Listas Top 10 Mercado Pickups Preços

TOP 10: As picapes/caminhonetes mais baratas do Brasil

TOP 10: As picapes/caminhonetes mais baratas do Brasil

Está em dúvida a respeito de quais são as picapes caminhonetes mais baratas do Brasil? Pois bem, aqui você encontrará a sua resposta.  Neste novo TOP 10, vamos falar das picapes e caminhonetes mais baratas do Brasil.


O segmento é bem desenvolvido no Brasil, inclusive temos as picapes compactas derivadas de carros de passeio, algo que só existe mesmo no Brasil. Por outro lado, infelizmente não temos as pickups grandes vendidas lá no exterior, com exceção da RAM 2500, que é caríssima para os padrões brasileiros. Porém, nos últimos anos, perdemos pelo menos dois modelos: Ford Courier e Peugeot Hoggar. Também deixamos de importar a SsangYong Actyon Sports, que retorna em 2018.

Além disso, criamos um nicho novo neste mercado, com o lançamento da picape compacta “grande”, que no caso é a Fiat Toro, obrigando a concorrência a desenvolver pelo menos três rivais para os próximos dois anos, sendo um da VW, outro da Hyundai e mais outro da General Motors. Há também uma opção de picape essencialmente off-road, o Agrale Marruá em versão picape.

Picapes compactas mais baratas

TOP 10: As picapes/caminhonetes mais baratas do Brasil

A opção mais barata começa no segmento de compactos com a moderna Volkswagen Saveiro, que custa R$ 48.390. Sim, é isso mesmo, uma picape compacta em sua versão mais simples já está beirando os R$ 50.000. Aliás, não é somente ela, as outras duas rivais também partem próximo dessa faixa de preço, o que é bem ruim, pois há pelo menos cinco anos era possui comprar um picape leve 1.0 de origem chinesa por meros R$ 19.990…

Picapes intermediárias mais baratas

TOP 10: As picapes/caminhonetes mais baratas do Brasil

Depois temos um novo segmento, o das picapes intermediárias Renault Duster Oroch e Fiat Toro. Elas partem de R$ 68.150 e R$ 91.990, respectivamente. Aí temos uma grande diferença nos preços pois como a Fiat Toro é mais equipada e também está vendendo muito bem, a Fiat não precisa criar uma versão mais simples. Já a Oroch de R$ 68.150 é bem simples e nem rodas de liga leve tem.

Picapes médias mais baratas

TOP 10: As picapes/caminhonetes mais baratas do Brasil

Entre as picapes médias, os preços são bem mais altos, começando acima dos R$ 100.000. As picapes mais vendidas tem apenas opções Flex nessa faixa de preço, como é o caso de S10, Ranger e Hilux. Outras que não vendem tanto oferecem versões diesel mais acessíveis, como é o caso da Ford Ranger XLS Flex por R$ 106.990, enquanto a simplória Volkswagen Amarok S custa R$ 116.490.

Abaixo, as TOP 10 com as picapes caminhonetes mais baratas do Brasil:

1) Volkswagen Saveiro – R$ 48.390

A picape da Volkswagen é a mais moderna entre as três leves que existem no mercado nacional. Recentemente atualizada, ela adicionou mudanças no visual e até na mecânica, mas especialmente focou no trabalho com a versão Robust, que manteve o interior antigo, mas ficou mais barata e pronta para o serviço. O motor é o velho EA111 1.6 8V de até 104 cv, equipado por um câmbio manual de cinco marchas. Tem versões cabine simples, estendida ou dupla, esta última recentemente adicionada à versão de entrada.

2) Fiat Strada – R$ 48.790

A longeva picape da Fiat é a líder absoluta do mercado e nem mesmo o sucesso da Toro a fez perder a posição. Apesar disso, é um projeto muito antigo e que nos próximos dois anos deve finalmente ser renovado, pois já conta com 20 anos nas costas. Igualmente focada no trabalho com a versão Working, ela é bem simples, prática e robusta, tendo uma mecânica confiável e baixo custo de manutenção. Seu motor 1.4 Fire Evo despeja até 88 cv nas rodas dianteiras. Nas versões mais caras, o motor é o E.torQ 1.8 de até 132 cv e há até o sistema Locker na Adventure.

3) Chevrolet Montana – R$ 49.090

Se a Strada é antiga, então a picape da GM pode ser considerada ainda mais, pois utiliza uma plataforma do Corsa B de meados dos anos 90. Embora a rival da Fiat tenha recebido vários melhoramentos ao longo da vida, o modelo da Chevrolet retrocedeu, pois a anterior era mais moderna e feita sobre o Corsa C. Assim, houve um “downgrade” tecnológico que custou a presidência da montadora. Não à favor, mas contra a ideia, que hoje tem apenas duas versões e o igualmente velho 1.4 Econo.Flex de até 99 cv. Uma nova geração de modelos globais da Chevrolet deve trazer uma nova picape para a marca.

4) Renault Duster Oroch – R$ 68.150

Ela é a terceira picape de marca francesa que surgiu no Brasil – as duas primeiras foram a robusta 504 Pickup e a feia Hoggar – e aproveita a experiência da Dacia na Romênia com o Duster modificado para uso interno. Agora “de fábrica”, a picape cabine dupla é uma opção interessante pelo custo menor que a Toro e por ser maior que as leves. É simples como Logan e Sandero, mas conta com motor 1.6 SCe de até 120 cv e um 2.0 de até 148 cv. Peca por não ter opção automática e muito menos 4×4, o que deveria já estar disponível, pois a diferença de preço para a rival da Fiat é enorme.

5) Fiat Toro Freedom Flex – R$ 91.990

Sensação do mercado de picapes, o modelo pernambucano já está cerca de R$ 15.000 mais caro que no momento do lançamento, há quase dois anos. Feita sobre uma plataforma global e robusta, que nem parece ser de origem Fiat, pois sustenta os modelos da Jeep de forma exemplar, a picape cabine dupla tem um padrão bem superior ao resto do portfólio da marca no país e vem bem equipada, tendo motor 1.8 E.torQ Evo de até 139 cv como opção de acesso, mas o diferencial é que não há opção Flex manual, sendo oferecido apenas câmbio automático de seis marchas (nove na versão 2.4). Há também o Tigershark 2.4 de até 186 cv e o Multijet 2.0 diesel com 170 cv.

6) Ford Ranger XLS Flex – R$ 106.990

Agora verdadeiramente global, já que está de volta até ao mercado americano, a picape média da Ford deve ganhar atualização visual em breve e é um dos modelos mais robustos do mercado. Nesta versão XLS, o modelo apresenta cabine dupla e um bom nível de equipamento de conforto, comodidade e segurança. O motor é o Duratec 2.5 de 173 cv e o câmbio é manual de seis marchas, mas a tração é somente 4×2. Ela chama atenção por ter direção elétrica e sete airbags no habitáculo, além de vir com multimídia e outros muitos equipamentos de conforto e segurança.

7) Toyota Hilux SR Flex – R$ 108.990

Atualmente é a picape média mais vendida do mercado, mas sempre está em briga com a rival da Chevrolet. Nesta versão de acesso e com cabine dupla, o modelo da marca japonesa apresenta um conjunto bem robusto, confiável e valente, que é reconhecidamente um dos melhores custo-benefícios do mercado. Com motor 2.7 VVT-i de até 163 cv e transmissão manual de cinco marchas, essa opção tem ainda tração nas rodas traseiras. Embora seja a mais simples, vem com multimídia Toyota Play com CD/DVD/GPS/TV digital/Bluetooth/USB, entre outros.

8) Chevrolet S10 LT Flex – R$ 111.490

A picape da General Motors disputa com a da Toyota a liderança do segmento médio e é um produto bem atual. Atualizada recentemente, ela começa com motor Ecotec 2.5 SIDI Flex com até 206 cv e câmbio manual de seis velocidades. Trata-se de um motor moderno e ainda acompanhado do câmbio automático de seis marchas, que dá mais conforto ao dirigir. É uma versão que já vem bem completa e ainda conta com Android Auto e Car Play, além de direção elétrica, ar-condicionado, trio elétrico, entre outros.

9) Mitsubishi L200 Triton GLX (diesel) – R$ 114.990

A versão GL anterior não está mais disponível, assim a picape da marca japonesa agora começa em R$ 114.990 na GLX, que tem a vantagem de ser uma legítima 4×4 com direito ao motor diesel 3.2 de 180 cv, usado no restante da gama dessa geração que, infelizmente, é a antiga. Apesar de estar desatualizada, possui um design bem atual e por isso ainda é muito desejada por quem gosta de picapes. O câmbio manual tem apenas cinco marchas e o pacote de equipamentos é básico, mas suficiente se o cliente comprar o veículo para o trabalho.

10) Volkswagen Amarok S (diesel) – R$ 116.490

A picape média da VW é cara em relação às demais, sendo que o preço acima é referente somente ao modelo com cabine simples, diferente das demais. Básica, a versão de acesso vem com motor diesel 2.0 TDI de 140 cv e transmissão manual de seis velocidades, que trabalha com um sistema de tração permanente nas quatro rodas. A caçamba é grande e como não há muitos lugares, serve mais para passeios individuais e, é claro, para o trabalho. Falta uma versão S com um preço menor, algo no mesmo patamar dos rivais, por isso e outras coisas, o modelo não emplaca tão bem quanto deveria.

Galeria TOP 10 com as picapes caminhonetes mais baratas do Brasil:

TOP 10: As picapes/caminhonetes mais baratas do Brasil
Nota média 3.7 de 3 votos

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros para mais de 450 milhões de pessoas, por mais de 12 anos. Saiba mais.

Notícias por email