Seta e pisca alerta parou de funcionar, o que pode ser?

Seta e pisca alerta parou de funcionar, o que pode ser?

Ambas são imprescindíveis em um automóvel, mas uma delas é usada diariamente, enquanto a outra, apenas quando há um problema. E se falharem? Então, caso seta e pisca alerta pararem de funcionar, o que pode ser?

Seta e pisca alerta são muito importantes num veículo. A primeira é chamada de repetidor ou indicador de direção, responsável por indicar aos demais motoristas, motociclistas e pedestres, do sentido em que o veículo vai virar.

Ela geralmente está junto com o conjunto ótico frontal, não necessariamente junto ao farol. Pode aparecer nas laterais, nos retrovisores ou para-lamas dianteiros, enquanto na traseira, está dentro das lanternas.

No caso do pisca alerta, sua função já está descrita e indica uma situação de problema com o veículo, sendo necessária sua parada no acostamento ou em lugar apropriado.

Apesar de alguns motoristas usarem o pisca alerta em frenagens fortes ou quando o trânsito para na estrada, isso é proibido, pois o uso destina-se apenas ao carro que estiver parado.

Veja também: Buzina parou de funcionar, o que pode ser?

Seta e pisca alerta parou de funcionar, o que pode ser?

Seta e pisca alerta parou de funcionar, o que pode ser?

Seta e pisca alerta usam o mesmo circuito elétrico, pois ambos compartilham as luzes indicadoras de direção. Apesar disso, possuem fusíveis e relês diferentes.

Como cada um tem função específica, mas um pode interferir no funcionamento do outro, problemas em comum normalmente fazem os dois pararem de funcionar ao mesmo tempo.

Quando geralmente ocorre o problema, as setas não funcionam, assim como o pisca alerta.

Botão do alerta

Seta e pisca alerta parou de funcionar, o que pode ser?

Para verificar o problema, inicialmente o recomendável é testar o botão do pisca alerta.

O motivo é que o circuito elétrico da seta passa antes pelo do alerta. Então, se este apresentar um defeito, pode impedir o funcionamento dos repetidores de direção.

Note que, mesmo que eles não estejam funcionando, o painel provavelmente indicará uma luz da seta como se estivessem em operação. Por isso, é preciso estar atento.

No caso, ao ligar a seta, mexa no botão do alerta para ver se o repetidor de direção volta a funcionar. Caso positivo, este botão está com problemas e precisa ser trocado.

Dependendo do carro, pode ser necessário trocar o dispositivo de acionamento interno.

Relê

Seta e pisca alerta parou de funcionar, o que pode ser?

Se mesmo assim seta e pisca alerta não funcionam, o ideal é verificar o relê do pisca. Ele é individual, já que o alerta depende do repetidor de direção para funcionar.

Assim, se o relê da seta não estiver funcionando, nenhum dos dois atuará.

É ele que permite que a luz do pisca no painel fique acesa, mesmo com o dispositivo não funcionando na prática.

Alguns carros possuem dois relês de seta, um para cada lado de direção, mas apenas um pode queimar eventualmente, deixando o outro funcionando.

Ainda assim, é importante trocar os dois para evitar problemas na rua.

Fora isso, eles ficam no quadro de fusíveis ou na coluna de direção.

Fusível

Seta e pisca alerta parou de funcionar, o que pode ser?

Antes do relê, um item que pode estar queimado nas setas e pisca alerta não funcionais é o fusível de cada um deles. A queima pode indicar curto circuito ou defeito na fiação elétrica.

A troca é simples, bastando verificar no painel de fusíveis o número correspondente para seta e pisca alerta, substituindo o componente defeituoso por um novo de mesma amperagem.

É importante salientar que, se o fusível novo queimar imediatamente, há um curto circuito no sistema elétrico e é preciso uma assistência técnica.

Caso ocorra novo defeito após algum tempo, isso indica problemas na fiação elétrica.

Alarme

Seta e pisca alerta parou de funcionar, o que pode ser?

Por fim, o alarme pode fazer com que seta e pisca alerta deixem de funcionar corretamente se estiver em curto ou com mau funcionamento. Isso porque ele utiliza as mesmas lâmpadas, mas sua operação é independente do relê da seta.

Por isso, é importante verificar e providenciar o reparo apenas no alarme.

Ricardo de Oliveira

Técnico mecânico, formado há 25 anos. Há 14 anos trabalha como jornalista no Notícias Automotivas, escreve sobre as mais recentes novidades do setor, frequenta eventos de lançamentos das montadoras e faz nossos testes e avaliações.