Listas Top 10 Mercado Sedãs

TOP 10: Os maiores sedãs do Brasil

chevrolet-cruze-2018-1-1024x683 TOP 10: Os maiores sedãs do Brasil

Quais são os maiores sedans do Brasil? Bem, o segmento de sedãs no Brasil tem modelos para todos os gostos e tamanhos de garagem, embora hoje em dia muitos estejam deixando de lado os sedans para comprar SUVs.



Os tamanhos dos sedans no Brasil ficam situados desde pouco mais de 4 metros até mais de 5 metros. Assim, listamos os 10 maiores sedans compactos, os 10 maiores sedãs médios, e os 10 maiores sedans grandes. As medidas estão listadas em metros e centímetros.

Consideramos também os sedãs importados do México e da Argentina, pois estão isentos de imposto de importação e IPI. Decidimos também não considerar os chamados cupês com quatro portas, seguindo assim a designação de seus fabricantes.

Em cada grupo de sedans, listamos os melhores por comprimento total e também por distância de entre-eixos, o que geralmente mostra o quão espaçoso é um modelo na parte interna.

Os 10 maiores sedans compactos do Brasil

Por comprimento

1) Nissan Versa – 4,49
2) Chevrolet Cobalt – 4,48
3) Honda City – 4,45
4) Audi A3 Sedan – 4,45
5) Ford New Fiesta Sedan – 4,40
6) Toyota Etios Sedan – 4,36
7) Renault Logan – 4,34
8) Chery Celer Sedan – 4,33
9) Lifan 530 – 4,30
10) Fiat Grand Siena – 4,29
11) Chevrolet Prisma – 4,28
12) Ford Ka+ Sedan – 4,25
13) Hyundai HB20S – 4,23
14) Volkswagen Voyage – 4,21
15) JAC J3 Turin – 4,15

Por entre-eixos

1) Renault Logan – 2,63
2) Audi A3 Sedan – 2,63
3) Chevrolet Cobalt – 2,62
4) Nissan Versa – 2,60
5) Honda City – 2,60
6) Lifan 530 – 2,55
7) Toyota Etios Sedan – 2,55
8) Chery Celer Sedan – 2,52
9) Chevrolet Prisma – 2,52
10) Fiat Grand Siena – 2,51
11) Hyundai HB20S – 2,50
12) Ford Ka+ Sedan – 2,49
13) Ford New Fiesta Sedan – 2,48
14) Volkswagen Voyage – 2,46
15) JAC J3 Turin – 2,40

Os 10 maiores sedans médios do Brasil

Por comprimento

1) Audi A4 – 4,72
2) Peugeot 408 – 4,69
3) Mercedes-Benz Classe C – 4,68
4) Jaguar XE – 4,67
5) Chevrolet Cruze – 4,66
6) Volkswagen Jetta – 4,65
7) Mercedes-Benz CLA – 4,64
8) Volvo S60 – 4,63
9) Honda Civic – 4,63
10) Nissan Sentra – 4,63
11) BMW Série 3 – 4,63
12) Citroën C4 Lounge – 4,62
13) Renault Fluence – 4,62
14) Toyota Corolla – 4,62
15) JAC J5 – 4,59
16) Mitsubishi Lancer – 4,57
17) Kia Cerato – 4,56
18) Ford Focus – 4,53
19) Hyundai Elantra – 4,53

Por entre-eixos

1) Mercedes-Benz Classe C – 2,84
2) Jaguar XE – 2,83
3) Audi A4 – 2,82
4) BMW Série 3 – 2,81
5) Volvo S60 – 2,77
6) Peugeot 408 – 2,71
7) Citroën C4 Lounge – 2,71
8) JAC J5 – 2,71
9) Nissan Sentra – 2,70
10) Renault Fluence – 2,70
11) Toyota Corolla – 2,70
12) Chevrolet Cruze – 2,70
13) Honda Civic – 2,70
14) Kia Cerato – 2,70
15) Hyundai Elantra – 2,70
16) Mercedes-Benz CLA – 2,69
17) Volkswagen Jetta – 2,65
18) Ford Focus – 2,64
19) Mitsubishi Lancer – 2,63

Os 10 maiores sedans grandes do Brasil

Por comprimento

1) Kia Cadenza – 4,96
2) Jaguar XF – 4,95
3) BMW Série 5 – 4,93
4) Audi A6 – 4,93
5) Hyundai Azera – 4,92
6) Mercedes-Benz Classe E – 4,92
7) Honda Accord – 4,91
8) Ford Fusion – 4,87
9) Nissan Altima – 4,86
10) Kia Optima – 4,84
11) Toyota Camry – 4,81
12) Peugeot 508 – 4,79
13) Volkswagen Passat – 4,76

Por entre-eixos

1) BMW Série 5 – 2,97
2) Jaguar XF – 2,96
3) Audi A6 – 2,91
4) Mercedes-Benz Classe E – 2,87
5) Ford Fusion – 2,85
6) Kia Cadenza – 2,84
7) Hyundai Azera – 2,84
8) Peugeot 508 – 2,81
9) Kia Optima – 2,79
10) Volkswagen Passat – 2,79
11) Honda Accord – 2,77
12) Nissan Altima – 2,77
13) Toyota Camry – 2,77

  • R5GT

    C4 Pallas manda lembranças, de onde estiver.

    • Bruno

      saudades Vectra.

      • Felipe Lange

        Esses eram enormes por fora… O espaço interno deles é realmente bom?

        • Paulo_Lustosa

          O Vectra era excelente em espaço interno, agora o C4 eu não sei, embora tenha entre-eixos de 2,73m

          • João

            O C4 tinha espaço bom sim, porém não era exemplar devido ao porta malas de humildes 580 litros. Hahaha

            • FaloNaCara ¯ _ (ツ) _ / ¯

              Um primo meu teve um Pallas e reclamava que era difícil alcançar alguma coisa, tipo, uma sacola, que escorregava para o fundo do porta-malas. Um objeto pequeno corria sério risco de desaparecer naquele buraco negro. kkkkk

        • Oswaldo

          Sobre o Vectra não sei, mas no Pallas vão 5 adultos com muito conforto e mais as bagagens.

        • Gran RS 78

          O Vectra sempre foi muito espacoso, inclusive no porta malas.

    • Mas a matéria é só sobre carros ainda disponíveis. se fosse colocar carros fora de linha teríamos Galaxie, Dart. Opala, Maverick 4 portas, Omega A e entre os importados os Australiano e o Fusion antigo.

  • Tosca16

    Futuramente nos médios o Arrizo 7 da Chery, “ele é 3 cm mais comprido que o sedã da Toyota Corolla e tem 4 cm a mais no entre-eixos que o Honda Civic. Além disso, seu porta-malas tem 5 litros de “vantagem” sobre o do Chevrolet Cruze.” medidas estas de alguns sites que noticiaram a vinda deste modelo já ano que vem .

    • Evandro

      Só falta o principal atributo: Qualidade, coisa que carro chines não tem…

      • HelderV6

        Carro chines nao tem, com ctz, e os brasileiros????

        • Tosca16

          é , depois que ficamos com os nossos lixos reclamam… as marcas que mais investem hoje são as chinesas, estão contratando tudo e crescendo à passos largos … o mesmo falavam dos coreanos do passado, mas e nós temos algo nacional de fato para reclamar de algo de fora ? Por isso eu fico calado .

          • Evandro

            acorda cara, vem falar que carro brasileiro é lixo usando como referência carro chinês, isso é piada não é?

          • Alessandro Lagoeiro

            Tosca, eu sempre vejo esse argumento de “O mesmo falavam dos japoneses e coreanos do passado”. Quanto aos japoneses tudo bem, porque a fase “chinesa” deles já deve ter uns 50 anos, mas qual o benefício de quem comprou um Elantra, Sonata, Excel na década de 90 e teve que deixar encostado por falta de peças, de um Elantra, Azera e Sonata serem carros muito bons e até melhores que a concorrência? O fato do Sonata, por exemplo, ser um carrão hoje alivia alguma coisa de alguém que teve problema com seu Sonata na década de 90 e sem peça de reposição, teve que encostá-lo?

            • Tosca16

              Não alivia mas mostra que nunca devemos duvidar do potencial das empresas que aqui estão chegando… hoje posso não querer arriscar num china por exemplo mas dizer que nunca , nunca vou ter um é burrice no mínimo. Só quero dizer isso, não duvidemos .

              • Alessandro Lagoeiro

                Eu digo mais. COM CERTEZA teremos carros chineses. Mas no meu caso, não serei o “desbravador” hoje.

          • Marcos Vinicius Bittencourt

            Com certeza as chinesas são as que mais (ou deveriam) investem. Elas precisam remar muito para chegar a níveis que as marcas consagradas já estão.
            As marcas consagradas só mantém o nível de investimento em novas tecnologias, e as chinesas precisam aumentar ainda o investimento em novas tecnologias para chegar no mesmo patamar.

          • automotivo

            Com todo respeito cara, há vinte anos trabalho com peças chinesas. E posso lhe afirmar com certeza, que pouco eles evoluiram. Continuam as mesmas coisas. Caixa do produto sem nome do fabricante. Quando tem, pouco tempo depois muda, a marca. pra evitar problemas com garantia. Se seus carros forem montados com as mesmas peças que eles vendem, com menos de 5 anos eles estarão ruindo. Boa Sorte se vc comprou um. E se comprou qual foi?

        • Evandro

          Eu acho mais seguro andar em um carro nacional do que nesses lixos chineses, minha opinião, quer andar em carro chines, ande oras,,,,

          • Tosca16

            sua opinião não importa, vejamos os testes de colisão . A nova geração tem se saído bem nos testes, se vier ao país os nacionais vão ter que melhorar muito; ou se esqueceram que segundo um jornal europeu os nacionais estão uns 20 anos atrasados em segurança ? Rapaz, quem tem $$$$$ compra tecnologia, cria e recria; dinheiro faz comprar engenheiros, fábricas, montadoras e assim crescem adquirindo tudo o quanto for benéfico para eles … enquanto eles saem as compras nossa industria é patética .

            • Alessandro Lagoeiro

              Desculpa, quando se fala em 20 anos de atraso, estão falando de uma média puxada para baixo por Celta, Classic, Palio Fire, Clio, Gol, Novo Uno… Isso não quer dizer que todo carro aqui está 20 anos atrasado em relação ao exterior. Você diria que Corolla é um carro ruim? Civic? up!? São carros em sintonia com o primeiro mundo, com diferenças para atender público com grau de exigência DIFERENTE (Nem sempre pior. Por exemplo, roda de liga leve é uma exigência de algumas categorias, o que não existe lá fora. Pode parecer um exemplo estúpido, mas é uma coisa que é exigida aqui que é superior ao que se exige lá fora) de outros países. O fato do Civic norte americano ser diferente do japonês que por sua vez é diferente do europeu dá-se por diferenças culturais dos países.

              • Tosca16

                concordo, o mesmo não podemos dizer de todos chineses olhando o J3 como base de tudo … sabe, cada modelo é cada modelo e o geral somando tudo nem sempre beneficia quem de fato faz por merecer .

                • Alessandro Lagoeiro

                  Nisso concordo integralmente com você.

            • Evandro

              Exatamente, minha opinião não importa, a sua tbm não, mas teste é teste, vc já viu a estrutura de um carro chines? Se não, veja, olhe por baixo, o eixo, amortecedor, molas e bandejas e tire sua própria conclusão, sem contar o material empregado na parte de cima, nos plásticos pior do que os usados no mille, da lataria que já vem ondulada ou na quantidade de sujeira envolvida na pintura, pra mim, sinceramente, carro chines é lixo.

            • Marcos Vinicius Bittencourt

              É o que as asiaticas estão fazendo, não podem ter os melhores engenheiros? Ok, compra a empresa que eles trabalham.
              Maior exemplo disso é Tata Motors > Land Rover

      • Tosca16

        https://www.noticiasautomotivas.com.br/chery-arrizo-7-renova-cara-da-marca-na-china-com-precos-a-partir-de-r-29-020/

        Podem ainda não ter qualidade acima da média mas estão indo no caminho certo, sério que ao ver alguns nacionais nossos eu compraria sem medo um chinês destes …

        • Evandro

          cara, de boa, compra um e seja feliz, cada um compra o que quer oras

          • Tosca16

            a gente tem que ser realista, eu teria um TIGGO sim; ando com meu professor e já peguei as vezes; pelo preço de um SUV destes usado me é bem melhor que um Gol da vida, eu sou estudante de veterinária e o espaço me é importante para levar alguns equipamentos . Eu não tenho por que tenho uma moto e meu Niva .

      • Junoba

        Nem existem montadoras de carros nacional, e vem gente falando de chines, como se os brasileiros fossem referencia.

        • Evandro

          cara, as montadoras de carros nacionais que eu digo, não são daqui mesmo, mas tem mto mais tradição do que essas porcarias chinesas, pra mim carro chines não presta e ponto, eu não compro e não ando em carro chines, se tem fã que faz isso, eu não tô nem aí.

          • Tosca16

            não ande, quem está lhe obrigando ? Agora vamos ser sérios e reconhecer que a industria automobilística chinesa têm crescido à passos largos. Eu tive o prazer de andar no BYD elétrico , sério ônibus que nunca traria eu ao Brasil pois o brasileiro se for como vc prefere as carroças nacionais que algo moderno e ecologicamente limpo oriundo da china… BYD , FAW e SUNLONG são referência em ônibus, muita modernidade e não deixam de ser chinesas por isso !

            • Evandro

              Exatamente, eu não ando e nunca andarei, ando a pé do que andar numa bomba dessas, qto aos coletivos, não sei, pois a tempos não ando, mas em minha cidade veio um chines, um verdadeiro lixo urbano

          • Tosca16

            acho interessante que a origem de um produto é mais importante que o projeto em si… eu já ouvi muito falar isso de meu NIVA, tenho um carro Russo para os fim de semana e tô me lixando para o que dizem da LADA .

            • Evandro

              eu acho interessante e importante sim a origem do produto, pois diz relativamente algo sobre sua qualidade, a china produz de tudo, tudo cópia mal feita, com materiais ruins e montagem pior ainda, a Lada aconteceu a mesma coisa, um monte de gente comprou e depois ficaram na mão.

              • Dj Vicro

                Carro chinês atualmente não tem um nível de qualidade aceitável? Concordo em partes a 4 rodas desmontou um JAC J3 e ele terminou o teste inteiro, acho que o que cabe seria uma critíca em cima dos projetos que ainda estão devendo algo em relação as grandes marcas, mas acima de tudo as montadoras tem de prezar a execução do projeto de forma perfeita (o que não tem acontecido).
                VW é marca confiável pelo jeito que você fala. Tive um Voyage 1.0 que teve o motor trocado duas vezes e ainda passou por recall de freios, partida a frio, rolamento da roda traseira e para brisa dianteiro, meu veredito a respeito disso, projeto do carro é ótimo mas sua execução é precária (lembrando de que é produzido em nosso país).

                • Evandro

                  Eu tive um Gol 2008, logo que saiu o G5 eu comprei um e não tive nenhum problema, andei quase 80 mil km e nunca me dx na mão em nada….

              • Dj Vicro

                É lamentável que uma montadora entregue produtos defeituosos não importa o tamanho, a origem ou o renome dela.

    • ALVIN_1982

      Alguém perguntou de algum lixo chinês? e outra… qual a “vantagem” que você viu nesse Arrizo 7? Tem uma rede de pelo menos 200 concessionárias responsáveis e bem estruturada, com bom pré e pós-venda, peças de reposição, oficinas com profissionais qualificados, durabilidade do bem como nos Honda e Toyota? Não. Então para de ficar querendo convencer de que esses lixos chineses prestam… Todas que vieram pra cá até agora, só decepção em todos os sentidos… Nenhum, nenhum chinês chega nem perto do pior carro fabricado pelas principais marcas tradicionais já instaladas no Brasil… isso não tem nem o que discutir.

      • Tosca16

        Deixemos de ser hipócritas, eu me referi somente ao tamanho que é o foco da matéria acima; vocês têm uma aversão tremenda sem noção . O Arrizo 7 foi bem avaliado pelas revistas brasileiras na China e tem um visual bem a frente de muitos comercializados aqui, isso não vem ao caso só quis dizer que chegando ao mercado ficaria no top 10 dos maiores médios .
        http://www.racing5.cl/wp-content/uploads/2013/07/Chery-Arrizo7-03.jpg

        • Evandro

          Eu nem leio essas revistinhas toscas como 4rodas, prefiro ver nos fóruns e testar pessoalmente os carros, agora qto esse Arrizo 7, sinceramente, carro feio heim, como a maioria dos chineses, de lado até me parecia um J5, cópia de uma cópia, sei lá….

      • Tosca16

        vocês têm uma birra com os chineses, eu só relatei que chegando ao mercado ficaria entre os 10 maiores sedãs médios; mas vocês querem distorcer tudo . Agora segundo a própria imprensa o modelo já avaliado é surpreendente, acima do esperado . Tem um visual da nova geração da empresa e que traz um bom nível de qualidade no acabamento aliado a um bom espaço interno… o mesmo que vocês falam hoje de mal dos chineses falavam dos coreanos no passado, isso é comum de brasileiro .

        • Lucas Souza

          Aqui na cidade abriram uma Chery. 10 meses depois ela fechou e todos os compradores simplesmente se ferraram com garantia, reposição de peças e etc etc etc.

          • Tosca16

            quando pai nos anos 90 comprou um KIA logo a revenda fechou, ficou um ano praticamente sem revenda … depois acredito eu que é o grupo que até hoje detém a marca aqui proprietário da revenda atual . Isso é péssimo para a marca, acredito eu que as recém chegadas deveriam ao invés de aumentar a quantidade selecionar melhor antes de dá a concessão à qualquer grupo, para uma marca nova só um grupo forte resiste as crises e baixas vendas no início. No mínimo a Chery deveria ter credenciado alguma oficina na região próxima.

            • Junoba

              Um desses exemplos de representante é a Effa, que manchou a imagem da Lifan, eles demoravam lançar os veículos, e tinham muitos outros problemas, então eles se separam. Depois dessa separação a Effa praticamente saiu do mapa, parou de importar carros e nem divulga seus planos para o mercado. Eles prometeram uma fábrica no Brasil desde que chegaram, mas se encontra abandonada em Manaus. E ainda a Lifan saiu perdendo, porque mitas CSS, fecharam depois desses problemas com a Effa. Então muitos desses grupos, acabam manchando a imagem de algumas montadoras.

            • Marcos Vinicius Bittencourt

              Acho que para grandes grupos, se não der lucro no prazo programado, eles encerram a atividade para não perder tempo e dinheiro. Os pequenos que insistem no negócio, mesmo patinando.

            • Evandro

              Cara, não é escolher um grupo forte para abrir uma css para resistir as baixas vendas, o negócio é lançar um produto bom que venda sempre, isso sim, qto mais vender, mais css a marca terá! Não adianta uma marca vender 200 unidades e querer ter 50 css.

        • Evandro

          Na minha cidade abriu uma lifan, vendeu meia dúzia de carros e fechou, quem comprou essas coisas ficou na mão…

          Veja só, esses “carros” chineses deveriam custar metade de um equivalente para talvez ser atraente pelo lado financeiro…

      • Tosca16

        ah, então Jaguar, Land Rover, BMW, Mercedes-Benz e tantas outras não prestam né ? Nenhuma destas tem as no “mínimo” 200 concessionárias no país … e por falar em concessionária a daqui da Chery é muito boa, melhor que a da
        Peugeot e Citroen por exemplo ; isso depende muito da região, do grupo que detém a revenda … peças eu concordo em partes, paralelas para os chineses não se têm muito fácil, mas acessórios já tenho visto bastante sobretudo para o Tiggo e J3 . Isso só com o tempo se resolverá, têm marcas por exemplo francesas que ainda no Norte e Nordeste tem poucas revendas e serviços em autorizadas são bastante caros , nem por isso deixam de ser boas marcas …

        • Fabio Arendt

          Tempo ? Só se for daqui a 50 anos. Eu olho de cara feia até para a Citroen e Peugeot que estão há tempos aqui. Concordo que no início os chinesas encaram o mesmo preconceito dos japoneses nos anos 80 e depois do coreanos. Infelizmente quem compra agora paga o pato e fica nas mãos da inexperiência.

        • ALVIN_1982

          O Arrizo 7 concorre com Jaguar, Land Rover, BMW, MB? Não. Essas marcas não são para as massas, povão… já os chinas em geral são para o povão… por isso necessita de tudo que disse no post anterior… logo que “segundo você” concorre com Toyota Corolla e Honda Civic… Depois sou eu que distorço tudo… mesmo assim, acho que a JAC tem muito mais chance de se dar bem no Brasil que qualquer outra chinesa.

          • Tosca16

            segundo eu não, eu só copiei o que tinha na matéria de um site; a comparação é em tamanho não diretamente em relação aos produtos destas japonesas … Já eu acredito mais na Chery, por que está sim construindo a fábrica, na china tem mais opções interessantes … têm feito enormes parcerias, é a maior montadora segundo eu sei … mas aê foi problemas internos que deixaram para trás, se trouxer o beta 5 , Arrizo 7 e alguns outros não tem como não crescer em vendas…

        • Evandro

          Tosca16, cara, para de ser mala, não adianta ficar querendo justificar chines, falar de css, mta gente aqui já é “mais vivido” e viu mta coisa acontecer com outras marcas, ou viu de perto o carro, testou, desmontou algo, e tem suas razões, cara, seja feliz com um carro chines, espero estar errado no que eu falo, espero que venham produtos bons e seguros, eu ainda não vi nenhum, mas que venha, e faça com que melhorem o mercado nacional, mas acho que vc não está com a razão, nem ninguem que adquire um carro chines, por mim, não compraria nada da china, mas infelizmente mta coisa vem de lá, por isso que mta coisa hj em dia não funciona direito…..

          • Tosca16

            eu nem ia falar dos chineses , só disse que o Arrizo ficaria entre os maiores médios do mercado… acho que se fosse sei lá um novo Ford, GM ou etc nem teria essa conversa toda.

      • Evandro

        Alvin_1982 falou tudo, na verdade acho que são compradores de carros chineses que estão tentando justificar a escolha, mas ninguem precisa convencer ninguem, comprem o que quiserem, mas eu não compro, não achei meu dinheiro na lata do lixo pra adquirir algo que deveria estar ali dentro…

  • Cleidson

    Sou mais um 500 ou um Smart. Tamanho não é documento.

    • Felipe Lange

      Aí depende da necessidade de cada um.

      Se você eventualmente levar um carona ou fazer uma viagem com 4 adultos no automóvel, espaço interno e 4 portas são importantes.

      • Edson Fernandes

        As vezes o conforto que o carro maoior proporciona principalmente de rodagem pode fazer a diferença tbm.

    • MMM

      Até a 1a rodovia que vc pega com esses carros do playmobil. São bons carros pra quem é solteiro e só roda na cidade, de resto nao serve.

      • _William

        Esses carrinhos pequenos só são bons aqui mesmo, na estrada tá cheio de boçal de Hilux andando como se estivesse num carro esportivo, se pegar um Smart pela frente eles passam por cima…. e tem as carretas ainda…

        • CharlesAle

          Só lembrando que hoje,a maioria dos cavalinhos tem,em média,400 cv,ou seja,a época de caminhões super lerdos passou.Já vi cegonhas em estrada que foi um sufoco dos diabos para ultrapassá-los,e olha que estava de prisma 1.4,carrinho até bom de estrada…

    • HelderV6

      SMart e 500, ótimos carros, mas não saem do lugar, ne? Motor de geladeira? Um pouco de esportividader, faz mal a Ngm

  • Bruno

    e olhando ao vivo parece que o Cruze é o menor de todos.

    • Thiago_NCO

      Tenho exatamente a mesma impressão

    • ALVIN_1982

      A cabine do Cruze Sedan é a menor de todas… até o Cobalt é maior por dentro que o Cruze Sedan…

  • William Ruediger Dantas

    Pequena correção: o sentra deveria ser o terceiro, pois tem 4.625 contra 4.621 do c4 lounge

  • FaloNaCara ¯ _ (ツ) _ / ¯

    1) Peugeot 408 – 4.690 mm
    2) Volkswagen Jetta – 4.644

    Nunca achei que o 408 fosse o maior do segmento médio, maior até que o Jetta, fiquei surpreso.

    • ALVIN_1982

      O antigo Jetta é menor que o atual, acredita? e parece que é o inverso…

      • Bruno Borges

        Mesmo??
        Nem parece… talvez porque o antigo Jetta é mais parrudo né…hehe

      • FaloNaCara ¯ _ (ツ) _ / ¯

        Menor sim mas dá um BANHO no atual em acabamento, conforto e estilo. E se considerarmos o Jetta atual com aquele motor 2.0 8v ridículo ele é ainda mais inferior ao antigo, que vinha com o belo 2.5…e pelo mesmo preço de um Jetta Comfortline AT.

        • ALVIN_1982

          Disso eu sei… tanto que se fosse pra escolher um usado o Old Jetta estaria em primeiro lugar na minha lista, seguido de Fusion e Azera…

    • Edson Fernandes

      Ele como eu dizia do Pallas…. é um latifundio! rs

      Me lembro de quando achava o C4 Pallas super imponente (e com aparencia de confortavel) até eu andar…. o 408 nesse aspecto é muito mais carro. Mais silencioso, menos trancos ou barulhos a bordo. Preciso dirigir com a mudança mecanica que ele sofreu.

      Mas te digo que para o motorista, o Jetta foi o que mais me agradou… a posição foi muito gostosa. Só faltou mesmo sumir com esse 2.0 flex que está com dias contados.

    • Gabriel Oliveira

      408 é gigante, a gente sente dificuldade de colocar ele na garagem, coisa q n acontecia com o corolla

  • Mazembe 2X0

    Me lembrei na hora do Galaxie,vendo a ficha dele eu me impressiono, com comprimento de 5440mm, entre-eixos de 3020mm e 2 metros de largura.O sedan brasileiro supremo.

    • francis

      tb lembrei na hora dessas “barcas” lindas!!!! se o Galaxie/Landau tivesse evoluído aqui no Brasil teríamos Crown Victoria….

  • Maycon102

    300C fazendo pose na matéria!! eita carro incrivelmente lindo, mal posso imaginar o modelo novo que a FCA pretende fazer.

  • francis

    maiores em tamanho… mas o que determina o espaço interno é o entreeixos…

    • Leonardo M

      Nem sempre, Sentra tem 2,70 de entre-eixos e o Focus também, porém mesmo assim o Focus tem espaço interno de compacto.

      • francis

        houve um engano seu … segundo vi aqui no iCarros, seção comparativo o Focus sedan tem 2.648 , e o Sentra 2.700 , talvez por isso essa “sensação” de que o Ford seja menor rs… mas o Sentra é melhor negócio que o Focus mesmo!!!!!!!

      • francis

        o Focus tem 2.64 de entreeixos , e o Sentra 2.70, segundo o icarros

        • Leonardo M

          verdade, engano meu mesmo, mas de qualquer forma, pegue o versa que tem 2,60 e o focus com 2,64 e mesmo assim versa é mais espaçoso ou então fusion com 2,85 e azera com 2,85 e ainda assim azera é bem mais espaçoso. Acho que espaço tem a ver com o rpojeto, largura dos bancos, disposição dos componentes, tamanho do painel…

          • Edson Fernandes

            É pegar outro caso dentro da GM onde o Cobalt é muito superior ao Cruze também.

  • Leonardo M

    Ponto para o Sentra, que mesmo sendo bem menor que o Fusion, tem mais espaço interno do que este.

    • francis

      talvez seja pela altura….

  • Hewerson

    Seria interessante fazer uma relação entre o tamanho e a distância entre-eixos de cada um desses modelos

  • vini_B

    Até 150 mil? Não acredito que o 300C está nessa lista, estou um pouco desatualizado quanto aos preços (essa vai e volta de IPI) e estou surpreendido dele custar menos que um CLA First Edition!

    • Diggo

      É isso mesmo. Até em outro post estava falando que valia mais a pena o 300C que o S60, que está caro demais.

      • vini_B

        Amo esse carro, aliás é bem difícil de encontrar pessoas que não gostem dele – os ecochatos.

        • Edson Fernandes

          Na minha opinião, a Chrysler deveria investir um pouco no marketing e imagem dos seus produtos. Acreditoque muitos sequer nao conheçam o 300C e que por isso não veja tantos na rua.

  • Diggo

    Cultura de brasileiro: carro se compra pelo tamanho.

    • vini_B

      Não é bem assim…Pode ver que os primeiros colocados são os que menos vende.

      • Diggo

        No mesmo segmento até que não, mas entrei um sedã e o hatch, nada explica o sedã ser mais caro a não ser que o próprio consumidor o encara como um produto superior. As revistas inclusive falam queproduzir o sedã é mais barato, pois a menor abertura do porta malas, exige menor reforço estrutural.

        • 4lex5andro

          interessante questionar sobre essa classificaçao, que levou em conta somente o comprimento dos sedans ..

          sendo que largura e entre-eixos tbm sao cruciais na definiçao do porte de um carro..

          por exemplo o velsatis, top line da renault até 2010, estaria em um degrau abaixo do peg. 408 se fosse considerar só o comprimento do carro , embora fosse um produto muito superior ..

          outro caso conflituoso tambem, seria entre cruze e cobalt que tem comprimentos semelhantes , embora o cruze seja notoriamente de uma categoria superior ao cobalt ..

          • Diggo

            Em resumo, está tudo uma bagunça. Compacto está maior do que médio. Basicamente o que tem diferenciado é o acabamento e itens de conforto e segurança.

        • Alessandro Lagoeiro

          Desculpa, sempre li essa história aqui e NUNCA encontrei as tais “revistas” que dizem que um Hatch é mais caro de produzir que um sedã. E sinceramente, não tem lógica isso: O porta-malas é um peso a mais, para carregar peso a mais, e ele não precisa de reforço estrutural? Porque uma peça que usa mais material, é mais pesada, carregará mais peso, exigira cabos elétricos maiores, escapamentos maiores, seria mais barata de produzir. Gostaria muito de ler a tal “revista”.

          • Diggo

            Teria que fuçar nas minhas revistas passadas. Mas o que os engenheiros argumentam é que por ter aquela abertura grande de um hatch a estruturas devem ser reforçadas e o material mais nobre, pra aguentar mais com menor quantidade. Faz sentido. Também faz sentido essa informação não ser tão divulgada pelos engenheiros, pois tiraria a justificativa de vender por preço maior os sedãs.
            Achei um exemplo aqui: http://quatrorodas.abril.com.br/reportagens/conteudo_246561.shtml

        • Alessandro Lagoeiro

          Em alguns países o Hatch é vendido mais caro que o sedã. Na verdade, no caso do mercado de automóvel, o custo de produção muitas vezes não tem mais a ver com o preço do produto, mas com a percepção do cliente sobre o mesmo. Agora, não acho que um Gol seja mais caro de produzir que um Voyage, ou um Logan que um Sandero. E se tivesse um material mais nobre, seria para segurar um material mais pesado. E ao contrário do que você diz, o porta-malas do Hatch tem que aguentar MENOS! Ele carrega menos peso, e tem um ponto de apoio (suspensão traseira) mais próximo do seu centro. O centro de um porta-malas de sedã está mais longe do ponto de apoio, e por isso deveria ser mais reforçada. Tenho formação em mecânica geral e estudo de materiais, e embora engenharia automobilística não seja minha especialidade, não vejo sentido nisso. A única coisa que poderia ser mais cara é o vidro que geralmente é maior, e o fato de geralmente possuir limpador. Lembrando também que nos sedãs o eixo traseiro é reforçado, além de longarinas mais resistentes (Tinha um carro que tinha problema crônico nessas longarinas, com a tendência da traseira “cair” literalmente. Ford Del Rey. Tive dois e sei o que falo. Por inexistência do Hatch dessa versão não daria para comparar, mas com CERTEZA ABSOLUTA, a longarina e eixo traseiro de um eventual Corcel II Hatch não teriam que ter a resistência da traseira do sedã.

          • Diggo

            Só uma correção: não sou eu quem digo, são as revistas.

            • Alessandro Lagoeiro

              Revista que você não encontrou e não sabe dizer qual é, correto? Mas eu não duvido de você. Gostaria dessa fonte, justamente para ir atrás e questionar em relação aos pontos que coloquei. E EU estou falando que a capacidade de um porta-malas do Hatch, que é menor, tem ponto de apoio mais próximo, e usa menos material é menor. Isso eu nem precisava do meu curso para concluir. A única explicação que encontraria seria alguma questão de engenharia que gostaria de conhecer. Essa de materiais mais nobre para mim não vale, por todas as questões que coloquei. Abraços.

              • Diggo

                Errado: Quatro Rodas, julho/2007, pg 56.
                http://quatrorodas.abril.com.br/acervo/

                • Alessandro Lagoeiro

                  Hehehe… Achei que era matéria do Linea. Vamos lá: Fui pelo navegador de páginas. Página 56: Nenhuma informação sobre o custo de produção. 57? Também não. Voltei a página para o início da matéria: Essa página misteriosamente é a única da revista que não carrega! Voltei na página anterior, que é sobre comparação de Hatchs, e está tudo carregando normalmente. Aí, procurei essa matéria no Google, encontrando aqui, onde o custo de produção não é citado.
                  Curiosamente, estava na pesquisa de páginas, que indicava que a página 56 era do Linea, mas embaixo o número informado era diferente. Fui pela numeração do slide, e referida página, segundo a navegação de slide, tratava-se de sedans de entrada. Não satisfeito, procurei então a página 56 diretamente na página da revista, chegando no Vectra GT. Aí encontrei a informação de que a carroceria Hatch seria mais cara de fazer, pois a tampa com vidro e limpador é mais complexa de fazer.
                  Truco com a Quatro Rodas! E nem sou daqueles que acha que a revista não presta, é comprada. Acho até uma publicação confiável. Mas vamos aos meus pontos, sem citar os que já tinha colocado:
                  -Não há nada falando sobre materiais “mais nobres”. Não foi nessa revista que você leu. Nem também em algum momento se lê alguma explicação de engenharia para isso. A revista não cita de onde veio a informação. Não se sabe se a informação vém de um departamento de marketing ou engenharia.
                  -A revista não deixa claro se carroceria hatch é mais cara de fazer, ou se especificamente a do Vectra GT é mais cara. Lembrando que sobre o Hatch ainda pesaria o custo de desenvolvimento. Pode ser apenas uma generalização, ou um argumento para cobrar mais caro nessa versão.

                  Talvez outras publicações atestem o que a Quatro Rodas apurou, e gostaria de mais explicações técnicas do que foi dado pela revista. Mas obrigado pelo link. Mas temos que ser bem críticos com o que lemos, mesmo em famosas publicações. Sempre que surgia esse assunto aqui, eu via argumentos de que que “engenheiros confirmaram que a carroceria Hatch seria mais cara de produzir”. Se foi por causa dessa frase, foi generalização e exagero. Se essa foi a única fonte, o pessoal viajou legal. A revista nem fala ao certo se trata-se do caso específico do Chevrolet ou se isso é tendência na indústria. Eu ainda quero uma explicação TÉCNICA do motivo de
                  -Chapas menores: Levam menos materiais
                  -Menos sujeita a torções: Seu ponto de apoio é mais próximo
                  -Precisam levar menos carga
                  -Vidro traseiro mais elaborado
                  -Limpador

                  Ser mais caro que:
                  -Chapas maiores: Mais material

                  -Mais propensão a torção em cargas, pelo ponto de apoio mais distante.
                  -Vidro traseiro menor
                  -Cabos elétricos maiores
                  -Escapamento maior
                  -Suspensão traseira mais reforçada

                • Alessandro Lagoeiro

                  Aproveitando do acervo, dei uma olhada na de Outubro de 2008, sobre o lançamento do Voyage. A carroceria do sedan recebeu reforços no eixo traseiro, amortecedores e molas de maiores cargas, e para manter o comportamento do Hatch, até a suspensão dianteira teve que ser trabalhada. Lá não falam em custos, mas acho que nem precisa. Tem como o mais reforçado ter custo de produção menor?

                  • Edson Fernandes

                    Eu penso que talvez a questão (cujo não sou o mais indicado para tal) seja o que se procura.

                    Segurança? Conforto? Espaço? Mais vendas? Menos vendas? Acabamento? Motor? Tecnologia?

                    Então, partindo da proposta que citei, acredito que varia de modelo para modelo. Acredito piamente que em determinadas situações um hatch pode sair mais caro que o sedan e vice-versa.

                    Só para citar situações que quis explicar: Logan (geração anterior) e Sandero. Creio que por ter linhas arredondadas e um visual mais arrojado, sem duvida ele teria um custo superior se comparado ao Logan. Lembrando que a proposta foi de ser carros de baixo custo e não voltados a segurança e ter o minimo indispensavel.

                    Tanto que acabamento não é o forte desses modelos (nem no Logan novo).

                    Entretanto, creio que casos como Jetta x Golf, o primeiro é voltado a um mercado onde ele é um carro de entrada enquanto o Golf que veio da Alemanha é voltado a um mercado onde ele é um e a atuação da VW no Brasil foi trazer a tecnologia através dele, assim como veio recheado de itens de segurança, além de acabamento.

                    • Alessandro Lagoeiro

                      Edson, eu me referia única e exclusivamente o custo de produção. Obviamente o custo final depende de outras variáveis, como as que você colocou.
                      De qualquer forma entendi um pouco o ponto do amigo aí em cima. A “boca aberta” do carro exigiria reforços na coluna C e na base para uma maior rigidez torcional. Isso é coerente. Só que aí eu lembro que essas questões também são pertinentes em sedãs. Lembro da solução anglo-francesa-tupiniquim do “X” atrás do banco da linha Corcel/Del Rey, que tinha o intuito de reforçar essa região. Lembro também que o primeiro Prisma saiu com uma solução parecida, só que inteiriça, o que se repete com o Logan. O Gol teve a boca do porta-malas mais fechada por conta disso. E Pallas e Logan, por exemplo, a despeito de serem sedãs, tem “bocas largas” também no porta-malas.

  • Roger Bersch

    300c, azera e cadenza são grandes aqui e lá fora, os demais são grandes só aqui, lá são médios.

  • Dj Vicro

    Gosto do 408, é uma pena que a Peugeot trata o Brasil como um mercado marginal não dando atenção alguma para o pós venda, não é a toa que os carros da marca estão sendo taxados pelo mercado como carros de “nicho”.

  • Bruno Borges

    A categoria do Linea dá polêmica mesmo.
    Talvez agora pela existência do Grand Siena, ele possa ser encaixado como médio… mas sei lá, isso ainda dá muita controvérsia.
    Considerando como médio mesmo, os outros médios poderiam seguir o exemplo do Linea quanto à sua faixa de preço da versão top sem opcionais (R$66.450)…kkkkkk…imagina Civic EXR ou Corolla Altis nesse preço.

    • fschulz84

      Dá polêmica pq o Linea não é um médio… Não precisamos nem ver as características para concluir isso… Basta entrar em um e sentar nos bancos traseiros e é possível ver que o espaço e principalmente a largura não condizem com a proposta de “médio” que a Fiat tenta empurrar… Ai tem outros méritos para discussão como o Linea ser um sedan baseado no Punto que é um compacto (bem compacto mesmo) mas acho que não vale nos aprofundarmos…
      Apesar disso, a Fiat poderia explorar mais o Linea, porém o motor ultrapassado e a falta de um automático de verdade afastam potenciais compradores que não irão desembolsar mais de 66k nele… Ai você lembra do Sentra SV CVT nesta faixa de preço e pronto, acabou o argumento para comprar um Linea top.

      • Bruno Borges

        De fato não sei do espaço porque a última vez que entrei num Linea foi num táxi a um bom tempo…rs
        Seria legal mesmo se a Fiat o explorasse mais, talvez ganhasse mais compradores.
        E ao lembrar do Sentra realmente acaba o argumento de compra do Linea… acredito que até o top, o Sentra SL fica interessante, visto que o Linea top com todos opcionais chega próximo dele no preço.

        • fschulz84

          Eu particularmente não acho que o Linea seja um produto ruim, só o acho mal-posicionado…

    • KevinGR

      Eu tambem não sei o porque dessa birra, tenho 1,85 m, ja andei no banco da frente e de tras de civic, corolla e linea e sinceramente eu os colocaria na mesma categoria.

      So pra ter uma noção:

      1 – comprimento – 4,56 m – é mais longo que Civic e o antigo Corolla

      2 – largura – 1,73 m – é mais largo que o finado Vectra que todos dizem que é médio e 2 cm menor que o Civic

      3 – entreeixos – 2,60 m – é uma das medidas menores do Linea, mas ainda assim é igual ao Corolla.

      4 – porta-malas – 500L – o civic é 449L e o corolla 2015 é 470L

  • JCosta

    Sinceramente, não entendo o motivo dos leitores do NA classificarem o Linea como compacto… O fato de compartilhar algumas peças (notadamente as portas dianteiras) com o Punto, não o faz um veículo da categoria abaixo, pelo contrário. É como comparar um Jetta com um Polo. O fato é que não existe um sedan do Punto e também não existe um hatch do Linea.

    • Chronosky

      a propria fiat considera o Linea como punto sedan

      • JCosta

        Sim, e qual é a referência? Pelo que sei, ela sempre tentou posiciona-lo na categoria de Focus, C4 etc.

        • Chronosky

          A referencia é interna mesmo.. tenho conexões dentro da fabrica e nas empresas que estampam as carrocerias =P

    • Alex_cps

      Talvez porque mesmo tendo maior entre-eixos, ele ainda tem a mesma largura interna de um Punto.

  • Gustavo Cruz

    Faltou o KIA Cerato nessa lista aí, não?

  • Luccas Villela

    Não vejo graça em ser enorme… Pior pra estacionar, para se meter em cantinhos nos trânsitos infernais…

  • Pomarola

    Ual, que matéria interessante…

  • Wally

    Engraçada essa VW. Pra que tem Passat e Jetta se eles são quase idênticos e possuem quase o mesmo tamanho? 13 cm? E no Brasil possuem o mesmo motor. Eu hein..

  • Diego Livi

    Esqueceram o Lancer que tem 4,57m de comprimento….

  • afonso200

    fiz um teste no novo 300C…….tenho 190 de altura, só no sentar, a curvatura do capo é alta, e mostra a imponencia,,,,,,,,8AT nem sabe que marcha tá…..quando pisa tudo ele desce 3 ou 4 marchas e quando vi ja tava a 100 dentro da cidade

  • Paulo Rebelo

    Há 4 meses comprei um 408 zero km, minha decisão pelo carro foi o seu preço de R$60 mil pelo conjunto motor 2.0, grande porta malas de 526 litros e espaço interno que não perde pra nenhum Sedâ grande! Sente no banco de trás do 408, realmente um carro de primeira classe, um verdadeiro sofá de madame, as pernas de alguém com 1,90m agradecem!

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 11 anos. Saiba mais.

Notícias por email

Send this to a friend