Mercado

Qual o melhor carro nacional dos anos 90?

Qual o melhor carro nacional dos anos 90?

A década de 1990 foi, sem dúvidas, uma das mais agitadas no mercado automotivo brasileiro. Foi nesta década que o governo brasileiro abriu o mercado para a importação de automóveis, complicando demais a vida das marcas que produziam seus modelos no Brasil.


Por conta desse e outros motivos, os consumidores brasileiros passaram a ver soluções até então inéditas nos carros nacionais e importados. Entre elas, os carros com motor 16 válvulas, tecnologia turbo e até injeção eletrônica de combustível.

O Fiat Tempra foi o primeiro carro a usar motor turbo entre os modelos nacionais. Já o Gol GTi foi o primeiro nacional a usar um propulsor com injeção eletrônica de combustível.

Tudo isso demonstra que as fabricantes nacionais realmente “acordaram” de 1990 para cá. Mas qual é o melhor carro nacional dos anos 90?

O melhor carro nacional dos anos 90?

Bem, se pararmos para pensar qual é o melhor carro nacional dos anos 90, temos muitas opiniões divergentes. Alguns vão pensar nos modelos mais luxuosos, outros vão pensar nos emblemáticos carros esportivos dos anos 90, e outros vão pensar naqueles que davam menos problemas e eram os mais econômicos.

Pensando nisso, fizemos uma lista geral dos modelos mais emblemáticos daquela época, para que você possa por si mesmo decidir qual é para você o melhor carro nacional dos anos 90, essa época que marcou a vida de tanta gente. Lembrando: estamos aqui falando de carros nacionais, aqueles feitos aqui no Brasil.

Os melhores carros luxuosos dos anos 90

Chevrolet Opala Diplomata

Qual o melhor carro nacional dos anos 90?

Dentre os modelos luxuosos, temos várias opções, com a maioria delas na linha da Chevrolet, que sem dúvida tinha um diferencial em termos de carros luxuosos nos anos 90. Nessa década, o Chevrolet Opala Diplomata estava no final da sua vida, tendo sua produção encerrada em 1992.

Já era um modelo ultrapassado e beberrão em comparação com outros nacionais, mas seu luxo e desempenho ainda faziam muitos babar quando o viam, já que o Opala marcou a vida de muita gente desde lá o final dos anos 60.

Chevrolet Omega

Qual o melhor carro nacional dos anos 90?

Falando em Omega, temos finalmente o modelo mais luxuoso da GM nos anos 90, o Omega CD. Quando ele foi lançado por aqui em 1992, foi um choque para o mercado, um modelo muito superior a tudo que era vendido no Brasil na ocasião.

O Omega trouxe novos níveis de luxo e também de performance, especialmente em sua versão CD que tinha um motor 3.0 de seis cilindros importado da Alemanha. Com o tempo a GM introduziu no Omega CD o antigo motor 4.1 do Opala, atualizado e com injeção eletrônica, como uma maneira de reduzir custos e também resolver o problema do motor 3.0 que já não estava mais disponível na Europa.

Os melhores carros médios dos anos 90

Volkswagen Santana

Qual o melhor carro nacional dos anos 90?

Um dos carros médios que marcou época na década de 1990 foi o Volkswagen Santana. Ele chegou na verdade em 1985, mas foi em 1991 que ele recebeu suas mudanças mais profundas, como resposta aos carros importados – devido à reabertura do mercado para as importações.

Ele recebeu um visual mais esportivo, traseira mais alta e até uma versão quatro portas. Além disso, o sedã ficou mais refinado, com direito a motor 2.0 com injeção eletrônica e 114 cv, freios ABS, teto solar elétrico, volante com ajuste de altura, bancos com ajuste lombar, acabamento interno em couro e até CD player.

As mudanças foram tão relevantes que permitiu que o Santana fosse vendido até

Chevrolet Monza

Qual o melhor carro nacional dos anos 90?
Chevrolet Monza tubarão

Embora tenha sido lançado na década de 1980, o Chevrolet Monza também fez história e foi considerado um dos melhores carros da década de 1990. O Monza Classic, versão mais luxuosa na época, chegou em 1986.

Neste ano o Monza Classic era 1.8, mas em 1987, com a estreia do motor 2.0, é claro que a versão de topo passou a ter o motor maior e mais potente. Em 1989 a versão Classic passou a ser chamada de Classic SE.

O Monza ganhou uma atualização visual bem completa em 1991, passando a ser apelidado Monza “Tubarão”, por causa da sua frente mais pontuda, que parecia a ponta do corpo de um tubarão. Com este novo visual, o Monza Classic SE passou a ter injeção eletrônica e também tinha itens muito luxuosos para a época, como o painel digital, que era o mesmo do Kadett GSi, um pouco diferente do painel digital do Omega.

Fiat Tempra

Qual o melhor carro nacional dos anos 90?

O Tempra foi a primeira aposta da Fiat no segmento de carros mais refinados. Até então, a marca vendia apenas utilitários e carros populares. Além disso, ele trouxe uma série de inovações, como o fato de ser o primeiro carro nacional com motor 16V em 1993 e o primeiro sedã médio turbo produzido localmente, este lançado em 1994.

Lançado em 1991, o Fiat Tempra chegou por aqui logo depois do seu lançamento no mercado europeu. A versão brasileira do sedã tinha um motor 2.0 litros a gasolina de só 99 cv. Oferecia itens como direção hidráulica progressiva, rodas de liga-leve, som com toca-fitas, ar-condicionado, vidros e travas elétricas, bancos em couro, entre outros.

O Tempra Turbo foi o divisor de águas da linha. Chegou com motor 2.0 litros turbo de oito válvulas, com 165 cv e 26,5 kgfm. Podia acelerar de 0 a 100 km/h em cerca de 8,3 segundos.

A Fiat vendeu também o Tempra SW, uma perua importada da Itália. Era bem equipado, com airbags, freios a disco nas quatro rodas com ABS e EBD, ar-condicionado digital, entre outros.

O Fiat Tempra foi descontinuado em outubro de 1998, logo após a chegada do Marea.

Os melhores carros compactos dos anos 90

Ford Escort XR3

Qual o melhor carro nacional dos anos 90?

A primeira versão do Escort XR3 chegou ao mercado no ano de 1983. Porém, em 1993 o carro ganhou a sua segunda geração. O então novo Ford Escort XR3, que recebeu o apelido de “Escort sapão”, recebeu um novo motor.

O carro adotou um propulsor 2.0 litros AP, com injeção eletrônica de combustível, capaz de desenvolver 115 cavalos de potência. No ano seguinte, esse propulsor passou a beber somente etanol e chegou a entregar 122 cv.

Em comparação com sua antiga geração, o Escort XR3 ficou mais alto, mais curto e mais largo. Fora isso, o entre-eixos foi ampliado em 12 centímetros, melhorando consideravelmente o espaço interno.

Entre os recursos, ofertava aerofólio traseiro, bancos Recaro, ar-condicionado, teto solar manual, sistema de som com toca-fitas e equalizador, rodas de 14 polegadas, entre outros.

Volkswagen Gol GTi

Qual o melhor carro nacional dos anos 90?

Perto da virada de década, a Volkswagen lançou o Gol GTi em 1989. A versão esportiva do hatch compacto fez dele o primeiro carro nacional equipado com injeção eletrônica de combustível. Ele era diferente de qualquer Gol, com faróis auxiliares, para-choques prateados, aerofólio, rodas Orbital de liga-leve de 14 polegadas, bancos do tipo Recaro, volante e alavanca de câmbio em couro nappa, entre outros.

O Gol GTi contava com o mesmo motor 2.0 AP2000 do Santana, mas com a já mencionada injeção eletrônica. Gerava 120 cv e 18,4 kgfm, levando o hatch esportivo de 0 a 100 km/h em 10 segundos.

Ainda na década de 1990, mais precisamente no ano de 1994, a VW lançou a segunda geração do Gol GTi, baseado na “geração bolinha”. O carro adotou um visual mais moderno e limpo. Fora isso, o motor AP2000 recebeu injeção eletrônica multiponto, mas agora com 109 cv e 17 kgfm devido ao uso do catalisador.

Já em 1995, este motor foi substituído por um 2.0 16V importado da Alemanha. O Gol GTi 16V gera 145 cv e 18,4 kgfm e atinge os 100 km/h em só 8,8 segundos.

Ricardo de Oliveira

Ricardo de Oliveira

Técnico mecânico, formado há 23 anos. Há 12 anos trabalha como jornalista no Notícias Automotivas, escreve sobre as mais recentes novidades do setor, frequenta eventos de lançamentos das montadoras e faz nossos testes e avaliações. Também trabalhou nas áreas de retificação de motores, comércio e energia.

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros para mais de 450 milhões de pessoas, por mais de 13 anos. Saiba mais.

Notícias por email