Top 10: os conversíveis mais baratos do Brasil (2021)

Top 10: os conversíveis mais baratos do Brasil (2021)

O segmento de conversíveis sempre foi bastante escasso no mercado brasileiro. No entanto, agora a categoria dispõe de um número ainda menor de opções.

Em 2016, quando fizemos essa reportagem pela primeira vez, o modelo conversível mais barato do Brasil era o Fiat 500 Cabrio, que custava R$ 64.900. Hoje os preços ficaram muito mais altos.

Para levar para casa um carro “sem teto” no mercado de 0km, o consumidor precisa desembolsar quase R$ 260 mil. Já se o desejo for um conversível com apelo e desempenho esportivos, esse valor salta para mais de R$ 300 mil.

Confira abaixo os 10 conversíveis mais em conta à venda no Brasil:

1) MINI Cooper S Cabrio – R$ 259.990

Top 10: os conversíveis mais baratos do Brasil (2021)

Graças ao Mini Cabrio, a lista dos conversíveis mais baratos no Brasil ficou bem mais acessível. Mas isso não significa que ficou mais fácil colocar um modelo desse na garagem, pois o valor ainda começa em R$ 259.990.

Esse é o preço pedido pela marca pela versão de entrada do modelo, o Cooper S Cabrio. Essa configuração tem motor 2.0 turbo de 192 cv e 28,5 kgfm de torque, com transmissão automática de 7 velocidades.

Confira as mais de 150 listas Top 10 que temos no nosso site!

2) BMW 430i Cabrio Sport – R$ 374.950

Top 10: os conversíveis mais baratos do Brasil (2021)

O Série 4 Cabrio se posiciona como o segundo conversível mais em conta no Brasil, com seu preço de R$ 374.950 na configuração 430i.

O modelo é o único da lista a dispor de capota rígida, que pode ser operada eletricamente e a operação de abrir e fechar leva 25 segundos.

Na motorização, há um 2.0 litros turbo de quatro cilindros a gasolina, com 252 cv de potência, associado a uma transmissão automática de oito velocidades e tração traseira.

Entre os itens, há sistema de som Harman Kardon, bancos com revestimento em couro sintético Sensatec, sistema multimídia com serviços de concierge, informações de transito em tempo real e armazenamento de 20 GB, faróis bi xenônio, ar-condicionado digital de duas zonas, bancos com ajustes elétricos e memória, entre outros.

3) BMW Z4 – R$ 392.950

Top 10: os conversíveis mais baratos do Brasil (2021)

O terceiro conversível mais barato à venda no Brasil é o famoso BMW Z4, em sua versão única sDrive30i M Sport, que custa quase R$ 393 mil. Ele chegou a ser vendido com preço inferior ao Série 4 conversível, mas voltou a ficar mais caro nos últimos meses.

O modelo alemão dispõe de um motor 2.0 turbo, com 258 cv e 40,8 kgfm de torque. O conjunto ainda tem uma transmissão automática de 8 marchas.

4) Chevrolet Camaro Conversível – R$ 427.200

Top 10: os conversíveis mais baratos do Brasil (2021)

Já em sua nova geração, o Camaro carrega o pesado nome que lembra os antigos esportivos da marca. Por outro lado, cobra mais caro que muitas marcas premium ao oferecer sua versão conversível.

A variante do muscle car está disponível no país também em versão única (já fora do site da marca, mas ainda disponível nas concessionárias), com preço de R$ 427.200, e dispõe de um motorzão V8 e câmbio automático de seis marchas. A capota é de lona, operada eletricamente, que leva 20 segundos para abrir e fechar.

O Camaro Conversível usa um propulsor 6.2 litros a gasolina, que despeja 461 cavalos de potência e 62,9 kgfm de torque, associado a uma transmissão automática de dez velocidades com opção de trocas manuais de marchas por aletas atrás do volante e tração traseira.

O conversível da Chevrolet é equipado com airbags frontais e laterais (com extensão para proteção de cabeça), controle de estabilidade e de tração, freios Brembo com ABS e EBD, rodas de alumínio de 20 polegadas, ar-condicionado, faróis com acendimento automático, câmera de ré, volante com ajuste de altura e profundidade, direção elétrica progressiva, retrovisor interno eletrocrômico, head-up display, retrovisores externos com aquecimento e função eletrocrômico, partida remota, sensor de estacionamento traseiro, volante multifuncional em couro, sistema MyLink com tela sensível ao toque de sete polegadas e navegador GPS, sistema de som Boston Acoustics Sound, bancos dianteiros com ajustes elétricos e aquecimento, acabamento interno em couro, entre outros.

5) Porsche 718 Boxster conversível – R$ 459.000

Top 10: os conversíveis mais baratos do Brasil (2021)

O 718 Boxster nada mais é que uma versão remodelada do Boxster antigo, com direito a um novo motor turbo de quatro cilindros, que é mais potente e eficiente que a antiga unidade de seis cilindros.

Na motorização, há um 2.0 litros boxer turbo, que rende 300 cavalos de potência e 38,7 kgfm de torque, com um câmbio automatizado PDK de sete velocidades e dupla embreagem e tração traseira.

Segundo dados da Porsche, o esportivo vai de 0 a 100 km/h em 4,9 segundos e alcança velocidade máxima de 275 km/h. A capota do carro é de lona e leva 9 segundos para abrir ou fechar.

Entre os itens de série, há airbags frontais e laterais, faróis bi xênon com luzes de LED, rodas aro 19, bancos com ajustes elétricos, sensores de chuva e de estacionamento, ar-condicionado de duas zonas, sistema multimídia com navegador GPS e acesso sem fio à internet, retrovisores eletrocrômicos, controle de cruzeiro adaptativo, entre outros.

6) Jaguar F-Type Roadster – R$ 480.400

Top 10: os conversíveis mais baratos do Brasil (2021)

A Jaguar também aparece em nossa lista com o F-Type Roadster, que custa quase R$ 481 mil. Ele tem motor 2.0 turbo de 300 cv, movido a gasolina, e tração traseira. Com isso, o esportivo vai de 0 a 100 km/h em 5,7 segundos e atinge 250 km/h de velocidade máxima.

Sua lista de equipamentos inclui escapamento ativo variável, bodykit R-Dynamic, faróis de LED com DRL, assentos esportivos com ajustes elétricos e acabamento em couro e alcântara, sistema de som Meridian, entre outros.

7) Mercedes-Benz C300 Cabriolet – R$ 483.900

Top 10: os conversíveis mais baratos do Brasil (2021)

O único modelo da Mercedes em nossa lista é o C300 Cabriolet, vendido a partir de R$ 483.900. O conversível alemão vem com motor 2.0 turbo de 258 cv e 37,7 kgfm de torque, com transmissão automática de 9 marchas.

Sua lista de itens de série é extensa e inclui equipamentos como volante esportivo com base achatada, faróis full LED, ar-condicionado dual zone, acabamento e detalhes AMG, bancos elétricos e com memória, rodas de 19 polegadas, entre outros.

8) Porsche 718 GTS – R$ 575.000

Top 10: os conversíveis mais baratos do Brasil (2021)

Outro Porsche em nossa lista é o 718 GTS, que já chegou nos R$ 575 mil e vem equipado de forma a justificar seu alto preço. A começar pelo motor de 2,5 litros, que entrega 365 cv e 43,8 kgfm de torque, com câmbio automático PDK de 7 marchas.

O 718 GTS vem com rodas de 20 polegadas, bancos esportivos elétricos, faróis bi-xenônio, sistema de som da Bose ou Burmester (ambos opcionais), cinco modos de condução, ar-condicionado dual zone, entre muitos outros itens.

9) Porsche 718 Spyder – R$ 625.000

Top 10: os conversíveis mais baratos do Brasil (2021)

Não se confunda, pois nossa lista termina com vários modelos da Porsche. Além do 718 GTS, temos 718 Spyder, que custa R$ 625 mil. Como a marca os vende como modelos separados, decidimos colocá-los assim em nossa lista.

Esse foi o último a chegar, desembarcando por aqui apenas em outubro de 2020. Ele é equipado com motor 4.0 boxer de seis cilindros com 420 cv e 42,8 kgfm de torque, sendo mais potente que seus irmãos por aqui. Com câmbio manual de seis marchas ou PDK de dupla embreagem e sete velocidades, ele chega aos 100 km/h em apenas 4,4 segundos e ultrapassa os 300 km/h de velocidade máxima.

10) Porsche 911 Carrera S Cabriolet – R$ 889.000

Top 10: os conversíveis mais baratos do Brasil (2021)

O último colocado de nossa lista é mais um Porsche. Dessa vez, estamos falando do lendário 911 Carrera S, em sua versão Cabriolet, que custa bem mais que seus concorrentes nessa lista: R$ 889 mil. Seu motor é 3.0 turbo, com 450 cv e 54 kgfm de torque, e a transmissão é PDK com oito velocidades.

O modelo leva apenas 3,7 segundos para atingir 100 km/h e ultrapassa os 300 km/h de velocidade máxima.

Leonardo Andrade

Leonardo atua no segmento automotivo há quase nove anos. Tem experiência/formação em administração de empresas, marketing digital e inbound marketing. Já foi colaborador em mais de sete portais do Brasil. Fissurado por carros, em especial pelo mercado e por essa transformação que o mundo automotivo está vivendo.