_Destaque Conversíveis Listas Top 10 Mercado Preços

Top 10: os conversíveis mais baratos do Brasil

conversiveis-mais-baratos-brasil

O segmento de conversíveis sempre foi bastante escasso no mercado brasileiro. No entanto, agora a categoria dispõe de um número ainda menor de opções. Para levar para casa um carro “sem teto” no mercado de 0km, o consumidor precisa desembolsar pelo menos de R$ 64,9 mil. Já se o desejo for um conversível com apelo e desempenho esportivos, esse valor salta para mais de R$ 200 mil.

Confira abaixo os 10 conversíveis mais em conta à venda no Brasil:

1) Fiat 500 Cabrio – R$ 64.900

fiat-500-cabrio

O Fiat 500 Cabrio é o conversível 0 km mais barato que o seu dinheiro pode comprar e também um dos menores carros da lista. O modelo chama a atenção logo de cara pelo visual diferenciado, com ares retrô, e também pela capota de lona, que é operada eletricamente e o processo leva cerca de 15 segundos. Há três estágios: até os bancos dianteiros, até os bancos traseiros e até o porta-malas (os dois primeiros a qualquer velocidade e o último a até 80 km/h).

No caso da configuração mais em conta, o motor é um 1.4 litro Fire 8V flex de quatro cilindros, que rende até 88 cavalos de potência e 12,5 kgfm de torque, com câmbio manual de cinco velocidades ou automatizado Dualogic, também de cinco marchas, neste caso um opcional de R$ 3 mil. Há ainda o 1.4 16V MultiAir flex, com até 107 cv e 13,8 kgfm, acoplado a uma transmissão automática de seis relações, pelo preço de R$ 82 mil.

A versão mais em conta do 500 Cabrio é equipada com airbags frontais, freios ABS com EBD e BAS, controle eletrônico de estabilidade e de tração, assistente de partida em rampas, ar-condicionado, direção elétrica com dois programas de condução, trio elétrico, banco do motorista e volante com regulagem de altura, faróis com regulagem elétrica de altura, rodas de liga-leve de 15 polegadas, sensor de estacionamento traseiro, entre outros.

Como opcional, há teto na cor vermelha (sem custo adicional), além de sistema Blue&Me, controle de cruzeiro, sistema de som Beats ou Alpine com seis alto-falantes, subwoofer e amplificador, volante multifuncional em couro, elevando o preço do carro para R$ 69 mil.

2) MINI Cooper Cabrio – R$ 164.950

mini-cooper-cabrio-s-NA (18)

O segundo conversível da lista também é outro modelo pequenino, com apenas 3,85 metros de comprimento. A nova geração do MINI Cooper Cabrio, que foi lançada no mercado nacional em agosto desse ano, está disponível em duas configurações diferentes: S e John Cooper Works. A variante S é oferecida com motor 2.0 litros e transmissão automática.

O propulsor que equipa o conversível é um quatro cilindros turbo a gasolina, que desenvolve 192 cavalos e 28,5 kgfm de torque, com um câmbio automático de seis velocidades com trocas de marchas por aletas atrás do volante. O conjunto inclui também suspensão adaptativa e seletor de modos de condução com três opções. O teto do carro é de lona e pode ser acionado eletricamente a até 30 km/h e fecha em 18 segundos.

Entre os equipamentos de série, há sistema de navegação Professional, sistema de som Harman Kardon com 12 alto-falantes e 410 watts, volante revestido em couro, bancos dianteiros com ajuste de altura, sensor de chuva e de luminosidade, faróis de LED, ar-condicionado digital de duas zonas, head-up display, controle de cruzeiro adaptativo, sistema de frenagem de emergência, bancos revestidos em couro (nas cores cinza, marrom claro, marrom escuro ou preto), sensor de estacionamento traseiro, câmera de ré, sistema keyless, partida por botão, entre outros.

3) Audi A3 Cabriolet – R$ 175.180

audi-a3-cabriolet-azul-1

O A3 Cabriolet é apenas um dos três carros da Audi que ocupam parte deste ranking. A versão “sem teto” da família A3 está disponível em versão única de acabamento. O destaque do carro é, obviamente, o teto retrátil, que pode ser acionado em velocidades até 50 km/h e leva cerca de 18 segundos para abrir e fechar.

Sob o capô, o conversível esconde um 1.8 litro TFSI a gasolina, de até 180 cv e 25,5 kgfm, com câmbio automatizado S tronic de sete velocidades e dupla embreagem e tração dianteira.

Na lista de equipamentos, há controle eletrônico de estabilidade, diferencial de deslizamento limitado, direção eletromecânica, sistema multimídia MMI Navigation Plus com mapas 3D (opcional), sistema Audi Drive Select, ar-condicionado automático de duas zonas, volante e bancos com revestimento em couro, sensor de estacionamento traseiro, entre outros.

4) BMW 420i Cabrio – R$ 214.950

bmw serie 4 428i cabrio 2

O Série 4 Cabrio se posiciona como o conversível mais em conta da linha da BMW no Brasil e é também o quarto do ranking, com seu preço de R$ 214.950 na configuração 420i (há ainda a topo de linha 428i). O modelo é o único da lista a dispor de capota rígida, que pode ser operada eletricamente e a operação de abrir e fechar leva 25 segundos.

Na motorização, há um 2.0 litros turbo de quatro cilindros a gasolina, com 186 cv de potência e 27,5 kgfm de torque, associado a uma transmissão automática de oito velocidades e tração traseira.

Entre os itens, há sistema de som Harman Kardon, bancos com revestimento em couro sintético Sensatec, sistema multimídia com serviços de concierge, informações de transito em tempo real e armazenamento de 20 GB, faróis bi xenônio, ar-condicionado digital de duas zonas, bancos com ajustes elétricos e memória, entre outros.

5) Chevrolet Camaro Conversível – R$ 250.290

chevrolet-camaro-conversivel-2

Embora a nova geração esteja prestes a ser lançada, o Chevrolet Camaro Conversível continua sendo oferecido no mercado brasileiro. A variante do muscle-car está disponível no País também em versão única, com preço de quase R$ 250,3 mil, e dispõe de um motorzão V8 e câmbio automático de seis marchas. A capota é de lona, operada eletricamente, que leva 20 segundos para abrir e fechar.

O Camaro Conversível usa um propulsor 6.2 litros a gasolina, que despeja 406 cavalos de potência e 56,7 kgfm de torque, associado a uma transmissão automática de seis velocidades com opção de trocas manuais de marchas por aletas atrás do volante e tração traseira.

O conversível da Chevrolet é equipado com airbags frontais e laterais (com extensão para proteção de cabeça), controle de estabilidade e de tração, freios Brembo com ABS e EBD, rodas de alumínio de 20 polegadas, ar-condicionado, faróis com acendimento automático, câmera de ré, volante com ajuste de altura e profundidade, direção elétrica progressiva, retrovisor interno eletrocrômico, head-up display, retrovisores externos com aquecimento e função eletrocrômico, partida remota, sensor de estacionamento traseiro, volante multifuncional em couro, sistema MyLink com tela sensível ao toque de sete polegadas e navegador GPS, sistema de som Boston Acoustics Sound, bancos dianteiros com ajustes elétricos e aquecimento, acabamento interno em couro, entre outros.

6) BMW Z4 – R$ 256.590

bmw-z4-2013-2

Outro modelo BMW da lista é o Z4, que já soma longos sete anos de mercado e deverá ser substituído em breve por um roadster inédito. O carro está disponível no País na configuração sDrive 20i, que usa um motor TwinPower Turbo a gasolina, capaz de entregar 186 cavalos e 27,5 kgfm, com câmbio automático de oito marchas e tração traseira.

O BMW Z4 dispõe de espaço interno para apenas duas pessoas. Já a capota é rígida e operada eletricamente em 19 segundos com o carro em movimento até 40 km/h.

Nos itens de série, há faróis xênon, controles de estabilidade e tração, airbags frontais e laterais, assistente de partida em rampas, freio de estacionamento eletrônico, ar-condicionado automático de duas zonas, bancos com ajustes elétricos, acabamento interno em couro, sistema de entretenimento BMW ConnectedDrive, sistema de som premium, entre outros.

7) Audi TT Roadster – R$ 258.140

audi-tt-roadster-2015-3

Com cerca de um ano de mercado, o novo Audi TT Roadster está disponível por pouco mais de R$ 258 mil e atrai pelo visual agressivo, conjunto mecânico eficiente e, obviamente, pela capota retrátil de lona, que pode ser aberta ou fechada em apenas 10 segundos a velocidades de até 50 km/h. A configuração está disponível apenas em uma versão de acabamento, a Ambition.

O Audi TT Roadster usa um motor 2.0 TFSI a gasolina, que entrega 230 cv e 37,7 kgfm, com câmbio S tronic de seis velocidades e dupla embreagem e tração dianteira.

Nos itens de série, há airbags frontais, laterais e de cabeça, faróis Full LED, assistente de freio de estacionamento, sensor de estacionamento traseiro, acabamento interno em couro e Alcântara, ar-condicionado automático, bancos dianteiros com ajustes elétricos e apoio lombar, Audi Virtual Cockpit, start/stop, sensores de luz, chuva e estacionamento, retrovisor interno antiofuscante, volante multifuncional com paddle shifts, sistema de som MMI Plus com sistema de navegação e rodas aro 19.

8) Audi A5 Cabriolet – R$ 264.900

audi-a5-cabriolet

A linha Audi A5 já foi completamente renovada lá fora, mas a versão conversível ainda não ganhou uma nova geração. O modelo “sem teto” segue sendo oferecido por aqui em versão única, que custa R$ 264,9 mil, e é equipada com um motor 2.0 TFSI de 225 cavalos de potência e 35,7 kgfm, com transmissão S tronic de sete velocidades e dupla embreagem e tração integral quattro. A capota do carro é de lona e pode ser aberta ou fechada eletricamente em 15 segundos, a velocidades até 50 km/h.

Nos itens de série, o A5 Cabriolet entrega faróis bi xênon, luzes diurnas de LED, sensores de luz e chuva, rodas aro 19, ar-condicionado automático, volante esportivo em couro, bancos dianteiros com ajustes elétricos e apoio lombar, acabamento em couro e Alcântara, airbags frontais e laterais, assistente de freio de estacionamento, controle de cruzeiro, controle de estabilidade e tração, sensores de estacionamento dianteiros e traseiros, direção Servotronic, sistema keyless, sistema de entretenimento MMI Plus, entre outros.

9) Mercedes-Benz SLC – R$ 292.900

mercedes benz slc 300 2016 6

O Mercedes-Benz SLC, embora tenha sido renovado recentemente, é um velho conhecido dos brasileiros. O roadster era oferecido como SLK, mas trocou de nome para indicar familiaridade com a linha Classe C, já que compartilha a plataforma e algumas tecnologias. A versão SLC 300 está disponível no Brasil por R$ 292,9 mil – há também o esportivo SLC 43 AMG, por R$ 399,9 mil.

O modelo é equipado com um motor 2.0 litros turbo de quatro cilindros a gasolina, de 245 cv e 37,7 kgfm, com um câmbio automático de nove velocidades (com aletas atrás do volante para trocas manuais) e tração traseira. O teto do SLC é rígido e pode ser aberto ou fechado em velocidades de até 40 km/h (a operação leva cerca de 20 segundos).

De série, há sistema start/stop, volante multifuncional revestido em couro napa, ar-condicionado automático digital, sistema multimídia com Apple CarPlay, câmera de ré, faróis Full LED, sistema de escape esportivo, sensor de chuva, airbags frontais, laterais e de cortina, controles de estabilidade e tração, assistente de partida em rampas, freio de estacionamento elétrico, entre outros.

10) Porsche 718 Boxster – R$ 368.000

Photoshooting do novos Porsche 718 Boxster S e 718 Boxster no Dama Golf Club em São Carlos - Foto: Duda Bairros/Porsche

O modelo mais caro deste top 10 é também o mais esportivo e o único da Porsche a ocupar o ranking. O 718 Boxster, que foi lançado em julho deste ano, nada mais é que uma versão remodelada do Boxster antigo, com direito a um novo motor turbo de quatro cilindros, que é mais potente e eficiente que a antiga unidade de seis cilindros.

Na motorização, há um 2.0 litros boxer turbo, que rende 300 cavalos de potência e 38,7 kgfm de torque, com um câmbio automatizado PDK de sete velocidades e dupla embreagem e tração traseira. Segundo dados da Porsche, o esportivo vai de 0 a 100 km/h em 4,9 segundos e alcança velocidade máxima de 275 km/h. A capota do carro é de lona e leva 9 segundos para abrir ou fechar.

Entre os itens de série, há airbags frontais e laterais, faróis bi xênon com luzes de LED, rodas aro 19, bancos com ajustes elétricos, sensores de chuva e de estacionamento, ar-condicionado de duas zonas, sistema multimídia com navegador GPS e acesso sem fio à internet, retrovisores eletrocrômicos, controle de cruzeiro adaptativo, entre outros.

[Matéria publicada em 6 de outubro de 2013 e atualizada em 17 de outubro de 2016]





  • dudupruvinelli

    O preço do 308 é, no mínimo, absurdo. Ok ok, todos são aqui no Brasil.. mas esse é muito mais.

    • mgbalbo

      Também acho, há quem justifique dizendo que é bem diferente do 308 comum. Mas não acho que isso justifique o preço em dobro. Eu nunca vi um rodando.

      • Eduvinhas

        Aqui em osasco tem um unico branco o proprietario tinha anteriormente um 307cc. e bonitao o carro mas nao acho que vale tudo isso que pedem nele.

    • Landrutt

      o 308 CC deveria custar no máximo 100k.

      • cavevolution

        Se tivesse uma capota de lona, este preço já seria mais real.

    • PONCIO PILATOS

      sei nao, mas pra quem é fã do 500, nao seria mais interessante comprar um com teto???
      ja tive um carro conversivel, decididamente nao gosto, mas nao discuto com quem goste.

      • Bruno Alves

        Poncios, que carro conversível você teve? Um Escort ou um Kadett? Brincadeira cara. Mais fala ai, fiquei curioso, qual carro conversível você teve?

        • PONCIO PILATOS

          hehehehe…. saquei…
          tive na verdade um escort conversível, o carro era 90 e o ano era 93 (ja era motor VW), e portanto na epoca tinha tres anos de uso, e era o carro da moda na epoca.
          tive também uma puma AM4, esta era ano 93 e o ano foi 96… ela tinha mecanica do GOL GTS, original de fabrica…
          mas explico pq nao gostei. No Brasil, infelizmente nao temos educação, entao, as vezes acontecia de eu estar parado em um semaforo, com a capota aberta, e um onibus do lado, as pessoas jogavam dejetos dentro do carro (papel de balinha, quinba de cigarro, latinhas de refri). Sem contar que uma vez, por sacanagem, jogaram uma quimba (ou guimba) de cigarro e queimou a capota original do escort, outra vez enfiaram uma faca ou canivete, logo, no Brasil é complicado, daí desgostei dos carros.
          Hoje, graças ao bom Deus, tenho capital para comprar um bom conversível, mas não tenho mais vontade.

          • Edson Roberto

            Na boa? Hoje????

            Cara…. o sonho de uma juventude a cada 10 universitários, 9 sonhavam em ter o Escort conversivel! e não era um carro barato de manter!!!

            Rapaz…. vc deve ter tido MUITO carro bom!!!

            Sobre conversiveis, só compraria modelos com capota rigida. Justamente por coisas como vc citou. Me lembro em desde o ano passado até março desse ano em que ia para Valinhos / SP, via todo santo dia um senhor com um Escort conversivel pérola (eu acho ele lindo nessa cor e é super rara, alias a versão é a Emerson Fittipaldi) rodando numa boa (uns 80km/h) na rodovia. Acredito ser uma sensação indescritivel poder rodar com ele na estrada. Mas com certeza na cidade, eu nunca ficaria rodando. O máximo seria voltar para casa. Mas como eu disse só com teto rigido por conta de nossos problemas, mas também, porque eu prefiro visualmente.

            Hoje como eu sou bastante racional, iria mirar mais em modelos com o teto panoramico do que conversiveis.

            • PONCIO PILATOS

              Pois é amigo Edson.
              Tive bons carros (e ainda tenho). O meu sonho mesmo é um porsche 911 antigo 72/75 ou uma ferrari 308… hoje até tenho a pipoca, mas o que não tenho é paciencia, e explico o porque. em brasília nao tem mecanico que presta, nao tem lugar pra levar o carro, as pistas tem muitos buracos, quebra molas demais, além de que, considerando o excesso de condomínios nao asfaltados, as ruas só vivem enlameadas de terra vermelha, entao, nao colocaria uma grana dessa num carro pra viver enlameado. Tenho um gol gti, que paguei um troco, meu sonho de juventude, e ando umas duas ou tres vezes por ano, pq toda vez que saio, volta enlameado, um lixo, entao, so vive debaixo da capa, assim como outros antigos que tenho, infelizmente…
              mas ja tive boas maquinas, dentre elas, santa matilde coupe (tuchada, comando skenderie, holley 650 cfm, etc), diplomata 92, puma gt 68 ( uns vinte pumas, tenho alguns ainda), kamann ghia, TL, gol gt, gts, kadett gsi, vectra gsi, xr3 1.6 e 1.8, uno turbo, mas agora me contento com um vovorolla 14, e um gol 1.6 do meu muleke, que confisco de vez em qdo, ou qdo vou em local muito ruim de vaga…

              • Edson Roberto

                ]Oi??? "Alguns Pumas?"

                Caraca…. isso que é rapaz alegre!

                Eu já pude dirigir alguns modelos esportivos e alguns raros. Mas perto do que vc já teve… não chego nem perto. Poxa, sempre quis andar em Uno Turbo… já tive um Uno ELX 1.0… quase mudei ele todo, no final deixei-o original.

                Bem… TL, Karmann, Gol GT, Uno Turbo, são os que não dirigi. Puma só entrei neles….rs

                Me lembro muito bem de qdo mais novo ter entrado em uma Lamborghinni e felizmente já pude dirigir BMW M3, dirigi por quarteirão uma Ferrari Testarossa…

                Mas meu gosto por antigos passou de verdade. Hoje em dia, sou uma pessoa ligada apenas em um carro tal qual seu Corolla, carros médios, sem pretensões com eles. Mas ainda sonho em obter um Focus Mk1,5 2.0 16v duratec para trackday. Esse seria "meu sonho de consumo" para rodar forte com um carro (preparado obviamente).

                • PONCIO PILATOS

                  hehehe alegre não, hehehe
                  mas um só carro que vc dirigiu (a "testarosa", cara vermelha) equivaleu a todos.
                  pois é, hoje tenho alguns antigos, mas nao tenho rodado mais nao, o transito nao permite, estou vendendo um a um na medida do possivel, ficarei somente com um, para olhar de qdo em vez.
                  uno turbo é um esportivo gostoso, mas, dos esportivos que ja dirigi, o que mais gosto é o gol gti…
                  ágil, impetuoso, barulhento, ruim de freio, e mal humorado, do jeito que gosto.

                  • visanpai

                    A alma da esportividade é essa brutalidade!
                    A tecnologia é ótima para nossa segurança, mas tira a graça de muita coisa, como a Fórmula 1.

    • AllanGFP

      Bem, eu acho que está no valor "correto". É o único Coupe Cabriolet 4 lugares do Brasil, tem sistema de som JBL, 5 estrelas no EuroNCAP, motor é o THP que temos no Brasil mas a configuração do câmbio foi feita na Europa. Tem os mimos tecnológicos de todos os carros topo de linha da Peugeot. Não é um carro que você compra pensando em custo/benefício, mas se você tem R$130.000,00 pra gastar em um segundo ou terceiro carro e quer um conversível, dá pra ir sem medo. O único problema é a PSA Brasil, porque o carro em si é ótimo.

      • Edson Roberto

        E o cambio tem um ajuste diferenciado em relação ao 308 "normal". Mas o preço dele é ainda muito alto.

    • Magnus

      O 308 CC tá mais pra RCZ do que pra 308 . . . . . Este carro é show , não acho o preço dele tão absurdo , tem nego pagando 100 mil em Golf 1.4 TSi . . . . . . . .

      • Edson Roberto

        E o preço desse 308 CC não seria "menos injusto" por R$100000?

      • Fake_of_Silva

        Por 100 mil você consegue um golf muito superior a esse 308, só que não vai ser conversível…

        • Superior em que???me cita aí as qualidades a mais do golf???Bom , pelo seu nome , eu nem devia perder tempo argumentando , quem fala sério se mostra não precisa ser ''FAKE'' . . . .

        • EDGAR__RJ

          Alguem lembra o preço do EOS, o " Golf Cabriolet" ???

    • afonso200

      importa um camaro V6 conversivel por importadora independente sem IPI or 10mil a mais que o 308CC

      • AllanGFP

        Vai lá fazer seguro então!

    • systechx

      Sim, e o TT que é basicamente um A3 roadster custa o dobro!

      • Edson Roberto

        Opa, esse tem explicação. Primeiro que há um mundo de distancia no acabamento do TT para o A3. Ele é bem superior nesse aspecto. Como ambos tem a montagem similar, podemos dizer sobre os materiais usados no TT que, além das colunas A e C, ele possui aluminio nas portas e estrutura plastica nos paralamas (o A3 é apenas aluminio nas colunas, aço nos demais itens).

        Para vencer o vento, o TT possui um desenho aerodinamico que corta melhor o vento, além de uma carroceria ligeiramente modificada para suportar a estrutura de uma batida com resistencia, além do que, oferecer uma dirigibilidade esportiva, aliado ao reforço de carroceria para não deixar o carro torcer nas curvas. Considere que, um conversivel fica muito mais inseguro senão for pensado na devida proteção. Ele tem muito mais reforço estrutural que o A3, justamente também, por ser um carro que podemos dizer que é de até alto desempenho.

        Ou seja, muda muita coisa. O 308 CC usa uma arquitetura muito mais simplificada nesse aspecto porque o foco dele não foi destinado a alto desempenho e sim ser um conversivel de passeio comum. Aliado a isso, perceba que curiosamente, o RCZ em suas partes internas das colunas (ao contrario do TT que a coluna em si é aluminio) apresenta aluminio e, além de ter sido feito um coupé de linhas remetidas ao TT, foi um modelo voltado a alto desempenho, não a toa irá receber a versão esportiva.

      • Exato .

  • Derek William

    um smart por quase 70.000??? nem sonho, o carro é feio, pequeno, deve beber que nem a mãe, e nem tem porta-malas. O único que presto dessa lista são as audi, mercedes, e porche, o resto nem se eu fosse um eick batista na vida

    • Dell

      se você fosse um eike batista, você estaria comprando um carro popular, que não consome muito e de manutenção barata!!!!!!!!

      • Pedro_Rocha

        E que iria ser confiscado depois a pedido de credores internacionais.

    • Edson Roberto

      Derek, algo de bom no Mini é justamente o motor e a economia de combustivel. (obvio, a segurança também)

      Mas é um carro duro, desconfortavel, mal acabado e se usar cambio automatizado, perceberá que é pior que qualquer I-Motion / Dualogic / Easytronic da vida.

      E realmente R$70000 eu prefiro comprar um 500 ou Picanto no lugar.

  • Nine Eleven

    Fico pensando como a célula de sobrevivência do Smart cabrio pode ser tão eficiente quanto do modelo coupé.
    Malditos engenheiros, mal posso ver seus movimentos…

    • cavevolution

      Pior que o Smart tirou ótimas notas em crash testes.

  • EuMeSmObYmYsElF

    os conversíveis menos absurdamente caros do Brasil

  • feantunes7

    O 308CC deveria custar no máximo uns 80k numa possível versão 2.0 e em uma outra versão com motor 1.6THP uns 90k no máximo! isso tudo ai, não vale nem lascando!

    • Isso que é um analista de mercado e economista profissional , vamos respeitar . . . . SQN!!!!!!!

  • adriano1989

    Esses dias eu ví um mini cooper roadster, coisa linda de deus!!!!Se eu tivesse que escolher um conversível 0km abaixo dos 150 mil iria nele sem duvidas!!!!

    • Por conta do meu trabalho eu sou "obrigado" a dirigir algumas máquinas(BMW,AUDI,etc)e se vc escolher um MINI Roadster John Cooper Works(JCW) 1.6 turbo 211 cv.Coloque no modo MANUAL,SPORT,entre num túnel e acelere,trocando de marcha na borboleta,motor sempre cheio…te garanto que o prazer de ouvir o ronco desse motor em questão é muito maior do que estar a bordo de um imponente BMW serie 7 V8,biturbo,400 e poucos cavalos,etc.

  • Landrutt

    Li em outro blog que o DS3 Cabrio deve chegar agora como linha 2014.

    • dudupruvinelli

      Vish… por quanto? 100k? Acho que o DS3 deveria custar no máx 65k já com o GPS que caparam do painel.

      • Landrutt

        Não foi dito mas eu ACHO que não chega nos 100k pra não canibalizar outro "problema" que a francesa tem, o DS4.O DS3 fechado deve ter redução de preços definitiva na tabela, hoje custa R$79.970 mas atualmente a marca anda fazendo saldão dele e oferecendo unidades 12/13 encalhadas por R$69.970…o DS3 já não vendia, depois do Fusca e Golf aí é que não sai das concessionárias mesmo, para manterem o modelo no mercado só com uma redução de preços. Outro que deve seguir o mesmo caminho logo logo é o DS4, que também anda encalhado.

        • Edson Roberto

          Sinceramente? Prefiro ele "hatch". Ele "cabrio" para abrir aquela lona esquisita, acho que o hatch é mais agradavel. Alias, passou da hora da Citroen ofertar no DS3 o NavDrive de série.

    • VININITEROI

      A inclusão dos modelos cabrios como conversíveis eu nao consigo aceitar.

  • uma frase que tenha as palavras "conversível" e "barato" não faz muito sentido.

    • Concordo plenamente . . . . . é a mesma coisa que comparar uma calça jeans de uma marca que vende na feira e usa jeans santista e uma Cavalera ou Zoomp que também usa jeans santista , uma custa 50 reais a outra custa 500 . . . . . ''HÁÁÁ , MAS O JEANS É O MESMO'' . . . .Compra quem pode e quem quer , questão de status e exclusividade . . . fazer o que . . . . . este é o mercado e o capitalismo . . . .

  • Leandro1978

    Este título deveria ser mudado para "menos caros", porque falar que um carro de R$ 62 mil é barato… E o terceiro então? R$ 126 mil…

    • doidim2011

      E esse , então?
      10) Porsche Boxster 2.7 – R$ 329.000

      • Leandro1978

        Pois é, e entre os dez mais "baratos"!!!

  • msouza91

    o unico problema é terem usado uma imagem do Mini Coupe no lugar do Mini Roadster, o Roadster tem teto de lona tbm, que nem o Cabrio

  • Tosca16

    FUSCA … KKKKKKKKKKKKK

  • Antonio JS

    Será que algum dia teremos um conversível nacional novamente?
    O novo Golf seria um candidato?

    • cavevolution

      Ou um Fusca TSI cabriolet?

  • Bobbytommy
  • doidim2011

    Como sou pobre, me daria satisfeito com um bem conservado conversível:
    1. PUMA GTS
    2. KADETT GSI (não me simpatizo com o Ford Escort XR3)
    3. PEUGEOT 206 CC (não me simpatizo com o Peugeot 306 CC)
    4. KARMANN GHIA
    5. MP LAFER

    • ariosvaldo araujo

      desses que vc citou doidim fico com o kadet gsi,quando vejo um branco passando na rua fica babando,o 206cc tambem é muito massa.meu vizinho tem um peugeot 307cc,é o unico que tem aq na cidade,carro show debola tambem.mas comomeu dinheiro é curto só mesmo pra um kadet ou xr3 mesmo.rsrsrsr

    • Douglas Aranda

      Concordo plenamente. No mais, quem em sã consciência deixaria de comprar um sedã grande (aqui no BR) pra pegar um Mini-Cooper? Pode ter motor de BMW, etc, mas mesmo se eu tivesse essa grana, eu pegava ou uma SUV à Diesel (nem que usada) ou a própria BMW! Esses caras estão loucos!

      • Edson Roberto

        Quem teria? Uma pessoa que gosta de hot hatches onde, mesmo um sedan esportivo não apresenta o handling de carros pequenos.

        Seria minha escolha? Não, prefiro no lugar um Serie 3 320i mesmo, pois gosto de sedans.

  • PauloPGomes

    Os dois "conversíveis" mais baratos, são na verdade Targa.
    Triste realidade…

    • cavevolution

      Bem lembrada essa observação. O "Conversível" mais barato desta lista seria o 308CC por R$125mil.

  • kikofar

    O meu XR3 é beeeeem mais barato! rsrsrs

  • johnnyburanelo
  • paranito

    Chines fabrica conversivel? Seria legal ter um bem "balatinho" <img src="http://ow.ly/kWJjD&quot; alt="." width="1" height="1">

  • PedroTelles

    Sempre tenho um receio de carro conversível aqui no Brasil, as pessoas não tem educação e o carro deve ficar mais vulneráveis para os bandidos.

    Mas seria muito bom se tivéssemos sedans médios conversíveis. Ficaria muito tentado a comprar.

    • Se for conversível de teto rígido num tem problema . . . .

  • Guilherme

    Não consigo entender por que consideram esse 500 CC um "Conversível".
    Isso nada mais é do que um teto solar panorâmico, na minha opinião…

    Nem vento pega na cara direito.

    • cavevolution

      Pior que é verdade. Se fosse assim, um Fiat Stilo com skywindown poderia ser considerado um conversível….kkk

  • W_Costa

    Uma pergunta aos editores do NA: aqueles esportivos "nacionais" como Chamonix e Lobini, que são conversíveis ainda são produzidos? Caso sim, não deveriam ter sido incluídos nessa lista, creio que não ultrapassem o valor do decimo colocado.

  • Antonio_Brust

    Um conhecido meu comprou um Mini Cooper conversível.

    Lá estava ele, todo faceiro, dando um "rolé" na lagoa Rodrigo de Freitas (Bairro nobre do RJ) com a capota aberta.
    Eis que parado no sinal fechado, um motoqueiro parou do lado e anunciou o assalto. Levou relógio, celular, dinheiro.

    Imediatamente após o assalto, meu conhecido fechou a capota do carro.

    • Edson Roberto

      E já pensou seriamente em vender o carro também não? Pois para mim, o grande barato de ter um conversivel é andar com tranquilidade com tudo aberto. Se bem que, se for para andar na cidade cheia de semaforos, prefiro não ter um carro assim.

      Por isso eu falo, por ser racional, eu certamente nunca terei um conversivel.

    • Se for por isso melhor comprar um carro ''fechado'' e blindado então porque isso acontece com qualquer um . . . .

  • eric

    Na Europa o 308 CC equivalente ao vendido aqui custa 34.860 euros e o 508 equivalente custa 37.510 euros, ou seja o 308 CC é mais barato que o 508, só que no Brasil ele é muito mais caro. R$ 99.990 seria um valor interessante para o 308 CC.

  • TotForget
  • Silvio Cesar

    Cade o Peugeot RCZ?

    • hugogyn94

      È um Coupé.

  • kikofar

    Pessoal do NA usou a visão do 'copo meio cheio' para falar dos conversíveis mais baratos. Enquanto que nós vemos o copo meio vazio, porque, à exceção do 500, todos os outros são muito caros!

  • WagnerSCS

    Posso estar falando besteira, mas eu deixaria na boa de comprar um RCZ pra comprar um 308 CC, se tivesse condições…
    Não sei por quê, mas o RCZ não me empolga muito, apesar de ser um carro de design bem mais chamativo que o 308.



Send this to friend