha cidade. Conclusão, se abaixar a suspensão para uma altura “normal” viraria hatchback fácil fácil, das dimensões aproximadas de um Cruze Sport6 por exemplo.

          • Rogério Rodrigues

            Pode ter certeza que daqui a pouco os “manos” vão rebaixar e colocar rodão no HR-V. Ai vira um hatchao, kkkkk

            • Arthur Lima

              Aí vira um Don´t Fit.

            • Rogério Rodrigues

              Na verdade ja tem. Ficou parecendo um Agile parrudo, kkkkkkkk

              http://www.myride.com.br/wp-content/uploads/2015/03/hrv_myride_04.jpg

              • THE GUNSLINGER

                Cruzes…

              • FocusMan

                kkkkkkkkkkk Parece uma caricatura!

            • FocusMan

              Sei não. Os manos não usam muito Honda.

              • Atley jackson

                Cara, na minha cidade é cheio de manolos com Civic rebaixado e tocando funk ostentação, são os verdadeiros Boys de Vila…

          • Thales Sobral

            E se notar direito, a suspensão dele já não é das mais altas. O vão entre a roda e a caixa de rodas dele é menor que o do Golf, por exemplo.

          • FocusMan

            Com a desvantagem de estar utilizando a plataforma de um carro bem inferior.

        • Gustavo73

          Super compacto. L? A EcoSport é o que então?

          • Franco da Silva

            Ecosport já não é muito grande, mas o 2008 tem uns 10cm a menos no comprimento e na altura. Ao vivo é bem nítido. Tem alguém num escritório aqui perto que comprou um e todo dia estaciona perto de um carro diferente, então dá pra comparar. Tem o porte de uma Spacefox… por aí.

            • Gustavo73

              A Eco tem a medida levando em consideração o estepe na mala. A Eco tem 2 cm a menos no entre-eixos e um porta malas menor. E o 2008 tem a mesma altura do HRV.

            • Gustavo73

              O 2008 tem a mesma altura do HRV, e o EcoSport conta o estepe na mala para ser maior que o 2008, um exemplo o Eco é dois centímetros menor no entre-eixos que o 2008.

            • Jonas

              O Ecosport sem o estepe é menor que o 2008.

            • Marcio Santos

              O eco é mais curto, seus 4.24m incluem o estepe.

            • FocusMan

              A Ecosport só é maior com o Step. O carro em si é menor.

        • Rodrigo Monteiro

          O pessoal quer crossover que puxem para SUV e não para perua, acho que esse é o maior erro do 2008… Coloca todos lado a lado e vai parecer que 2008 esta ali por engano…

          Quem tem não entende de carro e admira uma IX35 considera o HR-V/Eco/Duster/Jeep uma alternativa mais barata dentro do que ele procura, quando olha para o 2008 pensa “não quero uma perua alta”, ele ta mais para Crossfox que IX35

          • Franco da Silva

            Exato. O pessoal falou em medidas e tal, mas não tenho ideia das medidas exatas de cada um, ou do espaço interno. Só sei que vejo o carro do lado de outros SUVs e ele ficou visualmente menor e quem compra esse tipo de carro vai pela aparência mesmo.

    • FocusMan

      Na rua ele parece a nova perua 208. Apenas isso.

  • Cyro

    Quer vender mais de 1000 unidades por mês? Simples, coloca câmbio automático.

    • visanpai

      Não entendo a burrice destas montadoras!
      É igual à Fiat com o dualogic no Bravo ¬¬’

      • Lofin

        E no Linea, no Siena, no Palio, na Weekend, na Strada, no 500 (embora também tenha opção de câmbio automático) etc..

        A verdade é que esses câmbios são uma vergonha e deveriam ser extintos.

        • what_the_hell??

          Eu já fiz test drive no dualogic e no i-motion e não gostei nem um pouco de nenhum dos dois!
          Mas em populares como Siena e Palio até estaria dentro do que o mercado está fazendo, é compreensível comparando com a concorrência.
          O que é realmente inadmissível é colocar essa droga de câmbio em Bravo e Linea! Aí sim é pedir pra vender pouco mesmo!

    • Derek

      Eu me pergunto isto é tão decisivo na compra… Sempre leio alguém falar disto aqui no NA

  • Tosca16

    Brasileiro não gosta de performance, ao mesmo é o que parece … quando não se tem opções reclamam, quando as tem não quer . Por mim nem traria mais versões assim, deixa um aspirado com câmbio automático e empurre os mesmos preços, vende !

    • fejunk

      brasileiro não gosta de carro.

      • Tosca16

        gostar gosta mas as vezes é modinha demais …

        • Guilherme Batista

          Gosta de carro, mas só compra gol e palio pq manutenção é barata e vende facil. Ou então corolla pelado pq “não quebra”

      • Thales Sobral

        Acho que gosta sim. Gosta de comprar e exibir. “Qual o motor do seu carro? Não sei… Mas olha essa roda aro 17!”, “Quantas marchas tem o câmbio automático dele? Não sei… Mas olha essa tela multimídia dele!”

    • Jackson A

      Gosta sim, desde que seja automático.

      • Tosca16

        aí eu me pergunto, vamos dizer que a dona Peugeot tivesse deixado com o obsoleto câmbio de 4 velocidades, será que venderia bem mais que o manual ?

        • Jackson A

          Não sei, o que sei é que jamais pagaria caro em um veiculo com cambio AL4~~AL8 ou Manual, com a concorrência tendo um CVT e AT6.

          Se eu fosse o publico desses modelos eu sequer olharia pro 2008 pra ser sincero.

          No 208 é um pouco mais aceitável, apesar de ainda ser ruim, pois no meio dele não tem coisa muito melhor, mas que pelo visto já vai mudar com o novo hb20 que pode vim com AT6.

          • Tosca16

            entendo …

  • Freaky Boss

    O carro é bom, mas falar a verdade hein: esse Grip control num carro desse perfil e 4×2 só serve para o cara passar numa rua sujinha com areia de construção e ligar o botão “areia”, e achar que tá arrasando.

    • Tosca16

      Verdade, a exceção do Renagade em sua versão diesel e vamos até considerar o pé duro do Duster “bombadinho” (falando do visual meio rústico) e suspensão mais alta nenhum outro foi feito pra passar nem perto do barro, trilha nem pensar .

      • Darwin Luis Hardt

        esse grip control parece ser a forma “manual” do controle de traçao que o renegade e o hr-v já tem automatico, só apertando botaozinho

        • Tosca16

          pra mim é um paliativo para vc pensar que tem um carro preparado para um off-road de leve; e esse crossover bem, nem alto é para lhe dá essa sensação .

          • Darwin Luis Hardt

            por isso acho que o grip control é mais pra ir pro sítio só, nem precisava ter seletor de terreno entao nesse caso, só um simples botao e pronto, ninguem aqui vai andar com ele na neve, nem arriscar colocar numa areia solta

            • Tosca16

              é mais marketing; lhe recheia de funções inutilizáveis no dia dia ou de desempenho duvidoso … por mim qualquer sistema meia boca que fizesse a leitura automática do terreno tava de bom tamanho, só precisa acender um ícone no painel e o pessoal pensa que tá abafando no off-road kkkk.

              • Ricardo

                Não mesmo cara, pode não ser 4×4 mais já foi testado e comprovado por vários meios de imprensa especializados, além do mais tem um teste na lama com e sem o grip control.

                • Tosca16

                  Vamos dá uma olhada melhor, nem visual de off e altura ela tem, mas não me parece das piores, apesar que cá pra nós não veremos tantas nas ruas quê dirá na lama .

            • KVF

              Na Europa ele é usado na neve, existem vários vídeos no Youtube, inclusive numa pista indoor subindo e descendo uma rampa rebocando um snowboard.

        • Ricardo

          piada isso? O HRV tem? me conte mais.

          • Darwin Luis Hardt

            nao é piada, o HR-V tem também, só muda o nome:

            Sistema VSA (Vehicle Stability Assist – Assistente de tração e estabilidade)

        • Gustavo73

          Não, é mais completo.

    • Wagner Lopes

      Boss, ajuda aí cara…diferencial com bloqueio elétrico. Se bobear é o mesmo fornecedor da Fiat para a Strada Locker. Pergunta para os proprietários da Strada se o Locker é só enfeite? Infelizmente o lado técnico de nossa imprensa “especializada” é muito pobre e não dá a informação completa.

      • Freaky Boss

        Wagner
        diferencial com bloqueio elétrico, ok, mas isso dispensaria o tal botãozinho de “neve, areia, etc”. Marketing puro na minha visão. Mas não é só peugeot que faz isso não. Estou criticando aqui porque a reportagem é sobre um peugeot.

        • Thales Sobral

          Será que é só isso mesmo? Não altera parâmetros do controle de tração/estabilidade/abs não?

        • Wagner Lopes

          Não é marketing. É atuação via software. Mudam-se os parâmetros para a atuação ou não do controle de tração, estabilidade bem como do ABS. São sutis as mudanças? Sim mas ajuda.

        • Leandro

          Filho, tem vídeo no youtube dele nessas situação.. na lama patinando e saindo bem de um luga que o HR-V atolaria… antes de falar procure se informar..

      • Marcos Souza

        Meu pai tinha uma weekend locker e usou algumas vezes quando foi pescar. Ele trava as duas rodas então ajuda um pouco…mas nada comparável a um 4×4

    • Gustavo73

      E os concorrentes, principalmente o HRV oferecem oque?

      • Antonio De Julio

        Honda deixou claro que a pegada do HRV é asfalto.

        • THE GUNSLINGER

          Honda só para asfalto por este preço? Compre um Civic.

    • Fábio

      Faz mais bonito que o HR-V.

  • Vanderley Almeida

    Fico imaginando se a Peugeot não tem analistas nas redes sociais, que monitoram a satisfação dos clientes, porque não é de hj que se ouve falar da péssima relação das concessionárias com os clientes, da desvalorização excessiva do seu produto e dos altos preços de manutenção. Só agora resolveu reagir, porque desse letargia?

    • Bruno Wendel Marcolino

      o meu PUG 207 não é cara a manutenção, é até mais barato que o Fox que eu tinha além de mais econômico.

      • GPE

        Qualquer carro tem manutenção na CCS mais barato que um VW. Isso é fato! Revisão de 6 em 6 meses e mão de obra cobrada por fora pelo preço que a CCS quiser é pra torar!

        • Bruno Wendel Marcolino

          Fora as peças que também são caras.

          Porém não entendo como só a PUG leva as dores de manutenção cara e pós venda ruim, pra mim está no padrão ou até melhor que as marcas “convencionais”.

          • GPE

            Na CCS o preço da VW é alto. Fora dela, nem tanto. O problema da PUG é quando vc precisa fazer algo fora do básico. Aí geralmente sai alto

            • Bruno Wendel Marcolino

              Fazia manutenção fora da CCS no meu Fox e achava caro.

              Não sei o que se refere fora do básico, mas comparando preço de peças(iguais) entre os dois modelos e custo de mão de obra, o PUG saiu mais barato.

            • Burnout

              Depende, algumas peças “fora do básico” estão equiparadas ou até mais baratas que seus concorrentes diretos. Mas é fato, uma ou outra peça é mais cara, e as que são caras, realmente fazem jus ao preço. Exemplo é o coxim superior. O da carroça é elastometro e o do carro (Peugeot) é hidráulico.

      • Vanderley Almeida

        Eu sei que muito do que se lê na Internet é bobagem de gente que nem conhece os carros da marca. Eu conheço bem, vários amigos tem 207,208, 308, escapade e até hoggar. Aqui em minha cidade tem muitos. Só acho que a marca tinha de fazer uma ofensiva para desmistificar isso

    • Ricardo

      Saiu uma matéria que diz que o Peugeot 2008 é o que tem o menor índice de reparação dos novos Suvs e consequentemente seguro mais barato, além da revisões serem tabeladas até 60mil km, só para ter uma ideia o Peugeot THP vc gasta cerca de 3700 reais de revisão em 60mil km e no já ultrapassado Ecosport vc gasta mais de 4mil em 60 meses, pessoal vai pelo que é dito no boca a boca nem procura saber do que realmente é a situação verdadeira.

      • Vanderley Almeida

        Eu li algumas reportagens falando msm sobre o teste que aponta o índice de reparabilidade de veículos nacionais e importados (CESVI Brasil), achei muito importante para alavancar as vendas do modelo. De certa forma isso influencia. Particularmente não dou bola pro que esse povo propagandeia na internet. O que me incomoda é a empresa demorar a responder isso.

  • TijucaBH

    Concordo com o texto em praticamente tudo, porém roda 16 nele tá de bom tamanho. O perfil do pneu nao ficou tao alto e esteticamente ficou legal. Roda 17 o pneu ficaria muito baixo e sensível à buracos.

    • what_the_hell??

      Concordo! Para esse carro a proposta é justamente enfrentar um pouco melhor nossas vias lunares! Então, um pneu de perfil baixo só iria piorar essa questão!

  • Leandro Figueiredo

    Pelo menos na minha visão é o melhor custo beneficio da categoria disparado. Um Griffe THP top por 79k esmaga um HR-V EX “pelado” por 82k e até um Renegade Longitude 1.8 manco por 81. Por preços iguais, acho o 2008 a escolha mais racional possível, pena é não ter o cambio automático… Mas valorizo muito mais a segurança, e esses 6 airbags compensam muito. Se tivesse grana ia no 2008 de olhos fechados.

    • Mapa aqui

      O carro falha em ergonomia. A Peugeot tenta vender como esportivo, etc mas é um suv.
      Apertado demais na frente, o volante encosta nas pernas, se você tem mais de 1,7 tem quebaixar muito o banco, teto baixo, cabeça próxima da porta.
      Não é preço, marca.. O carro é ruim mesmo na categoria.. Por isso as vendas tão ruins.

      • Ricardo

        A peugeot não vende como esportivo, o carro vem com pneus misto eroda 16 e isso não é verdade, o carro tem uma otima ergonomia, só vc disse isso, eu tenho 1.83 e não senti nada de volante encostado na perna, e olha que sou ex fisiculturista tenho mais de 110kg, minhas pernas são grandes, acho que o pessoal fala muito sem realmente fazer pelo menos o teste drive, ou melhor, não faça o teste drive, se não vc apaixona pelo carro.

        • Lofin

          O pessoal fala DEMAIS sem ter a experiência de dirigir o carro.

        • Mapa aqui

          Vamo la Ricardo, A Peugeot esta dando sim um vies de carro esportivo, basta ver evendos com Ricardo Zonta, Pupo Moreno e outros.. em um SUV ??.
          Sinceramente, sou um pouco mais baixo que voce e nao imagino como voce tenha ficado confortavel nesse carro. Banco no chao ? tipo cabine de pilotagem ? tudo bem, mas como eu disse tudo nao condiz com a proposta de um suv.
          Não tenho preconceito algum, possuo 2 automoveis Citroens e nao vejo problema em critica-los..
          “O pessoal fala muito sem realmente fazer pelo menos o teste drive”…bem, a impressao que passa e que, além da agressividade, voce é um 2008 fan ou fez o teste neste carro apenas por reportagens em revistas.

          • Ricardo

            Fiquei confortável sim, o carro tem muita regulagem, quanto a pilotos pegar o carro, até o uno fizeram volta rápida, isso não quer dizer nada.

            • Mapa aqui

              Não sei.. Não vi teste de velocidade com o renegate, HRV , duster…
              Geralmente os suv’ são testados em pista de chão, lama e olhe lá.

          • KVF

            Mapa aqui, eu tenho 1,82 cm e mais de 100 kg e me adaptei perfeitamente ao 2008 THP, basta regular o volante em profundidade e o banco que se acha a posição ideal de dirigir. Rodo muito em estrada e a ergonomia dele é boa, mesmo dirigindo por horas.

            • Mapa aqui

              Eu não consegui este conforto. Ficou muito mais evidente quando você compara com o líder HRV.

          • Gustavo73

            Ele e os concorrentes são crossover e não suv.

  • Eduardo Brito

    O 2008 THP é a melhor opção para quem quer gastar 80K num crossover. O calcanhar de aquiles do carro é a falta de um cambio auto. Eu apostaria que peugeot deve apresentar o cambio 6 marchas automático no carro no ano que vem, junto com o 208 e o C3.

    • Arthur Lima

      Tomara que isso aconteça. Aí será a hora de procurar estes 2008 THP 2015 com câmbio manual. O preço vai despencar.

    • MMM

      Além do câmbio, um defeito muito grande é a ausência de isofix que foi capado na versão brasileira. Para um segmento desses, acho imperdoável.

      • what_the_hell??

        Sério???
        Não sabia desse detalhe!
        Será que ter que desenhar o banco sem eles não acaba custando quase o mesmo que deixá-los?? e tentar ganhar na escala??

        • MMM

          Pelo que eu li, o 2008 europeu possui um sistema similar ao ULT da Honda. O sistema foi capado e o Isofix foi junto…

          • Debraido

            É isso mesmo. Foi vergonhoso.

      • Ricardo

        O isofix é uma falha, mas sabemos que o INMETRO não homologou ainda, é extremamente difícil achar esse tipo de cadeirinha por aqui, meu amigo teve que importar e ainda pagou imposto (item de segurança a receita deveria deixar passar, mas como aqui é Brasil né, fazer o que).E no fim todos os carros tem algum defeito, o queridinho atual o HRV não vem com airbags laterais na na versão de 92mil e o Corolla nem na versão de 100mil vem com Esp, mas o pessoal tende a criticar muito os carros franceses e bater sempre na falha enquanto os mais vendidos essas falhas ficam pra escanteio.

        • MMM

          Não Ricardo, é muito fácil comprar cadeirinha com Isofix. É só querer. Eu comprei 2 pelo site da Amazon, paguei imposto, entregaram no Brasil e ainda saiu mais barato que uma cadeirinha vendida aqui sem isofix.

          E lógico, todos carros tem algum defeito e se você procurar nos tópicos, vai ver que as pessoas reclamam das falhas. Este tópico é sobre o 2008 e nada mais natural do que criticar o 2008.

          E pra finalizar, não existe versão de 92 mil no HRV, existe de 90.700 e ela vem com air bags laterais.

          • Ricardo

            Coloquei 92 por causa da cor, mas que seja 90mil é caro e tem 4 airbag, além de não ter sensor crepuscular e limpador automático, para um carro de mais de 90 mil é absurdo, mas no geral só lembram do isofix, agora vc dizer que é fácil comprar cadeirinha isofix é dose, e quem não sobe ou não pode comprar fora, como eu disse é um item de segurança, não devia faltar, mas outros carros tem até pior, acho falta do ESp até mais grave, como é o caso do corolla de mais de 100 mil.

            • MMM

              Com certeza o caso do Corolla é pior, mas pra mim que tenho filho pequeno, o isofix é tão importante quanto. Sobre a cadeirinha, obviamente que o ideal seria vender aqui, mas nao e por causa de um governo inepto, que meu filho nao vai usar a melhor cadeirinha disponivel. E volto a dizer, é muito facil comprar. E te digo mais: comprei um aquecedor infravermelho na Amazon e no mesmo dia comprei uma cafeteira de expresso no Magazine Luiza. O aquecedor, que saiu da Pensilvania chegou antes, com todos os impostos devidamente pagos.

              • Gustavobrtt

                Magazine Luiza tá osso. Comprei um fogão, não entregaram em 1 mês, tive que cancelar a compra. Pelo menos devolveram o $$.

          • CorsarioViajante

            Obrigado pela dica de comprar a cadeirinha na Amazon!

            • MMM

              Corsário, veja só, comprei a cadeirinha em 17/03/14 e me entregaram no dia 24/03/14.

              Comprei uma da Safety 1st que se chama Summit De Luxe. Paguei $100, mais $62 de frete e $150 de imposto, que eles mesmos já recolhem e vc recebe a cadeirinha com a Darf paga.

              No total saiu por $ 312. Considerando que na época o dólar estava R$2,3, dava algo em torno de R$ 700 o que é mais barato do que uma boa cadeirinha SEM isofix no Brasil.

              E vou te falar que vale MUITO a pena.

              Depois disso viajei várias vezes e acabei comprando mais cadeirinhas e vendi essa no mercado livre por R$ 850 :)

              http://produto.mercadolivre.com.br/MLB-630172573-cadeirinha-isofix-safety-1st-summit-deluxe-_JM

        • CorsarioViajante

          De fato! Meu carro tem Isofix e não acho cadeirinha em nehnuma loja, só no mercadolivre e cia.

  • Max

    Se um dia eu optasse por comprar um carro desse, a primeira coisa que faria seria retirar do carro os logos com a marca da Peugeot.

  • CorsarioViajante

    Simpatizo com o 2008, acho um carro bacana, os equipamentos de série já são legais desde a versão básica e o preço está sempre um pouco abaixo da concorrência para o que oferece. O que falta mesmo é confiança na marca de forma geral, e tomara que a peugeot se esforce e trabalhe neste sentido.

    • Thiago K. Galiza

      Eu simpatizo com os carros, mas não com a marca… É tipo isso, tem o produto mas não sabem vender e dar o pós venda

  • Dorcas Luca

    Falta câmbio automático de 6 velocidades e principalmente, marketing descente. Mas… a peugeot sempre faz a coisa certa e sempre tarde demais.

  • Cidadão

    Mais um daqueles carros que todo mundo elogia, mas ninguém compra

    • KVF

      Eu comprei e estou muito satisfeito com o 2008 THP.

      • Gabriel M. Vieira

        Já vai preparando o relato pra postar aqui! Bela compra, parabéns! THP é top demais!

        • Ricardo

          Tbm comprei o THP, carro bom demais, consumo de carro popular e anda igual esportivo, fantástico, já tive o Jetta Tsi e estou gostando mais do 2008, tendo em vista que anda praticamente igual mas é muito mais confortável, o Jetta tinha perfil baixo, socava muito, chegava de uma viajem desgastado, culpa não é do Jetta mas sim de nossas estradas, mas com o 2008 que filtra bem as imperfeições ficou muito divertido pegar estrada, agora quanto ao tão criticado cambio manual, vão me desculpar, mas ficou perfeito o casamento do motor THP com esse fantástico cambio de 6 marchas, passar as marchas é como passar faca quente na manteiga, de tão macio e justos que são os encaixes, realmente até agora é só alegria, gostei tanto que andei mais de 1000km em uma semana, recomendo no minimo um bom test drive pois o carro é muito bom, vão sem preconceito e façam o teste, eu fiquei anos nos japoneses, não tenho que reclamar, no entanto minha esposa tem umFit CVT, mas na sinceridade o custo beneficio dos japas são horríveis paga-se muito para ter pouca, o nome Honda, Toyota é muito caro. Outra coisa que esqueci de falar, por causa do hill assist fica fácil tocar o 2008 mesmo manual em subidas e descidas, uma baita mão na roda.

          • THE GUNSLINGER

            Excelente relato. Estou faz tempo de olho no carro, esperando passar o efeito novidade para tentar uma condição mais vantajosa no negócio.

      • Fábio

        Opa, faz o relato cara. Estamos curiosos.

  • Ricardo

    Criticou uma coisa que acho bom, pneu de perfil alto e roda 16, falando em Brasil isso não é ruim, ainda mais em um SUV compacto, engraçado que o Golf TSI vem com rodas 16 e ninguém criticou, a imprensa especializada costuma fazer isso, em determinado carro são mais exigentes em outros nem tanto.

    • Bruno Wendel Marcolino

      Eu prefiro 16 mesmo, mas talvez ele quis se referir que com roda 17 e pneu de perfil baixo o carro fique melhor acertado no comportamento dinâmico, porém, isso ocorre na maioria dos carros, porém o conforto sempre é comprometido, depende de qual
      finalidade o dono irá dar ao carro, na minha opinião

      • what_the_hell??

        Acho que quem compra um carro com esse perfil prefere um pouco mais de conforto e segurança ao passar na buraqueira nossa de todo dia do que em desempenho!
        Se fosse pra ter um carro com pneus esportivos melhor comprar logo um 307 ou Bravo!

    • Gustavo73

      O Corolla top tem rodas 16. E elogiaram por favorecer o conforto. Aí um altinho que deveria em teoria andar em terrenis acidentados tem qie ter rodas 17″?

  • Paulo

    A verdade é uma só, o carro não vende porque não agrada ao olhar do comprador. Onde que esse carro é bonito? parece uma Vemaguet. Nunca que vai concorrer com HR-V ou Renegade e nem vai chegar nas mil unidades mensais.

    • Bruno Wendel Marcolino

      beleza é subjetiva meu caro.

      Eu particularmente acho ele o mais bonito, até mais que o HR-V que vem em 2º colocado.

      Minha opinião, respeito a sua só não concordo.

      • sepchampions

        o problema é que o 2008 está mais para uma perua do que SUV, e isso faz diferença pra maioria das pessoas.Pra mim com um cambio automatico se eu fosse comprar um ´´SUV“ seria esse 2008.

        • Bruno Wendel Marcolino

          Por isso mesmo gosto do 2008, tem jeito de Perua :D

    • Fábio

      1- Beleza é subjetivo. Acho ele bonito.
      2- HR-V é SUV de Shopping.
      3- Renegade e.torq é manco.
      4-O 2008 merece vender mais!

    • Ricardo

      Eu gostei mais do 2008 por que ele é mais sóbrio, além de acha-lo muito bonito. O HRV acho a frente muito espalhafatosa, vai enjoar rápido e a Honda vai ter que fazer um face lift, assim como acontece com o civic, vem muito arrojado e envelhece rápido, desgasta. Assim como nos Sedãs que prefiro o Jetta justamente por ser mais sóbrio.

      • Arthur Lima

        Eu já acho o HR-V mais bonito. Aliás não penso que o Honda seja um carro ruim, mas tem algumas falhas.
        4 AB na versão topo de linha é de matar. O preço desta versão também é um ultraje.
        Eu até compraria um HR-V EXL se viesse com 6AB e custasse o mesmo que o 2008 THP. As coisas se equivalem, se o 2008 não tem câmbio AT, o HR-V não tem motor turbo nem teto.
        Mas custando mais de 10 mil reais a mais o Honda é carta fora do baralho para mim.

  • Blanka

    O carro é lindo de fato. Em casa eu tenho um Peugeot 208. Bom carro. Sem arrependimento algum com a compra. Se esse carro vale 80 mil? Comparando outros carros do mesmo nível do mercado, acho que até vale. O problema é que, com 80 mil existem muitas opções no mercado. Particularmente, não me vejo pagando 80 mil neste carro, nem no da Honda, nem da Jeep e muito menos no EcoSport. Com 80 mil, acho escolheria outro carro. Não posso afirmar pois somente após fazer test-drive se pode afirmar qualquer coisa que seja sobre um carro.

  • Bruno Wendel Marcolino

    Pra mim é o único carro que compraria na categoria, já que é uma categoria que eu particularmente não gosto.

  • Richard Barbosa

    Só achei que a matéria prejudicou muito a marca, dando muita enfase em “defeitos”, aonde na verdade era só capricho do avaliador. Pra mim só falta cambio automatico e o encosto de braço.

    • Marcio Santos

      Inclusive ficou muito claro no acelerados que o carro é bom de curva, nada do que foi escrito nesta avaliação, em um circuito truncado e cheio de curvas ele bateu com folga o golf tsi 1.4, com folga e pneus de uso misto.
      Ou seja, ele é muito bom de curva, muito equilibrado.

    • THE GUNSLINGER

      Marina Silva, é você?

  • Gian

    Eu vejo a Peugeot cometendo erro atrás de erro:

    1) No salão do automóvel de 2014, não havia 2008 para você entrar (apenas um numa plataforma elevada e outro cortado no meio para vc ver de longe). Enquanto isso tinha renegade de todas as cores e versões para você fuçar tudo.

    2) Lançar a versão TOP sem transmissão automática: nem preciso comentar nada.

    3) Comercial só fala “bonito, bonito, bonito, bonito” (mesma coisa que fazem com o 208)… Oras: alguém precisa ouvir que a Gisele Bündchen é bonita? Porque não comunicam as virtudes não tão óbvias do modelo (bom espaço interno, porta-malas, desempenho, motor turbo flex com injeção direta…)? Ficam só no “bonito, bonito, bonito”…

    • Lyn

      Na verdade o comercial tenta justamente mostrar que ele é mais que um rostinho bonito.

      • Gian

        Minha opinião:
        Ao dizer o que “não é” (só um rostinho bonito), eles acabam naquela situação da Nissan quando lançou a geração passada do Sentra dizendo que “não tem cara de tiozão” (e de fato não tinha). Na cabeça das pessoas ficou: carro de tiozão.

        • Lyn

          Entendo o seu ponto. É a diferença da mensagem que o comercial quer passar para a que o comercial consegue passar.
          Eu particularmente acho um erro de marketing a peugeot tentar “lutar” contra a beleza do carro.

    • Ricardo

      A peugeot tinha que realmente focar no conjunto mecânico mostrar o grip control e o motor THP que é um dos melhores do mundo na cilindrada e consumo que é o melhor dos SUV compacto.

  • Fabricio Conchon

    Se não existisse nenhum outro carro na mesma categoria… Ainda assim o 2008 sofreria pra ser o mais vendido…. Perde até pra sombra dele mesmo.

  • Chicão

    Quanto a conclusão do texto:
    Relaxa. A maioria dos que compram esses carros e os suvs, são pra subir em rampa de shopping.
    Não vejo problema, cada um compra o que pode. Mas eles não vão usar nem metade do que o carro oferece mesmo.

  • Antonio De Julio

    Pena que o porta-malas é pequeno, senão seria minha escolha.

    • Rogério Rodrigues

      Resposta tipica de quem não tem conhecimento de causa. Porta-malas dele tem 355L, esta longe de ser pequeno. Pequeno é o do Renegade por exemplo que tem 283L.

      • V12 for life

        Dependendo do uso que se faz é pequeno sim, para mim por exemplo nada com menos de 500 litros serve, por isso só tenho sedans.

      • Antonio De Julio

        Negativo! Já fui ver o carro e pra mim 355 é pouco. Renegade nem fui ver. Não costumo falar sem ver o carro antes.

      • Cesar Mora

        o Sandero tem 320L, para um Hatch está bom.. mas para um carro com perfil familiar acaba sendo pouco mesmo… menos porta-malas que um classic…

    • what_the_hell??

      Pelo menos é bem maior que o do Renegade!

      • Antonio De Julio

        O que não é dificil…

    • Gustavo73

      Na categoria perde só para o HRV e Duster.

      • Antonio De Julio

        e ganha do Eco e Renegade. Empate, rs

  • fejunk

    Acho que é a primeira vez que escuto isso. Defeito do carro: “anda demais”

    • Gustavobrtt

      0-100 em 8s, o cara não dá nenhum destaque.
      Tem japones aí que faz em 9,9s e os jornalistazinhos babando ovo falando “ah como anda demais”, falta só lamber o carro.

      • fejunk

        quando o cara n sabe oq fazer para fingir que entende de carro ele malha Peugeot maior clichê do nosso mercado automotivo. E paga pau para Honda ou Volks. Já tive Honda. Sim são bons carros, mas já passei dessa fase.

  • GPE

    O carro é feito pra ser “alto” (ou pelo menos mais alto que um carro “normal”) e vencer buracos com maior facilidade. Aí a reportagem pede pra carro ter um pneu de perfil mais baixo!!!! E sendo o pneu 205/60 R16, a medida menor seria 205/55 R16, que é pneu de Corolla, Civic, etc…

    Quanta incongruência.

    • Ricardo

      é o que eu tinha dito, em certos carros e marcas as reportagem procuram pelo em ovo, se a Peugeot quisesse isso não traria o 2008 THP e sim o 208 GTi

    • what_the_hell??

      Isso mesmo! Achei muito mal feita essa reportagem!

  • Gran RS 78

    A Peugeot é mestre em estragar os seus produtos no Brasil. Primeiro foi com o falso 207, depois com a demora em lançar o 308. Quando eu estava achando que a marca iria parar de dar “mancadas”, anunciou um face lift no 308 atual, sendo que o mesmo já tem uma nova geração à venda na Europa a pelo menos um ano. Agora a marca comete o erro com esse belo 2008, em não colocar um cambio automático de seis marchas, tanto no 1.6 aspirado como no top THP. Desse jeito, a marca irá perder o 1% de participação de vendas em nosso mercado, coisa inimaginavel a uns 4 anos atrás.

  • Raphael

    excelente carro, bonito , ótimo custo x beneficio…..mas seu grande pecado foi o mesmo da Amarok aqui no Brasil, não chegou com o cambio automático………..e outro problema que enfrente é o preconceito em relação a peugeot aqui no Brasil….

  • V12 for life

    Gosto é subjetivo, mas a faixa espelhada acima das portas traseiras é o suficiente para estragar todo o resto, o problema da Peugeot é que ela sempre bate na mesma tecla e se esquece que seus produtos tem outras qualidades, e essas devem ser mais ressaltadas do que as que todos percebem ao olhar.

  • Alexandro Henrico von Mann

    Pessoalmente eu acho esse carro muito feio.

  • Gustavo73

    “O 1.6 de 122 cv – presente nas versões Allure e Griffe – é apenas mediano e não poderia bater de frente com a maioria dos rivais.”
    Pelo que tenho lido, o HRV teri um desempenho melhor. Mas Renegade 1.8, Duster 1 6 e EcoSport 1.6 não acho que andem mais ,pelo menos não algo considerável.

    • Lu RS

      Cara parece que todo mundo aqui é piloto….

      Povo mesmo comentou…..preferem um AT bom ao turbo….

      E se vc for ver…quem compra este tipo de carro…..pensa assim mesmo…

      Então o 1.6 16 estaria de bom tamanho se tivesse um AT competente…

      • Gustavo73

        Acho legal a versão THP, mas para a proposta do carro na minha opinião não precisava ter 165/173 cv. Poderia ter 150 na gasolina, provavelmente seria mais econômico e já teria um excelente de desenpenho. Com relação ao at no 1.6 16 v eu concordo.

        • Atley jackson

          Nesse caso, a enxurrada de críticas seria porque o 2008 teria menos CV que os demais irmãos que teriam 165/173cv, e a mancada seria a redução da potência.

          • CorsarioViajante

            Exato. No fundo é impossível agradar à Sta Inquisição dos comentaristas.

        • Lu RS

          Eu como gosto de motor….teria tendência a ir para o THP….mas como vc mesmo falou..uma potência menor….não traria nenhum problemas nas vendas do carro…

          E o perfil do comprador do carro é mais tranquilo, mais focado em conforto, economia, etc..

  • Peraldiano

    O mercado automotivo brasileiro ainda é marcado pelo preconceito, ignorancia e atraso. Aqui prevalece o carrão, a marca e o preço alto.
    Lá na Europa a Peugeot está tirando pé da lama com o 2008.
    Ok, tem versão diesel e uns mimos a mais, mais a qualidade do carro é indiscutível e o volume de vendas é constante.
    Infelizmente a mentalidade da maioria dos compradores é ir atrás da marca da temporada e se iludir com uma duvidosa “desvalorização” na revenda, esquecendo que o preço mais baixo hoje já “cobre” a desvalorização futura.
    Sinceramente, se for para pensar em desvalorização, é melhor comprar Gol e Uno.
    Esse 2008 peca por não ter um cambio automático decente, e se vende apenas 600 por mês, problema dele. Fora isso, teria tudo para vender bem mais que isso, mas a Peugeot não deixa….

  • Vattt

    Gostaria que esse 2008 custasse os 43 mil que pagamos aqui em casa em nossa 207 SW 2010, por que hoje a minha peruinha com apenas 47 mil km custa bem abaixo da tabela Fipe, o que dá um desgosto muito grande. É nisso que dá ter uma rede tão enchuta e de dificil acesso a muitos. A Jeep e Hyundai, abriram várias lojas em todo o país em pouco tempo, isso é credibilidade e força da marca!!! Mas espero que a Peugeot encontre um lugar ao Sol e deixe a pedância dos franceses de lado e seja mais global sem perder a qualidade e o charme.

    • renanfelipe

      Espero que a “junção” de atividades com a citroen melhore bastante isso. Tbm tenho uma 207sw e torço pra que a marca se reerga dessa fase ruim, pois os produtos são ótimos…

  • Thiago

    Esse motor prince desenvolvido pela BMW/MINI/PSA é muito bom, o resto nem vou comentar…Fiquei impressionado com com o desempenho do carro, anda na frente de golf com o terrível câmbio da PSA.
    O acabamento parece ser bom pelas fotos, porque o acabamento do HRV EX-L é muito ruim, a porta é de tecido e puxador de uma imitação de couro barata.

    • Ricardo

      Como terrível cambio cara, e o mesmo cambio manual que equipa o DS3, só porque é manual não quer dizer que é ruim, o cambio é ótimo por sinal, não ser Automático é uma coisa ser ruim é outra. E falando nisso o que fez esse carro andar na frente do Golf foi exatamente o otimo casamento do motor THP+cambio manual de 6 marchas.

      • Thiago

        Me confundi, achei que era o mesmo manual de 5 marchas do resto da linha.

        • Ricardo

          e disso que falo, sempre é aquele negocio critica primeiro os franceses, não estou falando que vc teve essa intenção, mas está bem explicito que o carro tem 6 marchas, mas as vezes o cara vem comentar para denegrir o carro sem ao menos ler a analise.

          • Lu RS

            Por ai…..em vez de tentar passar mais uma fase do Need4speed vem pra cá torrar a galera kakakakka

    • Lu RS

      PSA não fabrica câmbios…

  • DiogoFVargas

    O PÚBLICO DESSE TIPO DE CARRO ESTÁ MAIS PREOCUPADO COM CAMBIO AT DO MOTOR TURBO. ESSE FOI O GRANDE ERRO DA PEUGEOT, O ANTIGO AT DE 4 VELOCIDADES.

  • DiogoFVargas

    O público deste seguimento exige e se preocupa mais com câmbio AT do que com motores mais potentes. 95% deste modelo emplacado é para rodar em cidades com transito intenso. As vantagens em um cambio mais moderno e que proporcione mais economia, seria mais interessante do que optar por uma versão THP manual de 6 marchas. O motor 1.6 THP é top, eu sei, mas o ideal seria este motor com um AT6speed.

  • cefaf

    Tivesse o 2008 uma versão com tração integral, eu compraria na hora.

  • Atley jackson

    Estive pesquisando aqui, e o 2008 1.6 THP, não existe em lugar algum do mundo ( nem manual e muito menos automática ), esse motor só equipa o 2008 Brasileiro, portanto, a Peugeot se ” esforça” para oferecer o THP mesmo que manual inicialmente no 2008 e todo mundo ” mete o pau”!?!? vai entender…
    Sobre a avaliação : “O 1.6 de 122 cv – presente nas versões Allure e Griffe – é apenas
    mediano e não poderia bater de frente com a maioria dos rivais.” pelo que vi, somente o HR-V anda melhor que esse 1.6, os demais ( Eco, Duster e Renegade ) estão na média ou andam até menos ( Renegade ), e a verdade é que sobre as curvas, com essa percepção do piloto/jornalista que ela rola um pouco, mesmo assim ela é melhor que os demais pseudos SUVs em curvas, inclusive, andando na frente de Golf na pista, conforme o teste do canal Acelerados, portando não entendo o critério…

  • Lu RS

    Acho que falta um pouco mais de objetividade na análise, apesar de considera-la boa.

    Não é esperado que um carro deste segmento tenha suspensão firme e sim confortável, mesmo que macia ou permitindo inclinação.

    Não é feito para fazer curvas no limite…simples assim…

    Qto a suspensão chegar ao final de curso facilmente, é uma característica de projeto da montadora, ao qual ao meu ver, não satisfaz os consumidores principalmente deste tipo de carro….isso aparenta inconscientemente um fator negativo de baixa qualidade do produto…

    Ponto negativo…..

    E o pior deles…a falta do AT para este motor……

    No Velocyta o “SUV” fez um tempo de volta muiiiiitoooooooooo bom…..deem um confere lá…me surpreendeu o tempo de volta do carro…….

  • Elcio Peixoto

    É um bom carro…
    Mas vai micar com certeza em vendas… Depois falam que brasileiro tem preconceito com Peugeot, etc,etc.. Tem nada disso….. Eles que erraram grotescamente nesse carro…..

    1º – É um nicho de mercado voltado a familias e mulheres principalmente. Esse publico não compra carro manual, esquece isso… Pode falar o que for, cambio de 6 marchas, etc, etc… A mulher do sujeito não liga pra isso. Vai querer o cambio automatico e pronto…

    2º – A versão AT, que atenderia a esse publico (que representa mais de 80% das vendas do Jeep/HRV) vem com uma porquera de cambio de 4 marchas… O mesmo desde o 206, o mesmo que brasileiro não vai comprar, porque acha que da pau (ok, a gente sabe que é falta de manutencao, entope as solenoides, etc, mas o publico em geral nao sabe)… Ai casam essa porquera desse cambio com um motor fraco, o 1.6 16v aspro (pra esse carro é fraco)…. Que que acontece? Bebe mais que Zafira AUT 2.0 e anda pra trás…… Ai vem a desculpa porca que o cambio de 6 nao cabe na plataforma… Será??? A propria AISIN que faz o cambio do DS, etc.. tem uma versão de 6 marchas minuscula que usa no 500… Q q isso? Falta de interesse da PUG em investir no carro…

    Por isso que a marca não anda… Brasileiro não é tão bobo mais não….. Ele pesquisa, olha na internet, visita outras marcas…… Sinceramente, é um carro que tinha tudo pra dar certo, bonito, etc….. Mas que por burrices da Peugeot vai micar….. Na verdade já micou né… HRV vendendo quase 5.000, Jeep na faixa de 3 a 4 e esse PUG 600…… É……. Pode fechar q já deu…

  • Lucas Leao

    quase o mesmo 0 a 100 do “esportivo” Civic Si.

    • Gustavobrtt

      Os caras babam ovo no 0-100 em 9s do SI, e esse que faz em 8s, não dão um destaque. Vai entender.

  • Cesar Mora

    Tem o melhor conjunto motor mesmo.. mas ainda acho que para ser um carro com perfil familiar ele é muito pequeno… fui conhecê-lo e um 308 em final de vida era mais barato, com mesmo motor, acabamento (bem) melhor, muito mais espaço interno e mais divertido de andar… tudo bem que sou grande(1,86 e meio!), mas nem com o teto de vidro não me senti claustrofóbico no banco de trás do 2008.

    mas é bom termos opções, quanto mais opções no mercado melhor!

    • THE GUNSLINGER

      E o 308 tem câmbio automático de seis marchas.

  • Ricardo

    Comparativo de revisões dos suvs compacto até 60mil km.

  • Hugosw

    Nunca irá vingar pelo valor de R$80mil sem um câmbio automático. Quem gasta este valor em um veículo não quer passar trabalho e se preocupar com trocas de marchas, há uma minoria que pensa diferente.
    A versão intermediária com câmbio automático de 4 machas é uma piada de muito mal gosto na dona Peugeot.

    • Ricardo

      Concordo, deveria ter vindo com pelo menos o cambio de 5 marchas usado na Europa, só acho estranho a pouco tempo a grande Toyota vendia igual água o Corolla de 4 marchas e não via tanto enfoque nisso.

  • Samuka Sam

    A PSA o grande erro dela é não fazer carros pelados, frágeis e feios, atributos necessários para se ter sucesso no mercado nacional. Tem que produzir carro baratinho, com peças de terceira para ser mais barato de arrumar. O povo comenta do câmbio automático, bom, daí vai ser assim os comentários na hora que colocar o câmbio automático no 2008, ah.. mas não é de dupla embreagem nem powershift, e por aí vai, é como aconteceu com o 408 e Lounge, agora possuem o câmbio automático mais moderno do mercado e não arranca nas vendas. Tem que fazer carros pelados, frágeis, feios e caros, só isso o que a PSA precisa fazer.

  • fopf

    Sinceramente, não sei o que a peugeot pretende, se quis inovar, não sei se consegue, o carro não é um hatch, não é uma perua, não é um suv, tem espaço de 208(apertado)….bonito é, e o motor thp é interessante, mas….

  • Milton Fabiano Camargo

    Belíssimo “utilitário”. Lindo demais, um carro super equilibrado. Más estratégias à parte, muito da situação ruim da Peugeot se deve à fama que os brasileiros inventaram sobre as marcas francesas.

  • Marcio Lima

    A peugeot vai crescer muito no Brasil, mas precisa investir para ter resultados. Não dá pra esperar ter lucros para começar a melhorar realmente seu pós venda, preços…

  • ################Carlao GTS

    como já foi dito: esperou demais…. parece até que, antes de ser lançado ;
    estavam liderando algo por aqui…..

  • Vattt

    Por que não colocaram o cambio AT6 na versão 1.6?????? Isso não dá pra aceitar.

  • Claudio

    Entre um 2008 THP ,HRV automático 1.8 ou Renegade 1.8 automática..fico com o Peugeot manual.

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 11 anos. Saiba mais.

Notícias por email

Send this to a friend